Legislação India

Download Legislação India

Post on 14-Sep-2015

239 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

d

TRANSCRIPT

<p>APRESENTAO </p> <p>1)Aspectos polticos e econmicos (locais); 4)Organizao do Estado/Pas;</p> <p>Economia: </p> <p>- Populao de 1,252 bilho de habitantes 2013; - A economia da ndia a 10 maior economia do mundo, considerando o produto intero bruto(PIB) $2.04 trilhes(Outubro 2014) . - O pais faz parte do G20 e membro dos BRICS. - Projeo de crescimento da economia de 7.4% em 2014-15 comparado a 6.9% in the fiscal year 2013-14. J para 2015-201 esperado um crescimento de 7.5% percent in the 2015-16 fiscal year starting on April 1 2015, up from 7.2% (2014-15).[30][31]por uma infraestrutura insuficiente, umaburocraciapesada, altastaxas de jurose uma dvida social elevada (pobreza rural, significativoanalfabetismoresidual,sistema de castas,corrupo,clientelismoetc.), a economia do pas constantemente "sufocada", o que impede a explorao de sua plena potencialidade econmica.</p> <p>- I ndias economic freedom score is 54.6, making its economy the 128th freest in the 2015 Index. </p> <p>- Populao abaixo da linha de pobreza 21.9% (2012, Reserve Bank of India),[10] - Os principais produtos cultivados so:ch,algodo,trigo,juta,arroz,tabaco,milhoecana-de-acar. Existem grandes reas com monoculturas voltadas para a exportao. So asplantaescultivadas desde a poca em que os ingleses colonizaram a regio. Entre os produtos cultivados, esto och, otabacoe oalgodo. Tem o segundo maior rebanho bovino do mundo, perdendo apenas para o Brasil. - Enquanto suaparidade de poder de compracalculada em 2011 em US$4,4 trilhes7, aterceira maior do mundo, atrs apenas dosEstados Unidose daChina8, e frente doJapoe de qualquerpas europeu910.- Aindstriae osservios, por sua vez, tm se desenvolvido rapidamente nos ltimos anos (e conquistando cada vez mais espao na economia indiana, em detrimento da agricultura) e respondem, respetivamente, por cerca de 26% e 55% doProduto Interno Bruto(PIB) do pas (dados de 2011), enquanto que a agricultura contribui com cerca de 18%. Mais de 40% da populao (cerca de 440 milhes de pessoas) vivem abaixo dalinha de pobreza(2010), apesar da existncia de umaclasse mdiacrescente calculada em 2011 em 300 milhes de pessoas. - Entretanto, devido grandepopulao(1,252 bilho (2013)), arenda per capita consideravelmente baixa: em 2005, oFundo Monetrio Internacionalclassificou a ndia na135 posioem termos de rendaper capita(ou na122 posio, pelo critrio paridade do poder de compra), dentre 182 pases e territrios do mundo. Cerca de 50% da populao (ou cerca de 600 milhes de pessoas) depende diretamente daagriculturapara se sustentar e sobreviver.</p> <p>Poltica </p> <p>- Repblica da ndia umademocracia parlamentarcentrada nofederalismo. OPresidente ochefe de Estadoe detmpoderes de reserva, enquanto oPrimeiro-ministro ochefe de governo. A ndia considerada a maior democracia do planeta desde seu longo processo de independncia, durante o qual se destacaram pessoas comoMahatma Gandhi.</p> <p>- OParlamento da ndia(emhindi: ) orgo legislativosupremo daRepblica da ndia. constitudo pelo Gabinete doPresidente, a cmara baixa (Lok Sabha) e a cmara alta (Rajya Sabha). Os membros de ambas as cmaras so referidos como Membros do Parlamento, sendo que os membros da Lok Sabha so eleitos pelovoto diretoe os membros da Rajya Sabha so eleitos pelarepresentao proporcional.Dos 545 membros da cmara baixa, 530 representam os estados indianos e o restante representa osTerritrios da Unio, governados diretamente pelo presidente.