metodo owas rula

Download Metodo Owas Rula

Post on 12-Jan-2016

251 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Ergonomia - Owas e Rula

TRANSCRIPT

  • ERGONOMIA*

  • Mtodos de anlise postural e a contribuio do sistema OWAS

    Grupo: Domingos Barros; Jos Oliveira; Jos Soares; Sara Brando

  • 1. Introduo-A postura humana-Mtodos da anlise da postura-Descrio do mtodo OWAS WinOWAS -Consideraes sobre o mtodo OWAS -Consideraes sobre o mtodo RULA - Concluso

  • 2. A postura humanaO princpioA m postura

    -Conseqncias -Trabalho em p e trabalho sentado -A investigao e preveno -O papel da ergonomia

    Grupo: Domingos Barros; Jos Oliveira; Jos Soares; Sara Brando

  • 3. Anlise da postura

    - Avaliao da demanda - Seleo do mtodo a ser utilizado

    - Observao

    -Recomendaes

  • 4. DESCRIO DO MTODO OWAS4.1 HistricoDesenvolvido na Finlndia para analisar as posturas de trabalho na industria de ao, e foi proposto por trs pesquisadores finlandeses (KARKU, KANSI e KUORINKA:1977) para Ovaco Oy Company em conjunto com o Instituto finlands de Sade ocupacional, seu nome deriva de OVACO Working Posture Analysing System.

    Anlise fotogrficas das principais posturas tpicas, observando o trabalho dos refrataristas no reparo e troca da proteo refrataria dos conversores para fabricao de aos especiais onde as posturas requeridas pelo trabalho eram muito constrangedoras para os operrios (SANTOS,2000).

  • 4.1 Histrico (cont.)

    Os pesquisadores definiram 72 posturas tpicas que resultaram de diferentes combinaes das seguintes posies: Dorso 4 posies tpicas; Braos 3 posies tpicas; Pernas - 7 posies tpicas, conforme Quadro 4.1)

    Mais de 36 mil observaes em 52 atividades para testar o mtodo. registros com concordncia mdia de 93 % .

    Em funo dos dados concluiu-se que o mtodo apresentava razovel consistncia (ITIRO,1993).

    Grupo: Domingos Barros; Jos Oliveira; Jos Soares; Sara Brando

  • Valorao das posturas pelo mtodo OWASClasse 1 Postura normal, dispensa cuidados, a no ser em casos excepcionais.Classe 2 Postura que deve ser verificada na prxima reviso dos mtodos de trabalho.Classe 3 Postura que deve merecer ateno a curto prazo.Classe 4 Postura que deve merecer ateno imediata.

    4. 2. Desenvolvimento do mtodo

  • Demonstrao do WinOWASwww.turva.me.tut.fi/owas da Tempere University of Technology Tempere Finland.

    Grupo: Domingos Barros; Jos Oliveira; Jos Soares; Sara Brando

  • Ocorrncia

    - Prioriza-se o corpo alinhado. Nesta situao torna-se irrelevante o valor dos esforos e as posies dos braos- Andando com as costas ereta ou torcida, a posio dos braos basicamente irrelevante, sendo que o grau de esforo pode provocar a mudana de categoria.

    Categoria

    1 No so necessrias medidas corretivas

    Grupo: Domingos Barros; Jos Oliveira; Jos Soares; Sara Brando

  • 2So necessrias correes no Futuro- Em geral so posturas de transio entre as categorias 1 e 3.

    - Mais freqentes quando as costas esto eretas e ocorre um arqueamento das pernas, com esforos moderados

    -Pode ser encontrada em quase todas as seqncias de combinaes entre costas , braos, pernas e esforo moderados. OcorrnciaCategoria

    Grupo: Domingos Barros; Jos Oliveira; Jos Soares; Sara Brando

  • 3So necessrias correes logo que possvel-Est relacionada com muitas combinaes de costas pernas, braos, com maiores esforos.

    - mais freqente quando as pernas no esto eretas, ou as costas esto curvadas

    -Esta categoria no ocorre se as pernas estiverem eretas e o esforo for de no mximo 10kg , ou ainda na maioria das posturas com as costas eretas para qualquer esforo acima de 20 kg. OcorrnciaCategoria

    Grupo: Domingos Barros; Jos Oliveira; Jos Soares; Sara Brando

  • 4So necessrias correes imediatas-Concentra-se na combinao de pernas arqueadas, costas curvas, torcidas ou curvadas e torcidas. A Posio dos braos e os graus de esforos chegam a ser irrelevantes. -Sentado com braos na altura do ombro,costas curvadas e torcidas, realizando qualquer esforos superior a 10 kg -Andando com as costas curvas , ou curvadas e torcidas com esforos superiores a 20kg -No h ocorrncia com as pernas eretasOcorrnciasCategoria

    Grupo: Domingos Barros; Jos Oliveira; Jos Soares; Sara Brando

  • Mtodo RULA*Baseia-se na identificao dos principais factores que reconhecidamente contribuem para o aparecimento das leses dos membros superiores (LOHUMS Leso Ocupacional por Hiper-Utilizao dos Membros Superiores).

  • Mtodo RULA*Factores associados s LOHUMS, segundo McPhee (1987)- Factores Externos:N. de movimentosTrabalho muscular estticoForaPostura determinada pelo equipamento e mobilirio

  • Consideraes sobre o mtodo RULAPrincpios: As posturas so enquadradas de acordo com as angulaes entre os membros e o corpo, obtendo-se escores que definem o nvel de ao a ser seguido, similares aos adotados pelo mtodo OWAS.

