libras av2.docx

Download libras av2.docx

Post on 14-Sep-2015

226 views

Category:

Documents

6 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

exercício de libras -Estácio de sá

TRANSCRIPT

1- :Marque a alternativa que mais corretamente descreve o sinal correspondente a palavra BANANA:

R:Uma das mos assume a configurao da letra d, a outra imita o ato de descascar uma banana.

2-Sobre a variabilidade lingstica estudada na aula cinco, certo afirmar que:

R:Muitos so os fatores sociais que condicionam a variao para lnguas faladas e sinalizadas, como regio, idade, sexo, classe socioeconmica. (Lucas, 2001)

3-Para as autoras Pizzo e Quadro as comunidades surdas por todo o mundo protagonizam fatos que podemos classificar como sociolingsticos por natureza. Marque a nica opo INCORRETA.

R:A LIBRAS e as outras lnguas de sinais ficam no alcanam os objetivos e abordagens das perspectivas sociolingsticas.

4-Em pesquisa realizada por Ges (2002), puderam ser notadas como caratersticas de construo do portugusI. muitos erros de ortografia;II. omisso de preposies;III. terminao verbal no correspondente pessoa do verbo;IV. flexo inadequada de adjetivos e artigos;V. uso correto do pronome do caso oblquo.Est correto o contido apenas em(QUESTO 54 DO CONCURSO PBLICO SEESP 2009)

R:II, III e IV.

5-Numa PERSPECTIVAS DE POLITICAS LINGUSTICAS NA EDUCAO uma relao de legtimo X legtimo entre as PESSOAS COM E SEM DEFICINCIA, pressupe:

R:Que o especial DA Educao e na sociedade qualquer aluno/cidado COM ou SEM deficincia que possui alguma limitao, dificuldade de aprendizagem e de relacionamento.

6-Marque a alternativa em que explica porque a datilologia da palavra "abacate" est incorreta: R:Porque a letra T foi substituda pela letra F

7-Sobre a formao de sentenas em LIBRAS, NO correto afirmar que: R:As sentenas SVO no so muito comuns em LIBRAS e exemplos que usam esta ordem so considerados sempre agramaticais

8-Algumas perspectivas para o auxlio da educao de surdos foram tomadas em relao a este processo. Atualmente h a possibilidade de contratao de um profissional bilngue (lngua de sinais e lngua portuguesa) que atua na interpretao/ traduo dos contedos curriculares e atividades acadmicas, envolvidas na escola. Sua funo principal a de permitir o acesso s informaes veiculadas, principalmente, em sala de aula, no mesmo nvel e complexidade que as recebem os demais alunos, dadas as caractersticas deste profissional, estamos diante de um:

R:Professor intrprete

9-Em LIBRAS podem ser identificadas categorias similares quelas que encontramos nas lnguas orais. Se nos ocuparmos em descrever as partes do discurso da lngua de sinais, encontraremos os seguintes itens lexicais (sinais), EXCETO:

R:Artigos.

10-Na sentena em LIBRAS "PESQUISAR ELA NO-GOSTAR" (=pesquisar, ela no gosta) temos a seguinte estrutura:

R:Tpico-comentrio porque o verbo est deslocado esquerda.

11-Sobrancelhas levantadas e um ligeiro movimento de cabea inclinando-se para cima e para baixo e as sobrancelhas franzidas e um ligeiro movimento da cabea, inclinando-se para cima so descries que se referem aos seguintes tipos de frases, respectivamente:

R:Exclamativa e Interrogativa.

12-A construo de frases em Libras estruturada a partir de espaos visuais, ou seja, se utiliza do espao para dar coerncia e coeso s palavras que formam uma sentena. Assim, uma ordem recorrente a organizada em tpico-comentrio. Assinale a alternativa que exemplifica uma ordem tpico-comentrio. R: Comer banana, o macaco gosta.

13-No Brasil, a grande maioria dos surdos adultos no domina a lngua portuguesa. H uma considervel parcela de surdos brasileiros que no tm acesso lngua de sinais, ou por motivo de isolamento social ou, principalmente, pela opo da famlia por uma escola que no utilize lngua de sinais, o que causa, alm das defasagens escolares, dificuldades e impedimento no mercado de trabalho (GUARINELLO, 2007). Com Base nessa informao, assinale a alternativa que seja incoerente em relao ao ensino de Lngua Portuguesa para surdos:

R:Deve ser igual ao ensino para os ouvintes, valorizando a repetio das palavras, para que as crianas desenvolvam vocabulrio, desconsiderando a ausncia da audio;

14-Como todas as lnguas, a LIBRAS tambm pode se constituir como objeto de estudo. Os parmetros para estud-la so:

R: A partir de padres prprios.

