Lei orgânica do município de garanhuns

Download Lei orgânica do município de garanhuns

Post on 11-Jul-2015

82 views

Category:

Law

5 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

<p>LEI ORGNICAMUNICIPAL DE GARANHUNSATUALIZADA</p> <p>LEI ORGNICA DO MUNICPIO DE GARANHUNSPREMBULO</p> <p>Ns, Vereadores do Municpio de Garanhuns, reunidos sob a proteo de Deus, reafirmamos guardar fidelidade Constituio da Repblica federativa do Brasil e Constituio do Estado de Pernambuco, honrados com o voto livre e espontneo dos eleitores de Garanhuns, cujo lema Ad altiora tendere um estmulo constante ao cumprimento de nossos deveres, reiterando o compromisso de contribuir na busca de uma sociedade justa, livre e solidria, promulgamos esta Lei Orgnica. </p> <p>LEI ORGNICA DO MUNICPIO DE GARANHUNSSUMRIO</p> <p>PREMBULO PginaTtulo I- Disposies Preliminares 05Captulo I- Do Municpio 05Captulo I- Da Competncia 05Ttulo II- Da Organizao dos Poderes 08Captulo I- Dos Poderes Municipais 08Captulo II- Do Poder Legislativo 09Seo I- Da Cmara Municipal 09Seo II- Da Competncia da Cmara Municipal 09Seo III- Dos Vereadores 10Seo IV- Da Organizao da Cmara Municipal 13Seo V- Da Comisso Executiva 15Seo VI- Do Funcionamento da Cmara 16Seo VII- Das Comisses 17Seo VIII- Do Processo Legislativo 18Sub-seo I- Disposies Gerais 18Sub-seo II- Das Emendas Lei Orgnica 18Sub-seo III- Das leis 19Sub-seo IV- Dos Decretos Legislativos e das Resolues 22Seo IX Da Fiscalizao Contbil, financeira, Oramentria, Operacional e Patrimonial 22 Captulo III- Do Poder Executivo 23Seo I- do Prefeito e Vice-Prefeito 23Seo II Da Competncia do Prefeito 24Seo III Da Responsabilidade do Prefeito 26Seo IV Dos Secretrios Municipais e Sub-Prefeitos 27Ttulo III- Da Organizao Administrativa Municipal 27Capitulo I- Do Planejamento 27Capitulo II- Da Administrao Municipal 28Capitulo III- Das Obras e Servios Municipais 28Capitulo IV - dos Bens Municipais 29Capitulo V dos Servidores Municipais 29Ttulo IV dos Tributos e Oramento 30Capitulo I Dos Tributos30Capitulo II- Das Limitaes ao Poder de Tributar 31Capitulo III Da Participao do Municpio em Receitas Tributrias da Unio e do Estado 32 Capitulo IV Do Oramento 33Ttulo V Da Ordem Econmica e Social 37Capitulo I Do Desenvolvimento Econmico 37Capitulo II Da Defesa do Consumidor 39Capitulo III Da Poltica Urbana 40Capitulo IV Da Poltica Habitacional 42Capitulo V Da Poltica Rural 42Capitulo VI Da Seguridade Social 43Seo I Disposies Gerais 43Seo II Da Previdncia Social 43Seo III - Da Sade 44Seo IV Da Assistncia social 45Capitulo VII- da Educao, Cultura, Desporto, e Lazer 46Seo I Da Educao 46Seo II Da Cultura 48Seo III Do Desporto e do Lazer 49Capitulo VIII Da Cincia e da Tecnologia 49Capitulo IX Do Meio Ambiente 50Seo I Da Proteo ao Meio Ambiente 50Seo II Dos Recursos Minerais 51Seo III Dos Recursos Hbridos 51Capitulo X Da Famlia, da Criana, do Adolescente e do Idoso 51Capitulo XI Da Poltica do Turismo 53Capitulo XII Da Poltica do Transporte e do Sistema Virio 53Titulo VI Disposies Gerais e Transitrias 54</p> <p>Lei N 2.430TITULO IDISPOSIES PRELIMINARESCAPTULO IDO MUNICPIO</p> <p>Art. 1. O Municpio de Garanhuns, parte integrante do Estado de Pernambuco, com personalidade jurdica de direito pblico interno e autonomia poltica, normativa, administrativa e financeira, reger-se- por esta Lei Orgnica e demais leis que adotar, respeitados os princpios e preceitos estabelecidos nas Constituies da Repblica Federativa do Brasil e do Estado de Pernambuco. 