Jornal Voz do Itapocu - 7 Edio - 15/06/2013

Download Jornal Voz do Itapocu - 7 Edio - 15/06/2013

Post on 29-Mar-2016

222 views

Category:

Documents

8 download

DESCRIPTION

7 Edio do Jornal Voz do Itapocu, com circulao nas cidades de Barra Velha, Araquari, Balnerio Piarras, So Joo do Itaperi e Balnerio Barra do Sul, em Santa Catarina. Distribuio gratuita nos pontos parceiros de distribuio. Acompanhe pelo Facebook: http://www.facebook.com/vozdoitapocu

TRANSCRIPT

  • JORNAL

    SBADO, 15 DE JUNHO DE 2013. ANO 1 - EDIO 007 - DISTRIBUIO GRATUITA

    DEPSITO DE LIXO: TERRENO DE BARRA VELHA PRXIMO A CRECHE EST TOMADO POR SUJEIRA

    E MAIS: LIMPEZA DE TERRENO USADO PELA SECRETARIA DE OBRAS DEPENDE DE MQUINA QUE EST EM MANUTENO

    Governo Municipal culpa populao por jogar lixo em rea no Vila Nova. Comunidade reclama da proliferao de bichos

    FOGUEIRA PRONTAFOGUEIRA DE 30 METROS IR QUEI-MAR NA FESTA DE SO JOO DO ITAPERI, QUE COMEA SEXTA

    CASAN

    PREFEITURA APRE-SENTA NESTA SE-MANA PROJETO NA CMARA DE VERADORES PARA RENOVAO DO CONTRATO

    PG 13 PG 10

    GERALFALTAM MAIS DE 500 VAGAS NAS CRECHES DE BARRA VELHA

    ESPORTEMEDEIROS E SO CRIS-TVO DECIDEM TTULO DE FUTEBOL AMANH

    GERALFESTA DE SANTO ANTNIO ANIMA BALNERIO PIARRAS NESTE FINAL DE SEMANA

    PG 8 PG 5 PG 16

    PG 9

    Circulao: Araquari, Balnerio Barra do Sul, Barra Velha, So Joo do Itaperi e Balnerio Piarras

  • 2 EDITORIAL Sbado, 15 de junho de 2013.

    Com amor a camisaNeste nal de semana to-das as atenes do mundo do esporte se voltam para o inicio da Copa das Confede-raes. Mais do que avaliar o desempenho de selees como Brasil, Espanha, Itlia e Uruguai, a maior preocu-pao no globo terrestre com a estrutura que ir receber a Copa do Mundo em 2014, ainda mais com a repercusso das bata-lhas campais entre policiais e manifestantes em vrias capitais do pas. A nal, como tanto se ventila na mdia, a Copa das Confederaes o ltimo teste para o Mundial.

    Enquanto fala-se em gas-tos astronmicos com est-dios para a Copa ou com a transio de Neymar para

    o Barcelona, com direito a transmisso ao vivo de uma simples apresentao, nos campos da regio a bola tambm rola. Depois de So Joo do Itaperi, chegou a vez de Barra Velha conhecer o seu campeo no futebol de campo. de se ressaltar o esforo da comunidade e das prefeituras em manter vivas essas competies. O esporte integrao e no apenas negcios. Na regio temos bons exemplos disso. Os campeonatos municipais de futebol, por exemplo, pro-movem uma atividade de lazer e sade para os mora-dores, possibilitando o con-tato entre comunidades da mesma cidade. Vriosbairros formam seus times

    para bater uma bola aos do-mingos, dando uma opo de socializao para quem trabalha a semana toda e muitas vezes no tem tempo de fomentar amizades na prpria rua.

    Dizem, no linguajar do fute-bol, que hoje em dia no h mais atletas com amor a camisa como havia h dca-das atrs. Talvez no mundo do marketing esportivo, no. Mas l na turma do bairro, quem entra em campo no nal de semana, entra pra honrar o nome da sua comu-nidade. Entra porque gosta de praticar esporte, e isso o que vale. Boa sorte a Me-deiros e So Cristvo neste nal de semana, que vena o melhor.

    PREVISO DO TEMPOSBADO

    Nebulosidade varivel e chuva isolada

    (15/06)

    MX: 20 MN: 17

    DOMINGO (16/06)

    MX: 18 MN: 17

    SEGUNDA-FEIRA

    Sol com chuva no incio do dia

    (17/06)

    MX: 23 MN: 17

    Informaes do Centro de Informaes de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina (Ciram) da Epagri

    EXPEDIENTE

    Tiragem: 5 mil exemplares / distribuio gratuita / semanrio Circulao: Araquari, Balnerio Barra do Sul, Balnerio Piar-

    ras, Barra Velha e So Joo do Itaperi

    Reportagem Carolina Nunes

    DiagramaoGermana Souza

    Edio Anderson Davi

    Departamento Comercial Claudia S. Prevedello

    ColaboradoresAngelita Borba de Souza

    Lgia Delazzeri R. BalbinottDaniela Censi

    Lino Pedro de Arajo FilhoMarcos Zaleski de MatosPaulo Zaleski de MatosVolnei Antnio de Souza

    Jornalista Responsvel Flvio Roberto DRT: 02494 JP

    UMA PUBLICAO REDAOAv Santa Catarina, 1192 - SobrelojaCentro - Barra Velha - SCCEP: 88390-000

    Colunas, artigos, cartas, e-mails enviados e assinados so de inteira responsabilidade de seus autores. O contedo no

    expressa, necessariamente, a opinio do jornal.

    CONTATOS

    (47) 3456 1194(47) 9959 1143 (Comercial)

    Reportagem - jornalismo@vozdoitapocu.com.brComercial - comercial@vozdoitapocu.com.brColunistas - colunas@vozdoitapocu.com.brColuna Social - social@vozdoitapocu.com.br

    VEJA ONDE ENCONTRAR O JORNAL DE FORMA GRATUITA TODOS OS SBADOS:www.vozdoitapocu.com.br

    FACEBOOK

    No leu as edies anteriores do Voz do Itapocu?

    Acesse:www.issuu.com/vozdoitapocu e leia na ntegra a edio virtual do jornal, de forma interativa e prtica.

    No leu as edies anteriores do Voz do Itapocu?

    Acesse:www.issuu.com/vozdoitapocu e leia na ntegra a edio virtual do jornal, de forma interativa e prtica.

    Nebulosidade varivel e chuva isolada

  • Aprovada em julho do ano pas-sado, a defensoria pblica do Governo de Santa Catarina ain-da no uma realidade para os moradores de Balnerio Piar-ras e Barra Velha. Embora o Es-tado tenha nomeado em abril deste ano 45 defensores apro-vados em concurso pblico, o servio ainda no foi oferecido para a parcela populao da regio que no tem condies de custear um advogado para defend-la em processos judi-ciais. A expectativa de que at julho a defensoria de Itaja es-teja estruturada para atender a estes municpios. Segundo a subseco da Ordem dos Advogados do Bras-il (OAB) de Balnerio Piarras, que compreende tambm Bar-ra Velha, os servios de defesa gratuita da OAB esto suspen-sos desde a aprovao da defen-soria, atravs de Lei votada na

    Assembleia Legislativa de Santa Catarina. Com isso, pessoas com renda familiar de at trs salrios mnimos mensais no esto recebendo defesa gratuita h um ano, salvo casos em que o Poder Judicirio nomeia um advogado custa do Estado. Antes da criao da defenso-ria pblica, a Ordem oferecia a defensoria dativa e o Estado cava encarregado de custear os gastos com advogados para a populao. Nove mil advoga-dos estavam cadastrados para defender cerca de quatro mi-lhes de cidados catarinenses que se encaixam nos parme-tros para receber defesa gra-tuita. A expectativa da OAB em nvel estadual rmar um novo convnio com a defensoria do Governo de Santa Catarina, desde que a dvida de R$120 milhes do Estado com a Or-dem seja quitada.

    Defensoria Pblica do Estado ainda no atende Balnerio Piarras e Barra Velha

    O yoga realmente uma prtica completa, repleta de benefcios e que permite o perfeito funcionamento do corpo. Na ltima coluna abordamos os benefcios do yoga desde o momento em que samos de casa para a prtica, passando pelos prnyma (extenso da respirao ou exerccios respiratrios) e pelos sanas (posturas). Seguindo a abordagem dos benefcios desta prtica, temos ento o yoga-nidr (relaxamento) e dhyna (meditao). O yoga-nidr uma tcnica que induz o aluno a um esta-do de relaxamento profundo, envolvendo a mente em um processo de conscientizao do corpo fsico, desde os dedos dos ps at o topo da cabea. O relaxamento con-sciente um meio e caz de combate tenso e a seus efeitos psicolgicos nocivos. Os efeitos do yoga-nidr so o aumento da energia fsica e mental; produz um grande relaxamento dos msculos; reduz o risco de ataques e insu cincia cardaca, presso alta, colesterol, ansiedade, insnia, agitao mental e estresse; ativa a cir-culao sangunea, estimula a produo de hormnios como a serotonina e a me-latonina, que atuam no bem estar e no rejuvenescimento do corpo. A prtica de dhyna (medi-

    tao) nada mais que um estado de pura concen-trao da mente, mantendo a mente focada em um nico objetivo, sem que haja interferncias de outros pensamentos. Meditar en-trar num estado de tranqui-lidade, de calma absoluta. entrar em contato com a sua verdadeira natureza, que na sua essncia, a conscincia. Os benefcios da prtica da meditao tem sido comprovadas em inmeros estudos cient cos. As pessoas que meditam tem maior capacidade de concentrao, mais clareza mental, criatividade, mais imunidade, menos ansie-dade e depresso, mais estabilidade emocional. A meditao ainda promove o rejuvenescimento, aumenta a compreenso sobre a reali-dade da vida interior, traz um sentimento de paz e sereni-dade, alm de promover uma atitude de entrega ao Divino. Os benefcios da prtica do Yoga vo se incorporando no seu dia a dia, melhorando a qualidade da sua vida, e per-cebemos que nos tornamos mais conscientes e equili-brados de uma maneira geral. Por estarmos mais estveis emocionalmente h uma melhora no relaciona-mento com as pessoas a nossa volta. Nos tornamos mais tolerantes e amorosos.

