Jss Cidades Em Rede e Redes de Cidades

Download Jss Cidades Em Rede e Redes de Cidades

Post on 03-Jul-2015

305 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

<p>Jorge Manuel Salgado Simes</p> <p>Cidades em rede e redes de cidades: O movimento das cidades educadorasDissertao de Mestrado em Cidades e Culturas Urbanas, sob orientao do Professor Doutor Carlos Jos Cndido Guerreiro Fortuna, apresentada Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra Coimbra, 2010</p> <p>Jorge Manuel Salgado Simes</p> <p>Cidades em rede e redes de cidades: O movimento das cidades educadoras</p> <p>Dissertao de Mestrado em Cidades e Culturas Urbanas, sob orientao do Professor Doutor Carlos Jos Cndido Guerreiro Fortuna, apresentada Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra</p> <p>Coimbra, 2010</p> <p>NDICEndice de figuras Lista de abreviaturas Agradecimentos Resumo Abstract 1. INTRODUO 2. CIDADES E REDES DE CIDADES 2.1. A cidade, a demografia e a expanso da urbanizao 2.2. Sustentabilidade, sociabilidades e governana urbana 2.3. As cidades numa sociedade em rede 2.4. Redes internacionais de cidades Sntese: Das cidades s redes de cidades 3. AS CIDADES EDUCADORAS 3.1 Antes da cidade educadora 3.2 O conceito de cidade educadora 3.3 A Carta das Cidades Educadoras 3.4 Associao Internacional das Cidades Educadoras 3.4.1 Associados 3.4.2 Aspectos organizativos 3.4.3 Estruturas territoriais e temticas 3.4.4 Congressos internacionais 3.4.5 Outros instrumentos 3.4.6 Potencialidades, debilidades e futuro da AICE Sntese: Vinte anos a construir a rede 4. CIDADES EDUCADORAS EM PORTUGAL 4.1. Cidades portuguesas associadas da AICE 4.2. A rede portuguesa das cidades educadoras 4.2.1 Modelo de funcionamento 4.2.2 Congressos nacionais 4.2.3 Encontros nacionais 4.2.4 Boletim informativo 4.2.5 Outras actividades e desenvolvimentos futuros 3 4 5 7 8 9 11 11 14 18 19 25 27 27 29 33 35 35 38 40 41 43 46 48 49 49 53 53 54 55 57 58</p> <p>1</p> <p>4.3 Cidades educadoras portuguesas em anlise 4.3.1 Metodologia 4.3.2 vora 4.3.3 Santa Maria da Feira 4.3.4 Torres Novas 4.3.5 Proximidades, dificuldades e oportunidades Sntese: Traos globais do movimento em Portugal 5. CONCLUSO: DAS REDES DE CIDADES S CIDADES EDUCADORAS Referncias Bibliogrficas Anexos</p> <p>59 59 60 62 65 67 69 71 75 78</p> <p>2</p> <p>NDICE DE FIGURAS</p> <p>1. Evoluo mundial da populao total e urbana, relativa a 1950 2. Evoluo mundial da populao urbana e rural 3. Evoluo mundial da populao urbana, pases desenvolvidos e pases em desenvolvimento 4. Evoluo da populao urbana, por regies do Mundo 5. Tipologia de redes internacionais de cidades 6. Exemplos de redes globais 7. Exemplos de redes regionais 8. Elementos da rede de cidades 9. Objectivos da rede de cidades 10. Vectores do sistema educador local 11. Evoluo do nmero de cidades associadas da AICE 12. Cidades associadas no Mundo 13. Cidades associadas na Europa e na Amrica Latina 14. Nmero de cidades associadas AICE, segundo os pases com maior representatividade 15. Dimenso demogrfica das cidades associadas da AICE (%) 16. Delegaes, redes territoriais e redes temticas da AICE 17. Congressos Internacionais da AICE 18. Experincias no BIDCE por regio (%) 19. Nmero mdio de experincias no BIDCE por cidade 20. Pontos fortes e fracos identificados pelos elementos entrevistados 21. Evoluo do nmero de Cidades Educadoras em Portugal 22. Cidades Educadoras Portuguesas em 2009 23. Indicadores das cidades educadoras portuguesas 24. Encontros da RTPCE nos ltimos cinco anos 25. Primeira pgina do Boletim n. 11 da RTPCE 26. Apresentao dos entrevistados e municpios em anlise 27. Exemplo de projecto do municpio de vora no BIDCE 28. Exemplo de projecto do municpio de Santa Maria da Feira no BIDCE 29. Exemplo de projecto do municpio de Torres Novas no BIDCE 30. Dados de participao dos municpios