Matéria Prima - 19ª edição

Download Matéria Prima - 19ª edição

Post on 12-Mar-2016

238 views

Category:

Documents

10 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

abril de 2011

TRANSCRIPT

<ul><li><p>1Abril de 2011</p><p>Fo</p><p>to: </p><p>Fre</p><p>de</p><p>rico</p><p> Mo</p><p>mb</p><p>ach</p></li><li><p>2Abril de 2011</p><p>Abril - 2011 - Ano IV - 19a EdioCirculao: 5000 Exemplares</p><p>Jornalista Responsvel: Roselaine Vinciprova (MTB 11043)</p><p>Verso online: www.revistamateriaprima.com.br</p><p>Fontes: Fiergs, Fecomrcio, Federasul, Sebrae RS, Portal da Qualidade, Setcergs, ZeroHora, Receita Federal do Brasil, Valor Econmico, Jornal do Comrcio, O Estado deSo Paulo, Mundo do Marketing, Gazeta Mercantil, InfoMoney e Administradores.</p><p>* Os artigos assinados no refletem, necessariamente, a opinio da revista Matria</p><p>Prima e so de inteira responsabilidade dos autores.Av. Flores da Cunha, 1050 / 604Centro - Cachoeirinha / RS</p><p>51 3041.2333</p><p>Uma equipe realmente lderIeda Di Avila, administradora da Lyder Recursos Humanos e DAvila</p><p>Distribuidora de Gs e gua, traz em sua personalidade os legtimos traosde empreendedorismo. Sempre frente na administrao, ela conta comoo mercado de trabalho vem se configurando e quais so os segredos paramanter uma empresa slida.</p><p>8 e 9</p><p> ndic</p><p>e</p><p>Brabox lana servio de comprae entrega ................................... 10</p><p>Os benefcios da implantao devidros duplos ............................. 11</p><p>CIC forma 13 alunosno Projeto Pescar ..................... 14</p><p>til Qumica aposta emrenovao e ganha prmio ...... 15</p><p>Preveno baseada naGesto da Sade ...................... 23</p><p>Mulheres na liderana.................................................... 24</p><p>Est na hora de fazer apesquisa organizacional? ........ 26</p><p>A licena ambiental comoexigncia para financiamentos . 29</p><p>EXPEDIENTE: Contatos:Coordenao:- Roselaine Vinciprova - roselaine@trcomunicacao.com- Tadeu Battezini - tadeu@trcomunicacao.com</p><p>Geral: 51 3041.2333 | redacao@revistamateriaprima.com.br</p><p>Comercial: Tadeu Battezini - tadeu@trcomunicacao.comLeonardo Azevedo - atendimento@trcomunicacao.com</p><p>Colaborao:Camila Schfer (MTB 15120) - camila@trcomunicacao.comKamyla Jardim - redacao@trcomunicacao.comFernando Junges - criacao@trcomunicacao.com</p><p>Matria Prima uma publicao bimestral da TRCOM. Todos os direitos reservados.</p><p>H 3 anos noticiando osnegcios da regio .................... 18</p><p>O crescimento das micro.................................................... 30</p><p>MAMAMAMAMATRIA DE CTRIA DE CTRIA DE CTRIA DE CTRIA DE CAPAPAPAPAPAAAAA</p></li><li><p>3Abril de 2011</p><p>Uma nova portaria do Ministrio doTrabalho, publicada no final de fevereiro,modificou as regras de assinalao da jorna-da diria de trabalho. Alm de alterar para 1de setembro de 2011 o incio do uso obri-gatrio do Sistema de Registro Eletrnicode Ponto (SREP), a Portaria n. 373/2011acrescentou a possibilidade de flexibilizao,por meio de Acordo Coletivo de Trabalhoou Conveno Coletiva de Trabalho, do usodo SREP.</p><p>Os empregadores podero adotar siste-mas alternativos de controle da jornada detrabalho, desde que autorizados por Con-veno ou Acordo Coletivo de Trabalho.</p><p>O objetivo do SREP minimizar osdesvios relativos jornada de trabalho, pra-ticados por meio de fraudes nos livros deregistro ou cartes-ponto. O que tem causa-do maior discusso a obrigatoriedade deque a cada registro efetuado pelo trabalha-dor seja emitido um comprovante. Essa me-dida, alm de no trazer ao trabalhador ne-nhuma garantia suplementar, est na con-tramo da preocupao com o meio ambi-ente, pois ser gerado um excessivo volumede comprovantes em papel.</p><p>Uso obrigatriodo SREP adiado</p><p>Divulgao</p><p>O prazo final para a entrega da decla-rao do Simples Nacional foi prorroga-do para o dia 15 de abril. O prazo ante-rior era 31 de maro, porm, como sur-giram problemas no sistema, o prazoteve de ser adiado. O Simples Nacional um regime tributrio diferenciado feitopara as micro e pequenas empresas.