    YogaInstrutora de Yoga Lgia Delazzeri Rodrigues Balbinotti e-mail: ligiadelazzeri@yahoo.com.br

    3GERALSbado, 15 de junho de 2013.Foto: internet

    Em abril de 2012 o Supre-

    mo Tribunal Federal (STF)

    considerou inconstitucio-nal o modelo de defenso-ria oferecido pelo Governo de Santa Catarina. Para

    o STF, o convnio com a

    OAB no estava de acordo

    com a Constituio, j que

    Santa Catarina no tinha

    uma defensoria instituda, sendo o nico Estado do pas a no atuar da forma

    considerada correta pelo STF. A prpria Ordem ca-

    va encarregada de indicar os advogados para realizar a defesa dativa, ao invs de apenas complementar uma possvel carncia na

    defensoria do Estado.

    Venha fazer uma aula experimental.Av. Santa Catarina, 1192 Sobreloja (Em cima da Pizzaria Forno a Lenha) - Contato: (47) 8461.1487Aulas segundas e quartas, s 16:30 e s 19h.

    Santa Catarina era o nico Estado sem defensoria

    Ao que consta, foram apro-vados 60 candidatos e, at o momento, houve a nomeao

    de apenas 45, os quais esto

    distribudos em sete cidades do Estado.Sem dvidas, o Estado de San-

    ta Catarina no poder deixar

    desamparadas as pessoas que necessitam da Defensoria

    Dativa, o que dever culmi-nar na nomeao de todos os

    aprovados, o mais breve pos-svel.Se h Defensores aprovados

    no certame realizado aguar-dando a posse, parece-me in-coerente no cham-los para

    ocuparem os cargos criados, o que inviabiliza o acesso

    justia daqueles que no pos-

    suem condies de arcar com os custos de um pro ssional

    constitudo.Sabe-se que o convnio anteri-

    ormente rmado com a Ordem

    dos Advogados do Brasil no

    mais vigora no Estado de San-

    ta Catarina, o que torna ainda

    mais precria a prestao da

    advocacia dativa, uma vez que, a nomeao que ocorria

    pela OAB, cedeu espao aos novos Defensores Pblicos que devem ser convocados a assumirem seus cargos em exguo prazo, considerando a

    urgncia que a sociedade de-

    manda.

    O Voz do Itapocu entrou em contato com a promotora de justia Tehane Tavares Fenner, da Comarca de Barra Velha. Fenner emitiu um parecer a respeito da au-sncia da defensoria pblica na regio, lem-brando que na regional de Joinville o servio j oferecido a populao. Con ra ao lado a opinio da promotora:

    Promotora: Defensores Pblicos devem ser convocados a assumirem seus cargos em exguo prazo

  • Restos de runa so deixados na Praia da Pennsula pela Secretaria de Obras de Barra Velha

    4 GERAL Sbado, 15 de junho de 2013.

    Pontos do Projeto De leos no Futuro so divulgados em Balnerio Piarras

    Secretrio da Fundema diz que ir pedir a retirada dos entulhos com a mxima urgnciaNo final do ms passado pro-moveu a derrubada de runas na Praia da Pennsula, ato da Secretaria de Obras que aca-bou alvo de denuncia de um leitor. Ele registrou em fo-tos que os entulhos de uma terruna foram deixados na prpria praia. O Voz do Itapocu confirmou a denuncia e constatou que diversos ferros foram escon-didos na areia. Estes estaro completamente visveis aps uma forte chuva ou uma res-saca. A Secretaria de Obras,

    no negou o fato. O Secre-trio da pasta Carlos Alberto da Silva confirmou que a sua secretaria era responsvel pelo ocorrido e justificou que esse material s foi deixado na areia da praia pois o cami-nho no conseguiu despejar as estruturas de ferro em outro local. Ele precisou da ajuda de outra mquina para tirar as es-truturas e aquele seria o nico espao disponvel.

    FundemaA Fundao do Meio Ambi-

    ente do Municpio (FUNDE-MA) atravs do presidente Ivo Iber, afirmou desconhecer esse caso, mas disse que ir pedir para que as estruturas sejam retiradas do local com a mxima urgncia, respei-tando a Lei ambiental, que probe a permanncia de ru-nas e entulhos no local, j que esto em uma rea de Pro-teo Ambiental (APP), Vou pedir urgncia na retirada dos entulhos, pois, alm de ser er-rado, pode ser perigoso, afir-mou Iber.

    CuriosidadesO Programa De leo no Futuro uma iniciativa do Governo do Estado de Santa Catarina j desenvolvido em outros munic-pios.Os problemas causados pelo destino incor-reto do leo vegetal utilizado na cozinha comprometem o meio ambiente. Um litro de leo despejado nos rios polui at um milho de litros de gua, o leo contamina

    o solo e o lenol fretico, impermeabilizan-do-o causando as enchentes nos perodos chuvosos. Quando despejado no ralo pode provocar o entupimento da rede de esgoto, aumen-tando em at 45% o custo do tratamento do esgoto.

    A Secretaria de Sade de Bal-nerio Piarras definiu na ltima semana os pontos de coleta, chamados de ecopon-tos, do Projeto De leos no Futuro, que tem como obje-tivo recolher o leo residual das frituras. O Programa uma iniciativa do Governo do Estado de Santa Catarina

    e est em consonncia com a Lei Estadual n 14.330, de 18 de janeiro de 2008. Sero 15 pontos de coletas distribudos em toda a cidade (veja no quadro ao lado).

    Como participarPara recolher o resduo basta colocar o leo utilizado em

    frituras em uma garrafa pet limpa. Para auxiliar utilize um funil. Aps a coleta leve a gar-rafa at um dos ecopontos. O material ser recolhido por uma empresa especializada e o dinheiro arrecadado com a venda ser revertido em re-cursos para as escolas do mu-nicpio.

    Foto: Claudia S. Prevedello

    Evento social Ecoplanet realizado em So Joo do ItaperiAtividade reuniu cerca de 420 pessoas entre estudantes, professores e paisAlunos do curso superior de Tecnologia em Eventos da Faculdade Anhanguera de Joinville juntamente com a Secretaria de Educao e Cultura de So Joo do Ita-peri desenvolveram o evento social Ecoplanet, com alunos da rede municipal de ensino, professores, e tambm alunos da scola estadual Elvira Faria Passos. Cerca de 420 pessoas entre crianas e adultos estiveram no Centro de Integrao Tu-rstica Euclides Raul Mon-teiro participando de vrias

    atividades. As crianas parti-ciparam do jogral, telo, assis-tindo apresentaes culturais e de dana, alm do teatro do Grupo teatral GATS, focando principalmente em questes ambientais.Esta ao visou conscien-tizao socioambiental das crianas de 1 ao 5 ano das escolas da rede municipal de ensino. A inteno da pre-feitura fazer com as que crianas levem para casa o aprendizado.

    Pontos de coleta- Escola Professora Feli-cidade Pinto Figueredo (bairro Nossa Senhora da Conceio), - CIEF (Centro), - Escola Monteiro Lobato (bairro Nossa Senhora da Paz)- Escola de So Brs (bair-ro So Brs)- Escola Professora Fran-cisca Borba (bairro Itaco-lomi)- Creche Tia Pequena (bairro Nossa Senhora da Paz)- Creche Pinquio (bairro Santo Antnio)- Creche Cinderela (bairro

    Nossa Senhora da Con-ceio)- Creche Professora Al-cina de Oliveira Figueredo (bairro Itacolomi)- Creche Professora Ivonete Silva Coradini (bairro Morretes)- Mercado TOP (Centro)- Mercado 3K (Bairro Ita-colomi)- Mercado Santo Antnio (bairro Santo Antnio)- Mercado Lua Mar - Sede do Sindicato dos Trabalhadores Rurais (bairro Morretes)

    Foto: Divulgao Prefeitura

  • GERALSbado, 15 de junho de 2013.

    ANUNCIE NO

    TELEFONE: 3456 1194

    5

    Festa do padroeiro Santo Antnio de Balnerio Piarras ser marcada por encenao Evento comeou na quinta-feira, dia 13 e termina neste final de semana na Parquia de Santo Antnio de Pdua

    A festa que iniciou na quin-ta-feira, dia 13, uma ho-menagem ao padroeiro de Balnerio Piarras. Tudo comeou com o nascimento do beb que recebe nome de Fernando. Com oito anos de idade a pedido do pai Marti-nho de Bulhes, Fernando, passou a cuidar dos pssaros para que no comecem o tri-gal. Fernando conversava com os passarinhos que o obede-ciam. Com apenas 15 anos, fez os primeiros estudos na Igreja de Santa Maria Maior (hoje S de Lisboa), ingressando mais tarde, por volta de 1210 ou 1211, como novio, na Or-

    dem dos Cnegos Regulares de Santo Agostinho, perto de Lisboa, no Mosteiro de So Vicente de Fora, guiado pela mo do ento prior D. Es-tvo. Permaneceu em So Vicente de Fora por trs anos, tendo com 18 ou 19 anos entrado no Mosteiro de Santa Cruz de Coimbra, ao tempo um importante centro de cultura medieval e eclesistica da Eu-ropa, onde realizou os estudos em Direito Cannico, Filoso-fia e Teologia. Tornou-se en-to agostiniano.Protetor dos pobres, o auxlio na busca de objetos ou pessoas

    perdidas, o amigo nas causas do corao. Assim Santo Antnio de Pdua, frei fran-ciscano portugus, que trocou o conforto de uma abastada famlia burguesa pela vida re-ligiosa. Santo Antnio, certa vez, comovido com a situao dos pobres, distribura entre eles todo o po do convento. Em 1946, o Papa Pio XII proclamou Santo Antnio Doutor da Igreja, com o ttulo de Doutor Evanglico. Santo Antnio no perdeu sua atua-lidade e invocado pelo povo cristo, at hoje, para curar doena, achar objetos perdi-dos e ajudar no casamento.

