Jornal Voz do Itapocu - 14 Edio - 03/08/2013

Download Jornal Voz do Itapocu - 14 Edio - 03/08/2013

Post on 03-Mar-2016

217 views

Category:

Documents

0 download

DESCRIPTION

14 Edio do Jornal Voz do Itapocu, com circulao nas cidades de Barra Velha, Araquari, Balnerio Piarras, So Joo do Itaperi e Balnerio Barra do Sul, em Santa Catarina. Distribuio gratuita nos pontos parceiros de distribuio. Acompanhe pelo Facebook: http://www.facebook.com/vozdoitapocu

TRANSCRIPT

  • POLTICAORGANIZAO BARRA LIMPA DIVULGA DOSSI COM POSSVEIS IRREGU-LARIDADES EM LICITAES DE BARRA VELHA

    ORQUDEASEXPOSIO EM BALNERIO PIARRAS RENE CERCA DE 450 PLANTAS

    JORNAL

    SBADO, 3 DE AGOSTO DE 2013. ANO 1 - EDIO 014 - DISTRIBUIO GRATUITA

    CAMPES: EQUIPE DE HANDEBOL DE BARRA VELHA CONQUISTA ESTADUAL E VAGA PARA BRASILEIRO

    E MAIS: APESAR DAS DIFICULDADES, MENINAS ESTO 18 JOGOS INVICTAS E J GANHARAM CINCO TROFUS EM 2013

    PG 8 e 9

    Circulao: Araquari, Balnerio Barra do Sul, Barra Velha, So Joo do Itaperi e Balnerio Piarras

    PG 10

    PG 16

    IDHMBALNERIO PIARRAS LDER NA REGIO NO NDICE DE DESENVOLVI-MENTO HUMANO

    PG 4

    FESTA DO PIROESCOLHIDA A REALEZA E ATRAES

    PRINCIPAIS DO EVENTO

    PG 13PG 12

    Ttulo de meninas de 12 a 14 anos veio nos Jogos Escolares de Santa Catarina no ltimo final de semana

    RESPOSTAPREFEITO CLAUDEMIR MATIAS NEGA A EXISTNCIA DE IRREGULARIDADES

    CARTUCHOSENTRE AS DENUN-CIAS, ESTO LOTES DE TINTA DE IMPRES-SORA COMPRADOS POR R$1200A MAIS QUE O PREO DE MERCADO

    PROFESSOR JAIRO COMANDA EQUIPES DE HANDEBOL DA CIDADE

    PERTO DO PAPAGRUPO DE SO JOO DO ITAPERI PARTICIPA DA JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE

    + ESPORTESURFISTAS DE BALNERIO BARRA DO SUL SE DESTACAM NO CIRCUITO SURF TREINO

    PG 6

  • 2 EDITORIAL Sbado, 3 de agosto de 2013.Uma edio de muitas capasFoi difcil escolher a manchete principal de capa deste final

    de semana. Pelo ineditismo e todo o esforo que a equipe feminina de handebol de Bar-ra Velha fez para conquistar o ttulo estadual dos Jogos Escolares de Santa Catarina, ficamos com as promissoras

    garotas comandadas pelo professor Jairo. Afinal de con-tas, conquistar uma vaga para uma das competies esco-lares mais importantes do es-porte brasileiro, um grande mrito para este grupo. Ainda mais para representar todo um Estado. Mas, tem muito mais assuntos que poderiam facilmente estar como a principal notcia da se-mana do Voz do Itapocu para toda a regio. A denuncia feita pela Organizao Barra Limpa, documentando o que entende serem irregularidades no pro-cesso licitatrio por meio de

    carta convite da prefeitura de Barra Velha, tambm uma pauta e tanto. Com certeza ter outros desdobramentos, como o caso dos cartuchos de tinta para impressora, que pela descrio do produto no resultado da licitao, esto muito alm do preo de mer-cado. O prejuzo passa de R$1200. Levando para o lado do en-tretenimento, a exposio de orqudeas em Balnerio Piar-ras um passeio que vale a pena para o final de semana

    de quem aprecia a natureza. So cerca de 450 plantas ex-postas. Alm disso, fica a dica

    para bater um papo com os organizadores e expositores, que do uma verdadeira aula sobre o tema. A Festa do Piro tambm j destaque sema-nal no Voz do Itapocu. Alm da realeza, apresentamos em primeira mo os shows nacio-

    nais deste ano. Outro destaque desta edio a participao do grupo de peregrinos de So Joo do Ita-peri na Jornada Mundial da Juventude, no Rio do Janeiro. O evento foi o grande destaque da mdia na ltima semana e mobilizou pessoas de 175 pas no Brasil. Nesta edio, um relato muito bacana do padre Carlos Afonso, um grande lder entre os jovens de sua comu-nidade. Na rea socioeconmica, a manchete Balnerio Piar-ras, que lidera o ranking do ndice de Desenvolvimento Humano entre as cidades da regio. Os principais dados de todas as cidades tambm esto disponveis no Voz do Itapocu. Enfim, esse editorial

    apenas uma apresentao dessa semana rica em infor-mao. Boa leitura!

