lider anca

Download Lider Anca

Post on 24-Jan-2016

218 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

lider

TRANSCRIPT

  • CURSO SUPERIOR DE TEOLOGIA

    DISCIPLINA: LIDERANA

  • CONCEITO GERAL

    Introduo

    Imagem meramente ilustrativa.

    O estudo da liderana de suma importncia, principalmente, na poca em que estamos vivendo, a fim de ajudar o homem escolhido por Deus a ter sucesso em sua misso. O desconhecimento deste magno assunto leva o lder cristo a incorrer em erros e problemas que poderiam ser evitados, caso fossem tratados de acordo com as tcnicas de liderana conhecidas nos livros que versam sobre o assunto.

    Dividiremos este trabalho em duas partes, na primeira, abordaremos a questo da liderana sob uma tica geral. Os conceitos, as relaes e as diferenas sero apresentados do ponto de vista genrico, e somente ento, na segunda parte, comentaremos o ponto de vista cristo.

    1.1. Definies de liderana

    Nas definies de Liderana constantes dos Manuais de Administrao comum encontrarmos as expresses: ser aceito e respeitado pelo grupo; capacidade de unir e manter coeso o grupo; manter um bom relacionamento com o grupo; Identificao com o grupo; levar o grupo consecuo dos objetivos; influenciar; inspirar confiana, etc. Portanto, pode ser definida, de forma sucinta, como sendo aquela qualidade num homem, que inspira suficiente confiana a seus comandados de modo a aceitarem suas idias e obedecerem ao seu comando.

    Por outro lado, h a liderana crist, objeto de anlise na segunda parte deste trabalho, que pode ser definido como uma vocao em que h uma perfeita mistura de qualidades humanas

  • e divinas, ou um trabalho harmonioso entre o homem e Deus destinado ao ministrio e bnos das demais pessoas.

    1.2. Relao e diferena entre chefia e liderana

    Voc, muitas vezes, deve ter-se perguntado: Afinal de contas, eu assumo uma posio de autoridade, mas sou um chefe, um lder ou um gerente?.

    Voc pode at pensar: "Se o chefe chefia, chefio, se o gerente gerencia, eu gerencio e se o lder lidera, claro que eu lidero...

    Imagem meramente ilustrativa.

    E mais do que isto: Voc lidera, chefiando e gerenciando, gerencia liderando e lidera gerenciando. Ento, quer dizer que a mesma coisa? Os termos gerncia, chefia e liderana so sinnimos? No, no so sinnimos!

    Alguns querem complicar ainda mais, afirmando que DIRETOR o encarregado de divises e o CHEFE, de sees.

    A grande verdade que no existe uma terminologia exata, diferenciada, uma semntica particular para cada linha de palavra quando se trata de assuntos tidos como "no cientficos" como o caso da Administrao.

    No vamos nos perder em conceituaes, mas apenas expor algumas relaes que achamos fundamentais no processo de dirigir pessoas.

    O Lder aquele que aparece no grupo, o que muitas vezes vai frente, o que tem poder do prestgio e no da posio. claro, em se tratando de uma liderana democrtica. O Lder aquele que exerce uma influncia, obtendo das pessoas maior cooperao e menor oposio ou nenhuma oposio.

  • Mas liderar no apenas exercer uma influncia. O bandido que assalta voc na rua e diz: Mos para cima, isto um assalto! Tambm est exercendo uma influncia, e, s vezes, organicamente. E nem por isto ele est liderando.

    E, caso voc responda: Pode escolher. Tanto minha bolsa como minha vida esto vazias... Est exercendo uma influncia sobre ele e, neste ciclo de influncia inter-relacionadas, quem influencia quem? Ningum? Os dois.

    1.2.1. A liderana uma funo do lder

    Mas no s do lder, uma funo do liderado e da situao, como querem os situacionistas.

    Hoje em dia no o homem com seu carisma, seu poder magntico e influenciador, quem lidera uma empresa voltada para seu mercado.

    J foi a poca (e triste saber que h muitas empresas assim no Brasil) em que o grande chefe, o Todo Poderoso dono do poder chegava com sua sombra, todos se inclinavam diante de seu trono-gabinete, como subordinados submissos a este "deus" sentado no topo da pirmide feudal empresarial.

    Hoje, em muitos casos, a SITUAO quem dita as normas, quem d as rdeas, quem define objetivos, quem mostra as alternativas de sadas e quem descreve os objetivos, metas e planos. E isto fcil de entender. Quando uma empresa est com terrveis problemas internos de organizao, quem aparece o homem da administrao geral ou gerente administrativo, quando a empresa est cheia de mercadorias pelas prateleiras, ningum est comprando, quem aparece o gerente de vendas, quando a demanda grande, os clientes querem comprar, a empresa no tem suficientemente para vender, quem toma as rdeas e marca o passo o gerente de produo.

    1.2.2. Afinal, quem o lder da empresa?

    a situao... 1.2.3. Nem todo lder chefe, nem todo chefe lder

  • isto mesmo. O lder aquele que conquista, que cativa, que doutrina, que desenvolve a automotivao. O chefe nem sempre cativa, impe; nem sempre conquista, domina.

