lei 8.666 e licitações e pregão cespe e contratos administrativos e pregão

Download Lei 8.666  e licitações e pregão cespe e contratos administrativos e pregão

Post on 28-Oct-2015

208 views

Category:

Documents

27 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Lei 8.666 licitaes e contratos e prego cespeCom relao aos contratos administrativos, julgue os itens subsequentes.

1 As clusulas exorbitantes incidem nos contratos administrativos, desde que expressamente previstas.

2 A administrao pblica pode rescindir unilateralmente o contrato por motivo de interesse pblico, circunstncia que lhe impe o dever de ressarcir o contratado dos prejuzos regularmente comprovados.

3 Na concesso de servio pblico, no h a incidncia das clusulas exorbitantes, tampouco da caracterstica da mutabilidade.

Julgue os itens que se seguem, referentes a licitao no mbito da administrao pblica.

4 Constitui hiptese de inexigibilidade de licitao a contratao de associao de portadores de deficincia fsica, sem fins lucrativos e de comprovada idoneidade, para a prestao de servios ou fornecimento de mo de obra, desde que o preo contratado seja compatvel com o de mercado.

5 O leilo modalidade de licitao entre interessados devidamente cadastrados para a venda de bens mveis inservveis para a administrao.Quanto aos encargos da concessionria de servio pblico, julgue o seguinte item.

6 O edital e o contrato de concesso de servio pblico podem prever como obrigaes da concessionria a promoo de desapropriaes e a constituio de servides autorizadas pelo

poder concedente. Nesse caso, cabe concessionria o pagamento da indenizao ao proprietrio do bem afetado pela interveno.

Julgue os itens seguintes, a respeito dos princpios bsicos e das definies acerca da licitao pblica.

7 Sendo realizada uma licitao para a compra de veculos movidos a biocombustvel, a administrao no pode receber, ao trmino do certame, um veculo movido a dsel, uma vez

que, se o fizer, estar violando o princpio da indistino.

8 Considere a seguinte situao hipottica. O responsvel pelas contrataes em certa secretaria de governo da Bahia editou uma norma interna determinando que, nos editais de licitao ou em seus anexos, no deveriam ser includos os oramentos estimados nem as planilhas de quantitativos e preos unitrios, uma vez que tais informaes poderiam direcionar o resultado da licitao. Nessa situao, agiu corretamente a autoridade, ao editar a referida norma.

9 Na execuo indireta de obras ou servios pelo poder pblico, ocorre o regime de empreitada por preo unitrio, quando se contrata a execuo da obra ou do servio por preo certo de unidades determinadas.Julgue o item abaixo, acerca dos contratos administrativos.

10 A administrao pode modificar unilateralmente os contratos administrativos para adequ-los s finalidades de interesse pblico, desde que mantido o equilbrio econmico-financeiro original dos contratos. No entanto, no pode rescindi-los unilateralmente em razo de superveniente declarao de inidoneidade do contratado para licitar e contratar com a administrao.No que se refere a convnio, julgue o item a seguir.

11 vedada a previso de pagamento de taxa de administrao ou de qualquer outra forma de remunerao ao convenente no instrumento de celebrao do convnio.Acerca dos contratos administrativos e das licitaes, julgue os itens que se seguem.

12 A inexistncia de oramento detalhado em planilhas que expressem a composio de todos os custos unitrios implica a nulidade dos atos ou contratos administrativos realizados e a responsabilidade de quem lhes tenha dado causa.

13 Cabe apenas aos rgos de controle e ao Ministrio Pblico requerer administrao pblica os quantitativos das obras e preos unitrios de determinada obra executada.Acerca da Lei n.o 8.666/1993 (Lei de Licitaes), julgue os itens seguintes.

14 Caso a administrao pblica pretenda vender bens mveis, tal alienao estar subordinada existncia de interesse pblico devidamente justificado, ser precedida de avaliao e de licitao e depender de autorizao legislativa para rgos da administrao direta e entidades autrquicas e fundacionais.

15 As licitaes sero realizadas no local onde se situar a repartio interessada, salvo por motivo de interesse pblico, devidamente justificado, sendo vedada a habilitao de interessados residentes ou sediados em outros locais.

16 Caso a Unio tenha de intervir no domnio econmico para regular preos ou normalizar o abastecimento, a licitao ser dispensvel.Julgue os itens a seguir, que tratam de licitaes e contratos.

17 As normas que determinam que obras, servios, compras e alienaes no mbito da administrao pblica sejam contratados mediante processo de licitao pblica visam garantir a observncia do princpio da isonomia.

18 De acordo com a Lei n. 8.666/1993, a concorrncia um tipo de licitao.

19 Com o advento da CF, as contrataes por meio da modalidade convite passaram a ser consideradas inconstitucionais.Acerca da licitao e da concesso de servios pblicos, julgue os itens seguintes.

