km brasil 2012 final

Download KM Brasil 2012 final

Post on 18-Nov-2014

7.915 views

Category:

Documents

6 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Palestra Rpidas Consideraes Iniciais, apresentada no Painel 5 do KM Brasil 2012 - Modelos de Maturidade em Gesto do Conhecimento

TRANSCRIPT

  • 1. Painel 5 Modelos de Maturidade em Gesto do Conhecimento RpidasConsideraes Iniciais (15 min) Eng Fernando Goldman
  • 2. Obs.: Os pontos de vista aqui apresentadosso exclusivamente do autor e norepresentam necessariamente os daEletrobras Furnas, da SBGC, do PPED/UFRJou de qualquer instituio com a qual eleesteja - ou tenha estado - ligado porqualquer lao de afiliao, prestao deservios ou contratao. Eng Fernando Goldman Painel 5 24/08/2012 2
  • 3. Quem o palestrante ? Fernando Goldman pesquisador da Dinmica do Conhecimento Organizacional, da Inovao e daCompetitividade, doutorando em Polticas Pblicas, Estratgiase Desenvolvimento pelo PPED/IE/UFRJ, mestre em Engenharia de Produo da UFF, MBA em Gesto Empresarial pela FGV e engenheiro eletricista pela UFRJ. Ex-diretor regional(Rio de Janeiro) da SBGC - Sociedade Brasileira de Gesto do Conhecimento (2007-2011). Engenheiro da Eletrobras Furnas Eng Fernando Goldman Painel 5 24/08/2012 3
  • 4. Nossa AgendaNossa Agenda GC como processo ou metaprocesso? Qual a primeira e principal prtica de GC?; As metforas do conhecimento; Alguns exemplos de avaliao de maturidade; Concluses. Eng Fernando Goldman Painel 5 24/08/2012 4
  • 5. O que realmente significa para sua empresa um processo de Gesto do Conhecimento Organizacional (GC)?Eng Fernando Goldman Painel 5 24/08/2012 5
  • 6. Gesto do Conhecimento Organizacional (GC) seria um processo ou um metaprocesso?Eng Fernando Goldman Painel 5 24/08/2012 6
  • 7. Ainda h muita confuso e desperdcio de recursos devido falta de definies, critrios e padres claros sobre: o que deveria ser esperado da GC como uma capacitaoorganizacional e a percepo de que GC deveria estar relacionada criaodinmica de Conhecimento Organizacional ( inovao). Eng Fernando Goldman Painel 5 24/08/2012 7
  • 8. H um hiato na literatura sobre arranjosorganizacionais:O Conhecimento Organizacional Eng Fernando Goldman Painel 5 24/08/2012 8
  • 9. Os executivos e gestores tm grandedificuldade para entender a importncia dosintangveis.No sabem o que , nem como lidar com oconhecimento. ( Ver Nonaka, 1991) Eng Fernando Goldman Painel 5 24/08/2012 9
  • 10. So as metforas adotadas que definem como se lida com o conhecimento (um substantivo abstrato);Eng Fernando Goldman Painel 5 24/08/2012 10
  • 11. Infelizmente, os dois principais tipos demetforas que atualmente predominam em GC tm dificuldade em diferenciar informao e conhecimento.Duas tribos derivam dessas duas metforas. So elas:Eng Fernando Goldman Painel 5 24/08/2012 11
  • 12. Os armazenadores de conhecimento Metfora adotada: o conhecimento visto como uma coisa que poderia ser capturada, codificada e compartilhada;Eng Fernando Goldman Painel 5 24/08/2012 12
  • 13. Os armazenadores de conhecimento Insistem na objetividade de se fazer repositrios de conhecimentos, no importando o quanto subjetivo oconhecimento seja, nem quanto este tipo de ideia j tenha se mostrado ingnua.Eng Fernando Goldman Painel 5 24/08/2012 13
  • 14. Os armazenadores de conhecimento Como, em geral, no so os detentores do conhecimento, pedem, de boa f, aos conhecedores que registrem seuconhecimento, deixando-o disponvel para que mais tarde outros colaboradores possam dele se aproveitar. Eng Fernando Goldman Painel 5 24/08/2012 14
  • 15. Os armazenadores de conhecimento Desconsideram totalmente o carter dinmico do conhecimento.Eng Fernando Goldman Painel 5 24/08/2012 15
  • 16. Os socializadores do conhecimento Metfora adotada: focam exageradamente em comunicao eficaz, baseados no fato de o conhecimento ser produto de uma comunidade;GC estaria mais ligada gesto das empresas na Erado Conhecimento fazem uma certa confuso de GCcom Gesto de Comunidades; Eng Fernando Goldman Painel 5 24/08/2012 16
  • 17. Os socializadores do conhecimentoAcreditam que o conhecimento se cria pela simplesadoo de modernas ferramentas tecnolgicas decomunicao online e de mdias sociais, viabilizadorasde uma comunicao mais eficaz e do trabalhocolaborativo em rede. Eng Fernando Goldman Painel 5 24/08/2012 17
  • 18. Os socializadores do conhecimentoAcreditam ainda que a simples construo de redessociais no ambiente de trabalho signifique aconstruo de comunidades epistemolgicas fortes.Desconsideram os fatores humanos.So chamados de tecnomopes. Eng Fernando Goldman Painel 5 24/08/2012 18
  • 19. Os socializadores do conhecimentoRecebem apoio da maioria dos gestores, que aindano se sentem muito vontade de investir em ativosintangveis Os resultados de intangveis so de longo prazo e mais difceis de demonstrar. Eng Fernando Goldman Painel 5 24/08/2012 19
  • 20. Os socializadores do conhecimento Sistemas de TIso ativos tangveis podem ser lanados nos balanos contbeis.Eng Fernando Goldman Painel 5 24/08/2012 20
  • 21. Os socializadores do conhecimento O discurso dos executivos quase sempre no queremos filosofia, mas sim prticas consagradas. Esquecem que: No existe melhor prtica do que uma boa teoria Kurt LewinEng Fernando Goldman Painel 5 24/08/2012 21
  • 22. Como avaliar a melhoria de um processo que no foi definido?A primeira e principal prtica de GC deveria ser sua prpria definio. Eng Fernando Goldman Painel 5 24/08/2012 22
  • 23. Em muitas situaes, melhoria de processos baseada em CMM usada como uma soluo mgica para parecer estar fazendo GC.se estamos avaliando a melhoria em GC porque, of course, estamos fazendo GC ; Eng Fernando Goldman Painel 5 24/08/2012 23
  • 24. Melhoria de processos baseada em CMM no ummodelo de processo, mas, sim, um modelo deavaliao de maturidade em uma capacitao. Capacitao neste caso sinnimo de competncia. Eng Fernando Goldman Painel 5 24/08/2012 24
  • 25. O que significa C M M ?C M M Model Modelo, de que? Maturity em que? Capability Software process capability (uma Capability performance capacitao especfica) Eng Fernando Goldman Painel 5 24/08/2012 25
  • 26. A capacitao no processo de desenvolvimento desoftware de uma organizao fornece um meio deprever os resultados mais provveis de seremesperados no prximo projeto de software em que aorganizao v se engajar.Permite comparar fornecedores de software. Eng Fernando Goldman Painel 5 24/08/2012 26
  • 27. Os nveis de maturidade: Originalmente pensado para desenvolvimento de software