manual de compliance aai

Download Manual de Compliance AAI

Post on 11-Nov-2015

27 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

manual

TRANSCRIPT

  • MANUAL DE COMPLIANCE

    Agente Autnomo de Investimentos

    Departamento de Controles Internos e Compliance

    Verso 6.1 Maro 2012

  • 2

    Manual de Compliance Agente Autnomo de investimentos

    CDIGO DE TICA E CONDUTA

    1. INTRODUO

    O Cdigo de tica e Conduta da Corretora (Cdigo) disciplina condutas ticas a serem

    adotadas no desenvolvimento das relaes pessoais ou profissionais da XP Investimentos CCTVM

    S/A (Corretora). O Cdigo define padres comportamentais com o objetivo de (i) dirimir conflitos de

    interesses, (ii) garantir a confidencialidade de informaes e (iii) promover prticas de preveno e

    combate a atividades ilcitas.

    Os parmetros de conduta estabelecidos no Cdigo tm amparo nas principais normas e

    regulamentos do mercado financeiro e se baseiam nos princpios da integridade, transparncia e

    igualdade.

    Este Cdigo entrar em vigor na data de sua publicao e comunicao a todos os agentes

    autnomos de investimentos, restando revogadas todas e quaisquer disposies em contrrio.

    2. REGRAS COMPORTAMENTAIS Todas as regras comportamentais definidas a seguir devem ser respeitadas e cumpridas

    pelos Agentes Autnomos de Investimentos. A adoo de condutas compatveis com os padres ticos da Corretora agrega valores positivos ao ambiente de trabalho e contribui para a reputao e

    boa imagem da empresa.

    A adeso a este Cdigo obrigatria e ocorre, no momento do estabelecimento do vnculo

    contratual com a Corretora, mediante a assinatura de Termo de Responsabilidade (Anexo I).

    Desta forma, condutas comportamentais que sejam pautadas no bom senso, transparncia e

    verdade, e que visem afastar conflitos e desvios ticos, devem ser incentivadas e adotadas em

    qualquer circunstncia.

    2.1 SEGREGAO DE FUNES Implementar controles que monitorem a execuo das atividades essencial para garantir a

    segurana das informaes e impedir a ocorrncia de fraudes e erros. Desta forma, a Corretora

    adota poltica de segregao de funes que prev que cada atividade operacional dever ser

    exercida por dois ou mais agentes autnomos de investimentos, sendo cada um deles responsvel

    separadamente pela execuo e aprovao/autorizao do procedimento.

  • 3

    Manual de Compliance Agente Autnomo de investimentos

    A respectiva poltica de segregao de funes minimiza o risco operacional que a Corretora

    est exposta, vez que no permite que ocorram relaes baseadas em confiana ou amparadas em

    interesses prprios, bem como inibe que procedimentos sejam realizados sem a devida reviso.

    Cabe destacar que para a correta aplicao da poltica de segregao de funes, todos os

    agentes autnomos de investimentos tm seus acessos fsicos e lgicos restritos s funes e

    atividades exercidas.

    2.2 RELACIONAMENTOS INTERNOS

    Todas as pessoas subordinadas ao cumprimento das regras contidas neste Cdigo devem

    adotar postura responsvel frente s suas atividades e apoiada no respeito, cooperao, cautela,

    interesse e honestidade. Devem tambm exercer suas atividades com zelo aos recursos e bens

    disponibilizados pela Corretora.

    A Corretora determina que todas as decises e atividades profissionais da empresa sejam

    amparadas na equidade de direitos, tratamentos e oportunidades. No ser permitida qualquer

    prtica de retaliao, abuso de subordinao, desrespeito e concesso de benefcios injustificados.

    Todas as condutas que estejam em desconformidade com as normas do mercado ou que

    desrespeitem as polticas internas da XP esto proibidas.

    2.3 RELACIONAMENTOS EXTERNOS (clientes, prestadores de servios e concorrentes)

    Qualquer falha no relacionamento com pessoas externas pode proporcionar repercusso na

    mdia, abalando a imagem da Corretora, alm de possveis implicaes legais. Em sendo assim, as

    regras disciplinadas para este tipo de relacionamento devem receber a devida ateno e

    cumprimento.

    Os relacionamentos estabelecidos com os clientes da Corretora devem se pautar pela

    confiana, qualidade, presteza e respeito.

    Toda a base de clientes da Corretora deve receber o padro de tratamento especificado,

    sendo vedada a priorizao no atendimento a determinado cliente ou a concesso de privilgios para

    obter qualquer tipo de benefcio.