1 - mantido o atual Territrio do Municpio, cujos limites somente podero ser alterados na forma prevista na Constituio do Estado.2 - A criao de Distritos e o Zoneamento do Territrio do Municpio dependem da Lei Municipal, observadas as legislaes pertinentes e assegurada a unidade histrica cultural, demogrfica, social e econmica do ambiente urbano.3 - So Smbolos do Municpio a bandeira, o escudo, o hino e outros, estabelecidos em Lei Municipal.4 - O Municpio assegurar o pleno exerccio da cidadania, bem como criar os instrumentos adequados sua proteo.5 - So instrumentos bsicos de conscientizao e defesa da cidadania:I O Conselho de Defesa dos direitos Humanos;II O Conselho de Defesa do Consumidor;III O Conselho de Comunicao social.</p> <p>6 - Os instrumentos do que trata os incisos II e III, do Pargrafo 5 deste artigo, sero institudos, organizados e tero as atribuies definidas em lei.CAPITULO IIDA COMPETNCIA</p> <p>Art. 2 - Compete ao Municpio:I legislar sobre assuntos de interesse local;II suplementar a legislao federal e estadual, no que couber;III instituir e arrecadar os tributos de sua competncia, bem como aplicar suas rendas sem prejuzo de obrigatoriedade de prestar contas e publicar balancetes nos prazo fixados em lei;IV criar, organizar e suprimir distritos, observada na legislao estadual;V organizar e prestar diretamente ou sobe regime de concesso, os servios pblicos, de interesse local, incluindo de transporte coletivo, que tem carter essencial;</p> <p>- 05 -VI manter, com a cooperao tcnica e financeira da Unio e do Estado, programas de educao pr-escolar, de primeiro grau e de ensino profissionalizante;VII prestar, com a cooperao tcnica e financeira da Unio do Estado, servios de atendimento sade da populao;VIII promover, no que couber, o adequado ordenamento territorial, mediante planejamento e controle do uso, do parcelamento e da ocupao do solo urbano; IX promover a proteo do patrimnio histrico-cultural local, observadas a legislao e a ao fiscalizadora federal e estadual;X elaborar o estatuto de seus servidores, observados os princpios fixados nas Constituies Federais e Estaduais;XI implantar uma poltica de proteo e de gesto ambiental em colaborao com a Unio e o Estado;XII apoiar e desenvolver os espaos, equipamentos, instrumentos e atividades culturais, desportiva e de lazer, especialmente as mais ligadas vida e s tradies do municpio;XIII promover e incentivar o turismo local, em colaborao com rgos federais, estaduais e com iniciativa privada;XIV sinalizar e dispor sobre a utilizao e a preservao de vias e logradouros, inclusive itinerrios e pontos de parada dos veculos de transporte coletivo, locais de estacionamento, zonas de silncio, trfego em condies especiais, locais e horrios de carga e descarga e tonelagem mxima permitida aos veculos que trafegam em vias pblicas municipais;XV prover sobre a limpeza das vias e logradouros pblicos, remoo e destino adequado do lixo domiciliar e de outros resduos de qualquer natureza; XVI ordenar as atividades urbanas, inclusive fixando condies e horrios, para funcionamento de estabelecimentos industriais, comerciais e de prestao de servios, alm de festas e diverses pblicas;XVII quanto aos estabelecimentos comerciais, industriais e de prestao de servios:a) Conceder ou renovar licena para instalao e funcionamento;b) Revogar a licena daqueles cujas atividades se tornarem prejudiciais a sade, higiene, bem-estar, recreao, ao sossego pblico e aos bons costumes;c) Promover o fechamento daqueles que funcionarem sem linces ou aps revogao desta.XVIII estabelecer e impor penalidades por infrao da legislao municipal;XIX dispor sobre os servios funerrios, administra os cemitrios pblicos e fiscalizar os cemitrios particulares;XX dispor sobre apreenso, depsito e destino de animais e mercadorias, em decorrncia de transgresso da legislao municipal;XXI dispor sobre registro, vacinao e captura de animais que poluam ou danifiquem os equipamentos pblicos, ou ainda, que ponha em risco a sade da populao;XXII instituir a Guarda Municipal, destinada proteo de seus bens, servios e instalaes, cuidando de sua devida regulamentao e promoo de treinamento pessoal;</p> <p>- 06 -XXIII elaborar o plano Diretor, o plano plurianual, a lei de diretrizes oramentaria e o oramento anual;XXIV regulamentar, autorizar e fiscalizar a afixao de cartazes e anncios, bem como a utilizao de quaisquer outros meios de publicidade e propaganda nos locais sujeito ao poder de polcia do Municpio;XXV reformar esta lei, observada a forma e os limites fixados nela, na Constituio Estadual e na Constituio Federal.