MANEJO DA ADUBAO DO CAFEEIRO

Download MANEJO DA ADUBAO DO CAFEEIRO

Post on 03-Mar-2016

221 views

Category:

Documents

7 download

DESCRIPTION

ANTONIO EDUARDO FURTINI NETO Departamento de Cincia do Solo Universidade Federal de Lavras

TRANSCRIPT

  • MANEJO DA ADUBAO DO CAFEEIROANTONIO EDUARDO FURTINI NETODepartamento de Cincia do SoloUniversidade Federal de Lavras

  • O GRANDE DESAFIO MUNDIAL202520001990

  • REA AGRICULTVEL DO BRASIL (550 milhes ha) vs REA TOTAL DE 32 PASES DA EUROPA

  • FERTILIZANTES NO BRASIL Balano entre Suprimento e Demanda - 2007Fonte: ANDA e SIACESP

  • Fonte: ANDA. Projees: MB Agro, 2007

  • NOSSO ATUAL DESAFIO...PODER DE TROCA DO CAF sacas caf tipo 6 Mdia 1997 Mdia 2007 Maio 2008 Set 2010Sulfato de amnio 1,28 2,69 3,88 2,51 Uria 1,75 3,94 5,39 3,72Super simples 0,84 2,12 3,95 2,25Cloreto de Potssio 1,35 3,38 6,32 3,4720-05-20 1,48 3,42 5,64 3,17Mo de obra D/H 0,04 0,09 0,10 0,15 Uno Mille 0 Km 59,61 91,29 97,11 76,00

  • Maximizar o LUCROMelhorar a QUALIDADEMinimizar o IMPACTO AMBIENTALMinimizar os RISCOSObjetivos:

  • SOLUES FCEIS PARA A CAFEICULTURA ???NOVOS PARADIGMAS NO USO DA TECNOLOGIA ???(PRODUTOS E SERVIOS)

  • ANTES DA ADOO DOS NOVOS PARADIGMAS...ALGUNS PROCEDIMENTOS ...

  • Reduo na produtividade vegetal ocasionada por diversos fatores de produo

  • 70 % apresentam uma ou mais limitao sria de fertilidadeCorreto manejo da fertilidade: > produoAdubao e calagem: 30 - 50% do custo de produo(cafeeiro = ~ 40%)Adubao errada: poluio ambiental, toxidezNO ADUBAR x ADUBAO INCORRETA ?????

    SOLOS DO BRASIL

  • Avaliao da fertilidade do soloRecomendao de correo e adubao

  • Anlise de solo: fatos No Brasil: 1,2 milho de anlises/ano (Ideal: 4-8 milhes/ano)2. Maioria das anlises: fertilidade de rotina. micronutrientes, textura ???Ainda pouco valorizadaCusto barato5. Ferramenta imprescindvel para recomendar adubos e corretivos:nico mtodo preditivo !!!

  • Amostragem do soloETAPA MAIS CRTICA DAANLISE DE SOLO !!!

  • Amostragem do soloAdensadoRua + Projeo da copaLocal de coleta:FormaoTradicional

  • Amostragem do soloProfundidade de coleta de solo:Implantao da lavoura: 0-20 e 20-40 cm2. Lavoura formada: 0-10, 0-20 e 20-40 cmAvaliar o grau de acidez do solo

  • CALAGEM

  • Calagem: saturao por bases idealSoja 60%Batata 50%caf 60%Fonte: Adptado de Raij et al. (2001)

  • NC (t/ha)= [ (V2 - V1) .T ] / 100V1 = saturao por bases da anlise do solo

    T = CTC potencial (anlise do solo)

    V2 = saturao por bases ideal para a cultura (Tabelado)MTODO DA SATURAO POR BASES V = f (Ca + Mg + K)Equilibrio entre as basesClassificao calcrios ???

