Jornal Voz do Itapocu - 53ª Edição - 31/05/2014

Download Jornal Voz do Itapocu - 53ª Edição - 31/05/2014

Post on 04-Mar-2016

223 views

Category:

Documents

6 download

DESCRIPTION

53 Edio do Jornal Voz do Itapocu, com circulao nas cidades de Barra Velha, Araquari, Balnerio Piarras, So Joo do Itaperi e Balnerio Barra do Sul, em Santa Catarina. Distribuio gratuita nos pontos parceiros de distribuio. Acompanhe pelo Facebook: www.facebook.com/vozdoitapocu

TRANSCRIPT

<ul><li><p>RESDUOS SLIDOSPROGRAMA SO JOO RECICLA INICIA NESTA QUARTA-FEIRA EM SO JOO DO ITAPERI</p><p>POLTICAPREFEITO CLAUDEMIR MATIAS AFIRMA QUE BARRA VELHA J EXONEROU 40 SERVIDORES NESTE ANO</p><p>DIA DO DESAFIO MAIS DE 33 MIL PESSOAS PARTICIPAM DAS ATIVIDADES EM QUATRO CIDADES DA REGIO</p><p>CULTURAGOMES DA COSTA PROMOVE GASTRONOMIA E TEATRO EM BARRA VELHA</p><p>JORNAL</p><p>SBADO, 31 DE MAIO DE 2014. ANO 2 - EDIO 053 - DISTRIBUIO GRATUITACirculao: Araquari, Balnerio Barra do Sul, Barra Velha, So Joo do Itaperi e Balnerio Piarras</p><p>PG 5</p><p>PG. 9</p><p>BALNERIO PIARRASCMARA APROVA AUMENTO DOS PROFESSO-RES, MAS PREFEITO DEVE VETAR EMENDA </p><p>PG 7</p><p>SURFTOMAS HERMES CAI NAS OITAVAS EM SAQUAREMA, MAS SEGUE BEM NO WQS</p><p>PG 12</p><p>PG 16</p><p>PG. 10</p><p>PG 8</p><p>Coleta seletiva de materiais reciclados ser realizada nas quartas e quintas-feiras em todas as comunidades do municpio</p><p>PARQUE DO PEABIR</p><p>Grupo Amigos do Peabir se reuniu pela segunda vez na Cmara de Vereadores para debater formao do Conselho que dividir a gesto do Parque com a Fundema</p><p>CONSELHO GESTOR DO </p><p>COMEA A TOMAR FORMA</p></li><li><p>Cidades do mundo todo se le-vantaram do sof e convidaram as pessoas para um dia de gi-nstica. Nada muito olmpico, mas totalmente imerso num es-prito de sade e diverso. o chamado Dia do Desafio, reali-zado na ltima quarta-feira, dia 28, uma inveno canadense que prope que, em uma data combinada, as cidades partici-pantes mobilizem o mximo de moradores possveis por, pelo menos, quinze minutos. Os n-meros de pessoas que aderem s prticas se supera a cada ano, mostrando que com um pouquinho de esforo, pode-mos ter uma populao mais saudvel e animada. Exemplo disso so as quatro ci-dades da regio que participa-ram neste ano e aumentaram ou mantiveram a sua mdia de participantes em relao ao ano passado. Assim como a prtica de qualquer atividade, participar de um evento desses </p><p>requer vontade. E vontade, caro leitor, algo que parece ter fal-tado aos gestores de Barra Ve-lha, que no aderiu ao Dia do Desafio. </p><p>A justificativa? O portal Barra-velhense reproduziu uma carta da Fundao de Turismo, Espor-te e Cultura, que com os devi-dos crditos utilizamos na ma-tria que segue nesta edio. Cabe-nos informar que o mu-nicpio no estar participando desta ao, pois a mesma no se enquadra na lista de priori-dades da Fundao de Turismo, Esporte e Cultura para o ano de 2014, diz um trecho.A pergunta que fica : quanto </p><p>custa uma prioridade para um dia de atividades em Barra Ve-lha? Bem, o Dia do Desafio no </p><p>custa absolutamente nada, ou se custasse, seriam valores irri-srios perto de outras aes da Fundao, como a prpria Festa do Piro. No site da instituio que promove o evento no Bra-</p><p>sil, o Sesc, uma cartilha orienta como mobilizar escolas e comu-nidades, contando apenas com a boa vontade dos participantes e alguns professores e volunt-rios.Fato que Barra Velha perdeu uma oportunidade de conscien-tizar - ou ao menos reforar esta questo - a um grande nmero de pessoas sobre a necessida-de dos exerccios dirios. Afinal, </p><p>o Dia do Desafio est na grande </p><p>mdia, no a toa que cidades como So Paulo e Curitiba ade-riram e inclusive competiram entre isso. Mais que isso: Barra </p><p>Velha perdeu a chance de mos-trar que as vezes s precisamos de um pouquinho de boa vonta-de para viver melhor. Parabns para Araquari, Balne-rio Piarras, Balnerio Barra do Sul e So Joo do Itaperi, este exemplo foi dado as suas comunidades.