LEI ROUANET Financiamento Público da Cultura Brasileira ?· LEI ROUANET Financiamento Público da Cultura…

Download LEI ROUANET Financiamento Público da Cultura Brasileira ?· LEI ROUANET Financiamento Público da Cultura…

Post on 14-Nov-2018

213 views

Category:

Documents

0 download

TRANSCRIPT

  • LEI ROUANET

    Financiamento Pblico da Cultura Brasileira Balaio do Patrimnio 2013

    Belm - PA, 22 de agosto de 2013

  • Lei Rouanet

    Programa Nacional de Apoio Cultura

    Mecanismos de Financiamento

  • Lei Rouanet

  • Lei Rouanet

  • Segmentos Beneficiados com

    Artigo 18 - (100% de renncia fiscal)

    Lei Rouanet

  • TRAMITAO DE PROJETOS

    GOVERNANA

    Lei Rouanet

  • SECRETARIA DE FOMENTO E INCENTIVO CULTURA

    PLANEJAMENTO

    DIRETORIA DE GESTO DE

    MECANISMOS DE FOMENTO

    FUNDO NACIONAL DE

    CULTURA (FNC)

    GABINETE - ASSESSORIA

    DIRETORIA DE INCENTIVO

    CULTURA

    FORMAO E GESTO

    DE NOVOS

    MECANISMOS

    GESTO DE COMITS E

    SISTEMAS

    ADMISSIBILIDADE E

    ANLISE INICIAL

    ACOMPANHAMENTO E

    AVALIAO DE

    OBJETO

    PRESTAO DE

    CONTAS FINANCEIRA

    E TCEs

  • Secretaria de Fomento e Incentivo Cultura - Gestor

    Secretaria Executiva e Secretarias do MinC

    Instituies Vinculadas

    Representaes Regionais

    Pareceristas Terceirizados

    Comisso Nacional de Incentivo Cultura - CNIC

    Patrocinadores (Pessoa Fsica e Pessoa Jurdica)

    Proponentes (Pessoa Fsica e Pessoa Jurdica)

    Sociedade Brasileira

    rgos de Controle

    Lei Rouanet

    Programa Nacional de Apoio Cultura

  • Presidncia: Ministra de Estado / Suplente: Secretrio da SEFIC

    Coordenao Administrativa: SEFIC

    Reunio Plenria

    ARTES CNICAS - CIRCO, TEATRO E DANA

    AUDIOVISUAL

    MSICA

    ARTES VISUAIS, ARTE DIGITAL E ELETRNICA

    PATRIMNIO CULTURAL - MATERIAL E IMATERIAL

    HUMANIDADES

    CNIC Comiso Nacional de Incentivo a Cultura

    REPRESENTAO DOS EMPRESRIOS

    SOCIEDADE

    CIVIL

    GRUPOS

    TCNICOS

  • Presidncia: Ministra de Estado / Suplente: Secretrio da SEFIC

    Coordenao Administrativa: SEFIC

    Reunio Plenria

    FUNDAO BIBLIOTECA NACIONAL

    FUNDAO CULTURAL PALMARES

    FUNDAO CASA DE RUI BARBOSA

    FUNDAO NACIONAL DAS ARTES - FUNARTE

    INSTITUTO DO PATRIMNIO HISTRICO E ARTSTICO

    INSTITUTO BRASILEIRO DE MUSEUS

    CNIC Comiso Nacional de Incentivo a Cultura

    FRUM DE SECRETRIOS ESTADUAIS

    GOVERNO

    REPRESENTANTES

  • CNIC Comiso Nacional de Incentivo a Cultura

    ITINERNCIA

    - Cidades escolhidas a partir de sugestes dos membros da

    CNIC ou por manifestao do municpio interessado;

    - Agenda divulgada at novembro do ano anterior;

    - Visita a projetos incentivados ou relevantes;

    - Debates com proponentes, empresrios e contadores;

    - Dilogo com os orgos de cultura estaduais e municipais;

    - 11 reunies/ano, sendo 5 itinerantes, 1 em cada regio

    brasileira.

