manifesto bancário

Download Manifesto Bancário

Post on 09-Mar-2016

216 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Informativo do Sindicato dos Bancários do Acre

TRANSCRIPT

  • OUTUBRO DE 2012 1

    www.bancariosacre.com.br RIO BRANCO-AC, 05 DE OUTUBRO DE 2012 | EDIO N 463 | bancariosacre@hotmail.com

    SANTADERSantander anunciou que os

    crditos da primeira parcela da Participao nos Lucros e Resul-tados (PLR) e do valor adicional sero pagos na quinta-feira 11.

    CAIXAA diretoria da Caixa

    Econmica confirmou para dia 11 de outubro o pagamento da primeira parcela da Partici-pao nos Lucros e Resultados (PLR) e do valor adicional.

    ITA UNIBANCOO Ita Unibanco ser outra

    instituio financeira a creditar a primeira parcela da Partici-pao nos Lucros e Resultados (PLR) e do valor adicional na quinta-feira 11.

    HSBCTambm no dia 11 de outubro

    o banco ingls (HSBC) Ir credi-tar a primeira parcela da Par-ticipao nos Lucros e Resultados (PLR) e do valor adicional.

    BRADESCOAssim como os bancrios do

    Ita, da Caixa, do Santander e do HSBC, tambm os trabalhadores do Bradesco recebero na quinta-feira da prxima semana, dia 11, a antecipao do pagamento da PLR conquistada na Campanha Nacional encerrada nesta tera-feira com a assinatura da Con-veno Coletiva.

    BANCO DO BRASILAt o fechamento desta

    edio o banco ainda no tin-ha divulgado a data de paga-mento. A expectativa que o crdito seja efetuado na prx-ima semana.

    BANCO DA AMAZNIAO banco outro que ainda

    no divulgou a data de pagamen-to da primeira parcela da PLR.

    CALENDARIO DE PAGAMENTODA 1 PARCELA DA PLR

    A Contraf-CUT, as feder-aes e os sindicatos assi-naram com a Fenaban na tera-feira 2 de outubro, em So Paulo,

    a Conveno Coletiva de Trabalho (CCT) de 2012/2013. O acordo foi aprovado pelas assembleias reali-zadas em todo o pas no dia 26 de

    setembro, depois de uma greve nacional de nove dias. O evento ocorreu s 17h, no Hotel Mak-soud Plaza. PGINA 4 e 5

    VALEU, BANCRIO! Greve arranca aumento real,

    valorizao do piso e PLR maiorMANOEL FAANHA

    Os sindicalistas Antonio Jos, Marcos Antonio e Ezequiel Drumond durante piquete na agncia do HSBC

    Bancos da capital sero obrigados a instalar porta de segurana

    PGINA 7

    soaite

    Inscries esto abertas

    O perodo de inscrio vai de 05 a 16 de outubro, com a bola ro-lando a partir do dia 20.

    PGINA 8

    PGINA 8

    AgendaCultural

    seGURaNa BaNCRia

    Foi publicada no Dirio Oficial desta quarta-feira, 19, a nova lei sancionada pelo Prefeito de Rio Branco, Raimundo An-gelim (PT), obrigando as instituies finan-ceiras da capital a in-stalarem dispositivos adicionais de seguran-as em suas agencias bancrias.

    MANOEL FAANHA

    MANOEL FAANHA

  • OUTUBRO DE 20122

    eDitoRiaL

    Jornalista ResponsvelManoel Faanha

    Diagramao:Danto Freitas

    Tiragem:1000 exemplares

    EXPEDIENTE

    Manifesto Bancrio uma publicao do

    Sindicato dos Bancrio do Acre

    Os artigos assinados no refletem necessariamente a opinio do Sindicato

    Rua Rio Grande do Sul, 69 - Centro - CEP 69.903-420Tel: (68) 3224-4188 | Fax: (68) 3223-3879