entrevistados</p> <p>11 12 12 13 21 22 22 23 24 31 36 36 37 37 38 40 41 45 45 47 50 51 52 56 58 60 62 64 66 68</p> <p>3</p> <p>LISTA DE ABREVIATURAS</p> <p>AICE BIDCE FMI ICLEI INE MERCOCIDADES MERCOSUL OCDE OEI OMC OMS ONU PEM RECE RTPCE TIC UCLG UE UNESCO</p> <p>Associao Internacional das Cidades Educadoras Banco Internacional de Documentos de Cidades Educadoras Fundo Monetrio Internacional International Council for Local Environmental Initiatives Instituto Nacional de Estatstica Rede de Cidades do Mercosul Mercado Comum do Sul Organizao para a Cooperao e Desenvolvimento Organization of Ibero-american States for Education, Science and Culture Organizao Mundial de Comrcio Organizao Mundial de Sade Organizao das Naes Unidas Projecto Educativo Municipal Rede Espaola de Ciudades Educadoras Rede Territorial Portuguesa das Cidades Educadoras Tecnologias da Informao e Comunicao United Cities and Local Governments Unio Europeia United Nations Educational, Scientific and Cultural Organization</p> <p>4</p> <p>AGRADECIMENTOS</p> <p>Tratando-se essencialmente de um trabalho individual, uma dissertao resulta de um amplo conjunto de contributos que, de forma mais ou menos directa, concorrem para um objecto que , afinal, uma construo colectiva. Assim, interessa aqui salientar os meus agradecimentos a todos os que participaram neste empreendimento. O primeiro agradecimento vai para o Professor Doutor Carlos Fortuna que, primeiro pela inspirao, e depois pelo trabalho de orientao e motivao, muito contribuiu para a qualidade do resultado final. Agradeo a todos os meus colegas e restantes professores do Curso de Mestrado em Cidades e Culturas Urbanas, a oportunidade de integrar um grupo de estudo, reflexo, debate, evaso e convvio, to importante como significativo, pelas aprendizagens e possibilidades de desenvolvimento pessoal que me proporcionou. Agradeo s cidades educadoras de todo o mundo, e em particular Rede Territorial Portuguesas das Cidades Educadoras, a inspirao para o desenvolvimento de uma investigao em torno do seu compromisso dirio e persistente pela construo de cidades melhores para todos os seus cidados. Agradeo aos elementos entrevistados no mbito do presente trabalho, toda a amabilidade e disponibilidade demonstrada e, nomeadamente, aos municpios que representam: vora, Santa Maria da Feira, Torres Novas e Lisboa (Portugal), Barcelona (Espanha), So Paulo (Brasil) e Rosrio (Argentina). Um agradecimento especial Pilar Figueras, Secretria Geral da Associao Internacional das Cidades Educadoras, e Maria de Lurdes Rabaa, coordenadora do Gabinete Lisboa, Cidade Educadora, pela amizade, apoio e toda a colaborao emprestada para o presente trabalho. Agradeo ao Municpio de Torres Novas, nas pessoas do Sr. Presidente da Cmara Municipal Antnio Rodrigues e da Sra. Vereadora Manuela Pinheiro, a amizade, a confiana e a possibilidade de participar activamente num projecto de desenvolvimento para o concelho. Agradeo aos meus colegas e amigos, por todos os momentos passados e permanentes palavras de incentivo.</p> <p>5</p> <p>Agradeo a toda a minha famlia o apoio que sempre me dispensaram, em especial aos meus pais, a quem dedico o presente trabalho. Ana, um obrigado por tudo.</p> <p>6</p> <p>RESUMO</p> <p>Perante o crescimento das cidades e a intensificao do processo de urbanizao, desenvolvem-se, na actualidade, vrias abordagens organizao e prticas de gesto urbana. Num contexto de globalizao, facilidade de comunicao e de circulao da informao, as cidades tm procurado inserir-se em redes de cooperao escala internacional, adaptando-se assim a uma sociedade cujo funcionamento tambm, e cada vez mais, estruturado em redes. neste sentido que a presente dissertao de mestrado se enquadra, discutindo as redes de cidades e apresentando o movimento das cidades educadoras. Parte-se da