Licenciamento Ambiental Para o Aeroporto de Cláudio, MG

Download Licenciamento Ambiental Para o Aeroporto de Cláudio, MG

Post on 19-Jan-2016

12.232 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentvel Superintendncia Regional de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentvel Alto So Francisco

    SUPRAM-ASF Rua Bananal, 549 Vila Belo Horizonte Divinpolis/MG CEP 35500-036 Telefax: (37) 3215-7220 DATA:

    19/08/2009

    PARECER NICO SUPRAM-ASF PROTOCOLO N. 484948/2009 Indexado ao(s) Processo(s) Licenciamento Ambiental n 01181/2009/001/2009 LIC DEFERIMENTO APEF - processo n02890/2009 ---- DEFERIDA Empreendimento: Aeroporto de Cludio CNPJ: 23.971.203/0001/0001-20 Municpio: Cludio Unidade de Conservao: No

    Bacia Hidrogrfica: Rio So Francisco Sub Bacia: Ribeiro Boa Vista/Rio Itapecerica/Rio Par Atividades objeto do licenciamento: Cdigo DN

    74/04 Descrio Classe

    E-01-09-0 Aeroportos 3 Medidas mitigadoras: SIM Medidas compensatrias: SIM Condicionantes: SIM Automonitoramento: NO Responsveis Tcnicos pelos Estudos Tcnicos apresentados Registro de classe Elzo Jorge Nassaralla -Elaborao de RCA/PCA CREA 2.528/D Luiz Henrique Orsini Rodoarte CRBio 16.400/4-D

    Rachel Cristina Talin Ruas CREA MG-96.390/D Processos no Sistema Integrado de Informaes Ambientais SIAM SITUAO APEF - processo n02890/2009 Deferida Relatrio de Vistoria: N. - ASF 163/2009 DATA: 17/07/2009 Data: 18/02/2009

    Equipe Interdisciplinar: Registro de classe Assinatura

    Patrick de Carvalho Timochenco MASP 1.147.866-6

    Helaine Sousa CREA MG 115.249/LP

    Jlio Csar Salom CREA MG-112.549/LP

    Daniela Diniz Faria MASP 1.182.945-4 OAB/MG 86.303

  • GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentvel Superintendncia Regional de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentvel Alto So Francisco

    SUPRAM-ASF Rua Bananal, 549 Vila Belo Horizonte Divinpolis/MG CEP 35500-036 Telefax: (37) 3215-7220 DATA:

    19/08/2009

    1 INTRODUO

    Este parecer refere-se ao requerimento da Licena de Instalao Corretiva - LIC, pelo Departamento de Obras Publicas do Estado de Minas Gerais, o qual pleita a instalao de um aeroporto. O referido empreendimento localizar-se- no municpio de Cludio, onde j existe uma pista de pouso e decolagem de aeronaves em terra batida. Em 22/06/2009, o Departamento de Obras Publicas do Estado de Minas Gerais formalizou o processo de licena de operao corretiva para a atividade de aeroportos classificada pela DN COPAM 74/04 pelo cdigo E-01-09-0 Aeroportos. A rea total do empreendimento 9,8 ha, sendo classificado como de grande potencial poluidor/degradador e pequeno porte, portanto classe 3. Segundo os estudos apresentados, pretende-se implantar o aeroporto de forma a dar suporte ao crescimento da cidade de Cludio, possibilitando a operao de aeronaves com capacidade para 50 passageiros, do tipo ATR 42-300. Em 17/07/2009 o empreendimento foi fiscalizado no mbito do licenciamento, conforme Auto de Fiscalizao N. 163/2009. Basicamente a rea percorrida na vistoria ocupada por plantio de cana de acar, pista de terra batida e vegetao de cerrado. Alm disso, constatou-se que a nova pista ser implantada a montante (sul) da atual, sendo que dista aproximadamente 70m a oeste, e a leste, intercepta a atual pista. Aps a fiscalizao os tcnicos da SUPRAM ASF entenderam que o processo deveria ser reorientado para Licena de Instalao Corretiva. Assim foi gerado um FOB retificador n. 225442/2009 A, em referencia ao FCEI R221839/2009, reorientando o processo para Licena de Instalao Corretiva. Alm disso, a obra demandar corte e aterro no terreno, sendo informado que todo o material cortado ser reutilizado na terraplanagem do empreendimento. E tambm haver interveno de reas com cultivos de cana de acar e vegetao natural de cerrado.

