Jornal Voz do Itapocu - 57ª Edição - 28/06/2014

Download Jornal Voz do Itapocu - 57ª Edição - 28/06/2014

Post on 31-Mar-2016

219 views

Category:

Documents

4 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

57 Edio do Jornal Voz do Itapocu, com circulao nas cidades de Barra Velha, Araquari, Balnerio Piarras, So Joo do Itaperi e Balnerio Barra do Sul, em Santa Catarina. Distribuio gratuita nos pontos parceiros de distribuio. Acompanhe pelo Facebook: www.facebook.com/vozdoitapocu

TRANSCRIPT

  • SEGURANA PBLICAPROJETO TRNSITO SEGURO LANADO EM BARRA VELHA

    PESCASAFRA DA TAINHA NO SUPEROU AS EXPECTATIVAS DOS PESCADORES EM BARRA VELHA

    MAIS UM PASSOBALNERIO BARRA DO SUL RECEBE LICENA AMBIENTAL DA FATMA PARA PAVIMENTAO DA ESTRADA GERAL DA BARRA DO ITAPOCU E SALINAS

    FESTA DO PIROEMPRESA DE CURITIBA SER NOVAMENTE A RESPONSVEL PELO EVENTO NESTE ANO

    JORNAL

    SBADO, 28 DE JUNHO DE 2014. ANO 2 - EDIO 057 - DISTRIBUIO GRATUITACirculao: Araquari, Balnerio Barra do Sul, Barra Velha, So Joo do Itaperi e Balnerio Piarras

    PG. 8

    BALNERIO PIARRASPREFEITURA COGITA RECORRER AO STF PARA VALIDAR O REAJUSTE DO IPTU

    PG 5

    ESPORTEBOCA JUNIOR O CAMPEO DO FUTEBOL SUO EM ARAQUARI

    PG 13

    PG 16PG. 3

    Iniciativa surgiu aps um acidente vitimar uma me em frente escola do seu filho. Grupo formado por pessoas da comunidade e representantes do poder Executivo e Legislativo

    D EXPLICAES NA

    PREFEITO

    MATIAS CMARA

    Prefeito de Barra Velha participou de sesso da Cmara de Vereadores e falou sobre a situao

    financeira do municpio, IPTU, aumento dos servidores, entre outros assuntos

    PGs. 6 e 7

  • 2 EDITORIAL Sbado, 28 de junho de 2014.

    Primeira lio da Festa do Piro deste ano

    PREVISO DO TEMPOSBADO (28/06)

    MX: 22 MN: 18

    DOMINGO (29/06)

    MX: 21 MN: 17

    SEGUNDA-FEIRA(30/06)

    MX: 19 MN: 13

    Informaes do Centro de Informaes de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina (Ciram) da Epagri

    Tiragem: 5 mil exemplares / distribuio gratuita / semanrio Circulao: Araquari, Balnerio Barra do Sul, Balnerio Piar-

    ras, Barra Velha e So Joo do Itaperi

    Reportagem Carolina Nunes

    Daniel Schiavoni

    DiagramaoGermana Souza

    Edio Anderson Davi

    ColaboradoresAngelita Borba de Souza

    Lgia Delazzeri R. BalbinottDaniela Censi

    Volnei Antnio de Souza

    Jornalista Responsvel Flvio Roberto DRT: 02494 JP

    UMA PUBLICAO REDAOAv Santa Catarina, 1192 - SobrelojaCentro - Barra Velha - SCCEP: 88390-000

    Colunas, artigos, cartas, e-mails enviados e assinados so de inteira responsabilidade de seus autores. O contedo no

    expressa, necessariamente, a opinio do jornal.

    Encoberto com chuva Sol com chuva no incio do dia

    Sol com algumas nu-vens

    EXPEDIENTE

    CONTATOS

    (47) 3456 1194

    Reportagem - jornalismo@vozdoitapocu.com.brComercial - comercial@vozdoitapocu.com.brColunistas - colunas@vozdoitapocu.com.brColuna Social - social@vozdoitapocu.com.br

    VEJA ONDE ENCONTRAR O JORNAL DE FORMA GRATUITA TODOS OS SBADOS:www.vozdoitapocu.com.br