15-Marque a alternativa que apresenta a leitura correta da palavra abaixo:R: Rosa

16-Marque a alternativa em que o verbo indicado NO direcional:

R: Falar.17-Em lngua de sinais h uma categoria que, substituindo o nome que a precede na sentena, estabelece algum tipo de concordncia que se associa ao sujeito, ao verbo e ao objeto, especificando-lhes caractersticas. A essa categoria dar-se o nome de:

R: Classificadores.18-- Para Cavalcanti & Silva (2008), salas de aulas s para surdos existem em nmero ainda reduzido no pas e pertencem rede regular. A comunidade surda pleiteia outro modelo de educao, aquele que d espao para que a LIBRAS possa ser a lngua de instruo da escola e o portugus (de preferncia o escrito) passe a ser ensinado como L2. O contedo escolar pode ser ensinado por professores (surdos ou ouvintes) proficientes em LIBRAS. Esse modelo chamado de:

R: Bilngue19-Devido ao desconhecimento muitas pessoas ainda referem-se aos surdos de maneira equivocada, usando o termo:

R: Surdo mudo

O INES Instituto Nacional de Educao de Surdos - foi fundido no Brasil por:

R: Ernest Huet.20-Na segunda metade do sculo XVIII havia duas propostas principais para a educao de surdos na Europa.Assinale a alternativa correta:R: "O Mtodo Francs" e o "Mtodo Alemo"

21-Embora de modalidade lingustica diferente das lnguas orais, h vrios nveis gramaticais que podem ser encontrados nas lnguas orais e nas lnguas viso-espaciais. Assinale o nvel de descrio da lingustica que no encontrado nas lnguas orais:

R: Quirolgico.

22-Nas comunidades dos surdos hbito apresentar-se no somente informando o nome, mas tambm identificando seu:

R: Sinal.23-Ressaltamos os aspectos sociolingusticos das lnguas de sinais, em outras palavras, fazemos referncias s relaes estabelecidas entre linguagem e sociedade, como valores e produtos de um determinado grupo. Com base no texto, marque a opo INCORRETA.R: A correlao pensamento/linguagem fica prejudicada, pois a libras no capaz de desenvolver o cognitivo de uma pessoa surda.

24-So considerados aspectos dos Classificadores (CL) na LIBRAS, exceto: (Concurso pblico do Tringulo Mineiro para UFTG, questo 52)

R: O Classificador no possui ligao com os verbos na LIBRAS no sentido de incorporao para apresentar motivao icnica.

25-A datilologia representada abaixo corresponde ao nome de qual rea:R: rea esportiva

26-Considerando que a literatura surda possui valor social, algumas iniciativas literrias produzidas para surdos e por surdos tm contribudo para ampliar e divulgar a cultura surda. Como exemplo, pode-se citar:R: O som do silncio

27-Surdos renem-se freqentemente para contar histrias e, entre as preferidas, esto as histrias de vida, as piadas e aquelas que incluem elementos da cultura surda, com personagens surdos, com tramas que, em geral, envolvem as diferenas entre o mundo surdo e o ouvinte. (Alves e Karnopp 2003). Pode-se afirmar que:

R: A literatura surda comea a se fazer presente entre ns, se apresentando talvez como um desejo de reconhecimento, em que busca um outro lugar e uma outra coisa.28-Antes mesmo de falarmos, j possumos um sistema mental atravs do qual estruturamos nosso pensamento e nosso conhecimento de mundo. Dessa forma, cada povo desenvolve uma lngua especfica. Assinale a alternativa na qual a sigla corresponde lngua de sinais adquirida pela maioria das crianas surdas no Brasil:R: LIBRAS.

29-A palavra abaixo, apresentada em alfabeto manual, refere-se a um:

R: Lugar onde se guardam veculos.

30-Devido ao desconhecimento muitas pessoas ainda referem-se aos surdos de maneira equivocada, usando o termo:

R: Surdo mudo.

31-A palavra abaixo, apresentada em alfabeto manual (LIBRAS), quando transcrita para o portugus escrito, l-se: R: Trufa

32-"Os surdos formam uma comunidade autntica de lngua, cultura, identidade prprias". Com base nesse trecho selecionado da aula 1, analise a seguinte situao: em uma escola regular onde h um aluno surdo matriculado realiza-se constantemente palestras sobre seus valores e entrelaamentos culturais, lingusticos e identitrios, para a conscientizao da comunidade escolar acerca desse aluno. Pode-se afirmar que essa ao:

R: Refere-se participao legtima de todos os tipos de gente na escola, para que essa seja construda COM, POR e PARA todos, sob uma perspectiva inclusiva.33-Em Informao Lingustica (IL) tem-se que "as frases em Libras, muitas vezes, omitem algumas palavras que so usadas na lngua portuguesa; em outras palavras, so construes sintticas, econmicas. [...] Quer um exemplo? Em portugus, dizemos qual o seu nome?. Em Libras, basta sinalizar:

R: Seu nome?34-A Conveno sobre os Direitos da Pessoa com Deficincia, promulgada pela Organizao das Naes Unidas (ONU), fundamentada nos Direitos Humanos, no campo dos Direitos Econmicos, Sociais e Culturais, tem em seu Artigo 24 a confirmao de uma srie de princpios sobre a educao inclusiva que agora esto garantidos no Brasil. Essa situao possvel porque a Conveno promulgada em 2006, pela ONU I. foi ratificada pelo Governo Federal Brasileiro em 2008 e tornou-se um Decreto Legislativo, aps sua aprovao no Senado e na Cmara Federal. II. poder ser includa como Emenda Constitucional na atual Constituio Federal de 1988; no entanto, ser facultado aos Estados e Municpios o seu cumprimento. III. foi ratificada no Brasil pelo Decreto Legislativo no 186 de 20