Jornal Voz do Itapocu - 33ª Edição - 21/12/2013

Download Jornal Voz do Itapocu - 33ª Edição - 21/12/2013

Post on 11-Mar-2016

228 views

Category:

Documents

6 download

DESCRIPTION

33 Edio do Jornal Voz do Itapocu, com circulao nas cidades de Barra Velha, Araquari, Balnerio Piarras, So Joo do Itaperi e Balnerio Barra do Sul, em Santa Catarina. Distribuio gratuita nos pontos parceiros de distribuio. Acompanhe pelo Facebook: www.facebook.com/vozdoitapocu

TRANSCRIPT

POLTICA- PREFEITO DE ARAQUARI AFASTADO PELA JUSTIA- CMARA DE VEREADORES DE BALNERIO PIARRAS APROVA AUMENTO DE IPTUCONTRATOPREFEITURA DE BARRA VELHA E CASAN ASSINAM RENOVAO POR 30 ANOS NA PRXIMA SEGUNDA-FEIRAIBGEARAQUARI TEVE O MAIOR PIB DA REGIO EM 2011JORNALSBADO, 21 DE DEZEMBRO DE 2013. ANO 1 - EDIO 033 - DISTRIBUIO GRATUITAMAIOR DA CIDADE: COM 50 PS, BARCO O MAIOR J CONSTRUDO EM BARRA VELHACirculao: Araquari, Balnerio Barra do Sul, Barra Velha, So Joo do Itaperi e Balnerio PiarrasPG 10TURISMOPROFESSOR COMPARA TURISMO EM BARRA VELHA COM EXPERINCIA NA INGLATERRAPG 5ESPORTEBALNERIO BARRA DO SUL TEM SURF E STAND UP HOJEPG 6PG 10PG 8PG 14Evento contou com a presena de diretores da montadora, autoridades estaduais e o vice-presidente da Repblica, Michel Temer. Evento contou com a presena de diretores da montadora, autoridades estaduais e o vice-presidente da Repblica, Michel Temer. DADA A LARGADA: BMW LANA PEDRA FUNDAMENTAL DA FBRICA EM ARAQUARIMontadora tambm anun-ciou cinco modelos que sero produzidos na sua primeira fbrica da Amri-ca do Sul.Primeiros carros comeam em outubro de 2014Natal tempo de agradecer e de re etir sobre o que zemos em 2013. Desde que lanamos nossa primeira edio, dia 4 de maio deste ano, foram 33 edi-es produzidas com muito suor e dedicao de nossa equipe de colaboradores. E ela que de-vemos agradecer em primeiro lugar. No faltou esforo para levar as principais informaes da nossa regio at voc, leitor. Fugimos da mera reproduo de releases de prefeituras e r-gos pblicos, sem desmerecer as fontes o ciais, que sempre nos receberam e atenderam com agilidade e ateno. Po-rm, fomos alm. Trouxemos tona diversas si-tuaes relevantes para a po-pulao e demonstramos que possvel fazer jornalismo sem apadrinhamento poltico, sem interesse meramente eleitorei-ro. Um obrigado especial aos nossos colunistas, que tambm esto ao nosso lado trazendo diferentes pontos de vista se-manalmente. No somos do lado A ou B, somos a favor da in-formao com as suas diversas faces, as suas vrias verdades e verses. Estamos ao lado da comunidade. Tambm devemos agradecer a comunidade pelo acolhimento. Pelo respeito e considerao que as cinco cidades de abran-gncia do Voz do Itapocu rece-bem todos os sbados nosso peridico. Somos gratos pelo in-teresse e por nos ajudarem a fa-zer toda a semana uma edio nova, denunciando e opinando sobre o que acreditam que seja necessrio melhorar na nos-sa regio. Fazem jus ao nosso lema: aqui o leitor tambm tem voz.Devemos um agradecimento especial tambm aos nossos anunciantes. Muitos acredita-ram no projeto desde o inicio e esto conosco desde a primeira edio. Sem a base nanceira que o empresariado da regio nos proporciona, no seria pos-svel manter uma equipe de qualidade, imprimir e distribuir semanalmente nossos cinco mil exemplares. Como voc pde perceber nes-te editorial, o Voz do Itapocu s chega at os pontos parceiros de distribuio por uma soma de fatores, que juntos fazem do nosso veculo de mdia um integrante importante da socie-dade. Nos orgulhamos de dar o primeiro passo nessa histria em 2013. Contamos como vo-cs em 2014. 2 EDITORIAL Sbado, 21 de dezembro de 2013.Tempo de agradecerPREVISO DO TEMPOSBADO (21/12)MX: 32 MN: 21DOMINGO (22/12)MX: 32 MN: 18SEGUNDA-FEIRASol com chuva no in-cio e nal do dia(23/12)MX: 31 MN: 21Informaes do Centro de Informaes de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina (Ciram) da EpagriEXPEDIENTETiragem: 5 mil exemplares / distribuio gratuita / semanrio Circulao: Araquari, Balnerio Barra do Sul, Balnerio Piar-ras, Barra Velha e So Joo do ItaperiReportagem Carolina NunesAlan WillianDiagramaoGermana SouzaEdio Anderson DaviDepartamento Comercial Israel VoigtColaboradoresAngelita Borba de SouzaLgia Delazzeri R. BalbinottDaniela CensiMarcos Zaleski de MatosVolnei Antnio de SouzaPercival TeixeiraAndr IgncioJornalista Responsvel Flvio Roberto DRT: 02494 JP UMA PUBLICAO REDAOAv Santa Catarina, 1192 - SobrelojaCentro - Barra Velha - SCCEP: 88390-000Colunas, artigos, cartas, e-mails enviados e assinados so de inteira responsabilidade de seus autores. O contedo no expressa, necessariamente, a opinio do jornal.CONTATOS(47) 3456 1194Reportagem - jornalismo@vozdoitapocu.com.brComercial - comercial@vozdoitapocu.com.brColunistas - colunas@vozdoitapocu.com.brColuna Social - social@vozdoitapocu.com.brFACEBOOKNOTCIAS DIRIAS DA NOSSA REGIO.Sol com chuva no incio e nal do diaSol com algumas nuvensA regio Norte do Estado encerrou a semana em luto pelo falecimen-to da empresria Alda Molon, pro-prietria dos postos Sinuelo, na cidade de Araquari. Molon sofreu um infarto fulminante na noite de tera-feira. Ela foi velada em uma rea anexa ao Sinuelo da BR-101 e sepultada no cemitrio do Itapocu.Natural de So Marcos, no Rio Grande do Sul, Alda chegou a Araquari na dcada de 1970 e desde ento se tornou uma das maiores empreendedoras da regio ao lado do marido Ulisses Molon. Alm do Sinuelo, Alda foi uma das pioneiras a plantao e cultivo do maracuj, que veio a se tornar um dos smbolos do municpio. Ela era me de Douglas e Robledo Molon.Falece Alda Molon, proprie-tria dos postos SinueloBMW lana pedra fundamental em Araquari e divulga modelos que sero produzidos no Brasil3GERALSbado, 21 de dezembro de 2013.Evento contou com a presena de diretores da montadora, autoridades estaduais e o vice-presidente da Repblica, Michel TemerA montadora lanou os cinco modelos que ir produzir na fbrica de Araquari: o Srie 1, o S-rie 3, o X1, o X3 e o Coun-tryman, este ltimo da marca subsidiria Mini. No evento foram apre-sentados outros duas novidades da montadora. O 320i ActiveFlex o primeiro veculo premium ex do mundo. Tambm foi realizada a apre-sentao esttica do novo BMW i3, o primeiro veculo de propulso exclusivamente eltrica produzido em srie pela marca.O investimento da BMW no Brasil busca explorar o potencial automobilstico do pas: atualmente quarto maior mercado consumidor do mundo. So 3,6 milhes de veculos vendidos por ano. O mercado de veculos de luxo em franca as-censo tambm chama a ateno dos diretores da montadora. Atualmente so 50 mil vendidos ao ano e a expectativa que esse nmero che-gue a 120 mil em dez anos. Foi lanada o cialmente na ltima segunda-feira, dia 16, a pedra fundamental da fbrica da BMW em Araquari. Com a presena de diretores da mon-tadora, o evento que o ciali-zou o inicio das obras contou ainda com a participao do governador de Santa Catari-na, Raimundo Colombo, e do vice-presidente da Repblica, Michel Temer. Representan-tes das prefeituras da regio tambm estiveram presentes, como o prefeito de Araquari Joo Pedro Woitexem. Esta ser a primeira unidade fabril da BMW na Amrica do Sul e a previso de que os primeiros carros comecem a ser produzidos em outubro do prximo ano. No lana-mento da pedra fundamental, a BMW tambm divulgou os cinco modelos que ir pro-duzir no pas. Alm disso, a montadora aproveitou a oca-sio para lanar dois modelos inovadores para o mercado automobilstico mundial.A diretoria da BMW foi repre-sentada por Ludwig Willisch, presidente para as Am ricas do BMW Group, e Arturo Pi eiro, presidente do BMW Group Brasil. O investimen-to realizado na constru o da f brica de mais de 200 mi-lhes de euros (cerca de R$ 600 milh es), e resultar em uma unidade produtiva com capacidade instalada de 32 mil ve culos ao ano. Nesta pri-meira etapa, sero 1300 em-pregos diretos, cerca de 60 j preenchidos, e 2500 empregos indiretos, com fornecedores, parceiros de neg cios e novos concession rios. Desde que foi anunciada o -cialmente, em outubro de 2012, a fbrica de Araquari passou pelo processo de eleva-o do terreno e licenciamen-to ambiental. No ato o cial de lanamento, as autoridades inauguraram a pedra funda-mental e zeram o plantio simblico de uma rvore, em referncia s preocupaes ambientais da montadora ale-m, contidas em um relatrio aprovado em audincia pbli-ca e pela Fatma. O que disseram as autoridades durante o eventoMichel Temer Vice-presidente da RepblicaRaimundo Colombo - Governador de Santa CatarinaJoo Pedro Woitexem Prefeito de AraquariLudwig Willisch Presidente do BWM Group nas AmricasArturo Pieiro Presidente da BMW Group BrasilA BMW acredita no