lisboa revista municipal n.º 7

Click here to load reader

Post on 14-Mar-2016

224 views

Category:

Documents

3 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Editado em outubro de 2013, este número debate, entre outros assuntos, o regresso às aulas e um guia dos espaços educativos existentes em Lisboa.

TRANSCRIPT

  • REVISTA MU

    NICIPAL | n.

    07 | OUTUB

    RO 2013 | GR

    ATUITA

    A Baixa sobe ao Castelo... de elevador

    Lisboa a 360 do alto do Arco da Rua Augusta

    conversa com MARIA DE VASCONCELOS...no Planetrio

    Um olhar sobre a educao,com Sampaio da Nvoa

    Breve Guia

    Espaos Educativos de Lisboa

    Regresso s aulas

  • EdioCmara Municipal de Lisboa Pelouro da Economia, Inovao, Modernizao Administrativa e Descentralizao Secretaria-Geral | Departamento de Marca e Comunicao

    Diretora Ftima Madureira

    Diretor Adjunto Lus Miguel Carneiro

    Editora Sofia Velez

    RedaoCarla Teixeira | Filomena Proena | Jos Manuel Marques | Lus Figueiredo | Lus Miguel Carneiro | Mafalda Ferraz | Manuela Azevedo | Rui Baptista | Rui Cintra | Sara Incio | Sofia Godinho | Sofia Velez | Teresa Ribeiro

    Reviso Lus Figueiredo

    FotografiaAmrico Simas | Ana Luisa Alvim | Armindo Ribeiro | Lus Ponte | Nuno Correia | Arquivo DMC

    Design, ilustrao e paginaoCatarina Amaro da Costa | Joo Pedro FerreiraM Joo Martins Pardal | Marta Barata

    Impresso Multiponto, S.A.Tiragem 350.000 ex. | Depsito legal 341672/12ISSN 2182-5556Inscrio na ERC AnotadaPeriodicidade TrimestralDistribuio Gratuita

    2 descobrir2 Regresso s aulas3 Funcionrios da CML promovem

    troca do livro escolar5 Escola Nova6 B.a.B, Programa de

    Desenvolvimento de Creches da Cidade de Lisboa

    7 Escola Raul Lino restaurada acolhe novo ano letivo

    9 Castelo de So Jorge. Atividades educativas

    10 Mapa de Oferta Escolar em Lisboa12 Breve Guia dos Espaos Educativos

    de Lisboa18 Aprender no Jardim Zoolgico19 Oceanrio de Lisboa. Programa de

    Educao 2013/201421 Um olhar sobre a educao24 Nova sinaltica sobre animais de

    companhia | Segurana para os mais novos | Ambiente, sensibilizar brincando

    25 Estudar em Lisboa, Cidade Erasmus

    26 viver26 Centro de Recuperao de Animais

    Silvestres de Lisboa27 A Baixa sobe ao Castelo... de

    elevador28 Programa de reabilitao um

    xito | Subsdio de arrendamento para famlias em dificuldade | Skate Parque Rock in Rio

    29 Chiado Renascido das cinzas30 O Desporto mexe comigo

    31 conhecer31 Em Lisboa a sua opinio conta. Vote no Oramento Participativo |

    Autarquia integra trabalhadores da EPUL | A sua cmara atravs de um clique

    32 Bicicletas. Mais direitos = mais deveres | Mais txis eltricos em Lisboa | Plano de Acessibilidade Pedonal de Lisboa

    33 sentir33 Lojas com alma Memrias do tempo35 Lisboa na imprensa internacional36 A cuidadora de bonecas da Praa

    da Figueira

    38 olhar38 Stima Arte em festival | Guia do Tejo39 Lisboa a 360 do alto do Arco da Rua Augusta40 Almada Negreiros 120 Anos

    Portugal Europeu. E agora? | Festival da Inovao e Criatividade

    41 Festival Todos`13 - 5 edio42 Bienal EXD`13 Design, arquitetura e inovao | Rs do Cho uma ideia

    portuguesa | Trienal de Arquitetura43 Carlos do Carmo 50 Anos de

    Carreira | Vogue Fashions Night Out - A noite das compras

    45 Lisbon Week Descobrir Lisboa | Moda Lisboa - Lisboa na Moda

    46 conversa com Maria de Vasconcelos... no Planetrio

    48 Correio dos Leitores

    FICHA TCNICA

    LISBOA | Revista Municipal | outubro 2013 | nmero 7

    CONTACTOS | Rua Nova do Almada, 53, 1 - 1200-288 Lisboa | telefone 213 264 100 | correio.leitores@cm-lisboa.pt

    02

    21

    09

    07

    27

    31 29

    39 41

  • CONVIDMOS para a capa deste ms

    C omo um rito anual, o ms de setembro fica assinalado pelo regresso s aulas. A sua carga simblica poder j no ser to forte quanto aquela a que se referia Trindade Coelho, num tempo em que ir escola era partir para um mundo de surpresas e mistrios por desvendar. Mas

    a importncia da educao em Lisboa hoje bem maior daquela de h um sculo atrs. Lisboa hoje, com orgulho, uma cidade educativa.

    Num tempo em que alguns parecem querer ab-dicar da escola pblica, Lisboa soube investir em escolas e equipamentos. Hoje uma cidade dotada de modernas infraestruturas que fazem esquecer o estado de decadncia em que muitas se encontra-vam ainda h poucos anos.

    Mas uma cidade educativa no vive apenas de escolas, alunos e professores. tambm uma cida-de que tem que oferecer mltiplas oportunidades culturais, artsticas, tursticas, econmicas e, sobre-tudo, qualidade de vida urbana. Educar fazer ci-

    dade todos os dias, promover a melhoria das relaes sociais e apostar na requalificao do tecido urbano e no rejuvenesci-mento da vida social. E Lisboa est a apostar em si.

