Jornal Voz do Itapocu - 57ª Edição - 28/06/2014

Download Jornal Voz do Itapocu - 57ª Edição - 28/06/2014

Post on 31-Mar-2016

219 views

Category:

Documents

4 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

57 Edio do Jornal Voz do Itapocu, com circulao nas cidades de Barra Velha, Araquari, Balnerio Piarras, So Joo do Itaperi e Balnerio Barra do Sul, em Santa Catarina. Distribuio gratuita nos pontos parceiros de distribuio. Acompanhe pelo Facebook: www.facebook.com/vozdoitapocu

TRANSCRIPT

<ul><li><p>SEGURANA PBLICAPROJETO TRNSITO SEGURO LANADO EM BARRA VELHA</p><p>PESCASAFRA DA TAINHA NO SUPEROU AS EXPECTATIVAS DOS PESCADORES EM BARRA VELHA</p><p>MAIS UM PASSOBALNERIO BARRA DO SUL RECEBE LICENA AMBIENTAL DA FATMA PARA PAVIMENTAO DA ESTRADA GERAL DA BARRA DO ITAPOCU E SALINAS</p><p>FESTA DO PIROEMPRESA DE CURITIBA SER NOVAMENTE A RESPONSVEL PELO EVENTO NESTE ANO</p><p>JORNAL</p><p>SBADO, 28 DE JUNHO DE 2014. ANO 2 - EDIO 057 - DISTRIBUIO GRATUITACirculao: Araquari, Balnerio Barra do Sul, Barra Velha, So Joo do Itaperi e Balnerio Piarras</p><p>PG. 8</p><p>BALNERIO PIARRASPREFEITURA COGITA RECORRER AO STF PARA VALIDAR O REAJUSTE DO IPTU</p><p>PG 5</p><p>ESPORTEBOCA JUNIOR O CAMPEO DO FUTEBOL SUO EM ARAQUARI</p><p>PG 13</p><p>PG 16PG. 3</p><p>Iniciativa surgiu aps um acidente vitimar uma me em frente escola do seu filho. Grupo formado por pessoas da comunidade e representantes do poder Executivo e Legislativo</p><p>D EXPLICAES NA</p><p>PREFEITO</p><p>MATIAS CMARA</p><p>Prefeito de Barra Velha participou de sesso da Cmara de Vereadores e falou sobre a situao </p><p>financeira do municpio, IPTU, aumento dos servidores, entre outros assuntos</p><p>PGs. 6 e 7</p></li><li><p>2 EDITORIAL Sbado, 28 de junho de 2014.</p><p>Primeira lio da Festa do Piro deste ano </p><p>PREVISO DO TEMPOSBADO (28/06)</p><p>MX: 22 MN: 18</p><p>DOMINGO (29/06)</p><p>MX: 21 MN: 17</p><p>SEGUNDA-FEIRA(30/06)</p><p>MX: 19 MN: 13</p><p>Informaes do Centro de Informaes de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina (Ciram) da Epagri</p><p>Tiragem: 5 mil exemplares / distribuio gratuita / semanrio Circulao: Araquari, Balnerio Barra do Sul, Balnerio Piar-</p><p>ras, Barra Velha e So Joo do Itaperi</p><p>Reportagem Carolina Nunes</p><p>Daniel Schiavoni</p><p>DiagramaoGermana Souza</p><p>Edio Anderson Davi</p><p>ColaboradoresAngelita Borba de Souza</p><p>Lgia Delazzeri R. BalbinottDaniela Censi</p><p>Volnei Antnio de Souza</p><p>Jornalista Responsvel Flvio Roberto DRT: 02494 JP </p><p>UMA PUBLICAO REDAOAv Santa Catarina, 1192 - SobrelojaCentro - Barra Velha - SCCEP: 88390-000</p><p>Colunas, artigos, cartas, e-mails enviados e assinados so de inteira responsabilidade de seus autores. O contedo no </p><p>expressa, necessariamente, a opinio do jornal.</p><p> Encoberto com chuva Sol com chuva no incio do dia</p><p> Sol com algumas nu-vens</p><p>EXPEDIENTE</p><p>CONTATOS</p><p>(47) 3456 1194</p><p>Reportagem - jornalismo@vozdoitapocu.com.brComercial - comercial@vozdoitapocu.com.brColunistas - colunas@vozdoitapocu.com.brColuna Social - social@vozdoitapocu.com.br</p><p>VEJA ONDE ENCONTRAR O JORNAL DE FORMA GRATUITA TODOS OS SBADOS:www.vozdoitapocu.com.br</p><p>FACEBOOKComeou mau a 18 Edio da Festa do Piro. Longe de ns julgarmos as atraes musicais escolhidas para a festa, ou en-to a empresa que venceu a licitao para realiz-la neste ano (que alis, fez um bom tra-balho ano passado). No foi este o problema que deixou uma m impresso do evento nesta semana, mas sim, um desencontro total de informaes por parte da prefeitura e da Fundao Mu-nicipal de Turismo, Esporte e Cultura, na pessoa de seu presidente, Thiago Pinheiro. Questionado pelo Voz do Ita-pocu, Thiago disse que divul-garia as atraes principais da festa apenas no dia 16 de julho, quando ocorrer um evento de lanamento para im-prensa e convidados. Porm, no mesmo dia, o presidente da Fumtec aparece em um site da regio como entrevistado, co-mentando e citando os nomes dos cantores sertanejos que estaro na Festa