Jornal Voz do Itapocu - 27ª Edição - 02/11/2013

Download Jornal Voz do Itapocu - 27ª Edição - 02/11/2013

Post on 05-Mar-2016

259 views

Category:

Documents

42 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

27 Edio do Jornal Voz do Itapocu, com circulao nas cidades de Barra Velha, Araquari, Balnerio Piarras, So Joo do Itaperi e Balnerio Barra do Sul, em Santa Catarina. Distribuio gratuita nos pontos parceiros de distribuio. Acompanhe pelo Facebook: www.facebook.com/vozdoitapocu

TRANSCRIPT

  • POLTICA- GOVERNO DO ESTADO OFICIALIZA R$11 MILHES PARA A REGIO- PREFEITO DE ARAQUARI TEM BENS BLOQUEADOSPELA JUSTIA

    REPERCUSSOVEREADORES SE MOBILIZAM PARA COIBIR SOM ALTO NAS PRAIAS

    MEIO AMBIENTEDIRETOR DE ONG DE BARRA VELHA PARTICIPA DE CONFERNCIA NACIONAL EM BRASLIA

    JORNAL

    SBADO, 2 DE NOVEMBRO DE 2013. ANO 1 - EDIO 027 - DISTRIBUIO GRATUITA

    DICAS: SAIBA OS SINTOMAS E COMO PREVENIR O AVC, QUE J A MAIOR CAUSA DE MORTES POR ANO NO BRASIL

    Circulao: Araquari, Balnerio Barra do Sul, Barra Velha, So Joo do Itaperi e Balnerio Piarras

    PG 5

    ESPORTEMAIS DE 70 SURFISTAS NO CIRCUITO DE VERO EM BALNERIO BARRA DO SUL

    PG 16

    SEGURANASEMANA DE OPERAES CONTRA ASSALTANTES E TRAFICANTES

    PG 1

    PG 10

    PGs 8 e 9

    PG 11

    SADE: INOVAO EST SALVANDO VIDAS E MINIMIZANDO OS DANOS DO AVC NA REGIO

    O neurorradiologista Paulo Roberto Willie, morador de Barra Velha e mdico do hospital So Jos, em Joinville, conta como um procedimento mecnico est

    aumentando de 60% para 95% as chances de recuperao em casos graves de AVC.

    Em Barra Velha, vereador Douglas Elias da Costa est encabeando ao fiscalizadora no final de semana. J em Balnerio Piarras, Lei reduz limite de volume para 70 decibis

  • Outubro um ms peculiar em se tratando da rea da sade. No bastasse a grande mobi-lizao em torno do Outubro Rosa, descobrimos, ao acaso, que o ms praticamente se encerra com o dia mundial de conscientizao sobre ao Aci-dente Vascular Cerebral (29 de outubro), tambm conhecido por derrame cerebral. Coincidentemente estvamos em meio a produo de uma matria bastante interessante com o Dr. Paulo Roberto Willie, que trata justamente do AVC em nossa regio, quando graas a internet - chegamos a esta data simblica. Ela deu s mais um motivo o mais irrisrio, com certeza para a nossa pauta chegar at o leitor neste final de semana. Outras

    dezenas de razes j haviam nos convencido da relevncia deste tema. Talvez isso te espante um pouco, mas o AVC j o maior causador de mortes no Brasil. O Ministrio da Sade calcula em torno de 100 mil bitos por ano em virtude deste proble-ma, que aparece subitamente

    e em 40% dos casos se-gundo estatstica mundial no d chance de vida a pes-soa, independente de ser homem ou mulher. No muito tempo atrs, o pdio era das doenas de corao, muito mais fceis de identificar e

    controlar. Com certeza voc j deve ter ouvido em diversos meios de comunicao e de algum ami-go mdico a importncia de cuidados bsicos com a sade, como atividade fsica regular, alimentao de qualidade, combate ao tabagismo e ao l-cool em excesso. Afinal, apolo-gia a sade, no papel e no dis-curso, muito bonito, no ? Mas voc j parou pra pensar se realmente segue a risca estas orientaes ou ainda adepto da filosofia de que para

    tudo h uma desculpa? Voc ainda diz de que vai comear a alimentao balanceada s na prxima semana pra no perder o churrasco do final de

    semana na casa do cunhado? Ou que est muito quente ou frio pra dar aquela cami-nhada na beira da praia no

    domingo de manh? E aquela de que j tentou parar com o cigarro umas trs vezes, mas a abstinncia falou mais alto, j foi repetida quantas vezes? Pois , apostamos que muitos leitores se identificaram ou

