linha azul 11/03/2016

Click here to load reader

Post on 26-Jul-2016

226 views

Category:

Documents

3 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Jornal O Estado (Ceará)

TRANSCRIPT

  • 4C M Y K

    Capa de O Estado de 3 de junho

    de 1937

    Meu

    lh

    o, n

    o se

    esqu

    ea d

    a min

    ha le

    i, m

    as g

    uard

    e no

    cora

    o

    os m

    eus m

    anda

    men

    tos,

    (Pro

    vrb

    io 3

    :1)

    PG. 4

    JORNALO ESTADO80 ANOS

    l Fortaleza, Cear, sexta-feira, 11 de maro de 2016

  • C M Y K

    l Fortaleza, Cear, sexta-feira, 11 de maro de 2016 2

    Solange Palhano e Teia Garcez

    Cristiana Esteves e M rcia Pontes

    Mrcia Andrea e Tereza Moraes

    Bebel Gentil e Lelia Carvalho

    Claudiana e Jane Juaaba

    Margareth Leal e Simone Paix o

    BoloR dio Vinil

    As poderosas

    Ticiana Parente, Bebel Gentil e Carla Soares

    Mrcia Teixeira e Eveline Albuquerque

    Ester Lacerda e Leila Pinto

    Isabela Ventura, Gabriela Ventura, Jane Juacaba e Bianca Meneleu

    Regina Jereissati, Ivone Paiva e Dayse Rizzato

    Tet Albuquerque, Welia Rocha e Silvana Pontes

    Detalhe da Decor

    Teia Garcez e Ana Mindello

    Sandra Pontes e Sonia Cysne

    Cludia Cartaxo, Rosele Nogueira Diogo e Yamara Silveira Brando

    VariedadesIan Gomes

    ian.gomes2008@gmail.com

    cabeas de coluns no LINHA AZUL _ IAN GOMES.indd 1 11/2/2015 09:35:32

    Toque SocialMatusahila Santiago

    matushilasantiago@hotmail.com

    colunAs no LINHA AZUL _ MATU.indd 1 11/2/2015 09:37:36

    Toque SocialMatusahila Santiago

    matushilasantiago@hotmail.com

    colunAs no LINHA AZUL _ MATU.indd 1 11/2/2015 09:37:36

    Toque SocialMatusahila Santiago

    matushilasantiago@hotmail.com

    colunAs no LINHA AZUL _ MATU.indd 1 11/2/2015 09:37:36

    Conversando a gente se entende

    impossvel no falar da violncia que toma conta da nossa cidade. Esta semana (tera-feira) presenciei da varanda do meu apartamento dois ladres atirarem em um cidado que caminha-va em uma praa. Ainda estou chocada com a agresso ao colega Wlademar Meneses. Em qualquer encontro com pessoas conhecidas ou no, o relato de assaltos est virando rotina. Estamos refns da bandidagem. Sem direito de fazer uma caminhada, de ter um relgio, um celular. Sem direito de liberdade. Confesso, ter sido sempre uma otimista e, por vezes, avaliei como exagero o que ouvia. Mas a cha caiu. A violncia mora ao lado. Debates e muita teoria o que se v para dar um basta. Sem falar de pessoas querendo tirar proveito de uma situao to crtica. Para onde vamos? Em quem acreditar? Neste caso no basta rezar e ter f... Pense nisso!

    Inovar. A Casablanca Turismo inaugura, dia 16 deste ms, o Setor Lua de Mel e Destina-tion Wedding. Receber convidados para um coquetel.

    Luz. A Lamp Store promover, dia 16 , um workshop sobre ilumi-nao para arquitetos. Inscries pelo telefone (85) 3268-3341.

    Agenda. A CAIXA Cultural Fortaleza apre-senta Fulano&Sicrano, uma pea que une teatro,

    mmica e humor, de 24 a 26, feriado da semana.