    FACEBOOKComeou mau a 18 Edio da Festa do Piro. Longe de ns julgarmos as atraes musicais escolhidas para a festa, ou en-to a empresa que venceu a licitao para realiz-la neste ano (que alis, fez um bom tra-balho ano passado). No foi este o problema que deixou uma m impresso do evento nesta semana, mas sim, um desencontro total de informaes por parte da prefeitura e da Fundao Mu-nicipal de Turismo, Esporte e Cultura, na pessoa de seu presidente, Thiago Pinheiro. Questionado pelo Voz do Ita-pocu, Thiago disse que divul-garia as atraes principais da festa apenas no dia 16 de julho, quando ocorrer um evento de lanamento para im-prensa e convidados. Porm, no mesmo dia, o presidente da Fumtec aparece em um site da regio como entrevistado, co-mentando e citando os nomes dos cantores sertanejos que estaro na Festa do Piro deste ano. Tudo soou muito estranho. No dia seguinte, sequer a as-sessoria de imprensa da pre-feitura e o prprio prefeito Claudemir Matias sabiam que a divulgao das atraes j

    havia acontecido na internet. Havia, de antemo, um acordo para os nomes serem lanados s no dia 16. Thiago retornou a ligao da reportagem do jor-nal e afirmou que no deu as declaraes que revelavam os artistas nacionais da festa. O que preocupa neste desen-contro de informaes entre prefeito, o prprio secretrio e a assessoria de imprensa, no o fato do Voz do Itapocu no ser o primeiro meio de comu-nicao a dar a escalao de estrelados da Festa do Piro. Nunca pedimos privilgios de nenhum rgo pblico. Embora seja uma informao que in-teresse aos leitores, afinal, se trata de evento da cidade, no essa notcia que vai mudar o humor de qualquer pessoa no final de semana. Talvez o Bra-sil e Chile de logo mais, sim. O que deixa a sensao de que algo est errado, a falta de preparo da rea de eventos da prefeitura, que tornou algo to simples como a seleo de trs ou quatro shows, em um pro-blema interno dentro da prpria prefeitura. Se foi o Thiago ou outro servi-dor que repassou as informa-es ao site, o fato que dentro

    da Fundao no esto falando a mesma lngua que o gabinete do prefeito e a assessoria. o que o episdio desta semana transpareceu. A comunicao oficial da prefei-tura tem que ser atravs da as-sessoria de imprensa e quando ela furada (no linguajar jor-nalstico, quer dizer que outro meio deu a notcia primeiro), a principal prejudicada a pr-pria profissional que represen-ta o governo municipal e lida diariamente com a imprensa lo-cal e estadual. Afinal, a cobran-a recai sobre os seus ombros, e-mails e telefones.Desejamos sucesso a Festa do Piro deste ano, que ela possa atrair mais visitantes que as edies anteriores e contribuir principalmente com o comrcio local e as instituies que se beneficiam com o evento. Mas que fique de lio: informaes simples, que no requerem ne-nhum grande suspense, como a contratao destes artistas, devem ser trabalhadas em conjunto com a comunicao da prefeitura. Assim, todos ga-nham. A prefeitura com mais mdia espontnea e ns da im-prensa, com a divulgao de in-formaes claras e oficiais.

  • Um total de 1.785 mudas de rvores frutferas e ornamen-tais foi comercializado em Bar-ra Velha durante a campanha desenvolvida pela Secretaria de Agricultura e Pesca da Pre-feitura, encerrada na ltima quarta-feira, dia 25, quando foram entregues as ltimas en-comendas.Segundo a responsvel pela campanha Teresita Nichetti, foram 908 mudas de frutferas revendidas comunidade, e 877 de rvores ornamentais. As mais procuradas foram as de laranjeiras e suas diversas qualidades, nmero considera-do positivo pela organizao.

    Segundo Hilrio dos Santos, coordenador de Agricultura e Pesca, os valores de venda so repassados aos compradores diretamente da distribuidora, sem preos intermedirios e a custos acessveis populao. Da edio deste ano, as mudas compradas foram distribudas no espao destinado a feira da Integrao Rural, na Av. Paran, ao lado do Ginsio de Esportes.O interessado escolheu atravs do catlogo, e pagou antecipa-damente. Teresita de Lourdes Nichetti, informou que, com o pagamento antecipado, foi pedido somente o que estava pago.

    3GERALSbado, 28 de junho de 2014.