    PREVISO DO TEMPOSBADO

    Sol com pancadas de chuva

    (04/08)

    MX: 23 MN: 14

    DOMINGO (05/08)

    MX: 22 MN: 15

    SEGUNDA-FEIRA

    Sol com algumas nuvens

    (06/08)

    MX: 19 MN: 14

    Informaes do Centro de Informaes de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina (Ciram) da Epagri

    EXPEDIENTE

    Tiragem: 5 mil exemplares / distribuio gratuita / semanrio Circulao: Araquari, Balnerio Barra do Sul, Balnerio Piar-

    ras, Barra Velha e So Joo do Itaperi

    Reportagem Carolina Nunes

    Alan Willian

    DiagramaoGermana Souza

    Edio Anderson Davi

    Departamento Comercial Israel Voigt

    ColaboradoresAngelita Borba de Souza

    Lgia Delazzeri R. BalbinottDaniela Censi

    Lino Pedro de Arajo FilhoMarcos Zaleski de MatosGabriela Stahelin PereiraVolnei Antnio de Souza

    Claudia S. Prevedello

    Jornalista Responsvel Flvio Roberto DRT: 02494 JP

    UMA PUBLICAO REDAOAv Santa Catarina, 1192 - SobrelojaCentro - Barra Velha - SCCEP: 88390-000

    Colunas, artigos, cartas, e-mails enviados e assinados so de inteira responsabilidade de seus autores. O contedo no

    expressa, necessariamente, a opinio do jornal.

    CONTATOS

    (47) 3456 1194

    Reportagem - jornalismo@vozdoitapocu.com.brComercial - comercial@vozdoitapocu.com.brColunistas - colunas@vozdoitapocu.com.brColuna Social - social@vozdoitapocu.com.br

    VEJA ONDE ENCONTRAR O JORNAL DE FORMA GRATUITA TODOS OS SBADOS:www.vozdoitapocu.com.br

    FACEBOOK

    NOTCIAS DIRIAS DA NOSSA REGIO.

    No leu as edies anteriores do Voz do Itapocu?

    Acesse:www.issuu.com/vozdoitapocu e leia na ntegra a edio virtual do jornal, de forma interativa e prtica.

    Chuva com melho-ras ao longo do dia

    Faleceu na ltima segunda-feira em Bar-ra Velha Jrio Roberto de Castro Cruz, proprietrio do Centro Educacional Chico Bento. Natural da Paraiba, nasceu em Joo Pessoa e formou-se em Filosofia pela Universidade Federal da Paraba (UFPB) Pedagogia com habilitao em Administrao e Mestrado em educao de adultos.Jrio deixa a esposa e duas filhas.Missa de sete dias Ser realizado neste domingo, s 19h, na Parquia Divino Esprito Santo, no Centro, a missa em homenagem a Jrio. A famlia e o Centro Educacional Chico Bento, convidam a todos e solicita que os alunos compaream devidamente uniformizados para prestar a ltima ho-menagem ao mestre.

    Fale Jrio Roberto de Castro Cruz

  • Foi disponibilizada para con-sulta pblica at o dia 15 de agosto a cartilha Minha Calada Livre, da prefeitura de Barra Velha, desenvolvi-do pela secretaria do Plane-jamento e Desenvolvimento Urbano, do Comrcio e da In-dstria. O projeto dividido em cinco arquivos, que podem ser baixados no site da prefeitura (www.barravelha.sc.gov.br). A cartilha tem como obje-tivo orientar a respeito da construo, reforma e con-servao das caladas, incen-tivando a padronizao dos passeios pblicos da cidade, permitindo a locomoo de pessoas de qualquer idade e acessibilidade aos deficientes.Segundo um dos principais textos da cartilha, quando um passeio ou praa pblica acessvel a uma pessoa com deficincia ou mobilidade re-duzida, podemos afirmar que qualquer cidado conseguir usufruir deste espao. A con-quista da acessibilidade, que a princpio serviria para atender as pessoas com deficincia,

    beneficia a populao, pois ser cidad querer ter uma ci-dade para todos.De acordo com o Secretrio de Planejamento, Guilherme Stein Cani, a cartilha em breve ser impressa e distribuda para a populao, mas atualmente est em perodo de anlise. As pessoas que tiverem sugestes ou crti-cas podero envi-las para o e-mail seplan@barravelha.sc.gov.br.

    Projeto de padronizao poder virar leiO projeto de padronizao das caladas em Barra Velha em breve poder virar lei. Se-gundo o Secretrio de Plane-jamento, a proposta j est sendo revisada pelo vice-pre-feito Fbio Brugnago. Entre os benefcios que o propri-etrio que construir ou refor-mar sua calada baseada na padronizao poder receber descontos no Imposto pre-dial territorial urbano (IPTU). Aps finalizado, o projeto ser enviado para aprovao na

    Cmara de Vereadores do mu-nicpio.

