Mecanismos Estomáticos Fisiologia Vegetal

Download Mecanismos Estomáticos Fisiologia Vegetal

Post on 10-Nov-2015

40 views

Category:

Documents

24 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Mecanismos Estomticos Fisiologia Vegetal

TRANSCRIPT

<p>UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL MECANISMOS ESTOMTICOS</p> <p>UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL</p> <p>MECANISMOS ESTOMTICOSARIEL S. PEREIRABRUNO STEINHORSTGEAN VOGELLEANDRO ZIRRMATEUS F. BERNARDRODRIGO C. KLAHR</p> <p>INTRODUOO que so estmatos?Estmatos so estruturas epidrmicas, que possuem formato reniforme, e esto presentes, geralmente, na parte adaxial das folhas.</p> <p>Formados por duas clulas especializadas, ricas em cloroplastos, possuindo uma abertura regulvel, chamada de ostolo.</p> <p> atravs do ostolo que ocorrem as difuses de trocas gasosas entre a planta e o ar atmosfrico.Os estmatos so os anexos mais importantes relacionados com a troca de gases e de gua entre a planta e o meio.</p> <p>As clulas estomticas so as nicas na epiderme que possuem clorofila.Estas estruturas epidrmicas podem ser tambm encontradas em frutos, flores e caules jovens.</p> <p>Ao lado aparecem duas ou mais clulas conhecidas por anexas, companheiras ou subsidirias. </p> <p>O ostolo abre-se, no interior da folha, numa grande cavidade denominada cmara subestomtica.</p> <p>Os estmatos podem ser de 2 tipos: elpticas (em forma de rim);</p> <p> em forma de halteres, estmatos tpicos de gramneas.</p> <p>Nas gramneas, apresentam-se estmatos nas duas epidermes, apresentando folhas anfiestomticas, pois seu crescimento normalmente perpendicular ao solo.</p> <p>Elpticas (em forma de rim) Em forma de halteresEm plantas aquticas como a vitria-rgia, os estmatos aparecem na epiderme superior, para garantir as trocas gasosas de oxignio e gs carbnico, que ocorrem entre o vegetal e a atmosfera. Neste caso, as folhas so epiestomticas.</p> <p>Funes:</p> <p>a)Transpirao.b)Fotossntese.c)Respirao.d)Termoregulador.</p> <p>As clulas guarda s apresentam plasmodesmos entre elas e no apresentam qualquer tipo de conexo com as restantes clulas do complexo estomtico. </p> <p>Assim, todos os compostos importados para o seu interior tm de atravessar a membrana plasmtica. Esta caracterstica do complexo estomtico extremamente importante em termos fisiolgicos.</p> <p>A frequncia estomtica definida como o nmero de estmatos por unidade de rea de uma face foliar.</p> <p>A densidade varia entre espcies, indivduos e at mesmo entre folhas de uma mesma planta, sendo modificada por fatores ambientais, tais como luminosidade, umidade do ar e concentrao de CO2.</p> <p>A localizao dos estmatos nas faces das folhas (adaxial e abaxial)) pode variar dependendo da espcie:</p> <p> a)ANFIESTOMTICA. ambas - Ex. Folhas de regies ridas.b)HIPOESTOMTICA. abaxial - Ex. Folhas de regies midas.c)EPIESTOMTICA. adaxial - Ex. Folhas de plantas aquticas.d)ANISOESTOMTIA. ambas, porm com nmero diferentes.As formas, tamanhos, o arranjo espacial e as caractersticas das outras clulas do complexo estomtico so importantes para que ocorram as mudanas de abertura dos estomas.</p> <p> A comparao dos complexos estomticos antes e depois da abertura do pro mostra que o aumento de volume das clulas guarda parcialmente compensado pelo decrscimo de volume das clulas vizinhas. </p> <p>Estas mudanas no volume so devidas ao movimento osmtico da gua que segue o aumento do contedo em solutos das clulas guarda, o que tambm modifica as relaes de turgescncia entre as clulas guarda e as vizinhas (Weyers &amp; meidner, 1990).