do Piro deste ano. Tudo soou muito estranho. No dia seguinte, sequer a as-sessoria de imprensa da pre-feitura e o prprio prefeito Claudemir Matias sabiam que a divulgao das atraes j </p><p>havia acontecido na internet. Havia, de antemo, um acordo para os nomes serem lanados s no dia 16. Thiago retornou a ligao da reportagem do jor-nal e afirmou que no deu as declaraes que revelavam os artistas nacionais da festa. O que preocupa neste desen-contro de informaes entre prefeito, o prprio secretrio e a assessoria de imprensa, no o fato do Voz do Itapocu no ser o primeiro meio de comu-nicao a dar a escalao de estrelados da Festa do Piro. Nunca pedimos privilgios de nenhum rgo pblico. Embora seja uma informao que in-teresse aos leitores, afinal, se trata de evento da cidade, no essa notcia que vai mudar o humor de qualquer pessoa no final de semana. Talvez o Bra-sil e Chile de logo mais, sim. O que deixa a sensao de que algo est errado, a falta de preparo da rea de eventos da prefeitura, que tornou algo to simples como a seleo de trs ou quatro shows, em um pro-blema interno dentro da prpria prefeitura. Se foi o Thiago ou outro servi-dor que repassou as informa-es ao site, o fato que dentro </p><p>da Fundao no esto falando a mesma lngua que o gabinete do prefeito e a assessoria. o que o episdio desta semana transpareceu. A comunicao oficial da prefei-tura tem que ser atravs da as-sessoria de imprensa e quando ela furada (no linguajar jor-nalstico, quer dizer que outro meio deu a notcia primeiro), a principal prejudicada a pr-pria profissional que represen-ta o governo municipal e lida diariamente com a imprensa lo-cal e estadual. Afinal, a cobran-a recai sobre os seus ombros, e-mails e telefones.Desejamos sucesso a Festa do Piro deste ano, que ela possa atrair mais visitantes que as edies anteriores e contribuir principalmente com o comrcio local e as instituies que se beneficiam com o evento. Mas que fique de lio: informaes simples, que no requerem ne-nhum grande suspense, como a contratao destes artistas, devem ser trabalhadas em conjunto com a comunicao da prefeitura. Assim, todos ga-nham. A prefeitura com mais mdia espontnea e ns da im-prensa, com a divulgao de in-formaes claras e oficiais.</p></li><li><p>Um total de 1.785 mudas de rvores frutferas e ornamen-tais foi comercializado em Bar-ra Velha durante a campanha desenvolvida pela Secretaria de Agricultura e Pesca da Pre-feitura, encerrada na ltima quarta-feira, dia 25, quando foram entregues as ltimas en-comendas.Segundo a responsvel pela campanha Teresita Nichetti, foram 908 mudas de frutferas revendidas comunidade, e 877 de rvores ornamentais. As mais procuradas foram as de laranjeiras e suas diversas qualidades, nmero considera-do positivo pela organizao. </p><p>Segundo Hilrio dos Santos, coordenador de Agricultura e Pesca, os valores de venda so repassados aos compradores diretamente da distribuidora, sem preos intermedirios e a custos acessveis populao. Da edio deste ano, as mudas compradas foram distribudas no espao destinado a feira da Integrao Rural, na Av. Paran, ao lado do Ginsio de Esportes.O interessado escolheu atravs do catlogo, e pagou antecipa-damente. Teresita de Lourdes Nichetti, informou que, com o pagamento antecipado, foi pedido somente o que estava pago.</p><p>3GERALSbado, 28 de junho de 2014.</p><p>Faltando cerca de um ms para o fim do perodo de peca da tainha na regio, os pes-cadores de Barra Velha j en-contram dificuldades em en-contrarem a espcie no mar. Apesar do tempo com grande ndice de chuvas e baixas tem-peraturas, a safra deste ano no tem superado a expecta-tivas em 2014, de acordo com o presidente da Colnia dos Pescadores do municpio, Jos Moacir Viana.Para Viana, so vrios os mo-tivos que ocasionaram essa di-minuio na pesca. Grandes embarcaes, o clima e essas enchentes eu acredito que tem influenciado, comenta. Se-gundo ele, a captura da tainha vem diminuindo a cada ano. Apesar da prorrogao do incio da safra da pesca, que tem como objetivo aumen-</p><p>tar