    Definio:O mtodo RULA ( Rapid Upper Limb Assessment ) desenvolvido por Mc Atamney e Corlett, em 1993, proporciona uma rpida avaliao dos constrangimentos sobre os membros superiores. Desta forma, possvel conhecer as influncias sobre antebraos, nuca, e punhos.

    Grupo: Domingos Barros; Jos Oliveira; Jos Soares; Sara Brando

  • Mtodo RULA*Factores associados s LOHUMS, segundo McPhee (1987) Factores que influenciam a carga de trabalho, mas que podem variar de pessoa para pessoa:- Postura adotada- Necessidade de rapidez e preciso dos movimentos- Frequncia e durao das pausas feitas pelo colaborador- Uso desnecessrio de fora e preciso dos movimentos

  • Mtodo RULA*Factores associados s LOHUMS, segundo McPhee (1987) Factores que condicionam a resposta individual a uma determinada carga de trabalho:- Factores individuais (experincia, treino, idade, condio fsica)- Factores ambientais no local de trabalho (iluminao, rudo, vibraes, ambiente trmico)- Variveis psico-sociais

  • Mtodo RULA*Como utilizar o mtodo RULA?Passo 1:Registar os pontos da postura de cada parte do corpo dos grupos A e B, na coluna da esquerda da folha de registo das pontuaes RULA.Registar tambm os pontos de utilizao dos msculos e a fora exercida para ambos os grupos A e B.

  • Mtodo RULA*Como utilizar o mtodo RULA?Passo 2:Codificar os pontos das posturas do grupo A usando a tabela A e para o grupo B com a tabela B.Somar os pontos relativos ao uso dos msculos e fora para obter as pontuaes C e D.

  • Mtodo RULA*Como utilizar o mtodo RULA?Passo 3:Utilizando as pontuaes C e D, obter a Pontuao Total na tabela C. Comparar este valor com a seguinteLista de nveis ao

  • Mtodo RULA*Lista de nveis acoNvel de aco 1: Uma pontuao de 1 ou 2 indica que a postura aceitvel se no for mantida ou repetida por longos perodos.Nvel de aco 2: Um valor de 3 ou 4 indica que ser preciso investigar melhor e que podero ser necessrias modificaes.Nvel de aco 3: Uma pontuao de 5 ou 6 indica que urgente investigar melhor e realizar modificaes.Nvel de aco 4: Uma pontuao de 7 ou superior indica que imperioso realizar investigaes e modificaes imediatamente.

  • Tabela APontuao da postura do membro superior *

    Folha1

    TABELA A - Pontuao da postura do membro superior

    AntebraoMembro SuperiorPontuao da postura do pulso

    1234

    1Rotao do pulsoRotao do pulsoRotao do pulsoRotao do pulso

    12121212

    112222333

    222223333

    323333344

    2123333444

    233333444

    334444455

    3133444455

    234444455

    344444555

    4144444555

    244444555

    344455566

    5155555667

    256666777

    366677778

    6177777889

    288888999

    399999999

    TABELA B - Pontuao da postura do pescoo, tronco e pernas

    Pontuao da postura do pescooPontuao da Postura do Tronco

    123456

    PernasPernasPernasPernasPernasPernas

    121212121212

    1132334556677

    2232345556777

    3333445566777

    4555667777788

    5777778888888

    6888888899999

    Folha2

    Folha3

  • Tabela BPontuao de postura do pescoo, tronco e pernas*

    Folha1

    TABELA A - Pontuao da postura do membro superior

    AntebraoMembro SuperiorPontuao da postura do pulso

    1234

    1Rotao do pulsoRotao do pulsoRotao do pulsoRotao do pulso

    12121212

    112222333

    222223333

    323333344

    2123333444

    233333444

    334444455

    3133444455

    234444455

    344444555

    4144444555

    244444555

    344455566

    5155555667

    256666777

    366677778

    6177777889

    288888999

    399999999

    TABELA B - Pontuao da postura do pescoo, tronco e pernas

    Pontuao da postura do pescooPontuao da Postura do Tronco

    123456

    PernasPernasPernasPernasPernasPernas

    121212121212

    1132334556677

    2232345556777

    3333445566777

    4555667777788

    5777778888888

    6888888899999

    Folha2

    Folha3

  • Tabela C Pontuao Total*

    Folha1

    TABELA A - Pontuao da postura do membro superior

    AntebraoMembro SuperiorPontuao da postura do pulso

    1234

    1Rotao do pulsoRotao do pulsoRotao do pulsoRotao do pulso

    12121212

    112222333

    222223333

    323333344

    2123333444

    233333444

    334444455

    3133444455

    234444455

    344444555

    4144444555

    244444555

    344455566

    5155555667

    256666777

    366677778

    6177777889

    288888999

    399999999

    TABELA B - Pontuao da postura do pescoo, tronco e pernas

    Pontuao da postura do pescooPontuao da Postura do Tronco

    123456

    PernasPernasPernasPernasPernasPernas

    121212121212

    1132334556677

    2232345556777

    3333445566777

    4555667777788

    5777778888888

    6888888899999

    TABELA C - Pontuao Total

    Pontuao D (Pescoo, tronco e pernas)

    1234567