manual elaborao rel_coes_ 2 edio (1)

Download Manual Elaborao Rel_coes_ 2 Edio (1)

Post on 07-Nov-2015

216 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

fgf

TRANSCRIPT

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE

Coordenao de Graduao em Medicina Veterinria MGV

MANUAL DE

APRESENTAO

de

RELATRIO

de

ESTGIO

SUPERVISIONADO

do CURSO de GRADUAO em MEDICINA VETERINRIA

Comisso de Estgio Supervisionado COES

2 edio

Niteri

2005

Trabalho elaborado pela comisso designada atravs da Coordenao de Graduao em Medicina Veterinria da UFF, exerccio 2005Comisso de Estgio Supervisionado (COES)

Eliana de Ftima Marques de Mesquita (Coordenadora - MGV)

Maria Helena Cosendey de Aquino (Membro da COES MSV)

Mrio Antonio Pinto Romo (Membro da COES - MCV)

Raul Ribeiro de Carvalho (Membro da COES - MZO)

Universidade Federal Fluminense.

Apresentao de relatrio de estgio supervisionado em medicina veterinria / Universidade Federal

Fluminense Niteri, 2005. 2 edio 25 p.: il.

Inclui apndices e anexos. Documento digitado.

1 Relatrios tcnicos Normalizao. 2. Normas tcnicas. I. Ttulo.

APRESENTAO

A DISCIPLINA DE ESTGIO SUPERVISIONADO surgiu da necessidade de oferecer ao acadmico de medicina veterinria da UFF a oportunidade de participar ativamente do mercado de trabalho, enquanto na graduao. O estgio visa aprimorar a qualificao do profissional generalista, humanista, crtico e, apto a compreender e traduzir as necessidades de indivduos, grupos sociais e comunidades, com relao s atividades inerentes ao exerccio profissional, no mbito de seus campos especficos de atuao em sade animal e clnica veterinria; saneamento ambiental e medicina veterinria preventiva, sade pblica e inspeo e tecnologia de produtos de origem animal; zootecnia, produo e reproduo animal; e ecologia e proteo ao meio ambiente.

Ao sedimentar a carga de informao obtida durante o curso de graduao na disciplina de Estgio Supervisionado, o acadmico garantir uma slida formao que o ir preparar para enfrentar os desafios das rpidas transformaes da sociedade nesse milnio. Acreditamos, que assim, ele sair para o mercado de trabalho melhor capacitado para o exerccio profissional, enriquecido e tendo adquirido raciocnio lgico para observao, interpretao e tomada de decises.

A sociedade como um todo s ter a lucrar com esse novo profissional que estar apto a atuar tanto no individual quanto no coletivo.

Os critrios contidos neste manual surgiram do fato de no haver ainda, para este tipo de trabalho, norma especfica da Associao Brasileira de Normas Tcnicas ABNT. Por tanto, as normas apresentadas foram compiladas e adaptadas do Manual de Apresentao de Trabalhos Monogrficos de Concluso de Curso, publicado pela EdUFF. Assim, doravante, este Manual servir de guia para a elaborao do Relatrio de Estgio Supervisionado, juntamente com o Regimento da COES.

Comisso de Estgio Supervisionado em Medicina Veterinria (COES)

Niteri, 2005NOTA EXPLICATIVA

Relatrio o documento em que se registram fatos e procedimentos desenvolvidos atravs da pesquisa, de servios, de experincias etc., constituindo-se, segundo o caso, em relatrio de pesquisa, administrativos, de estgios, de visitas, de viagens etc. (Encontro..., 1991, p. 62; Frana et al., 1992, p.41; NBR 10719, Universidade Federal do Paran, 1992, p.1) Por sua instrumentalidade, convm que todo relatrio seja claro e sucinto.

Entende-se como elementos obrigatrios do relatrio: Capa, Folha de rosto e Folha de aprovao, Sumrio e Elementos textuais; e como opcionais, Dedicatria, Agradecimentos e Epgrafe, Lista de ilustraes, Lista de abreviaturas, siglas e smbolos, Obras consultadas, Apndices e Anexos.O Relatrio dever, portanto, constar dos seguintes elementos, que sero melhor explicitados mais adiante: (a) capa; (b) elementos pr-textuais: folha de rosto, folha de aprovao, dedicatria, agradecimentos, epgrafe, sumrio, listas de ilustraes, abreviaturas, siglas, smbolos; (c) elementos textuais: introduo, desenvolvimento, crticas e sugestes, referncias bibliogrficas; (d) elementos ps-textuais: apndices, anexos e glossrio. Ser, tambm, discutido neste manual a apresentao grfica, formas de citao e referenciao, obras citadas e obras consultadas, apndices e anexos.

No que estiver omisso neste manual em relao s citaes, dever ser seguido o manual da UFF mais atualizado.Dever ser o primeiro dos apndices o Plano de Estgio apresentado Coordenao de Curso.A COMISSO

1 ELEMENTOS COMPONENTES DO RELATRIO

O Relatrio da disciplina de Estgio Supervisionado em Medicina Veterinria deve ser apresentado de maneira racional, lgica e uniforme. Seus elementos dividem-se em pr-textuais, textuais e ps-textuais e figuram no relatrio, quando existentes, na seguinte ordem:

Capa (Modelo adotado pela COES em Anexo)

Errata2Folha de rosto (Modelo adotado pela COES em Anexo)

Folha de aprovao (Modelo adotado pela COES em Anexo)

Dedicatria

Agradecimentos2

Epgrafe2

Sumrio (Modelo adotado pela COES em Anexo)Lista de ilustraes2

Lista de abreviaturas, siglas e smbolos2

Texto

Obras citadas

Obras consultadas2

Apndices

Anexos

1.1 CAPA

Proteo externa, que deve conter os elementos mais representativos constantes na folha de rosto do trabalho - Modelo adotado pela COES.

