Justica nos Trilhos para RBJA

Download Justica nos Trilhos para RBJA

Post on 30-Jul-2015

410 views

Category:

Education

2 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

<p> 1. RBJA, Fortaleza 26-28 de Maro de 2009 2. Situao e desafios no Corredor de Carajs: - contexto - impacto direto e indireto da Vale - o que a Vale no fazO que Justia nos Trilhos: - articulao de grupos e movimentos - objetivo - instrumentos para alcanar o objetivo - relaes com RBJA 3. O que est acontecendoao longo dos trilhos? 4. Vtimas do desmatamento Eldorado de Carajs 5. As veias abertas da Amrica Latina (1) 6. As veias abertas da Amrica Latina (2) 7. Em questo esse modelo predominante de quot;desenvolvimento: devastador, predatorio e pouco ou nada aberto participao 8. Alm do impacto direto e indireto da Vale... o que a Vale no faz? 9. Compensaes ambientais Indenizaes Licenciamento ambiental no fragmentado para duplicao dos trilhos e do porto Pagamento multas Pagam. Dvida com Unio 1,8bi R$ (CFEM royalties) Repartio dos lucros 10. Foco: a VALEPonto de partida: o corredor de Carajs (nosso cho)Em questo: o inteiro complexo minero-metalurgico (siderrgicas, carvoarias, eucaliptos etc.) 11. Coordenao: Missionrios Combonianos do Brasil Nordeste Frum Carajs Sociedade Maranhense dos Direitos Humanos Caritas regional Maranho Frum Reage So Lus Sindicato dos Ferrovirios de Par, Maranho e Tocantins CUT Maranho 12. Apoio:Rede Brasileira de Justia Ambiental, GT de Combate ao Racismo Ambiental, GT Articulao Siderurgia, Instituto de Polticas Alternativas para o Cone Sul, ECOA, Movimento pelas Serras e guas de Minas, FAOR (Frum Amaznia Oriental), Comit Dorothy Belm, Frum Social Maranhense, Associao Juzes para a Democracia, Dioceses de Imperatriz e Viana, Critas Regional Par, Ncleo de Assessoria Jurdica Popular So Lus, CPT Marab, MAB Marab, CEPASP Marab, Sociedade Paraense de Direitos Humanos. 13. Alianas internacionais:- Cajamarca (Peru); - Rio Colorado (Argentina); - Coquimbo (Chile); - Kanaks (Nova Caledonia); - Karonsi'e Dongi(Indonsia); - Liga de Justica Ambiental(Moambique); - United Steel Workers(Canad); - Ativistas de NewFoundland(Canada); - Mining Watch (Canada); - Centro Nuovo Modello diSviluppo (Itlia); - OCMAL; - Mines and Communities. 14. Objetivo... 15. O Controle Popular da Empresa (entendendo por isso o fortalecimento de mecanismos jurdicos, polticos e de presso popular para que as aes da multinacional sejam pautadas pelos direitos econmicos, sociais, culturais e ambientais do povo) 16. Instrumentos para alcanar o objetivo: 17. 1. Conscientizao e articulao popular (trabalho de base): seminrios, troca de visitas entre lideranas, material popular, cartilha dos direitos ao longo dos trilhos2. Estudo e documentao: pesquisa scio-econmica nas comunidades ao longo dos trilhos 18. 3. Denncia e divulgao mdianacional e internacional: FSM, dossi Vale unificado (com rede nacional de parceiros), misso da Plataforma DHESCA, blog e site, artigos para jornais nacionais e estrangeiros, Tribunal Popular Terra, meio ambiente e direitos humanos, encontro dos atingidos (abril 2010), etc.4. Acompanhamento de alguns casosconcretos ao longo do corredor deCarajspara conseguir indenizaes e compensaesambientais (parceria com MPE e MPF) * 19. 5. Articulao de rede em nvel nacional: encontros entre grupos e entidades em conflito com Vale, troca de material e visitas, formao integrada, apoio s aes de cada entidade, etc.6. Proposta de lei para a reconstituiode um Fundo de Desenvolvimento a partir de uma cota fixa dos lucros da Vale (e de outras mineradoras). O Fundo seria administrado por um Conselho de gesto paritrio e descentralizado nas regies em que Vale opera (plano de longo prazo e de 'engenharia poltica') 20. 7. Articulao de redeem nvel internacional: visibilidade dos conflitos com a Vale no Brasil, divulgao de outros conflitos ainda mais escondidos, troca de experincias e visitas, apoio s recprocas lutas, formao de lideranas de outros pases atravs de projetos de parcerias com rgos financiadores, observatrio permanente sobre Vale ('Vale-watch') e comparao da atuao de Vale nos diferentes Pases em que opera* 21. Apoio rede nacional de atingidos pela Vale (tambm rumo abril 2010) Visita da secretaria regio de Carajs Intercambio tcnico (instrumentos e mtodos de pesquisa e denncia) ... 22. www.justicanostrilhos.org </p>