lÍngua portuguesa e literatura -...

Download LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURA - evl.com.brevl.com.br/.../2014/02/Pueri-Domus_GabaritoComentadoSimulado4_2013.pdf ·

Post on 10-Dec-2018

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Simulado 4SISTEMA DE ENSINO PUERI DOMUS RESOLUO

1

LNGUA PORTUGUESA E LITERATURA

Questo 1Alternativa AA fala de A.P.S. notadamente informal (passe, brinc, and, por exemplo) e pausada por reticncias que denotam a linguagem oral transcrita no texto.

Questo 2Alternativa AO aspecto considerado ponto-chave nesta questo o enunciado. Neste, solicita-se que seja descrita a violao de um princpio de uso social em uma situao especfica, porm h duas situaes explicitadas na questo: uma roda de conversa e uma carta. Todavia, o foco da pergunta sobre o princpio violado na primeira situao social (roda de conversa). Nesse contexto, no momento em que a palavra senhor dita, este princpio quebrado.

Questo 3Alternativa DA excluso dos pais na gerao dos bebs representa a opinio irnica do cronista acerca do resultado do projeto cientfico.

Questo 4Alternativa ADe acordo com o autor, a inseminao artificial eliminar o sentimento filial.

Questo 5Alternativa CA ocorrncia de crase justificada pela regncia do verbo aspirar no contexto empregado.

Questo 6Alternativa CO verbo permitir (transitivo direto e indireto no contexto) admite o pronome lhe (objeto indireto), atrado pelo advrbio no.

Questo 7Alternativa EO objetivo do autor do texto apresentar ao usurio o modo de funcionamento da extenso SendLater, divulgando sua funcionalidade como recurso de comunicao.

Questo 8Alternativa CTanto no poema de Cames quanto na tela de Sanzio, a mulher descrita com sobriedade e equilbrio, caractersticas que podem ser vistas na tela (a vestimenta e a postura) e identificadas no poema por meio dos adjetivos: moderada, comedido, fermosa, rara, suave.

Questo 9Alternativa EManoel de Barros, poeta contemporneo, reconhecido pela preferncia que d a aspectos considerados menos importantes dentro da sociedade utilitarista. Nesse texto, o eu lrico deixa clara essa preferncia ao relacionar sua potica ao texto religioso cuja referncia Pote Cru.

Questo 10Alternativa DA expresso como se apresenta uma possibilidade de perigo aos homens, que pode ser comprovada pela imagem da charge.

Questo 11Alternativa DApenas na alternativa D encontram-se os termos que completam o perodo corretamente, de acordo com a concordncia e a regncia exigidas pela norma-padro.

Questo 12Alternativa AA locuo conjuntiva para que introduz orao subordinada adverbial final, e no causal.

Questo 13Alternativa CPara o poeta, fatos prosaicos devem ser incorporados nova potica.

Questo 14Alternativa BA estrutura do poema segue sua temtica, ou seja, livre e comum.

Questo 15Alternativa ETodas as afirmaes esto corretas.

Questo 16Alternativa BVieira amplia o sentido do nome dado aos tempos e modos verbais, provocando maior efeito crtico em seu texto.

Questo 17Alternativa DO texto de Vieira resulta de engenhosidade criativa, o que no caracterstica da funo referencial.

Questo 18Alternativa BO romance apresenta o contexto histrico e social do Brasil, no tempo de D. Joo VI, de maneira crtica e caricatural.

Simulado 4SISTEMA DE ENSINO PUERI DOMUS RESOLUO

2

Questo 19Alternativa DOs leitores do sculo XIX (cortesos e burguesia nascente) desejam ver seus ideais e sentimentos retratados nos romances e poemas, e no em atos heroicos.

Questo 20Alternativa CH forte presena de elementos da cultura popular no poema, cuja temtica refere-se a todos os retirantes, e no a um em particular.

LNGUA ESTRANGEIRA INGLSQuesto 21

Alternativa EL-se, no trecho, que o pinho-manso uma planta que no ameaa a cadeia alimentar por no ser comestvel nem por humanos tampouco por animais. Sendo assim, essa tecnologia no interfere na cadeia alimentar.

Questo 22Alternativa CVerifica-se que o prximo passo do projeto consiste na implantao de uma unidade de cultivo, em escala reduzida, no Centro Tecnolgico da TAM em So Carlos (SP), exclusivamente para a conduo de estudos e para a viabilizao de melhores tcnicas de cultivo. De acordo com o CEO da companhia, o objetivo a realizao de estudos com relao viabilidade econmica e tecnolgica de se construir uma plataforma brasileira baseada no uso do pinho-manso.

Questo 23Alternativa BNo final do texto, verifica-se que o voo experimental foi um esforo conjunto entre a TAM, a Airbus, a CFM International (empreendimento conjunto entre a GE americana e o grupo francs Safran) e a Air BP. Portanto, o voo experimental foi realizado pela TAM em parceria com empresas europeias e norte-americanas.

Questo 24Alternativa AO pronome it refere-se ao combustvel de origem vegetal e no planta em si, uma vez que somente o combustvel capaz de reduzir as emisses de carbono entre 65% e 80%, e no o pinho-manso.

