jornal voz do itapocu - 16ª edição - 17/08/2013

Download Jornal Voz do Itapocu - 16ª Edição - 17/08/2013

Post on 08-Mar-2016

222 views

Category:

Documents

4 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

16ª Edição do Jornal Voz do Itapocu, com circulação nas cidades de Barra Velha, Araquari, Balneário Piçarras, São João do Itaperiú e Balneário Barra do Sul, em Santa Catarina. Distribuição gratuita nos pontos parceiros de distribuição. Acompanhe pelo Facebook: http://www.facebook.com/vozdoitapocu

TRANSCRIPT

  • JORNAL

    SBADO, 17 DE AGOSTO DE 2013. ANO 1 - EDIO 016 - DISTRIBUIO GRATUITA

    E MAIS: PARA O SECRETRIO, FALTAM RECURSOS PARA RECONSTRUIR A CIDADE APS A ENCHENTE DE ABRIL

    Circulao: Araquari, Balnerio Barra do Sul, Barra Velha, So Joo do Itaperi e Balnerio Piarras

    Secretrio de obras Carlos Al-berto da Silva, o Tinho, explica suas principais aes a frente da pasta neste ano

    ARAQUARIMINISTRIO PBLICO PEDE AFASTAMENTO DO PREFEITO. WOITEXEM NEGA USO INDEVIDO DO DINHEIRO PBLICO

    PROTESTOCOMUNIDADE COBRA AGI-LIDADE EM DESASSOREA-MENTO DO RIO ITAJUBA, NA CMARA DE VEREADORES DE BARRA VELHA

    POLTICAGOVERNADOR DO DIS-TRITO FEDERAL VISITA ARAQUARI E BARRA VELHA

    PG 10

    ESPORTEARENA CROSS PROMETE SHOW DE VE-LOCIDADE NO BETO CARRERO WORLD

    PG 16

    CULTURAFESTIVAL VOZ ESTUDANTIL VALORIZA O TALENTO

    DOS ALUNOS DE BALNERIO PIARRAS

    PG 13PG 12

    PG 9

    PG 8BARRA

    VELHA EM OBRAS:

    SECRETRIO FALA SOBRE MELHORIAS E O ASFALTO NO SO CRIS-

    TVO

  • 2 EDITORIAL Sbado, 17 de agosto de 2013.

    CPI das guasFoi aprovada nesta semana na Assembleia Legislativa de Santa Catarina a CPI das guas, proposta pela depu-tada estadual Angela Albino (PCdoB). Esta Comisso Par-lamentar de Inqurito tem como objetivo apurar uma srie de irregularidades re-ferentes a municipalizao de servios de gua e esgoto em cidades de Santa Catarina. A proposta de Angela encon-trou amparo na assinatura de mais 18 deputados, que sub-escreveram o requerimento a ser publicado no Dirio Oficial do Legislativo.O pedido da CPI ganhou fora depois de casos registrados no ms passado em Palhoa, na Grande Florianpolis, en-

    volvendo a autarquia guas de Palhoa, responsvel pelo servio de gua e esgoto no municpio. Em Palhoa, a in-vestigao ser feita pelo Grupo de Atuao Especial de Combate ao Crime Organi-zado (Gaeco) de Santa Cata-rina.Angela, bem amparada, con-seguiu convencer os demais parlamentares ao citar tam-bm outros casos, em que a ruptura contratual com a Casan, seguida de contratos emergenciais sem qualquer compromisso com o munic-pio, acabaram por enfraquec-er a prpria estatal.Esta CPI pode e deve respin-gar tambm na nossa regio. Recentemente Barra Velha

    tentou privatizar o servio de gua e esgoto e o que se presenciou foi uma srie de problemas contratuais, que ainda correm na justia. O maior prejuzo ficou, como sempre, para a populao. Em tempos de discusso do novo contrato com a Casan, no qual sequer foi votado ainda na Cmara (o mesmo venceu no dia 30 de junho), importante acompanhar-mos em nvel estadual prs e contras da privatizao des-medida do servio de gua e esgoto, j que em Barra Velha sequer foi apresentado uma proposta. A ltima impresso da privatizao foi a que fi-cou.

