linha azul 19/02/2016

Download Linha Azul 19/02/2016

Post on 26-Jul-2016

226 views

Category:

Documents

3 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Jornal O Estado (Ceará)

TRANSCRIPT

  • 4C M Y K

    Capa de O Estado de

    31 de outubro de 1936

    Meu

    lh

    o, n

    o se

    esqu

    ea d

    a min

    ha le

    i, m

    as g

    uard

    e no

    cora

    o

    os m

    eus m

    anda

    men

    tos,

    (Pro

    vrb

    io 3

    :1)

    PG. 4

    JORNALO ESTADO80 ANOS

    l Fortaleza, Cear, sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

  • C M Y K

    l Fortaleza, Cear, sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016 2

    Theo Cordeiro e ngela Marques

    Stelinha Frota Salles, Fl vio Torres e Socorro Trindade

    Priscila Cavalcanti e Socorro Trindade

    F tima Salles e Islay Rangel

    Lili Dantas Vera Oliveira

    Alexandre Fran a e Regina Jereissati

    Islay Rangel e Chico Pessoa

    Pontes e Jos Maciel

    Jos Valdo Silva e Marta Peixe

    Socorro, Renato e Marcos Trindade

    Fernanda Karla e Eveline Barbosa

    Thea Moreira, Gil Silva, Islay Rangel e Isabelli Leit o

    Rivian Marques, Riva Oliveira e Oliveira

    Isabella, Islay Rangel, In s e Nathalia Rangel

    Fanda Bastos e Yolanda Ara jo

    Sarina Fernandes e Eliane Fragoso

    Selma Cabral e Socorro Trindade

    Beth Lazar e In s Rangel Castro Alves

    Erivan Carlos e Islay Rangel

    Roberto Fontenelle e Adriana Frota

    VariedadesIan Gomes

    ian.gomes2008@gmail.com

    cabeas de coluns no LINHA AZUL _ IAN GOMES.indd 1 11/2/2015 09:35:32

    Toque SocialMatusahila Santiago

    matushilasantiago@hotmail.com

    colunAs no LINHA AZUL _ MATU.indd 1 11/2/2015 09:37:36

    Toque SocialMatusahila Santiago

    matushilasantiago@hotmail.com

    colunAs no LINHA AZUL _ MATU.indd 1 11/2/2015 09:37:36

    Toque SocialMatusahila Santiago

    matushilasantiago@hotmail.com

    colunAs no LINHA AZUL _ MATU.indd 1 11/2/2015 09:37:36

    Conversando a gente se entendeA Fabola Simes uma dentista mineira. Ela o blog

    A soma de todos os afetos. Vou partilhar com voc caro leitor(a) um texto da autoria dela que traduz esse nosso desejo de que as coisas sejam como a gente quer: Po-demos querer muito alguma coisa, mas isso no garante que seja nossa. Podemos desejar muito um momento, mas isso no o torna possvel. A perfeio das coisas, dos dias, dos acontecimentos... no nos pertence. Tudo faz parte de uma trama maior, na qual estamos inseridos, como linhas coloridas que se entrelaam formando a tecelagem. Temos intenes, supomos nossas direes, conduzimos a ponta de nossas agulhas, mas o desenho nal pode ser diferente daquele que imaginamos... Por isso, evite se sentir um derrotado caso algo no saia como voc imaginava. A vida no linear, tampouco os nossos desejos. Pense nisso!

    Elas. O Prmio RioMar Mulher em 2 edio vai homenagear dez mulheres de destaque em vrias reas. Entre elas: Rosiane Limaverde, da Fundao Casa Grande-Memorial do Homem kariri. A solenidade ser dia 02 de maro, s 19h, no Teatro RioMar Fortaleza.

    Aes. A presiden-te do Sindicato dos Engenheiros no Esta-do do Cear, ereza Neumann, apresentou, em So Paulo, o balano das aes do Sindicato cearense aos diretores da Federao Nacional dos Engenheiros (FNE).

    Olhar. A galeria Contemporarte recebe, a

    partir de hoje, sexta-feira, o Poema 193, novo tra-balho do artista plstico cearense Diego de Santos. A exposio contar com desenhos, fotogra as e vdeos do artista.

    Reconhecer. Severino Ramalho Neto, presiden-te da Cmara de Diri-gentes Lojistas (CDL) de Fortaleza e da rede de Mercadinhos So Luiz, assumiu a presidncia de varejo da Associao ECR Brasil (Resposta E -ciente ao Consumidor).

    Investir. O presidente do Sindiqumica, Marcos Soares, participa em Bra-ga, Portugal, da NanoPor-tugal2016, em sua quarta edio da conferncia.

    Um lao...14 de fevereiro foi seu aniversrio! Desde criana ouvia

    dizer que o Pai a Cumeeira da casa e a Me o Alicerce. Sabemos que estes adgios populares carregam consigo um mundo de sabedoria. Contudo, s pudemos avaliar esta assertiva quando nos confrontamos com ela. A sim, podemos dar um testemunho de ctedra sobre esta situao. Minha me tinha uma prima que dizia que era alucinada pelo Pai, mas quando perdeu a Me, disse-me ela que andava chorando pela rua. Aquelas palavras ca-ram gravadas em minha memria para sempre, e, eu que tambm desde criana mantive uma preferncia especial pelo meu pai, no conseguia entender esta declarao. Somente aps, perder minha me, comungo com ela deliberadamente. Hoje constato esta realidade: o Pai a Cumeeira e a Me o Alicerce. Se a cumeeira ruir, mesmo sem ela, a famlia mantm-se unida, depois, aos poucos se vai edi cando outra, porque a Me continua segurando rme as rdeas do comando da vida dos lhos; claro que existem excees, contudo, o comum que assim seja. qual um lao: os dois. Pai e Me constroem uma famlia; quando o Pai falece o lao desfaz-se, contudo, a Me o mantm, e no o deixa desfazer-se por completo. Tudo ca em seu lugar com algumas ou grandes diferenas, mas ca. Qual um timoneiro que foge do barco a falta do Pai, todavia, a Me consegue segurar o leme, e, passa a ser o timoneiro do mesmo sem nada conhecer do assunto, e, obtm o xito necessrio, poder no ser o ideal, mas no o deixa deriva, leva- o at o nal. No nal, j cansada, exausta da labuta, julga-se fraca e intil, julga-se um traste, por mais que se diga do seu valor de guerreira, ela respon-de: Guerreira? J fui. Hoje sou um resto de gente.

