manual de recursos humanos - de gesto de pessoas – mgp 3 2.6. as exigncias previstas no processo...

Download Manual de Recursos Humanos -   DE GESTO DE PESSOAS – MGP 3 2.6. As exigncias previstas no processo de recrutamento e seleo no se aplicam  contratao de

If you can't read please download the document

Post on 06-Feb-2018

219 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • MANUAL DE GESTO DE PESSOAS MGP

    1

    O Manual de Apoio Gesto de Pessoas MGP o instrumento que tem por

    objetivo estabelecer as diretrizes, normas e procedimentos referentes ao processo de Gesto de Pessoas. Visa dotar a instituio Poiesis Instituto de Apoio Cultura, Lingua e Literatura, seu corpo gerencial e de colaboradores, de um conjunto padronizado e sistematizado de informaes que dever ser observado nas relaes e no ambiente de trabalho.

    CAPTULO I DO CONTEDO DO MANUAL Este Manual disciplina os seguintes componentes da Gesto de Pessoas:

    Recrutamento e seleo Admisso de pessoal Controle de frequncia Dos afastamentos Movimentao de pessoal Sade e segurana do trabalho Programa de benefcios Demisso de pessoal Normas de conduta Regime disciplinar

    CAPTULO II DIRETRIZES DE GESTO DE PESSOAS

    A Gesto de Recursos Humanos na Poiesis caracterizada pela participao, capacitao, envolvimento e desenvolvimento do capital humano, buscando sempre o firme cumprimento dos seus direitos, deveres e a igualdade de oportunidades. Como tal, adota como premissas: Reconhecer o potencial humano como o recurso estratgico mais importante para o

    desenvolvimento e sucesso institucional. Envolver e comprometer todos os colaboradores no trabalho que est desenvolvendo. Reconhecer que necessrio capacitar e profissionalizar o funcionrio para que desenvolva e

    utilize seu pleno potencial de modo coerente e convergente com os objetivos estratgicos da organizao.

    No tolerar qualquer conduta fsica, verbal ou no verbal que venha a afetar a dignidade

    das pessoas da mulher e do homem no trabalho. Em especial, conduta que crie ou represente intimidao, hostilidade, humilhao, assdio moral ou sexual, bem como qualquer tipo de discriminao de etnia (raa/cor), gnero, credo religioso, idade, classe social, hbitos, orientao sexual, poltica, e relacionada deficincia e mobilidade reduzida, pois fere a dignidade, afeta a produtividade e deteriora o clima e o ambiente de trabalho.

  • MANUAL DE GESTO DE PESSOAS MGP

    2

    Empenhar-se em estabelecer uma comunicao aberta e transparente, fornecendo

    informaes regulares, confiveis e relevantes a todos os colaboradores. Criar as condies necessrias para que todos os colaboradores possam expressar suas

    ideias, dvidas, dificuldades, problemas e sugestes relacionados ao trabalho.

    Com essa postura, a Poiesis espera que todos os colaboradores estejam conscientes de que suas aes devem ser respaldadas nos seguintes princpios: Observncia s normas e procedimentos estabelecidos. Desenvolvimento responsvel e tico de suas atividades. Atuao baseada nos princpios da gesto empreendedora e inovadora. Trabalho em equipe. Atuao flexvel.

    Conhecimento da misso e dos objetivos da organizao.

    CAPTULO III RECRUTAMENTO E SELEO

    1. Definio

    Conjunto de procedimentos que visa atrair candidatos potencialmente qualificados e capazes de ocupar cargos dentro da organizao.

    2. Critrios e requisitos

    2.1. O recrutamento do pessoal efetivo ser feito mediante divulgao em veculos que possam atingir o pblico-alvo.

    2.2. O recrutamento ser feito interna e externamente, de forma concomitante, garantindo-

    se igualdade de condies de participao no processo seletivo a todos os candidatos inscritos e dando-se preferncia contratao dos candidatos internos aprovados, em caso de empate com os externos.

    2.3. Os candidatos interessados podero realizar um cadastro de seu currculo no site da Poiesis.

    2.4. A seleo constar de entrevistas e/ou tcnicas especficas, observadas as

    peculiaridades de cada cargo ou funo, visando escolha, para a Poiesis, de candidatos que preencham os requisitos desejados.

    2.5. Para cada cargo ou funo a ser preenchida, devero ser observados os pr-requisitos

    estabelecidos no Plano de Cargos e Salrios e neste Manual.

  • MANUAL DE GESTO DE PESSOAS MGP

    3

    2.6. As exigncias previstas no processo de recrutamento e seleo no se aplicam

    contratao de servios tcnicos especializados, aos cargos de confiana, aos cargos especiais entendidos como tais, queles que requeiram notria especializao, como curadores etc.

    2.7. Ficam proibidas as contrataes de cnjuge ou parente, at o terceiro grau, de

    Conselheiros e Diretores, bem como de servidores pblicos em atividade. 3. Procedimentos

    3.1. Unidade solicitante

    3.1.1. Emitir o formulrio Solicitao de Pessoal SP (anexo I) em via nica, especificando as funes a serem exercidas e a justificativa da vaga solicitada, aprovado pelo Diretor de Equipamento ou do Projeto, e enviar Gerncia de Gesto de Pessoas.