</p> <p>1 - competncia comum da Unio, do estado e do Municpio, observado disposto no paragrafo nico do artigo 23da Constituio Federal:a) zelar pela guarda das Constituio federal, Estadual, desta Lei, das leis e das instituies democrticas e conservar o patrimnio pblico;b) cuidar da sade e assistncia pblica, da proteo e garantia das pessoas portadoras de deficincias;c) proteger os documentos, as obras e outros bens de valor histrico, artstico e cultural, os monumentos, as paisagens naturais notveis e os stios arqueolgicos;d) impedir a invaso, a destruio e a descaracterizao de obras de arte e de outros bens de valor histrico, artstico ou cultural;e) proporcionar os meios de acesso cultura, educao e cincia;f) proteger o meio ambiente e combater a poluio em quaisquer de suas formas;g) preservar as florestas, a fauna e a flora;h) fornecer a produo agropecuria e organizar o abastecimento alimentar; i) promover programas de construo de moradias e a melhoria das condies habitacionais e de saneamento bsico;j) combater as causa da pobreza e os fatores de marginalizao promovendo a integrao social dos setores desfavorecidos;l) registrar, acompanhar e fiscalizar as concesses de direitos de pesquisa e de explorao de recursos hbridos e minerais, no territrio do municpio;m) estabelecer e implantar poltica de educao para segurana no trnsito.</p> <p> 2 - Cabe ainda ao Municpio legislar concorrentemente com o estado e a Unio, sobre as matrias que forem de sua competncia indicadas nos incisos I e XVI, do artigo 24 da Constituio Federal, observado o disposto nos Pargrafos 1 a 4 daquele dispositivo constitucional, e o dispositivo no artigo 80 e Pargrafos da constituio Estadual. 3 - O Municpio poder celebrar Convnios com a Unio, o Estado de Pernambuco e outros municpios, para o planejamento, a organizao e a execuo de funes pblicas de interesse comum, mediante prvia autorizao legal. 4 - O Municpio assegurar a participao popular junto aos seus rgos e entidades da administrao direta e indireta, garantido o carter democrtico da gesto pblica municipal na:I - formulao das polticas e diretrizes da ao pblica global e setorial;</p> <p>- 07-II - estratgia de ao e encaminhamento de solues de problemas municipais;III - elaborao do Plano Diretor, bem como dos planos, programas e projetos setoriais;5 - A participao popular na administrao municipal ser exercida:</p> <p>I - por intermdio de Conselhos Setoriais Populares, institudos pelos seguimentos sociais interessados, de conformidade com as normas de organizao e funcionamento fixadas em Leis Municipais;II - pela manifestao de interesses coletivos sobreo direcionamento das aes pblicas municipais;</p> <p>Pargrafo nico A Administrao Pblica Municipal adotar os instrumentos necessrios articulao dos rgos pblicos com as entidades mencionadas no inciso I.</p> <p>TTULO IIDA ORGANIZAO DOS PODERES MUNICIPAISCAPTULO IDOS PODERES MUNICIPAIS</p> <p>Art. 6 - So poderes do Municpio, independentes e harmnicos entre si, o Legislativo, constitudo pela Cmara Municipal, e o executivo, constitudo pela Prefeitura.</p> <p>Art. 7 - O poder Municipal ser exercido pelo povo nos termos da constituio da Repblica, da Constituio Estadual e desta Lei Orgnica. 1 - O exerccio indireto do poder do povo far-se- de representantes eleitos mediante sufrgio universal e pelo voto direto e secreto, na forma da Constituio da Repblica.