    PREVISO DO TEMPOSBADO

    Sol com chuva du-rante a noite

    (17/08)

    MX: 20 MN: 13

    DOMINGO (18/08)

    MX: 18 MN: 14

    SEGUNDA-FEIRA

    Sol com chuva no inicio do dia

    (19/08)

    MX: 19 MN: 15

    Informaes do Centro de Informaes de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina (Ciram) da Epagri

    EXPEDIENTE

    Tiragem: 5 mil exemplares / distribuio gratuita / semanrio Circulao: Araquari, Balnerio Barra do Sul, Balnerio Piar-

    ras, Barra Velha e So Joo do Itaperi

    Reportagem Carolina Nunes

    Alan Willian

    DiagramaoGermana Souza

    Edio Anderson Davi

    Departamento Comercial Israel Voigt

    ColaboradoresAngelita Borba de Souza

    Lgia Delazzeri R. BalbinottDaniela Censi

    Lino Pedro de Arajo FilhoMarcos Zaleski de MatosGabriela Stahelin PereiraVolnei Antnio de Souza

    Claudia S. Prevedello

    Jornalista Responsvel Flvio Roberto DRT: 02494 JP

    UMA PUBLICAO REDAOAv Santa Catarina, 1192 - SobrelojaCentro - Barra Velha - SCCEP: 88390-000

    Colunas, artigos, cartas, e-mails enviados e assinados so de inteira responsabilidade de seus autores. O contedo no

    expressa, necessariamente, a opinio do jornal.

    CONTATOS

    (47) 3456 1194

    Reportagem - jornalismo@vozdoitapocu.com.brComercial - comercial@vozdoitapocu.com.brColunistas - colunas@vozdoitapocu.com.brColuna Social - social@vozdoitapocu.com.br

    VEJA ONDE ENCONTRAR O JORNAL DE FORMA GRATUITA TODOS OS SBADOS:www.vozdoitapocu.com.br

    FACEBOOK

    NOTCIAS DIRIAS DA NOSSA REGIO.

    No leu as edies anteriores do Voz do Itapocu?

    Acesse:www.issuu.com/vozdoitapocu e leia na ntegra a edio virtual do jornal, de forma interativa e prtica.

    Sol com chuva no incio e final do dia

  • A prefeitura de Barra Velha iniciou na ltima semana a se-gunda etapa das obras do Cen-tro de Educao Infantil do bairro So Cristvo. A pre-viso de entrega do CEI, pela empresa Sinal Construes, que venceu a licitao, de trs meses, conforme o crono-grama. Esta etapa ter o valor de R$ 774.053,59, que sero pagos atravs de recursos prprios da prefeitura. Aps sua con-cluso, o CEI ter a capaci-dade para atender 112 crian-

    as em perodo integral e o dobro de alunos quando pas-sar a atender com turmas em turnos nicos, matutino ou vespertino. O CEI do So Cristvo est construdo em uma rea 1.211,48m. A estrutura ser dividida da seguinte forma: - rea Administrativa: re-cepo, secretaria, orientao educacional, almoxarifado, sala de professores, sala de re-unies, salada diretora, sani-trios e circulao;- rea de Servio: lavande-

    ria, rouparia, servios ger-ais, sanitrios, vestirios para funcionrios, circulao, rea descoberta para acondiciona-mento de lixo e botijes de gs;- rea de Alimentao: coz-inha e recepo, estocagem;- rea Pedaggica: duas salas para creche I (4 a 11 meses), duas salas para creche II (1 a 2 anos), duas salas para Pr-escola (4 a 6 anos),- Uso comum: recreio cober-to/auditrio, sanitrios para alunos, circulao e acessos.