Brasil. Vivemos um momento de muita prosperidade e desenvolvimento e o nosso futuro ser to grandioso como hoje a BMWO fato de a BMW estar vindo para Santa Catarina, contribuindo para o desenvolvimento de nossa gente, um momento de beno e alegria.Nossa cidade tem um grande potencial de crescimento e desenvolvimento e isso, j comeou a acontecerCom a constru o da f brica no Brasil, refor amos o nosso compromisso com o pa s e agregamos um marco na estrat gia de crescimento em longo prazo do BMW Group. O Brasil possui uma economia que vem se consolidan-do globalmente e um mercado com um enorme potencial de crescimento futuroA construo dessa fbrica, alm de fortalecer os nossos negcios mundial-mente, refora o nosso compromisso com o pas, diante da nossa adeso ao Inovar-Auto* (*programa do Governo Federal para descontos de IPI para carros produzidos no Brasil)Cinco modelos con rmadosTambm participaram do ato em Araquari autoridades como a ministra de Relaes Institucionais, Ideli Salvatti, os sena-dores Luiz Henrique da Silveira e Casildo Maldaner, o vice--governador Eduardo Pinho Moreira, o secretrio de Estado do Desenvolvimento Econmico Sustentvel, Paulo Bornhau-sen, o procurador-geral do Estado, Joo dos Passos Martins, deputados federais e estaduais, prefeitos da regio e empre-srios.Foto: Governo do EstadoFoto: Governo do EstadoFotos: internetVisando proporcionar mais segurana aos pedestres e mo-toristas que passam pelo mu-nicpio na temporada, a pre-feitura de Balnerio Barra do Sul, atravs da Secretaria de Planejamento, iniciou neste ms a revitalizao da sinali-zao das faixas de pedestres, lombadas e faixas centrais do municpio. De acordo com o secretrio de Planejamento de Balnerio Barra do Sul, Antonio Roberto de Borba, alm da sinalizao horizontal, na ltima tera--feira, dia 17, foi iniciado a -xao de placas, para reforar a sinalizao vertical em ruas caladas e de cho.Sero 210 placas espalhadas pela cidade, reforando os locais onde no sero permi-tidos estacionar, parar, pontos de travessia de pedestres. O objetivo deixar a sinalizao bem esclarecida para todos, comenta. O investimento de R$ 50 mil compreende ainda a pintura de novas faixas de pedestres nas ruas asfaltadas. SC-415 tambm recebe me-lhoriasSegundo o secretrio de Pla-nejamento, aps muitos pedi-dos ao Governo do Estado, a SC-415, principal rodovia que d acesso Balnerio Barra do Sul, tambm est recebendo uma revitalizao na sinaliza-o. Pintura de faixas e novas placas esto sendo implan-tadas no local desde a ltima semana. 4 GERAL Sbado, 21 de dezembro de 2013.Prefeitura de Balnerio Barra do Sul refora sinalizao do municpio para o veroA partir de hoje as unidades da Estratgia Sade da Fam-lia em Barra Velha entram em recesso e s voltam ao aten-dimento no dia 6 de janeiro. Os funcionrios de cada uni-dade confeccionaram car-tes comemorativos de Natal para serem entregues aos usurios do sistema de sa-de, contendo no verso o aviso do perodo de recesso. Junto ao convite foi enviado um lembrete pedindo aos usurios que fazem uso de medicao contnua que pro-curem a unidade para que no quem sem remdios. Durante o recesso, as equi-pes de sade do municpio estaro fazendo plantes no Pronto Atendimento 24 ho-ras. Diariamente uma equipe adicional estar por 12 horas junto ao Pronto Atendimen-to para suprir o aumento da demanda previsto para este perodo, bem como equipe duplicada no PA. De acordo com a assesso-ria da prefeitura, no have-r agendamento de exames para esse perodo. As creches da rede munici-pal de Barra Velha tambm encerraram seu expediente ontem e s retornam no dia 6 de janeiro. J as equipes de servios gerais e limpeza retomam o trabalho nos dias 2 e 3 de janeiro. A secretaria de Educao ter professores contratados cubrindo o perodo de frias dos demais docentes da edu-cao infantil no ms de ja-neiro. As aulas do ensino fun-damental sero retomadas no dia 14 de fevereiro. Po-rm, as escolas tero hor-rio especial no primeiro ms de 2014, para atendimentos relativos entrega de docu-mentos.O governo municipal de Bal-nerio Piarras lanou o cial-mente na ltima semana a sua programao de vero. Abrindo a rotina de eventos de nal de ano, o pblico j pde apreciar na noite de ontem a Cantata de Natal do Coral Municipal. Com diversas atraes musicais, cul-turais e show pirotcnico na vi-rada do ano, a programao de vero contempla as atraes do Natal at prximo ao Carnaval.Na praia central, prximo ao edifcio Ana Paula ser monta-do um palco para receber sho-ws com bandas regionais. Have-r show com a banda Seven no dia 30, alm da banda Volares no dia 31 e banda Fonte Sonora no dia 1 de janeiro. A queima de fogos de virada de ano ser prxima ao molhe central. Fazem parte da programao de vero as exposies que compem o Centro Cultural, como 50 Telas de Balnerio Pi-arras e a Brasil de Todas as Copas, alm do Arte na Rua, projeto de iniciativa cultural, para artesos do municpio. J na rea de atividades espor-tivas, o carro chefe o projeto Esporte Vero, iniciando no prximo dia 26, indo at 09 de maro, com a disputa de diversas modalidades. As duas etapas nais da Copa Vero de Motocross, nos dias 11 e 12 de janeiro e 15 e 16 de fevereiro tambm so destaques no es-porte. J para o carnaval, de acordo com a secretria de Turismo, Susan Corra, ser lanada prxima a data uma programa-o especial para a festividade, repleta de atraes e novidades para os folies que escolherem a cidade para curtir o feriado.Unidades de sade de Barra Velha entram em recesso hojeBalnerio Piarras lana programao de veroRodovia SC-415, principal via de acesso ao municpio, tambm est recebendo nova pinturaNo dia em que completou seus cinquenta anos, a cidade de Balnerio Piarras recebeu diversos eventos em aluso comemorao. A abertura foi s 9h, com o corte de bolo no ginsio Municipal Campolino Teixeira, popular Figuero. O bolo comemorativo teve 20 metros e foi distribudo para a populao presente no evento. Logo aps a distribuio do bolo, houve o Culto Ecumnico no ginsio municipal Aurlio Solano de Macedo, com a pre-sena de autoridades religio-sas e polticas da cidade, alm do pblico que acompanhou a solenidade. Apresentaes da banda municipal e da As-sociao Parafolclrica Ange-lina Blahobrazoff marcaram o evento.A tarde foi a vez de inaugurar a exposio Brasil de Todas as Copas. Ela car montada no Centro Cultural de Balnerio Piarras at o dia 15 de janei-ro. A entrada para visitao gratuita.Fenamar reuniu cerca de 20 mil pessoasAproximadamente 20 mil pes-soas passaram pela festa durante os quatro dias. A 5 edio da Fenamar foi aberta na quinta-feira com show do cantor Marcelo San. Na sexta--feira, o show cou por conta de Hugo e Tiago, enquanto a dupla sertaneja Atade e Ale-xandre subiu ao palco no s-bado. O maior pblico foi regis-trado no domingo, ltimo dia da festa, com o show do grupo Detonautas.Susan Correa, secretria de Turismo diz que foram arreca-dados 600 kg de alimento e considera positiva a quantida-de alcanada, levando em con-siderao que a doao era opcional. Ns tivemos pouco tempo para divulgar a festa e mesmo assim tivemos um bom resultado. Quem visitou a Fe-namar aprovou no s o novo local, que bem mais amplo e de fcil acesso, mas tambm a variedade de atrativos, diz a secretria. Para ela, o palco cultural foi bem organizado mostrando que a Festa Nacional do Mar no cou marcada apenas pe-los shows nacionais, mas tam-bm por apresentaes cultu-rais que remetem as tradies do povo de Balnerio Piarras. A transferncia da festa para o ms de dezembro, acrescen-tando na programao de ani-versrio da cidade tambm foi aprovada pela secretria. Aniversrio da cidade teve corte de bolo, atividades culturais e regio-sas e 20 mil pessoas na FenamarCreches tambm entram em frias hoje5GERALSbado, 21 de dezembro de 2013.Prestes a se tornar Doutor, professor de Barra Velha compara turismo da cidade com experincia na InglaterraCom um vasto currculo na rea de Turismo e Hotelaria, o barravelhense Claudio Alexan-dre de Souza, 40 anos de idade, concluiu recentemente sua tese de doutorado, com passagem pela Universidade Metropo-litana de Leeds, na Inglaterra. Ele iniciou em 2010 o curso de Doutorado em Departamento de Geogra a na Universida-de Federal do Paran e, aps quatro anos de estudos, encer-ra sua nova graduao tendo como tese a Responsabilida-de Social e Empresarial nos Resorts do Brasil. O profes-sor pretende protocolar a tese ainda nessa semana e a defesa deve ser marcada para feverei-ro.Claudio j bacharel em Tu-rismo e Hotelaria pela Univali; Especialista em Ecoturismo, Divulgao e Interpretao Ambiental; Mestre em Hospi-talidade e atualmente pro-fessor licenciado do curso de Hotelaria na Universidade Estadual do Oeste