    Faltando cerca de um ms para o fim do perodo de peca da tainha na regio, os pes-cadores de Barra Velha j en-contram dificuldades em en-contrarem a espcie no mar. Apesar do tempo com grande ndice de chuvas e baixas tem-peraturas, a safra deste ano no tem superado a expecta-tivas em 2014, de acordo com o presidente da Colnia dos Pescadores do municpio, Jos Moacir Viana.Para Viana, so vrios os mo-tivos que ocasionaram essa di-minuio na pesca. Grandes embarcaes, o clima e essas enchentes eu acredito que tem influenciado, comenta. Se-gundo ele, a captura da tainha vem diminuindo a cada ano. Apesar da prorrogao do incio da safra da pesca, que tem como objetivo aumen-

    tar a reproduo, nos ltimos dois anos j foi possvel sentir uma escassez considervel do peixe. O presidente da Colnia ex-plica que comum ter nos primeiros dias uma boa pesca, com os barcos voltando com um nmero considerado de peixes, mas quanto mais pr-ximo do fim do perodo de pesca, a dificuldade aumenta. Aproximadamente 20 barcos de pescadores artesanais, das colnias do Centro e Itajuba se dedicam, nesta poca, ex-clusivamente a pesca da tai-nha. So muitos os gastos, tem que ter uma rede exclusi-va para a captura e as vezes se torna invivel, destaca, sobre as dificuldades que os pesca-dores enfrentam na pesca da tainha.

    Campanha comercializa 1785 mudas frutferas e ornamentais em Barra Velha

    Safra da tainha deste ano no superou a expectativa dospescadores de Barra Velha

    Balnerio Piarras recebeu na ltima sexta-feira, ida 20, uma motoniveladora, chamada po-pularmente de patrola, prove-niente do Governo Federal. O equipamento foi entregue ao vice-prefeito Flvio Tironi pelo ministro do Desenvolvimento Agrrio, Miguel Rossetto, du-rante cerimnia em So Jos. Ao todo, 76 cidades do Estado foram beneficiados com o equi-pamento neste dia. A motoniveladora conclui o pa-cote de trs maquinrios des-tinados ao municpio pelo PAC 2 no ano passado, onde j ha-viam sido entregues um cami-

    nho caamba e uma retroes-cavadeira. O vice-prefeito Tironi destacou que o novo veculo ser utilizado para a manuten-o das estradas na rea urba-na. A vinda do equipamento ir

    acelerar o processo de recupe-rao de vias na rea urbana do municpio, principalmente no bairro Itacolomi.

    A Defesa Civil de Araquari e a Subprefeitura do Itapocu rece-beram na ltima semana um veculo zero quilmetro. A en-trega oficial do veculo foi feita na manh de tera-feira, dia 17, pelo prefeito Joo Pedro Woitexem ao diretor de Defesa Civil de Araquari, Marcus Vinicius de Souza Nogueira, e para o Subprefeito do Itapocu, Emerson Csar Vieira.Os veculos, do modelo Fiat Uno, foram adquiridos por meio da emenda parlamentar do deputado estadual Carlos Chiodini.

    Balnerio Piarras recebe moniveladora do Governo Federal

    Defesa Civil de Araquari e Subprefeitura do Itapocu recebem novos veculos

    Foto: Prefeitura de Balnerio Piarras

    Foto: Prefeitura de Bara VelhaFoto: Prefeitura de Araquari

    Para o professor do curso de Oceanografia da Univali, mestre em oceanografia biolgica e dou-tor em cincias, Paulo Ricardo Schwingel, no so em todas as cidades em que a pesca no tem sido produtiva. Na regio de Balnerio Cam-bori, a pesca artesanal deste ano tem sido mui-to boa. O vento tem ajudado os cardumes a se aproximarem da costa na regio de Porto Belo. Isso tem ajudado a pesca artesanal na regio centro-sul, o que pode ter trazido um prejuzo para o Litoral Norte. uma questo at de sor-

    te, explica.De acordo com Paulo, o problema no a quan-tidade de peixes, pois at mesmo em locais onde o peixe mais difcil de ser encontrado, os pes-cadores tm tido bons resultados. A causa pode estar associado mudana do vento. A pesca industrial tem sido baixa. Computamos 510 to-neladas, um volume pequeno comparado com outros anos. O pescador industrial tem sido mais prejudicado por esses ventos, o que acaba inva-riavelmente ajudando a pesca artesanal.