    Num tempo em que alguns parecem querer abdicar da escola pblica, Lisboa soube investir em escolas e equipamentos

    O regresso s aulas por melhor que tivessem sido as frias era sempre motivo de entusiasmo. E o entusiasmo , at que algum me prove o contrrio, o maior motor da vida. E o retrato da capa deste nmero [parte da campanha O Meu Futuro Lisboa] retrata mesmo isso. O entusias-mo por Lisboa. E o da cidade por ns.

    Jos Cabral,autor do blogue O Alfaiate Lisboeta

    LISBOA

    re

    vista

    mun

    icipa

    led

    itoria

    l

    1

  • desc

    obrir

    2

    LIS

    BO

    A

    revis

    ta m

    unici

    pal

    Atividades de Enriquecimento Curricular So atividade dirigidas a todo o 1 ciclo, pe-dagogicamente pensadas e complementares s aprendizagens curriculares: vo do domnio desportivo ao artstico passando pelo cientfi-co e tecnolgico. Desta valncia fazem parte o apoio ao estudo do ingls, a msica, as ativida-des ldico expressivas e desportivas.

    Componente de Apoio FamliaExiste um conjunto de atividades definidas pe-los agrupamentos de escolas e das entidades executoras (juntas de freguesia, associaes de pais, IPSS, etc.) voltadas para o complemento das atividades curriculares, mas tambm ex-pressivas e ldicas. So uma resposta social que permite aos pais o ajustamento com os seus horrios de trabalho e a compatibilidade entre a vida escolar e a sua vida profissional.

    Alimentao No mbito da ao social escolar, a autar-quia disponibiliza cerca de 17.100 refeies

    por dia a crianas do pr-escolar e do 1 ciclo do ensino bsico da rede pblica da ci-dade. As refeies incluem almoo e lanche. Para os alunos dos escales A e B (mais des-favorecidos) e os alunos com necessidades educativas especiais, estas refeies so suportadas a 100%. As refeies tm lugar nos 97 refeitrios escolares. Esta medida corresponde a um investimento de cerca de 5 milhes e 300 mil euros por ano.

    Passaporte Escolar e Pr-Escolar Cada carimbo neste passaporte corresponde a uma atividade realizada pela criana no mbito do ensino informal. So mais de 400 as propos-tas provenientes de instituies da cidade. Dado o sucesso desta ao, o passaporte escolar pas-sou, este ano, a ser dirigido tambm ao ensino pr-escolar. Este projeto assume como misso promover uma oferta educativa alargada e di-versificada e contribuir para a formao de ci-dados conscientes e informados, oferecendo propostas em quatro reas do conhecimento:

    Arrancou, no dia 12 de setembro, mais um ano letivo, um ritual que marca o ritmo da cidade, abrangendo milhares de crianas, pais e profissionais. A autarquia, que gere uma extensa rede de escolas pblicas e jardins de infncia municipais, tem res-ponsabilidades para que mais um ano flua sem sobressaltos e promova o sucesso das crianas e jovens na sua formao para a vida. Mas as escolas so apenas a frente de um vasto conjunto de intervenes e valncias fundamentais para o garante de um bom desempenho escolar.[texto de Rui Cintra | fotografia de Arquivo DMC]

    Regresso s aulas

  • educao cientfica e ambiental, educao des-portiva, educao cultural e educao cvica.

    Natao curricularFoi, sem dvida, uma experincia nica no pa-norama da formao desportiva para a infncia realizada no nosso pas: mais de 10 000 crianas do 1 ciclo, de 80 escolas pblicas de Lisboa, tiveram as suas primeiras experincias com aulas de natao, iniciando toda uma gerao de crianas na aprendizagem de uma valncia fundamental do seu desenvolvimento.

    Os VerdinhosDe modo a promover uma maior segurana no acesso de alunos s escolas de Lisboa, foi im-plementado o projeto piloto Verdinhos, em par-ceria com as Juntas de Freguesia. Assim, foi lan-ado o convite a voluntrios reformados para que faam o patrulhamento das passadeiras e ajudem as crianas a atravessar em segurana. Este projeto abrange j 15 escolas e serve uma populao de cerca de 5 000 alunos, com ida-des compreendidas entre os 6 e os 12 anos.

    AlfacinhasA rede gratuita de transporte escolar pendular, designada Alfacinhas, foi criada a pensar na mo-bilidade das crianas do 1 ciclo do ensino bsi-co da rede pblica da cidade, cuja distncia de casa escola seja superior a 10 minutos a p. O arranque experimental decorreu no ano letivo 2009/10, no agrupamento de escolas Marque-

    LIS

    BO

    A

    revis

    ta m

    unici

    pal

    desc

    obrir

    Como forma de enfrentar as dificuldades impostas pela crise econmica atual, os funcionrios da Cmara Municipal de Lisboa promoveram entre si a criao de um banco de troca de livros escolares. A iniciativa foi criada por trabalhadores da CML e dirigida a todos os funcionrios e colaboradores da autarquia de forma a fazer frente a uma das despesas anuais com mais impacto no oramento das famlias: a aquisio de manuais escolares. So abrangidos todos os nveis de ensino do 1 ao 12 ano de escolaridade e as trocas efetuam-se no edifcio do Campo Grande onde os trabalhadores podero ter conhecimento da oferta disponvel. Os trabalhadores podem tambm solicitar a entrega ou saber da disponibilidade de um livro atravs de email: troca.livro.escolar@cm-lisboa.pt ou pela intranet: intranet.cm-lisboa.pt

    Funcionrios da CML promovem troca do livro

View more