</p><p>Conforme o Comit Gestor do Sim-ples Nacional, das cerca de 3,6 milhesde empresas que precisam entregar a de-</p><p>Entrega da declaraodo Simples adiada</p><p>clarao, 1,6 milho j prestaram contasao Fisco. A expectativa que at o dia 15de abril esse nmero chegue a trs mi-lhes.</p><p>O documento deve ser enviado pelainternet, por meio do site da Receita Fede-ral do Brasil (www.receita.fazenda.gov.br),via portal do Simples Nacional. O prazopara a entrega de declarao de receita doEmpreendedor Individual no mudou,continua no dia 31 de maio.</p><p>O governo federal est mexen-do no PSI, Programa de Sustenta-o do Investimento, anunciado halguns dias como um programa sus-penso por tempo indeterminado. Aoretomar o PSI e prorrogar sua vi-gncia para o dia 31 de dezem-31 de dezem-31 de dezem-31 de dezem-31 de dezem-brobrobrobrobro deste ano (o plano era que oPSI vigorasse at 31 de maro), ogoverno, por meio do BNDES, au-mentou os juros e colocou um mon-tante de R$ 75 bilhes disposiodos programas. Os juros do Proca-minhoneiro, por exemplo, saltarode 4,5% ao ano para 7% ao ano.Esta a terceira prorrogao do pro-jeto, lanado em 2009.</p><p>A nova fase do PSI tambm visa-r o financiamento de nibus eltri-cos e hbridos taxa de 5% ao ano.A mesma taxa de juros ser aplica-da aquisio de partes, compo-nentes e servios tecnolgicos e aosbens de tecnologia da informao ecomunicao com tecnologia brasi-leira. Os juros para a aquisio denibus convencionais e caminhessubiro de 8% para 10%.</p><p>A partir de abril o BNDES dimi-nuir sua participao, com teto de90% para micro e pequenas empre-sas e reduo do limite atual de80% para 70% para grandes em-presas.</p><p>PSI prorrogadopara 31 de dezembro</p></li><li><p>4Abril de 2011</p><p>editorial</p><p>Envie sua sugesto ou mensagem para ns! redacao@revistamateriaprima.com.brEnvie sua sugesto ou mensagem para ns! redacao@revistamateriaprima.com.brEnvie sua sugesto ou mensagem para ns! redacao@revistamateriaprima.com.brEnvie sua sugesto ou mensagem para ns! redacao@revistamateriaprima.com.brEnvie sua sugesto ou mensagem para ns! redacao@revistamateriaprima.com.br</p><p>A percepo do tempo pode ser rela-tiva para cada pessoa. Quando estamosfazendo algo que gostamos, parece queele literalmente "voa". J quando esta-mos aborrecidos ou enfrentando proble-mas, como se o tempo passasse muitolentamente. Esses 3 primeiros anos darevista Matria Prima com certeza passa-ram voando. Foram 18 edies, muitashistrias de vida, muitos comeos, reco-meos e at finais. Esse o ciclo da vida etambm o ciclo dos negcios.</p><p>Hoje podemos ter a ousadia de afir-mar que fomos responsveis pela reali-zao de diversas parcerias. Empresas que</p><p>mal conheciam seus vizinhos e que nosabiam que, logo ali, estava um fornece-dor em potencial. Nossa regio ainda temmuito a desenvolver, por isso hoje reno-vamos o compromisso com o leitor e oempresariado local de levar informaocom credibilidade e qualidade. Alm detudo isso, no podemos esquecer que cadapessoa estampada em nossas capas e emnossas pginas tambm um pedacinhoda histria de nossa regio e que ajuda,todos os dias, a escrever as pginas dodesenvolvimento de Cachoeirinha, Gra-vata e Canoas.</p><p>Tambm devemos lembrar dos par-</p><p>Trs anos que passaram voandoceiros que sempre apostaram na revistaMatria Prima, abrindo suas portas e uti-lizando o espao para divulgao de suasaes. Enfim, gente que sabe da impor-tncia de um meio de comunicao dife-renciado, especializado e voltado ao meioempresarial.</p><p>Nas pginas dessa 19 edio, vocs po-dero conferir o que foi destaque nos 3 anosde vida da Matria Prima, alm de depoi-mentos de quem acredita, aposta e se identi-fica com nosso veculo de comunicao.</p><p>Boa leitura e at junho!