legislacoes raio x

Download Legislacoes Raio X

Post on 12-Jan-2016

50 views

Category:

Documents

5 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Legislação sobre adicional radiológico no Exército Brasileiro

TRANSCRIPT

  • MINISTRIO DA DEFESA EXRCITO BRASILEIRO

    DEPARTAMENTO-GERAL DO PESSOAL (Diretoria Geral do Pessoal / 1860)

    PORTARIA No 206 - DGP, DE 17 DE DEZEMBRO DE 2003.

    Aprova as Normas para Concesso do Adicional de Compensao Orgnica aos Militares que Desempenham Atividades Sujeitas Radiao Ionizante.

    O CHEFE DO DEPARTAMENTO-GERAL DO PESSOAL, no uso da competncia que lhe foi conferida pelo art. 4o do Regulamento do Departamento-Geral do Pessoal (R-156), aprovado pela Portaria do Comandante do Exrcito no 481, de 9 de setembro de 2002, e com o que prope a Diretoria de Sade, resolve:

    Art. 1o Aprovar as Normas para Concesso do Adicional de Compensao Orgnica aos Militares que Desempenham Atividades Sujeitas Radiao Ionizante.

    Art. 2o Revogar a Portaria no 010 - DGS, de 28 de maro de 1988, a Portaria no 015 - DGS, de 14 de agosto de 1991, a Portaria no 056 - DGS, de 20 de dezembro de 2000, e demais disposies em contrrio.

    Art. 3o Determinar que esta Portaria entre em vigor na data de sua publicao.

    ___________________________________________ GEN EX LUIZ EDMUNDO MONTEDNIO RGO

    Chefe do Departamento-Geral do Pessoal

    CAXIAS 200 ANOS SOLDADO E PACIFICADOR

  • MINISTRIO DA DEFESA EXRCITO BRASILEIRO

    DEPARTAMENTO-GERAL DO PESSOAL (Diretoria Geral do Pessoal / 1860)

    NORMAS PARA CONCESSO DO ADICIONAL DE COMPENSAO ORGNICA AOS MILITARES QUE DESEMPENHAM ATIVIDADES SUJEITAS RADIAO IONIZANTE

    NDICE DOS ASSUNTOS Art. CAPTULO I DAS GENERALIDADES

    Seo I Das Finalidades 1o

    Seo II Da Legislao Bsica 2o

    CAPTULO II DOS EQUIPAMENTOS RADIOLGICOS E DAS SUBSTNCIAS RADIOATIVAS

    Seo I Dos Conceitos Bsicos 3o

    Seo II Do Cadastro das Instalaes Radiolgicas 4o/5o

    CAPTULO III DA HABILITAO E DO CADASTRO DOS OPERADORES

    Seo I Da Habilitao 6o/8o

    Seo II Do Cadastramento dos Operadores 9o/11Seo III Do Descadastramento 12

    CAPTULO IV DO ADICIONAL DE COMPENSAO ORGNICA Seo I Do Direito ao Adicional 13/17Seo II Da Perda do Direito ao Adicional 18Seo III Das Cotas de Compensao Orgnica 19/24

    CAPTULO V DAS PRESCRIES FINAIS 25/26

  • NORMAS PARA CONCESSO DO ADICIONAL DE COMPENSAO ORGNICA AOS MILITARES QUE DESEMPENHAM ATIVIDADES SUJEITAS RADIAO IONIZANTE

    CAPTULO I DAS GENERALIDADES

    Seo I Das Finalidades

    Art. 1o Estas Normas tm por finalidades:

    I - regular o cadastramento dos equipamentos de raios-X ou substncias radioativas;

    II - regular a habilitao e o cadastramento dos operadores de equipamentos de raios-X ou substncias radioativas; e

    III - estabelecer a sistemtica para concesso e pagamento do adicional de compensao orgnica aos militares que operam, direta e continuamente, equipamentos radiolgicos ou com substncias radioativas, bem como aos militares expostos radiao ionizante, nos termos do inciso II do art. 13, destas Normas.

    Seo II Da Legislao Bsica

    Art. 2o A legislao bsica pertinente a estas Normas compreende:

    I - Lei n 1.234, de 14 de novembro de 1950, que confere direitos e vantagens a servidores que operam com raios-X ou substncias radioativas;

    II - Decreto no 32.604, de 22 de abril de 1953, que regulamenta a Lei 1.234 / 50;

    III - Medida Provisria no 2.215-10, de 31 de agosto de 2001, que dispe sobre a reestruturao da remunerao dos militares das Foras Armadas;

    IV - Decreto no 4.307, de 18 de julho de 2002, que regulamenta a Medida Provisria no 2.215-10, de 31 de agosto de 2001;

    V - Portaria no 441 - Cmt Ex, de 6 de setembro de 2001, que delega competncia para expedio de atos e d outras providncias;

    VI - Portaria no 117 - DGP, de 12 de dezembro de 2001, que delega competncia no mbito do Departamento-Geral do Pessoal; e

    VII - Portaria no 366 - Cmt Ex, de 30 de junho de 2002, que aprova o Regulamento Interno e dos Servios dos Gerais (RISG).

