manual de aplicação da norma regulamentadora ? Â· o secretário de segurança e...

Download Manual de Aplicação da Norma Regulamentadora ? Â· o Secretário de Segurança e Medicina do Trabalho também ... abrangessem o mais possível as diversas situações de trabalho, sem a Manual Aplicação NR 17.pmd 8

Post on 02-Feb-2018

221 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • BRASLIA2002

    M a n u a lde Aplicao

    da NormaR e g u l a m e n t a d o r a

    N 17

    Manual Aplicao NR 17.pmd 14/11/2003, 16:061

  • 1994 Ministrio do Trabalho permitida a reproduo parcial ou total desta obra, desde que cita-da a fonte.1 Edio 1994 / Tiragem: 2.000 exemplares2 Edio 2002 / Tiragem: 15.000 exemplaresEdio e Distribuio: Secretaria de Inspeo do Trabalho SIT

    Esplanada dos Ministrios Bloco F,Anexo, Ala B, 1 AndarTels.: (0xx61) 317-6688/317-6672Fax: (0xx61) 323-7851CEP: 70059-900 Braslia/DF

    Impresso no Brasil/Printed in Brazil

    Dados Internacionais de Catalogao na Publicao CIPBiblioteca. Seo de Processos Tcnicos MTE

    M294 Manual de aplicao da Norma Regulamentadora n 17. 2 ed. Braslia : MTE, SIT, 2002.101 p. : il.Inclui bibliografia.A Portaria n 3.751, de 23.11.1990, estabelece os

    princpios da Ergonomia da NR 17.1. Ergonomia, Normas, Brasil. 2. Sade ocupacional,

    Brasil. 3. Inspeo do trabalho, Brasil. I. Brasil. Ministriodo Trabalho e Emprego (MTE). II. Brasil. Secretaria deInspeo do Trabalho (SIT).

    CDD 620.82

    Manual Aplicao NR 17.pmd 14/11/2003, 16:062

  • SUMRIO

    Apresentao .................................................................................. 51. O Processo de Elaborao da NR-17 ......................................... 72. Comentrios sobre a NR-17 .................................................... 11

    17.1 ....................................................................................... 1217.1.1 .................................................................................... 1417.1.2 .................................................................................... 1417.2 ....................................................................................... 2717.3 ....................................................................................... 2817.3.2 .................................................................................... 3517.4 ....................................................................................... 3617.5 ....................................................................................... 3717.5.2 alnea a .................................................................... 3917.5.2 alneas b, c e d ........................................................ 4117.5.3 .................................................................................... 4317.6.1 .................................................................................... 4517.6.2 alnea a .................................................................... 4917.6.2 alnea b .................................................................... 5017.6.2 alnea c .................................................................... 5217.6.2 alnea d .................................................................... 5317.6.2 alnea e .................................................................... 5417.6.2 alnea f ..................................................................... 5517.6.3 alnea a .................................................................... 5617.6.3 alnea b .................................................................... 57

    Manual Aplicao NR 17.pmd 14/11/2003, 16:063

  • 3. Limites de uma norma.............................................................. 59Anexos

    NR 17 Ergonomia (117.000-7) ............................................ 63Equao do NIOSH para levantamento manual decargas .................................................................................... 71Nota Tcnica 060/2001 ......................................................... 89

    Referncias Bibliogrficas ............................................................ 99

    Manual Aplicao NR 17.pmd 14/11/2003, 16:064

  • APRESENTAO

    A atual redao da Norma Regulamentadora 17 Ergonomiafoi estabelecida pela Portaria n 3.751, de 23 de novembro de 1990.O Ministrio do Trabalho e Emprego, no ano de 2000, realizou trei-namentos para auditores-fiscais do trabalho com especializaoem Sade e Segurana no Trabalho em todo o Pas, analisando aaplicao desta Norma pela fiscalizao. Nesses cursos, verifi-cou-se uma ampla diversidade de interpretao, o que representaum obstculo efetiva implantao da Norma.

    A elaborao deste Manual, reunindo a experincia prticade 10 anos de fiscalizao, tem como objetivo subsidiar a atuaodos auditores-fiscais do trabalho e dos profissionais de Seguranae Sade do Trabalhador nas suas atividades. A publicao contoucom a colaborao da Comisso Nacional de Ergonomia, com-posta pelos tcnicos Mrio Gawryszewski, Claudio Cezar Peres,Rosemary Dutra Leo, Lvia Santos Arueira, Lys Esther Rocha, PauloAntonio Barros Oliveira, Carlos Alberto Diniz Silva e Maria de LourdesMoure.

    A Norma Regulamentadora n 17 comentada, item por item,com o objetivo de esclarecer o significado dos conceitos expres-sos, caracterizando o que se espera em cada enunciado e definin-do os principais aspectos a serem considerados na elaborao deuma Anlise Ergonmica do Trabalho, ressaltando que a realiza-o desta anlise tem como objetivo principal a modificao dassituaes de trabalho. necessria a participao dos trabalhado-res no processo de elaborao da Anlise Ergonmica do Trabalhoe na definio e implantao da efetiva adaptao das condiesde trabalho s caractersticas psicofisiolgicas dos trabalhadores.