  • 0

    200

    400

    600

    800

    1000

    1200

    FEV

    MAR

    ABR

    MAI

    JUN

    JUL

    AG

    OSET

    OU

    TN

    OV

    DEZ

    2011 - 8.582 projetos 2012 - 6.587 projetos

    Quantidade de Projetos em

    Pauta na CNIC (2011-2012)

    Lei Rouanet

  • 24%

    11%

    25%

    15%

    11%

    Msica

    Audiovisual

    Artes Cnicas

    Humanidades

    Artes Visuais

    Patrimnio

    Integradas

    Quantidade de Projetos analisados na CNIC

    (2011-2012) - POR REA DA CNIC

    TOTAL: 14.287

    Lei Rouanet

  • 69%

    1%

    17%

    0%0%12% 1%

    Funarte

    IPHAN

    FBN

    Palmares

    Casa Rui Barbosa

    SAV

    IBRAM

    Quantidade de Projetos analisados na CNIC

    (2011-2012) - POR ENTIDADE VINCULADA

    TOTAL: 14.287

    Lei Rouanet

  • 28%

    6%

    14%9%

    8%

    23%

    12%

    Artes Cnicas R$347.185.067

    Integradas R$76.848.221

    Artes Visuais R$174.299.562

    Audivisual R$115.354.587

    Humanidades R$100.490.665

    Msica R$285.779.859

    Patrimnio R$151.746.840

    TOTAL R$1.251.704.800,15

    Fonte: SALIC, em 02-04-2013

    Valores Captados

    Totais por segmento - 2012

    Lei Rouanet

  • 1%

    7%

    4%

    13%

    75%

    NORTE R$48.172.642,00

    NORDESTE R$361.223.386,00

    CENTRO OESTE R$235.855.979,00

    SUL R$694.109.194,00

    SUDESTE R$4.041.929.067,00

    TOTAL R$5.381.290.268,00

    Fonte: SALIC, em 08-03-2013

    Valores Autorizados

    Totais por Regio - 2012

    Lei Rouanet

  • 1%

    4%

    2%

    12%

    81%

    NORTE R$9.195.253,24

    NORDESTE R$55.119.864,77

    CENTRO OESTE R$26.447.376,44

    SUL R$147.215.143,80

    SUDESTE R$1.013.727.341,90

    TOTAL R$1.251.704.800,15

    Fonte: SALIC, em 02-04-2013

    Valores Captados

    Totais por Regio - 2012

    Lei Rouanet

  • 1%

    7%

    4%

    13%

    75%

    Norte

    Nordeste

    Centro Oeste

    Sul

    Sudeste

    Lei Rouanet

    Valores Autorizados x Captados

    Totais por Regio - 2012

    1%

    4%

    2%

    12%

    81%

    Autorizado

    Captado

  • ESTADO VALOR (R$) % do

    Brasil

    So Paulo 555.703.971,21 44,40

    Rio de Janeiro 325.899.553,84 26,04

    Minas Gerais 125.510.771,52 10,03

    Rio Grande do Sul 63.197.961,00 5,05

    Paran 47.549.851,84 3,80

    Santa Catarina 36.467.330,96 2,91

    Pernambuco 17.839.270,16 1,43

    Distrito Federal 13.983.970,58 1,12

    Cear 13.830.272,54 1,10

    Bahia 12.635.225,85 1,01

    Gois 7.606.842,71 0,61

    Esprito Santo 6.613.045,54 0,53

    Par 5.872.158,68 0,47

    Rio Grande do Norte 3.827.778,07 0,31

    ESTADO VALOR (R$) % do

    Brasil