do Para-n, campus de Foz do Iguau. Alm de ter morado o primei-ro semestre de 2012 na Ingla-terra, ele j morou na Nova Zelndia e Espanha.De acordo com o Claudio, um ano antes de ingressar no cur-so de doutorado, ele j tinha em mente qual seria o assun-to de seu trabalho nal. Eu enviei uma proposta para a Associao Brasileira de Re-sorts falando sobre o tema, eles aprovaram e desde ento eles chancelam a pesquisa. Sempre que eu preciso de algumas in-formaes eles me facilitam o acesso, conta ele.Com um bom andamento das pesquisas e o reconhecimento por parte da associao brasi-leira, Claudio esteve presente ms passado na reunio anu-al da associao brasileira de resorts, em So Paulo, e pa-lestrou sobre os resultados da tese e como o estudo poderia contribuir para a melhoria dos resorts. Segundo ele, muitas coisas avaliadas em sua estadia na Inglaterra tm condies de serem implantadas no Brasil. Foi muito bom passar os seis meses na Inglaterra, porque ao pensar nesse pas logo voc imagina cidades como Man-chester e Londres. Essas cida-des so famosas por natureza e assim j atraem muitos tu-ristas. Mas l tambm tem ci-dades pequenas parecidas com Barra Velha e seu turismo bem desenvolvido, diz ele. Claudio destaca que ao pensar em atrair turistas, deve-se co-mear olhando a apresentao da cidade. Questes como lim-peza, sinalizao e boa recepti-vidade so essenciais. As cida-des que eu visitei eu encontrei facilidade pra me deslocar, a cidade era limpa e as pessoas hospitaleiras. Ou seja, era uma cidade pequena, mas que ofe-recia uma estrutura boa para os seus visitantes. O especialista compara a ci-dade do exterior com Barra Velha, pois segundo ele, trata--se de um municpio menor, com uma populao receptiva e com atrativos naturais, po-rm deixa a desejar em outros aspectos.Adepto das caminhadas na beira mar, ele destaca a quan-tidade de lixo encontrada em seu percurso. Para ele, pos-sveis turistas de Barra Velha que devem fazer o mesmo tra-jeto podero encontrar bancos quebrados e construes inva-dindo a mata ciliar. So questes que se o visitante v uma vez, ele provavelmente no voltar para a cidade, diz. Ele acrescenta que possvel avistar outras infraes como cachorros passeando na areia da praia e os despejos de esgo-to em locais de banho. Vendo por esse lado, ns no precisa-mos nem citar as falhas de pla-nejamento turstico, porque o nosso bsico que uma cidade limpa e organizada ns j no temos, critica.A Fundao Municipal de Turismo, Esporte e Cultura apresentou no ltimo ms os membros do Conselho Municipal de Turismo de Barra Ve-lha. Inativo durante algum tempo, o grupo foi reativado nessa gesto. Claudio que j presidiu os conselhos das cidades citadas acima, avalia como positiva essa criao, mas discorda da forma em que o mesmo foi criado.Segundo ele, a criao de um conselho muni-cipal de turismo deve ser de forma democrti-ca. Antes de criar o conselho deve haver um representante eleito pela rede hoteleira, outro pelos restaurantes e assim por diante. No po-dem ser escolhidos de forma aleatria, a nal, o Conselho deve ter poder mximo diante de qualquer diretor ou presidente de turismo. De acordo com suas experincias vividas na rea, Claudio relata que o fato de ter escolhido pessoas de forma aleatria e no um represen-tante legal de cada grupo pode no gerar bons resultados. L na frente pode outro comercian-te dizer que aquele integrante do conselho no lhe representa, acredita.Funcionrio pblico concursa-do da prefeitura entre 1993 e 1995, Claudio trabalhava como assistente administrativo no se-tor de compras. Nessa poca eu j fazia faculdade na Univali e quando aparecia algo relacio-nado ao Turismo na prefeitura eu acabava me metendo e re-cebia essa liberdade, diz ele. Quando houve o Programa Na-cional de Municipalizao do Turismo, Claudio foi indicado para fazer os cursos tcnicos preparatrios com o objetivo de implantar em Barra Velha. Eu z curso em Garopaba, Pomero-de, Joinville e depois tive que ir fazer um estgio em Braslia. Para Claudio, esse perodo foi essencial para que a cidade estivesse presente no cenrio estadual e nacional de Turismo. Ao concluir seu bacharelado em 1998, Claudio pediu exone-rao do cargo pblico por no estar no seu ramo. A partir da foi buscar novas portas no Pa-ran.Em 2007, uma semana aps a vitria do ex-prefeito Samir Mattar, Claudio recebeu o con-vite para assumir a secretaria de Turismo de Barra Velha, mas foi surpreendido com questes polticas. O PT me props uma liao no partido para poder assumir a secretaria. Eu no aceitei porque sempre preferi me au-sentar dessa questo poltica, revela. Algum tempo depois do ocorri-do, o ento Secretrio de Turis-mo de Barra Velha, Clvis Perei-ra Cardoso, saiu do cargo e o convite retornou para Claudio, que dessa vez no pde acei-tar. Ele acabara de ser escolhi-do como coordenador do curso na universidade e optou por permanecer em Foz do Iguau.Quando recebi o convite eu quei muito feliz, justamente porque poderia realizar em Bar-ra Velha muitas coisas que eu j tinha feito em cidades que eu trabalhei, como Bonito, no Mato Grosso do Sul, e Ituiutaba, em Minas Gerais, comenta.Claudio no assumiu secretaria por questes polticas Reativao do Conselho Municipal de TurismoAtrativos tursticosPara nalizar, o professor ressaltou a quantidade de atrativos tu-rsticos que Barra Velha tem, mas diz que ainda falta um pouco mais de capricho para que as coisas evoluam. Do que adianta carregar o nome da regio turstica Costa Verde Mar se ao chegar aqui o visitante vai se deparar com lagoa ftida, praia suja e um monte de carro estacionado na beira mar com som alto e gente bbada? Ns temos uma cidade linda que o ponto principal para atrair visitantes. Verba importante, mas no o ponto principal. D pra se fazer boas coisas com pouco dinheiro, naliza.Para Claudio Alexandre de Souza, ainda falta organizao e limpeza para que o turismo do municpio possa deslancharA prefeitura de So Joo do Ita-peri adquiriu neste ms dois novos caminhes caamba e um automvel. Os caminhes da marca Volvo, modelo 270, que possuem sistema de em-purre, que diminuem proble-mas com o uso e proporcionam mais agilidade, iro auxiliar nos trabalhos da secretaria de Obras e servios municipais. As aquisies foram feitas por meio de um emprstimo no Ba-desc, no programa Juro Zero, com o valor total R$ 786 mil. Esse emprstimo possibilitou tambm, a compra de um rolo compactador. O carro Chevro-let Classic, que ser usado pela Assistncia Social, foi uma doa-o do Governo do Estado por meio do programa Pacto por Santa Catarina. A prefeitura de Barra Velha as-sinou na ltima segunda-feira, dia 16, o contrato que garante a construo de 300 unidades habitacionais no bairro Itin-ga II. As moradias que iro abrigar famlias do municpio, inscritas no programa Minha Casa, Minha Vida, do Gover-no Federal, ainda no tm data para serem entregues. O inves-timento ser em torno de R$17 milhes. Temos trs meses para fazer o desmembramento do terreno, que ainda no foi realizado, e para conseguirmos as licenas ambientais. No inicio do ano que vem, acredito, que inicia-remos a construo, comenta o coordenador de Habitao, Alcemar Lima Jacques. A es-timativa de que mil famlias com renda mdia de at R$1,6 mil esto inscritas para partici-parem do programa. Alcemar explica que a empresa Sifra Construtora, responsvel pela obra, ter o prazo de um ano, a partir do inicio da cons-truo, para entregar o condo-mnio. Porm, que esse prazo poder ser prorrogado para mais 18 meses. De acordo com Alcemar o pro-jeto de nitivo da estrutura das casas ainda no foi apresen-tado, mas at o momento as casas tero dois dormitrios, banheiro amplo, lavanderia e cozinha integrada com as re-as de sala e copa, totalizando de 44 m. Alm disso, todas as unidades possuiro sua pr-pria vaga de garagem, que ser na frente de cada moradia, fa-cilitando o uso dos moradores. As casas sero adaptveis para o uso de cadeirantes.Sero blocos de quatro casas, duas em baixo e duas no andar de cima. No sero apartamen-tos, j que as escadas caram do lado de fora, acrescenta. Dos 42 mil metros quadrados do empreendimento, os mo-radores podero contar com um amplo espao para lazer e esportes, com quadra de areia, parquinho para as crianas, sa-lo de festas que poder aten-der at trs festas simultanea-mente, alm de quiosques para festas menores. Todo o condo-mnio ser arborizado.Araquari teve o maior PIB da regio em 20116 GERAL Sbado, 21 de dezembro de 2013.O Instituto Brasileiro de Geo-gra a e Estatstica (IBGE) divulgou nesta semana o Produto Interno Bruto (PIB) dos municpios brasileiros no ano de 2011. Araquari segue como o municpio com a maior gerao de renda da rea de abrangncia