lisboa cultural 177

Download LISBOA CULTURAL 177

Post on 24-Mar-2016

219 views

Category:

Documents

3 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

FESTIVAL UNPLUGGED 2010 | A COLECÇÃO PRIVADA DE ACÁCIO NOBRE (teatro) | BIG BAND DA NAZARÉ (música) | MORRO ONDE ME PRENDO (dança) | FITAS NA RUA (cinema) | FESTA DA CATALUNHA (efemérides)

TRANSCRIPT

  • 6 a 12 de SETEMBRO`10 n. 177

    Msica / A Arte da Big Band: Big Band da Nazar / Pg. 6

    Em destaque / Lisbon Unplugged 2010 / Pg. 3

    Teatro / A Coleco Privada de Accio Nobre / Pg. 5

    Ficha tcnicaEdio: Diviso de Programao e Divulgao Cultural | Direco Municipal de Cultura | CMLRedaco: Sara Ferreira, Susy Silva Capa e Paginao: Rute Figueira Contactos: Rua Manuel Marques, 4F, Edifcio Utreque - Parque Europa, 1750-171 Lisboa | Tel. 21 817 06 00 | lisboa.cultural@cm-lisboa.pt

    Siga-nos emhttp://twitter.com/lisboa_cultural

    http://www.facebook.com/lisboaculturalhttp://itematicoslisboa.blogspot.com/

    Dana / Solos com Convico: Morro Onde me Prendo / Pg. 7

    Em Agenda / Pg. 11

    Centenrio da Repblica / Pg. 13

    Curtas / Pg. 10

    Cinema / Fitas na Rua / Pg. 8

    Efemrides / Festa da Catalunha / Pg. 9

  • NEWSLETTERLISBOA CULTURAL

    PAG. 3

    Denominam-se como o primeiro festival desligado de preconceitos e desafiam no s o pas, mas tambm o mundo, a dizer No a todos os rtulos e Sim a uma mente aberta. So estes os fins a que se prope o Lisbon Unplugged 2010, o primeiro festival internacional de msica, arte, cultura e entretenimento que visa promover a diversidade/responsabilidade social e a sustentabilidade ambiental. O evento ter lugar na Tapada da Ajuda, nos dias 10 e 11 de Setembro.

    Conhecido pela voz melanclica, Jay-Jay Johanson um dos nomes principais a passar pelo Palco da Diversidade no dia de abertura do festival. Na mala, o

    msico sueco traz o seu mais recente trabalho, Self-Portrait. No entanto, msicas como So Tell the Girls that I Am Back in Town ou Keep It a Secret no sero esquecidas.

    Por este palco, e tambm no dia 10, passaro ainda nomes como Rita Redshoes (na foto), Torino, Berlam e Banda Larga. A portuguesa dos sapatos vermelhos, que surpreendeu todos com o tema Dream on Girl, ir apresentar Lights & Darks, o segundo disco de originais, lanado em Junho deste ano, e que sucede a Golden Era.

    Em Destaque

    Lisbon Unplugged 2010O primeiro festivaldesligado de preconceitos

  • LISBOA CULTURAL

    PAG. 4NEWSLETTER

    J no dia 11 o destaque vai para David Fonseca (na foto) e Au Revoir Simone. O portugus, que em 1998 se tornou conhecido do grande pblico por ter dado voz ao grupo Silence 4, estreou-se a solo em 2003 tendo, desde ento, lanado quatro lbuns de originais. A Cry 4 Love o mais recente trabalho, em que o msico regressa performance de praticamente todos os instrumentos: da guitarra elctrica ao piano, sem esquecer a bateria ou os sintetizadores, entre outros.

    O trio norte-americano Au Revoir Simone, que j se tornou um fenmeno de culto nacional e conquistou o reconhecimento do pblico e da

    crtica, vem apresentar o seu terceiro disco, Still Night, Still Light, bem como outras canes que justificam o regresso ao nosso pas.