Questo 25Alternativa CI. Hagar no se sente intelectualmente inferior,

pois afirma pensar da mesma maneira que Minos, seu fiel ajudante.

II. No possvel verificar a comicidade nem a

ideia de conflito existente entre a nobreza do cavaleiro e a rudeza dos vikings.

III. A palavra knight cavalheiro e night noite so pronunciadas da mesma forma. Elas so conhecidas como palavras homfonas, ou seja, tm o mesmo som, mas a grafia diferente.

IV. Hagar se sente to tolo quanto o cavaleiro e Minos se diverte com a tolice dita pelo ltimo.

Questo 26Alternativa ENo primeiro quadrinho, o cavaleiro afirma que, s vezes, gostaria de ser outra coisa, e no um cavaleiro. Minus pergunta tipo o que ele gostaria de ser, ou seja, pede a ele que exemplifique. Ao concordar com Minus no ltimo quadro, Hagar diz que pensa da mesma forma alike que Minus.

Questo 27Alternativa BVerifica-se, nas linhas 8 e 9 do texto, que a priso de Ai Weiwei aconteceu em meio a uma represso amplamente difundida e desencadeada por chamados via Internet para uma revoluo de jasmim. Alm disso, o ttulo do texto Artist detained in growing crackdown indica que o artista foi detido em meio a uma represso crescente.Sendo assim, segundo o texto, Ai Weiwei foi preso devido ao um recrudescimento da represso na China.

Questo 28Alternativa BL-se que houve chamadas para uma revoluo como a revoluo jasmim tunisiana, via Internet, o que comprova a informao presente na alternativa B.

Questo 29Alternativa BNa primeira estrofe da msica, Bob Marley afirma que haver guerra at que a filosofia que sustenta que uma raa superior a outra esteja terminantemente desacreditada e abandonada. Na segunda estrofe, o cantor afirma declarar guerra at que no haja mais cidados de primeira e segunda classes e a cor da pele de um homem no tenha mais significncia do que a cor dos seus olhos. Na terceira estrofe, ele afirma declarar guerra at que regimes infelizes e vis, de servido sub-humana, que envolvem nossos irmos na Angola, em Moambique e na frica do Sul, tenham sido superados e completamente destrudos. Na quarta estrofe, Bob Marley afirma que a guerra est em todo lugar e que o continente africano no ter paz antes da chegada daquele dia (dia em que os direitos humanos sero iguais para todos trecho constante somente na msica original e suprimido na prova). Sendo assim, os africanos conscientes e confiantes na vitria, comprometem-se a lutar.

Simulado 4SISTEMA DE ENSINO PUERI DOMUS RESOLUO

3

Dessa forma, o cantor se utiliza de sua arte para alertar o mundo sobre a persistncia da guerra enquanto houver diferenas raciais e sociais.

Questo 30Alternativa EA expresso university graduates traduzida como estudantes universitrios. Dessa forma, a relao entre essa expresso e o texto deve-se ao fato de um estudo ter verificado que as pessoas que abandonam os estudos antes da idade de dezesseis anos tm cinco vezes mais chances de sofrerem um ataque do corao e morrerem do que os estudantes universitrios. Sendo assim, a expresso est relacionada a um maior nvel de estudo, que reduz riscos de ataques do corao.

HISTRIAQuesto 31

Alternativa ADe acordo com o texto, o ser humano um vir a ser por escolha prpria, por vontade, tendo livre- -arbtrio para isso. O humanismo presente no texto coloca o poder de escolha como uma prerrogativa define a dignidade humana e que o distingue das outras coisas e seres.

Questo 32Alternativa BHobbes pode ser considerado um terico da centralizao do poder nas mos do rei, conferindo realeza um poder absoluto. Sua teoria, embora apresente o poder real como inquestionvel, coloca a autoridade real nascida de um acordo entre os homens.

Questo 33Alternativa CCanudos e Constestado foram movimentos de camponeses que lutavam pela terra e se inspiravam em elementos religiosos de carter messinico. O Cangao surgiu da realidade de misria de populaes rurais e considerado um movimento social marcado pelo banditismo.

Questo 34Alternativa DAngola, referida na letra da msica, foi domnio colonial portugus at o final do regime salazarista lusitano em meados da dcada de 70 do sculo XX. Desde o sculo XVII, este espao africano forneceu escravos para a economia colonial brasileira.

Questo 35Alternativa BA transferncia da Famlia Real e da Corte portuguesa para o Brasil se insere no quadro das campanhas de Napoleo Bonaparte que visavam bloquear a

Europa ao comrcio ingls. A presena dos ingleses na escolta do deslocamento de D. Joo, prncipe regente, ao Brasil diz respeito forte influncia inglesa sobre Portugal e ao decorrente interesse da Inglaterra em estabelecer comrcio direto com o espao colonial portugus na Amrica, naquele momento difcil.

Questo 36Alternativa APrticas e expresses culturais consideradas bens imateriais podem ser explicitadas com associaes a espaos determinados, a objetos constitudos e a artefatos que comuniquem pensamentos, valores e estados de mentalidade coletivos.

Questo 37Alternativa DO Ato Institucional n.05 suspendeu garantias constitucionais em nome da manuteno da ordem

Recommended

View more >