do Voz do Itapocu, alcanando em 2011 cerca de R$597 milhes, ocu-pando a posio de nmero 745 no ranking nacional. J So Joo do Itaperi a cidade que teve o mais crescimento percentual: 20% entre 2010 e 2011. A pesquisa divulgada nesta semana mostra que Araquari cresceu entre 2007 e 2011 cerca de 158%. Em 2008 o municpio ultrapassou Barra Velha, que era at ento a principal economia da regio. Atualmente a diferena entre as duas cidades de R$165,8 milhes. Porm, no compara-tivo entre 2010 e 2011, ambas cresceram em media 11% a sua economia.O maior crescimento cou com So Joo do Itaperi. A cidade subiu cerca de 20% sua gerao de renda, pulando de R$60 milhes para R$75 milhes. O municpio tam-bm destaque na renda per capita, ou seja, mdia anual da riqueza por habitante. So Joo do Itaperi tem mdia de R$21.922, um pouco abaixo de Araquari, que tem renda per capita de R$23.012. Barra Velha assina contrato para construo de 300 casas de programa habitacionalPrefeitura de So Joo do Itaperi adqui-re novos caminhes para a secretaria de ObrasAtravs de parcerias com o Governo de Santa Catarina, centenas de municpios vo encerrar o ano com uma renovao na frota de veculos e maquinrios. Os municpios de abrangncia do jornal Voz do Itapocu tambm foram contempla-dos e receberam neste ms novos veculos. Alm do repasse direto para alguns municpios, Barra Velha e Araquari receberam verbas da Secretaria de Desenvolvimento Regional. A quantia, R$110 mil no total, tambm ser utilizada para a com-pra de veculos.Na ltima semana o prefeito de Balnerio Piar-ras, Leonel Jos Martins, foi a Florianpolis rece-ber dois carros novos, um proveniente do Pacto por Santa Catarina, da Assistncia Social e outro adquirido com recursos do Governo Federal. O prefeito Joo Pedro Woitexem, de Araquari, tambm esteve em Florianpolis participando da entrega das chaves. O municpio recebeu um Chevrolet Classic que auxiliar nos servios da assistncia social municipal. Alm dos repasses oriundos da secretaria de Assistncia Social do Estado, a secretaria de Agricultura tambm realizou nessa semana a entrega de maquinrios para cem municpios. A cidade de Balnerio Barra do Sul recebeu uma retroescavadeira, enquanto So Joo do Itaperi foi contemplado com trs implementos para a agricultura (roadeira, distribuidor de calcrio e arado). J a secretaria de Desenvolvimento Regional (SDR) de Joinville autorizou neste nal de ano o repasse de mais de R$600 mil a municpios da regio. De acordo com a assessoria da prefeitura de Barra Velha, a cidade recebeu R$50 mil, que sero usados na compra de duas camionetes, com uma contrapartida de um tero do valor cap-tado. Um veculo ser destinado para a secretaria de Agricultura, Pecuria e Pesca e o outro para a secretaria de Obras. Outro municpio bene ciado foi Araquari que recebeu R$ 60 mil e usar da mesma forma que Barra Velha.Cidades da regio renovam frota com apoio do Governo do EstadoEm termos de crescimento, So Joo do Itaperi o principal destaque nos dados recm divulgados pelo IBGETabela do PIB das cidades da regio em milhes 2010 2011 Ranking nacional Crescimento Renda per capita Araquari 526 215 595.107 745 +11% 23.012,66Barra Velha 385 357 429.245 955 +11% 18.733,69 Balnerio Piarras 262 330 313.181 1215 +16% 17.843,03Balnerio Barra do Sul 95 653 107.127 2719 +11% 12.436,39 So Joo do Itaperi 60 269 75.787 3376 +20% 21.922,877CLASSIFICADOSSbado, 21 de dezembro de 2013.CLASSIFICADOS IMVEIS VECULOS EMPREGOSENVIE SUAS OFERTAS PARA CLASSIFICADOS@VOZDOITAPOCU.COM.BROU LIGUE 3456 1194 IMVEISBarra VelhaVendo Fusca 1300LAno 1975, bege. 60 mil Km, original.Segundo dono.Telefone para contato: 3456 1194Vende-seVeculo F100, cabine dupla em timo estado. Ano 1990, nico dono. Possui rodas de liga leve, teto solar e direo hidru-lica. Valor: R$ 29 milInteressados tratar pelo te-lefone (47) 3455 2902FK Auto Center- Revises peridicas- Balanceamento e geome-tria- Baterias - Suspenso-Troca de leo - Correia dentada - Freios - Insul lm e acessriosRua: Deogrcio de Oliveira, n123 bairro So Joo - Itaja -Telefone: 3083-4818Sistema Nacional de Em-pregos (SINE) Cidade: Barra VelhaTelefone: (47) 3456-3884E-mail: sine@barravelha.sc.gov.brVagas disponveis Chapeiro c/ experincia- aux. de cozinha- servios gerais- garom- motorista p/ supermerca-do- padeiro (a) confeiteiro (a)- op. Caixa- pizzaolo c/ experincia- atendente- recepcionista- camareiraOs interessados devero comparecer no SINE com os documentos (CPF e RG) e a carteira de trabalho. Para a vaga de operador de caixa necessrio ter o ensino mdio completo, as demais vagas o ensino fun-damental completo. Frigor co So JooCidade: So Joo do Itape-riTelefone: (47) 3458 3000E-mail: frigori cosaojoao@frigori cosaojoao.com.brContrata-se Produo - MotoristaAjudante de motorista Expedio Benefcios: Re-gistro integral, Unimed, se-guro de vida, almoo e caf e uniforme gratuito incluin-do a lavao. Os interessa-dos devero comparecer com os documentos na rece-po do frigor co. Digitaldoor TechnologiesCidade: JoinvilleTelefone: 47 30271500Email: contato@digitaldoor.com.brCargo: Tcnico EletricistaNumero de vagas: 02Experincia: 02 anosPreferncia quanto locali-zao: Residente em Piar-ras, Penha,Itajuba ou Barra VelhaResumo das tarefas do car-go:- Montagem de painel el-trico- Instalao de Iluminao, tomadas, retorno, eletroca-lha, corrugado- Contratao para traba--lhar em instalao eltrica de prdio residencial na ci-dade de PiarrasSeguridade Gesto Pro ssional de ServiosMais informaes: 3425 3400 com Simone- Vaga de Zelador para a re-gio de Araquari- Salrio 1.155+ VA+ VT Seguro de vida e Benef-cios- Vagas de Recepcionista para escala 12x 36Salrio: 974,00 + VA+ VT Seguro de vida e Benef-cios- Vagas para Servios ge--raisSalrio: 819,00 + VA+ VT Seguro de vida e Bene cios - Vagas para VigilanteSalrio: horista + VA+ VT Seguro de vida e Benef-ciosBarra VelhaPrecisa-se de chacareiro (pessoa que cuida de ch-cara) para trabalhar em Barra Velha. Telefone para contato (47) 3455 2902 Grupo Labor HumanoTelefone: 3433 3362ADMINISTRATIVASASSISTENTE CONTBIL Experincia com concilia-es bancaria preparao de arquivos digitais (Dime, DCTF Dacon, EFD contri-buies, EFD scal, EFD contbil, Dirf e outros)ASSISTENTE ADMINISTRA-TIVOCom experincia em fatu-ramento, lanamento de notas scais.ASSISTENTE FINANCEIROExperincia com contas a pagar e receber, concilia-o bancaria, negociao com fornecedores e clien-tes.ASSISTENTE OPERACIONALAtuar em Araquari. Com ex-perincia.ESTGIO EM ADMINISTRA-OCursando superior em ad-ministrao residir na zona sul de Joinville.ESTGIO EM ADMINISTRA-OCursando superior em ad-ministrao.ESTGIO EM PEDAGOGIACursando o superior em pedagogia ou magistrio. Para trabalhar em C.E. I.TCNICASCOMPRAS TCNICASConhecimento em auto CAD. TCNICO EM ELETRNICACurso tcnico em eletrni-ca ou eltrica.TCNICO EM PLSTICOS Tcnico completo, Experi-ncia com extrusora.TCNICO EM SEGURANA DO TRABALHO Com experincia. Atuar em Araquari, necessrio ter carro ou moto.OPERACIONALAJUDANTE DE DEPSITONo necessrio experin-cia residir na regio norte. Oportunidade para 1 em-prego. Barra VelhaAluga-se casa de chcara com 10 mil metros quadra-dos. Aluguel anual. R$1 mil por ms. Interes-sados tratar pelo telefone (47) 3455 29028 Sbado, 21 de dezembro de 2013.GERALValor de produtos das ceias de nal de ano podem variar 24%Para facilitar a escolha dos in-gredientes que sero usados nas ceias deste ano das fam-lias da regio, a Coordenado-ria Municipal de Proteo e Defesa do Consumidor (Pro-con) de Barra Velha, divulgou uma comparao dos valores dos alimentos mais usados nas festividades de Natal e de Ano Novo. Foram 22 itens pesqui-sados em sete supermercados diferentes. No caso dos panetones, um dos presentes mais comuns neste Natal, o item de frutas de 400g variou at R$6,00 en-tre um supermercado e outro, com preos entre R$ 3,98 em um local e R$ 9,98 em outro. J o panetone de chocolate tambm de 400g teve uma va-riao menor: R$ 4,50, cando entre R$ 9,98 e R$ 5,48. Para o prato principal os valo-res podem variar at 24%. O pernil, por exemplo, teve uma variao de R$ 17,99 no quilo, podendo ser adquiro em um estabelecimento por R$ 23,98 e R$ 5,99 em outro. J o Lom-bo, teve uma variao maior: R$ 18,98, cando entre R$ 24,98 e R$ 5,99 o quilo.At o tradicional espumante, estourado no dia 31, sofreu variaes na pesquisa cando entre R$ 14,98 e R$ 4,99. O Procon divulgou somente os preos dos produtos mais baratos encontrados nos esta-belecimentos, independente de marcas. A tabela completa pode ser adquirida na coorde-nadoria Rua Pedro Gasino de Borba Coelho, 119, no Centro. ou atravs do site da prefeitura www. barravelha.sc.gov.br. Procon de Barra Velha aponta preos dos produtos