20 No mbito do sistema de registro de preos, facultado a uma unidade administrativa utilizar-se de registros cadastrais de outros rgos ou entidades da administrao pblica, no havendo, nesse caso, qualquer violao ao princpio da obrigatoriedade da licitao.

21 Na concesso de servios pblicos, a concessionria poder celebrar contratos com terceiros objetivando o desenvolvimento de atividades inerentes, acessrias ou complementares ao servio concedido, os quais sero regidos pelo direito privado e no se estabelecer qualquer relao jurdica entre os terceiros e o poder concedente.Acerca da disciplina jurdica das licitaes, julgue os itens que se seguem.

22 No curso de uma licitao, vedado o tratamento diferenciado entre empresas nacionais e estrangeiras. Contudo, em igualdade de condies, como critrio de desempate, admite-se a preferncia aos bens produzidos por empresas brasileiras de capital nacional.23 Considerando que, em razo de guerra externa declarada pelo presidente da Repblica, certo estado necessite adquirir gneros alimentcios e cobertores para atender a necessidades bsicas de parcela da populao local, ser lcito ao estado contratar a aquisio dos referidos bens por dispensa de licitao.

24 Caso certo municpio necessite adquirir software de informtica fabricados por fornecedor exclusivo, conforme atestado fornecido pelo rgo competente, ensejando a inviabilidade de competio entre eventuais licitantes, ser inexigvel a licitao para a aquisio dos referidos software de informtica.Quanto licitao e aos contratos administrativos, julgue os itens que se seguem.

25 Considerando a relevncia de seu objeto, as licitaes internacionais devem ser realizadas obrigatria e exclusivamente na modalidade de concorrncia.

26 A adjudicao produz o efeito de sujeitar o adjudicatrio s penalidades previstas no edital e perda de eventuais garantias oferecidas, caso no assine o contrato no prazo e nas condies estabelecidas.

27 Nos contratos administrativos, admitida a subcontratao, total ou parcial, de seu objeto, ainda que no prevista no edital de licitao.

28 A ilegalidade comprovada no procedimento licitatrio, apurada aps a celebrao do contrato, macula o contrato administrativo dele decorrente, impondo sua conseqente anulao pela administrao pblica.Em relao a licitao e contratos administrativos, julgue os itens a seguir.

29 As obras e servios que so objetos de licitao no admitem a execuo indireta no regime de empreitada por preo global.

30 A instaurao de insolvncia civil da empresa prestadora de servios constitui motivo para resciso do contrato administrativo por ela celebrado.

31 A administrao pblica solidariamente responsvel pelo inadimplemento dos encargos previdencirios resultantes da execuo de contrato administrativo.

32 A administrao pode impedir a manuteno do equilbrio econmico-financeiro do contrato administrativo nas hipteses de interesse pblico relativas segurana nacional.

A sociedade Lucas Ltda. concessionria de uso de bem pblico da Unio, por explorar atividade econmica em loja localizada em um aeroporto administrado pela INFRAERO.

O municpio onde se localiza o aeroporto pretende cobrar o IPTU sobre esse imvel, alegando que Lucas seu legtimo possuidor.

Considerando essa situao hipottica e a legislao acerca dos contratos administrativos, julgue o item abaixo.

33 Na hiptese em epgrafe, conforme jurisprudncia do STJ, no pode haver incidncia do referido imposto, j que a posse no exercida com animus domini, sendo fundada em direito pessoal.Julgue os itens a seguir acerca da Lei n.o 8.666/1993.

34 permitido prever ou incluir, nos atos de convocao da licitao, clusulas ou condies que estabeleam preferncias em razo da sede ou domiclio das empresas licitantes, a fim de facilitar a prestao do servio.

35 No procedimento licitatrio, vedado estabelecer tratamento diferenciado de natureza comercial, legal, trabalhista, previdenciria ou qualquer outra, entre empresas brasileiras e estrangeiras, salvo as diferenciaes estabelecidas em lei, entre as quais est a possibilidade de se utilizar, como critrio de desempate, a preferncia a bens e servios produzidos por empresas brasileiras.Julgue os itens subsequentes, referentes a processos licitatrios.

36 A carta-convite um instrumento convocatrio para a modalidade convite e deve ser publicada em jornal de grande circulao na localidade do processo licitatrio.

37 A publicidade dos atos licitatrios ampla e irrestrita em todas as fases da licitao, tanto aos participantes do certame como ao pblico em geral.

38 A adjudicao o ato de celebrao do contrato realizado pela administrao pblica com o ganhador do processo licitatrio.

39 Caso o ganhador da licitao no celebre o contrato, a administrao pblica deve obrigatoriamente convocar os licitantes remanescentes, segundo a ordem de classificao obtida anteriormente.

40 Na licitao dispensada, facultado administrao pblica realizar ou no o processo licitatrio.

Julgue os itens seguintes, acerca

Recommended

View more >