liber arphe v0.10

Download Liber Arphe v0.10

Post on 11-Dec-2015

36 views

Category:

Documents

8 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Este documento é um ensaio que procura estabelecer a relação entre a Magia Enochiana, revelada por John Dee e Edward Kelley, no século XVI, com a Cabala Hermética.

TRANSCRIPT

  • Liber ARPHE ARPHE

    A Correspondncia entre a Magia

    Enochiana e a Cabala

    Em Construo (Draft)

    Verso 0.10 Ulisses P. S. Massad 2015

  • Praticar magia muitas vezes frustrante, mas seu estudo um prazer incansvel!

  • Prefcio Este material o resultado dos meus estudos e prticas na Magia Enochiana. Parte deste contedo foi adquirido em estado alterado de conscincia, enquanto outras foram criadas atravs de raciocnio lgico. Optei por suprimir esses detalhes para evitar influenciar o leitor com qualquer tipo de misticismo. A proposta que o leitor tire suas prprias concluses, e opte por usar ou no o contedo apresentado em suas experincias, pois a final, cada um dono de sua prpria verdade. Se este material em uma pequena forma lhe for til, mesmo que seja para questionar se o que est escrito est certo ou errado, ele j cumpriu com sua funo. A leitura a seguir no deve ser usada como uma nica fonte de referncia e em hiptese alguma substitui o material do sistema original encontrado nos manuscritos de John Dee. A quem se destina? Este material destinado aos estudantes e principalmente aos que colocam prova as antigas tradies em busca da verdade. Pr-requisitos Possuir pelo menos conhecimentos intermedirios de Cabala e Magia Enochiana.

  • Introduo H mais de cem anos os estudantes e entusiastas de ocultismo tentam de forma provar a correspondncia da Magia Enochiana com a Cabala. Manuscritos antigos, materiais publicados nas ordens mgicas, posts em blogs especializados na internet, livros na Amazon, etc. A nica concluso que podemos chegar que o assunto divide opinies. O que temos de fato que pouqussimas pessoas realmente se aventuraram a estudar e praticar o sistema. E a maior parte deste pequeno grupo foram influenciados pela a Golden Dawn. A questo que a Golden Dawn adaptou parte do sistema as suas tradies, deixando de lado chaves importantes para a compreenso do sistema. Sem querer tirar o brilhantismo do trabalho da Golden Dawn, que por sinal, se no fosse ela este assunto estaria engavetado na biblioteca museu britnico, o fato que a ela procurou atribuir ao sistema suas tradies, o que acabou escondendo ainda mais a relao do sistema com a Cabala. Este material explora essas referncias e procura apresentar uma nova abordagem da Magia Enochiana, permitindo aos leitores que possuem conhecimentos de cabala, entender com mais facilidade o sistema. Caso o leitor sinta-se conformvel com o contedo apresentado, ele ter a sua disposio um conjunto de informaes sobre a natureza de cada anjo e suas funes, compreender as regies da Grande Tabela e dos teres, bem como conhecer melhor personalidade e temperamentos de cada uma dessas entidades. Desejo a voc um bom proveito e boa leitura.

  • Parte 1 Entendendo a Cabala no Sistema Enochiano A Grande Tabela do Sistema Enochiano

    Figura 1 - A Grande Tabela do Sistema Enochiano

  • Ao longo deste material, desenvolverei uma srie de reflexes, a ponto de tentar provar a relao da Magia Enochiana, criado por John Dee e Eduard Kelley no sculo XVI, com a Cabala Hermtica. Tomemos com ponto de partida, o documento denominado Enochian Temples Chapbook. Nele, Rowe apresenta a correspondncia dos quatros mundos com a hierarquia anglica Enochiana.

    Tabela 1 - Extrada do artigo Enochian Temples Chapbook Benjamin Rowe. Minha primeira intuio foi de mudar essa associao para as quatro torres de vigia, transmitidas pelo anjo Ave em 25 de junho 1584. Sendo assim, os quatro mundos da Cabala seriam vistos da seguinte forma no Enochiano:

    Figura 2 Os selos das quatro Torres de Vigia Ento cada torre seria distribuda na rvore da vida de acordo com o mundo, assim a cabala passaria a ser vista da seguinte forma:

  • Figura 3 Os quatros de acordo com os quatro mundos na Cabala primeira representao Se que cada mundo tambm representado por uma nova Cabala, ento podemos dizer que uma torre corresponde a uma rvore da vida, logo teramos a seguinte viso:

    Figura 4 Os quatros de acordo com os quatro mundos na Cabala segunda representao

  • Se as torres de vigias determinam os quadrantes da Grande Tabela no Enochiano, e na Cabala cada mundo pode ser representado por uma rvore da vida independente, chegamos a seguinte concluso:

    Figura 5 Associao da Torre de Vigia com a Cabala A Torre de Vigia e a rvore da vida so a mesma coisa.