    Inicia segunda etapa de obra em CEI do So Cristvo, em Barra Velha

    Voc j viu as fitas colori-das que os atletas utilizam em competies? Essa fita chamada de Bandagem Funcional ou Kinesiotape e uma tcnica relativamente nova no Brasil. feita a aplicao de uma fita de algodo, parecida com um esparadrapo. Pos-sui uma cola especial para grudar e no agredir a pele. Geralmente essas fitas so coloridas, deixando a pele com um desenho muito bo-nito. Para os mais discretos existe a fita cor da pele.A bandagem quando entra em contato com a pele, pro-move estmulos sensoriais e mecnicos, melhorando a condio do local. So diversos os benefcios da aplicao do Kinesiotape, desde alvio de dores mus-culares; reduo do inchao aps uma toro de torno-

    zelo, por exemplo; alvio de dores lombares e cervicais; aumento da potncia de um msculo no caso de atletas. importante saber que essa tcnica s pode ser aplicada por Fisioterapeuta ou Educador Fsico habilita-do, aps curso de formao. Dependendo do objetivo do paciente, a fita aplicada de uma maneira diferente, por isso importante a pre-sena de um profissional habilitado para que o efeito da aplicao da fita seja o melhor possvel.A durao mdia de per-manncia da fita na pele de 3 a 5 dias. A fita resis-tente ao banho e no pre-cisa ser trocada.Procure voc tambm um profissional habilitado para testar os benefcios dessa tcnica!

    SadeFisioterapeutaDaniela Censi e-mail: dani_censi@hotmail.com

    3GERALSbado, 17 de agosto de 2013.

    O que a Bandagem Funcional?

    O mdium Carlos Baccelli, de Uberaba (MG) palestra neste domingo no centro esprita Jesus de Nazar, s 10h, com entrada gratuita. Bacelli o principal bigrafo de Chico Xavier no Brasil e autor de mais de 130 obras psicografadas. De volta Barra Velha, o mineiro ir apre-sentar a palestra Renascena Espiritual. O centro fica na Rua Lauro Ramos, n 130, e o auditrio tem capaci-dade de 110 pessoas sentadas.Carlos o principal continuador das obras de Chico Xa-vier em Uberaba. Alm de se destacar no gnero de me-diunidade que tornou Xavier conhecido, Baccelli doou integralmente os direitos autorais de seus livros para obras assistenciais da sua cidade. Em Santa Catarina, ele passa ainda por Itaja, So Francisco do Sul e Flori-anpolis.

    Mdium Carlos Bacceli palestra em centro esprita de Barra Velha neste domingo

    Foto: Juvan de Souza Neto

  • 4 GERAL Sbado, 17 de agosto de 2013

    Aprovada transferncia de terreno na escola David Pedro Espndola do municpio para o Estado

    Votado na quinta-feira, dia 8, o projeto de lei n 1285 que doa parte do terreno da prefeitura de Barra Velha para o governo do Estado foi aprovado pelos vereadores. O terreno doado onde est localizado o ginsio da escola estadual David Pe-dro Espindola, no bairro So Cristvo. Para a diretora da escola, Elizabeth Nunes Barcelos Gi-uradelli, essa mudana era necessria para regularizao dos terrenos onde a escola est instalada, para que a unidade de ensino fique apta para se cadastrar em projetos do Ministrio da Educao (MEC). De acordo com a Secretaria

    de Desenvolvimento Regional (SDR) de Joinville, o espao da escola estava sob trs mat-rculas. Um deles onde est a escola, o segundo onde est o ginsio, e o terceiro sob posse de um particular. Apesar da regularizao do segundo ter-reno, a diretora frisa que ainda muito importante que seja normalizado o terceiro ter-reno, de particular. Ano passado a escola no foi contemplada com um projeto do MEC pelo fato de estar em um terreno com trs matrcu-las. J falei com o dono do out-ro terreno e ele diz aceitar uma permuta, por isso j entrei em contato com a prefeitura pra ver quais so os terrenos do

    Estado disponveis em Barra Velha para ser feita uma pos-svel troca por orientao da prpria SDR, que deve realizar os trmites legais, comenta Elizabeth.

    Sala de computao fechadaOs tapumes que cercavam a estrutura da caixa dgua da escola j foram retirados aps a coordenadoria da defesa civil do municpio aprovar as reformas feitas pelo governo do Estado. Porm, a sala de computao segue interdita-da, j que a SDR no apresen-tou na justia um lau