    Stammtisch de Araquari rene cerca de mil pessoas Aproximadamente mil pes-soas participaram da primeira Stammtisch realizada em Ara-quari, no ltimo sbado, dia 8. Cerca de 30 barracas for-maram duas filas vermelhas na Avenida Nereu Ramos, no Centro e enfeitaram o local das 10h s 17h. De acordo com a Prefeitura do Municpio a diverso da festa foi o bate-papo, a be-bida e os pratos oferecidos em cada barraca: churrasco, feijoada, lingucinha e muitas

    outras iguarias, alm de uma banda disposta a tocar msi-cas alems.Em Araquari, a festa dos amigos realizada pela LZ Promoes com apoio da Prefeitura Municipal, da Se-cretaria de Esporte Turismo e Lazer e da Associao de Micro e Pequenas Empre-sas (AMPE) e da Associao Comercial, Industrial e Agr-cola de Araquari (ACIAA).A festa dever acontecer uma vez por ano.

    Ser realizada neste domingo, dia 16, a encenao da vida do padroeiro de Balnerio Piarras, Santo Antnio, na Parquia de Santo Antnio de Pdua, durante a missa fes-tiva das 10h. A apresentao realizada pelo Grupo Teatral Filhos de Santo Antnio ser seguida pelo tradicional bolo

    de Santo Antnio, o almoo festivo com animao musical de Marcelo Som e o bingo com diversos prmios, marcando o encerramento da festa dedi-cado ao padroeiro.

    Neste sbado tambm ter apresentaesNeste sbado, dia 12, a missa

    inicia a partir das 19h30, com o padre Celso Marquetti e com a apresentao do Coral Centenrio Santa Isabel. Alm da apresentao do casamento caipira e da quadrilha apre-sentada pelo Grupo Filhos de Santo Antnio. A animao ficar por conta da Banda G4 (Giza Carla).

    Padroeiro

    Secretaria de Educao de Araquari firma parceria com o SESI A Prefeitura de Araquari, atravs da Secretaria da Educao firmou uma parce-ria com o Servio Social da Indstria (SESI) que visa a-tender as pessoas que ainda no completaram os estudos bsicos na cidade. As aulas devem acontecer nas escolas do municpio e j contam com trs polos subdivididos em localidades para atender a populao. Um deles deve

    ficar no Itinga, o segundo prximo a BR-280 e o tercei-ro deve estar entre o Centro e o bairro Porto Grande.

    Ensino para pessoas especiaisAlm do sistema Educao de Jovens e Adultos (EJA), outro atendimento deve ser oferecido. Os cursos so voltados para pessoas com deficincia fsica ou mental,

    acima de 16 anos, possibi-litando a insero dessas pessoas no mercado de tra-balho e oferecerendo tc-nicas bsicas de recepo, atendimento e relaciona-mento. Planejado para acon-tecer no segundo semestre, assim como as novas aulas pelo EJA, so todos gratuitos e tambm com parceria com o SESI.

  • Seis meses aps o prefeito Claudemir Matias assumir a administrao de Barra Velha o portal do municpio ainda permanece desatualizado, embora de cara nova. Secre-trios que estavam frente das pastas durante o governo dos 11 meses de Matias, permane-ciam com seus nomes no site oficial da cidade esta semana. Na opo Governo na barra inicial do portal, dos cinco tpicos oferecidos dois contm o nome dos antigos secretrios e os trs restantes no apre-senta o responsvel pela pasta, no contm tambm uma op-o apresentando o histrico do prefeito, nem sequer com o nome do mesmo. No link turismo so apresen-

    tados alguns dados e fotos de pontos tursticos da cidade, alm de um hotel e um parque aqutico, no sendo fiis as opes que a cidade oferece destes seguimentos e de tantos outros como restaurantes e lojas. At a tarde de quinta-feira, dia 13, quando foi realizado o fechamento desta pgina, o portal do municpio continu-ava desatualizado. Questio-nado sobre o site, o prefeito ficou surpreso que as infor-maes ainda no haviam sido atualizadas, O sistema do site est passando por modi-ficaes, mas irei pedir para que as secretarias e demais informaes do portal sejam atualizadas.

    GERAL Sbado, 15 de junho de 2013.Aps seis meses, site da prefeitura de Barra Velha ainda no est atu-alizado

    6

    Fundema de Araquari premia estudantes da rede mu-nicipal em aluso ao Dia Mundial do Meio Ambiente

    A Fundao do Meio Ambi-ente de Araquari (Fundema) premiou na ltima semana trs estudantes no concurso de desenho em aluso ao Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado no dia 5 de ju-nho. A ao da Prefeitura de Araquari mobilizou centenas de estudantes das escolas mu-nicipais.As trs melhores criaes foram revertidas em prmios. O autor que ficou em primeiro lugar recebeu um notebook. O aluno que ficou em segundo lugar recebeu um tablete, e em terceiro, uma bicicleta. Alm da premiao para o primeiro colocado, a professora tam-bm foi premiada com uma

    cmera fotogrfica, a escola com um aparelho de som, e os alunos da classe, com um passeio de barco pela Baa da Babitonga.O diferencial do passeio que o barco ser movido a bio-combustvel, vindo de leos

    de cozinha usados, oriundos da coleta seletiva das escolas municipais. Todo esse leo foi processado e produzido por uma empresa do municpio, especializada em biodiesel. A data do passeio ainda ser marcada pela Fundema.

    1 lugar Natlia Casagrande Escola Municipal Amaro CoelhoProfessora Lucenir Souza2 lugar Gustavo Henrique da Silva Cubiaque Escolas Municipal Rosalvo FernandesProfessora Rosani de Ftima Carvalho3 lugar Weslayne Galvo Escola Municipal Ponto AltoProfessora Elizandra Evaristo

    Lista dos ganhadores

    O sistema de abastecimento de gua de Araquari j est normalizado. Ele ficou comprometido no ltimo domingo aps uma bomba de gua responsvel pelo abastecimento de 50% da cidade ter ex-plodido. O reparo foi feito na segunda-fei-ra, mas de acordo com a prefeitura, dois dias foram necessrios para que o siste-ma voltasse a operar em sua totalidade.

    Araquari reestabelece abastecimen-to de gua

  • 7GERALSbado, 15 de junho de 2013.

    A doena est erradicada no Brasil desde a dcada de 1990. O ltimo caso no Brasil foi registrado em Gois em 1989. A plio, tambm conhecida como paralisia in-fantil, uma infeco viral causada pelo poliovrus.

    Poliomielite

    ltima semana para imunizao contra a paralisia infantilDia Nacional da mobilizao vacinou cerca de trs mil crianas entre seis meses e cinco anos

    Os pais que ainda no foram vacinar seus filhos contra a paralisia infantil tero mais uma semana para garantir a imunizao. As gotinhas con-tinuam sendo distribudas at a prxima sexta-feira, dia 21. No dia nacional de mo-bilizao, realizado no ltimo sbado, dia 8, foram vacina-dos na regio 3.545 crianas. A meta vacinar cerca de cin-co mil crianas nas cidades de Barra Velha (1.593), Balnerio Piarras (1.205), So Joo do Itaperi (225), Balnerio Barra do Sul (496) e Araquari (2.092). As crianas so imu-nizadas apenas com a apresen-tao da carteira de vacinao.

    AraquariNo sbado o municpio con-seguiu vacinar 47,37% da po-pulao infantil, atingindo 991 crianas. As doses de vacinas na campanha sero aplicadas em todas as unidades de sade do municpio, os nove postos de sade so: Corveta, Itinga, Barra do Itapocu, Rainha, Itapocu, Morro Grande, Porto Grande e no pronto-

    atendimento (PA) Aci Ferrei-ra de Oliveira, no Centro. Os horrios de atendimento so das 8h s 12h e das 13h s 17h.

    Barra VelhaNo municpio foram vacina-das 1.336 das crianas, 83,8% da meta. As unidades de sade que esto oferecendo as vacinas so: Central, So Cris-tvo, Itajuba e Sertozinho. Os atendimentos so reali-zados das 7h30h s 12h e das 13h30 s 17h.

    So Joo do ItaperiForam vacinadas 161 crian-as, somando entre seis meses aos menores de cinco anos. As quatro Unidades de Sade que esto oferecendo as gotinhas so: Unidade Central, Santa Cruz, Santo Antnio e a Uni-dade do Porto do Itaperi. Os horrios de atendimento so das7h30 s 11h30 e das 13h s 17h.

    Balnerio Barra do SulNo municpio 401 crianas foram imunizadas no sbado, dia nacional de mobilizao.

    As gotinhas podem ser encon-tradas no posto de sade cen-tral das 8h s 16h, sem fechar para o almoo.

    Balnerio PiarrasNo dia nacional de mobili-zao foram vacinadas 656 crianas. Na ltima semana de vacinao os pais podero encontrar as gotinhas nas unidades de sade do bairro Santo Antnio, Morro Alto, Nossa Senhora da Paz, Nossa Senhora da Conceio e Bella Vista. Os atendimentos so realizados das 8h s 12h e das 13h30 s 17h30.

    Santa Catarina O Dia D da vacinao contra a plio, realizado no sbado, dia 8, encerrou com mais de 167 mil crianas vacinadas de um total de 382 mil crianas nesta faixa etria que precisam ser imunizadas contra a paralisia infantil. A meta alcanar, at o dia 21 de junho, uma cobertura de 95%.

    Foto: Divulgao

    O vrus transmitido por meio de alimentos e gua con-taminados e se multiplica no intestino, podendo invadir o sistema nervoso. A vacina contra paralisia infantil deve ser aplicada em todas as crianas entre seis meses e cinco anos, mesmo aquelas que j tomaram a vacina no calendrio de rotina.

    Vacina

  • Quase 80% das crianas bra-sileiras no esto matriculadas em creches, de acordo com uma pesquisa da consultoria Datapopular. Em todo o pas, os pais reclamam da falta de vagas na rede municipal. Em Barra Velha a situao no diferente, mais de 500 crianas esto aguardando uma vaga em um dos cinco Centros de Educao Infantil do munic-pio, de acordo com o Secre-trio de Educao, Cultura e Desporto Valdir Nogueira.No inicio do ano, quando a nova secretaria foi montada, a lista de espera registrava 700 crianas na espera por uma vaga em um dos CEIs. Esse nmero diminuiu em maro para 460, e chegou a ter 345 nomes em maio. Na ltima quinta-feira, dia 13, uma nova listagem foi enviada ao Jornal Voz do Itapocu registrando 564 crianas na listagem por uma vaga. Segundo o Secretrio, o dficit

    de alunos diminuiu aps os CEIs aumentarem as salas para abrigar novas crianas. Enquanto novas salas so cria-das nos centros j existentes, muitas vezes em salas improv-isadas como comenta a me de uma criana, que ao chegar para buscar a filha se deparou com uma sala onde as carteiras estavam amontoadas em um canto, com o objetivo de dar mais espao, a finalizao do CEI no bairro So Cristvo, e a reforma da unidade onde abrigava o Centro de Educao de Jovens e Adultos (CEJA) no mesmo bairro, ainda no esto iniciadas.