</p><p>Equipe da revista Matria Prima</p></li><li><p>5Abril de 2011</p><p>O Comit Gestor do SimplesNacional prorrogou o prazo deentrega da declarao anual doEmpreendedor Individual parao dia 31 de maio. A deciso foitomada, em funo da reivindi-cao dos integrantes do Sebraee de entidades empresariais, quedurante uma reunio no Minis-trio da Previdncia avaliaram es-tratgias para ampliar o registrode empreendedores.</p><p>Dos 809.844 empreendedo-res obrigados a prestar contas Receita Federal, 359.391 ainda</p><p>Entrega da declaraodo EmpreendedorIndividual prorrogada</p><p>no tinham enviado o documen-to at o final do primeiro prazo(28 de fevereiro). O governo ha-via recebido apenas o equivalen-te a 55,6% do total.</p><p>Segundo o Comit Gestordo Simples Nacional, a decisode ampliar o prazo leva em con-ta o elevado nmero de profis-sionais que ainda no enviarama declarao. O Comit ainda afir-mou que este problema foi oca-sionado pela falta de informa-o e pouco tempo de adaptaos mudanas.</p><p>Para atender as necessidades de associa-dos que trabalham em horrio diferenciado etm dificuldade de acessar o Sindilojas Gra-vata, a diretoria da entidade desenvolveu asubsede Morada do Vsubsede Morada do Vsubsede Morada do Vsubsede Morada do Vsubsede Morada do Vale.ale.ale.ale.ale. A nova instala-o fica na esquina da Avenida lvares Cabralcom a rua Alfeu Letti, no centro comercial daMorada do Vale I. A propriedade tem audit-rio com capacidade para 60 pessoas, ondesero ministrados cursos, palestras e treina-mentos para a melhor qualificao dos asso-ciados e seus colaboradores. A Subsede Mo-rada do Vale tambm tem consultrio mdicoe odontolgico, alm de Balco de Atendi-mento Sesc/Senac.</p><p>Sindilojas Gravataatende tambm naMorada do Vale</p></li><li><p>6Abril de 2011</p><p>est</p><p>ado</p><p>O Frum Sul-Brasileiro de Investimen-tos est com inscries abertas at o dia 29de abril. Agendado para os dias 28 e 29 dejunho de 2011, em Curitiba (PR), o eventotem por objetivo aproximar empresas doRio Grande do Sul, Santa Catarina e Parane investidores.</p><p>No total sero apresentadas 15 empresasnascentes (faturamento anual entre R$ 0 e R$</p><p>FRUM SUL-BRASILEIRO DE INVESTIMENTOS</p><p>O Programa Sinplast Jovens Em-presrios do Plstico, do Sindicato dasIndstrias de Material Plstico - Sin-plast, est disponibilizando camisetasproduzidas com tecido feito de 50%algodo e 50% fio de garrafa PET. Emdiversos tamanhos e modelos, as ca-misetas podem ser adquiridas pelo site</p><p>SINPLAST COMERCIALIZA CAMISETASFEITAS COM FIO DE GARRAFA PET</p><p>5 milhes) e 15 empresas em crescimento (fa-turamento anual entre R$ 5 e R$ 35 milhes).</p><p>Para realizar a inscrio necessrio preen-cher um sumrio executivo que ser analisa-do por uma banca. Para a organizao, o f-rum ser uma oportunidade para empresasde porte seed e venture exporem ideias e umplano de crescimento a um grupo seleto deinvestidores.</p><p>do Comit, no www.comitedoplastico-rs.org.br. Com a mensagem "Recicle,Reuse, Descarte o Plstico Correta-</p><p>mente", o projeto tem como objetivotrabalhar na valorizao dos artefatosplsticos, mostrando que se eles foremdescartados corretamente, podero serreutilizados.</p><p>Uma pesquisa realizada pelo Se-brae/RS apontou que 75% das mi-75% das mi-75% das mi-75% das mi-75% das mi-cro e pequenas empresas do Riocro e pequenas empresas do Riocro e pequenas empresas do Riocro e pequenas empresas do Riocro e pequenas empresas do RioGrande do Sul Grande do Sul Grande do Sul Grande do Sul Grande do Sul ainda no identifi-caram ou no pensaram em oportuni-dades para serem exploradas durantea Copa de 2014 e as Olimpadas de2016. Alm disso, apenas 3% dos en-trevistados responderam que preten-dem investir na aquisio de novosprodutos em 2011.</p><p>A entidade ir investir tambm emprojetos voltados ao varejo de mate-rial esportivo, incentivando lojistas ainvestirem na oportunidade trazidapelos jogos mundiais. Outro foco sero incentivo qualificao de trabalha-dores, uma das principais dificuldadesidentificadas pelos empresrios.</p><p>Um dos fatores positivos revela-dos pela pesquisa o otimismo dasmicro e pequenas empresas gachas.Dos 400 empresrios entrevistadas,48% acreditam em um crescimentodos negcios neste ano.