constatao de que a expanso da urbanizao se intensificou ao longo de todo o sculo XX, sendo actualmente, mesmo com diferentes intensidades, transversal escala global. Hoje, vivemos num mundo definitivamente urbano, em cidades que tm de dar resposta a um nmero cada vez maior de residentes, a estruturas sociais mais complexas e a novas necessidades de servios, bens e equipamentos. A procura de solues para os desafios que se colocam actualmente aos espaos urbanos tem contribudo para o aparecimento de diferentes tipos de redes de cidades. De escala global ou regional, em torno de uma temtica particular ou de cariz generalista, de acesso universal ou restritas a determinadas cidades, estas organizaes vo consolidando uma nova tipologia de diplomacia internacional, que afirma o actual protagonismo poltico, econmico e social das cidades. As cidades educadoras so um exemplo de movimento associativo internacional e que junta hoje mais de 400 governos locais de todo o mundo em torno das designadas potencialidades educadoras das cidades, que devero ser colocadas ao servio do desenvolvimento integral dos seus cidados. Analisam-se as origens conceptuais da rede, os princpios de actuao, a evoluo, as lgicas de organizao e as actividades desenvolvidas, procurando respostas quanto s motivaes das cidades, aos resultados obtidos, s potencialidades e debilidades deste tipo de organizaes. A mesma metodologia aplicada na abordagem s cidades educadoras portuguesas, onde se exemplifica o funcionamento da rede internacional escala do territrio nacional. A anlise particular participao de trs municpios portugueses sublinha alguns dos resultados da associao, aferindo-se a correspondncia aos objectivos de cooperao propostos e s possibilidades de obteno de solues eficazes para a gesto urbana actual.</p> <p>7</p> <p>ABSTRACT</p> <p>With the cities growth and the intensification of the urbanization we find several approaches to the contemporary urban management. In the globalization context, with increasing information flows based on more sophisticated communication facilities, the cities have enhanced the participation in international cooperation networks measuring up to the network society model. The presentation of the educating cities movement in this thesis is contextualized by the discussion of city networks. The intensifying processes of urbanization throughout the twentieth century bring us to realize that urbanization is a worldwide reality even if in dissimilar levels. We now live in an undeniably urban world, with cities facing a growing number of urbanites, inhabitants that arrive to greater than ever complex social structures demanding for all sort of services, goods and equipments. The pursuit of new solutions to the challenges that urban spaces are currently facing is leading the upcoming of different types of city networks. Emerging in a global or regional scale, thematic or generalist, universal or restrict to some kind of cities, this organizations consolidate a new type of international diplomacy that strengthen todays political, economic and social relevance of cities. Educating cities are an example of an international city network, with more than 400 local governments spread worldwide. The movement stresses the designated educating potential of cities in order to maximize the knowledge and skills of their citizens. We analyze its conceptual origins and principles, evolution, organization and major activities, searching for answers about cities motivations, network results, strengths and weaknesses of these organizations. From this perspective we approach the work of these city associations at a national level focusing the Portuguese educating cities. We highlight some of the results of this association through the examples of three Portuguese municipalities, concluding about the possibilities of city networks succeed in finding effective solutions for todays urban management.