materiais e equipamentos hospital ares

Download Materiais e Equipamentos Hospital Ares

Post on 19-Jul-2015

72 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Universidade Anhanguera Uniderp Centro de Educao a Distncia

Tecnologia em Gesto Hospitalar

Materiais e Equipamentos Hospitalares

Juazeiro/BA 2012

Nome dos Acadmicos Keyle Vveros Oliveira RA 280761 Alexsandra Castro Sena RA -221842 Maria Lurdes Gomes de Oliveira - RA- 240665 Gleydison Mendona RA 223467 Edna Amaral RA 265400 Jose Adriano Silva Santos RA -222171

Materiais e Equipamentos HospitalaresTrabalho apresentado ao Curso de Graduao em Gesto Hospitalar da Universidade Anhanguera Uniderp, como requisito para a obteno de conhecimento e atribuio de nota da Atividade Avaliativa.

Juazeiro/BA 2012

1. Introduo Esse trabalho objetiva definir e sistematizar as atividades executadas pelas equipes de Engenharia Clnica nos clientes. As definies e rotinas apresentadas nesse trabalho aplicam-se s atividades realizadas em todos os clientes. 2. Desenvolvimento IDEC ou cdigo o cdigo de identificao de engenharia clnica para equipamentos mdicos ou equipamentos padres (analisadores e simuladores). Identifica cada equipamento unicamente. Normalmente formado por 4 dgitos alfabticos seguidos por 4 dgitos numricos. Os quatro dgitos alfabticos fazem referncia Instituio, ao setor ou ao agrupamento de equipamento ao qual pertence. Por exemplo: TCSD-0004, UTI-0057 ou OXIM-0091. Software de Engenharia Software utilizado para gerenciar a vida til de um equipamento mdico ou equipamento de medio, inspeo e ensaios. Gerencia eventos como manutenes corretivas e preventivas, alm de dados gerenciais. RESPONSABILIDADES E AUTORIDADES Gestor do processo de Realizao dos Servios - Definir as equipes de trabalho, conforme necessidades contratadas com os Clientes. - Monitorar os resultados tcnicos dos contratos, e propor aes corretivas, de melhoria e preventivas. - Prover recursos para a execuo dos processos. - Acompanhar o trabalho dos Supervisores de Projetos. Supervisor de Projeto - Gerir e monitorar a execuo dos trabalhos conforme os requisitos contratados e os cronogramas definidos. - Propor aes corretivas, preventivas e de melhoria, conforme necessidades e resultados.

Gerente de Projeto - Executar e coordenar operacionalmente os trabalhos. - Providenciar os registros e relatrios previstos no SGQ. - Coordenar o pessoal alocado no projeto. Pessoal alocado no Projeto - Executar os trabalhos previstos conforme os procedimentos do SGQ. - Providenciar os registros previstos no SGQ. DESCRIO As atividades realizadas pela engenharia clnica esto representadas esquematicamente atravs dos fluxogramas presentes no documento - Realizao dos Servios e seus anexos. 1. CADASTRO DA INSTITUIO A - Ficha de Cadastro de Instituio Cliente deve ser atualizado pelo menos uma vez por ano, podendo ser revisto ao longo do ano em caso de alteraes substanciais nas condies de servio ou no cliente. O modelo do RQ contm as instrues de preenchimento e arquivamento. O Setor da Qualidade responsvel em alimentar as informaes referentes aos requisitos especficos de contrato com a instituio, quando necessrio, e devolver ao Gerente do Projeto. As informaes contidas na - Ficha de Cadastro de Instituio Cliente devem ser apresentadas equipe da empresa residente no cliente logo aps cada alterao ou atualizao em reunio registrada por ata. 2. LEVANTAMENTO E CADASTRO DOS EQUIPAMENTOS MDICO-

HOSPITALARES O Servio de Engenharia Clnica dever manter atualizada a relao de cadastro dos equipamentos no software de engenharia, se atendo s aquisies de novos equipamentos ou movimentao do equipamento para um outro setor, detalhadas nos prximos itens. A necessidade de manter o inventrio atualizado est descrita Avaliao do Parque de EMH.