  • 4

    Manual de Compliance Agente Autnomo de investimentos

    As relaes estabelecidas junto a prestadores de servios devem ser igualmente

    transparentes e isentas de qualquer favorecimento. A Corretora preza pela utilizao de critrios

    legais, claros e objetivos na seleo e contratao de prestadores ou fornecedores de servios.

    Os agentes autnomos de investimentos no podem delegar a terceiros, total ou

    parcialmente, a execuo dos servios que constituam o objeto do contrato com a Corretora.

    Todos os agentes autnomos de investimentos no devem emitir opinies pessoais em

    rdios, jornais, televises, sites ou em qualquer meio de comunicao, contendo recomendaes ou

    outro tipo de comentrio. Apenas ser permitida a veiculao de informaes previamente

    autorizadas pela Corretora, conforme instrues adiante mencionadas.

    Por fim, a Corretora veda com veemncia a prtica de qualquer conduta que configure

    espionagem ou consista na manipulao e obteno de informaes pertencentes aos seus

    concorrentes. Todas as pessoas que apresentem vnculo contratual com a Corretora devero adotar

    uma postura tica frente aos concorrentes.

    3. REGRAS DE ATUAO PARA AGENTES AUTNOMOS DE INVESTIMENTOS As regras identificadas neste item devem ser cumpridas nica e exclusivamente pelos agentes autnomos de investimento, que se caracterizam pela realizao de atividades relacionadas a distribuio e intermediao de ttulos e valores mobilirios.

    De incio, deixe-se claro que o agente autnomo de investimento responsvel, civil e criminalmente, por todo e qualquer ato que, praticado em inobservncia s normas da Corretora, da

    CVM ou da BVSP, ou, ainda, com dolo, negligncia, imprudncia ou impercia, cause dano a outrem,

    obrigando-se o agente autnomo de investimento a reparar o dano.

    Os agentes autnomos de investimento esto proibidos no estabelecimento de suas relaes externas de:

    ser procurador ou representante de clientes perante instituies integrantes do sistema de

    distribuio de valores mobilirios, para quaisquer fins;

    contratar com clientes ou realizar, ainda que a ttulo gratuito, servios de administrao de

    carteira de valores mobilirios, consultoria ou anlise de valores mobilirios;

    atuar como preposto de instituio integrante do sistema de distribuio de valores

    mobilirios com a qual esteja vinculado;

    delegar a terceiros, total ou parcialmente, a execuo dos servios que constituam objeto do

    contrato celebrado com a Corretora;

  • 5

    Manual de Compliance Agente Autnomo de investimentos

    usar senhas ou assinaturas eletrnicas de uso exclusivo do cliente para transmisso de

    ordens por meio de sistema eletrnico; e

    confeccionar e enviar para os clientes extratos contendo informaes sobre as operaes

    realizadas ou posies em aberto.

    Cabe destacar que os agentes autnomos de investimento, no relacionamento com seus

    clientes, devem observar as seguintes normas:

    Operar com inteira observncia das instrues transmitidas pela XP Investimentos;

    Evitar prticas que possam ferir a relao fiduciria mantida com seus clientes;

    No receber ou entregar, por qualquer razo, numerrios, ttulos ou valores mobilirios ou

    quaisquer outros valores, que devem ser movimentados pela Corretora;

    No prometer garantias de rentabilidade;

    Advertir os clientes sobre operaes alavancadas e de maior risco;

    Recusar ordem que represente risco de inadimplncia para a Corretora;

    Enviar, apenas relatrios e recomendaes elaborados pela rea de anlise da XP

    Investimentos CCTVM S/A; e

    No devem deixar seus clientes insolventes, devendo anteceder de forma que o cliente envie

    mais dinheiro ou realize um stop na operao.

    Por fim, no que se refere s condutas de negociao a serem respeitadas pelos agentes autnomos de investimento, vale mencionar:

    Somente permitida a distribuio dos produtos relacionados a Clubes e Fundos, jamais a

    gesto destes;

    No ser permitida a realizao de operaes sem a prvia autorizao dos clientes por

    telefone gravado, XP Messenger ou e-mail;

    Os clientes devem ser cientificados das operaes imediatamente aps sua execuo;

    No ser autorizada a gesto e administrao de ativos dos clientes;

    A Lei do Silncio disciplinada na Instruo CVM n. 400/03 deve ser respeitada e nenhum

    texto publicitrio deve ser divulgado para a oferta pblica diferente do material pr-aprovado

    pela CVM ou banco coordenador;

    Na reserva de aes de abertura de capital ("IPO"), deve ser verificado se o cliente tem

    disponibilidade financeira, no valor de 30% de sua reserva e, se no dia da liquidao

    financeira, apresenta 100% do valor subscrito disponvel na conta-corrente. No ser

Recommended

View more >