    imaginaram outras situaes do dia-a-dia parecidas com os exemplos acima. Nas pginas centrais desta edio voc encontra uma ma-tria extensa, porm muito ex-plicativa, que pode te fazer mu-dar de pensamento e atitude. Afinal, o AVC a consequncia,

    na maioria das vezes, da vida desenfreada que muitos levam acreditando serem imbatveis ou empurrando a vida literal-mente com a barriga. So 100 mil exemplos por ano para te fazerem acreditar de que est na hora de tentar fazer uma histria diferente. No espere para descobrir o dia mundial de conscientizao do AVC como ns, ao acaso. Ou voc quer ser lembrado no ano que vem em outra data: no dia de finados.

    2 EDITORIAL Sbado, 2 de novembro de 2013.

    O dia mundial do AVC

    PREVISO DO TEMPOSBADO (2/11)

    MX: 28 MN: 22

    DOMINGO (3/11)

    MX: 22 MN: 18

    SEGUNDA-FEIRA

    Sol com chuva no incio do dia

    (4/11)

    MX: 23 MN: 18

    Informaes do Centro de Informaes de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina (Ciram) da Epagri

    EXPEDIENTE

    Tiragem: 5 mil exemplares / distribuio gratuita / semanrio Circulao: Araquari, Balnerio Barra do Sul, Balnerio Piar-

    ras, Barra Velha e So Joo do Itaperi

    Reportagem Carolina Nunes

    Alan Willian

    DiagramaoGermana Souza

    Edio Anderson Davi

    Departamento Comercial Israel Voigt

    DistribuioLucas de Oliveira

    ColaboradoresAngelita Borba de Souza

    Lgia Delazzeri R. BalbinottDaniela Censi

    Marcos Zaleski de MatosVolnei Antnio de Souza

    Claudia S. Prevedello Percival Teixeira

    Jornalista Responsvel Flvio Roberto DRT: 02494 JP

    UMA PUBLICAO REDAOAv Santa Catarina, 1192 - SobrelojaCentro - Barra Velha - SCCEP: 88390-000

    Colunas, artigos, cartas, e-mails enviados e assinados so de inteira responsabilidade de seus autores. O contedo no

    expressa, necessariamente, a opinio do jornal.

    CONTATOS

    (47) 3456 1194

    Reportagem - jornalismo@vozdoitapocu.com.brComercial - comercial@vozdoitapocu.com.brColunistas - colunas@vozdoitapocu.com.brColuna Social - social@vozdoitapocu.com.br

    VEJA ONDE ENCONTRAR O JORNAL DE FORMA GRATUITA TODOS OS SBADOS:www.vozdoitapocu.com.br

    FACEBOOK

    NOTCIAS DIRIAS DA NOSSA REGIO.

    No leu as edies anteriores do Voz do Itapocu?

    Acesse:www.issuu.com/vozdoitapocu e leia na ntegra a edio virtual do jornal, de forma interativa e prtica.

    Sol e pancadas de chuva entre a tarde

    e noite

    Sol com algumas nuvens

    ANUNCIE (47) 3456 1194 /

    comercial@vozdoitapocu.com.br

    NO

  • Sempre falo nesta coluna da importncia e dos benefcios que a prtica constante do yoga traz para seu corpo, sua mente e esprito. O yoga hoje em dia considerado uma prtica responsvel por traz-er bem estar ao corpo, alm de proporcionar maiores mo-mentos de paz e serenidade mente. Sua prtica faz com que consigamos reduzir a o estresse e a ansiedade, to presente nos dias de hoje, bem como um forte auxiliar no ganho de sade fsica.O yoga uma prtica comple-ta pois atravs dela consegui-mos aumentar a capacidade de absoro de oxignio, relaxar os msculos carda-cos, tonificar e fortalecer os msculos do corpo, prevenir doenas crnicas e ainda combater a depresso e an-siedade.Na primeira aula nosso corpo comea apresentar melho-ras, pois apenas 20 minutos de prtica so o suficiente para melhorar a concen-trao e o foco mental, re-duzir o estresse e ativar o sistema circulatrio.