    A partir da anlise interdisciplinar do processo, decidiu-se pela solicitao de informaes complementares ao processo, as quais foram protocoladas na SUPRAM-ASF em 07/08/2009, segundo protocolo nmero R256811.

    Os estudos ambientais (RCA e PCA) foram realizados pela empresa ENECON S.A. Engenheiros e Economistas Consultores.

    1.1. - LOCALIZAO E VIAS DE ACESSO O stio aeroporturio est localizado a 7 km da sede do municpio de Cludio, localizado na regio central do Estado de Minas Gerais, distante cerca de 141 km de Belo Horizonte, com acesso atravs da rodovia estadual pavimentada MG-260.

    2 CARACTERIZAO DO EMPREENDIMENTO

  • GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentvel Superintendncia Regional de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentvel Alto So Francisco

    SUPRAM-ASF Rua Bananal, 549 Vila Belo Horizonte Divinpolis/MG CEP 35500-036 Telefax: (37) 3215-7220 DATA:

    19/08/2009

    O empreendimento em analise trata-se de construo de uma pista de pouso, ptio principal de aeronaves e pista de txi do Aerdromo de Cludio, mediante aplicao de revestimento em concreto betuminoso usinado a quente (CBUQ) na pista de pouso, no txi e no ptio de aeronaves.

    A pista existente em revestimento primrio com rea de 3,05 ha. A mesma no apresenta caractersticas referentes ao Plano Bsico de Zona de Proteo da sua substituio pela nova pista com novas instalaes. As novas instalaes contaro com uma pista de pouso e decolagem de 1.000 m x 30 m, categoria 1C (apesar de sua configurao ser 2C em virtude da aeronave de projeto ATR 42-300, VFR diurno/noturno); faixa de pista preparada 1.120 m x 80 m, txi de ligao, de 65 m x 18,00 m; ptio de estacionamento de 120 m x 60 m; construo de um terminal de passageiros (TEPAX), execuo de cerca padro ICAO, alm da retirada de rvores e postes existentes, sinalizao de torres de alta tenso, torres de telefonia mvel celular, de postes e morros, que venham a constituir obstculos navegao area e para atender ao estipulado na Portaria n 1.141/GM5 de 1987. O projeto do aerdromo de Cludio est em obedincia ao Plano Bsico de Zona de Proteo, da Portaria N. 1.141/GM 5, de 08 de dezembro de 1987, do Ministrio da Aeronutica com o tipo de operao pretendida (VFR, IFR no preciso e preciso). A rea patrimonial do aerdromo de 23,14,21 ha. Apresenta topografia ondulada/suave e forte atividade humana. Atualmente nesta rea, encontra-se a pista atual e usos rurais como plantio de cana, e remanescentes de reas de pastagens com alguns adensados de vegetao arbreo/arbustiva antropizada. As dimenses projetadas para o aerdromo possibilitam capacidade de pouso e decolagem de aeronaves de pequeno e mdio porte, conforme especificado na tabela abaixo.

  • GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentvel Superintendncia Regional de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentvel Alto So Francisco

    SUPRAM-ASF Rua Bananal, 549 Vila Belo Horizonte Divinpolis/MG CEP 35500-036 Telefax: (37) 3215-7220 DATA:

    19/08/2009

    A seleo dos aeroportos foi baseada em distribuio estratgica no Estado, na densidade populacional, nas reas econmicas, nas melhorias previstas no Plano Aerovirio do Estado de Minas Gerais PAEMG e nos pareceres tcnicos, resultado das vistorias realizadas pelo Comando da Aeronutica em parceira com o Estado. O aerdromo de Cludio est includo no Programa Aeroporturio de Minas Gerais PROAERO, um programa de adequao, ampliao e melhoria na malha aeroporturia do Estado de Minas Gerais que objetiva prover de acesso aerovirio todas as regies de Minas Gerais, que possui uma extensa rede de aeroportos. So 151 na categoria pblica que compem o Plano Aerovirio do Estado de Minas Gerais PAEMG. 2.1 ZONAS DE PROTEO DO AEROPORTO