</p> <p>Os Mecanismos de Abertura e Fechamento dos EstmatosAtravs da abertura e fechamento dos estmatos o vegetal controla a taxa de transpirao, respondendo a fatores como a disponibilidade de gua, luz, temperatura e umidade relativa do ar.</p> <p>Os Mecanismos de Abertura e Fechamento dos Estmatos</p> <p>Movimentos HidroativosA abertura e o fechamento dos estmatos so controlados pela disponibilidade de gua para o vegetal.Quando as clulas estomticas ganham gua de suas clulas vizinhas, as clulas anexas, a parede delgada da clula estomtica sofre distenso, tambm ocorrendo a distenso das paredes reforadas do estmato, levando sua abertura.</p> <p>Movimentos HidroativosQuando ocorre o contrrio, as paredes delgadas dos estmatos sofrem relaxamento, e as paredes reforadas fecham o estmato.</p> <p>Movimentos FotoativosA abertura e o fechamento dos estmatos tambm respondem presena ou ausncia da luz.</p> <p>Na presena da luz ocorre abertura dos estmatos, pois o vegetal est realizando fotossntese, produzindo glicose nos cloroplastos das clulas estomticas, aumentando a presso osmtica das mesmas. Com o aumento da presso osmtica das clulas estomticas, estas ganham gua das clulas anexas e os estmatos abrem-se.</p> <p>Movimentos FotoativosNa ausncia da luz os estmatos ficam fechados pois diminui a presso osmtica das clulas estomticasEstmatos e a transpiraoNuma primeira anlise, a perda de gua na forma de vapor parece ser algo extremamente prejudicial aos vegetais. A perda excessiva de gua pode levar ao ressecamento, desidratao e morte do vegetal.</p> <p>Podemos dizer que a transpirao um mal necessrio, para que atividades fisiolgicas vitais possam ocorrer no vegetal.</p> <p>Estmatos e a transpiraoA transpirao evita o aquecimento exagerado, principalmente das folhas do vegetal, atravs da eliminao do excesso de calor na forma de vapor atravs dos estmatos.Um outro aspecto importante a prpria ascenso de seiva bruta ou inorgnica (gua e sais), desde as razes at as folhas, que mantida graas transpirao contnua atravs das folhas.</p> <p>Estmatos e a transpiraoCom a transpirao mantida uma coluna de gua e sais minerais dentro do corpo do vegetal, das razes at as folhas, funcionando como uma bomba propulsora de gua e sais minerais de baixo para cima.</p> <p>conclusoEm virtude dos fatos mencionados percebemos que os estmatos podem ser entendidos como vlvulas da epiderme que controlam principalmente a entrada de dixido de carbono e a sada de gua da planta, portanto eles desempenham um papel primordial para o desenvolvimento da vida no planeta.</p> <p>Referncias:Estmatos. Disponvel em: &lt; http://www.infoescola.com/citologia/estomatos/&gt;. Acesso em: 16 abr. 2015.Estmatos, clulas guardas. Disponvel em: &lt; http://www.brasilescola.com/biologia/celulas-guardas.htm&gt; . Acesso em: 16 abr. 2015.Abertura e fechamento dos estmatos. Disponvel em: &lt; http://www.alunosonline.com.br/biologia/abertura-fechamento-dos-estomatos.html&gt;. Acesso em: 16 abr. 2015.Mecanismo de abertura e fechamento de estmatos. Disponvel em: &lt; http://www.colegioweb.com.br/trabalhos-escolares/biologia/transpiracao/mecanismo-de-abertura-e-fechamento-dos-estomatos.html&gt;. Acesso em: 16 abr. 2015.Fisiologia da transpiro. Disponvel em: &lt; http://www.biomania.com.br/bio/conteudo.asp?cod=1246&gt; Acesso em: 16 abr. 2015.TAIZ, L. ZEIGER, E. (2002), Fisiologia Vegetal.3 edio. So Paulo: Artmed.</p>