manual para construtoras

Download Manual para Construtoras

Post on 08-Jan-2017

214 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Manual para Construtoras

  • 05.03.

    16.17.

    .

    ndiceAssentamento

    Recebendo e estocando o revestimento na obra

    Proteo do revestimento e limpeza ps-obra

    Limpeza Diria

    Limpeza de manchas especficas

  • 3

    O revestimento cermico faz parte do acabamento final do empreendimento, sendo necessrio adotar alguns procedimentos para seu recebimento, estocagem, transporte e manuseio de forma minimizar problemas relacionados a quebras, riscos, problemas de tonalidade. A seguir, so apresentados alguns procedimentos mnimos que devem ser adotados para o recebimento, estocagem, manuseio e aplicao do revestimento cermico.

    Antes de receber as placas cermicas e os porcelanatos, deve-se definir um local para descarga e estoque destes produtos. O local de estocagem do produto deve ser definido considerando os seguintes fatores:

    Durante o recebimento do material, o responsvel deve ter em mos a nota fiscal de compra dos produtos, para conferncia dos seguintes itens:

    Locais cobertos e com piso plano, nivelado e com resistncia suficiente para suportar a carga dos pallets a serem acondicionados. Em caso de local descoberto, manter os produtos em pallets e plastificados ou cobertos com lonas plsticas;

    A acessibilidade do local de estoque, tanto para a descarga quanto para a distribuio do produto durante a obra.

    Nome do produto, tamanho, tonalidade e a qualidade dos produtos identificados na etiqueta da embalagem do produto (Figura 1).

    A quantidade dos materiais que esto sendo entregues.

    A integridade das embalagens.

    A integridade dos produtos. Para isso, recomendamos que se faa amostragem (abrindo algumas caixas) para conferncia.

    RECEBENDO E ESTOCANDO O REVESTIMENTO NA OBRA

    Definio do local de estocagem Recebimento do material

    1.

    1.1. 1.2.

    Manual para construtoras

  • 4

    Caso haja algum problema (caixas danificadas ou com peas quebradas), faa o registro das ocorrncias (nome do produto e quantidade de caixas danificadas) no canhoto da nota fiscal e no conhecimento de transporte. Posteriormente, comunique ao vendedor sobre estas ocorrncias.

    Figura 1 Etiqueta dos produtos com identificao de nome, tamanho, tonalidade e qualidade.

    Apesar de sua resistncia, os revestimentos cermicos precisam ser manuseados com cuidado. Os impactos podem resultar em cantos quebrados, esmaltes lascados, etc. Por isso, os profissionais precisam ser orientados a ter cautela no

    Para melhor conservao das placas cermicas/porcelanatos e maior praticidade, a estocagem dos produtos deve ser realizada em local seco, coberto e de preferncia com acesso controlado. Se no for possvel armazen-los em um local coberto, podem ser deixados a cu aberto, desde que estejam em palletes plastificados ou cobertos com uma lona.

    Os revestimentos devem ser estocados no local definido previamente e tomando os seguintes cuidados:

    Manuseio do material1.3.

    transporte e manuseio dos revestimentos. importante ressaltar que as embalagens no absorvem impactos maiores.

    Estocagem do Material1.4.

    Separar os lotes dos revestimentos por:

    Empilhar os produtos conforme as seguintes orientaes:

    Cdigo.

    Devem estar sempre na vertical. (Figura 2)

    Tonalidade.

    Altura mxima da pilha de 1,5m. (Figura 3)

    Qualidade.

    Cada fiada de caixa em um sentido.

    Bitola (tamanho).

    Amarrar a pilha.

    Identificar os lotes com placas indicativas contendo o nome do produto, a tonalidade e a bitola do produto.

    Lote deProduo

    Variao deTonalidade

  • 5

    Figura 3 Altura mxima de empilhamentoFigura 3

    Figura 2

    fundamental contratar assentadores profissionais para realizar este tipo de servio. Antes de contratar o assentador importante verificar a qualidade dos seus trabalhos anteriores, a sua capacitao profissional por meio de algum curso profissionalizante de assentamento de revestimento cermico.

    O assentamento de produtos cermicos deve ser realizado seguindo as especificaes e recomendaes das seguintes normas brasileiras:

    Para o assentamento de revestimento cermico so utilizados os seguintes materiais:

    NBR 13753 Revestimento de piso interno ou externo com placas cermicas e com utilizao de argamassa colante - Procedimento.

    Placa cermica ou porcelanato.

    Argamassa Colante.

    Argamassa de Rejuntamento.

    Contratao do assentador

    Normas tcnicas de assentamento Materiais

    2.1.

    2.2. 2.3.

    NBR 13754 Revestimento de paredes internas com placas cermicas e com utilizao de argamassa colante - Procedimento.

    NBR 13755 Revestimento de paredes externas e fachadas com placas cermicas e com utilizao de argamassa colante - Procedimento.

    Figura 2 Estoque com empilhamento na vertical

    ASSENTAMENTO2.

  • 6

    Placa Cermica ou Porcelanato

    Argamassa Colante

    2.3.1.

    2.3.2.