    Sucesso. A cantora ngela Maria far um show de lanamento de seu novo CD Angela Vontade em Voz e Vio-lo, domingo, dia 13, no Teatro do Riomar.

    Agenda II. A cantora Clarice Falco apresenta no dia 19 , s 21h, o show Problema Meu, na Praa Verde do Centro Drago do Mar de Arte e Cultura. Informaes: 3261.0665.

    A posse do desejo...H algum tempo vi um lme muito inteligente e

    interessante que nos d lio de vida, muito embo-ra j saibamos deste assunto desde crianas.

    Havia na China, em um lugarejo distante, uma famlia muito pobre cujo maior desejo da dona da casa era possuir a maior televiso para desa ar a vizinha que havia comprado uma tamanho mdio e seu lho todas as noites ia para casa da mesma com a qual ela no se dava bem.

    Dava d o quanto esta mulher trabalhava para conseguir a quantia certa para efetuar esta compra. Levantava-se pela madrugada para fazer o macar-ro. Tudo era feito artesanalmente, lavava os ps em trs bacias para poder machucar e amaciar a massa de trigo com os ps, depois passando numa peneira para sair o macarro molhado e ser esten-dido em um varal para secar.

    Depois armazenava em saquinhos para serem vendidos na feira a preo baixssimo porque todos eram muito pobres. O caminho para chegar ao local da venda era ngreme. Uma serra horrenda de alta.

    Seu marido que possua a loso a chinesa na alma dizia: vamos comprar primeiro uma casa uma casa uma galinha, acomoda todos em baixo de suas asas. Uma televiso apenas um ovo. Ela nada ouvia. Todos os dias contava o dinheiro e via que estava longe.

    Certo dia, ela viu que no hospital compravam sangue em vez de receber doao e vendeu seu sangue vrios dias. Tomava tigelas de gua com sal para aumentar o sangue. Seu marido dizia: no vai valer a pena tanto sacrifcio, depois que ela chegar acaba todo o sonho.

    A luta continuou. Tinha que ser a maior que tivesse no comrcio. Foi o maior sacrifcio para acomod-la, por m deu certo. Os vizinhos foram, o lho cou feliz e termina o lme todos dormin-do. A televiso ligada. O sonho virou realidade e ndou o interesse, nada mudou. Meu pai tinha uma quadra que diz:

    De toda forma na vida/A gente sempre infe-liz/ Alcanando o que se quer/No alcanando o que quis.

    EDITORA Wanda Palhano COORDENAO GERAL Soraya de Palhano n COLABORAO Iratu FreitasDIAGRAMAO E ARTE FINAL J. Jnior, Vladimir Pezzole e Kelton Vasconcelos

    pois eles prolongaro a sua vida por muitos anos e lhe daro prosperidade e paz. (PROVRBIOS CAP.3, VERS.2)

    Toque SocialMatusahila Santiago

    matushilasantiago@hotmail.com

    colunAs no LINHA AZUL _ MATU.indd 1 11/2/2015 09:37:36

    FOTOS IRATU FREITAS

    AniversrioA Boate do Plus (casa de festas infantis) foi o cenrio escolhido por Jane Juaaba para celebrar mais um ano de vida. Com o tema Boteco da Jane, a querida reuniu turma de

    luluzinhas que se animaram ao som da Banda Radio Vinil.

  • C M Y K

    3 Fortaleza, Cear, sexta-feira,

    11 de maro de 2016 3

    Que o amor e a fidelidade jamais o abandonem; prenda-os ao redor do seu pescoo, escreva-os na tbua do seu corao. (Provrbios 3:3)

    Silvana Frota recebe homenagem das maos da deputada Raquel Marques

    Silvana Frota com o marido talo e os filhos Edson e Carmen

    Mulheres de Sucesso: Stela Frota, Rosa Virginia, Selma Cabral, Marlene Cabral e Silvana Frota