</p> <p>8</p> <p>1. INTRODUO</p> <p>Nas ltimas dcadas a gesto urbana tem dado especial relevncia a interaco da cidade com outras cidades escala global, enquadrada pela participao em diferentes modelos de organizaes associativas internacionais. Analisar o funcionamento destas redes de cooperao, as suas motivaes, formas de organizao, actividades, potencialidades e dificuldades, o primeiro objectivo da presente dissertao, discutindo-se o papel que podem desempenhar na disponibilizao de solues para os desafios com que as cidades se confrontam na actualidade. Numa sociedade marcada pela volatilidade das suas diferentes estruturas, pela globalizao, redes, inovaes tecnolgicas e transformao do prprio conceito de comunidade, so mltiplos e complexos estes desafios. Para alm deste contexto, administraes locais e estruturas de gesto dos espaos urbanos deparam-se ainda com cidades que continuam a crescer em limites e nmero de habitantes, que tm de oferecer mais e melhores respostas ao nvel dos equipamentos e servios disponveis, que concentram cada vez mais grupos em convivncia e se apresentam, cada vez mais, como espaos de fragmentao territorial, econmica e social. Decorre desta realidade, um protagonismo tambm crescente das cidades, num mundo policntrico, definitivamente urbanizado, e onde as escalas local e global so cada vez mais interactuantes. Garantir a sustentabilidade e competitividade dos espaos urbanos, exige pois a adopo de solues de adaptao a esta realidade, onde se inclui uma gesto estratgica que procure inserir a cidade no espao das redes produtivas e sociais que a globalizao fomentou. Com uma lgica de integrao horizontal, as redes internacionais de cidades oferecem aos seus membros diferentes metodologias de cooperao e partilha de experincias. Estas possibilitam a dupla mais valia de disponibilizao de informao trabalhada colectivamente pelos seus membros e o contacto com solues de gesto j testadas, ainda que noutros locais e contextos. Ao constiturem-se como um novo campo da diplomacia internacional, estas organizaes contribuem ainda para a afirmao poltica dos espaos urbanos na actualidade. Ainda assim, verificando-se uma crescente procura dos governos locais pela obteno das vantagens, externalidades e possibilidade de integrao global referidas, so tambm evidentes algumas dificuldades e ambiguidades deste movimento associativo. difcil criar espaos de dilogo e cooperao entre realidades muito dspares, em contextos sociais, polticos e econmicos totalmente diversos, e abordando a multiplicidade de temticas em questo na cidade actual. Daqui resulta uma relativa invisibilidade dos resultados efectivos deste trabalho em rede, que s poder ser aferido atravs da verificao das mais valias, inovaes e solues encontradas para cada um dos espaos urbanos participantes, traduzidas numa melhoria da qualidade de vida dos seus cidados.9</p> <p>Com a presente dissertao pretende-se abordar todo este processo, exemplificando a crescente participao das cidades em redes de cooperao, com a discusso do caso do movimento das cidades educadoras. Formalizada atravs de uma associao internacional com vinte anos de existncia, esta rede surgiu da iniciativa poltica da cidade de Barcelona, e junta hoje cerca de 400 governos locais de todo o mundo, em torno do que se designaram de potencialidades educadoras dos espaos urbanos. Para o fazer, estruturou-se a investigao em trs campos de anlise distintos: a reflexo em torno do crescimento das cidades e da relevncia actual das redes de cidades; a abordagem global de apresentao movimento das cidades educadoras; e a particularizao sobre a sua implantao em Portugal. O primeiro captulo constitui o referencial terico da dis...</p>

Recommended

View more >