  • SITUAO DESEJVEL DE BASES NO SOLO%Ca = Ca/CTC 40 a 60%

    %Mg = Mg/CTC 10 a 20%

    %K = K/CTC 3 a 5%

  • RELAO DE CONSUMO CALCRIO/FERTILIZANTES BRASIL, 1973/2006RELAOANOFonte: ANDA, ABRACAL, 2007Relao de consumo calcrio/fertilizantes 2002 = 0,97:1; 2005 = 0,84:1; 2006 = 0,69:1738085909396990205 06

  • MELHORIA DO AMBIENTE RADICULARGESSO AGRCOLA: CaSO4 . 2H2O

    REAES DO GESSO NO SOLOGESSAGEM

  • - Fornecimento de Ca- Menor atividade de Al em soluo- Razes profundas- Maior absoro de gua e nutrientes- Maior resistncia seca

    [CaSO4 . 2H2O] + H2O [Ca2+ + SO42-] + [CaSO40] (

    * GESSAGEM NO SUBSTITUI A CALAGEM

    * REQUER GUA PARA PERCOLAR

    * POSSIBILIDADE DE PERDA DE K e Mg

  • NITROGNIO...

  • FERTILIZANTES NITROGENADOSureaseSULFATO DE AMNIOURIANITRATO DE AMNIO

  • FSFORO...

  • FSFORO: ALTAMENTE DISPUTADOPlanta ???ClcioAlumnioFerroFsforo

  • As montanhas e vales da fixao de fsforo

  • Ca10(PO4)6F2 + 7H2SO4 3Ca(H2PO4)2 + 7CaSO4 + 2HF = S.Simples

    Ca10(PO4)6F2 + 14H3PO3 + 10H2O 10Ca(H2PO4)2 . H2O + 2HF = S.Triplo

    NH3 + H3PO4 NH4H2PO4 = MAP

    2NH3 + H3PO4 (NH4)2HPO4 = DAPFOSFATOS SOLVEIS

  • Potssio ...Dinmica mais tranqila no soloLixiviaoChuvas intensas ltimos anosPrincipal fonte: KCl

  • ENXOFRE...

    FERTILIZANTES MAIS CONCENTRADOSMENORES IMPUREZASTEOR DE MATRIA ORGNICAALGUMAS PREOCUPAES:

  • MICRONUTRIENTESVIA SOLO E VIA FOLIAR

  • AMOSTRAGEM FOLIAR

  • ALGUMAS CONSTATAES...RELAO ENTRE NUTRIO x DOENASExcesso de N = > Phoma

    Excesso de K = > Cercospora

    Excesso de Cu = > caro

  • POCA DE CRISE : VALE A PENA INVESTIR ?

    ALTERNATIVA INADEQUADA : CORTE DE TECNOLOGIA Exemplo de Empresa de adubo1.800 clientes (cafeicultores)2008/2009 : atendimento a apenas 30% dos clientes30% atendidos : 70% deles : adubos para 1a e 2a coberturaEnto : apenas 9% do total de clientes adubou corretamenteConsequncia : < produtividade > prejuzo ( custo fixo? )

  • SOLUO : AUMENTO DE PRODUTIVIDADE !!!Fonte: Garcia e Matiello, 2008CUSTO DE PRODUO DE CAF NO SUL E OESTE DE MINAS GERAIS---------------------------------------------------------------------------------------------------Sacas/ha Custo em Reais 2007/2008 2009/2010(projeo)--------------------------------------------------------------------------------------------------- 40 230,41 256,00 30 262,39 292,00 20 285,80 318,00 10 388,79 432,00---------------------------------------------------------------------------------------------------

  • Lei dos Incrementos Decrescentes

  • CRIATIVIDADE (EFICINCIA) NO USO DA TECNOLOGIA MANEJO DO MATO DA ENTRELINHADIMINUIR COBERTURAS ( no em quantidade do adubo !!! )COMPRA CONJUNTA DE ADUBOS E CORRETIVOSUSO RACIONAL DE CALCRIO(considerar faixa, profundidade...)-ADUBO ORGNICO/COMPOSTO (da propriedade!!! ) Ex. Caf So Gotardo-ADENSAMENTO : maior aproveitamento aduboANLISE DO SOLO E ANLISE FOLIAR !!!-USO SOMENTE DE 20-5-20 ou 20-0-20 ( K no solo?)- ADUBAES FOLIARES PELO MENOS 4 APLICAES

  • CRIATIVIDADE (EFICINCIA) NO USO DA TECNOLOGIAADUBAES ATRASADAS...RENOVAO DAS LAVOURASRamos de caf Acai 9 anos (ex-adensado)20 cm

  • Fontes CORRETAS Formas de suprimento do nutriente Adequao s condies qumicas e fsicas Observar interaes entre nutrientes Compatibilidade para serem misturados Sensibilidade das culturas a determinados elementos Teor de metais pesados contidos nas fontesIFA, 2009

