liderança aula 6

Download Liderança   aula 6

Post on 16-Jan-2017

163 views

Category:

Education

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Apresentao do trabalho em equipe

Modelo CNV Fonte: MATOS, Francisco gomes de. Negociao e conflito. So Paulo: Saraiva, 2014.

Negociao, Ciclo VitalPrecisar, Querer, Saber negociar

Por ser um instrumento essencial de liderana, todo gerente deve habilitar-se a ser um bom negociador. lder negociador3

Enfoque ganhar x perder Eles e ns: acentuam as divergncias. 1

4

4

Lder deve prevenir tenses e intervir para administrar conflitos, de forma conciliadora.

preciso trabalhar as emoes. Ir alm da tecnoburocracia desumanizante.

Desafio criativo: abrir espao ao talento e habilidade e no a modelos preestabelecidos.A conversao o instrumento essencial 5

Desestimular o duelo de palavras e promover a gerao de ideias e afirmao de valores.

A palavra no a coisa A conversao o instrumento essencial

6

Evitar o casusmo com foco no todo e no no detalhe.A conversao o instrumento essencial

7

No incorrer no personalismo, centrando-se nas fraquezas e no na valorizao do ser humano.A conversao o instrumento essencial

8

Rigidez: fraqueza mascarada. A conversao o instrumento essencial

9

O rendimento de um grupo resultado da ao coletiva. Todos tem responsabilidade.No reprimir sentimentos e mgoas. O melhor que seja explicitados.Evitar generalizaes: primar pela objetividade.Evitar falar s para constar/impressionar. Algumas recomendaes para eficcia nas reunies: 10

Participe ativamente: vena a timidez e autocensura exagerada.Oua atentamente a fala dos outros. No interrompa.Evite monopolizar o debate.Comprometa-se.Discordando, expresse!Amadurea

Algumas recomendaes para eficcia nas reunies: 11

Anlise da situao de foras e fraquezas e da estrutura motivacionalArgumentao com base no conhecimento 2.

12

A administrao do conflito implica as seguintes caractersticas essenciais: busca de criatividade, de motivao e de desenvolvimento no relacionamento gerente/equipe; aceitao das diferenas (conflitos) entre ideias, e no entre pessoas; reconhecimento de que a competio orienta-se no sentido de superar padres convencionais, e no na linha da ambio individualista; convico de que o conflito induz a transformaes e progresso; e motiva o autoaperfeioamento constante.Argumentao13

CIRCUITO ABERTO O dirigente permite que todos se pronunciem vontade durante a discusso.H mais participao e integrao do pessoal.Desvantagens: disperso do assunto, sem que se tire nenhuma concluso prtica; tumulto e perda de autoridade do dirigente.

Mtodos para acompanhamento e controle da conversao14

CIRCUITO FECHADO O dirigente mantm a reunio integralmente sob seu controle, os participantes no podem dirigir-se uns aos outros, apenas por meio do dirigente.

As vantagens do circuito fechado so: manter a reunio dentro de um objetivo prefixado; no h perda de tempo, nem desvio do assunto;

O processo tem desvantagens, como a falta de participao e interesse, levando ao perigo de gerar monotonia.Mtodos para acompanhamento e controle da conversao15

Utilize as vantagens de cada mtodo!

O circuito aberto deve ser usado logo no incio da reunio. Fecha-se o circuito para levar o grupo a concluses.Ainda, alterne as modalidades conforme exigirem as circunstncias. Mtodos para acompanhamento e controle da conversao16

17

Superar desconfiana, ressentimento, resistncia e conflito. A superao de objees 318

Mtodo de marketing (vlido para negociaes)

Superao de objees19

Prevenir objees. Antev as objees, antecipando-as com demonstraes convincentes sobre as vantagens e os benefcios. Um argumento exposto, por mais frgil que seja, pode adquirir fora, em crise e sob presso: assim ganha o mais forte, no momento. O ns e eles. Superao de objees: encontrar pontos de concordncia20

Contornar objees. Fixar-se nas vantagens substanciais em contraposio s desvantagens levantadas. um mtodo usado especialmente em relao s desculpas ou objees fictcias. Significa uma atitude de considerao ao interlocutor, respeitando-se, em primeiro lugar, sua posio, para, em seguida, tentar convenc-lo Sim...mas. Superao de objees: encontrar pontos de concordncia21

22

23

Para negociar, preciso superar esteretipos e erros de percepo. Erros de percepoa experincia de Mason Haire 24

Motivar o ganhar-ganharAcordo 4

25

uma consequncia lgica do esprito de compreenso acerca de vantagens recprocas.

Ganhar/ganhar o ideal da empresa solidria, humana e humanizante.acordo26

Perde tudo quem no sabe o que quer.

27

Habilidades e caractersticas de um bom mediador 28

Coerncia e sinceridadeSenso de humorEmpatiaHumildadeFlexibilidadeImaginao criativaLealdade29

O reforo 5

30

Conjuno de trs foras:

a pessoa: por meio de conhecimentos e experincias;a equipe: pela coeso e cooperao;a tarefa: melhores padres de eficincia e resultado.

Harmonizao de interesses31

Aceitao de novas ideias est relacionada a obedincia a regras grupais, fruto da cultura organizacional.Cujos princpios so vinculados s normas; o conhecimento a parte cognitiva e a necessidade a parte afetiva. Cultura prpria32

CASOSConflitos por erros de negociao nas relaes de trabalho33

A reabordagem 6 34

A real implantao da democracia no trabalho, por seu turno, o resultado da educao gerencial permanente como programa de empresa.

Reabordagem, como fase de alcance do ciclo dinmico da negociao, representa a atitude e o comportamento empresariais de abertura a uma conversao constante e a um entendimento espontneo em torno de verdades comuns.Reabordagem 35

36

Voc certamente conhece o fenmeno que ocorre com o elefante no circo, capaz de demonstraes de fora incrveis, durante o espetculo, mas totalmente tolhido por uma tnue corrente, presa a uma pequena estaca. Por que o elefante no foge, se ele seria capaz de demover uma tonelada? O elefante acomodou-se porque acha que no pode. Foi isso o que aprendeu, quando, ainda criana, amarraram-no em uma estaca semelhante e ele tentou exaustivamente libertar-se, at convencer-se de sua impossibilidade. Hoje, para que se liberte dos grilhes do condicionamento negativo necessrio um poderoso estmulo, que faa que ele acredite: eu posso! Negociao atitude de autoconfiana e coragem em estabelecer vnculos.37

katianadiniz@gmail.comObrigada!38