linux caixa mágica

Download Linux Caixa Mágica

Post on 02-Feb-2016

23 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Linux Caixa Mágica. Um Conceito de Software Livre. Software Livre. A essência de um movimento Algumas notas Históricas O Linux As Suas Características. Definição. - PowerPoint PPT Presentation

TRANSCRIPT

  • LinuxCaixa MgicaUm Conceito de Software Livre

  • Software LivreA essncia de um movimentoAlgumas notas HistricasO LinuxAs Suas Caractersticas

  • DefinioO movimento Open Source promete democratizar o mundo da informtica, libertando os utilizadores da opresso virtual, causada pelos grandes produtores de software que hoje ditam integralmente as regras neste mundo.

  • DefinioO conceito de Open Source ou FreeWare est estreitamente ligado a uma licena de utilizao chamada GPL (General Public Licence).A GPL um sistema livre de direitosGarante a qualquer pessoa o direito e a liberdade de utilizar, modificar, melhorar, corrigir erros, e at mesmo, o direito a distribuir e a comercializar qualquer produto licenciado por esta licena. www.opensource.org

  • Restries GPLSempre que algum fornece um produto licenciado pela GPL a uma terceira pessoa, quer seja de forma gratuita ou comercial, a terceira pessoa deve ser sempre informada acerca das condies da GPL.Deve poder aceder a todo o cdigo fonte desse mesmo produto.a GPL no pode insistir em que outros programas distribudos conjuntamente tambm sejam Open Source.Permite modificaes e trabalhos derivados e estes tm que ser distribudos nos mesmos termos da licena original.

  • HistorialTudo comeou no incio dos anos 80 com o aparecimento da famosa FSF, ou Free Software Foundation.Esta associao de pessoas dedicava-se produo de software livre, assim como posterior proteco legal deste software e dos seus autores.Os fundadores da FSF (Free Software Foundation) tinham um sonho: criar um novo ambiente de trabalho, integralmente construdo sobre FreeWare.

  • HistorialAmbiente de Trabalho FreeWarePor esse motivo, entre os primeiros projectos lanados pela FSF, aparecem principalmente ferramentas de desenvolvimento de software.Exemplos: compiladores, debuggers, etc. Entre estas ferramentas destacam-se os compiladores de C e C++, gcc e g++, que hoje so consideradas uma referncia no seu campo. Estas ferramentas serviram depois como base para o desenvolvimento de muitos outros produtos de software, quer seja Open Source ou Comercial.

  • A InternetAs ideias de liberdade de software e democracia propagados pela FSF rapidamente se disseminaram por todo o mundo, especialmente dentro da comunidade cientfica e universitria.Durante os anos 80, quando toda a comunidade cientfica j se encontrava ligada atravs da Internet, o movimento Open Source recebeu um grande impulso, pois a Internet veio facilitar a troca de software e ideias entre pessoas afastadas por enormes distncias.As equipas de desenvolvimento de projectos de Software Open Source podiam estar dispersas por diversos continentes.

  • HistorialTudo comeou em 1985 com o aparecimento da famosa FSF, ou Free Software Foundation.Esta associao de pessoas dedica-se produo de software livre, assim como posterior proteco legal deste software e dos seus autores.Os fundadores da FSF (Free Software Foundation) tinham um sonho: criar um novo ambiente de trabalho, integralmente construdo sobre FreeWare.

  • Historial - InternetA prpria Internet beneficiou bastante com este movimento, pois grande parte do software que permite o seu funcionamento, foi desenvolvido pela comunidade Open Source.Um bom exemplo o programa sendmail que est encarregue de encaminhar as mensagens de email por dentro da internet, garantindo que chegam ao seu destino.

  • Surgem os BrowsersOs primeiros servidores e Browsers de WEB, como o servidor NCSA e o browser Mosaic, foram tambm eles, projectos Open Source.S mais tarde vieram as companhias de software comercial corromper o esprito inicial.O uso da Internet banalizou-se e a quantidade de pessoas que dedicam os seus tempos livres a desenvolver e a melhorar software open-source, cresceu exponencialmente.A quantidade de novos projectos multiplicou-se e a qualidade dos mesmos, melhorou de forma aprecivel.

  • Historial Aumento da qualidadeActualmente, muitos dos projectos Open Source j atingiram nveis de qualidade muito superiores aos produtos comerciais que com eles concorrem.Este facto deve-se enorme dimenso das equipas de desenvolvimento.Em muitos casos conseguem congregar em vrios milhares de programadores em todo o mundo, o que seria impossvel de suportar por qualquer empresa privada de software.

  • Resoluo de ProblemasO modelo de distribuio deste software, em que o cdigo fonte est sempre acessvel, faz com que os problemas sejam resolvidos muito mais rapidamente.Por exemplo, qualquer utilizador com capacidades razoveis de programao, que se depare com um problema ou bug, num produto Open Source. muitas vezes capaz de resolver o problema por ele prprio e de seguida enviar o patch (correco) para os responsveis desse produto. Assim, na semana seguinte, a prxima verso que sair, j tem mais um problema resolvido.

