microempreendedor individual mei

Download MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL MEI

Post on 13-Jan-2016

25 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL MEI. EMBASAMENTO LEGAL. MEI - o empresrio individual definido no art. 966 do Cdigo Civil - Lei 10.406/2002; Art.18-A, 18-B e 18-C da LC.123/06, inseridos atravs da LC. 128/08; Resoluo CGSN n. 58 de 27/04/09. - PowerPoint PPT Presentation

TRANSCRIPT

  • MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUALMEI

  • EMBASAMENTO LEGALMEI - o empresrio individual definido no art. 966 do Cdigo Civil - Lei 10.406/2002;

    Art.18-A, 18-B e 18-C da LC.123/06, inseridos atravs da LC. 128/08;

    Resoluo CGSN n. 58 de 27/04/09.

  • PASES DESENVOLVIDOS

    N de EMPRESAS = 10% da populao

  • BRASIL

    190 milhes de brasileiros

    5,7 milhes empresas formais

  • Representatividade dos Pequenos Negcios no Brasil10 milhes de informais80% contavam com o trabalho de uma nica pessoaFonte: IBGE 200350% dos negcios informais por falta de emprego ou complementao da renda

  • Distribuio das empresas informais, segundo o n de pessoas ocupadas nas empresas Brasil 2003 (%)Raio X da InformalidadeFonte: Pesquisa Economia Informal Urbana Ecinf 2003, IBGE

  • So Paulo: 2.000.000Minas Gerais: 1.000.000Rio de Janeiro: 950.000

    Informais

  • Microempreendedor Individual - MEI

    Faturamento anual at R$ 36 mil Um empregado no mximo.No ser scio de outra empresaO trabalho deve ser realizado pelo prprio microempreendedor.No possuir mais de um estabelecimento; No participar de outra empresa como titular, scio ou administrador;

  • BorracheirosManicureCostureirosJardineirosEletricistas

    Praticamente todas as atividades elementares, como:366 atividades ao todo

  • Aposentadoria por idade: mulher aos 60 anos e homem aos 65 - 15 anos contribuio;Aposentadoria por invalidez: 1 ano de contribuio; Auxlio doena: 1 ano de contribuioAuxlio acidenteSalrio maternidade: 10 meses de contribuioPenso por morte MEIProteo Previdenciria

  • Acesso a servios bancrios e linhas de crdito Apoio tcnico do SEBRAEPossibilidade de crescimentoTrabalhar na legalidadeFormalizao com baixo custoParticipar de licitaes publicas

    Benefcios para o MEI

  • Previdenciria: R$ 59,40 (11% do SM) (Redao dada pela Resoluo CGSN n 81, de 18 de janeiro de 2011)ICMS: R$ 1,00ISS: R$ 5,00Contribuio e Impostos

  • Recolhimento do MEI COM EMPREGADO Cota patronal:para a Previdncia 3%FGTS: 8%

    Descontado do empregado: 8% para previdncia

  • Notas Fiscais ?A EMISSO DE NOTAS FISCAIS DISPENSADA, QUANDO O CLIENTE FOR PESSOA FSICA. OBRIGATRIA, QUANDO O CLIENTE FOR PESSOA JURDICA.

  • O empresrio individual, mesmo que no emitir nota fiscal, precisar apresentar as notas relativas s compras de insumos.Notas Fiscais

  • Via internet nowww.portaldoempreendedor.gov.br, onde ser emitido o CNPJ, o nmero de inscrio na Junta Comercial e no INSS.Inscrio

  • Para se inscrever como Empreendedor Individual o trabalhador est isento de qualquer taxa de abertura de empresa, inclusive s referentes aos cartrios e Junta Comercial.Custo zero para aderir

  • O empresrio individual ter gratuitamente assessoria contbil, assegurada na lei, para a formalizao e para a primeira declarao anual.No www.portaldoempreendedor.gov.br esto relacionadas as empresas de contabilidade, por municpio, que so optantes pelo Simples Nacional e iro realizar a assessoria contbil sem custos.Assessoria Contbil Gratuita

  • O documento para pagamento chamado DAS (DOCUMENTO DE ARRECADAO SIMPLIFICADA) e est disponvel no www.portaldoempreendedor.gov.br.

    O empreendedor individual pode gerar de, uma s vez, os DAS do ano inteiro e ir contribuindo ms a ms. Pagar apenas o valor mensal de R$ 65,95. Essa quantia ser atualizada anualmente, de acordo com o salrio mnimo. A rede bancria e as casas lotricas esto credenciadas para receber o pagamento at o dia 20 de cada ms. Aps essa data, haver multa de 0,33% por dia (limitado a 20%) e juros no primeiro ms de 1%.Pagamento

  • S em janeiro de 2010Migrao do Supersimples para o MEI

  • Poder ocorrer:por opo ouse o empreendedor deixar de cumprir exigncias legais. So motivos para desenquadramento obrigatrio: apurao de receita bruta superior a R$ 36.000,00 anuais ou ao limite proporcional aos meses em atividades no ano de inicio da empresa;exerccio de atividade econmica vedada;abertura de filiais ou de outros estabelecimentos;participao do empreendedor como administrador, scio ou titular de outra empresa;contratao de mais de um empregado.O Desenquadramento do MEI

  • Prosperando, com sucessoSe a atividade crescer, e o faturamento ultrapassar R$ 36 mil anuais, deixar de ser MEI e ser enquadrado na tributao do Simples Nacional.

  • POPULAO ECONOMICAMENTE ATIVA83 milhes de pessoas DESEMPREGO7,7%

  • UMA LEI LABORGNICAparaMELHORAR A VIDA das PESSOASLEI 128/08

  • SIMPLES NACIONALA Unio, Estados e Municpios se uniram e criaram o sistema de arrecadao do simples nacional. Em 30 de junho de 2007 entrou em produo o regime de arrecadao do Simples Nacional.

    A principal novidade foi a arrecadao direta de tributos, criando a guia de arrecadao chamada de Documento de Arrecadao do Simples - DAS, o valor pago ao banco repassado a um sistema gerenciado pelo Banco do Brasil que reparte automaticamente o recurso dentro de um dia para os entes destinatrios do recurso.

  • Alm das EPP e Microempresas, os escritrios de servios contbeis, empresas de vigilncia, limpeza ou conservao, alm de construo de imveis e obras de engenharia em geral, inclusive sob a forma de subempreitada, foram includos no sistema do SIMPLES.

  • RECOLHIMENTO NICOO Simples Nacional implica o recolhimento mensal, mediante documento nico de arrecadao, do IRPJ, IPI, CSLL, COFINS, PIS, INSS, ICMS e ISS.

  • TRIBUTOS NO INCLUIDOS NO SUPER SIMPLESImposto sobre Operaes de Crdito, Cmbio e Seguro, ou relativas a Ttulos ou Valores Mobilirios (IOF);Imposto sobre Importao de Produtos Estrangeiros (II);Imposto sobre Exportao, para o Exterior, de Produtos Nacionais ou Nacionalizados (IE);Imposto de Renda, relativo aos pagamentos ou crditos efetuados pela pessoa jurdica e aos rendimentos ou ganhos lquidos auferidos em aplicaes de renda fixa ou varivel, bem assim relativo aos ganhos de capital obtidos na alienao de ativos;Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural (ITR);Contribuio Provisria sobre a Movimentao Financeira (CPMF);Contribuio para o Fundo de Garantia do Tempo de Servio (FGTS);Contribuio para a Seguridade Social, relativa ao empregado.

    ****

Recommended

View more >