  • Parte 2 Encontrando o Mundo Atziluth na Magia Enochiana A segunda tabela que encontramos no material do Benjamin Rowe, mostra a relao da hierarquia anglica Enochiana distribuda nas Sephiroth:

    Tabela 2 - Extrada do artigo Enochian Temples Chapbook Benjamin Rowe. Particularmente acredito que ele deve ter seguido a Ordem de Anjos da Cabala. Caso seja verdade, ento a viso do Rowe foi a seguinte:

    Qtde Ordem dos Anjos Enochiano Ordem de Anjos da Cabala 4 O Sagrado Nome de 12 Letras Serafins 4 Rei elemental de 8 Letras Querubins 24 Ancies de 7 Letras Tronos 24 Nomes Sagrados de 6 Letras Dominaes 24 Nomes Sagrados de 5 Letras Potncias 24 Arcanjos Querbicos 4 Letras Virtudes 24 Anjos Querbicos 4 Letras Principados 64 Arcanjos Serventes 4 Letras Arcanjos 64 Anjos Serventes 4 Letras Anjos 64 Cacodemos 3 Letras Almas Tabela 3 Relao entre as hierarquias anglicas Enochiana e na Cabala Em um primeiro momento, a relao acima parece aceitvel. Entretanto, a ligao entre os Cacodemos e as Almas, no corresponde a natureza desses seres. Em Godzilla Meets E.T., ele nos apresenta a relao dos 7 planetas ao Rei e aos Ancies da magia Enochiana. Neste artigo o Rei representado pelo Sol, enquanto os 6 senhores representam os demais planetas. Abaixo veremos a explicao sobre o Rei Elemental:

    O prximo na sequncia o Elemental Rei do Tabela (Nota: No texto completo, Rowe explicava anteriormente o Sagrado Nome de 12 Letras), formado por uma espiral em torno do centro da Cruz. A funo do Rei concentrar a fora chamada pelos Sagrado Nome de 12 Letras, e para transferir essa fora para baixo atravs de todos os planos representados pelas tabelas. Nos manuscritos de Dee mostra dois nomes de reis, cada um usando apenas uma das duas letras centrais da cruz. Para a Tabela da Terra, estes seriam ICZHIHA e ICZHIHL. Os anjos indicaram que o primeiro desses nomes era para ser usado para invocar foras utilizadas para fins amigveis, e a segunda para obras de raiva, vingana ou punio. O uso moderno (Golden Dawn) faz a incluso destas duas letras em um nome s, por exemplo, ICZHIHAL.

  • No mesmo texto, um pouco abaixo, encontramos o seguinte comentrio:

    Os reis e os seis Ancies acreditam-se corresponder ao Sol e os planetas. No entanto, suas energias e atividades no refletem com preciso a natureza dos planetas na astrologia ou cabala. O Sol o smbolo da centralidade e de si mesmo, reunindo as funes de todos os nveis do ser, coordenando-os de tal forma a criar um sistema altamente interconectado e homeosttico. A interao intensa produz uma radiao secundria que por sua vez se espalha por todo o sistema e para alm dele, numa "aura" em torno do todo. O Rei Elemental tambm tem a funo de concentrao, mas apenas para o poder dos Nomes de Deus. Ele nem coordena nem unifica as outras potncias dentro das Tabelas. Neste caso, ele tem mais em comum com a natureza de Kether, o Primum Mvel, do que com a concepo cabalstica de Sol ou Tiphereth. Podemos perceber que Rowe coloca em dvida a relao do Rei com o Sol. E neste ponto ele est certo! Sabemos que o Sol, est em Tiphereth, e se recordarmos a relao das Sephiroth, vamos ver que ele atribui o Rei a Chockmah. A chave para o problema, est no prprio artigo do Rowe, ou nos manuscritos de Dee. Neles, vamos encontrar que o Rei elemental possui 2 nomes de 7 letras, o qual a Golden Dawn concentrou em apenas um nome de 8 letras. De acordo com Dee, os 2 nomes representam energias opostas, que se equilibram uma com a outra. Se so energias opostas, podemos ento separa-las em 2 energias, e se observarmos tambm que o segundo nome do Rei, possui mais caractersticas de Binah(Saturno) do que Chockmah(Zodaco). Ento podemos utilizar os nomes do Rei para associ-los as duas Sephiroth distintas. Sendo assim, teramos o mundo Atiziluth ou a trindade superior definida pelo Sagrado Nome de 12 Letras, o Nome do Rei Elemental da Misericrdia de 7 Letras e o Nome do Rei Elemental da Severidade de 7 Letras. Com esta definio, podemos observar que a correspondncia correta, est na associao dos nomes dos Anjos e no da hierarquia. Abaixo veremos o mundo Atiziluth por essa perspectiva:

    N Cabala Enochiano 1 Kether Associado a Sagrado Nome de 12 Letras; 2 Chockmah Associado ao Nome do Rei da Misericrdia de 7 Letras ; 3 Binah Associado ao Nome do Rei da Severidade de 7 Letras;

  • Parte 3 Encontrando os Mundos Briah e Yetzirah na magia Enochiana O prximo passo vamos compreender as energias que emanam de Briah e Yetzirah. Rowe definiu esses mundos da seguinte forma: N Qtde. Nome Enochiano Nome Cabala 4 4 Nomes Sagrados de 6 Letras Chesed 5 4 Nomes Sagrados de 5 Letras Geburah 6 4 Arcanjos Querbicos Tphereth 7 4 Anjos Querbicos Netzach 8 4 Arcanjos Serventes Hod 9 16 Anjos Serventes Yesod Tabela 4 Relao entre as hierarquias anglicas Enochiana e os mundos Briah e Yetzirah na Cabala A proposta para a compreenso segue a mesma linha do mundo anterior (Atiziluth), ou seja, relacionar o prximo nvel da hierarquia dos anjos Enochianos aos regentes das Sephiroth, que no caso, seriam os 6 Ancies. De acordo com Rowe, os Ancios esto em Binah, mas tanto ele quanto a Golden Dawn, fazem associaes dos Ancios com os planetas. Apresentamo