    www.bancariosacre.com.br | bancariosacre@hotmail.com

    Edmar Batistela TonellyPresidente

    Jlia Maria Matias de OliveiraVice-Presidente

    Edjane de Arajo BatistaSecretrio Geral

    Dalva Diniz Rocha Amaral2 Secretrio

    Elmira Oliveira de FariasTesoureiro

    Mrio Csar Maia Diniz2 Tesoureiro

    Manoel Faanha Tavares NetoSecretrio de Imprensa e Comunicao

    Deborah Fernanda Sena SantosSecretrio de Assuntos Jurdicos

    Janine Lira Fontinele da SilvaSecretrio de Patrimnio e Informtica

    Ezequiel Souza DrumondSec. de Assuntos da Sade do Trabalhador

    Eudo Raffael Lima da SilvaSecretrio de Formao Sindical

    Raimundo Nonato Cordeiro de SSecretrio de Cultura, Esporte e Lazer

    Irlan Ribeiro SandraSec. Repres. Junto a FETEC-CUT/CNMaria Goretti Leo do Amaral Guimares

    Secretrio de Assuntos da MulherMarcos Antnio Bezerra Nogueira

    Secretrio de Assuntos EconmicosAlcilene Mota

    Secretrio de Assuntos Municipais

    SECRETRIAS MUNICIPAISRaimundo Lopes da Silva/ Cruzeiro do Sul

    Jlio Guilherme Peres de Menezes/TarauacGilgleison Barbalho Gomes/Feij

    Carlos Augusto Lima do Nascimento/Sena Madureira/Manoel UrbanoRonaldo Ribeiro Batista/ Xapuri

    Michela Costa Batriche Pessoa/Eptaciolndia/Brasilia

    CHARGEAmancio

    A fora de nossa greve

    Depois de nove dias de greve e 9.386 agncias bancrias paralisadas em todo pas, os bancrios arrancaram uma nova oferta de reajuste salarial da Fenaban - 7,5%, com aumento real de 2% para todos os bancrios. O ndice ainda maior no piso, sendo que nos auxlios re-feio e alimentao (de 8,5%) equivale a 2,95% de aumento real.

    Conforme dados do Sindicato dos Bancrios de So Paulo, o reajuste desta campanha salarial o maior aumento real no escalonado concedido pela Fenaban desde 2004. Tudo isso, fruto da luta e da persistncia daqueles que tiveram a coragem de peitar o patro, assim como muitos gerentes in-transigentes, e foram s ruas para lutar por mel-hores salrios e condies de trabalho.

    Nos ltimos dez anos a fora da mo-bilizao da categoria proporcionou vitrias importantes. O ganho acumu-lado j ultrapassa a 16% nos salrios e 35,57% nos pisos.

    Nesta campanha salarial no podemos esquecer que os dividendos dos ganhos foram frutos da unio da categoria, que se manteve firme no propsito de mel-hores salrios e condies de trabalho du-rante o movimento paredista. O resultado

    disso foi uma nova proposta dos patres na mesa de negociao capaz de levar a apreciao da categoria.

    No podemos deixar de registrar que o Comando Nacional dos Bancrios, enti-dade responsvel por negociar com a Fenaban, jamais desistiu do dilogo com

    os patres para evitar que o desfecho do diss-dio coletivo da categoria acabasse nos tribunais, como ocorreu com outras categorias, entre elas, os Correios, no qual o TST de-terminou reajuste de 6,5% para salrios e benefcios - aumento real de apenas 1,09% (INPC).

    Neste momento de conquista, a diretoria do Sindicato dos Bancrios do Acre quer agradecer a cada bancrio envolvido nesta vitoriosa campanha salarial, bem como agra-

    decer o papel da imprensa local, que esteve diariamente cobrindo a greve de forma isenta, informando populao a respeito de nossas reivindicaes.

