lte de segurana pblica - motorola solutions ??lte de segurana pblica dedicada para garantir ......

Download LTE de Segurana Pblica - Motorola Solutions ??LTE de Segurana Pblica dedicada para garantir ... papel na resposta a incidentes e o contexto no qual trabalha so usados para priorizar

Post on 17-Mar-2018

218 views

Category:

Documents

4 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • A LTE DE SEGURANA PBLICACOLOCA VOC NA VANGUARDA DA INTELIGNCIA TECNOLGICA

    DOCUMENTO TCNICO | LTE DE SEGURANA PBLICA

  • A BANDA LARGA A NOVA REALIDADE

    OS DADOS SO A OPO ESSENCIALALM DA VOZ

    Os dados de alta velocidade esto impulsionando o cenrio das comunicaes e penetrando em cada canto do mundo. Um tero da populao mundial conta com assinaturas ativas para banda larga mvel via conexo 3G ou 4G, com um crescimento de 40% em apenas trs anos.1

    Seja para streaming de vdeo ou para fazer upload de fotos, a grande maioria dos cidados leva consigo um dispositivo habilitado para aplicativos de dados mais potente que o do pessoal de emergncias. Se os rgos de segurana pblica no agirem em igualdade de condies com dados multimdia em tempo real, eles sero forados a colocar muita presso sobre os recursos existentes, j limitados, e com certeza estaro em desvantagem.

    A realidade que com delinquentes e terroristas que se tornam cada vez mais espertos aproveitando as tecnologias modernas, os rgos de governo devem poder acessar as informaes de misso crtica para permanecer sempre um passo adiante. Os rgos de segurana pblica de todo mundo exigem maior acesso aos dados, o que as redes de rdio mvel terrestre (LMR) simplesmente no podem oferecer a eles. Para superar estas limitaes dos sistemas LMR, vrios pases de todo mundo esto melhorando suas capacidades de comunicao de misso crtica com redes LTE que complementam sua infraestrutura LMR atual.

    Vdeo monitoramento em tempo real. Fotos em alta resoluo. Vdeo veicular bidirecional. Mapeamento e roteamento dinmicos. Registros mdicos remotos. Todos estes dados so dados de misso crtica para as operaes dirias e de emergncia dos rgos de segurana pblica; desde o detetive em uma operao secreta at o policial que persegue um veculo roubado.

    Em muitos incidentes, a comunicao de voz no suficiente. Os dados corretos podem ser mais concisos e, ao mesmo tempo, mais completos. Combinados com a comunicao de voz de misso crtica, a transmisso de banda larga multimdia segura proporciona aos socorristas as informaes em tempo real que precisam para otimizar o reconhecimento da situao e estar melhor preparados para responder ao incidente.

    70%67%

    55%49%

    22%

    AFIRMAM QUE AS MENSAGENS DE DADOS SO TO IMPORTANTES COMO A VOZ

    QUEREM CONTAR COM ACESSO A DADOS DE ALTA VELOCIDADE EM CAMPO

    USAM SISTEMAS MVEIS DE CMERA EM VECULO

    CONTAM COM UM SISTEMA DE VDEO MONITORAMENTO FIXO

    USAM CMERAS MOS LIVRES4

    VOC SABIA QUE...?

    DO MUNDO CONTA COM BANDA LARGA MVEL COM CONEXO 3G OU 4G1

    UM TERO

    DO TRFEGO MVEL SER DE VDEO NO ANO DE 20173

    DOIS TEROS

    DO TRFEGO DE DADOS MVEIS SER 4G NO ANO DE 20172

    QUASE A METADE

    DOCUMENTO TCNICO | LTE DE SEGURANA PBLICA

    Pesquisa Sobre a Indstria da Segurana Pblica 2014, Motorola Solutions

  • LTE PRIVADO A DIFERENA ENTRE SEMPRE DISPONVEL E S VEZES DISPONVELAS REDES DE OPERADORES PBLICOS NO ESTO BEM EQUIPADAS PARA GERENCIAR O VOLUME E A VELOCIDADE DAS CHAMADAS QUE OCORREM EM HORAS, E MESMO EM DIAS, DEPOIS DE UM EVENTO PLANEJADO OU DE UMA EMERGNCIA IMPREVISTA.