mais consumidos nesta pocaNo ltimo nal de semana as prefeituras de Balnerio Piarras e Araquari realiza-ram o encerramento das atividades de arrecadao de brinquedos em aluso ao Natal. Cerca de dois mil brinquedos foram arrecadados atravs de doaes de muncipes, comrcio e empresas lo-cais, visando bene ciar famlias que se encontram em vulnerabilidade social. Balnerio PiarrasEm Balnerio Piarras o Natal Solidrio foi idealizado pela Secretaria de Assis-tncia Social em parceria com o Conse-lho Municipal dos Direitos da Criana e do Adolescente (Condicapi). A campa-nha movimentou a cidade por cerca de dois meses, contando com depsitos via Banco do Brasil, atravs da conta criada exclusivamente para o Natal Solidrio. A Presidente do Conselho, Miriam Brito Bezerra, diz ter cado surpresa com a quantidade de doaes. A arrecadao por meio de depsitos bancrios totali-zou a quantia de R$ 3.905,00, que aju-dou na compra de 1.541 brinquedos. Os brinquedos foram doados na totali-dade s entidades sociais do municpio que apresentaram no inicio da cam-panha o cadastramento de famlias e crianas. Ao m da campanha, a meta de arrecadao de brinquedos foi alcan-ada. Foram bene ciadas as entidades: Stio Caminho Novo, Associao Caminhar Juntos, Lions Clube, Pastoral Da Crian-a, Assembleia De Deus, Associao Viva Vida, Centro Allan Kardec, Associa-o Moradores do Itacolomi, Ncleo Luz De Oxal e Associao dos Aposentados e Pensionistas. At o dia 25 de dezem-bro elas iro realizara eventos para a distribuio dos brinquedos. Araquari Em Araquari as atividades comearam na quinta-feira, dia 12, com apresenta-es de dana das alunas da Casa da Cultura. A programao teve continuida-de na sexta-feira, dia 13, com a progra-mao do Natal Solidrio, idealizado por meio de uma parceria entre a prefeitura e a empresa Durn. Pelo terceiro ano consecutivo, a parceria ajudou a alegrar o Natal de aproximadamente 500 crian-as da cidade. O evento aconteceu no ginsio de espor-tes Moacir Iguatemy da Silveira e contou com a distribuio de brinquedos e lan-ches para meninos e meninas e para os alunos da Apae de Araquari. O Papai Noel tambm ajudou a fazer a alegria da crianada.A programao continuou na Casa da Cultura com exposies de arte e con-certo de Natal, nalizada com as luzes Natalinas que foram acesas no cala-do Dr. Lucio Correa. s valorizamos esse evento. algo que esperamos acontecer, tradio na ci-dade e a comunidade realmente partici-pa. Vejo que esse o esprito do Natal, compartilhar com nossos conhecidos momentos felizes, comenta o prefeito Joo Pedro Woitexem.Alm das atividades no centro da cida-de, a subprefeitura do bairro Itapocu tambm realizou um evento de Natal para as crianas da comunidade na noite de sbado, dia 14. O evento foi o primeiro a ser organizado no bairro. De acordo com Denise Almeida, subpre-feita, a atividade foi um sucesso e su-perou todas as expectativas. O pblico presente pde apreciar apresentaes natalinas, a tradio do Terno de Reis e a chegada do Papai Noel.Prefeituras de Balnerio Piarras e Araquari nalizam arrecadao de brinquedos para o NatalPara celebrar o perodo natalino, a prefeitura de Barra Velha iniciou nessa semana a decorao de pos-tes, praas e rota-trias. Atravs de licitao, a Funda-o Municipal de Turismo, Esporte e Cultura (Fumtec) alugou 273 peas natalinas pelo valor de R$74.404,00 que foram distribudas nos bairros Centro, Sertozinho, Escalvado, Itinga, Itajuba, Rio Novo, Quinta dos Aorianos, Medeiros e Jardim Icara.De acordo com Thiago Pinheiro, presidente da Fumtec, a admi-nistrao optou por locar as peas visando a economia. Con-seguimos economizar dois teros do valor total que seria para comprar os enfeites. Alm disso, a empresa ca responsvel pela manuteno dos mesmos, caso venha a queimar. Quanto demora em serem instalados os enfeites, Thiago diz que a demora ocorreu por culpa da empresa responsvel. Esse ano tem sido tudo muito corrido pra ns, mas no prximo ano vamos planejar tudo com bastante antecedncia pra no acontecer isso novamente, naliza.Na programao da Fumtec, dois eventos so destinados ao Natal neste nal de semana. Hoje, dia 21, s 20h30, aconte-ce o Auto de Natal na Igreja Matriz, no Centro. No dia 22, no mesmo horrio, o Auto de Natal ser realizado na Praa Lauro Carneiro de Loyola.Foto: internetFoto: Prefeitura de Barra VelhaIluminao natalina de Barra Velha tem 273 peas e custou R$74 mil9 INFORME COMERCIAL Sbado, 21 de dezembro de 2013.Vereador Lima cobra melhorias na SC 415 O Vereador Lima solicitou a Secretaria Regional Simoni Schramm, melhorias na rodovia SC 415, principalmen-te no trecho que compreende Barra Velha a So Joo do Itaperi. Informa o Vereador que a Secretaria alegou que o Governo est sem recurso, porm far o possvel para resolver o problema dos buracos na rodovia em questo.Muncipes de So Joo do Itaperi ganham presente de Natal.O Vereador Lima foi o nico Vereador contra o aumento da taxa de lixo aprovado na ultima sesso, que majorou a taxa de lixo em 110%. Informa o Vereador que o pri-meiro projeto previa um aumento de 220%, aps mani-festao ao contrrio foi feito uma emenda e reduzido o percentual para 110%. O Vereador foi contrrio ao pro-jeto mais uma vez, alegando que a cobrana despro-porcional devido ao elevado aumento, bem como abusi-va, tendo em vista que em 10 anos a majorao anual cava na casa dos 10%. O Vereador relata que mais da metade dos Nobres Vereadores nunca pagaro taxa de lixo. Nas consideraes nas, relata que seu mandato ser a favor dos muncipes, a favor do povo Itaperiuense e jamais usar seu mandato conferido este no ultimo pleito, para legislar em causa prpria. Por m, lamenta o aumento abusivo e que infelizmente no gostaria que fosse esse presente de Natal dado aos Muncipes.A assinatura do contrato conv-nio de 30 anos entre a prefeitu-ra de Barra Velha e a Casan est marcada para acontecer nessa segunda-feira, s 16h, na unida-de de Estao de Tratamento de gua. O novo contrato foi base-ado no Plano de Saneamento B-sico do municpio, elaborado em 2009, que prev como deve ser conduzido o sistema de abaste-cimento e de saneamento bsico at o ano de 2039. A assinatura contar com a presena do pre-feito Claudemir Matias, o diretor presidente da Casan, Dalrio Jos Beber, e demais representantes da administrao pblica de Barra Velha. A renovao do contrato com a estatal foi aprovada na Cmara de Vereadores em setembro. De acordo com o procurador geral daprefeitura, Jair Irineu Bernardo, a demora na assinatura ocorreu por questes internas da Casan, j que o setor jurdico da estatal teve que fazer algumas anlises nas al-teraes que foram impostas no contrato, por sugesto da Cmara de Vereadores. Diversas clusulas foram altera-das, como por exemplo, proibir subconcesses, locao de ativos, extino da ao que a Casan move contra o municpio cobran-do indenizao pelos investimen-tos realizados, e outras mais, diz Jair.Apesar do atraso na assinatura, o procurador ressalta que o con-trato s passar a valer a partir da sua assinatura e respectiva publicao. Dentro das decises imediatas do Executivo, as prxi-mas ruas a serem pavimentadas j viro com tubulao de esgoto pronta, entanto o Conselho Mu-nicipal de Saneamento Bsico, criado a partir do Fundo Muni-cipal de Saneamento, j extinto, ir a scalizar junto com a Aris o trabalho da Casan. A Agncia Reguladora Aris, que scalizar os trabalhos e as metas do servio, poder adotar me-didas punitivas ou preventivas caso no exista satisfao com o servio, podendo ainda sugerir a resciso do convnio. A Aris tam-bm ser responsvel por homo-logar os ajustes de tarifas, alm de realizar relatrios anuais sobre o desempenho da prestao de servios da Casan ao municpio. A Agncia tambm tem como funo realizar audincias pbli-cas e outras formas de e consulta populao pelo menos uma vez por ano.A projeo do plano visa garantir o desenvolvimento desta rea de infraestrutura na cidade, calcu-lando que em 30 anos (a partir de 2009) a cidade ter 123 mil habitantes. Por Lei, esse plano deve ser rediscutido a cada quatro anos, visando adapt-lo de acordo com as necessidades e o cresci-mento de Barra Velha.A proposta da Casan investir R$94,3 milhes ao longo destes 30 anos, sendo aproximadamente R$59 milhes em esgoto e R$34 milhes na gua. Como projetos pontuais, a Casan visa alterar e melhorar o local de captao de gua, migrando a captao para um novo ponto no rio Itapocu. Alm disso, o programa prev a implantao do saneamento bsi-co em 80% das habitaes do mu-nicpio. Com o contrato assinado, a expectativa de que os primei-ros passos sejam dados a partir do prximo ano. O cronograma de aes e investimentos est con-signado no Plano Municipal de Saneamento, institudo pela Lei