    As placas cermicas podem ser classificadas em funo:

    A argamassa colante a ser utilizada para o assentamento de revestimento cermico depende da absoro de gua da placa cermica e do local a ser revestido. Em funo destes fatores, a NBR 14081-1/13 classifica argamassas colantes diferentes tipos, conforme apresentado a seguir:

    Do processo de fabricao:

    Do tipo de superfcie:

    Da absoro de gua:

    Extrudada (A)Prensada (B)

    Esmaltadas (GL)No-Esmaltadas (UGL)

    Da resistncia ao manchamento (classe de limpabilidade):

    Abs 0,5

    3 < Abs 6

    0,5 < Abs 3

    6 < Abs 10

    Abs > 10

    AIa; BIa

    Alla; Blla

    AIb; BIb

    Allb; Bllb

    Alll; Blll

    Porcelanato

    Semi - grs

    Grs

    Semi - poroso

    Poroso

    Pisos, paredes internas e externas e fachadas

    Pisos, paredes internas e externas

    Pisos, paredes internas e externas e fachadas

    Paredes internas

    Paredes internas

    Absoro de gua (%)

    Grupo de Absoro

    Denominaodo Produto

    Indicao de Uso

    5

    4

    3

    1

    2

    gua

    Detergentes comuns

    Detergente forte

    No possvel limpar.

    Produto especfico

    Classe de Limpabilidade Pode ser limpa:

    Da resistncia abraso superficial para as placas esmaltadas:

    Da resistncia ao ataque qumico:

    Da resistncia ao escorregamento:

    0

    cidos

    lcalis

    Alta Concentrao (H)

    Baixa Concentrao (L)

    Produtos Domsticos e de piscinas

    1

    3

    2

    4

    5

    1

    HA

    LA

    A

    HB

    LB

    B

    HC

    LC

    C

    2

    4

    3

    5

    6

    Paredes

    Banheiros e quartos residenciais

    Todas as dependncias residenciais

    Dependncias residenciais sem comunicao ao exterior

    Todas as dependncias residenciais e ambientes comerciais de trfego mdio

    Todas as dependncias residenciais e ambientes comerciais de trfego mdio

    Placa CermicaEsmaltada

    Agnte Qumico

    PEI

    PorcelanatoEsmaltado

    Alta (A) Mdia (B) Baixa (C)

    Classe de UsoIndicao de Uso

    Antiderrapante: Coeficiente de atrito em superfcie molhada 0,4

  • 7

    Argamassa de Rejuntamento

    Juntas de Assentamento

    2.3.3.

    2.4.1.

    Atualmente existem diversos tipos de argamassa de rejuntamento disponveis no mercado, podendo destacar os seguintes tipos:

    A junta de assentamento o espao regular entre duas placas cermicas adjacentes de forma a atingir as seguintes funes:

    Conforme a NBR 14992/2003 A.R. Argamassa base de cimento Portland para rejuntamento de placas cermicas - Requisitos e mtodos de ensaios, as argamassas de rejuntamento cimentcias podem ser de dois tipos: Tipo I e Tipo II. A utilizao da argamassa de rejuntamento cimentcia tipo I ou tipo II deve ocorrer conforme as orientaes a seguir:

    Alm do tipo de ambiente, a especificao da argamassa colante deve considerar a absoro de gua e as dimenses da placa cermica/porcelanato a ser assentado, conforme apresentado na tabela a seguir.

    A utilizao de argamassa de rejuntamento epxi ideal para rejuntamento em locais destinados ao armazenamento de produtos alimentcios e outros locais que requerem timas condies de higiene (laboratrios, hospitais), pois alm da alta resistncia qumica apresenta boa resistncia s manchas, fcil limpeza e esterilizao.

    Cimentcia.

    Compensar a variao de bitola das placas cermicas, facilitando o alinhamento.

    Epxi.

    AC l

    AC ll

    AC lllAC lll - E

    Revestimentos internos, com exceo daqueles aplicados em saunas, churrasqueiras, estufas ou revestimentos especiais.

    Revestimentos de pisos e paredes internos e externos sujeitos a ciclos de variao termo-higromtrica e ao do vento.

    AC I

    AC lI

    AC lI AC lI

    AC lIl

    AC lIl AC lIl

    AC lIl

    AC lIl AC lIl

    Revestimentos que necessitam de aderncia superior. Assentamento de porcelanatos, de placas de grandes dimenses (placas com rea superior a 900cm2), aplicao de revestimentos em fachadas e em revestimentos especiais.

    AC III para pisos e no caso de paredes somente para assentamento em at 3 metros de altura.

    ARGAMASSA COLANTE

    RECOMENDAO DE TIPO DE ARGAMASSA COLANTE

    Tipo Utilizao

    rea Superficial da Placa

    Tipo de Placa

    Revestimento Cermico

    Porcelanato

    Ambiente

    Interno

    Interno

    Externo

    Externo

    < 400 cm > 900cm(400 < A < 900)cm

    l

    ll

    Com aplicao restrita aos locais de trnsito de pedestres/transeuntes, no intenso. Aplicao restrita a placas cermicas com absoro de gua acima de 3%. Aplicao em ambientes externos, piso ou parede, desde que no excedam 20 m2 e 18 m2, respectivamente.

    Todas as condies do Tipo I. Locais de trnsito intenso de pede