    A segurana das operaes areas em um aeroporto depende da adequada manuteno da infra-estrutura e das suas condies operacionais, que so diretamente influenciadas pela utilizao do solo urbano no entorno dos aeroportos. A existncia de atividades que desrespeitem os gabaritos da zona de proteo, criando obstculos e/ou que venham a atrair pssaros poder gerar ameaas segurana de vo e, assim, impor limitaes plena operao aeroporturia. Dentro deste contexto ambiental, tambm observa-se que um dos principais problemas das comunidades localizadas prximas aos aeroportos a poluio sonora gerada pela operao das aeronaves a jato. Para impedir que essa externalidade se intensifique, cabe municipalidade controlar o uso e o adensamento da ocupao do solo nessas reas, o que, a rigor, j previsto pela Constituio Federal em seu art. 30. Este artigo estipula que a responsabilidade pelo planejamento urbano, estruturao, ordenamento e controle do uso do solo urbano recaia sobre os governos municipais, que devem tambm observar os dispositivos normativos constantes da legislao federal sobre o assunto.

  • GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentvel Superintendncia Regional de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentvel Alto So Francisco

    SUPRAM-ASF Rua Bananal, 549 Vila Belo Horizonte Divinpolis/MG CEP 35500-036 Telefax: (37) 3215-7220 DATA:

    19/08/2009

    Com base nesses aspectos, foram institudas restries para coibir a implantao de empreendimentos inadequados nas reas de entorno, conforme estabelece o Cdigo Brasileiro de Aeronutica, Lei n 7.565, de 19 de dezembro de 1986, em seu art. 43. Os Planos de Zona de Proteo do Aeroporto, juntamente com o Plano de Zoneamento de Rudo esto previstos pelo art. 44 do Cdigo e regulamentados pela Portaria N. 1.141/GM5, de 08 de dezembro de 1987, que dever obedecer s caractersticas para: - Cdigo de pista: 2, em virtude da aeronave; - Tipo de operao: VFR (diurna/noturna); - Faixa de pista: 1.120 m x 80 m; - rea de aproximao e decolagem: rampa 1/25 e ngulo 6; - rea de transio: 1/5. O Plano de Zona de Proteo de Aeroportos (PZPA) tem por finalidade regulamentar e organizar o uso do solo nas reas circunvizinhas aos aerdromos, sendo um documento de aplicao genrica ou especfica composto por um conjunto de superfcies imaginrias, bi ou tridimensionais, que estabelece as restries impostas ao aproveitamento das propriedades localizadas dentro da zona de proteo de um aerdromo. A Cmara Municipal de Cludio dever sancionar o projeto de Lei Complementar que dispe sobre o zoneamento de uso do solo na Zona de Proteo do Aeroporto. Este zoneamento, visa eliminar ou impedir que se instalem edificaes e atividades que se constituam em perigo aerovirio, obedecendo a legislaes especficas. Para tanto, ser considerada Zona de Proteo de Rudo do Aerdromo de Cludio ZPR a rea, representada por superfcies imaginrias, sujeita a nveis crticos de incmodo causado pelo rudo das aeronaves de acordo com o Plano Bsico de Zoneamento de Rudo PBZR, que constitudo de duas curvas denominadas curvas de Nvel de Rudo 1 e 2, que delimitam trs reas de rudos, representadas pela figura 1, quais sejam: - Zona de Rudo I: composta pela rea de 100 metros para cada lateral da pista prolongando at 300 metros para cada cabeceira e, por estar mais prxima pista, resulta num rudo mais intenso, podendo causar srios problemas de incmodo conforme o tempo de exposio; - Zona de Rudo II: composta pela rea de 200 metros para cada lateral da pista prolongando at 500 metros para cada cabeceira, excluindo a rea I e, por estar numa faixa intermediria, o rudo e o incmodo so menores, tornando possvel a instalao de algumas atividades, mas restringindo a implantao daquelas ligadas sade, educao e cultura; - Zona de Rudo III: composta pela rea com distncia superior ao limite da rea II e, por estar numa regio mais afastada da pista, no so registrados nveis de incmodo mais significativo e, portanto, no so estabelecidas restries ao seu uso. A seguir apresentada a figura demonstrando as curvas de nvel de rudo 1 e 2 e reas de Rudo I, 2 e 3.

  • GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentvel Superintendncia Regional de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentvel Alto So Francisco

    SUPRAM-ASF Rua Bananal, 549 Vila Belo Horizonte Divinpolis/MG CEP 35500-036 Telefax: (37) 3215-7220 DATA:

    19/08/2009

    Figura 1: Curvas de Nvel de rudo

    Na rea 1 so permitidas a implantao, o uso e o desenvolvimento das atividades abaixo: produo e extrao de recursos naturais (agricultura, piscicultura, silvicultura, minerao e atividades equivalentes), servios pblicos ou de utilidade pblica (estao de tratamento de gua e esgoto, reservatrio de gua, cemitrio, equipamentos urbanos equivalentes); comercial (depsito e armazenagem, estacionamento e garagem para veculos, feiras livres e equipamentos urbanos equivalentes); recreao e lazer ao ar livre (praas, parques, reas verdes, campos de esportes e equipamentos urbanos equivalentes); transporte (rodovias, ferrovias, terminais de carga e passageiros, auxlio navegao area e equipamentos urbanos equivalentes) e industrial. Na rea 2 no so permitidos o desenvolvimento de atividades residencial, sade: (hospital, ambulatrio, consultrio mdico, asilo), educacional (escola, creche, equipamentos urbanos equivalentes), Servios Pblicos ou de Utilizao Pblica (hotel e motel, edificaes para atividades religiosas, centros comunitrios e profissionalizantes e equipamentos urbanos equivalentes), cultural (biblioteca, auditrio, cinema, teatro e equipamentos urbanos equivalentes). As atividades acima referidas podero ser eventualmente, autorizadas pelos rgos municipais competentes, mediante aprovao do Departamento de Aviao Civil DAC. Eventuais restries ao uso do solo na rea 3, decorrentes dos nveis de incmodo sonoro, sero estabelecidas pela Lei de Parcelamento, Uso e Ocupao do Solo de Cludio. De acordo com as caractersticas locais, foi desenvolvido para o Aerdromo de Cludio o Plano Bsico de Zona de Proteo de Aeroportos (PBZPA), que estabelecido de acordo com o comprimento bsico da pista (nvel mdio do mar, temperatura padro e gradiente nulo), e tipo de operao pretendida (VFR, IFR no preciso e preciso). O aerdromo de Cludio ter sua pista executada para 1.000 m. Desta forma, visando a proteo total do stio aeroporturio, o comprimento bsico de pista de 740 m, calculado no Projeto Geomtrico. 3 VISTORIA

    Em 17/07/2009, a equipe tcnica da SUPRAM-ASF realizou vistoria no empreendimento onde foi verificado que:

  • GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentvel Superintendncia Regional de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentvel Alto So Francisco

    SUPRAM-ASF Rua Bananal, 549 Vila Belo Horizonte Divinpolis/MG CEP 35500-036 Telefax: (37) 3215-7220 DATA:

    19/08/2009

    ? O local de implantao da obra situa-se na margem direita da rodovia MG 260, sentido BR 494 cidade de Cludio, dista 7 km desta cidade.

    ? Basicamente a rea que foi percorrida na vistoria ocupada por plantio de cana de acar, pista de terra batida e vegetao de cerrado.

    ? Existe na rea uma pista de terra batida cascalhada com dimenses aproximadas de 1000mX30m, que opera com baixa freqncia de pouso e decolagem.

    ? Verificou-se em loco que a nova pista ser implantada a montante (sul) da atual, sendo que dista aproximadamente 70m a oeste e a leste intercepta a atual pista.

    ? A obra demandar...

Recommended

View more >