- A Constituio define a organizao, as competncias e as limitaes de ambos os governos central e estadual, e bem reconhecida, rgido e considerado supremo; isto , as leis da nao deve estar de acordo com isso. Existe uma disposio para uma legislatura bicameral consistindo de uma Cmara Alta, ou seja, Rajya Sabha, que representa os estados da federao indiana e uma casa menor ou seja Lok Sabha, que representa o povo da ndia como um todo. A constituio indiana estabelece um poder judicial independente, que dirigido pelo Supremo Tribunal Federal. O mandato do tribunal a de proteger a Constituio, para resolver disputas entre o governo central e os estados, as disputas inter-estaduais, e anular as leis centrais ou estaduais que vo contra a Constituio. [1</p> <p>- A governos, sindicatos ou estado, so formados atravs de eleies realizadas a cada cinco anos (salvo indicao em contrrio), por partidos que reivindicam a maioria dos membros em suas respectivas casas mais baixas (Lok Sabha no centro e Vidhan Sabha nos estados). A ndia teve sua primeira eleio geral, em 1951, que foi ganha pelo Congresso Nacional Indiano, um partido poltico que passou a dominar as eleies sucessivas at 1977, quando o primeiro governo no-Congresso foi formada pela primeira vez na ndia independente. A dcada de 1990 viu a festa de fim de dominao e ascenso de governos de coalizo nica. As eleies para a Lok Sabha 16, realizada a partir de Abril de 2014 a Maio de 2014, mais uma vez trouxe de volta regra de partido nico no pas, com o Partido Bharatiya Janata ser capaz de reivindicar uma maioria no Lok Sabha. [2]</p> <p>- O perodo daSegunda Guerra Mundialfoi marcado pelo auge das campanhas de movimentos polticos e sociais como oQuit India(liderado por "Mahatma" Gandhi) e doExrcito Nacional Indiano(INA), liderado por Netaji Subhas Chandra Bose, o que resultou na retirada dos britnicos do pas.O trabalho desses diversos movimentos levaram finalmente Lei de Independncia da ndia de 1947, que criou osdomnios independentes dandiae doPaquisto. A ndia permaneceu como um domnio da coroa britnica at 26 de janeiro de 1950, quando aConstituio da ndiaentrou em vigor, estabelecendo a Repblica da ndia; o Paquisto permaneceu como um domnio at 1956.- O movimento de independncia da ndia foi um movimento de massas, que englobava vrios segmentos da sociedade do pas. Ele tambm sofreu um processo constante de evoluo ideolgica.1Embora a ideologia bsica do movimento era oanticolonialismo, que era apoiado por uma viso de desenvolvimento econmicocapitalistaindependente, aliado a uma estrutura polticasecular,democrtica,republicanae comliberdades civis.2Aps a dcada de 1930, o movimento assumiu uma forte orientaosocialista, devido crescente influncia de elementos de esquerda no INC, alm do surgimento e do crescimento doPartido Comunista da ndia.1ALiga Muulmanafoi formada em 1906 para proteger os direitos dosmuulmanosdosubcontinente indianocontra o INC e apresentar uma voz muulmana para o governo britnico.</p> <p>2)Histrico da Legislao;</p> <p>- Foi a partir da constituio da ndia que as leis ambientais tiveram maior desenvolvimento. </p> <p> - H uma diferena entre as leis de proteo ambiental antes e depois da independencia da india : H cerca de duas centenas de leis que tratam com a proteo ambiental, tanto antes como aps a independncia da ndia. No entanto, as leis pr-independncia no lidaram com a proteco do ambiente exclusivamente. Por exemplo, o Cdigo Penal Indiano (IPC), de 1860, teve um captulo (captulo XIV) que tratavam de crimes que afetam a sade pblica, segurana e comodidade, que abrangeu aspectos como gua, ar e poluio sonora, ao passo que as leis ps-independncia mencionada acima lidar exclusivamente com a proteo ambiental. As leis ps independencia so muito mais rigorosas; </p> <p>As 3 politicas chaves relacionadas a proteo ambiental na India so: The National Forest Policy, 1988 Policy statement for Abatement of Pollution, 1992 National Conservation Strategy and Policy Statement on Environment and Development, 1992</p> <p>The different