Complementar n 115/2011.Prefeitura de Barra Velha e Casan assinam o contrato de renovao na segunda-feira10POLTICASbado, 21 de dezembro de 2013. Informativo da bancada do PMDB na Cmara de Vereadores de So Joo do ItaperiDesde ontem, Joo Pedro Woite-xem (PMDB), prefeito de Araquari est afastado do cargo por deci-so judicial. A medida cautelar foi motivada pela dispensa de pro-cesso licitatrio para aquisio de saibro utilizado na obra da estrada de Guamiranga. Nos documentos analisados, a prefeitura pagou R$242 mil pelo saibro, enquanto o valor praticado no mercado se-ria em torno R$ 120 mil. Em seu lugar, ir assumir o vice, Clenilton Carlos Pereira (PSDB).A notcia foi dada pelo prprio Joo Pedro enquanto participava da reunio da SDR em Garuva. No encontro, Woitexem pediu a pala-vra e comunicou o afastamento para todos os prefeitos da regio. A ao judicial que o acusa de improbidade administrativa vinha tramitando na justia desde ou-tubro. Com a deciso, tambm foi decretada a indisponibilidade dos bens de Woitexem, de dois servi-dores do Executivo de Araquari e da empresa de terraplanagem que prestou os servios. O gestor municipal, valendo-se do evento natural, editou referido decreto visando dispensa de li-citao para aquisio de bens e servios a valores muito superio-res ao de mercado, ferindo, assim, princpios afetos administrao pblica, de niu a juza Nayana Scherer em sua sentena. Ainda segundo a deciso, o afastamen-to do prefeito uma forma de que o processo de investigao possa ser feito sem interferncia do in-vestigado.Ontem o prefeito concedeu uma entrevista coletiva para falar do caso. Ele con rma que fez a con-tratao sem a realizao de lici-tao, mas explica que s o fez porque a cidade de Araquari havia declarado estado de calamidade pblica, o que tambm teria sido con rmado pela Defesa Civil do Estado e pelo Governo Federal. Para o prefeito, a ao resultado de uma perseguio que ele vem sofrendo da juza Nayana Scherer.Prefeito de Araquari afastado do cargo por contratar servio sem licitaoJoo Pedro Woitexem alega que obra foi realizada sem licitao porque o municpio estava em estado de calamidade pblicaA maioria dos vereadores de Balnerio Piarras apro-vou em segunda votao a atualizao da planta de valores dos imveis do municpio, que ir ocasion-ar no aumento do valor do IPTU para o prximo ano. Em sesso extraordinria realizada na ltima segun-da-feira, dia 16, foi manti-da a aprovao do projeto enviado pelo Poder Execu-tivo. A nica alterao nos votos da semana anterior foi do vereador Oswaldo Moreira da Silva, que des-ta vez se posicionou con-trrio ao reajuste.Segundo clculo da ban-cada de oposio, em al-guns casos o aumento no valor do IPTU deve chegar at em 300%, em especial para proprietrios de ter-renos no edi cados. Por outro lado, a situao ex-plica o reajuste devido ao tempo em que a planta de valores permaneceu es-tagnada. Segundo o Poder Executivo, desde 2006 os valores no eram atualiza-dos. Para calcular a nova tab-ela, representantes imobil-irios foram consultados para avaliar o valor de mercado de cada regio da cidade. A partir desta avaliao, a planta de va-lores foi estipulada em 40% do valor de compra e venda de cada imvel. O reajuste passa a valer a partir do prximo ano.Vereadores aprovam aumento do IPTU em Balnerio Piarras11SEGURANA PBLICASbado, 21 de dezembro de 2013.Garoto est internado em Florianpolis e famlia tm di culdades para acompa-nhar o tratamentoCampanha arrecada doaes para famlia de garoto que teve 65% do corpo queimadoO garoto Geovane Henrique Lima de Souza,12 anos, de Bal-nerio Piarras, teve o 65% do corpo queimado quando arru-mava sua bicicleta na garagem de casa, na tarde de domingo, 6 de dezembro. Um descuido com um isqueiro prximo a uma garrafa de lcool gerou as queimaduras do jovem. A his-tria comoveu moradores da regio, que esto arrecadando doaes para a famlia.Devido as queimaduras na parte interna e externa do corpo, Geovane deve car in-ternado em uma unidade de sade de Florianpolis por mais de dois meses. Somente depois disso ele poder voltar pra casa, onde vai seguir com o tratamento, que deve durar pelo menos dois anos.Enquanto a me de Geovane permanece no Hospital Joana Gusmo, em Florianpolis, o pai que gari continua em casa cuidando dos outros trs lhos. Para poder visitar seu lho, o homem reduziu sua carga horria. Diante da situ-ao difcil que a famlia en-frenta, a comunidade de Bal-nerio Piarras e regio est mobilizada em uma campa-nha de doao de alimentos e dinheiro para ajudar a famlia.A vizinha da famlia, Ianara Nunes, postou a foto do garo-to em sua pgina do Facebook e conseguiu centenas de com-partilhamento. Para entrar em contato com Ianara e realizar as doaes, os interessados podem ligar para o telefone 9929 3522.Em Barra Velha, a moradora Bruna Pinheiro sensibilizou--se com a histria e tem mo-bilizado amigos pela internet para conseguir as doaes. A famlia precisa principalmente de ajuda nanceira e alimen-tos. No sabemos os remdios que ele vai precisar, ento o que a famlia economizar com alimentos, poder custear os remdios, diz ela. Outra ao que est sendo organizada um show bene cente com a banda Setor 5 para arrecadar fundos para a famlia.Alguns pontos foram desig-nados como postos de coleta para receber as doaes:Barra VelhaGiro Urbano Avenida ia-go Aguiar, 199, Bairro Jardim Icara.RF Correspondente Imobili-rio Avenida Governador Celso Ramos, 380 - Sala 01, Centro.J.C. Fagundes Corretor de Imveis Avenida Itajuba, 2320, Bairro ItajubaSo Joo do ItaperiCasinhas de Boneca Stringari Estrada Geral Santa Cruz, 1283, Bairro Santa Cruz.Balnerio PiarrasCissa Modas Rua Adolfo Cabral, 266, Bairro Santo An-tonio.Operao Veraneio ter reforo de 60 policiais e 17 viaturas na regio NorteFormatura de guarda-vidas civis refora praias da regioA 5 Regio da Polcia Militar de Joinville realizou na manh desta quinta-feira, 19, em So Francisco do Sul, a cerimnia de abertura da Operao Vera-neio 2013/2014. Durante trs meses, os efetivos de Balnerio Barra do Sul, So Francisco do Sul e Itapo recebero diaria-mente um reforo de 60 poli-ciais, no total.Balnerio Barra do Sul ter au-mento de efetivo para cobrir as praias de Salinas, Bispo, Pica-ma e Boca da Barra. Entre as aes planejadas, esto bar-reiras nos principais acessos litorneos, rondas com uso de quadriciclos nas faixas de areia, resgates com o helicptero guia, alm de intensi cao da guarda de polcia montada e da bike-patrulha. Haver ainda um incremento de 17 viaturas para os trs municpios, mais um carro de Patrulhamento T-tico para cada cidade.Em todo o Estado, so mobiliza-dos 8,4 mil agentes, sendo 4,7 mil policiais militares, quase dois mil policiais civis e 1,6 mil guarda-vidas civis e militares. Cerca de R$ 26 milhes so investidos no pagamento de di-rias e alimentao dos pro s-sionais nesta temporada.Os guarda-vidas civis, que iro reforar os atendimentos nas praias da regio nesta tempo-rada de vero se formaram na ltima tera-feira, dia 17, em Balnerio Cambori. A soleni-dade de formatura marcou a abertura o cial da Operao Veraneio 2013/2014. Porm, desde outubro alguns postos guarda-vidas j recebiam bom-beiros para a pr-temporada de vero. De acordo com o comandante do Corpo de Bombeiros Militar de Balnerio Piarras, Wan-carlos Wolinger Corsani, dos 142 guardas-vidas formados, o municpio recebera o reforo de 12. J segundo o coordena-dor dos bombeiros das praias de Barra Velha, Maurcio Lucas Costa Magalhes, o municpio j vem atuando na pr-tempo-rada com 16 guarda-vidas civis que se formaram na ltima se-mana. Em Balnerio Barra do Sul, sero quatro novos guarda--vidas civis que auxiliaro nos trabalhos. O prefeito de Balnerio Barra do Sul, Ademar Henrique Bor-ges, acertou na ltima semana os ltimos detalhes para a im-plantao de uma Estao Me-teorolgica que ser instalada nas dependncias da empresa Bus-chle & Lepper S.A..De acordo com o responsvel da Epagri do municpio, Edu-ardo Calcinoni, a Estao vem para dar maior auxlio regio e orientar o setor pesqueiro e de turismo, alm de fornecer infor-maes importantes a Defesa Civil Regional. As informaes so utilizadas para orientar o setor da pesca, agricultura, turismo nutico, es-portistas aquticos, bem como a populao em geral. Os da-dos tambm so muito impor-tantes para a Defesa Civil, visto que, todos os anos acontecem perodos de chuva intensa, causando enchentes e ventos fortes, causando transtorno em construes e nas atividades que se encontram estabeleci-das no litoral. Calcinoni revela ainda que com o passar dos anos, os dados construiro um histrico com informaes que podero ser consultadas e utilizadas pela sociedade. Pretendemos disponibilizar as informaes da melhor