  • Quantidade CORRETAIFA, 2009 Avaliar a capacidade do solo suprir nutrientes Avaliar as fontes de nutrientes disponveis Avaliar as demandas da planta Buscar maior eficincia de uso do fertilizante Considerar as variaes climticas locais Considerar exportao dos nutrientes Considerar o preo por unidade de nutriente

  • poca CORRETAIFA, 2009 Fases de maior demanda do nutriente pelas plantas Avaliar a dinmica de suprimento de nutrientes pelo solo Liberao e disponibilidade dos nutrientes do fertilizante Considerar os fatores climticos que interferem nas perdas de nutrientes Avaliar a logstica das prticas de cultivo

  • Local CORRETOIFA, 2009 Dinmica das razes no solo Variabilidade espacial do solo para as culturas Ajustar s necessidades das culturas Limitar o potencial de perda de nutrientes

  • CONCLUSO...SE VOC FOI EFICIENTE E CRIATIVO E NO CORTOU TECNOLOGIA...

  • NO DESISTA NUNCA!!!INSUMOSVOC !!!

  • OBRIGADO !afurtini@ufla.br35 3829 - 1251

  • *****************************************A CAFEICULTURA UMA DAS ATIVIDADES ECONMICAS MAIS IMPORTANTES, PARA O SUL DE MINAS, POR GERAR RENDA E SER A FORA MOTRIZ DA ECONOMIA DE VRIAS CIDADES, EMPREGANDO MUITA MO DE OBRA, PRINCIPALMENTE NA POCA DA COLHEITA. NO BRASIL INTEIRO A ATIVIDADE GERA CERCA DE 10 MILHES DE EMPREGOS, DIRETOS E INDIRETOS. VRIOS DESAFIOS SURGEM PARA NESSA ATIVIDADE, DESDE A IMPLANTAO DA LAVOURA AT O MOMENTO EM QUE A BEBIDA CONSUMIDA DIARIAMENTE POR MILHES DE PESSOAS.A CAFEICULTURA UMA DAS ATIVIDADES ECONMICAS MAIS IMPORTANTES, PARA O SUL DE MINAS, POR GERAR RENDA E SER A FORA MOTRIZ DA ECONOMIA DE VRIAS CIDADES, EMPREGANDO MUITA MO DE OBRA, PRINCIPALMENTE NA POCA DA COLHEITA. NO BRASIL INTEIRO A ATIVIDADE GERA CERCA DE 10 MILHES DE EMPREGOS, DIRETOS E INDIRETOS. VRIOS DESAFIOS SURGEM PARA NESSA ATIVIDADE, DESDE A IMPLANTAO DA LAVOURA AT O MOMENTO EM QUE A BEBIDA CONSUMIDA DIARIAMENTE POR MILHES DE PESSOAS.A CAFEICULTURA UMA DAS ATIVIDADES ECONMICAS MAIS IMPORTANTES, PARA O SUL DE MINAS, POR GERAR RENDA E SER A FORA MOTRIZ DA ECONOMIA DE VRIAS CIDADES, EMPREGANDO MUITA MO DE OBRA, PRINCIPALMENTE NA POCA DA COLHEITA. NO BRASIL INTEIRO A ATIVIDADE GERA CERCA DE 10 MILHES DE EMPREGOS, DIRETOS E INDIRETOS. VRIOS DESAFIOS SURGEM PARA NESSA ATIVIDADE, DESDE A IMPLANTAO DA LAVOURA AT O MOMENTO EM QUE A BEBIDA CONSUMIDA DIARIAMENTE POR MILHES DE PESSOAS.A CAFEICULTURA UMA DAS ATIVIDADES ECONMICAS MAIS IMPORTANTES, PARA O SUL DE MINAS, POR GERAR RENDA E SER A FORA MOTRIZ DA ECONOMIA DE VRIAS CIDADES, EMPREGANDO MUITA MO DE OBRA, PRINCIPALMENTE NA POCA DA COLHEITA. NO BRASIL INTEIRO A ATIVIDADE GERA CERCA DE 10 MILHES DE EMPREGOS, DIRETOS E INDIRETOS. VRIOS DESAFIOS SURGEM PARA NESSA ATIVIDADE, DESDE A IMPLANTAO DA LAVOURA AT O MOMENTO EM QUE A BEBIDA CONSUMIDA DIARIAMENTE POR MILHES DE PESSOAS.****