    CAPTULO II DOS EQUIPAMENTOS RADIOLGICOS E DAS SUBSTNCIAS RADIOATIVAS

    Seo I Dos Conceitos Bsicos

    Art. 3o Os conceitos bsicos compreendem:

    I - radiao ionizante: a produzida por partculas ou por ondas eletromagnticas dotadas de energia suficiente para ionizar a matria e causar efeitos deletrios ao organismo humano;

    II - equipamento radiolgico: todo aquele capaz de produzir radiao ionizante;

    III - substncia radioativa: aquela capaz de emitir, por si s, radiao ionizante;

    IV - atividade radiolgica: toda a atividade profissional na qual o militar que a exerce, direta e continuamente, est sujeito exposio por radiao ionizante;

    V - adicional de compensao orgnica: a parcela remuneratria mensal (com base no soldo) devida ao militar para compensao de desgaste orgnico resultante do desempenho continuado de

  • Fl 2 das Normas para Concesso do Adicional de Compensao Orgnica aos Militares que Desempenham Atividades Sujeitas Radiao Ionizante

    atividades especiais, conforme regulamentao; e

    VI - cota de compensao orgnica: a parcela remuneratria, definitiva, assegurada aos operadores de equipamentos de raios-X e substncias radioativas, ao fim de cada ano, consecutivo ou no, computado dia-a-dia no desempenho da funo.

    Seo II Do Cadastro das Instalaes Radiolgicas

    Art. 4o Para instalar um equipamento radiolgico, a organizao militar (OM) interessada solicitar regio militar, a que estiver subordinada, a sua incluso no Cadastro de Instalaes Radiolgicas.

    Art. 5o O Cadastro de Instalaes Radiolgicas organizado pelas regies militares e deve conter as seguintes informaes:

    I - tipo, modelo, marca, nmero de srie ou fabricao, miliamperagem e quilovoltagem do equipamento;

    II - condies de funcionamento;

    III - o fim a que se destina;

    IV - medidas de radioproteo individual e coletiva adotadas; e

    V - local da instalao (sede da OM).

    Pargrafo nico. A regio militar dever manter atualizado o seu Cadastro de Instalaes Radiolgicas, remetendo-o, semestralmente, Diretoria de Sade.

    CAPTULO III DA HABILITAO E DO CADASTRO DOS OPERADORES

    Seo I Da Habilitao

    Art. 6o Os oficiais de sade, para se habilitarem a operadores de equipamentos radiolgicos ou de substncias radioativas, devem possuir:

    I - documento comprobatrio de curso de especializao ou ps-graduao, na rea de radiodiagnstico ou equivalente, reconhecido pela respectiva entidade de classe; ou

    II no caso de oficial dentista, diploma ou certificado de curso de graduao, em odontologia, acompanhado do histrico escolar, onde conste ter cursado disciplina de radiologia, ou equivalente, e a carga horria curricular mnima de noventa horas.

    Art. 7o As praas de sade, para se habilitarem a operadores de equipamentos radiolgicos ou de substncias radioativas, devem apresentar:

    I - documento comprobatrio do curso de especializao de operador de raios-X, da Escola de Sade do Exrcito; ou

    II - diploma de habilitao profissional, expedido por escola tcnica de radiologia, registrado no Ministrio da Educao.

    Art. 8o Os militares no enquadrados nos art. 6o e 7o, destas Normas, para serem habilitados a operadores de equipamento radiolgico ou de substncias radioativas, devem apresentar documentao comprobatria emitida por rgo competente para as atividades que exercero.

    Seo II Do Cadastro dos Operadores

    Art. 9o O cadastramento radiolgico de militar habilitado, como operador de equipamentos radiolgicos ou substncias radioativas, ser realizado pela Diretoria de Sade, mediante solicitao do

  • Fl 3 das Normas para Concesso do Adicional de Compensao Orgnica aos Militares que Desempenham Atividades Sujeitas Radiao Ionizante

    comandante, chefe ou diretor da organizao militar ao qual pertena o interessado.

    Art. 10. Na solicitao de cadastramento a organizao militar dever informar:

    I - posto ou graduao do militar operador;

    II - identidade do militar;

    III - arma, quadro ou servio;

    IV - nmero de aparelhos radiolgicos existentes na organizao militar; e

    V - nmero de militares j cadastrados na funo, pela Diretoria de Sade.

    Pargrafo nico. A organizao militar dever anexar, solicitao de cadastramento, cpia da documentao comprobatria prescrita nos art. 6o e 7o destas Normas.

    Art. 11. Diretoria de Sade, aps a anlise da documentao apresentada pela organizao militar solicitante, compete decidir sobre a necessidade e convenincia do cadastramento radiolgico do militar.

    1o O deferimento, ou no, do cadastramento solicitado ser publicado em Boletim Interno do Departamento-Geral do Pessoal e informado organizao militar solicitante.

    2o Somente aps o recebimento da informao de que o cadastramento foi homologado pela Diretoria de Sade o militar poder operar equipamentos de raios-X ou substncias radioativas no interior de OM ou de organizao militar de sade (OMS).

    3o vedada a operao direta com raios-X e substncias radioativas aos militares que no estiverem cadastrados na Diretoria de Sade, ou a contar da data da interrupo das atividades radiolgicas para fim de descadastramento, cabendo ao comandante, chefe ou diretor da OM a fiscalizao e a responsabilidade pelo cumprimento dessa determinao.

    Seo III Do Descadastramento

    Art. 12. O descadastramento ser solicitado Diretoria de Sade, pela organizao militar onde o profissional foi cadastrado, quando deixar de exercer atividade radiolgica.

    1o Ao solicitar o descadastramento, a organizao militar dever informar a data em que o operador interrompeu a atividade radiolgica e o motivo dessa interrupo.

    2o de responsabilidade do comandante, chefe ou diretor a suspenso do pagamento do adicional de compensao orgnica do militar que deixar de exercer atividade radiolgica.

    CAPTULO IV DO ADICIONAL DE COMPENSAO ORGNICA

    Seo I Do Direito ao Adicional

    Art. 13. Tem direito ao adicional d