media biblioteca elaboracao materiais

Download Media Biblioteca Elaboracao Materiais

Post on 18-Jan-2016

18 views

Category:

Documents

8 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Texto sobre elaboração de materiais didáticos EAD.

TRANSCRIPT

  • ELABORAO DE MATERIAIS DIDTICOS PARA EDUCAO

    A DISTNCIA

  • Biblioteca Virtual do NEAD/UFJF

    94

    PrezadoCursista:Estetextodiscutesobreaelaboraodemateriaisdidticosparaumcursoe/oudisciplinaadistnciaepropeumareflexosobreaimportnciadomaterialdidticoparaoxitodeumcursonessamodalidade.Abordaosprincpiosgeraisquedevemnortearaelaboraodemateriaisdidticos,apresentandoasdiferentesmdiasutilizadasnesseprocessoe,ainda,estabelecendocritriosparasuaseleo.

    ELABORAO DE MATERIAIS DIDTICOS PARA EDUCAO A DISTNCIA

    Alexsandra Zanetti33

    Os instrumentos que construmos nos do poderes mas, coletivamente responsveis, a escolha est nas nossas mos (Pierre Lvy).

    Iniciaremos nosso percurso refletindo sobre a importncia dos materiais didticos para o sucesso de um curso a distncia. Em seguida, apresentaremos as caractersticas das principais mdias usadas e analisaremos, tambm, os fatores que interferem na sua seleo, utilizao e na criao de um curso e/ou disciplina. Nosso objetivo que voc tenha algumas referncias para escolher as mdias mais adequadas para satisfazer os seus propsitos. importante lembrar que esse percurso no termina por aqui, sugerimos que voc aprofunde seus conhecimentos atravs da leitura de outros materiais. Para isso lhe ofereceremos algumas dicas no decorrer deste texto. Nossa conversa se inspira em dois objetivos que so:

    Refletir sobre a importncia dos materiais didticos e seu uso criativo em curso a distncia;

    Favorecer o seu trabalho na escolha dos materiais adequados para realizao do seu trabalho.

    33 Mestre em Educao pela PUC/RJ. Professora da rede municipal de ensino de Juiz de Fora

  • Biblioteca Virtual do NEAD/UFJF

    95

    1. A IMPORTNCIA DO MATERIAL DIDTICO PARA O XITO DE UM CURSO A DISTNCIA

    Podemos dizer que o xito de um curso a distncia est condicionado a vrios elementos, dentre os quais o processo de elaborao e utilizao do material didtico.

    Em estudos anteriores (Captulo 5) voc j deve ter visto que, segundo a concepo scio- interacionista de conhecimento, cujo principal terico Lev Vygotsky, os indivduos atuam de maneira ativa no processo de construo de seus conhecimentos, significados e representaes a partir das mais diferentes situaes de interao que estabelece com outros sujeitos. Sendo assim, a relao do indivduo com o mundo no uma relao direta, mas mediada por outros indivduos ou objetos.

    No caso da Educao a Distncia, o processo ensino-aprendizagem mediado pelo professor/tutor e pelos recursos utilizados, como textos impressos, digitais, vdeos etc. Diferentemente do ensino presencial, o contato professor/aluno no se d em um mesmo espao/tempo, ainda que alguns cursos programem atividades sncronas, ou seja, que exijam a participao dos dois no mesmo horrio, como por exemplo em chats. No entanto, predominam as atividades assncronas, ou seja, aquelas em que professores e alunos esto em tempos diferentes. As tecnologias possuem, ento, a funo de amenizar essa distncia. Isso significa dizer que:

    sempre bom lembrar que os processos interativos aconteciam por meio de recursos pouco geis como o correio, por exemplo. Com o advento das tecnologias interativas, a idia de interao passou recentemente a fazer parte do conceito de EaD. Essa modalidade de ensino pressupe o desenvolvimento da autonomia do aluno, visto ser ele quem estabelece onde e quando vai estudar. Atualmente possvel ensinar face a face a distncia, porque com a tecnologia podemos reconstruir virtualmente a interao e a intersubjetividade que ocorre no ensino presencial 34.

    Segundo o documento Referenciais de qualidade para EaD, elaborado pelo MEC, o material didtico tanto no que se refere ao contedo, quanto ao seu formato deve ser construdo em consonncia com os princpios epistemolgicos, metodolgicos e 34 Maia e Mattar (2007)

    Considerandoqueamediaodarelaoeducando/educadoredoprocessodeaprendizagemnaEaDpassapelainteraocomasmdias

    disponveis,estadeveservistaeentendidanaperspectivadatecnologiaeducacionalcomoummeioenocomoumfim,sejaporcanalsncronoouassncrono,commaioroumenorgraudeinteratividade.(Santosetal.,

    2006)

  • Biblioteca Virtual do NEAD/UFJF

    96

    polticos do projeto pedaggico do curso, favorecendo a construo do conhecimento, mediando a interlocuo entre estudante e professor e buscando desenvolver habilidades e competncias especficas, por meio de diferentes mdias.

