livro equinox 2010

Download Livro Equinox 2010

Post on 07-Feb-2016

51 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Livro Equinox 2010

TRANSCRIPT

  • OUI OUI MERCI PARIS!

  • copyright 2011 by UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHO

    Qualquer parte desta publicao pode ser reproduzida, desde que citada a fonte.

    Todos os direitos desta edio reservados EDITORA UEMA.

    De So Lus e Paris: ideias de futuro para Mont de Marsan - EQUINOX 2010

    EDITOR RESPONSVEL

    Iran de Jesus Rodrigues dos Passos

    CONSELHO EDITORIAL

    Porfirio Candanedo Guerra PRESIDENTEIran de Jesus Rodrigues dos Passos - EDUEMAJoel Manuel Alves Filho - CCT/UEMAJos Bello Salgado Neto - CCT/UEMARicardo Macedo Chaves - CCA/UEMAIlmar Polary Pereira - CCSA/UEMAEvandro Ferreira das Chagas - CECEN /UEMALincoln Sales Serejo - CECEN/UEMAJos Carlos de Castro Dantas - CECEN /UEMAGlson Soares da Silva - CCA/UEMARossane Cardoso Carvalho - CCT/UEMANordman Wall B. de Carvalho Filho - CCA/UEMASebastiana Sousa Reis Fernandes - CECEN/UEMARita de Maria Seabra Nogueira de CandanedoGuerra - CCA/UEMAJos Mlton Barbosa - CCA/UEMAMarcelo Cheche Galvs - CECEN/UEMAProtsio Csar dos Santos - CCSA/UEMARosirene Martins Lima - CCSA/UEMAZafira Silva de Almeida - CECEN/UEMA

    COLABORAO TCNICA

    Jeannie BonnaLuana Caroline Silva SantosMayara Cmara SerraMirian Kellen Gomes da CunhaThais Freire CostaVictor Hugo LimeiraYuri Wendell da Silva Nogueira

    DESIGN E CAPA

    Yuri Wendell da Silva Nogueira

    EDITORAO

    Mayara Cmara SerraYuri Wendell da Silva Nogueira

    IMPRESSO

    INDEXADO POR / INDEXAD BY Bibliografia Brasileira

    De So Lus e Paris: ideias de futuro para Mont de Marsan-Equinox 2010 / organizao: Alex Oliveira de Souza, Marluce Wall de Carvalho Venancio e Serge Bethelot; So Lus: Editora UEMA, 2013. 128 p.

    ISBN: 978-85-8227-034-9

    1. Projeto Urbano 2. Criao Urbana 3.Mont de Marsan I. Ttulo

    CDU: 711.4(812.1+443.61)

    EDITORA UEMACidade Universitria Paulo VI - CP 09 Tirirical

    CEP - 65055-970 So Lus - MAwww.uema.br - editorauema@gmail.com

  • GOVERNO DO ESTADO DO MARANHO

    Roseana Sarney MuradGovernadora

    SECRETARIA DE ESTADO DA CINCIA, TECNOLOGIA, ENSINO SUPERIOR E DESENVOLVIMENTO TECNOLGICO.

    Olga Maria Lenza SimoSecretria

    FUNDAO DE AMPARO PESQUISA E AO DESENVOLVIMENTO CIENTFICO E TECNOLGICO DO MARANHO FAPEMA

    Rosane Nassar Meireles GuerraDiretora Presidente

    UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHO

    Jos Augusto Silva OliveiraReitor

    Gustavo Pereira da CostaVice-Reitor

    Porfirio Candanedo GuerraPr-Reitor de Pesquisa e Ps-Graduao

    Walter Canales SantAnaPr-Reitor de Administrao

    Antnio Pereira e SilvaPr-Reitor de Planejamento

    Vnia Lourdes Martins FerreiraPr-Reitora de Extenso e Assuntos Estudantis

    Maria Auxiliadora Gonalves CunhaPr-Reitora de Graduao

    Geraldo Magela FonsecaChefe do Departamento de Arquitetura e Urbanismo

    Nadia Freitas RodriguesDiretora do Curso de Arquitetura e Urbanismo

    Universidade Estadual do Maranho

  • Atelier de criao urbana

    REALIZAO

  • FUTUROS POSSVEIS: criao e inovao na concepo de projetos urbanos no Atelier Equinox por Alex OLIVEIRA DE SOUZA, Marluce WALL e Ingrid G BRAGA.