</p> <p>2 - O exerccio direto do poder pelo povo far-se- atravs dos seguintes instrumentos;</p> <p>I iniciativa popular no processo legislativo;II plebiscito;III referendum.</p> <p>3 - A convocao de plebiscito e a autorizao de referendum dependero da solicitao:I da maioria dos membros da cmara Municipal;II do Prefeito;III de 5% (cinco por cento) do eleitorado alistado no Municpio.</p> <p>- 8 -4 - Convocado o plebiscito e autorizado o referendum, caber a Cmara Municipal manter entendimento com a Justia Eleitoral para viabilizar o processo de votao no prazo de 90 (noventa) dias.5 - O Municpio criara instrumentos de participao popular nas decises, na gesto e no controle da administrao Pblica.</p> <p>CAPTULO IIDO PODER LEGISLATIVOSEO IDA CMARA MUNICIPALArt. 8. O Poder Legislativo exercido pela Cmara Municipal, composta de Vereadores eleitos na forma de legislao em vigor.1. O nmero de Vereadores ser proporcional populao do Municpio, observado o disposto na Constituio da Repblica e do Estado de Pernambuco. 2. Cada legislatura ter a durao de quatro anos.</p> <p>SEOIIDA COMPETNCIA DA CMARA MUNICIPALArt. 9. Cabe a Cmara Municipal, com a sano do Prefeito, legislar sobre as matrias da competncia do Municpio, especialmente:</p> <p>I as diretrizes oramentarias, os planos plurianuais, o oramento anual e o plano diretor;II dvida pblica municipal e autorizao de operaes de credito;III Sistema Tributrio, arrecadao e aplicao das rendas e outras matrias financeiras ou tributrias, inclusive isenes, anistias fiscais e remisso de dvidas;IV autorizao para alienao, aforamento, cesso de uso de arrendamento de bens imveis do Municpio, e para o recebimento de doaes com encargos;V criao, transformao e extino de cargos, empregos e funes na administrao municipal, fixando-lhes a remunerao;VI concesso e permisso de servios pblicos municipais;VII constituio dos direitos reais sobre bens do municpio;VIII criao, organizao e supresso de distritos, observada a Legislao Estadual;IX autorizao para celebrao de convnios com entidades pblicas ou particulares;X denominao dos prprios, vias e logradouros municipais, vedada a mudana das denominaes j existentes, salvo, neste caso, se em decorrncia de deciso plebiscitria;XI suplementao da Legislao Federal e Estadual, no que couber e todas as demais matrias da competncia do Municpio.</p> <p>- 9 -Pargrafo nico vedada mais de uma denominao, citadas no Inciso X, deste Artigo, a um mesmo homenageado, na sede deste Municpio, podendo ser dada a mesma homenagem nos Distritos. Pargrafo nico acrescentado pela Emenda Lei Orgnica N 02 de 10/04/1995. Pargrafo nico com nova redao dada pela Emenda lei Orgnica Municipal N 06 de 11/08/1997.Art.10. Compete privativamente Cmara Municipal:I Eleger sua Comisso Executiva, bem como destitui-la, na forma regimental;II Elaborar o Regimento Interno e organizar os seus servios administrativosIII Dar posse ao Prefeito e ao Vice-Prefeito, conhecer sua renuncia e, nos casos previstos em Lei, afasta-los dos respectivos cargos;IV Conceder licena ao Prefeito, ao Vice-Prefeito e aos Vereadores para afastamento temporrio do cargo;V Autorizar o Prefeito a se ausentar do Municpio por mais de quinze dias e do Pas, por qualquer tempo;VI Fixar os subsdios e a verba de representao do Prefeito, do Vice-Prefeito e dos Vereadores;VII Criar comisses de inqurito, para apurao de irregularidades no mbito da competncia municipal;VIII Solicitar informaes ao Prefeito sobre assuntos referentes administrao municipal;IX Convocar secretrios municipais e dirigentes de entidades da administrao indireta e fundacional do Poder Executivo Municipal, para prestarem informaes sobre matrias de sua competncia;X Julgar o Prefeito, o Vice-Pr...</p>