    O novo CEI do So Cristvo, aps ficar pronto, ir abrir aproximadamente 160 novas vagas para crianas de seis me-ses at os cinco anos de idade. De acordo com o secretrio Valdir Nogueira, a estrutura que abrigava o CEJA ser to-

    talmente reformando e ir re-ceber cerca de 200 crianas en-tre quatro e cinco anos. Ser uma pr-escola, crianas com essa faixa etria ocupam mui-tas vagas dos CEIs, por isso vamos montar uma estrutura para atender especificamente esse grupo. De acordo com o prefeito Claudemir Matias, j foi lan-ado o edital para contratao da empresa que ir terminar a reforma do novo Centro de Educao Infantil do bairro So Cristvo, O edital j foi lanado, em breve as obras sero retomadas, afirma o prefeito.Segundo Nogueira a previso para que essas duas novas estruturas estejam prontas at dezembro, eliminando a fila de esperas. Queremos construir um centro tambm em Itajuba, na Areia Branca, mas essa obra ser s para o ano que vem, nosso objetivo finalizar essas duas, disse.

    9MATRIA ESPECIALSbado, 15 de junho de 2013.8

    Centros de Educao Infantil: faltam mais de 500 vagas em Barra Velha

    Novas estruturas

    Unidades em atividade

    Governo municipal alega falta de respeito da populaoMau cheiro e animais como ratos e baratas so alguns dos problemas apontados por pes-soas que moram no entorno e prximo ao terreno que fica atrs do Centro de Educao Infantil Professora Clia Mller Cubas, no bairro Vila Nova, em Barra Velha. O terreno que pertence prefeitura do municpio est tomado por lixos, desde gar-rafas pet at colches e sofs, transformando a paisagem de inmeras pessoas alm de mais de 190 crianas e profes-sores do CEI que fica em frente ao local. Segundo uma moradora que no quis se identificar, camin-hes da prefeitura vo ao terreno cerca de duas vezes por semana e despejam todo tipo de lixo e vo embora sem se preocupar com as consequn-cias que aquele lixo ir gerar a comunidade. Demonstrando preocupao com a segurana dos filhos a senhora comenta o que o acumulo do lixo gera, Ratos saem do meio do lixo de um lado para o outro, minha casa fica aqui prxima e eu tenho filhos que querem brincar no quintal, mas eu tenho medo que um bicho desses entre aqui em casa.

    SoluesMarcelo Koche, Diretor de Gabinete da Prefeitura de Barra Velha, declara que a Secretaria de Obras j foi notificada e ir iniciar os trabalhos no local assim que o trator de esteira voltar da oficina, No temos uma data certa porque depen-demos de peas, mas assim que a mquina estiver pronta o cercamento ser iniciado. Koche informa tambm que a Secretaria de Obras despeja no local apenas entulhos e ga-lhos que sero posteriormente

    usados para fazer a terrapla-nagem do local, No vamos apenas cercar para evitar que a populao jogue lixo no terreno, vamos tambm realizar melho-rias, comenta.

    PrefeitoDe acordo com o prefeito Claudemir Matias a limpeza e o cercamento do terreno devero iniciar na prxima semana. Matias concorda que a atitude da Secretaria de Obras, em jogar lixo no local acaba influen-ciando a populao do entorno, que ao ver a atitude repetem a ao, No jogamos lixo comum, que junta bicho, o lixo deixado no terreno so galhos de rvores, madeira, esse tipo de coisa, o lixo domstico dos moradores, alega.Matias comenta tambm que a prefeitura ainda no tem uma obra prevista para ser realizada no local, mas que devido ao Centro de Educao Infantil, que fica em frente ao terreno, o local no ser somente cercado para evitar que novos lixos sejam despejados, mas tam-bm ser realizada a limpeza e a retirada do material que facilita a procriao de animais e alimenta o mau cheiro.

    rgos responsveisUma reclamao formal j foi realizada na Vigilncia Sani-tria municipal, o que resultou em uma notificao enviada a Secretria de Obras, na sema-na passada.A Fundao Municipal do Meio Ambiente (FUNDEMA) alegou que no inicio do ano passado houve uma conversa informal entre o presidente da fundao e o Secretrio de Obras da poca, sobre a limpeza e o fechamento do local. Este ano nenhuma ao foi realizada.

    Madre PaulinaRua Afonso Radun, 414 Bairro: Centro Telefone: 3456 2932

    Alunos: 236Fila de espera: 155 Professores: 20 Administrativo: 3

    Prof Hilda Batista da SilvaRua Rita de Cssia Coelho Ramos, 160 Bairro: ItajubaTelefone: 3456 2172

    Alunos: 101Fila de espera: 78 Professores: 13 Administrativo: 01

    Clia Mller CubasRua: Nair BorbaBairro Vila Nova Telefone:

    Alunos: 192Fila de espera: 31Professores: 24Administrativo: 1

    Prof Marli Hess de FariaRua: 2079, Lateral BR 101Bairro: Pedras Brancas Telefone: 3457 0636

    Alunos: 72Fila de espera: 67Professores: 10Administrativo: 1

    Frei Librio SchmittRua Jos Zzimo Bitten-court, 113 Bairro: So Cristvo Telefone: 3446 1104

    Alunos: 302Fila de espera: 233 Professores: 28Administrativo: 1Especialista: 1

    Dados da Secretaria de Educao de Barra Velha

    Terreno da prefeitura usado como depsito de lixo atrs de creche

    Dficit de vagas deve diminuir com duas novas uni-dades at dezembro

  • Quase 80% das crianas bra-sileiras no esto matriculadas em creches, de acordo com uma pesquisa da consultoria Datapopular. Em todo o pas, os pais reclamam da falta de vagas na rede municipal. Em Barra Velha a situao no diferente, mais de 500 crianas esto aguardando uma vaga em um dos cinco Centros de Educao Infantil do munic-pio, de acordo com o Secre-trio de Educao, Cultura e Desporto Valdir Nogueira.No inicio do ano, quando a nova secretaria foi montada, a lista de espera registrava 700 crianas na espera por uma vaga em um dos CEIs. Esse nmero diminuiu em maro para 460, e chegou a ter 345 nomes em maio. Na ltima quinta-feira, dia 13, uma nova listagem foi enviada ao Jornal Voz do Itapocu registrando 564 crianas na listagem por uma vaga. Segundo o Secretrio, o dficit

    de alunos diminuiu aps os CEIs aumentarem as salas para abrigar novas crianas. Enquanto novas salas so cria-das nos centros j existentes, muitas vezes em salas improv-isadas como comenta a me de uma criana, que ao chegar para buscar a filha se deparou com uma sala onde as carteiras estavam amontoadas em um canto, com o objetivo de dar mais espao, a finalizao do CEI no bairro So Cristvo, e a reforma da unidade onde abrigava o Centro de Educao de Jovens e Adultos (CEJA) no mesmo bairro, ainda no esto iniciadas.

    O novo CEI do So Cristvo, aps ficar pronto, ir abrir aproximadamente 160 novas vagas para crianas de seis me-ses at os cinco anos de idade. De acordo com o secretrio Valdir Nogueira, a estrutura que abrigava o CEJA ser to-

    talmente reformando e ir re-ceber cerca de 200 crianas en-tre quatro e cinco anos. Ser uma pr-escola, crianas com essa faixa etria ocupam mui-tas vagas dos CEIs, por isso vamos montar uma estrutura para atender especificamente esse grupo. De acordo com o prefeito Claudemir Matias, j foi lan-ado o edital para contratao da empresa que ir terminar a reforma do novo Centro de Educao Infantil do bairro So Cristvo, O edital j foi lanado, em breve as obras sero retomadas, afirma o prefeito.Segundo Nogueira a previso para que essas duas novas estruturas estejam prontas at dezembro, eliminando a fila de esperas. Queremos construir um centro tambm em Itajuba, na Areia Branca, mas essa obra ser s para o ano que vem, nosso objetivo finalizar essas duas, disse.

    9MATRIA ESPECIALSbado, 15 de junho de 2013.8

    Centros de Educao Infantil: faltam mais de 500 vagas em Barra Velha

    Novas estruturas

    Unidades em atividade

    Governo municipal alega falta de respeito da populaoMau cheiro e animais como ratos e baratas so alguns dos problemas apontados por pes-soas que moram no entorno e prximo ao terreno que fica atrs do Centro de Educao Infantil Professora Clia Mller Cubas, no bairro Vila Nova, em Barra Velha. O terreno que pertence prefeitura do municpio est tomado por lixos, desde gar-rafas pet at colches e sofs, transformando a paisagem de inmeras pessoas alm de mais de 190 crianas e profes-sores do CEI que fica em frente ao local. Segundo uma moradora que no quis se identificar, camin-hes da prefeitura vo ao terreno cerca de duas vezes por semana e despejam todo tipo de lixo e vo embora sem se preocupar com as consequn-cias que aquele lixo ir gerar a comunidade. Demonstrando preocupao com a segurana dos filhos a senhora comenta o que o acumulo do lixo gera, Ratos saem do meio do lixo de um lado para o outro, minha casa fica aqui prxima e eu tenho filhos que querem brincar no quintal, mas eu tenho medo que um bicho desses entre aqui em casa.