    Ivone Veras, Genny France, Silvana Frota e Selma Cabral

    Silvana Frota com as amigas Eveline Barbosa e Fernanda Karla

    Beto Studart e Amarilio Cavalcante

    Victor Ciasca, Armando Campos, Sergio Barreira, Eilson Studart e Alcimor Rocha

    Inacio Barreira, Srgio Barreira, Graca Barreira, Romildo Frota e Jos Adal-berto Barreira Lula e Henrique Alcantara com Artur Silva

    Eduardo Pragmacio, Irapuan Paiva e Carlos Augusto Viana

    Gabriela de Castro, Carlos Augusto Farias, Beto Studart, Amarlio Cavalcan-te e Fatima Duarte

    Jos Carlos Mororo, Jos Telles e Wagner Montenegro

    Humbertinho e Diana Cavalcante Aurila e Regis Frota Breno Moreira, Samyra Guimaraes e Raimundo Fernandes

    Fatima Duarte, Regina Celia, Italo e Silvana Frota recebendo homenagem e Raquel Marques

    Secretaria Patrcia Macedo recebendo homenagem da de-putada Augusta Brito e ao lado do marido Amarlio Macedo

    Homenagens Dia da Mulher Jornalista Silvana Frota gratificada com as homenagens

    que recebeu pelo Dia Internacional da Mulher da Assembleia Legislativa e da Agace, from Genny France com o trofu Mulher de Sucesso. Silvana comemora 40 anos de jornalismo, 20 anos

    como editora da Revista Cear e Municpios e quatro anos como apresentadora do programa de TV Mulheres no Parlamento.

    Eleies Ideal Clube Durante movimentado dia de votao, Amarilio Cavalcante foi reeleito presidente do Ideal Clube. Sua chapa recebeu o

    nome do seu irmo Humberto Cavalcante, homenageando o querido ex-presidente do clube - in memorian. FOTOS IRATU FREITAS

    FOTOS IRATU FREITAS

  • C M Y K

    Joo Soares Neto escreve www.joaosoaresneto.com.br

    colunAs no LINHA AZUL _ joao soares neto.indd 1 11/2/2015 10:14:21

    l Fortaleza, Cear, sexta-feira, 11 de maro de 20164

    Quero dar os pa-rabns a voc. Quero dizer do meu bem querer. Do embarao em escrever algo que voc possa ler. Falar da minha alegria ao v-la nascer, faz quinze anos. Cerca-da dos pais e avs, primos e os amigos da famlia. Era a primeira lha da minha primognita. No era, entretanto, a primeira. Era a primeira lha para uma nova famlia em formao, cheia de esperanas e dando graas a Deus por v-la no berrio, sendo lavada, sur-gindo bela, perfeita e ainda com os olhos embaados.

    Participei de todos os seus aniversrios, as festinhas que renem os dispersos pelas circunstncias da vida. Vi o seu processo de cresci-mento, no como

    pai, mas av, esse ser meio desconexo em famlia quase plena de meninas.

    Devo estar em algumas das suas muitas fotos. fcil apontar. Basta olhar o careca e um bolo que, ano a ano, ia aumentando as velas. Agora, voc quer uma festa de menina-moa e o far para a famlia, os muitos primos, os amigos e, quem sabe, algum paquera que a esteja prximo.

    Neste meio tem-po aconteceu muita coisa importante das quais voc vai se apropriando. Ainda bem que no sentiu as dores do mundo ocidental no dia 11 de setembro de 2001. No preciso contar detalhes, sabido por todos. O fato marcou um tempo estranho: o do medo, do no saber quem o outro,

    e o que ele pode fazer contra ns.

    Quando voc comeava a andar e ainda no havia ido ao maternal, o Brasil ganhava o seu ltimo ttulo no futebol e elegia Lula para presidente. Era um operrio, sindi-calista e pretendia dar uma nova face ao Brasil. O ano de 2012 terminava com esperanas.

    Da em diante, no preciso narrar o que est acontecen-do. Voc exmia