forma possvel, para que vire uma referncia de consulta, e seja de fcil entendimento para a populao posteriormente uma central de rdio VHF e SSM, para que a previso tambm possa ser transmitida por es-ses meios. Com um maior aces-so a previso de clima e tempo, entendemos que podero se evitar acidentes ou diminuir os riscos de danos causados por intempries naturais, acres-centa. O vero comea neste sbado, dia 21 de dezembro, exatamen-te s 15h11 no horrio de Bra-slia. Nesse exato momento, o hemisfrio sul receber o mxi-mo de energia solar do ano. O sbado ser o dia mais longo de 2013 nesta regio do plane-ta. No hemisfrio norte, onde comea o inverno, o sbado ser a noite mais longa.A atmosfera ainda passa por um perodo de neutralidade climtica, ou seja, sem El Nio ou La Nia. Isto quer dizer que a condio dos oceanos no vai in uenciar o clima dos con-tinentes, e que cada regio do Brasil vai seguir a sua sazo-nalidade tpica sem grandes anomalias. O vero a estao mais quente e chuvosa do Bra-sil, apenas no Sul e boa parte do Nordeste o tempo ca mais seco.12 MEIO AMBIENTE Sbado, 21 de dezembro de 2013.Grupo realiza ao de conscientizao dos direitos dos animais em Balnerio Barra do SulNo ltimo domingo, dia 15, a Frente de Ao pelos Direitos dos Animais (Frada), da cida-de de Joinville, realizou uma atividade de conscientizao em Balnerio Barra do Sul. Voluntrios do grupo distri-buram materiais educativos que orientam a populao so-bre abandono e maus tratos dos animais. A ao atingiu mais de 100 pessoas, resultado considerado positivo por seus organizadores. Alm da abor-dagem direta, tambm foram deixados materiais informati-vos em vrios estabelecimen-tos comerciais.Fernanda Lange, voluntria da Frada, diz que a ideia de reali-zar a ao na cidade comeou com a iniciativa da banda join-vilense Miopia, que tem como baterista o msico Maurcio Sedlak, de Balnerio Barra do Sul. Segundo ela, a banda ma-nifestou interesse em apoiar a causa e como j havia ouvi-do falar que ocorrem muitos abandonos de animais na re-gio, a equipe considerou rele-vante levar as aes da Frada para a cidade. Concentramos as abordagens beira mar, com apresentao e explicao breve sobre a en-tidade, nosso projeto educati-vo e a inteno de comparti-lhar algumas informaes por meio da entrega dos informa-tivos, diz ela.Alguns dos temas abordados pela equipe foram os cuidados bsicos com os animais, o que so considerados maus tratos, como denunciar maus tratos, os benefcios da castrao e a problemtica do abandono. Segundo Fernanda, o fato de deixar um cachorro perma-nentemente preso em corren-te, por exemplo, uma forma de maus tratos que as pessoas muitas vezes no sabem. De acordo com a voluntria, a receptividade da campanha foi positiva con rmando que o assunto precisa de ateno na regio. Outras pessoas -caram um pouco descon a-das, mas todas foram muito educadas e se demonstraram interessadas pelo material in-formativo, ressalta.Para a presidente da Frada, Ana Rita Hermes, somente quando as pessoas entende-rem que animais tambm so seres com direitos e que estes direitos devem ser respeita-dos, a sociedade ser mais jus-ta. Se as pessoas castrarem seus animais estaro ajudando a evitar a superpopulao urba-na de ces e gatos. Se denun-ciarem maus tratos, estaro contribuindo para que os ani-mais tenham uma vida digna. Acreditamos que ao informar uma pessoa, esta poder in-formar outras e assim multi-plicar o conceito de que deve-mos respeitar todas as formas de vida, naliza a presidente.O prximo passo da equipe realizar uma capacitao com os professores da rede pblica de ensino no incio do ano le-tivo. Acreditamos que, desta forma, os educadores podero disseminar o conhecimento, trabalhando o assunto em sala de aula com as crianas. Te-mos vdeos e materiais educa-tivos como referncia e quere-mos nos colocar disposio para prestar esta consultoria, diz Fernanda. A Frada destaca que nos ca-sos em que a pessoa presen-cia um abandono, o ideal anotar a placa do veculo, ter o mximo de provas possvel, como fotos, vdeos e testemu-nhas. Em seguida, se dirigir delegacia de polcia mais prxima e dizer que deseja fazer um boletim de ocorrn-cia. Se possvel, levar impres-sa a Lei de crimes ambientais (9605/98, artigo 32). Quanto mais o denunciante demons-trar conhecimento, melhor. A denncia pode ser annima ( car em nome do Ministrio Pblico) e a polcia tem o de-ver de registr-la. Caso se ne-gue a registrar, o denunciante pode declarar que ir contatar a corregedoria da polcia. Em outros casos, como neglign-cia e violncia contra animais, a orientao a mesma. Estao Meteorolgica ser implantada em Balnerio Barra Do SulVero comea neste sbadoUm corpo tcnico elegeu a foto de Albano Schulz Neto a vencedora do concurso fotogr co Revela Piarras, organizado pela secretaria de Turismo e Cultura de Balnerio Piarras em aluso aos 50 anos do municpio. Com o resultado,Albano rece-beu o prmio de R$1 mil. A segunda colocao cou para a foto de Maiara Wenke e o terceiro lugar foi da imagem de Aldo Muller. Eles ganha-ram como premiao R$700 e R$300, respecti-vamente. Fechando o hall de premiados, a participante Clara Luiza Rebelo Peixoto levou a categoria voto popular, de nido atravs do nmero de curtidas que as fotos receberam atravs do Facebook da secretaria. Foram mais de 600 curtidas, o que rendeu a autora da imagem um kit fotogr co. Ao todo, foram mais de 60 fotogra as inscritas, sendo que doze foram selecionadas como nalis-tas e passaram pelo crivo de especialistas e dos internautas.A diretoria de cultura de Bal-nerio Piarras anunciou na ltima semana o incio das inscries para artistas que queiram participar do projeto Arte na Rua. Com abertura no dia 11 de janeiro, o proje-to ter uma estrutura mvel que passar por seis pontos da cidade, no centro e outros bairros. O objetivo principal difundir o trabalho dos artis-tas plsticos do municpio e regio. As atividades aconte-cero aos sbados at o dia 23 de maro.A arte, com esse projeto, vai s ruas, dessa forma esta-r abrangente e acessvel aos moradores. Procuramos levar para o Centro e mais trs bair-ros (Nossa Senhora da Paz, Itacolomi e Santo Antnio) o que por muito tempo cou restrito somente a uma parce-la da populao, diz a diretora de cultura, Luciellem dos San-tos. Os artistas participantes tero duas horas para realizar seu trabalho sobre tela, po-dendo utilizar a tcnica de seu interesse e recebero um ca-ch no valor de R$ 220,00 para cada apresentao.Os artistas interessados em participar do projeto, que se enquadram no regulamento, devero se cadastrar at o dia 03 de janeiro na Secretaria de Turismo e Cultura, dispo-nibilizando duas fotogra as demonstrando suas obras. Os materiais dos inscritos sero avaliados pelo Grupo de Tra-balho do Projeto Arte na Rua, cujos membros sero indica-dos pelo Conselho Municipal de Cultura de Balnerio Piar-ras e secretaria de Turismo e Cultura.Para participar, o artista deve ter residncia no municpio de Balnerio Piarras ou nos municpios vizinhos como Barra Velha ou Penha, possuir 18 anos completos ou mais, apresentar currculo artstico, possuir seus prprios instru-mentos de trabalho (tintas, pincis, tela, entre outros). A secretaria ir disponibilizar cavalete e ombrelone.Abertas inscries para projeto Arte na Rua, em Balnerio PiarrasNesta semana, abordaremos mais um caso de um cidado no barra-velhense que adotou a cidade como refgio nas frias. Trata-se de Jota Gonalves, um radialista e deputado estadu-al que sempre que podia, fugia para a Itajuba, para descansar e rever seus amigos e conhecidos. Sua casa localizava-se uma rua aps o j extinto Hotel Anthu-rium, e de l, viu o pequeno bair-ro se desenvolver. Alguns amigos o descrevem como sendo po-vo, pois andava em meio aos pescadores e demais moradores da Itajuba, sem distino. Em sua trajetria pro ssional, destacamos sua simpatia e tam-bm a facilidade com que ven-dia. Era famoso pelos comerciais pedalando sua bicicleta e falan-do com desenvoltura ao microfo-ne em Joinville, onde vivia. Logo se transformou no mais ouvido locutor apresentador, locutor esportivo, presidiu sindicatos, entrou na vida poltica, foi de-putado estadual por duas vezes e lanou nomes importantes no rdio. Trabalharam em sua com-panhia pessoas hoje expressivas em vrias reas um exemplo Ramiro Gregrio da Silva. Foi Ramiro que entre os anos de 2006 e 2008 auxiliou no incio da Rdio Aquarela FM em Barra Velha, era consultor para assun-tos ligados legislao, alm de acompanhar o proprietrio v-rias vezes at Braslia, na busca de documentao. Participou do primeiro ano de vida da rdio, se deslocando at Barra Velha diariamente para comandar a emissora. Jota Gonalves foi o primeiro