    SoluesMarcelo Koche, Diretor de Gabinete da Prefeitura de Barra Velha, declara que a Secretaria de Obras j foi notificada e ir iniciar os trabalhos no local assim que o trator de esteira voltar da oficina, No temos uma data certa porque depen-demos de peas, mas assim que a mquina estiver pronta o cercamento ser iniciado. Koche informa tambm que a Secretaria de Obras despeja no local apenas entulhos e ga-lhos que sero posteriormente

    usados para fazer a terrapla-nagem do local, No vamos apenas cercar para evitar que a populao jogue lixo no terreno, vamos tambm realizar melho-rias, comenta.

    PrefeitoDe acordo com o prefeito Claudemir Matias a limpeza e o cercamento do terreno devero iniciar na prxima semana. Matias concorda que a atitude da Secretaria de Obras, em jogar lixo no local acaba influen-ciando a populao do entorno, que ao ver a atitude repetem a ao, No jogamos lixo comum, que junta bicho, o lixo deixado no terreno so galhos de rvores, madeira, esse tipo de coisa, o lixo domstico dos moradores, alega.Matias comenta tambm que a prefeitura ainda no tem uma obra prevista para ser realizada no local, mas que devido ao Centro de Educao Infantil, que fica em frente ao terreno, o local no ser somente cercado para evitar que novos lixos sejam despejados, mas tam-bm ser realizada a limpeza e a retirada do material que facilita a procriao de animais e alimenta o mau cheiro.

    rgos responsveisUma reclamao formal j foi realizada na Vigilncia Sani-tria municipal, o que resultou em uma notificao enviada a Secretria de Obras, na sema-na passada.A Fundao Municipal do Meio Ambiente (FUNDEMA) alegou que no inicio do ano passado houve uma conversa informal entre o presidente da fundao e o Secretrio de Obras da poca, sobre a limpeza e o fechamento do local. Este ano nenhuma ao foi realizada.

    Madre PaulinaRua Afonso Radun, 414 Bairro: Centro Telefone: 3456 2932

    Alunos: 236Fila de espera: 155 Professores: 20 Administrativo: 3

    Prof Hilda Batista da SilvaRua Rita de Cssia Coelho Ramos, 160 Bairro: ItajubaTelefone: 3456 2172

    Alunos: 101Fila de espera: 78 Professores: 13 Administrativo: 01

    Clia Mller CubasRua: Nair BorbaBairro Vila Nova Telefone:

    Alunos: 192Fila de espera: 31Professores: 24Administrativo: 1

    Prof Marli Hess de FariaRua: 2079, Lateral BR 101Bairro: Pedras Brancas Telefone: 3457 0636

    Alunos: 72Fila de espera: 67Professores: 10Administrativo: 1

    Frei Librio SchmittRua Jos Zzimo Bitten-court, 113 Bairro: So Cristvo Telefone: 3446 1104

    Alunos: 302Fila de espera: 233 Professores: 28Administrativo: 1Especialista: 1

    Dados da Secretaria de Educao de Barra Velha

    Terreno da prefeitura usado como depsito de lixo atrs de creche

    Dficit de vagas deve diminuir com duas novas uni-dades at dezembro

  • O plenrio da Cmara de Vereadores cou lotado para a audincia pblica realizada no dia 7. A apresentao e o debate foram centralizados na proposta da Casan para o municpio. O engenheiro da Casan, Luiz Abner Bezerra, e o diretor da Agncia Regu-ladora Intermunicipal de Saneamento (Aris), Ricardo Martins, zeram explanaes para os presentes e na sequn-cia a palavra foi aberta para questionamentos.

    Alm de demonstrar a propos-ta da Casan em nmeros, Abner teve como misso na audincia mudar a imagem negativa que a estatal tem com uma parcela da comunidade de Barra Velha. A Casan mu-dou, hoje ns temos um foco social, temos projetos como a tarifa social, para que todos tenham acesso gua de qua-lidade, alm de saneamento bsico, que necessrio para o desenvolvimento da cidade, justi cou ao longo de sua ex-

    planao. A m impresso foi constru-da ao longo de 30 anos de gesto da Casan j exercidos no municpio. Situaes como baixa qualidade de gua e falta da mesma em temporadas de vero foram expostas durante a audincia por membros da comunidade. O gerente da Casan em Barra Velha, Lu-ciano Boss, defendeu a estatal. Hoje ns temos uma gua de qualidade, testada diaria-mente, com um nmero baixo

    de reclamaes e que no acaba mais durante o vero, como era antigamente. Para evitar que os problemas antigos se repitam, a pre-feitura de Barra Velha tem um convnio com a Agncia Reguladora Intermunicipal de Saneamento (Aris). A Aris tem a funo principal de scalizar a empresa responsvel pelo fornecimento e tratamento de gua e esgoto de 153 munic-pios do Estado. Considerada um rgo independente, a Agncia tem autonomia para noti car e at aplicar multas em casos de irregularidades e falhas na prestao de servio. Ns no temos poder para romper diretamente o contra-to, mas podemos aconselhar o municpio ou at mesmo indi-car ao Ministrio Pblico que inter ra em situaes graves, completa Martins. Segundo Matias, a Casan foi escolhida para ser tema da audincia por ser a nica empresa a apresentar uma proposta concreta. J tivemos

    uma experincia negativa com a Enops, que at hoje cobra uma dvida com o municpio. Hoje no temos mais re-clamaes da Casan, que se mostrou disposta a investir em Barra Velha, disse na audincia.

    Audincia Pblica

    10 POLTICA Sbado, 15 de junho de 2013.

    Conselho de Saneamento Bsico

    O prefeito Claudemir Ma-tias est convencido de que a Companhia Catarinense de gua e Saneamento (Casan) a melhor opo para gerenciar o tratamento de gua e esgoto do municpio nos prximos 30 anos. O chefe do Executivo j havia se pronunciado favor-vel a renovao com a estatal e cumpriu os trmites legais de levar a proposta da Casan sociedade atravs de audin-cia pblica. Com o prazo para aprovao da nova concesso dia 30 deste ms, o projeto de Lei que rma o contrato com a Companhia deve ir para a Cmara de Vereadores nesta semana, para aprovao dos edis do municpio.Eu sou a favor de manter a concesso na esfera pblica. Uma empresa privada tem como nico interesse o lucro. Como se trata de uma empresa pblica, a populao tem mais liberdade para cobrar, isso fortalece a democracia, justi- ca o prefeito. Alm de buscar

    o fortalecimento do servio pblico, Matias tambm se disse satisfeito com a proposta apresentada pela Casan.Ela foi baseada no Plano de Saneamento Bsico do mu-nicpio, elaborado em 2009 e que prev como deve ser con-duzido o sistema de abasteci-mento e de saneamento bsico at o ano de 2039. A projeo do plano visa garantir o de-senvolvimento desta rea de infraestrutura na cidade, cal-culando que em 30 anos (a partir de 2009) a cidade ter 123 mil habitantes. Por Lei, esse plano deve ser rediscuti-do a cada quatro anos, visan-do adapt-lo de acordo com as necessidades e o crescimento de Barra Velha.A proposta da Casan inve-stir R$94,3 milhes ao lon-go destes 30 anos que sero de nidos em contrato, sendo aproximadamente R$59 mi-lhes em esgoto e R$34 mi-lhes na gua . Como projetos pontuais, a

    Casan visa alterar e melhorar o local de captao de gua, migrando a captao para um novo ponto no rio Itapocu. Alm disso, o programa prev a implantao do saneamento bsico em 80% das habitaes do municpio. Com o contrato assinado, a expectativa de que os primeiros passos se-jam dados a partir do prximo ano.

    Prefeito aprova contrato com a Casan e Lei deve ser enviada essa semana para a Cmara de VereadoresCasan ter concesso de 30 anos e ir investir R$94 milhes em saneamento bsico e abastecimento de gua

    Um conselho composto por membros dos trs Poderes e tambm representantes da sociedade civil organi-zada deve ser formado para acompanhar no dia-a-dia a prestao de servio e os ru-mos do saneamento bsico e abastecimento da gua no municpio. Previsto no Plano de Saneamento Bsico, este

    conselho ainda no foi for-mado pelo atual governo. De acordo com o prefeito, a Lei que nomeia o conselho deve ir para a Cmara junto com o contrato da Casan, ainda nesta semana. Por Lei Federal este conselho consultivo, mas estamos tra-balhando para torn-lo deli-berativo, adianta Matias.

    O governador de Santa Ca-tarina, Raimundo Colombo, aprovou nesta semana o repasse de cerca de um milho de reais para Barra Velha atravs da Defesa Civil do Estado. Em evento realizado em Florianpolis, Colombo deu o sinal verde para o nanciamento das obras de xao e dra-gagem da Barrinha de Ita-juba e a construo de dois molhes na praia central, na sada do rio Cancela. O recurso depende agora da liberao da Secretaria da Fazenda, que j est em trmite atravs do secre-trio estadual de Defesa Civil, Milton Hobbus.

    Governador con rma recursos para Barra Velha

    direita, prefeito Claudemir Matias conduziu a audincia pblica sobre a Casan. Ao seu lado, Nivaldo Jos Ramos, presidente da Cmara de Vereadores.

    direita, Ricardo Martins, da Aris. Ao seu lado, engenheiro Luiz Abner Bezerra da Casan.

  • 11

    Sete mil euros e 15 mil dlares foram apreendidos pela Pol-cia Rodoviria Federal em Araquari nesta semana, totali-zando cerca de 52 mil reais. O dinheiro estava com um mo-toboy abordado na BR-101, prximo ao trevo de Jaragu do Sul. Ele disse na delegacia da Polcia Federal em Joinville que o dinheiro tinha como destino uma casa de cmbio em Itaja, mas no apresentou nenhum documento que com-provasse a sua origem. O mo-toboy foi liberado enquanto a polcia prossegue com as in-vestigaes.A apreenso ocorreu por volta de 10h30 de tera-feira,

    dia 11, em abordagem de ro-tina dos policias. O dinheiro estava dividido em 10 enve-lopes pardos com o condutor da motocicleta, de 43 anos. A justi cativa do motoboy de que os euros e dlares iriam de Joinville para Itaja, para serem entregues em uma casa de cmbio. Como no havia documento justi cando a procedncia do dinheiro e o seu destino, a Polcia Rodoviria Federal apreendeu as notas e instau-rou um inqurito para apurar a situao. A Polcia Federal ir investigar se as notas so verdadeiras e qual a sua real origem.