    Mato Grosso do Sul 2.737.417,78

    414,78 0,22

    Piau 2.345.162,50 0,19

    Mato Grosso 2.119.145,37 0,17

    Maranho 1.647.128,75 0,13

    Amazonas 1.451.747,24 0,12

    Alagoas 1.178.000,00 0,09

    Sergipe 1.081.276,00 0,09

    Rondnia 1.000.000,00 0,08

    Paraba 735.570,90 0,06

    Tocantins 366.972,50 0,03

    Acre 304.374,82 0,02

    Roraima 110.000,00 0,01

    Amap 90.000,00 0,01

    TOTAL 1.251.704.800,15 100

    Lei Rouanet

    Distribuio por ESTADO - 2012 Valores captados

    Fonte: SALIC, em 02-04-2013

  • 91%

    9%

    ARTIGO 18 R$1.133.167.436,87

    ARTIGO 26 R$118.537.383,28

    Lei Rouanet

    Fonte: SALIC, em 02-04-2013

    Valores Captados

    Totais por Artigo - 2012

  • 69%

    31%

    PESSOA FSICA 6.979

    PESSOA JURDICA 3.128

    TOTAL 10.107

    Lei Rouanet

    Fonte: SALIC, em 02-04-2013

    INVESTIDORES

    Quantidade - 2012

  • 2%

    98%

    PESSOA FSICA 20.038

    PESSOA JURDICA 1.231.667

    TOTAL 1.251.705

    Lei Rouanet

    Fonte: SALIC, em 02-04-2013

    INVESTIDORES

    VALORES em R$ mil

    2012

  • PRINCIPAIS INVESTIDORES

    Lei Rouanet

    INVESTIDOR VALOR (R$)

    Petrleo Brasileiro S. A - Petrobrs 80.260.270,10

    Vale S/A 44.625.657,54

    Banco do Brasil S.A 39.930.020,25

    Banco Nacional de Desenvolvimento Econmomico e Social -

    BNDES 39.699.034,17

    VIVO S/A 27.142.096,00

    Dibens Leasing S/A - Arrendamento Mercantil 25.301.232,00

    Banco Bradesco Financiamentos S.A. 24.194.981,30

    Cia. Itauleasing de Arrecadamento Mercantil 22.699.070,48

    Centrais Eltricas Brasileiras S/A - ELETROBRS 20.100.102,20

    TNL PCS S/A 16.731.942,50

    Companhia Brasileira de Metalurgia e Minerao 15.214.347,37

    Bradesco Vida e Previdncia S/A 13.026.583,00

    Empresa Brasileira de Correios e Telgrafos (ECT) 12.797.877,90

    Cielo S.A. 12.550.000,00

    Ita Vida e Previdncia S.A 10.845.000,00

    Cemig Distribuio S.A 10.448.700,00

    Santander Leasing S.A. Arrendamento Mercantil 10.207.000,00

    Redecard S/A 10.123.800,00

    TOTAL 435.897.714,81

  • 76%

    24%

    PESSOA FSICA 1.433

    PESSOA JURDICA 4.650

    TOTAL 6.083

    Lei Rouanet

    Fonte: SALIC, em 02-04-2013

    PROPONENTES

    Quantidade - 2012

  • 3%

    97%

    PESSOA FSICA 41.823

    PESSOA JURDICA 1.209.882

    TOTAL 1.251.705

    Lei Rouanet

    Fonte: SALIC, em 02-04-2013

    PROPONENTES

    VALORES em R$ mil

    2012

  • 3%

    Lei Rouanet

    PROPONENTES

    Valores - 2012

    24%

    76%

    Pessoa Fsica

    Pessoa Jurdica

    PROPONENTES

    Quantidade - 2012

  • PRINCIPAIS PROPONENTES

    Lei Rouanet

    PROPONENTE VALOR CAPTADO (R$)