statutes / legislations enacted in India exclusively for environment protection are The Water (Prevention and Control of Pollution) Act, 1974 The Water (Prevention and Control of Pollution) Rules, 1975 The Water (Prevention and Control of Pollution) Cess Act, 1977 The Water (Prevention and Control of Pollution) Cess Rules, 1978 The Air (Prevention and Control of Pollution) Act, 1981 The Air (Prevention and Control of Pollution) Rules, 1982 The Environment (Protection) Act, 1986 The Environment (Protection) Rules, 1986 Hazardous Wastes (Management and Handling) Rules, 1989 Manufacture, Storage and Import of Hazardous Chemical Rules, 1989 The Forest (Conservation) Act, 1980 The Forest (Conservation) Rules, 1981 The Wildlife Protection Act, 1972 The Wildlife (Transactions and Taxidermy) Rules, 1973 The Wildlife (Stock Declaration) Central Rules, 1973 The Wildlife (Protection) Licensing (Additional Matters for Consideration) Rules, 1983 The Wildlife (Protection) Rules, 1995 The Wildlife (Specified Plants - Conditions for Possession by Licensee) Rules, 1995 The Public Liability Insurance Act, 1991 The Public Liability Insurance Rules, 1991 The National Environment Tribunal Act, 1995 The National Environment Appellate Authority Act, 1997</p> <p>HISTRICO DA LEGISLAO- A declarao de Estocolmo de 1972 foi talvez a primeira grande tentativa de conservar e proteger o ambiente humano em um nvel internacional. Como consequncia desta declarao, os Estados foram requisitados a adotar medidas legislativas para proteger e melhorar o meio ambiente. O parlamento indiano, portanto, inseriu dois artigos na constituio indiana em 1976, o artigo 48 e o artigo 51. O artigo 48 da constituio define que o Estado deve se comprometer a proteger e melhorar o meio ambiente e resguardar as florestas e a vida silvestre do pas.- Similar ao artigo 48, o artigo 51 impe a todo cidado da ndia o dever de proteger e melhorar o ambiente natural, que inclui florestas, lagos, rios, e a vida silvestre e de ter compaixo pelas criaturas vivas. O efeito cumulativo dos artigos 48 e 51 de que toda gerao tem um dever em relao s geraes subsequentes de desenvolver e conservar os recursos naturais da nao da melhor forma possvel.- Fora a diretriz constitucional de proteger e melhorar o ambiente, h uma variedade de leis sobre o assunto. As principais legislaes so: o Water Act (Prevention and control Polluton,1974; WaterCess Act, 1977; Air Act, 1981; Environment Act. 1986. Public Liability Insurance Act,1991; National Environment Tribunal Act, 1995. National Enviroment Appellate Authority Act, 1997; Wildlife Act, 1972; the forest act, 1980.- WATER ACT 1974,1975 trata sobre a preveno e controle da poluio da gua e da manuteno ou da recuperao dos corpos da gua. O water act probe qualquer matria venenosa, nociva ou poluidora de entrar em qualquer corrente natural da gua ou poo. O Water Act instaura a formao de um conselho central de controle da poluio (central pollution control board) e de um conselho do estado de controle da poluio (state pollution control board). As novas industrias devem obter aprovao previa destes conselhos antes de despejar qualquer efluente dentro de corpos da gua. Nenhuma pessoa pode modificar a metodologia de descarga de um efluente seja esta descarga em corrente da gua, poo ou solo sem antes obter aprovao do conselho- WATER - CONTRIBUIO trata sobre a taxao do consumo da gua por determinadas industrias. Esta taxa voltada para a manuteno dos conselhos centrais e estaduais. O objetivo levantar dinheiro daqueles cujas atividades levam a poluio. A indstria bote abater at 25% do imposto se for instalada uma estao de tratamento de efluentes.