    3.1.2. Receber, da Gerncia de Gesto de Pessoas, a SP, em que dever constar, em caso de no aprovao, esta informao especificada.

    3.1.3. Receber os candidatos encaminhados pela Gerncia de Gesto de Pessoas,

    munidos do formulrio especfico, e realizar entrevista tcnica, dinmicas de grupo, testes etc.

    3.1.4. Registrar no formulrio especfico as consideraes tcnicas sobre os

    candidatos e encaminhar Gerncia de Gesto de Pessoas, para compor o processo seletivo.

    3.1.5. Recepcionar o candidato aprovado, encaminhado pela Gerncia de Gesto

    de Pessoas. 3.1.6. Dimensionar o impacto financeiro da contratao e verificar a existncia de

    recursos oramentrios.

    3.1.7. Providenciar o mobilirio e os equipamentos necessrios para que o candidato aprovado possa exercer suas funes.

    3.2. Gesto de Pessoas

    3.2.1. Receber, da unidade solicitante, a SP e verificar o tipo de movimentao, se substituio ou aumento de quadro, para a contratao pretendida.

    3.2.2. Verificar o perfil profissional para a vaga a ser preenchida, analisar e adequar

    de acordo com a especificao de cargo, estabelecida no Plano de Cargos e Salrios.

  • MANUAL DE GESTO DE PESSOAS MGP

    4

    3.2.3. Encaminhar a SP, junto com a planilha de Avaliao de Impacto, para a

    aprovao do Diretor da rea, Diretor Administrativo-Financeiro e Diretor Executivo, o qual pode delegar esta atribuio. Caso no seja aprovada, informar o motivo na SP e devolver ao Ncleo Solicitante.

    3.2.4. Aps aprovao pela Diretoria, abrir o processo de recrutamento e seleo,

    aplicando os procedimentos que levem deciso de admisso dos candidatos habilitados, considerando a preferncia pelos candidatos internos, em caso de empate com os candidatos externos.

    3.2.5. Divulgar o processo seletivo atravs do site da Poiesis, conforme:

    a. nmero de vagas e rea de preenchimento;

    b. descrio das atividades e seus pr-requisitos, de acordo com o perfil do cargo definido no Plano de Cargos e Salrios;

    c. perodo e condies de inscrio.

    3.2.6. Analisar os currculos, selecionar os candidatos com melhor perfil e

    adequao para o cargo a ser ocupado e encaminh-los para entrevista tcnica com o responsvel pela unidade solicitante.

    3.2.7. Encaminhar candidatos unidade solicitante para aplicao de testes prticos e escritos e/ou dinmica de grupo, visando medir o grau de conhecimento e habilidades dos candidatos.

    3.2.8. Receber, do responsvel pela unidade solicitante, o relatrio da entrevista

    tcnica, da dinmica de grupo e dos testes realizados dos candidatos aprovados.

    3.2.9. Acompanhar e efetuar o processo de aprovao do candidato referente aos

    aspectos mdicos e verificar as necessidades quanto segurana do trabalho, conforme a funo a ser exercida.

    3.2.10. Encaminhar o candidato, caso tenha sido selecionado externamente, para o

    processo de admisso.

    3.2.11. Recepcionar o candidato admitido, realizando o processo de integrao e, posteriormente, encaminh-lo unidade solicitante.

  • MANUAL DE GESTO DE PESSOAS MGP

    5

    CAPTULO IV ADMISSO DE PESSOAL

    1. Definio

    Contratao de profissional para compor o Quadro de Pessoal da Poiesis, observados os critrios e requisitos estabelecidos no processo de recrutamento e seleo.

    2. Critrios e requisitos

    2.1. Todo funcionrio dever ser admitido, preferencialmente, com salrio no incio da faixa salarial estabelecida para seu cargo, de acordo com o Plano de Cargos e Salrios. Excepcionalmente, o salrio de admisso poder ser estabelecido acima desse limite, em funo do grau de qualificao e experincia exigidos do candidato ou por contingncia de mercado.

    2.2. A criao de novo cargo dever ser feita com base em avaliao da Gerncia de

    Gesto de Pessoas, e sua classificao, de acordo com os critrios e metodologia estabelecidos no Plano de Cargos e Salrios.

    2.3. O prazo legal para registro de funcionrio de 48 horas. A Carteira de Trabalho e

    Previdncia Social CTPS dever ser devolvida respeitando-se esse prazo. No caso das cpias de documentos, aps utilizao, devero ser devolvidas no prazo mximo de cinco dias.

    2.4. O prazo mximo do contrato de experincia de 45 dias, podendo ser prorrogado uma

    vez por igual perodo.

    2.5. Os documentos necessrios para o processo de admisso so:

    a. CTPS Carteira de Trabalho e Previdncia Social;

    b. Ficha de admisso;

    c. Atestado de Exame Mdico Admissional;

    d. Foto 3x4 (uma);

    e. Cdula de Identidade (cpia);

    f. Carto de Identificao do Contribuinte CPF (cpia);

    g. Ttulo de Eleitor (cpia);

    h. Certificado de Alistamento Militar ou Reservista (cpia);

    i. Certido de Casamento (cpia);

    j. Certides de Nascimento dos filhos e dependentes (cpia);

    k. PIS;

    l. Relao de dependentes identificados pelo nome, grau de parentesco e idade;

Recommended

View more >