    SEGURANA PBLICASbado, 15 de junho de 2013.

    Polcia Rodoviria Federal apreende sete mil euros e 15 mil dlares com motoboy

    Homem preso aps invadir casa e render funcionria com facaA polcia militar de Barra Ve-lha prendeu nesta semana um homem que invadiu uma casa na Avenida Itajuba e render uma funcionria do lar com uma faca de cozinha. Leandro Sebastio Andr, de 25 anos, foi capturado por populares minutos depois de realizar o crime, ainda no bairro, pr-ximo a escola Manoel Antnio de Freitas. A polcia foi acio-nada e levou o rapaz para a

    delegacia de polcia civil. Aps ser lavrado o agrante, ele foi encaminhado para a Unidade Prisional Avanada (UPA).Leandro entrou na casa por volta de 12h. Visivelmente al-terado pelo uso de drogas, o rapaz fez ameaas a uma mu-lher que trabalhava no local e trancou a vtima na lavan-deria, furtando vrios objetos na sequncia. Aps a sada do ladro, a mulher contou com

    a ajuda de vizinhos para se li-bertar e acionar a polcia mili-tar.Enquanto as guarnies fa-ziam rondas, foram acionadas por populares que j haviam capturado e agredido o assalt-ante. De acordo com a pol-cia, o rapaz de Itaja e j tem vrias passagens por crimes parecidos.

    Duas garotas esto desaparecidas de casa desde a madrugada do ltimo sbado em Balnerio Barra do Sul. De acordo com informaes das famlias, as amigas Rafaela Santiago Pires e Talita Milene de Lima, de 12 anos, foram vistas por vizinhos embarcando em um carro por volta de 4h, na rua Ester de Oliveira Souza, no Centro. Nmeros de telefone foram encontrados em um caderno de uma das meninas, mas no atendem s ligaes. A polcia civil est investigando o caso. Para os familiares, as duas combinaram a fuga, mas temem em qual situ-ao elas esto.

    notas estavam em envelopes pardos. Foto: PRF

    Famlias procuram meninas que fugiram de casa em Balnerio Barra do Sul

    Pedestres e ciclistas so as principais vtimas de acidentes. Para polcia, causa maior o fato das marginais serem de mo dupla

    Quem passa diariamente pelo viaduto Juliano Zimmermann, que interliga as duas marginais da BR-101 em Barra Velha, j deve ter notado uma alterao recente na sinalizao de trn-sito do local. O veculo que trafegava na marginal e antes tinha a preferencial da via, agora tem que parar e aguardar a vez para quem est passando pelo viaduto. Atento, um leitor do Voz do Itapocu procurou o jornal para questionar: cor-reto uma marginal deixar de ser preferencial para 30 met-ros de viaduto? Para a Autopista Litoral Sul, responsvel pelo trecho, sim. o que garante Mariana Vile-la, assessora de comunicao da concessionria. Em nota o cial, a empresa informou reportagem que est realizan-

    do a revitalizao e recupe-rao da sinalizao de trevos e retornos de acordo com o projeto de sinalizao apro-vado pela Agncia Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Em alguns locais devero ocorrer alteraes, se necessrio, como no caso do

    viaduto localizado no km 88,5 da BR-101. A alterao ocor-reu h 10 dias e est em fase de avaliao.O tcnico em refrigerao Giseldo Rodrigues mora no local e conta que os condu-tores no respeitam a sinali-zao. Segundo ele, a alterao

    nas placas no evita que os acidentes continuem acon-tecendo na mdia de dois por semana.Segundo o policial rodovirio federal Srgio Luiz, a PRF no foi procurada para fazer uma campanha educativa no local e mesmo que tivessem sido

    alertados da mudana, no haveria contingente para re-alizar o alerta aos motoristas. Luiz completa que o viaduto ser averiguado pela polcia para garantir se a mudana era necessria e se foi feita corre-tamente.

    Autopista altera preferencial do viaduto Juliano Zimmermann, em Barra Velha

  • No dias 4 e 5 de junho, em comemorao a semana do meio ambiente, a Prefeitura Municipal de So Joo do Itaperi, atravs da Secre-taria de Agricultura e Meio Ambiente em parceria com a Epagri realizaram ativi-dades ambientais no Centro de Eventos Raul Monteiro, localizado no Centro do Mu-nicpio de So Joo do Ita-peri. Foram apresentados experimentos ambientais sobre a formao o solo, demonstrando na prtica a importncia da preservao da cobertura vegetal no controle de processos ero-sivos, a ao benfica do solo como um grande filtro na natureza capaz de reter

    substncias e partculas promovendo a conservao da qualidade das guas dos lenis freticos, as fases da matria orgnica e cor-relaes sobre suas pro-priedades fsicas, qumicas e biolgicas. Em outra ativi-dade paralela foi apresen-tada uma palestra sobre o ciclo do lixo, destacando as etapas desde a produo at o destino final, finali-zando com a demonstrao do sistema de tratamento de resduos orgnicos pela ao das minhocas dentro de caixas plsticas. Foram atendidos cerca de 250 alu-nos da Escola de Educao Bsica Professora Elvira Far-ia Passos.

    Boca HouseEngenheiro agrnomoMarcos Zaleski de Matos

    12 MEIO AMBIENTE Sbado, 15 de junho de 2013.

    SEMANA DO MEIO AMBIENTE EM SO JOO DO ITAPERI

    e-mail: associacaobocahouse@gmail.comAo contou com a participao de 10 integrantes da Associao de Proteo Ambiental Boca House

    Mutiro na Praia da Pennsula recolhe cerca de 200 quilos de lixo

    Em comemorao a Semana Mundial do Meio Ambiente, a Associao de Proteo Am-biental Boca House de Barra Velha organizou no ltimo domingo, dia 8, um mutiro de limpeza na Praia da Penn-sula. O presidente da asso-ciao, Lino Pedro de Arajo Filho, fez o convite aos asso-ciados e a populao com o objetivo de recolher o lixo do local, avaliar a qualidade am-biental da regio e identificar as oportunidades de melhoria. Mas, o pblico esperado no foi satisfatrio, poucas pessoas compareceram. Os nicos 11 participantes foram os pr-prios integrantes da asso-ciao, frequentadores do lo-cal. A limpeza durou cerca de duas horas e foram recolhidos: em-

    balagens plsticas, garrafas de vidro, garrafas pet, isopor, calados, restos de rede de pesca, latas entre outros mate-riais, Dos cerca de 200 kg de lixo recolhido, a maioria eram garrafas pet, isopor e solas de sapato e chinelos, comenta Lino.Um dos participantes, Luiz Fernando, 38 anos, achou que os mutires teriam que acon-tecer com mais frequncia, Fico triste com o descaso das pessoas, o convite foi feito atravs de e- mail, redes soci-ais e at pelo jornal e mesmo assim, s vieram os associa-dos. Fernando enfatiza ainda que as pessoas gostam de ir a praia da Pennsula para passear e pescar, mas praticamente nin-gum aproveita para levar um

    lixo ou outro at a lixeira mais prxima, Se cada um fizesse um pouco, o lugar estaria mais bem cuidado. Sem contar que a prefeitura poderia pedir a Recicle para colocar uma lixeira como as que foram usadas no centro durante essa temporada e vir buscar se-manalmente. Para Lino, o resultado vir no futuro. Estava recolhendo o lixo e pensando que os vo-luntrios que estavam fazendo esta ao com a certeza tero recompensa da natureza de forma muito positiva. Com cada pessoa fazendo a sua pequena parte, estaremos so-mando a retribuio positiva da natureza, seja evitando ca-tstrofes naturais, ou simples-mente, nos proporcionando mais qualidade de vida.

    Foto: Claudia S. Prevedello

    Tempo de decomposio dos materiais

    Material AoAlumnioChichetesCorda de nylonEmbalagens Longa VidaEsponjasFiltros de cigarrosIsoporLouasLuvas de borrachaMetais (componentes de equipamentos)Papel e papeloPlsticos (embalagens, equipamentos)PneusSacos e sacolas plsticasVidros

    Mais de 100 anos200 a 500 anos5 anos30 anosat 100 anos (alumnio)indeterminado5 anosindeterminadoindeterminadoindeterminadocerca de 450 anoscerca de 6 mesesat 450 anosindeterminadomais de 100 anosindeterminado

    Tempo de degradao

    Fonte: ambientebrasil.com.br

    A Secretaria de Educao e Cultura de Barra Velha, sob a coordenao da Di-retoria de Esportes, realiza neste sbado, dia 15, o 1 passeio de conscientizao socioambiental dos es-portes radicais. Com sada da Praa Lauro Carneiro de Loyola, s 9h, ir percorrer

    a Avenida da Praia Central at a altura da Rua Hans Bayer, entrando pela Ave-nida Santa Catarina, com chegada a Praa Central, onde haver manobras no inicio da Rua Armando Pet-relli, que estar fechada para este evento at s 11h.

    1 Passeio de conscientizao socioam-biental

  • O trabalho na roa, na Man-tiqueira em So Joo, era a rotina de Balcio Bernardes no incio de sua vida. Com o fruto do seu trabalho, con-seguiu sustentar a famlia, sua esposa Ernesta Moraes Bernardes, e tambm os fi-lhos. Por infelicidade do des-tino, nem todos os filhos do casal (13) cresceram com sade, pois em tempo de difcil acesso a mdicos e hospitais, muitas crianas faleciam sem ao menos se descobrir a doena que tin-ham contrado. Apesar das dificuldades, Balcio e Ernes-ta tocaram suas vidas, sem-pre trabalhando e ensinando seus filhos a serem homens e mulheres de bem.Tambm trabalhou em um engenho de sua propriedade, e apesar de no beber, pro-duziu muita cachaa em seu alambique. Foi neste perodo que sua histria se encontra pela primeira vez com os pro-jetos do ento presidente da repblica Getlio Vargas. A notcia de que seriam cobra-dos novos impostos assustou o pequeno produtor, pois o lucro obtido com sua proprie-dade era indispensvel para a subsistncia da famlia. Neste momento, Balcio de-cide vender a propriedade e partir para outro ramo profis-sional. A ligao deste homem ao municpio de Barra Velha se deu graas sua atuao poltica. O vereador Bal-cio, como era conhecido, foi eleito duas vezes, e um fato interessante marcou em sua trajetria poltica, pois nas duas eleies que participou e venceu, estava em partidos diferentes. Diferentemente do que se v nos dias atuais, a troca no se deu por divergncias ideolgicas, ou por problemas internos, mas por interferncia dos atos Getlio Vargas. Da primeira vez que foi elei-to, pertencia ao antigo PSD, cassado pelo presidente da

    Repblica. Ento Balcio e seus companheiros de sigla se viram obrigados a procurar outra agremiao. Surge neste momento o MDB. Fili-ado e respeitado por todos os membros do partido, se lan-a novamente a uma vaga na cmara de vereadores e alcana o objetivo.No municpio de So Joo do Itaperi, foi durante cinco anos o inspetor de quar-teiro, cargo hoje equiva-lente ao de delegado. Era responsvel pelas prises e tambm em manter a ordem no local, inclusive nos bailes e festas locais. Alm de inspetor tambm trabalhou como juiz de paz naquela lo-calidade.No que diz respeito religi-osidade, sempre foi catlico, mas segundo seu filho, gos-tava e acreditava muito nas rezas e benzimentos; era um simpatizante do espiritismo da poca.