    ADRENALINE / ADRENALINA: Mont de Marsan 2030: uma experincia de adrenalina por Bruno MORLEO, David GARIN, Diego MACEDO, Giovanna FREIRE, Imane MIFTAH, Leandro MURAGUCHI, Nayanne FEQUES, Sami ESSAD e Yuri NOGUEIRA.CLAT / BRILHO: O brilho de Mont de Marsan por Camilla COSTA, Fernanda BATISTA, Laura FERNANDES, Meriem AIDOUDI, Philippe BRETEAU, Rassa LINHARES, Rmi FREON, Salir OGUR e Thiscianne MESQUITA.EXPLORAR SONHAR DESCOBRIR: Explore. Sonhe. Descubra a nova Mont de Marsan por Felipe BRITO, Hanitra RASOLOMAMPIANDRA, Juliana PESSA, Mayara SOUSA, Nicolas GONET, Paulo HENRIQUE, Raimundo BORGES, Thomas VERMERSCH e Xavier PETIT.HIPERCUSSION / HIPERCUSSO: Um toque para o renascimento Mont de Marsan 2030 por Raissa MUNIZ, Raissa PACHECO, Shenna TIMB, Marina FRES, Lana REGO, Paula PALMEIRA, Carolina TORRES, Toufik BERBAR, Fabien LAINE e Julien DOUCHE.MOVIMENTO CHANCEUX: Explorando as potencialidades da cidade por Antoine TALON, Felipe ROMANO, Jos Ricardo CORDEIRO, Mrian Kellen G. da CUNHA, Raissa Serpa de CARVALHO, Rahima ATAC, Randriamanarivo HARINARINDRA, Sebastien QUETARD e Vagner MOREIRA.RICOCHET / STONE SKIPPING: Ondas de impactos e novas perspectivas para Mont de Marsan por Fabien PAVAN, Jeannie DUARTE, Joana Martins AMARAL, Jonathan LAUER-STUMM, Leticia VERAS, Luis Fernando CUTRIM, Luisa GHIGNATTI, Romain LEJEUNE e Thais COSTA.

    10

    18

    24

    30

    36

    42

    46

    SUMRIOATELIer de CRIao rana

  • TAUROMATIQUE / TOUROMATIQUE: A Mont de Marsan de Madeleine por Abdel BELARBI, Anna Gabriela Braga NUNES, Benjamin CHESTA, Ccille LANNO, Cedric CHENE, Fernanda CALORE, Ivo de Melo DIAS, Louise Ucha L. PEREIRA e Mariah ARAGO.MBILE / TRISKELIUM: Equilbrio dinmico para Mont de Marsan por Ana Caroline RODRIGUES, Aurelie DUMONT, Brice CHANDON, Clara SOUZA, Florian HERNANDEZ, Jean Maurice Barinda MUGADO, Juliana BATALHA, Mara CUNHA, Renata TRINDADE e Walmrya DOURADO,VITRUVIUS 3.0: O Homem Vitruviano e a cidade por Adriany FILGUEIRAS. Alpha DISSETE, Christiana PECEGUEIRO, Felipe NASCIMENTO, Florian DOURTHE, Florian JOURDAIN, Igor PINTO, Joana DURANS e Sarah FISHER.

    A APROPRIAO DO ESPAO PBLICO - por Leandro Muraguchi e Nayane FequesA CIDADE DO CINEMA - por Raissa MunizDIVERSIDADE, A MAGIA DE PARIS - por Louise UchaJARDIM DE LUXEMBURGO: O PASSADO PRESENTE - por Raissa LinharesPARIS UMA DREAMLAND - por Jeannie BonnaA CIDADE MAIS BONITA DE BICICLETA - por Giovanna FreireA MAGNFICA EXPERINCIA DE FLANAR - por Raimundo Borges, Felipe Brito e Paulo RodriguesA VIDA SUBTERRNEA DE PARIS - por Mirian Kellen e Vagner Moreira CIDADE LUZ OU CIDADE VERDE - por Paula PalmeiraF ESTAMPADA NO CORAO DE PARIS - por Thiscianne MesquitaO ESPAO PBLICO E SUA RELAO COM AS NOVAS HABITAES PARISIENSES - por Igor Miranda PintoO REFLEXO ROMNTICO DA CIDADE PARISIENSES - por Camilla Costa e Laura FernandesA PRIMEIRA OBRA A GENTE NUNCA ESQUECE - por Lusa Ghignatti