- O Air Act foi desenvolvido para prevenir, controlar e diminuir a poluio do ar. As maiores fontes de poluio area so as industrias e os automveis. O Air act define como sendo poluente areo qualquer substancia solida, liquida ou gasosa, incluindo barulho presente na atmosfera em concentrao que possa ser prejudicial aos seres humanos ou outras criaturas vivas, ou propriedade ou o meio ambiente em geral. O Air Act define que nenhuma pessoa pode operar qualquer instalao industrial em uma rea de controle de poluio area sem o prvio consentimento do conselho de controle de poluio central ou o conselho de controle de poluio estadual, que alm de gerenciarem as implicaes do water act tambm gerenciam o air act.O parlamento aprovou o Public Liability Insurance Act em 1991, para promover a implementao de um seguro social com o propsito de promover o apoio imediato s pessoas afetadas por acidentes ocorridos no manuseio de qualquer substancia perigosa. O Ato se limita a vitimas que no trabalhadores inerentes a indstria poluidora5)Esferas de Atuao dos Poderes Constitudos;6)Instrumentos;8)Responsabilidades </p> <p>Esfera de atuao, instrumentos e orgos responsveis O Ministrio do Meio Ambiente, Floresta e Mudanas Climticas a principal agncia na estrutura administrativa do Governo Central para o planejamento, promoo, coordenao e superviso da implementao de polticas e programas ambientais e florestais da ndia.As principais preocupaes do Ministrio so a implementao de polticas e programas relacionados com a conservao dos recursos naturais do pas, incluindo os seus lagos e rios, a sua biodiversidade, florestas e animais selvagens, garantindo o bem-estar dos animais, bem como a preveno e reduo da poluio. Enquanto aplicao destas polticas e programas, o Ministrio guiado pelo princpio do desenvolvimento sustentvel e melhoria do bem-estar humano.Os objetivos gerais do Ministrio so:Conservao e levantamento de flora, fauna, florestas e animais selvagens, Preveno e controle da poluioArborizao e regenerao de reas degradadasA proteo do ambiente eGarantir o bem-estar dos animaisEstes objetivos so suportados por um conjunto de medidas legislativas e regulamentares, que visam a preservao, conservao e proteo do meio ambiente. Que sero citadas a seguir....Alm das medidas legislativas, tambm orienta o trabalho do ministrio:National Conservation Strategy and Policy Statement on Environment and Development, 1992;Estratgia Nacional de Conservao e Declarao Poltica sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento, de 1992;National Forest Policy, 1988;Poltica Florestal Nacional, de 1988; Policy Statement on Abatement of Pollution, 1992; A Declarao Poltica sobre a reduo da poluio, de 1992; and theNational Environment Policy, 2006 , Poltica Nacional do Meio Ambiente de 2006. O Ministrio composto por diversas divises:Bem-Estar Animal (AW)Oramento e Contas (BA)Unidade de Construo Civil (CCU)Tecnologias Limpas (CT)Alteraes Climticas (CC)Controle da Poluio (CP)Conservao e Pesquisa (CS)DesertificaoEducao Ambiental Pesquisa em Meio Ambiente Avaliao de Impacto Ambiental Informao Ambiental Conservao Florestal Poltica Florestal Proteo Florestal Servios Florestais Manejo de Substncias Perigosas Finanas IntegradasCooperao Internacional Direo Nacional de Conservao de RiosLngua Oficial Plano de Coordenao Poltica &amp; Direito Projeto Elefante Pesquisa e Formao Vida Selvagem</p> <p>----------------------------------------------------------------------------------------------------------Instrumentos</p> <p>MINISTRIO DO MEIO AMBIENTE &amp; FLORESTAS - GOVERNO DA NDIAPara uma governao eficaz do meio ambiente:PROPOSTA NACIONAL DE PROTEO AMBIENTAL 17 setembro, 2009Esta nota discute a necessidade de um modelo eficaz de governana ambiental na ndia, que inclui a criao de uma Autoridade Nacional de Proteo do Ambiente (NEPA).O objetivo desta nota a de convidar os Estados, a sociedade civil, e outras partes interessadas sobre a c...</p>