</p><p>2 EDITORIAL Sbado, 31 de maio de 2014.</p><p>A vontade o que conta no Dia do Desafio</p><p>PREVISO DO TEMPOSBADO (31/05)</p><p>MX: 20 MN: 17</p><p>DOMINGO (01/06)</p><p>MX: 21 MN: 17</p><p>SEGUNDA-FEIRA(02/06)</p><p>MX: 19 MN: 15</p><p>Informaes do Centro de Informaes de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina (Ciram) da Epagri</p><p>Tiragem: 5 mil exemplares / distribuio gratuita / semanrio Circulao: Araquari, Balnerio Barra do Sul, Balnerio Piar-</p><p>ras, Barra Velha e So Joo do Itaperi</p><p>Reportagem Carolina Nunes</p><p>Daniel Schiavoni</p><p>DiagramaoGermana Souza</p><p>Edio Anderson Davi</p><p>ColaboradoresAngelita Borba de Souza</p><p>Lgia Delazzeri R. BalbinottDaniela Censi</p><p>Volnei Antnio de Souza</p><p>Jornalista Responsvel Flvio Roberto DRT: 02494 JP </p><p>UMA PUBLICAO REDAOAv Santa Catarina, 1192 - SobrelojaCentro - Barra Velha - SCCEP: 88390-000</p><p>Colunas, artigos, cartas, e-mails enviados e assinados so de inteira responsabilidade de seus autores. O contedo no </p><p>expressa, necessariamente, a opinio do jornal.</p><p> Encoberto com chuva</p><p> Chuva, melhorando noite Sol com algumas nuvens</p><p>EXPEDIENTE</p><p>CONTATOS</p><p>(47) 3456 1194</p><p>Reportagem - jornalismo@vozdoitapocu.com.brComercial - comercial@vozdoitapocu.com.brColunistas - colunas@vozdoitapocu.com.brColuna Social - social@vozdoitapocu.com.br</p><p>VEJA ONDE ENCONTRAR O JORNAL DE FORMA GRATUITA TODOS OS SBADOS:www.vozdoitapocu.com.br</p><p>FACEBOOK</p></li><li><p>3GERALSbado, 31 de maio de 2014.</p><p>A Casan deve realizar na pr-xima semana a abertura dos envelopes com as propostas financeiras das seis empresas e consrcios que se candida-taram na concorrncia inter-nacional para seleo das em-presas que executaro as obras do sistema de esgoto sanitrio nos municpios de Balnerio Piarras e Balnerio Barra do Sul. Os recursos da ordem de R$ 90 milhes so provenientes do Programa de Saneamento Ambiental de Santa Catari-na, desenvolvido pela Casan com financiamento da Agn-cia Japonesa de Cooperao Internacional (Jica). Segundo o engenheiro Fbio Krieger, presidente da Comisso de Licitao, no ltimo dia 15 </p><p>foram recebidas as propostas tcnicas das empresas.Nove empresas ou consr-cios estavam habilitados e seis apresentaram propostas para as obras nas duas cidades da regio: Construtora Augus-to Velloso S/A, Itaju Enge-nharia de Obras Ltda, Con-srcio Construtor Equipav/DM, Consrcio Gel ACMA, Consrcio BB Sul e Piarras e Construtora Elevao. O resultado dessa etapa ser pu-blicado no Dirio Oficial do Estado de Santa Catarina e no Dirio Oficial da Unio. Nesta proposta consta uma srie de informaes, como a empresa pretende realizar as obras, um plano de monito-ramento ambiental, plano de emergncia e equipe de tra-</p><p>balho. A concorrente precisa apresentar at que ruas pre-tende fechar para executar as obras, comenta Fbio.As empresas que tiverem a proposta tcnica avanam para a fase de cotao de pre-os. Como trata-se de um ni-co lote, a empresa vencedora executar a obras nos dois municpios. o maior contrato de obras fsicas da Casan nos ltimos 15 anos, informa o engenhei-ro Fbio Krieger. Segundo ele, a expectativa de que em ju-lho seja assinado o contrato e a ordem de servio para incio das obras.Infraestrutura bsicaO investimento global no Pro-grama de Saneamento Am-biental de Santa Catarina ser </p><p>de R$404 milhes, incluindo obras no municpio de Bom-binhas e Florianpolis, onde o licenciamento ambiental j est em andamento para a li-citao.No caso dos dois primeiros municpios contemplados, Balnerio Barra do Sul e Bal-nerio Piarras, cerca de 60% dos moradores do permetro urbano sero atendidos. Em Balnerio Piarras, os investi-mentos permitiro a implan-tao do Sistema de Esgota-mento Sanitrio, que prev a construo de cinco estaes elevatrias e de uma estao de tratamento de esgotos, alm da implantao de 44 quilmetros de rede, gerando 3.398 ligaes prediais.J para o municpio de Balne-</p><p>rio Barra do Sul o Programa de Saneamento prev a im-plantao de 60 quilmetros de rede de esgotos, proporcio-nando 5.753 ligaes prediais, a construo de 10 estaes elevatrias e de uma estao de tratamento.O Programa de Saneamento Ambiental de Santa Catarina foi assinado entre o Governo do Estado, a Jica e a Casan em maro de 2010, em Tquio, no Japo, e tem como objetivo garantir tambm a balneabili-dade das praias e a atividade de maricultura. O Consrcio Catarinasan, contratado via licitao internacional pela Casan para atualizar os proje-tos e coordenar os trabalhos, constitudo por duas empresas japonesas e duas catarinenses.