    O lder influencia nas idias e, atravs delas, move os atos.

    O chefe move os atos e, atravs deles, influencia as idias.

    E a grande pergunta esta. O que voc gostaria de ser, fazer, agir?

    Influenciar as idias e atravs delas mover os atos (e motivao vem de movere, o que move os homens)?

    Mover os atos e atravs deles influenciar as idias?

    O lder, o gerente e o chefe tm uma coisa em comum: direito de mandar e poder de fazer-se obedecido, comunho com o poder, com a autoridade.

    O lder tem o poder do prestgio, o chefe que no lder tem o poder da autoridade seca, apenas autoridade, autoridade de posio, de mando, e no de comando.

    O poder do chefe no-lder o poder da cadeira, o poder do lder o poder da comunho grupal, da representao dos sentimentos, razes e ao do grupo.

    A autoridade do lder democrtico consentida, a autoridade do chefe a da imposio.

    No existe impor pelo prestgio, se o lder tem prestgio s pessoas seguem, no h coao nem dominao. H ao humana individual. E ao grupal. Em busca de um objetivo comum.

    verdade que o chefe e o lder so gerentes? Por qu? Gerente, como o prprio nome o define, aquele que gere. E o que o gerente gere? Ele gere recursos, resultados, objetivos, ao humana. O gerente, por exemplo, gere recursos humanos que transformam bens materiais em bens sociais. Ele negocia, prope objetivos maiores e melhores em seu setor. E o que faz o chefe? O que faz o lder?

    Se o chefe dirige um departamento financeiro, ele precisa gerir, atravs de seus objetivos setoriais, recursos de economia, liquidez, minimizao de custos, fluxo controlado de caixa.

  • Gerir na cabea das outras gerncias, seus clientes, a idia de maximizao de lucros, mas com minimizao de custos etc.

    O que faz um chefe de um setor qualquer de produo?

    Ele gere recursos para que acontea entre seus subordinados menor perda, menor refugo, maior qualidade, entre outras funes.

    No podemos chamar um lder poltico de gerente, se bem que ele precisa gerar recursos de bem-estar para seus muncipes; em administrao, o chefe um gerente, o lder um gerente.

    Para terminar, perguntamos: O que mais importante no processo da direo: ser um chefe, um lder ou um gerente?

    Sem querer fazer jogo de palavras, diremos que ser um chefe de liderana gerencial, ou um gerente de chefia fundada em liderana total. Um chefe com fora de liderana e uma liderana que gera resultados, que gera alternativas, decises, deliberaes, ao individual e grupal, que gera planejamento em pocas de incertezas, um chefe cuja liderana gera atravs das Relaes Humanas um clima organizacional de cooperao, satisfao e produtividade.

    Este, sim, ser grande na sua chefia, eficaz na sua liderana e efetivo na sua gerncia.

    1.3. O que mais importante na Liderana: ser eficiente ou ser eficaz?

    1.3.1. A importncia de ser eficaz

    Um lder eficiente no consegue, necessariamente, levar sua Empresa a acertar no alvo, mas pode ensin-la a bem segurar na arma, mirar bem e apertar certo o gatilho.

  • Mas apertar certo o gatilho, mirar na mosca e segurar com mil tcnicas uma arma no significa que voc vai acertar no alvo. Para comear, muito fcil recrutar pessoas que saibam pegar corretamente numa arma, mas o que interessa acertar nos objetivos. Um gerente, um chefe lder no deve ser avaliado pela sua habilidade de, por exemplo, fazer bons relatrios, bolar programas timos, estar presente nas horas certas, simpatia ou empatia, capacidade de ver, prever, planejar, organizar, controlar etc. o que se espera dele que o objetivo seja atingido, que sua empresa consiga chegar l, com ele, por ele, atravs dele, nele.

    1.3.2. Veja um exemplo de eficincia e eficcia

    Se eu afirmo que nadar saber movimentar bem os braos, flutuar na gua com movimentos alternados e sincrnicos entre ps e braos, capacidade de respirar corretamente etc. - que critrios posso ter para dizer quem, entre duas pessoas, nada certo?

    Duas pessoas podem ser eficientes, pois preenchem todos os requisitos que foram mencionados acima. Mas se eu afirmo que nadar atravessar o rio, chegar ao outro lado, atingir a outra margem a, sim, a diferena entre uma pessoa e outra pode ser to grande como viver e morrer.

    O que se pede a alguns gerentes que eles sejam eficazes, isto , capazes de chegar com sua Empresa ao outro lado dos resultados, ao outro lado da plena realizao que a margem total do Lucro e da Satisfao. O que se pede na eficcia que eles saibam levar sua empresa atravs do rio caudaloso das organizaes humanas.

    1.3.3. Diferenas entre eficincia e eficcia

    A pessoa eficiente est preocupada apenas em trabalhar, cumprir seu cargo, a pessoa eficaz est preocupada em resultados.

  • Ela sabe que s conta ponto o resultado final, independente de esforo, atividade e tempo. J a pessoa voltada para a eficincia se concentra no esforo, na atividade de ao. Ela raciocina que o esforo MAIS atividades VEZES o tem