    Em alguns meses de prtica o corpo comea a absorver e assimilar os movimentos re-alizados durante as aulas, e com isto percebe-se os ben-efcios: os nveis de presso arterial reduzem, fortaleci-mento e aumento da capaci-dade pulmonar, reduo de dores na regio dos ombros e pescoo, tonificao da coluna, bem como a estabi-lizao do acar no sangue em pessoas com diabetes e que mantenham uma dieta alimentar adequada.Com o passar dos anos o praticante percebe os ossos mais fortes, o peso do corpo num processo de estabili-zao, reduo dos riscos de doenas cardiovasculares, colesterol e hipertenso. E a preveno continua sen-do o melhor remdio. Por isso, convido voc leitor para fazer uma aula experimental gratuita de yoga. Entre em contato. Venha conhecer esta prtica milenar e que garante uma vida saudvel. Namaste (O Deus que habita em mim, sada o deus que habita em voc).

    YogaInstrutora de Yoga Lgia Delazzeri Rodrigues Balbinotti e-mail: ligiadelazzeri@yahoo.com.br

    3GERALSbado, 2 de novembro de 2013.

    Representantes da empresa e do instituto Arxo estiveram na ltima semana na prefeitura de Balnerio Piarras para uma reunio com o pre-feito Leonel Jos Martins. O objetivo do encon-tro foi traar uma parceria entre o instituto e o governo municipal na busca de cursos profis-sionalizantes e gratuitos para a cidade, alm de manifestar apoio a projetos futuros do atual governo. O prefeito Leonel apresentou aos presentes projetos de construo de praas pblicas e reas verdes da Cidade. A Lei 296/2008 pos-sibilita a adoo destas reas pela iniciativa privada e a inteno que em parceria setores pblicos e privados possam desenvolver a orla martima e outras reas pblicas, adotando um novo conceito urbanstico e sustentvel.

    No encontro com o prefeito e o vice, Flavio Tiro-ni, a empresa foi representada pelo presidente, Gilson Joo Pereira, a assessora de direo da Arxo e presidente do Instituto Arxo, Natlia Uriarte, o assessor jurdico da empresa, Jairo Ferracioli Jnior e a coordenadora de projetos, Evelise Wiersinski.O Instituto Arxo Pr-Educao e Cultura uma associao de direito privado com fins no econmicos. Fundado em novembro de 2010, foi criado a partir do ideal de membros da dire-toria da empresa Arxo para consolidar os inves-timentos em programas e aes comunitrias, de forma a contribuir para o desenvolvimento econmico e social atravs de medidas volta-das aos desafios sociais da regio.

    As aulas acontecem segunda e quarta-feira em dois horrios: s 16:30h e as 18h. Estamos no centro de Barra Velha, na Av. Santa Catarina, 1192 Sobreloja (Em cima da pizzaria Forno Lenha).

    Como o Yoga transforma voc

    Prefeitura de Balnerio Piarras e Arxo debatem parceria

    Bombeiros Militares tero 10 postos guarda-vidas em Barra Velha nesta temporadaCom o inicio da Operao Ve-raneio 2013/2014, o Corpo de Bombeiros Militares de Barra Velha j iniciou os trabalhos ao longo dos 20 km de extenso da orla do municpio. Desde o inicio do horrio de vero, dia 19 de outubro, quatro postos fixos de guardas-vidas j es-to atuando diariamente par reforar a segurana dos ban-histas nas praias.Os postos da praia Central, praia do Tabuleiro e dois pon-tos da praia do Cerro foram os primeiros a serem ativados. Neste ms os guarda-vidas ganharam o reforo de dois postos de fibra, uma estrutura mvel. Uma est na praia do Grant e a outra na praia da Pennsula. De acordo com o coordena-dor de praias dos bombeiros, soldado Carlos Fernando da Silva, o municpio possui oito postos fixos de guarda vidas e neste ano, atravs de uma parceria entre a prefeitura de Barra Velha, o Governo do Es-tado e o Corpo de Bombeiros Militares, ser ampliado para 10 pontos, At dezembro va-mos ativar todos os pontos,

    mantendo cinco guardas vidas por posto, para que seja feito um revezamento. Os guardas-vidas que iro trabalhar durante a alta tem-porada esto passando por um curso ministrado pelos Bombeiros Militares. Esse treinamento dever ser finali-zado dentro de cinco semanas. Nosso objetivo manter cin-co pessoas por posto, acredita-mos que iremos formar um nmero suficiente de pessoas para que possamos trabalhar com essa escala. Caso no seja possvel, iremos replanejar as escalas, comenta o soldado Carlos. Recursos da prefeitura Segundo o coordenador de

    praias, a prefeitura respon-svel por repassar aos bombei-ros o recurso do Fundo Muni-cipal de Reaparelhamento do Corpo de Bombeiros. O sol-dado explica que os Bombei-ros informam a prefeitura do que esto precisando e o mu-nicpio repassa o valor. No est certo ainda, mas inicialmente sria disponibi-lizado atravs do Fundo R$8 mil para aquisio de produ-tos de limpeza, materiais para os postos de guarda vidas, uniformes e bandeiras. Reali-zamos tambm uma re-quisio para a prefeitura para a compra de materiais de a-tendimento de primeiros so-corros.