    DOCUMENTO TCNICO | LTE DE SEGURANA PBLICA

    Uma balsa sul-coreana, que afundou em abril de 2014, deixou um saldo de mais de 300 pessoas mortas ou desaparecidas. A impossibilidade para comunicar-se e resgatar os sobreviventes por parte de vrios rgos reativou a discusso sobre a construo de uma rede de comunicaes sem fio para desastres nacionais.6DESASTRENA BALSA

    Em setembro de 2014, informaes de inteligncia "crveis" apontavam um possvel compl por parte de militantes com base no Paquisto para lanar uma srie de ataques terroristas coordenados em vrios pases da Europa, incluindo Gr Bretanha, Frana e Alemanha, que poderiam afetar os sistemas de comunicaes. O governo britnico reconheceu que a ameaa era "grave".5

    AMEAATERRORISTA

    O catastrfico terremoto do Haiti em 2010 afetou trs milhes de pessoas, com um total de aproximadamente 230 mil mortes confirmadas, 300 mil feridos e 1 milho sem casas. Os sistemas de comunicao comercial foram danificados pelo terremoto, dificultando consideravelmente o resgate e os esforos de ajuda.8 TERREMOTO

    DESTRUIDOR

    Quando a Supertormenta Sandy castigou a costa nordeste dos Estados Unidos em outubro de 2012, 25% das centrais celulares comerciais da regio ficaram fora de servio. Uma semana depois, quase 10% ainda permaneciam cadas.7

    CATSTROFENATURAL

  • Os socorristas precisam contar com uma rede de banda larga sem fio dedicada flexvel e confivel para realizar sua misso. No s precisam comunicar-se na hora sem interrupes como os rgos tambm devem recolher e filtrar informaes proporcionadas pela comunidade. Tudo isto somado ao fato de que os cidados consomem cada vez mais banda larga.

    Alm disto, a interoperabilidade entre os rgos e as transmisses seguras so crticas para uma resposta coordenada efetiva. Devido ao aumento no consumo de dados e trfego celular por parte dos cidados, exige-se uma rede LTE de Segurana Pblica dedicada para garantir comunicaes prioritrias na hora em que so necessrias. Uma rede dedicada tambm oferece criptografia de ponta a ponta, protegendo as informaes confidenciais transmitidas por ar de maneira sem fio.

    MELHORE A RESPOSTA COM UMA REDE DEDICADA, OTIMIZADA PARA SEGURANA PBLICA

    COBERTURA SEM CONCESSESAs redes LTE de Segurana Pblica gerenciam os perodos de pico e priorizam o trfego do sistema dentro da rea de cobertura. Como os socorristas podem acessar na hora vdeo, fotos, mapas, etc., esto melhor preparados ao chegar a um cenrio de crime; tambm podem buscar a histria clnica de um paciente a partir de uma ambulncia em movimento.

    CAPACIDADE PARA TUDOA capacidade no somente crtica para casos de emergncias, tambm essencial para as operaes dirias. Quando milhares de pessoas convergem em eventos esportivos, recitais, festivais e concentraes de todo tipo, a capacidade mvel deve ser suficiente e robusta para garantir a segurana de todos.

    COMPETNCIA PARA MELHORAR O RECONHECIMENTO DA SITUAOQuando o pessoal de segurana pblica dispe de um panorama unificado sobre o que est ocorrendo, esto melhor equipados para responder. Dados de alta velocidade, informaes de localizao, fotos e streaming de vdeo so fatores que podem melhorar consideravelmente o nvel de colaborao e os resultados.

    CONTROLE DE SUAS COMUNICAESUma rede LTE de Segurana Pblica dedicada permite a voc controlar melhor seu sistema, seu software e seus dispositivos. Voc decide quem acessa o sistema, que alteraes devem ser feitas e quando, qual o estado de todos os usurios, e como se designa a prioridade aos usurios de maneira dinmica.