a reproduo, nos ltimos dois anos j foi possvel sentir uma escassez considervel do peixe. O presidente da Colnia ex-plica que comum ter nos primeiros dias uma boa pesca, com os barcos voltando com um nmero considerado de peixes, mas quanto mais pr-ximo do fim do perodo de pesca, a dificuldade aumenta. Aproximadamente 20 barcos de pescadores artesanais, das colnias do Centro e Itajuba se dedicam, nesta poca, ex-clusivamente a pesca da tai-nha. So muitos os gastos, tem que ter uma rede exclusi-va para a captura e as vezes se torna invivel, destaca, sobre as dificuldades que os pesca-dores enfrentam na pesca da tainha.</p><p>Campanha comercializa 1785 mudas frutferas e ornamentais em Barra Velha</p><p>Safra da tainha deste ano no superou a expectativa dospescadores de Barra Velha </p><p>Balnerio Piarras recebeu na ltima sexta-feira, ida 20, uma motoniveladora, chamada po-pularmente de patrola, prove-niente do Governo Federal. O equipamento foi entregue ao vice-prefeito Flvio Tironi pelo ministro do Desenvolvimento Agrrio, Miguel Rossetto, du-rante cerimnia em So Jos. Ao todo, 76 cidades do Estado foram beneficiados com o equi-pamento neste dia. A motoniveladora conclui o pa-cote de trs maquinrios des-tinados ao municpio pelo PAC 2 no ano passado, onde j ha-viam sido entregues um cami-</p><p>nho caamba e uma retroes-cavadeira. O vice-prefeito Tironi destacou que o novo veculo ser utilizado para a manuten-o das estradas na rea urba-na. A vinda do equipamento ir </p><p>acelerar o processo de recupe-rao de vias na rea urbana do municpio, principalmente no bairro Itacolomi.</p><p> A Defesa Civil de Araquari e a Subprefeitura do Itapocu rece-beram na ltima semana um veculo zero quilmetro. A en-trega oficial do veculo foi feita na manh de tera-feira, dia 17, pelo prefeito Joo Pedro Woitexem ao diretor de Defesa Civil de Araquari, Marcus Vinicius de Souza Nogueira, e para o Subprefeito do Itapocu, Emerson Csar Vieira.Os veculos, do modelo Fiat Uno, foram adquiridos por meio da emenda parlamentar do deputado estadual Carlos Chiodini.</p><p>Balnerio Piarras recebe moniveladora do Governo Federal</p><p>Defesa Civil de Araquari e Subprefeitura do Itapocu recebem novos veculos </p><p>Foto: Prefeitura de Balnerio Piarras</p><p>Foto: Prefeitura de Bara VelhaFoto: Prefeitura de Araquari</p><p>Para o professor do curso de Oceanografia da Univali, mestre em oceanografia biolgica e dou-tor em cincias, Paulo Ricardo Schwingel, no so em todas as cidades em que a pesca no tem sido produtiva. Na regio de Balnerio Cam-bori, a pesca artesanal deste ano tem sido mui-to boa. O vento tem ajudado os cardumes a se aproximarem da costa na regio de Porto Belo. Isso tem ajudado a pesca artesanal na regio centro-sul, o que pode ter trazido um prejuzo para o Litoral Norte. uma questo at de sor-</p><p>te, explica.De acordo com Paulo, o problema no a quan-tidade de peixes, pois at mesmo em locais onde o peixe mais difcil de ser encontrado, os pes-cadores tm tido bons resultados. A causa pode estar associado mudana do vento. A pesca industrial tem sido baixa. Computamos 510 to-neladas, um volume pequeno comparado com outros anos. O pescador industrial tem sido mais prejudicado por esses ventos, o que acaba inva-riavelmente ajudando a pesca artesanal.</p><p>Pesca boa em outras regies</p></li><li><p>Aps as fortes chuvas das l-timas semanas, madeira e ou-tros resduos orgnicos se acu-mularam nas praias de Barra Velha. Muitos moradores re-clamaram da situao, pois alm de dificultar o acesso dos visitantes e moradores, os ma-teriais interferiram no visual habitual. A demora na coleta tambm foi motivo de crticas por parte da populao.O secretrio de obras Carlos Alberto da Silva, o Tinho, jus-tifica a demora. Tivemos que esperar toda a lenha descer. O rio ainda estava muito cheio e trazia cada vez mais matria orgnica. Ele explica que a dificuldade de acesso em al-guns pontos acaba atrasando a limpeza da orla. No d pra passar com o maquinrio em alguns pontos. Tem a restinga, precisamos