  • LinuxO culminar de todo o movimento Open Source chama-se Linux.Tudo comeou com um estudante de cincia dos computadores Finlands em 1991, chamado Linus Torvalds: No estava satisfeito com os sistemas operativos para PC que existiam.Resolveu comear a escrever o seu prprio kernel (ncleo) de sistema operativo, nas horas vagas.Baseou-se no kernel do Minix, pequeno sistema UNIX de Andy TannembaunAt ento, esta tarefa era considerada muito difcil de elaborar.Afirmava-se que s uma larga equipa de programadores experientes teria capacidade para a levar a bom termo.

  • LinuxSeis meses aps ter comeado a trabalhar, j existia a primeira verso de Linux, com capacidade para realizar algumas tarefas teis.Na verdade, quando Linus Torvalds resolveu fazer post da primeira verso do Linux (ainda uma verso pr-alfa) para a Internet, o sistema praticamente ainda s era capaz de correr o famoso compilador da linguagem C gcc, desenvolvido pelos colaboradores da FSF.

  • Linux e a AdesoFoi precisamente esse compilador que veio permitir a todas as pessoas que fizeram download da primeira verso do Linux, comearem de imediato a desenvolver novas aplicaes neste novo sistema operativo. Tambm adaptaram ao Linux muitas outras aplicaes, que tinham sido feitas noutros sistemas operativos (na altura j existiam dezenas de programas Open Source).

  • LinuxO aspecto mais importante do Linux est no facto de ter sido, desde o incio, licenciado sob a licena GPL.Isto possibilitou que muitas pessoas pudessem comear a modificar o sistema e a adicionar cada vez mais caractersticas novas, bem como novos drivers para cada vez mais hardware.

  • LinuxNos primeiros tempos, sempre que algum tinha necessidade de uma caracterstica nova, ou possua alguma placa de hardware que ainda no era suportada pelo sistema, s tinha uma soluo:Entregava-se ao trabalho e implementava tudo por si prprio. Se algum encontrasse um erro, ou falha no sistema, apenas tinha que corrigir o problema e enviar o patch para as mailing-lists do Linux.A prxima verso (que saa no dia seguinte) j iria incluir o seu patch e o seu nome aparecia na lista de menes honrosas dos contribuidores.

  • LinuxActualmente ainda possvel a qualquer pessoa (programador) contribuir para o kernel do Linux ou para qualquer um dos muitos outros programas que fazem parte de qualquer distribuio de Linux.O Kernel do sistema cresceu tanto e foram corrigidos tantos erros, que hoje considerado como um dos sistemas operativos mais estveis e fiveis que alguma vez existiu. A probabilidade de encontrar erros num kernel de produo quase nula.

  • Linux-CaractersticasSistema Operativo (V 0.01 em 1991) um programa que serve como inteface mais amigvel para utilizar o computador.FiabilidadeSeguranaPermite matar(kill) processos evitando a necessidade de reiniciar a mquina.Proteco a nvel de ficheiros de uma forma muito simplesMais difcil de se propagarem virusDisponibilidadeQualquer problema que surja pode ser resolvido, no s pelo cdigo fonte diponvel como tambm pela comunidade Linux na InternetMultitarefaExecuta mais que um processo ao mesmo tempoMultiUtilizadorPodem estar vrios utilizadores ligados ao sistema(Maquina) em simultneo.MultiProcessadorPodem ser utilizados vrios Processadores(CPUs) ao mesmo tempoFlexibilidadeMultiArquitecturaPode ser utilizado em vrias plataformas: Intel e compatveis, Motorola, Power PC, Digital Alpha, Spark, Mips,PDAsEconmicoGrtisCdigo Aberto (Open Source)

  • DesvantagensAlguns Programas do Windows no podem ser executados em LinuxComo a maioria das aplicaes a nvel de utilizador de PCs esto desenvolvidas em Windows, algum hardware antigo e mesmo algum mais recente pode no ter compatibilidade com Linux

  • Arquitectura do LinuxNcleo- KernelInterface com o computadorShell Interface entre aplicaes e NcleoAplicaesProgramas editores de texto, video, som, etc

  • Kernel Ncleo do SistemaParte do sistema operativo, Gere a memria do sistema, Gere discos rgidos e ficheiros, Executa comunicaes com outros computadores utilizando os protocolos de rede, verifica que cada utilizador apenas acede aos dispositivos, ficheiros e outros recursos a que lhe foi dado acesso pelo administrador do sistema. Quando existem vrias tarefas para executar em simultneo (possivelmente de utilizadores diferentes), tambm o kernel que garante que o tempo disponvel ao CPU seja devidamente repartido por todas essas tarefas e utilizadores.Ou seja: o kernel uma parte do sistema operativo que est escondida por dentro do sistema e faz com que tudo funcione, mas um utilizador normal nunca deveria chegar a aperceber-se da sua existncia. Na verdade, exactamente isto que costuma acontecer no Linux.

  • ShellInterpreta e executa os comandosPossibilidade de utilizar vrias:sh A primeira de todas. Utilizada no UNIXcsh Shell com sintaxe da linguagem Ctcsh csh melhorada e com mais funcionalidadesbash a mais utilizada em Linux, incluido o Caixa Mgicabsh ou ash primeira verso de bash