    Foto: Bombeiros Militares

  • A quase dez meses comandan-do a educao em Barra Ve-lha, o secretrio de Educao, Cultura e Desporto, Valdir Nogueira, apresentou ao Voz do Itapocu um dia-gnstico do futuro da educao no municpio. Segundo ele, a ci-dade j possui um dficit in-fraestrutura e funcionrios da rede municipal de ensino. Os dados j haviam sido expostos em uma reunio na Cmara de Vereadores, no ms de ou-tubro. Iniciei apresentando os dados da educao no perodo de uma dcada e uma perspectiva para daqui 10, 20 anos. Hoje ns no podemos pensar de quatro em quatro anos, temos que pensar a longo prazo. Neste ano a rede municipal de ensino conta com 4038 alunos, h 10 anos a rede municipal e

    estadual de ensino somavam 4037 em Barra Velha. Apesar do aumento de es-tudantes, a estrutura fsica das unidades no sofreram grandes mudanas nessa lti-ma dcada. Com nove escolas e cinco Centros de Educao Infantil, o secretrio comenta que ao longo deste perodo apenas uma nova escola foi construda. No vamos che-gar a 10 anos e ns vamos ter mais de oito mil alunos para Barra Velha.De acordo com a perspectiva de Valdir, em menos de 10 anos os 465 funcionrios que fazem parte da Secretaria de Educao sero ampliados para 600 pessoas. O que oca-sionar um aumento no qua-dro de professores de 380 para 480. Com a inaugurao do CEI do bairro So Cristvo e

    da nova escola da pr-escola, sero mais ou menos 70 pro-fessores para atender as duas. Ento s este ano ns vamos ter que aumentar quase 100 professores. Uma soluo para esse aumen-to de profissionais, suprindo tambm as novas matrculas, seria a construo de quatro novas escolas de anos finais, que segundo Valdir j deve-riam ter acontecido. Ns estamos muito atrasados com relao a isso. Agora ns estamos tentando duas escolas via Governo Federal. Mas no vai suprir. E teramos que ter mais trs escolas para atender s os anos iniciais. Seriam em torno de sete escolas para Bar-ra Velha ficar mais ou menos assegurada para atender a de-manda.

    4 GERAL Sbado, 2 de novembro de 2013.

    Valdir Nogueira, secretrio de Educao de Barra Velha: preocupao a longo prazo

    Qualidade do ensinoO secretrio ressalva que h uma preocupao com a es-trutura fsica, com a demanda de matrculas e o aumento do nmero de funcionrios, porm, no se pode esquecer a qualidade do ensino. Nos dados retirados do ndice de Desenvolvimento da Edu-cao Bsica (Ideb) e apresentados pelo secretrio Valdir aos vereadores, dos 333 alunos matriculados no 9 ano da rede municipal e estadual, apenas 62 demonstraram aprendi-zagem suficiente em lngua portuguesa, sendo seis alunos proficientes, que dominam completamente a lngua portugue-sa. Em matemtica, de acordo com o Ideb, apenas um aluno proficiente. Para melhorar o desempenho dos alunos, a secretaria tem buscado cursos e dinmicas diferentes para os professores, alm de auxiliar os estudantes com maiores dificuldades com acompanhamento de fonoaudiloga e psicloga.

    Inicia nesta segunda-feira, dia 4, e seguem at dia 14 as rematrculas para os alu-nos da pr-escola e ensino fundamental que frequenta-ram o ano letivo de 2013 na rede municipal de ensino de Barra Velha. As matrculas para aqueles que iro iniciar a vida escolar ou que querem ser transferidos sero entre os dias 18 e 29 deste ms. Inte-ressados devero procurar a instituio de ensino que pre-tendem a matrcula. A faixa etria para ingresso na pr-escola de 4 a 5 anos de idade, completos ou a com-pletar at 31 de maro de 2014. Nas escolas de ensino fundamental, a idade mnima no 1 ano ser de 6 anos com-pletos ou tambm a completar at maro de 2014.

    Os horrios de atendimento sero nos perodos matutino e vespertino, respeitando o turno de casa escola. A secre-taria Municipal de Educao comunica que ao escolher a escola de seus filhos, os pais ou responsveis obedeam a Lei do Zoneamento Escolar, que organiza o atendimento educacional, determinando que...