    Dirio de Viagem - Equinox 2010 - por Francisco Armond do Amaral

    Olhares & Impresses

    Diri Equinox

    50

    56

    60

    6674808284909296100104106 110 112

    116

  • ATELIer de CRIao rana

  • 10 l DE SO LUS E PARIS s IDEIAS DE FUTURO PARA MONT DE MARSAN

    De Paris e So Lus para Mont de MarsanA segunda edio do EQUINOX foi realizada na

    Universidade Paris-Est Marne La-Valle na Frana, no perodo de 26 de abril a 14 de maio de 2010. Para esta edio foi escolhida a cidade de Mont-de-Marsan, na regio de Bordeaux e participaram 47 alunos brasileiros, 38 alunos da Frana e cinco professores de cada universidade envolvida.

    Esta edio seguiu os mesmos enfoques metodolgicos que fundaram a primeira edio de 2009, com algumas diferenas, sobretudo devido ao fato de que no havia nenhum aluno que conhecesse o stio in loco. A verso 2009 trabalhou com a cidade de So Lus. Nela 85 estudantes franceses e brasileiros trocaram, durante quinze dias, mtodos de trabalho e abordagens diferentes sobre um territrio comum com o acompanhamento de uma equipe pedaggica mista. A imerso nesta metodologia leva a que os debates, os questionamentos, a desconstruo de argumentos quando confrontados aos novos olhares, ganhem novos contornos podendo fazer surgir numerosas solues deste encontro de idias. Na primeira verso, destas trocas, dezessete equipes formularam dezesseis proposies de projeto urbano1. Proposies que no so unicamente o fruto dos trabalhos pedaggicos, mas respostas de longo prazo para as questes locais levantadas precedentemente. Vises estratgicas para a evoluo de So Lus e de seu territrio que representam uma oportunidade para a sociedade civil e para o Estado de se pautar por ideias no formatadas.

    Porque o procedimento pedaggico de projeto adotado consiste em aliar utopias urbanas, prospectivas tecnolgicas e reconquistas territoriais. Ele se constri a partir da articulao entre a compreenso do territrio, a elaborao de uma problemtica e a formulao de vises prospectivas2. Este objetivo no limitado elaborao de respostas tcnicas, mas sim focado na formulao de proposies para as quais eles foram solicitados a priori e que os concernem enquanto cidados e futuros planejadores da cidade.

    Trabalhar com um territrio distante e tendo pouco material de informao, gera grandes angstias nos convidados. No entanto, indispensvel ter uma viso do territrio e elaborar pelo menos uma ideia do projeto, mesmo que ela parea mal colocada quando confrontada com o territrio e seus atores (entre eles os que recebem o projeto). Ento, propor um conceito foi o vis pelo qual os estudantes puderam entrar no territrio. Mesmo se tratando de um jogo intelectual do qual preciso saber sair, o conceito permite e permitiu a elaborao de um discurso urbano.

    A realidade da vida no espao urbano, seus fluxos, suas dinmicas territoriais, seus modos de gesto ou simplesmente as diferentes maneiras de habitar as cidades so inquietaes que uniram estas duas formaes universitrias apesar das diferenas territoriais que concernem os dois pases e as realidades vividas por cada um dos participantes do atelier.

    De fato, quando falamos da produo do espao urbano3, continuamos tratando de questes do uso do solo, precisamente da privatizao do espao pblico por mecanismos de gentrificao econmica, que transforma lugares pblicos em ambientes quase

    FUTUROS POSSVEIS:Criao e inovao na concepo

    de projetos urbanos no Atelier Equi

    nox

    por Alex OLIVEIRA DE SOUZA, Marluce WALL e Ingrid G BRAGA.

  • 11 FUTUROS POSSVEIS: criao e inovao na concepo de projetos urbanos no Atelier Equinox l EQUINOX 2010 l

    exclusivos daqueles que podem pagar pelos bens e servios ofertados, ou pela lgica descomplexada do enclave privado onde a exclusividade vendida como a grande vantagem do territ