</p><p>Servidores municipais de Barra Velha realizam assembleia na quarta-feira para definir paralisao</p><p>Prefeito de Araquari sanciona Lei de proteo aos animais</p><p>Feira da Sade acontece nesta segunda-feira em Barra Velha</p><p>O prefeito de Araquari, Joo Pedro Woitexem, sancionou neste ms a Lei 2917/2014, que re-gulamenta a defesa de animais no municpio. A Lei apresenta 12 artigos que visam beneficiar especialmente os animais de rua e dispem tam-bm sobre o controle da reproduo de ces e gatos. Nosso objetivo fornecer proteo e conscien-tizao da populao sobre um problema que hoje nos pertence, o abandono e maus tratos dos animais, comenta o prefeito. Segundo ele, o objetivo reduzir o nmero de animais de rua e tambm incentivar a populao adoo. A Lei permite ao Poder Executivo o incentivo ao desenvolvimento de programas que visem o con-trole reprodutivo de ces e gatos e a promoo de medidas protetivas por meio da identificao, registro, esterilizao cirrgica, adoo e campa-nhas educacionais.Atualmente a prefeitura, por meio da secretaria da Educao, firmou uma parceria com a ONG </p><p>Projeto Esperana Animal em Araquari (PEAA), com o intuito de fornecer palestras nas escolas que apresentem informaes sobre preservao ambiental, cuidados e proteo dos animais. Alm das palestras, a Lei vem tambm para orientar a populao e manter parceria com a comunidade e com os voluntrios. Os animais de rua sero cadastrados pela Fundao Municipal do Meio Ambiente (Fundema), vo passar pela esterilizao, receber uma placa de metal com a identificao deste ato e ficaro expostos para a adoo. Quem desejar adotar um animal de rua, dever se dirigir at o setor de Tributao da prefeitu-ra, preencher o cadastro e com isso, receber tambm o desconto no IPTU. Para isso, o tutor do animal se colocar a disposio para a fisca-lizao da prefeitura e se torna responsvel por fornecer todos os cuidados que o animal neces-sita, comenta o secretrio.</p><p>Casan recebe propostas de seis empresas para obras de saneamento bsico em Balnerio Barra do Sul e Balnerio Piarras</p><p>Os servidores pblicos municipais de Barra Velha decidiro em assembleia na prxima quarta-feira, dia 4, uma possvel parali-sao. Os funcionrios negociavam com a prefeitura um reajuste salarial, mas no obtiveram sucesso. O presidente do Sintrambav (Sindicato dos Trabalhadores Municipais de Barra Velha), Jossias Coutinho, afirma que o rgo est seguindo as instrues da Lei de greve, o Ministrio Pblico j est ciente da nossa situao: estamos em estado de greve, afirma.Para Coutinho, no existe outra opo para dar continuao s negociaes salariais. A menos que o prefeito apresente outra proposta, o indicativo de paralisao. Mas o presidente do sin-dicato explica que essa deciso dever ser tomada em conjunto, com o apoio da maioria dos funcionriosPrefeito mantm posioO prefeito Claudemir Matias sinalizou, no entanto, que no dever haver outra pro-posta por parte da prefeitura e que po-dem haver novas redues no quadro de servidores. Estamos no limite dos gas-tos com a folha de pagamento. Mesmo que se mantenha o IPTU, serei obrigado a cortar. Matias afirma que fica impedido de aumentar os gastos com pessoal pela Lei de Responsabilidade Fiscal.Ns emitimos uma nota para eles explicando que o municpio est acima do prudencial (54% o limite). Ns cumprimos com o acordo do piso. O municpio no tem como dar o aumento. Se eu no tenho como dar, como vou dar?, finaliza.