    Este documento no se prope a fornecer solues para todasas diferentes condies de trabalho existentes, mas caracteriza alegislao em vigor e a Ergonomia como um importante instrumentopara garantir a segurana e a sade dos trabalhadores, bem como aprodutividade das empresas.

    JUAREZ CORREIA BARROS JNIORDiretor do Departamento de Segurana e Sade no Trabalho

    Manual Aplicao NR 17.pmd 14/11/2003, 16:065

  • 7

    MAN

    UAL

    DE A

    PLIC

    AO

    DA

    NOR

    MA R

    EGUL

    AMEN

    TADO

    RA N

    17

    1. O PROCESSO DE ELABORAO DA NR-17

    A descrio do processo de elaborao dessa norma im-portante para que, expondo o contexto social e os atores envolvi-dos, possamos compreender seus avanos e limitaes.

    Em 1986, diante dos numerosos casos de tenossinoviteocupacional entre digitadores, os diretores da rea de sade do Sin-dicato dos Empregados em Empresa de Processamento de Dados noEstado de So Paulo SINDPD/SP fizeram contato com a DelegaciaRegional do Trabalho, em So Paulo DRT/SP, buscando recursospara prevenir as referidas leses.

    Foi constituda uma equipe composta de mdicos e engenhei-ros da DRT/SP e de representantes sindicais que, por meio de fisca-lizaes a vrias empresas, verificou as condies de trabalho e asrepercusses sobre a sade desses trabalhadores, utilizando a anli-se ergonmica do trabalho. Em todas as avaliaes, foi constatada apresena de fatores que sabidamente contribuam para o apareci-mento das Leses por Esforo Repetitivo LER: o pagamento de pr-mios de produo, a ausncia de pausas, a prtica de horas-extras ea dupla jornada de trabalho, dentre outros.

    Exceto nos aspectos referentes ao iluminamento, ao rudo e temperatura, a legislao em vigor no dispunha de nenhuma normaregulamentadora em que o MTE pudesse se apoiar para obrigar as em-presas a alterar a forma como era organizada a produo, com todosos estmulos possveis acelerao da cadncia de trabalho.

    Durante 1988 e 1989, a Associao de Profissionais deProcessamento de Dados (APPD nacional) realizou reunies com re-presentantes da Secretaria de Segurana e Medicina do Trabalho SSMTem Braslia, da FUNDACENTRO e da DRT/SP para elaborar um proje-to de norma que estabelecesse limites cadncia de trabalho e proibis-se o pagamento de prmios de produtividade, bem como estabeleces-se critrios de conforto para os trabalhadores de sua base, que incluam

    Manual Aplicao NR 17.pmd 14/11/2003, 16:067

  • 8

    SECR

    ETAR

    IA D

    E INS

    PE

    O D

    O T

    RAB

    ALH

    O

    SIT

    o mobilirio, a ambincia trmica, a ambincia luminosa e o nvelde rudo.

    Nesse mesmo perodo, o Ministrio do Trabalho convocoutoda a sociedade civil para que organizasse seminrios e debatescom o objetivo de recolher sugestes para a melhoria de todas asNormas Regulamentadoras NR. Nesses seminrios, chegaramvrias sugestes de alterao da NR-17, mas eram propostas dealteraes pontuais conservando a estrutura geral em vigor. Nohavia nenhuma proposta concreta que fosse ao mago da questo:o controle da cadncia e do ritmo do processo produtivo.

    Durante o segundo semestre de 1989, a DRT/SP elaborou ummanual e um documentrio em vdeo sobre o trabalho com terminaisde vdeo (Rocha et alii, 1989), a partir da traduo e da adaptao dotexto Les crans de visualisation: guide mthodologique pour mdecindu travail, publicado pelo INRS (Institut National de Recherche enScurit), em 1987, na Frana. Esse material foi usado em seminrionacional realizado em dezembro de 1989, em So Paulo, com mdicose engenheiros de 10 Delegacias Regionais do Trabalho. Nesse seminrio,foi decidido que no deveria ser elaborada uma norma apenas paraos profissionais em processamento de dados, pois as LER eram obser-vadas tambm em vrias outras atividades profissionais. Alm disso,o Secretrio de Segurana e Medicina do Trabalho tambm no concor-dava com a idia de se elaborar uma norma que abrangesse apenas osetor de processamento de dados, argumentando que, dentro em bre-ve, todos os setores produtivos exigiriam uma norma especfica.

    Em meados de 1989, a SSMT pediu equipe de fiscalizaodas empresas de processamento de dados da DRT/SP que elaboras-se uma nova redao da NR-17 que inclusse as sugestes coletadas,os resultados das discusses do seminrio nacional, bem como aproposta de regulamentao das atividades de processamento dedados elaborada pela APPD nacional. O prazo estabelecido paraessa atividade foi de apenas

Recommended

View more >