    Fundao Roberto Marinho 35.222.344,59

    Instituto Ita Cultural 29.500.000,00

    T4F Entretenimento S.A. 27.871.103,49

    Fundao Orquestra Sinfnica Brasileira 21.940.551,51

    Fundao Bienal de So Paulo 19.429.500,00

    Instituto Agires 15.045.493,12

    Fundao Orquestra Sinfnica do Estado de So Paulo 12.618.024,62

    Associao Orquestra Pr Msica do Rio de Janeiro 10.683.641,00

    Associao Sociedade de Cultura Artstica 10.532.445,08

    Museu de Arte Moderna de So Paulo - MAM 9.779.248,25

    Giovan Servios Ltda. 9.397.062,37

    Associao Cultural da Funarte 9.078.660,00

    Base Sete Projetos Culturais 8.487.248,00

    Museu de Arte de So Paulo Assis Chateaubriand 8.029.000,00

    TOTAL 227.614.322,03

  • 0%

    100

    %

    > R$ 8 milhes 14 227.614.322

    < R$ 8 milhes 6.069 1.024.090.478

    TOTAL 6.083 1.251.704.800

    Lei Rouanet

    Fonte: SALIC, em 02-04-2013

    18%

    Proponentes

  • ANO LOA (R$1,00) CAPTADO (R$ 1,00) %

    2003 291.330.896 430.843.947 147,89

    2004 154.616.998 511.748.402 330,98

    2005 269.972.108 725.551.102 268,75

    2006 362.849.884 854.122.869 235,39

    2007 661.259.201 989.810.498 149,69

    2008 857.285.802 960.376.263 112,03

    2009 1.038.067.355 979.933.816 94,40

    2010 1.319.281.822 1.162.782.266 88,14

    2011 1.328.587.944 1.321.658.643 99,48

    2012 1.642.590.297 1.251.704.800 76,20

    2013 (*) 1.791.564.549

    Lei Rouanet

    Valores Captados

    Srie Histrica 2003-2012

    (*) VALOR PROPOSTO

  • Lei Rouanet

    Valores Captados (R$ milhes)

    Srie Histrica 2003-2012

    0

    200

    400

    600

    800

    1000

    1200

    1400

    1600

    1800

    2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012

    APROVADO LOA CAPTADO

  • Lei Rouanet

    Tempo de Anlise - em dias (do PRONAC at aprovao no DOU) - 2009-2013

    0

    50

    100

    150

    200

    250

    2009 2010 2011 2012 2013

    MDIA PRONAC ARTES CENICAS ARTES VISUAIS AUDIOVISUAL

    HUMANIDADES MSICA PATRIMNIO

  • 0

    100

    200

    300

    400

    500

    600

    JAN

    FEV

    MAR

    ABR

    MAI

    JUN

    JUL

    AGO

    SET

    OUT

    NOV

    DEZ

    2009 2010 2011 2012

    Captao de Recursos (2009-2012)

    R$ milhes

    Lei Rouanet

  • Lei Rouanet

    NUMERO DE PROJETOS APROVADOS CAPTADOS X NO CAPTADOS

    47%53%

    CAPTADO NO CAPTADO

    2012 6.347 projetos

    2011 7.920 Projetos

    2010 10.256 projetos

    32%

    68%

    CAPTADO NO CAPTADO

    52

    %

    48

    %

  • Lei Rouanet

    VALORES DE PROJETOS APROVADOS CAPTADOS X NO CAPTADOS

    24%

    76%

    CAPTADO NO CAPTADO

    2012 R$ 5.362.827,71

    2011 R$ 5.484.238,00

    2010 R$ 4.805.618,00

    24%

    76%

    CAPTADO NO CAPTADO

    23

    %

    77

    %

    Em R$ 1.000

  • Decreto 5761/2006

    Art.5 - O Ministrio da Cultura poder escolher, mediante

    processo pblico de seleo, os programas, projetos e

    aes culturais a serem financiados pelos mecanismos

    definidos no art. 2 da Lei n o 8.313, de 1991, podendo

    designar comits tcnicos para essa finalidade.

    3 - A promoo de processos pblicos para seleo de

    projetos realizada, de forma independente, por empresas

    patrocinadoras dever ser previamente informada ao

    Ministrio da Cultura.

    Lei Rouanet

    GESTO DE EDITAIS PBLICOS

  • Lei Rouanet

    VANTAGENS

    Segurana do processo

    Adequao do edital ao normativo (Lei-Decreto-IN)

    Possibilidade de estabelecimento de cronograma

    Desonerao do sistema

    Participao do MinC-Sefic no processo seletivo

    Confiana junto aos concorrentes do certame

    Posssibilidade de aderncia s polticas do MinC

    GESTO DE EDITAIS PBLICOS

  • TERMO DE COOPERAO TCNICA

    (MinC-SEFIC x Patrocinadores)