entrar em pontos especficos para preservar.Tinho conta que, apesar das </p><p>dificuldades, a secretaria de Obras tem trabalhado nas praias desde a semana passa-da. Ns limpamos a regio das canoas. Estava atrapalhan-do a sada dos pescadores. O secretrio afirma que as equi-pes j esto trabalhando nas outras praias. Temos uma equipe no Grant. Depois de l, eles vo para o Cerro. O Costo e o centro esto na fase final da limpeza. Os servidores tambm vo finalizar o Tabu-leiro, onde o acesso mais di-fcil.A limpeza da praia acabou atrapalhando o cronograma de obras previsto pela pasta. Ns j temos uma demanda grande no dia a dia. Para fa-zer esse servio, usamos muito material e fora de trabalho. Tinho afirma que chegou a en-trar em contato com a Defesa Civil do Estado, mas o apoio foi negado. Eles disseram que </p><p>no podem agir se a popula-o no est em risco.Destino do materialOs resduos recolhidos na orla no sero descartados em li-xes ou aterros. Tinho explica que, por se tratar de material orgnico, a prefeitura acaba depositando em terrenos ce-didos. Algumas pessoas so-licitam a lenha, pois pode ser til. O secretrio afirma que principalmente agricultores aproveitam o material.</p><p>4 GERAL Sbado, 28 de junho de 2014.</p><p>Secretaria de Obras trabalha na remoo de madeira e outros materiais das praias de Barra Velha </p><p>Prefeito de Balnerio Piarras assina cerca de R$1 milho em convnios com o Governo do Estado</p><p>Balnerio Barra do Sul recebe o selo Livre do Analfabetismo do Ministrio da Educao </p><p>O Ministrio da Educao (MEC) reconheceu neste ms Balnerio Barra do Sul como um dos 42 municpios catari-nenses com ndices excelentes de alfabetismo. Alm de Balne-rio Barra do Sul, outros 207 municpios brasileiros recebe-ram o selo Municpio Livre do Analfabetismo em 2014. O selo existe desde 2007.A relao do MEC foi feita com base no Censo Demogrfico do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatstica (IBGE) de 2010. Para ser reconhecido como li-vre do analfabetismo, o muni-cpio ultrapassou a marca de 96% da populao acima de 15 anos alfabetizada. Segundo o Ministrio da Educa-</p><p>o, o reconhecimento resul-tado de uma parceria com a Or-ganizao das Naes Unidas para a Educao, a Cincia e a Cultura (UNESCO) e faz parte do Programa Brasil Alfabetiza-do, que tem objetivo de alfa-betizar jovens e adultos de 15 anos ou mais.</p><p>O prefeito de Balnerio Piar-ras, Leonel Jos Martins, este-ve na ltima tera-feira, dia 24, em Itaja, na sede da Secretaria Regional do Desenvolvimento SDR, para o ato de assinatura dos convnios de repasse de verbas do Governo do Estado ao municpio, totalizando apro-ximadamente R$1 milho atra-vs de emendas parlamentares dos deputados estaduais.Do total, R$533.333,33 so para pavimentao das ruas Antnio Zimmermann e Joo Martins, ambas no bairro Itaco-lomi, com emendas de R$150 mil do deputado Jean Kuhmann e R$ 250 mil do deputado Dado Cherem. O restante ser prove-niente de recursos prprios do municpio. Foi assinado tambm o conv-nio para a aquisio de placas indicativas de nome de ruas </p><p>do municpio no valor de R$ 266.666,67, proveniente de emenda parlamentar do depu-tado Carlos Chiodini. Segundo o prefeito, sero mais de mil placas instaladas em todo o municpio, indicando o nome da rua e o bairro em que ela se encontra.O prefeito garantiu ainda ao municpio a aquisio de veculo para a secretaria de Sade no valor de R$ 60 mil </p><p>do deputado Kennedy Nunes, equipamentos agrcolas no va-lor de R$ 100 mil do deputado Joo Rodrigues e R$ 50 mil para a recuperao de estra-das rurais, do deputado Jean Kuhmann. Aps a assinatura de cada convnio, o prximo pas-so a realizao da licitao de menor preo global para a aqui-sio dos bens ou servios.</p><p>Imagem: Divulgao MEC</p><p>Foto: Prefeitura de Balnerio Piarras</p><p>Rua em Itajuba segue fechadaA prefeitura ainda no desbloqueou a rua que passava por den-tro de um loteamento em Itajuba, na qual havia sido construdo um muro no ano passado. A rea teve a desapropriao por...</p></li></ul>