    The Veils, Nikolaj Granjean, Betty e Sinamantes, completam o cartaz deste ltimo dia de um festival que promete ser uma experincia social, cultural e ambiental nica, num cenrio natural privilegiado, como o a Tapada da Ajuda. Para saber ainda mais sobre o Lisbon Unplugged, espreite o site do evento em: www.lisbonunplugged.com. SF

    Lisbon Unplugged 2010O primeiro festivaldesligado de preconceitos

    Em Destaque

  • Msica PAG. 5NEWSLETTER

    A ARtE DA Big BAnD

    Ainda esta semana

    Out Jazz

    DJ Vtor Silveira 10 de Setembro | 19h Arco da Rua Augusta

    Clssicos na Rua

    Quinteto de Metais da MetropolitanaApresenta obras de Joseph Horowitz, Glenn Miller, George Gershwin e Enrique Crespo

    12 de Setembro | 19h Esplanada do Parque Eduardo VII

    PAG. 5NEWSLETTER

    Chegmos ao fim do Lisboa na Rua. no se sabe se estamos preparados para voltar a viver a cidade da mesma maneira, mas ficamos com a certeza que novos lugares se abriram cultura e que quem est em Lisboa durante o Vero consome cada vez mais msica, cinema e dana. Este ano as Comemoraes da implantao da Repblica deram o tom e ficmos mais sabedores das nossas histrias e seus protagonistas. na hora da despedida confirma-se que qualquer espao da cidade pode ser um espao de cultura.

    Big BAnD DA nAzAR

    9 Setembro | 19h | Jardim do Torel

    A Big Band do Municpio da Nazar iniciou a sua actividade em 1999. Nasce da vontade de proporcionar

    aos jovens da regio o cumprimento do seu talento na rea da msica jazz, garantindo a formao e a possibilidade de actuarem em clubes ou festivais de jazz nacionais e estrangeiros.

    Com trs discos editados e uma dcada de experincia, sob direco de Adelino Mota, a Big Band da Nazar apresentar em concerto o reportrio do ltimo disco, 10 Anos, com temas de Wayne Shorter, Charles Mingus, para alm de algumas das mais conhecidas canes do jazz. SS

    LISBOA CULTURAL

  • As mulheres esto sempre frente de todos os protestos, desde que pressintam a ameaa de um agravamento nas condies j to precrias do seu viver. Elas sabem quanto lhes custa o granjeio do seu po. E exprimem-se nesses casos com uma firmeza, um desassombro que as transfigura.

    Em 1950, Maria Lamas percorreu o pas de Norte a Sul, Aores e Madeira. Queria mostrar ao poder poltico como eram as condies de vida e de trabalho das mulheres portuguesas. Deslocou-se s mais remotas aldeias, fotografou e falou com as mulheres do seu pas. Um pas dilacerado por um regime ditatorial que exaltava o papel de uma mulher submissa e curvada perante a famlia e o trabalho.

    Maria Lamas presenciou a resistncia e a combatividade das mulheres camponesas de Castro Laboreiro, das serras do Barroso, da Gralheira, do Caramulo, de Lamas de Mouro, Cubalho, Merufe, Vrzea ou Lindoso; o trabalho pesado das carreteiras de leite, das que trabalhavam na seca do bacalhau ou ainda na construo de estradas.

    Este solo, concebido e interpretado por Susana Gaspar, tem msica de Vtor Rua e figurino de Ainhoa Vidal. Nas palavras da intrprete, este solo promete explicar fisicamente a dificuldade que estas portuguesas tiveram em materializar as suas mais inexplicveis e justas convices. SS

    11 Setembro | 19h | Jardim da Estrela

    LISBOA CULTURAL

    PAG. 6Dana NEWSLETTER

    SOLOS COm COnViCO mORRO OnDE mE PREnDOmorro onde me prendo a divisa que acompanha a coroa de hera dos heris. tambm o nome do ltimo Solos com Convico, que parte da repor-tagem da jornalista republicana maria Lamas, publicada em livro com o nome mulheres do meu Pas, para um solo de dana contempornea onde o corpo e as ideias das mulheres portugueses do incio do sc. XX so preservadas. Especialmente de todas aquelas que j desapareceram.