    Este documento adverte sobre um ponto importante: somente a experincia adquirida pelo professor em cursos presenciais no basta para proporcionar a qualidade da produo de materiais adequados para a Educao a Distncia, pois um processo que envolve vrias lgicas de concepo, produo, linguagem, estudo e controle de tempo, exigindo a constituio de uma equipe multidisciplinar, em que o docente desenvolva seu trabalho juntamente com os demais profissionais especializados como designer grfico, ilustradores, entre outros.

    Alm disso, recomenda que a construo de materiais didticos vise a integrao das diferentes mdias, explorando a convergncia e integrao entre os materiais impressos, digitais e outros. Isto favorecer a construo do conhecimento e a interao entre todos os atores envolvidos em um curso a distncia.

    Para a qualidade de um curso a distncia, de suma importncia que na criao do material didtico os profissionais conheam os atributos das diversas mdias e analisem os fatores que interferem na seleo de sua utilizao, tais como a matriz conceitual do curso, acessibilidade, pblico-alvo, custos etc, conforme veremos ao longo desse texto.

    2. PRINCPIOS GERAIS PARA A ELABORAO DE MATERIAIS DIDTICOS

    Voc conhece alguns dos materiais didticos de cursos a distncia oferecidos no Brasil? J percebeu que no existe um modelo nico para sua utilizao?

    Isso se deve diversidade de projetos pedaggicos implementados nos mais diferentes contextos que, por sua vez, determinam o papel que cada meio ter, bem como o seu formato e a distribuio dos contedos em cada proposta de curso.

    Entretanto, ao conceberem seus cursos a distncia, a equipe responsvel dever ter clareza sobre aspectos comuns a serem considerados na formulao de materiais didticos para essa modalidade de ensino, desde que sejam adaptados s especificidades de cada realidade.

    A caracterizao do pblico-alvo um elemento indispensvel na elaborao de qualquer material didtico, pois permite definir o que queremos que ele desenvolva ao longo do curso e as estratgias pedaggicas mais adequadas para atingir os nossos propsitos.

  • Biblioteca Virtual do NEAD/UFJF

    97

    Os materiais didticos em Educao a Distncia devem perseguir os seguintes objetivos 35

    organizar o conhecimento prvio do aluno e indicar referncias;

    incentivar a autonomia do aluno na busca de novos contedos e realizao de pesquisas;

    estimular participao na comunidade virtual de aprendizagem;

    estimular a relao tutor/aluno e aluno/aluno;

    integrar as unidades de aprendizagem, a partir de uma abordagem que considere diferentes estratgias metodolgicas como: resoluo de problemas, estudos de casos, reflexes sobre a experincia, pesquisa;

    desenvolver competncias diversas;

    promover o dilogo permanente;

    possibilitar a avaliao do processo de aprendizagem.

    Outro aspecto importante a linguagem utilizada nos materiais. Quando bem empregada, esta pode facilitar o entendimento do contedo e proporcionar uma leitura mais prazerosa. recomendvel adotar uma linguagem coloquial, clara e objetiva, evitando o uso de grias e o excesso de informalidade. O texto dever ser elaborado de forma a criar um dilogo, por meio do qual autor/professor e leitor/aluno construam seus conhecimentos, criando uma sensao de proximidade entre ambos.

    Os materiais didticos devem ainda ser criados em consonncia com os princpios pedaggicos do curso e, conseqentemente, de acordo com o referencial terico que o sustenta. A anlise de um guia de estudo e de um vdeo pode nos revelar no apenas o contedo do qual ele suporte, mas a forma como entendido o processo de construo do conhecimento na proposta pedaggica daquele curso, ou seja, as concepes que o embasam.

    35 Disponvel em:

    bomlembrarque:

    Aelaboraodomaterialdidticoenvolveaspectoscomocontedo,formaearealizaodosobjetivosacimacitados.Portanto,devidoaofatodealunoseprofessoresestarememespaosetemposdiferentesimportanteque

    estematerialsejaatraenteeincentiveoalunoarealizarseuestudo.

  • Biblioteca Virtual do NEAD/UFJF

    98

    Por exemplo, em um curso cuja matriz conceitual embasada no construtivismo, os materiais deveriam promover diversas situaes que auxiliem o aluno a construir o seu prprio conhecimento.

    Atravs da organizao e planejamento das unidades de aprendizagem/mdulo, ou seja, o programa do curso, a equipe de criao dos materiais didticos pode ter uma viso dos objetivos que pretende desenvolver com os alunos em cada unidade e no curso de forma geral. Feito esse planejamento, ser possvel distribuir tarefas como a elaborao do texto, de um vdeo, entre outros materiais de cada unidade, nos quais os assuntos sero tratados de modo articulado.

    Mas no se esquea: os conceitos principais das unidades de aprendizagem tambm devem ser considerados para que os aspectos relevantes no desenvolvimento dos contedos sejam efetivamente contemplados ao longo de texto e nas atividades de avaliao.

    Considere tambm que na elaborao do material didtico preciso buscar constantemente uma articulao entre forma e contedo. Por exemplo, a construo de um texto impresso ou digital pode beneficiar-se da insero de ilustraes, grficos, fotografias, quadros, que podem torn-lo mais atraente e comp