3. AQUISIO DE EQUIPAMENTO

O fluxograma das atividades realizadas para aquisio de equipamentos mdicos. Para a aquisio de novos equipamentos para a instituio preciso um estudo prvio de necessidade e viabilidade da compra. Esta anlise deve ser feita em conjunto com o corpo administrativo, corpo clnico e de enfermagem que utilizar tal equipamento e o Servio Engenharia Clnica. Como parte do processo de aquisio deve ser desenvolvida/apresentada pelo gerente de projeto uma especificao tcnica ou uma descrio sintetizada do equipamento a ser adquirido. A necessidade para esta aquisio definida por insuficincia dos equipamentos existentes, pela implantao de um novo tipo de servio que antes no era prestado, por necessidade de substituio ou solicitao pontual do cliente. Os oramentos devem ser solicitados e, uma vez recebidos, encaminhados para anlise e aprovao do responsvel. A viabilidade da compra deve ser avaliada pelo departamento financeiro e diretoria da instituio que avaliam sua realidade. Com a autorizao da aquisio e a efetivao da compra, por pessoal da instituio, deve-se aguardar a entrega para ento dar incio ao processo de recebimento e instalao. No caso da aquisio de um equipamento de mdio ou grande porte, que necessite da preparao ou adequao do espao fsico para sua instalao, como, por exemplo, uma autoclave, essas necessidades j devem ser levantadas, junto ao fornecedor/responsvel, para que sejam tomadas as providncias cabveis. A execuo do projeto de instalao normalmente de responsabilidade do corpo de manuteno da instituio sob assessoria do Servio de Engenharia Clnica, porm, outras responsabilidades podem ser definidas no momento da compra. Com o recebimento do novo equipamento deve ser emitido, via software de engenharia, o Laudo de Recebimento. neste momento que feita a verificao de recebimento, ou seja, feita a conferncia do equipamento recebido de acordo com o previsto no momento de compra. Sugere-se que esta verificao seja feita em conjunto com o fornecedor e representante da instituio cliente. 3.1 Emisso de Laudo de Recebimento O Laudo de Recebimento (LR) emitido atravs do software de engenharia, para uma ou vrias unidades de um mesmo equipamento (Deve ser emitido um LR para cada modelo de equipamento adquirido). Para iniciar a emisso do Laudo de Recebimento deve-se abrir uma Ordem de Servio, do tipo Recebimento, para o setor recebedor (em geral, almoxarifado). Em seguida deve-se:

1. Preencher os campos com os dados da compra (Fornecedor, Nota Fiscal, Data e Responsvel);2.

Preencher e adicionar os equipamentos recebidos. Depois de adicionados os equipamentos, preencher os Nmeros de Srie de cada Equipamento e informar o setor para o qual cada equipamento ser enviado, inclusive se o equipamento for ficar no almoxarifado;

3.

Aps adicionar os equipamentos e preencher o check list, conferindo item a item os equipamentos recebidos;4.

Aps o correto preenchimento do check list, laudo de Recebimento tem cdigo

nico,ser gerado automaticamente pelo software de engenharia. Aps impresso, o Laudo de Recebimento deve ser assinado pelo Gerente de Projeto (Responsvel da Engenharia Clnica), pelo Representante do Fornecedor e por um Representante do Setor de Tombamento da Instituio (caso no seja possvel a assinatura do setor de Tombamento necessria a assinatura de algum colaborador da instituio). Quando no for possvel a presena de um representante de alguma das 3 partes necessrias, no campo para assinatura deve estar escrito o motivo pelo qual o representante no est presente. Nenhum item de assinatura do Laudo de Recebimento pode ficar em branco ou sem justificativa. 3.2 Cadastro do Equipamento Impresso o Laudo de Recebimento, ainda na OS de Recebimento,deve-se conferir que apenas os equipamentos que no possuem nenhuma possibilidade de serem devolvidos ao fornecedor esto com o check Box aceito .Cadastrar Equipamentos Aceitos, esta opo cadastra automaticamente, na base de dados do software, todos os equipamentos que tem selecionado o checkbox Equipamento Aceito. Os dados da compra so enviados automaticamente para o cadastro do equipamento.

3.3 OS Inicial

Antes de entrar em uso, o equipamento pode necessitar de instalao, calibrao, testes de aceitao ou treinamentos, e deve, ao menos, ser testado. Essas atividades so registradas na OS Inicial. A OS Inicial deve ser gerada a partir da OS de Recebimento, no momento em que o equipamento for entrar em uso, e pode ser gerada mesmo com a OS de Recebimento fechada. Todos os equipamentos colocados em uso no hospital devem ter, obrigatoriamente, uma OS Inicial. Depois de finalizadas as pendncias de Recebimento, estando todos os equipamentos cadastrados, e aps abrir as OSs Iniciais dos equipamentos que sero postos em uso, deve-se finalizar a OS de Recebimento. As atividades que faro parte da OS Inicial devem ser definidas pelo Gerente de Projeto levando em conta opinies do Fornecedor e dos usurios do equipamento na Instituio. A calibrao do equipamento pode ser feita internamente ou externamente, quando definida pelo Gerente de projeto como necessria. Testes de aceitao e treinamento operacional podem ser definidos no momento da compra, e devem estar registrados na proposta de compra ou contrato de aquisio. 3.3.1 Laudo de instalao Caso seja necessria a instalao do equipamento, deve-se emitir um Laudo de Instalao. O Laudo de Instalao deve ser emitido na prpria OS Inicial do equipamento,aps o preenchimento do checklist, com os dados da instalao,informar o Responsvel, o software gera automaticamente o Laudo de Instalao, que deve ser impresso, assinado e arquivado. Aps finalizado todo o processo de instalao, a OS Inicial deve ser fechada. O treinamento operacional deve ser realizado, pelo fornecedor ou pela equipe de Engenharia Clnica, para o corpo clnico e de enfermagem da instituio, com calendrio de treinamento definido pelos grupos envolvidos. O treinamento operacional ser detalhado mais adiante. Os Laudos de Recebimento e Instalao devem ser armazenados em suas respectivas pastas.

4. MUDANA DE CDIGO DO EQUIPAMENTO

No caso de um equipamento mdico-hospitalar necessitar de troca de IDEC, seja por mudana de setor onde est alocado ou por necessitar substituir a placa de

Recommended

View more >