</p><p>Acontece nesta segunda-feira, dia 2, a 2 edio da Feira da Sade Multiprofissional, a partir das 14h no ginsio Alfredo Jos Borba, em Barra Velha. O encontro deste ms ser sobre recei-tas para festa junina, com o cuidado de elabo-rar pratos para pessoas que tem hipertenso e diabetes. Um professor de educao fsica, uma nutricionista e uma enfermeira vo acompanhar </p><p>e desenvolver as atividades. O projeto desenvolvido pela equipe do ESF Centro, atravs do projeto Hiperdia e coordenado pela enfermeira Vera Lucia Lichmann Bonkoski, as Agentes Comunitrias de Sade e o Ncleo de Apoio Sade da Famlia NASF. Ao longo do ano sero oito encontros, sempre na primeira segunda-feira de cada ms.</p></li><li><p>AraquariAraquari venceu com sobras o desafio contra a cidade de To-cancip, da Colmbio, e de quebra manteve a melhor mdia de mobilizao entre a regio. Foram 19610 pessoas parti-cipantes, totalizando 79.04% da populao em atividades fsicas em benefcio da sade e bem-estar. A sua concor-rente conseguiu movimentar apenas 7.245 pessoas, corres-pondente a 25.93% da populao. Caminhadas, aulas de educao fsica, recreao, basquete, vlei, tnis de mesa, dana, ginstica laboral e muitas outras atividades fsicas fizeram parte do Dia do Desafio de Araquari.</p><p>Balnerio PiarrasCom a estratgia de colocar um professor de educao fsica em cada escola e rgo pblico, Balnerio Piar-ras venceu o Dia do Desafio deste ano. Incentivando a prtica de atividades da comunidade ao seu interno e dos funcionrios, professores, alunos e visitantes, o municpio mobilizou 9903 pessoas, 57,99% da sua po-pulao. A adversria era a cidade de Quatis, no Rio Janeiro, que atingiu apenas 38,73%. Entre as ativida-des realizadas, destaque para uma caminhada inciada a meia-noite de quarta-feira pela orla da praia central, que mesmo com o frio, reuniu 15 participantes. </p><p>Barra VelhaDa rea de abrangncia do jornal Voz do Itapocu, ape-nas Barra Velha no participou do Dia do Desafio. Em entrevista ao site Barravelhense (www.barravelhense.com.br), o presidente da Fundao Municipal de Turis-mo, Esporte e Cultura (Fumtec), Tiago Pinheiro, afirmou que o evento no prioridade da Fundao. Ele jus-tificou que a Fumtec tem realizado outras atividades semanais que incentivam a prtica de esportes entre os moradores.</p><p>Balnerio Barra do SulEm Balnerio Barra do Sul foram mobilizados um total de 2.373 pessoas, que dedicaram no mnimo 15 minutos a atividades fsicas coor-denadas pela prefeitura. Segundo os dados apurados pelo SESC de Joinville, 42,8% da po-pulao foram mobilizados, superando os 22% mobilizados em 2013. O aumento considervel no foi suficiente para bater a cidade de Prola do Oeste, no Paran, que atingiu 56,01% dos moradores. Atividades como caminhadas, exerccios em academias, surf, exerccios de alongamento e dana de zumba, coordenados pelas acade-mias Barra Fitness e academia Paulo Csar Ramos, de So Francisco do Sul, agitaram os participantes. Nas escolas da rede municipal e estadual foram realizados exerccios com os professores de educao fsica, onde todo o corpo docente das escolas e os alunos foram mobilizados e conscientizados sobre a impor-tncia diria do exerccio fsico.</p><p>Um carro de som e um grupo de dana circularam entre as comunidades de So Joo do Itaperi incentivando a po-pulao a praticar atividades fsicas, tanto na rea urbana, quanto na rea rural. A ao organizada e desenvolvida pela secretaria de Esportes fez sucesso com os alunos e profes-sores da rede municipal e estadual de ensino, que participa-ram de todas as atividades propostas com muita disposio. Desenvolvemos essa ao e tambm colocamos um carro de som para visitar as empresas da cidade, o objetivo foi incentivar a prtica de atividades aos funcionrios e as pes-soas que moram no entorno desses locais. Vencedora em 2013, So Joo do Itaperi, alcanou 2010 pessoas, quase 100 a mais que em 2013. Apesar de se su-perar neste ano, com 58.46% da populao, a cidade no se saiu vitoriosa. Sua conco...</p></li></ul>