    Eletrobras

    Petrobras

    Banco do Brasil

    Banco do Nordeste

    BR Distribuidora

    Natura

    COMGAS

    Correios

    Lei Rouanet

    GESTO DE EDITAIS PBLICOS

  • Lei Rouanet - 22 anos depois

    - Investimento crescente no setor cultural:

    - $15 bi em 22 anos

    - 1,7 bi para 2013

    - 40 mil projetos apoiados, 3,6 mil em 2012 e 12 mil em execuo;

    - Mecanismo de induo ao profissionalismo no setor cultural;

    - Envolvimento da iniciativa privada em patrocnios culturais;

    - Transparncia em todas as fases do processo;

    - Implantao de uma poltica de editais nas empresas patrocinadores;

    - Desenvolvimento de setores (msica, artes cnicas e artes visuais);

    - Estmulo para cirao de Leis Estaduais e Municipais de Cultura;

    - Modelo para Lei de Incentivo ao Esporte;

    - Maior governana e aperfeioamento do mecanismo nos ltimos 3 anos;

    MAIS IMPORTANTE MECANISMO DE FINANCIAMENTO DO SETOR CULTURAL

  • Lei Rouanet - 22 anos depois

    - No traduz o atual momento do movimento cultural brasileiro;

    - 100% de renncia fiscal para alguns segmentos, baseados em critrios frgeis

    (art. 18 ou art. 26)

    - Acesso: baixa apropriao das camadas C, D e E;

    - No estimula o investimento de recursos privados no setor;

    - Promove uma concentrao em dois estados brasileiros;

    - Exige uma estrutura pesada e onerosa de anlise/acompanhamento;

    - Prestao de contas complexa e inadequada para o setor;

    - Sobrecarrega a CNIC com perda de sua capacidade analtica;

    - Trata diferentes de forma igual (proponente, patrocinadores, territrios,

    segmentos);

    - Exclui agentes que no tem acesso aos patrocinadores, privilegiando

    captadores de recursos;

    - Torna o produtor cultural refm de patrocinadores e de recursos incentivados;

    - No permite polticas compensatrias pelo Governo (FNC sem recursos);

    - Exclui pequenos contribuintes, em especial pessoas fsicas;

    - Lei ancorada no Incentivo (FNC frgil e FICART sem atratividade)

    PRO - CULTURA SUBSTITUIR A LEI ROUANET TENDE A RESOLVER VRIOS

    DESSES PROBLEMAS (EM TRAMITAO NA CMARA FEDERAL)

  • Indicadores de Excluso Cultural Fonte: MinC - Ipea, 2007

    Cerca de 90% dos municpios brasileiros ainda no possuem salas de cinema, teatro ou museu.

    73% dos livros, no Brasil, esto concentrados

    nas mos de apenas 16% da populao brasileira

  • O Consumo Cultural no Brasil Fonte: Revista Observatrio, no. 7 (Ita cultural), 2007

    Mais da metade dos brasileiros nunca foi ao cinema ou teatro, nunca viu uma exposio de arte,

    nunca assistiu a um show musical;

    69% nunca leu um livro;

    83% nunca foi ao cinema;

    77% preferem usar o tempo livre com a televiso;

    56% dos frequentadores de cinema preferem filmes

    americanos, 72% acham esses filmes timos. O

    Brasil produz mais de 100 filmes/ano

  • O Papel do Governo

    no Financiamento Cultura

    - Valorizar a grandeza e a diversidade da Cultura Brasileira;

    - Ampliar e qualificar o acesso aos recursos, a todos e sem

    privilgios;

    - Financiar todas as dimenses da Cultura Brasileira;

    - Promover a distribuio equilibrada entre as regies

    brasileiras;

    - Assumir polticas compensatrias lgica de Mercado;

    - Propor legislao que construa um cenrio favorvel ao

    desenvolviemnto do segmento cultural brasileiro.

  • HERMIDES PASSOS Coordenador de Planejamento Interno

    Secretaria de Fomento e Incentivo Cultura e-mail: hermides.passo@cultura.gov.br

    Fones: (61) 2024 2105 ou 2024 2150

Recommended

View more >