    No final de sua vida, gostava de jogar cartas com os ami-gos e tambm de conversar sobre poltica. Tinha muita simpatia pelo ento candi-dato a governador do Estado Luiz Henrique da Silveira, do seu partido (agora PMDB), e contava com a sua eleio. No conseguiu votar no seu candidato, pois faleceu no ms de setembro de 2002, um ms antes das eleies estaduais e quase cen-tenrio, aos 95 anos.

    Aos descendentes e tambm admiradores deixou o exem-plo de homem bom, de con-selheiro poltico e trabal-hador. Balcio foi ho-menageado pelo Legislativo de Barra Velha em 2012, com a travessa que leva seu nome e est no acesso da rotatria da Avenida Santa Catarina praia central (sobre o canali-zado Rio Cancela).

    Fonte: Mrio Bernardes

    Esquinas da HistriaProfessora e historiadora Angelita Borba de Souza e-mail: angelitaborba@hotmail.com

    Balcio Bernardes - Encontros e desencontros com Getlio Var-gas

    13CULTURASbado, 15 de junho de 2013.

    Fogueira da festa junina de So Joo do Itaperi j est pronta

    A fogueira da festa junina de So Joo do Itaperi j est pronta para receber as mais de 35 mil pessoas esperadas para o evento, que ser realizado nos dias 21, 22 e 23 deste ms. Show nacional, bailes e comi-das tpicas sero alguns dos atrativos da festa que conta tambm com uma fogueira de 30 metros de altura, consi-derada a maior do Estado.De acordo com o presidente da So Joo Esporte Clube, responsvel pela organizao

    da festa, Valdecir Delmonego, o sortudo que ter a honra de acender a fogueira que de-morou sete dias para ser mon-tada ser escolhido atravs de um leilo, Somente no dia em que a fogueira ser acessa estamos aguardando a presen-a de 25 mil pessoas. A festa em So Joo ter trs dias de durao, inicia na sexta-feira, dia 21, e vai at o domingo. O acendimento da fogueira est previsto para as 23h de sbado.

    So aguardados 35 mil pessoas durante os trs dias de festa

    TradioA festa de So Joo do Ita-peri considerada uma das mais tradicionais do Estado. Ela ocorre na regio desde o incio do sculo passado, quando as terras pertenciam ainda a Araquari. O evento sempre acontece nos trs dias do fim de semana mais prx-imo ao dia 24 de junho, data em que se comemora o dia do padroeiro do municpio, So Joo.

    Sexta-feira, dia 21 20h - Abertura da Festa de So Joo23h - Show Nacional com Dany e Rafa1h - Baile com Porto Som

    Sbado, dia 2212h - Almoo Festivo19h - Baile com Banda 2010 (palco alternativo)23h - Show pirotcnico e queima da fogueira - Baile com Expresso Sul (palco principal) - Show com Alexsandro & Gustavo (palco alternativo) - Escolha do Casal Mais Bem Trajado

    Domingo, dia 2310h - Abertura das Festividades com Missa na Parquia So Joo Batista11h - Sertanejo com Aexsandro & Gustavo (palco alter-nativo)12h - Almoo Festivo14h - Tarde Danante com Banda 2010 (palco alter-nativo)19h - Mega Soyre com Joo Luiz Correa & Grupo Cam-peirismo

    Cronograma da festa Iniciam preparativos para Feira do Livro de Araquari

    Repetir o sucesso das duas edies anteriores. Este o objetivo da Secretaria de Educao de Araquari, que comeou nesta semana os preparativos para a 3 Feira do Livro do municpio, marcada para os dias 1, 2 e 3 de outubro. Nesta eta-pa, uma equipe da Secre-taria est elaborando uma relao de convidados e de apresentaes culturais, li-terrias e artsticas. No ano passado, foram vendidos quatro mil livros na Feira de Araquari. Em 2013, os organizadores esperam su-perar o nmero de vendas e de pblico, que chegou a oito mil pessoas. Segundo a coordenadora pedaggica, Mariza Vasquez, a inteno principal do evento incen-tivar o hbito da leitura nos alunos da cidade, contando com o apoio dos pais.

  • VARIEDADES Sbado, 15 de junho de 2013.

    Muita conversa no ar e pouca ou nenhuma verdade, semana das pessoas se di-vertirem contando histrias e fazendo um bom teatro para divulgarem as suas opinies. Fortes emoes por vim.

    ries

    HORSCOPO

    TouroSemana para mudar de ares e cair nas graas de pessoas mais poderosas com as quais voc poder se sentir muito mais vontade. Evite insistir nas mesmas ideias.

    GmeosNo deixem que lhe contem histrias de situaes que no so verdades concretas, as pessoas podem estar tentando tirar vantagens para atrair. Est semana evite gastos desnecessrios.

    CncerMuita maquiagem encobrindo a realidade das coisas tente ser mais critico e pensar muito bem antes de sair con-cordando com qualquer coisa que lhe digam. No amor, surpresas.

    Insatisfaes com a situao atual poder levar voc a promover grandes articu-laes, no entanto, o desafio pode ser muito amor do que est imaginando. Aproveita a semana para viajar.

    Leo VirgemPense bem antes de tomar atitudes que possam magoar pessoas que so prximas, elas podem no aceitar muito bem suas decises e se virarem contra voc. Tenha cautela essa semana.

    LibraSemana de intuies muito inteligentes e ligaes com pessoas poderosas, que podero abrir seu caminho profissional. Porm, a plurali-dade de opes depor lhe confundir.

    EscorpioClima de descontrao com pessoas agradveis lhe dando toda a admirao que voc gosta de receber. Aproveite para relaxar e ficar mais prximo do seu amor e da sua famlia.

    Semana de brilho profissio-nal e pessoal. Seu carisma est em alta, novas propos-tas e conhecimentos podem ajudar voc a liderar e vencer situaes nas quais estiver envolvido.

    Sagitrio CapricrnioClima de novidades e algu-mas chances das pessoas obterem vantagens pessoais que podem balanar os mais afoitos. Est na hora de ante-cipar futuros problemas.

    AqurioA semana est dando sinais que as coisas podero mudar e preciso que voc acorde e se programa para enfren-tar fortes competies por espaos que esto por vim.

    PeixesDeixe o mundo mostrar para voc novos caminhos que podero se abrir por outras pessoas ou conhecimentos que so bem diferentes dos seus. Amor vista.

    Bolo de banana caramelizado

    Massa- 6 unidades de banana em fatias- 2 xcaras (ch) de acar- 3 xcaras (ch) de farinha de trigo- 2 unidades de gema de ovo- 2 unidades de clara de ovo em neve- 1 xcara (ch) de leite- 2 colheres (sopa) de marga-rina

    GASTRONOMIA

    Ingredientes

    MassaArrume as fatias de banana e polvilhe com a canela em p, na frma caramilizada.Reserve.

    Modo de Preparo

    Sai estao, entra estao e as peas de animal print con-tinuam firmes nos armrios femininos. Ela nunca sai de moda e deixa qualquer look

    mais moderno. J ocuparam as passarelas internacionais e agora esto tomando conta das ruas. Nesse inverno, as estampas de animais vo estar super em alta, deixando as mulheres mais elegantes e fashions. Tem de ona, leo-pardo, girafa, cobra ou zebra, tudo para melhor agradar ao estilo de cada um.O animal print encon-trando em qualquer roupa, como blusa, cala, vestido e at mesmo nos acessrios. E para quem no quer ficar fora dessa moda, fcil: nada de exageros. No misture estampas, escolha uma pea com a sua estampa favorita e todas as outras lisas, o look vai ficar super elegante.

    Cores fortes so bem vindas se harmonizar com a pea escolhida. Estampas grandes do volume ao corpo e as pequenas do uma suavidade. Para mulheres que esto acima do peso e querem usar estampas maiores, opte pelas que tem fundo escuro, pois elas emagrecem, porm cui-dado, veja qual o desenho que melhor combina com voc. Para no ter erro combine com cores sbrias como jeans preto e branco.Para as mulheres que prefer-em algo mais discreto, abuse dos acessrios, como clutch, sapato, chapu e leno so timos e do um up no look. No tem erro!

    MODASe joga no animal print

    LOTERIASMEGA SENAResultado Concurso 1502 (12/06)

    06 - 22 - 43 - 51 - 52 - 57Prximo sorteio: 15/06 (hoje) Prmio Estimado: R$6.000.000,00

    LOTERIA FEDERALResultado Concurso 04770 (12/06)1 prmio - n 12.475 - R$250.000,002 prmio - n 54.075 - R$17.100,003 prmio - n 55.722 - R$16.600,00 4 prmio - n 78.291 - R$16.100,005 prmio - n 52.247 - R$15.200,00

    Uma abelha visita dez flores por minuto em busca de plen e do nctar. Faz, em mdia, quarenta voos dirios, tocando em 40 mil flores. As abelhas tm cinco olhos. Para produzir um quilo de mel, precisam visitar 5 milhes de flores. Uma colmeia abriga at 80 mil abelhas. Tem uma

    rainha, cerca de 400 zanges e milhares de operrias. Se nascerem duas rainhas ao mesmo tempo, elas lutam at que uma morra. A abelha-rainha vive at cinco anos, enquanto as operrias no duram mais de um ms e meio.