    Por fim, aps estudos divulgados pela Confederao dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), apontou que a fora da greve bancria ir impactar na economia brasileira R$ 7,6 bilhes, con-tribuindo no apenas para o crescimento do pas, mas tambm para distribuio de renda entre os trabalhadores.

    Nos ltimos dez anos a fora da mobilizao da categoria proporcionou vitrias importantes. o ganho acumulado j ultrapassa a 16% nos salrios e 35,57% nos pisos.

    MPF questiona tarifa da CaixaO Ministrio Pblico Federal (MPF) ajuizou na

    Justia ao civil pblica para impedir a cobrana pela Caixa Federal de taxa denominada Comisso de Permanncia. Quer ainda que o banco pague por dano moral coletivo e reembolse clientes j cobra-dos com o dobro do que foi recebido indevidamente.

    A tarifa cobrada em todas as operaes bancrias executadas por clientes em situao de inadimplncia. O banco cumula a taxa com juros e multas, justificando a cobrana com base na Resoluo 1.129 editada pelo Banco Central em 1986. Para o MPF, a resoluo inconstitucional e a cobrana, abusiva.

    R$ 1 bilho em cheque especialOs brasileiros que no conseguiram fechar as

    contas usaram R$ 1,184 bilho do cheque especial, em mdia, por dia, em agosto, segundo dados do Banco Central (BC). No ms, o saldo da dvida dos correntistas com os bancos ficou em R$ 21,095 bilhes, reduo de 1,3% em relao a julho.

    Apesar das recentes redues dos juros do cheque especial, essa ainda continua sendo uma modalidade de crdito com taxa alta. Em agosto, de acordo com o BC, a taxa ficou em 148,6% ao ano, com reduo de 2,4 pontos percentuais em relao a julho e 39,5 pontos percentuais na comparao com o mesmo ms de 2011.

    TST confirma indenizao vtima de assaltos

    O Bradesco foi condenado a pagar indenizao de R$ 150 mil a uma bancria vtima de dois assal-tos agncia. Na deciso, a Justia considerou que o banco no reforou a segurana da unidade nem deu apoio psicolgico aos empregados.

    A bancria ganhou a ao desde a primeira instn-cia, onde foi considerado que os assaltos foram de intensidade e magnitude suficientemente traumti-cos, especialmente o segundo, em que ela estava grvida e, com medo, teve de engatinhar por entre os mveis, a fim de se esconder dos assaltantes. Na ocasio, a indenizao ficou em R$ 100 mil.

    NOTAS GERAIS

  • OUTUBRO DE 2012 3

    1. Atendentes CABBUnificao das comisses: banco

    prope unificar as comisses aten-dentes B e A, em comisso a ser de-nominada atendente, cujo VR ser de R$ 2.554,20.

    Reduo da trava para concorrn-cia: reduzir para 12 meses o perodo mnimo a cumprir para concorrncia.

    2. PCR Pontuao do caixa executivo:

    incluir o exerccio da funo caixa executivo na pontuao da carreira de mrito (M) do PCR, razo de 0,5 ponto por dia de exerccio na funo, retroativo a 2006. Caixas comissiona-dos anteriormente a 2006 tero um adicional de mrito de R$ 104,40

    3. Promoo......de nvel inicial de carreira A:

    novo piso (A2) para a carreira aps 90 dias no salrio inicial (A1), gar-antindo-se a ascenso para A2 aos funcionrios A1 com mais de 90 dias na carreira.

    4. Incluir......entre as ausncias autorizadas

    (luto) o falecimento de enteados. 5. Adeso...

    ...ao protocolo para preveno de conflitos da Conveno Coletiva assinada com a Fenaban, definindo como canal especfico a Diref.

    6. Ascenso......profissional e comissionamen-

    to: criar mesa temtica para dis-cusso de critrios sobre o tema, com prazo de 120 dias, com pelo menos uma reunio mensal.

    7. PLRManter o modelo do acordo cole-

    tivo 201