ra-dialista a se aposentar como lo-cutor de rdio em Santa Catarina e disso tinha muito orgulho. Sua lio de honestidade, amizade e pro ssionalismo fez histria do Rdio de Santa Catarina.J eleito parlamentar, Jota Gon-alves inaugura a Rdio Cultura AM em 1 de julho de 1959, em Joinville. Entretanto, a emisso-ra j estava em fase de experi-mentaes desde 9 de janeiro de 1956. Boa parte dos equipa-mentos eram sucateados, e Jota no tinha recursos nanceiros su cientes para instalar a rdio. Alm disso, os opositores pol-ticos que temiam sua vitria na eleio para prefeito foram rpi-dos e conseguiram criar a Rdio Colon AM (1958). Sem a fora e espao num veculo de comuni-cao, certamente a UDN perde-ria o controle poltico na cidade, a maior de Santa Catarina. Para comear a estruturar a Rdio Cultura, Jota recebeu muitos equipamentos da famlia Brosig, proprietrio da Rdio Difusora AM. Foi Wolfgang Brosig, que era um pai para Jota, que o auxiliou na compra de parte dos equipamen-tos necessrios para colocar a Cultura no ar; Brosig fez isso em agradecimento a Jota, que era um bom vendedor. Alm de falar bem, Gonalves era polmico, conquistava o pblico com sua entonao, entusiasmo e persu-aso, o que lhe rendeu o posto de locutor o cial da Rdio Difu-sora e vendedor de espaos co-merciais, pelo qual recebia uma porcentagem. Com essa verba pde terminar de organizar a rdio, que teve como primeiros acionistas os empresrios Adhemar Garcia e Gerard Louis Wetzel. Cada um, inclusive Jota, pagou a cota de capital de 150 mil cruzeiros. O negcio fechou em 450 mil cru-zeiros e a documentao com-provando a transao foi assina-da em 9 de janeiro de 1956. Em 1958, Jota Gonalves foi at a Rdio Araguaia de Brusque (que pertencia s Emissoras Co-ligadas) e convidou o radialista Ramiro Gregrio da Silva para cuidar da infraestrutura e do bro-adcasting da Rdio Cultura AM. Ramiro recorda-se que se sentiu honrado em ter sido convidado por um cone do rdio: Ele era o maior e melhor vendedor, fa-zia radioteatro. Era um mago do rdio. O primeiro endereo do estdio da Cultura AM foi na Rua Itaja, 154, no centro de Joinville. E no espao havia poucos equi-pamentos. A parte tcnica era muito sim-ples: apenas dois toca-discos, uma mesa de udio e um mi-crofone. Nesta primeira fase, a montagem desses equipamen-tos e suas devidas manutenes caram a cargo de Hans Stock e Werner Hernning, parceiros que trabalhavam em uma o cina ra-diotcnica, empresas muito im-portantes numa poca onde a televiso era apenas luxo. Jota Gonalves recebeu como homenagem o nome de uma das ruas nas cercanias da Escola de Educao Bsica Manoel Ant-nio de Freitas, na Itajuba, bairro onde ele passou muitos veres. Fonte: Izani Mustaf e Job BorbaFotos: Olhares Sobre Barra VelhaEsquinas da HistriaProfessora e historiadora Angelita Borba de Souza e-mail: angelitaborba@hotmail.comJota Gonalves O deputado estadual que veraneava em Barra Velha13CULTURASbado, 21 de dezembro de 2013.Divulgao: Prefeitura de Balnerio PiarrasNa edio da ltima semana o Voz do Itapocu publicou de forma equivoca-da as fotos vencedoras do Concurso Olhares Sobre Barra Velha, publicando na realidade as fotos de divulgao do Concurso enviadas pela prefeitura junto com a informao dos vencedores. Segue ao lado o resultado correto. As fo-tos de 1 e 3 lugar so de Sarah Ramos Ponick. A de segundo lugar de Eberson Teodoro. 12 31De nido o vencedor do concurso Revela PiarrasA diretoria de esportes da Fundao Mu-nicipal de Turismo, Esporte e Cultura (Fu-mtec) de Barra Velha deu inicio as inscri-es para o Torneio de Beach Soccer do prximo ano, na categoria livre. O tradicio-nal campeonato de futebol de praia, que ter incio no dia 12 de janeiro, ganhou um novo atrativo nessa edio. Com a par-ceria estabelecida entre a Fumtec a Fe-derao Catarinense de Beach Soccer, os dois primeiros colocados do torneio tero vagas asseguradas para disputar o cam-peonato estadual. Alm da disputa no masculino, a edio contar com uma categoria feminina. Os jogos acontece-ro aos sbados na mesma arena montada anual-mente na praia central. As ins-cries devem ser feitas at o dia 08 de janeiro com vagas limitadas para 16 equipes. O n-mero mximo de atletas por equipe de 12 jogadores. O valor das inscries de R$450,00 para o masculino e R$200,00 no feminino. Mais informaes no telefone (47) 3457-0642 ou pelo e-mail beachsoc-cerbv@gmail.com.O sbado ser de muitas dis-putas aquticas em Balnerio Barra do Sul. Alm do campe-onato de stand up (remo sob a prancha), acontece tambm a etapa decisiva do circuito Surf Treino da Associao de Surf local, que tem movimentado os atletas da regio ao longo do ano. Ambos eventos tm apoio da Secretaria de Turis-mo e Esporte da prefeitura municipal.A competio de Stand Up abre a programao esportiva da temporada de vero de Bal-nerio Barra do Sul. As dispu-tas ocorrero na lagoa central a partir das 8h30. Sero dis-putadas baterias com rema-das de 2 e 5 quilmetros. As inscries foram feitas atravs do site da Druidas Comuni-cao e custaram R$40,00, com direito a uma camiseta. O comprovante do pagamento deve ser entregue na hora do evento. J na praia do Papa, o dia re-serva muitas ondas e emoes. Ser a oitava e ltima etapa do Circuito Surf Treino Keep e Ocean Blue, que tem reunido mais de 50 atletas ao longo do ano. Sero cinco categorias em disputa: open, jnior, estrean-te, interna e longboard. Aps a de nio dos vencedores da etapa, sero computados os pontos para o ranking nal e a em seguida acontece premia-o geral da competio.14 ESPORTE Sbado, 21 de dezembro de 2013.Sbado ter stand up e surf em Balnerio Barra do SulFoto: Ass. de Surf de Balnerio Barra do SulInicia neste sbado, dia 21, a partir das 18h, o projeto Praia Livre, da Fun-dao de Turismo, Esporte e Cultura de Barra Velha. A iniciativa tem como objetivo fechar a Avenida Beira-Mar, na Praia Central, at s 23h, para o trnsito de veculos, permitindo ape-nas o acesso livre a pedestres e es-portistas.O projeto quer incentivar a prtica es-portiva e lazer no municpio, cedendo o espao da avenida Beira Mar aos pedestres, para que possam usufruir ao mximo do local com seguran-a e tranquilidade. De acordo com a Fumtec, ele ser executado em duas etapas. Com inicio hoje e trmino no dia 5 de janeiro, o acesso livre ser mantido no perodo da noite duran-te todos os dias. Aps esta data, do dia 11 de janeiro ao dia 9 de maro, o Praia Livre acontece aos sbados e domingos.Esta foi a principal novidade da prefei-tura de Barra Velha para a temporada. Outra atrao ser o projeto Geladeira Cultural, que ir disponibilizar livros e revistas para leitura dos veranistas nas praias do municpio. A Confederao Brasileira de Futebol (CBF) divulgou neste ms o ranking de clubes e federaes aps o trmino das competies nacionais deste ano. Pela primeira vez na histria, o Estado ter cinco clubes na Copa do Brasil de 2014: Cricima e Chapecoense (cam-peo e vice do Catarinense 2013), Joinville (campeo da Copa Santa Catarina) e Figueirense e Ava (classi- cados pelo ranking). No prximo ano Santa Catarina tambm ter trs clu-bes na Srie A do Brasileiro: Cricima, Figueirense e Chapecoense. Na pontuao do ranking da CBF des-te ano, o Ava ainda o melhor colo-cado catarinense, na 23 posio. Na sequncia, Figueirense o 25 e o Cri-cima o 26. Com a grande campa-nha na Srie B, a Chapecoense pulou para a 41 posio, cando a frente do Joinville, que 43 colocado. No ranking das federaes, Santa Ca-tarina a sexta colocao. O Estado est atrs de So Paulo, Rio de Janei-ro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Paran. Projeto Praia Livre inicia hoje em Barra VelhaCampeonato de Beach Soccer de Barra Velha est com inscries abertasIniciativa tem como objetivo fechar para veculos a Avenida Beira-Mar, na Praia Central, das 18h s 23hCompeties tm apoio da secretaria de Turismo e Esporte do municpioSanta Catarina ter cinco clubes na Copa do Brasil no prximo ano15#SOCIALSbado, 21 de dezembro de 2013.ANIVERSRIOSDA SEMANA22 de dezembroParabns Pedro pelo seu aniversrio de 5 anos. Muitos anos de vida, sade e brinquedos. NIVERSRIOS AGENDA#Parabns22 de dezembroFeliz aniversrio Milene. Muitas felicidades e sucesso sempre. 18 de dezembroAnna Lisa Balestra#Barra Velha#Balnerio Piarras#PenhaBier Coast21/12 - Banda Setor 5 (Pop Rock)22/12 - O melhor do pagode com o Grupo SambatopSamurai Snooker Pub21/12 - Banda Rock 50 (Rock Challenge Rock21/12 - Lo Maier & On the Bayou TrioBailo do Silva21/12- Banda Champion e Gru-po Marcao (a partir das 23h)22/12 - Tarde Danante: Musi-cal Fogo e Paixo (a partir das 16h)21 de dezembroAssessor de Comuni-cao da Prefeitura de Balnerio Barra do SulVagner Zimmer-mann16 INFORME COMERCIAL Sbado, 21 de dezembro de 2013.