    CUSTO ECONOMIA EM GRANDE ESCALAUma nica rede construda com base em padres abertos para rgos de segurana pblica de todo o pas promete uma economia de escala mais eficiente e uma maior economia de custos.

    LTE DE SEGURANA PBLICA PROPORCIONA UM ALTO GRAU DOS 5 "C"

    $

    DOCUMENTO TCNICO | LTE DE SEGURANA PBLICA

    OS CIDADOS DE HOJE CONSOMEM UM VOLUME DE DADOS QUE AUMENTA A CADA DIA

    DOS ASSINANTES MVEIS ACESSAM REDES SOCIAIS DIARIAMENTE

    40%

    CIDADOS QUE ACESSAM VDEO USANDO DADOS MVEIS9:54,6% NA EUROPA 50,7% NA REGIO SIA-PACFICO52% NA AMRICA DO NORTE 50% NO ORIENTE MDIO

  • HOJE, AS TECNOLOGIAS DE BANDA LARGA MVEL MAIS AVANADAS DO PLANETA ESTO DISPONVEIS PARA SEGURANA PBLICA. ESTAS REDES LTE DEDICADAS ESTO BASEADAS EM UMA ARQUITETURA DE MISSO CRTICA. OFERECEM INFORMAES MULTIMDIA COMPLETAS A QUALQUER HORA E EM QUALQUER LUGAR; SO PROJETADAS COM BASE EM PADRES ESPECIALMENTE CRIADOS PARA SEGURANA PBLICA; E CONTAM COM O RESPALDO DA EXPERINCIA E A VISO.

    2. INTELIGNCIA DINMICASua soluo LTE precisa priorizar e proporcionar interrupo de chamada em andamento para designar mxima prioridade para aqueles que precisam acessar a rede com maior urgncia.

    PRIORIDADE E USURIO COM PRIORIDADE DE INTERRUPO: A equipe de socorristas pode tomar decises mais acertadas com a ajuda de uma inteligncia crtica e designar recursos de maneira mais eficiente graas funcionalidade analtica.

    COMUNICAES COM RECONHECIMENTO DO CONTEXTO: O ambiente do socorrista, assim como seu papel na resposta a incidentes e o contexto no qual trabalha so usados para priorizar os recursos de rede e otimizar sua interface de usurio.

    1.DESEMPENHO DE MISSO CRTICACertifique-se de que sua soluo LTE seja segura, esteja disponvel e seja implantvel; o local deve estar especialmente protegido e deve ser georredundante para casos de falhas de rede causadas por desastres naturais e outros perigos.

    SEMPRE CONECTADOS: O pessoal pode fazer roaming sem inconvenientes na melhor rede disponvel na sua rea; qualquer rede de banda larga ou de rdio baseada em padres, pblica ou privada.SEGURANA NA QUAL SE PODE CONFIAR: O pessoal em campo pode consultar, ver e compartilhar informaes graas a uma criptografia de ponta a ponta melhorada e baseada em hardware.

    3.

    DOCUMENTO TCNICO | LTE DE SEGURANA PBLICA

    DISP

    OSIT

    IVOS

    AV

    ANA

    DOS

    INTERFACES COM

    UNS

    REDES DE RDIO E

    DE BANDA LARGA

    INTELIGENTESAPLICATIVOS

    CRITRIOS IMPORTANTES PARA A ESCOLHA DE UMA SOLUO LTE DE SEGURANA PBLICA

    DADOS UNIFICADOS

    Sua soluo LTE deve proporcionar uma nica viso

    operacional e um gerenciamento unificado da

    rede, dos dispositivos/SIM, e do fornecimento e registro.

    GERENCIAMENTO UNIFICADO: Os gerenciadores de rede tm visibilidade e

    controle sobre a rede de comunicaes unificada, os aplicativos e a frota de dispositivos.

    UMA VISO OPERACIONAL: Todos os socorristas veem uma mesma viso baseada na localizao comum, acompanhamento, presena, feeds de vdeo e outras fontes de dados para permitir a execuo de aes participativas mais eficientes.

  • DOCUMEN

Recommended

View more >