1.2 PR-TEXTUAIS

Elementos que ajudam na identificao e na utilizao do relatrio (folha de rosto, folha de aprovao, dedicatria, agradecimentos, epgrafe, sumrio, listas de ilustraes, abreviaturas, siglas, smbolos).

1.2.1 Errata

Em caso de erros de natureza grfica ou outra, e na impossibilidade de proceder a essas correes nos originais destinados aos membros da banca examinadora, faz-se uma errata, geralmente em retalho de papel avulso, inserida imediatamente antes da folha de rosto. Aps a apresentao oral do relatrio e aprovao pela banca examinadora, essas correes devero ser feitas no exemplar a ser encaminhado Coordenao de Curso em Medicina Veterinria (um s exemplar).

1.2.2 Folha de rosto

Folha que contm no anverso, os elementos essenciais identificao do trabalho: autor; ttulo e, se houver, subttulo; nome do curso e rea de concentrao; nome do orientador e, se houver, do co-orientador; local (cidade); ano da apresentao. (NBR 10524; NBR 12899) - Modelo adotado pela COES1.2.3 Folha de aprovao

Folha que contm, alm dos elementos da folha de rosto, a data de aprovao, o nome e a titulao dos membros componentes da banca examinadora, bem como o das instituies a que pertencem - Modelo adotado pela COES.

1.2.4 Dedicatria

Folha opcional em que o autor presta homenagem ou dedica seu relatrio.

1.2.5 Agradecimentos

Folha opcional em que o autor agradece, de modo sucinto, a quem colaborou de forma relevante para a realizao do trabalho.

1.2.6 Epgrafe

Folha opcional em que o autor faz citao pertinente inteno do trabalho, seguida de indicao da autoria. Pode tambm ocorrer no incio de cada seo (partes, captulos etc.) do relatrio.

1.2.7 Sumrio

Relao seqencial dos ttulos das principais sees (partes, captulos etc.) do relatrio, a partir da introduo, com indicao de suas respectivas pginas. Essa relao deve ser a reproduo exata dos ttulos apresentados no relatrio - Modelo adotado pela COES.

1.2.8 Lista de ilustraes

Relao seqencial dos ttulos e/ou legendas de tabelas*, quadros e outras ilustraes (mapas, diagramas, plantas, fotografias, grficos etc.), com indicao das pginas em que aparecem. As ilustraes com exceo de tabelas e quadros, recebem o ttulo genrico de figuras, tal como aparecem no texto. Se muito numerosas, devem vir em listas prprias. As legendas devem ser auto-explicativas e, dentro do possivel, responder as seguintes questes: o qu, por qu, quando e onde.*Para elaborao e apresentao de tabelas, seguir as Normas de Apresentao Tabular do IBGE (1993), disponveis para consulta nas Bibliotecas do Ncleo de Documentao (NDC/UFF - http://www.ndc.uff.br/default.asp).

1.2.9 Lista de abreviaturas, siglas e smbolos

Relao em ordem alfabtica de abreviaturas, siglas e smbolos, seguidos das palavras correspondentes grafadas por extenso. Se muito numerosas, devem vir em listas prprias.

1.3 TEXTUAIS

Elementos que constituem o corpo do trabalho propriamente dito.

A organizao do texto determinada pela natureza da rea de conhecimento e pela modalidade do relatrio que, de maneira geral, compreende trs partes principais:

Introduo: tem o objetivo de situar o leitor no estado da questo, coloc-lo a par da relevncia, respondendo s questes: o qu, por qu, quando e onde.Desenvolvimento: tem por finalidade expor e demonstrar: a fundamentao lgica do trabalho expe e explica, demonstra e discute todas as atividades desenvolvidas durante o perodo de estgio.. As proposies se sucedem dentro de um encadeamento que persegue a etapa final, a concluso.

Concluso: constitui a fase final do processo dialtico iniciado desde a introduo: a sntese de toda reflexo: a superao dos conflitos conceituais e das contradies detectadas (Salomon, 1999, p. 258) durante as atividades do estgio.

1.3.1 Elementos de apoio

1.3.1.1 Obras citadas

a lista alfabtica das referncias bibliogrficas dos documentos citados pelo autor no relatrio. Esta lista deve ser organizada segundo o sistema de chamada adotado autor-data.1.3.1.2 Obras consultadas

Elemento opcional que consiste de lista alfabtica das referncias bibliogrficas dos documentos consultados, mas no citado pelo autor no relatrio.

1.4 PS-TEXTUAIS

Elementos relacionados ao texto que, para torn-lo menos denso e no lhe prejudicar a unidade, vm apresentados aps a parte textual (Apndices, anexos e glossrio).

1.1.1 Apndices e anexos

So apndices e/ou anexos tabelas, quadros, grficos, inventrios, ilust

Recommended

View more >