  • LISBOA CULTURAL

    PAG. 7Cinema NEWSLETTERFitAS nA RUANa ltima semana, encerra com dois clssicos, precedidos

    de duas curtas-metragens. No dia 11, assista curta Histria Trgica Com Final Feliz, de Regina Pessoa; e, no dia 12, a Vacas, de Isabel Aboim Inglez. SS

    O Bom, o Mau e o Vilo (1966) de Sergio Leone

    Temos cowboys. Temos spaghetti. Msica do genial Ennio Morricone e a histria de trs pistoleiros que procuram uma fortuna em ouro roubado. So fora-da-lei que depressa descobrem que, afinal, o seu maior desafio vai ser manterem-se vivos num pas devastado pela guerra.

    12 Setembro | 22h | Vale do Silncio

    Tempos Modernos (1936) de Charles Chaplin

    Realizado em 1936, Tempos Modernos, fala sobre mquinas. E o homem. Um homem que trabalha numa linha de montagem de uma fbrica moderna e que perde a batalha da tecnologia. Acabam por acontecer peripcias cmicas que nos revelam que prescindimos da escravido tecnlogica para vencer as dificuldades destes novos tempos. Basta um rapaz e uma rapariga a caminharem juntos em direco ao pr-do-sol.

    11 Setembro | 22h | Bairro da torrinha (Ameixoeira)

  • A Coleco Privada de

    Accio nobre

    Onome pode indicar que se trata de uma exposio, mas, na verdade, A Coleco Privada de Accio Nobre uma criao teatral de Patrcia Portela. A partir de um ba que encontrou na cave dos avs, com fragmentos de textos e maquetas de objectos idealizados por Accio Nobre, Patrcia seguiu pistas at novos documentos perdidos em arquivos pessoais e reconstruiu algumas das obras, ideias polticas e projectos cientfico-artsticos de Accio Nobre.

    Esta assim a histria de um homem da Primeira Repblica que podia ter mudado o destino do pas. Um homem com uma carreira poltica, cientfica e artstica discreta e inovadora para o seu tempo, mas que a ditadura silenciou. Accio Nobre, uma figura de referncia do incio do sc. XX, hoje um desconhecido para a maioria dos portugueses.

    A Coleco Privada de Accio Nobre pretende reavivar a sua obra e questionar a memria colectiva de um pas que, se lhe tivesse atribudo a devida importncia e seguido alguns dos seus princpios, teria tido um destino diferente. Para ver no Maria Matos Teatro Municipal de 10 a 18 de Setembro, excepto no dia 13.

    De referir ainda que o mmcaf disponibiliza AudioMenus, uma hora e meia antes do incio do espectculo. Escolha uma das histrias do menu e deixe-se conduzir at ao universo de Accio Nobre, s suas teorias e pensamentos inacabados e aos seus filsofos e escritores favoritos. SF

    LISBOA CULTURAL

    PAG. 8Teatro NEWSLETTER

  • FEStA DA CAtALUnhA No prximo sbado, dia 11 de Setembro, celebra-se o Dia Nacional da Catalunha. Com o apoio da Cmara Municipal de Lisboa, a associao cultural CatalunyApresenta traz ao Largo do Carmo algumas propostas culturais que incluem poesia, um desfile de cabeudos tradicionais e muita msica, desde a actuao do Coro da Achada, passando pelo concerto dos catales Carles Belda, Marc Serrats e do DJ El Matador.

    LISBOA CULTURAL

    PAG. 9Efemrides NEWSLETTER

    Catalunha (em castelhano Catalua; em catalo Catalunya) uma comunidade autnoma espanhola que tem a cidade de Barcelona como capital, conhecid