    Retruca-se: a senhora continua mais til do que sempre foi e bem mais forte do que era, s que agora uma guerreira cansada das lutas que travou. Contudo, nenhuma luta perdida, por pior que fosse o abismo sabia como ultrapass-lo, nada foi debalde. A assertiva acima, a qual classi ca a Me de alicerce, a mais verdadeira das comparaes! Por mais velhinha que esteja, consegue tecer uma teia prendendo e segurando as rdeas da unio dos lhos. O lao sem o Pai ca mais lasso, porm, no se desfaz. Mesmo folgado, ele prossegue, o n que une o cl est no comando impedindo de carem dissolutos, e, cada um por si. Ela que se julgava intil, um caquinho de gente, jamais aquilatou a pessoa to valiosa e forte que era. Ela que se julgava to frgil, incapaz de levantar-se sozinha por medo de cair, no sabe que ao partir teve a fora her-clea de demolir a casa, pois ela era o Alicerce.

    EDITORA Wanda Palhano COORDENAO GERAL Soraya de Palhano n COLABORAO Iratu FreitasDIAGRAMAO E ARTE FINAL J. Jnior, Vladimir Pezzole e Kelton Vasconcelos

    pois eles prolongaro a sua vida por muitos anos e lhe daro prosperidade e paz. (PROVRBIOS CAP.3, VERS.2)

    Toque SocialMatusahila Santiago

    matushilasantiago@hotmail.com

    colunAs no LINHA AZUL _ MATU.indd 1 11/2/2015 09:37:36

    FOTOS IRATU FREITAS

    FOTOS IRATU FREITAS

    Noite danante

    Ch

    Durante noite danante animada por Chico Pessoa e Banda, Islay Rangel festejou mais um ano de vida. Whiskeria do Parque Recreio foi o palco do evento. Con ram alguns clics de quem passou por l.

    Priscila Cavalcanti articulou ch da tarde em torno da decoradora Socorro Trindade que trocava de idade, ten-do como cenrio o espao de eventos do Dallas Grill a aniversariante recebeu o carinho de muitos amigos.

  • C M Y K

    3 Fortaleza, Cear, sexta-feira,

    19 de fevereiro de 2016 3

    Solange PalhanoNOTAS solangepalhano@oestadoce.com.br

    A carioca

    Russos podem importar gro de soja

    Uma misso russa vem ao Brasil, em maro, para conhecer a produo de soja. A visita poder resultar no aumento das exportaes brasileiras do gro para o mercado da Rssia.

    A visita de tcnicos do Servio Federal de Supervi-so Veterinria e Fitossanitria (Rosselkhoznadzor) da Rssia ocorrer de 1 e 3 de maro. Nesse perodo, a misso russa se reunir com especialistas do Ministrio da Agricultura, Pecuria e Abastecimento (Mapa) e conhecer uma unidade produtora de soja e farelo de soja que j exporta para aquele pas.

    O governo da Rssia esclarece que no se trata de uma inspeo, mas de uma visita para troca de infor-mao e conhecimento. Recentemente, especialistas russos visitaram o Paraguai com propsito semelhante.

    Senai prorroga inscries para seleo em cursos tcnicos em Juazeiro do Norte

    Foi prorrogado as inscries abertas para o processo seletivo do Senai Juazeiro do Norte, para cursos tcnicos em Mecnica e Manuteno e Suporte de Informtica. Os interessados podem se inscrever agora para a seleo at o prximo dia 19 de fevereiro de 2016. So 60 vagas distri-budas em duas turmas no turno noite. No ser cobrada taxa de inscrio. Para realizar a inscrio, o candidato deve apresentar os seguintes documentos: identidade original e CPF; declarao de que est cursando o 2 ano do ensino mdio ou certi cado de concluso do ensino mdio (original); 1 foto 3 x 4 colorida recente (no sero aceitas cpias); cha de inscrio devidamente preenchida (que ser entregue na prpria Unidade Escolar).

    Bomba, bomba, bombaParece que agora o bicho vai pegar. J estvamos

    desperanosos, com toda certeza que acabaria em pizza. Fomos surpreendida, nesta quinta-feira, com a deciso da Polcia Federal de encaminhar a Ordem dos Advogados do Brasil seco Cear, documentos que podem comprovar a participao de advogados no es-quema de venda de liminares no TJCE. As informaes foram colhidas durante a Operao Cardume, que in-vestiga o tr co de drogas. Agora no tem mais como a Ordem no agir, tem que reiniciar as investigaes an-tes arquivada sob a alegao que no tinha elementos su cientes para prosseguir apurando o comportamento dos supostos advogados envolvidos. Diagnosticada, principalmente, a partir dos 20 anos, a doena j atinge cerca de 2,3 milhes de pessoas no mundo, segundo a Federao Internacional de Esclerose Mltipla.

    Esclerose mltiplaDe acordo com a Associao Brasileira de Escle-

    rose Mltipla, 35 mil brasileiros so afetados por est