</p><p>MPEs GACHAS NOSE PLANEJARAM PARACOPA E OLIMPADAS</p></li><li><p>7Abril de 2011</p><p>No dia 16 de maro, aCmara de Indstria, Co-mrcio e Servios de Cano-as lanou o livro "CICS -Histria e Ideais", que re-lata a trajetria da entidadeao longo de seus 70 anos.Segundo a entidade, umlivro que retrata tambmem muitos casos a histriado desenvolvimento doprprio municpio.</p><p>A obra foi desenvolvi-da a partir de um convniocom historiadores da Uni-lasalle e produzida a partirde documentos, imagens,memrias e entrevistasjunto a pessoas que estive-ram ligadas com aconteci-mentos marcantes da CICS. O livro dividido em sete captulos, ondea histria retratada cronologicamente.</p><p>O evento, que aconteceu no Salo Nobre da entidade, encerrou ascomemoraes das sete dcadas da Cmara de Indstria, Comrcio eServios de Canoas.</p><p>Lanado livro sobrea trajetria da CICS</p><p>Divulgao CICS</p><p>O livro dividido em sete captulos, onde a</p><p>histria retratada cronologicamente</p><p>No incio de abril entraram em vigor as novas regras para otrnsito de caminhes no Centro Histrico de Porto Alegre. Afiscalizao dos agentes da Empresa Pblica de Transporte eCirculao (EPTC) iniciar no dia 2 de junho 2 de junho 2 de junho 2 de junho 2 de junho, e dois mesesaps haver uma reunio com os transportadores para avaliaro funcionamento do novo sistema.</p><p>Com a nova resoluo, fica proibido o trnsito de cami-nhes com peso entre 10 e 15 toneladas (peso bruto total) oucomprimento superior a 7m, de segunda a sexta-feira, das 7h s19h, e aos sbados, das 7h s 14h, na rea do Centro Histri-co. Caminhes com peso acima de 15 toneladas no poderocircular no Centro, exceto em vias e horrios especificados pelaEPTC. A sinalizao, estabelecendo as novas regras, ser colo-cada at o final do ms, com campanha de orientao aos trans-portadores.</p><p>Situaes especiais, previstas no Cdigo de Trnsito Brasi-leiro (CTB), sero ajustadas com a EPTC. As novas regras foramdefinidas aps diversos encontros entre os tcnicos da entidadee os representantes dos transportadores de cargas, com circula-o na capital.</p><p>Regras para trfegode caminhes em POA</p></li><li><p>8Abril de 2011</p><p>entrevista | Ieda Di Avila</p><p>Lyder Recursos Humanos:uma equipe realmente lder</p><p>Ieda Di Avila,administradora da LyderRecursos Humanos eDAvila Distribuidora deGs e gua, traz em suapersonalidade os legtimostraos deempreendedorismo.Sempre frente naadministrao, ela contacomo o mercado detrabalho vem seconfigurando e quais soos segredos para manteruma empresa slida</p><p>Como voc iniciou na rea de Recur-</p><p>sos Humanos e como surgiu a Lyder?</p><p>Sempre fui uma pessoa que gosta decoisas novas e de desafios. Era gerentede uma consultoria de RH e apaixonada</p><p>Frederico Mombach/MP</p><p>por essa rea. Quando surgiu a Lyder Re-cursos Humanos, estava em busca daoportunidade de colocar em prtica meusconceitos de administrao aliados ao li-vre arbtrio para decidir quais caminhos</p><p>percorrer, que fatia do mercado atingir.Comecei na rea comercial contatando al-gumas empresas que j conhecia. A ne-cessidade do mercado para um atendi-mento personalizado e pessoal fez comque no primeiro ano a Lyder j fosse re-ferncia em consultoria de RH. No mer-cado h nove anos, atendemos toda aRegio Metropolitana, alm do Vale doSinos e Paranhana. Somos uma empresaslida, idnea e bem estruturada. Nos-sos profissionais da rea de recrutamen-to so bem treinados e qualificados. Nos-sa sede bem localizada, com acesso acadeirantes e salas de treinamento.</p><p>Quais os diferenciais da empresa e no</p><p>qu ela est focada?</p><p>Atualmente estamos focados na in-dstria, tanto que nossa atuao 90%voltada ao setor. So empresas do ramoplstico, metalrgicas, qumicas, indstri-as alimentcias e outras. Tambm aten-</p></li><li><p>9Abril de 2011</p><p>demos comrcio, nas reas administrati-va, financeira e fiscal, que esto por trstanto da indstria quanto do c...</p></li></ul>