    Pesca boa em outras regies

  • Aps as fortes chuvas das l-timas semanas, madeira e ou-tros resduos orgnicos se acu-mularam nas praias de Barra Velha. Muitos moradores re-clamaram da situao, pois alm de dificultar o acesso dos visitantes e moradores, os ma-teriais interferiram no visual habitual. A demora na coleta tambm foi motivo de crticas por parte da populao.O secretrio de obras Carlos Alberto da Silva, o Tinho, jus-tifica a demora. Tivemos que esperar toda a lenha descer. O rio ainda estava muito cheio e trazia cada vez mais matria orgnica. Ele explica que a dificuldade de acesso em al-guns pontos acaba atrasando a limpeza da orla. No d pra passar com o maquinrio em alguns pontos. Tem a restinga, precisamos entrar em pontos especficos para preservar.Tinho conta que, apesar das

    dificuldades, a secretaria de Obras tem trabalhado nas praias desde a semana passa-da. Ns limpamos a regio das canoas. Estava atrapalhan-do a sada dos pescadores. O secretrio afirma que as equi-pes j esto trabalhando nas outras praias. Temos uma equipe no Grant. Depois de l, eles vo para o Cerro. O Costo e o centro esto na fase final da limpeza. Os servidores tambm vo finalizar o Tabu-leiro, onde o acesso mais di-fcil.A limpeza da praia acabou atrapalhando o cronograma de obras previsto pela pasta. Ns j temos uma demanda grande no dia a dia. Para fa-zer esse servio, usamos muito material e fora de trabalho. Tinho afirma que chegou a en-trar em contato com a Defesa Civil do Estado, mas o apoio foi negado. Eles disseram que

    no podem agir se a popula-o no est em risco.Destino do materialOs resduos recolhidos na orla no sero descartados em li-xes ou aterros. Tinho explica que, por se tratar de material orgnico, a prefeitura acaba depositando em terrenos ce-didos. Algumas pessoas so-licitam a lenha, pois pode ser til. O secretrio afirma que principalmente agricultores aproveitam o material.

    4 GERAL Sbado, 28 de junho de 2014.

    Secretaria de Obras trabalha na remoo de madeira e outros materiais das praias de Barra Velha

    Prefeito de Balnerio Piarras assina cerca de R$1 milho em convnios com o Governo do Estado

    Balnerio Barra do Sul recebe o selo Livre do Analfabetismo do Ministrio da Educao

    O Ministrio da Educao (MEC) reconheceu neste ms Balnerio Barra do Sul como um dos 42 municpios catari-nenses com ndices excelentes de alfabetismo. Alm de Balne-rio Barra do Sul, outros 207 municpios brasileiros recebe-ram o selo Municpio Livre do Analfabetismo em 2014. O selo existe desde 2007.A relao do MEC foi feita com base no Censo Demogrfico do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatstica (IBGE) de 2010. Para ser reconhecido como li-vre do analfabetismo, o muni-cpio ultrapassou a marca de 96% da populao acima de 15 anos alfabetizada. Segundo o Ministrio da Educa-

    o, o reconhecimento resul-tado de uma parceria com a Or-ganizao das Naes Unidas para a Educao, a Cincia e a Cultura (UNESCO) e faz parte do Programa Brasil Alfabetiza-do, que tem objetivo de alfa-betizar jovens e adultos de 15 anos ou mais.

    O prefeito de Balnerio Piar-ras, Leonel Jos Martins, este-ve na ltima tera-feira, dia 24, em Itaja, na sede da Secretaria Regional do Desenvolvimento SDR, para o ato de assinatura dos convnios de repasse de verbas do Governo do Estado ao municpio, totalizando apro-ximadamente R$1 milho atra-vs de emendas parlamentares dos deputados estaduais.Do total, R$533.333,33 so para pavimentao das ruas Antnio Zimmermann e Joo Martins, ambas no bairro Itaco-lomi, com emendas de R$150 mil do deputado Jean Kuhmann e R$ 250 mil do deputado Dado Cherem. O restante ser prove-niente de recursos prprios do municpio. Foi assinado tambm o conv-nio para a aquisio de placas indicativas de nome de ruas

    do municpio no valor de R$ 266.666,67, proveniente de emenda parlamentar do depu-tado Carlos Chiodini. Segundo o prefeito, sero mais de mil placas instaladas em todo o municpio, indicando o nome da rua e o bairro em que ela se encontra.O prefeito garantiu ainda ao municpio a aquisio de veculo para a secretaria de Sade no valor de R$ 60 mil

    do deputado Kennedy Nunes, equipamentos agrcolas no va-lor de R$ 100 mil do deputado Joo Rodrigues e R$ 50 mil para a recuperao de estra-das rurais, do deputado Jean Kuhmann. Aps a assinatura de cada convnio, o prximo pas-so a realizao da licitao de menor preo global para a aqui-sio dos bens ou servios.

    Imagem: Divulgao MEC

    Foto: Prefeitura de Balnerio Piarras

    Rua em Itajuba segue fechadaA prefeitura ainda no desbloqueou a rua que passava por den-tro de um loteamento em Itajuba, na qual havia sido construdo um muro no ano passado. A rea teve a desapropriao por...