    CURIOSIDADEO mundo da abelha

    14

    Bata bem as gemas, o acar e a manteiga. Junte a farinha e o sal. Acrescente o leite e mexa bem. Adicione as claras em neve. Mexa delicadamente e junte o fermento. Despeje a massa sobre a frma caramelizada e leve ao forno quente. Asse at a massa ficar bem dourada. Desenforme depois de frio.CaldaLeve todos os ingredientes ao fogo, at que forme o caramelo. Forre uma frma com a calda caramelizada.

    - 1 colher (caf) de sal- 1 colher (sopa) de fermen-to qumico em pCalda2 xcaras (ch) de acar1 xcaras (ch) de guaCanela-da-china em p para polvilhar

  • 15#SOCIALSbado, 15 de Junho de 2013.

    ANIVERSRIOSDA SEMANA

    Senhor Francisco, responsvel pela manuteno do jardim da Praa Lauro Loyola, no centro de Barra Velha. Sempre simptico com a co-munidade, o senhor Francisco uma das figuras annimas que fazem a diferena na cidade.

    # Jardinagem

    AGENDA

    CAIU NA REDE

    Surgiram boatos nos ltimos dias sobre o possvel fim da revista Playboy, que est em circulao h 35 anos, e na rede, claro, no faltaram comentrios. Editada pela Editora Abril, a revista vem acumulando prejuzos, por esse motivo estaria com os dias contados.A revista Playboy ficou conhecida pelos cachs milionrios e entrevistas polmicas, mas esses atrativos foram decaindo com o passar dos anos, deixando as entrevistas sem sal e apesar de tanto dinheiro inves-tido, muitas capas encalhavam, como a de Fernanda Youg. O fato de que seu pblico que se concentra em jovens, tambm agravou a situao. J que boa parte migrou para a internet.A circulao mensal sofreu o maior tombo entre todas as fortes quedas verificadas na editora, com suas vendas reduzidas em 38%, caindo de 221,7 mil exemplares para 136,3 mil exemplares vendidos no ltimo ms.Apesar de todo o murmurinho na internet, Tia-go Moura o assessor de impressa da Playboy nega as informaes, afirma que apenas boatos que surgiram devido a mudana que est acontecendo na editora. At que seja confirmado, os leitores apenas aguardam e torce para que no seja o fim.

    #Playboy#Parabns

    Samuraii15/06 Sertanejo Universitrio com Maycon e Rodrigo21/06 Acstico com Willian Reiter (Pop, Rock, MPB e Surf Music)

    Santana Bar e Bola15/06 Voz e violo com Rodrigo Freitas (MPB)16/06 As aventuras de Darci (a partir das 20h30)

    Barra Music15/06 I love night com DJ Johny e DJ Oliver

    ltima Tribo15/06- Sertanejo Universitrio com Bea16/06 Pagode com o grupo Primei-ras Intenes

    Challenge Rock 15/06 The Zorden (Rock nacional e internacional)

    #Barra Velha #Balnerio Piarras

    BEM NA FOTO

    15 junhoDeni Brian

    20 de junhoLayz Priscila Junkes

    22 junhoRafaela Reits

    19 junhoAndy Moraes

  • 16 ESPORTE Sbado, 8 de junho de 2013.

    O paratleta Jos Roberto Alves, mais conhecido como Kakau, voltou de So Paulo com um peso a mais na bagagem. Ele participou na ltima semana da primeira etapa do Circuito Caixa de paratletismo, organi-zada pelo Comit Paralmpico Brasileiro (CPB), e conquistou a medalha de bronze no ar-remesso de dardo na categoria baixa viso, chamada de T12. Com menos de 8% da viso, Kakau pratica o esporte h cerca de seis anos.O resultado surpreendeu o prprio Kakau, que aos 55 anos competiu contra atletas at 30 anos mais jovens. En-quanto eles usavam a fora, eu usava a tcnica. At que no quinto de seis arremes-sos eu consegui fazer a marca

    de 35,25 metros e sair com o terceiro lugar. Foi um timo resultado para mim, revela o paratleta. Ele conta que no ano passado esteve fora das competies em virtude de um problema na coluna. Depois do trata-mento, Alves competiu na classi catria para o campe-onato brasileiro, quando con-quistou o primeiro lugar. A prxima etapa do circuito nacional acontece em setem-bro em Porto Alegre a ltima ser em novembro, em For-taleza. At l, Kakau pretende intensi car os treinamentos que acontecem nas segundas, quartas e sextas-feiras na pista de atletismo de Itaja.Para isso, o morador do bairro Itajuba, em Barra Velha, conta

    com o suporte da equipe da Associao itajaiense Roda Solta, que tambm o leva para as competies Brasil afora. Os melhores do Circuito Caixa garantem ndice para o Mundial da modalidade. Jun-to com Kakau, est o tcnico Dilnei Marcellino, de Guara-mirim, especializado em ar-remesso de dardo e que auxilia o barravelhense e outros com-petidores do Roda Solta.Alm das competies nacio-nais, Kakau tambm deve par-ticipar do ParaJASC, verso paradesportiva dos Jogos Abertos de Santa Catarina. O paratleta barravelhense aguar-da apenas qual ser a cidade sede em 2013, mas a expecta-tiva que a competio ocorra em outubro.

    Paratleta de Barra Velha conquista terceiro lugar em etapa nacional de arremesso de dardoJos Roberto Alves, o Kakau, fez a marca de 35,25 metros e voltou de So Paulo com a medalha de bronze na bagagem

    A rodada tambm deve ser de emoes no campeonato de futebol de campo de Balnerio Piarras. Trs equipes j esto classi cadas e o restante briga pelas cinco vagas restantes, que sero de nidas nos jogos que acontecem amanh, nos campos Quinca Ludo e Lagoa. Apenas os ltimos colocados e o pior terceiro pelo ndice tcnico entre os trs grupos -cam de fora da fase nal, que acontecer em jogos elimi-natrios.

    No ltimo nal de semana, seis partidas e muitas golea-das, resultando em uma m-dia 6,5 gols por jogo. Destaque para Conceio e Hangover, que zeram sete gols, Lagoa e Terraplanagem que marcaram seis vezes e Mevepi e Auto Peas Piarras que venceram assinalando quatro tentos. Com os resultados, Hangover no grupo A, Auto Peas Piar-ras no grupo B e Lagoa na chave C j esto nas quartas de nal.

    Con ra os jogos que de niro os demais classi cados:Grupo ASpartcus x ConceioHangover x Morro Alto

    Grupo BAuto Peas Piarras x River Plate Terraplangem Testoni x Ami-gos do Valentim

    Grupo CLagoa x Real Charme N.S. da Paz x Mevepi

    ltima rodada em Balnerio Piarras: trs classi cados e cinco vagas em aberto

    Deu a lgica nas semi nais do futebol de campo de Barra Velha. Duas melhores equipes da fase de grupos, Medeiros e So Cristvo passaram pelos adversrios e se classi caram para a grande deciso, que acontece neste domingo no campo de Itajuba, s 15h. An-tes da nal, s 13h15, Pedras Brancas e Rio Novo se enfren-tam para de nir qual ser o terceiro colocado.As semi nais foram disputa-

    das no campo do So Cris-tvo, no ltimo domingo. Acostumado a golear os adversrios, Medeiros atro-pelou o Pedras Brancas. Na primeira etapa a equipe fa-vorita abriu 3 a 0 no placar e voltou para o segundo tem-po com ainda mais apetite, fechando a goleada em 8 a 0. Z Boca foi o destaque do jogo, marcando trs gols.Se a primeira partida foi de -nida j no primeiro tempo, o

    jogo entre So Cristvo e Rio Novo s terminou nos pnal-tis. No tempo normal, Clay-ber e Willian marcaram para os donos da casa, enquanto Danilo e Irineu zeram para o Rio Novo. Com o empate, a vaga na nal acabou de nida nos pnaltis. Foi ento que brilhou a estrela do goleiro Maicon, do So Cristvo, defendendo duas cobranas e garantindo o placar de 3 a 1 a favor do seu time.

    Atual campes da Copa Santa Catarina de handebol, as meninas de Barra Velha da equipe infantil, de 12 a 14 anos, trouxeram de Balnerio Cambori mais uma taa para a sala de trofus da Fundao Municipal de Turismo, Esporte e Cultura (Fumtec) no ltimo nal de semana. Comandadas pelo tcnico Jairo Hermogenes, as atletas conquistaram de forma invicta a Copa Leste/Norte da mo-dalidade, vencendo cinco partidas e empatando apenas um jogo. Este foi o segundo ano seguido que Barra Velha encerra essa competio no lugar mais alto do pdio.A deciso foi contra o time de So Jos, em uma vitria elstica por 11 a 6. Nas semi nais, as garotas de Barra Velha haviam derrotado as donas da casa por 16 a 8. Na fase classi catria foram quatro jogos: 8 a 8 contra o So Jos, 14 a 9 em cima de Jaragu do Sul, 9 a 7 frente a Joinville e a goleada de 16 a 1 sobre Itaja.

    Meninas do handebol de Barra Velha conquistam bicampeonato da Copa Leste/Norte

    A hora da deciso: Medeiros e So Cristvo fazem amanh a nal em Barra Velha

    FUTEBOL DE CAMPO

    Com uma bicicleta nova na bagagem. Assim que o garoto Rodrigo dos Santos Andrade, da escola de Barra Velha Ju-dite Bernardina Aguiar, voltou para a casa aps participar do Circuito de Corrida Infantil organizado no Centreventos Cau Hansen, em Joinville. Rodrigo foi o primeiro colocado na maratona e ganhou a bike de prmio. Ele e outros alu-nos do Programa Mais Educao foram para a competio acompanhados da coordenadora Ozedir Maria Pereira dos Santos e do professor Antnio Waldomiro Hein.

    Aluno de Barra Velha ganha maratona do Circuito de Corrida Infantil, em Joinville

    Foto: Prefeitura de Barra Velha