    Descrio do Minha Calada LivreNo decorrer das 25 pginas do projeto, a Secretaria do Plane-jamento e Desenvolvimento Urbano atravs do Secretrio de Planejamento, Guilherme Stein Cani, o Diretor de Plane-jamento, Allan Sievert e da Es-tagiria de Planejamento, Ana Paula Borba, detalharam cada etapa da construo de uma calada com suas dimenses, sinalizao, materiais indica-dos, tipos de rvores e locais em que elas podem ser planta-das, entre outros pontos. Para ajudar o leitor foi incluindo ainda imagens para ilustrar cada etapa e ao do projeto, o que facilita o entendimento de qualquer interessado na proposta. Nosso objetivo foi fazer algo bem didtico, para toda a co-munidade compreender, explica Cani.

    Secretaria de Planejamento de Barra Velha divulga cartilha de padronizao de caladasObjetivo da secretaria aprovao da comunidade para tornar as cartilhas impressas

    A gestao uma das fases mais especiais da vida de uma mulher e que exige muitos cuidados. So diver-sas consultas com o obstetra, vrios exames de sangue e ultra-som.Tambm uma fase de muita ansiedade e dvidas em relao ao parto, ama-mentao e aos cuidados com o recm nascido.A fisioterapia pode ajudar as futuras mames nessa poca. As consultas podem ser individuais ou em grupo, onde a troca de conheci-mentos ainda maior. So dadas dicas e soluciona-das dvidas importantes. O futuro papai tambm deve participar!Alm de conversas so en-sinados e praticados diver-sos exerccios. A preparao para o parto muito im-portante, tanto fisicamente como emocionalmente. O fortalecimento e relaxamen-to da musculatura ntima, do assoalho plvico, so es-senciais para o sucesso de um parto normal.A realizao de um exerccio fsico, desde que a mulher esteja liberada pelo mdico responsvel, auxilia muito no andamento da gestao. Exerccios como o Pilates e aulas de alongamento so ideais para esse momento. comum o aparecimento de dores na regio lombar da gestante, quadro esse que pode ser aliviado com exerccios leves e sesses

    de Fisioterapia.Em relao amamentao, a preparao da mama muito importante para evitar fissuras e dores. Dicas como pegar sol nas mamas por perodos curtos e em horri-os adequados e exercitar os mamilos so passadas para as mulheres.Conversar sobre os cuida-dos com o recm nascido essencial tanto no pr parto como no ps parto. Desfazer mitos e reforar as verdades ajuda a mulher a ficar mais confiante nos cuidados com o beb.Aps o nascimento podem surgir diversas dificuldades e o Fisioterapeuta um profissional capacitado para ajudar a mulher, responden-do dvidas e a auxiliando. No ps parto so dadas ori-entao para o aleitamento materno, postura correta para amamentar e incentivo ao retorno das atividades do dia a dia.A amamentao com certeza um dos pontos mais trabalhados com a gestante, pois compro-vado que crianas que so amamentadas possuem o sistema imunolgico mais forte. Alm disso, um mo-mento que aproxima o filho e a me e promove um es-treitamento desses laos. Os papais tambm podem participar desse momento, permanecendo perto da mulher e observando essa cena maravilhosa.

    SadeFisioterapeutaDaniela Censi e-mail: dani_censi@hotmail.com

    3GERALSbado, 3 de agosto de 2013.

    Fisioterapia para Gestantes

  • Balnerio Piarras tem o me-lhor ndice de Desenvolvi-mento Humano Municipal (IDHM) da regio. o que aponta o estudo divulgado na ltima segunda-feira pelo Programa das Naes Uni-das para o Desenvolvimento (PNUD), intitulado Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil - 2013. Os dados indicam ainda que o munic-pio com a pior avaliao na regio Araquari. Em com-parao com os dados do A-tlas de 2003, todas as cidades evoluram.De acordo com as informaes publicadas virtualmente no Atlas brasileiro (acesse: www.pnud.org.br), Balnerio Piar-ras est na 440 posio no ranking nacional, com um ndice de 0,756 em uma escala de 0 a 1. Os municpios de Barra Velha e So Joo do Ita-peri esto empatados no 823 lugar, com ndice de 0,738.

    Balnerio Barra do Sul ocupa o 1.427 lugar, com IDHM de 0,716, enquanto Araquari vem na 1811 posio, com IDHM de 0,703.O IDHM um ndice com-posto por trs reas especfi-cas: longevidade (vida longa e saudvel), educao (acesso ao conhecimento) e renda (padro de vida). Est a ter-ceira vez que o rgo da ONU realiza o levantamento sobre a situao nos municpios do Brasil. Outras duas edies da pesquisa j haviam sido d i v u l g a d a s em 1998 e 2003. Os dados uti-lizados para basear o estu-do deste ano so do Censo Demogrfico do Instituto

    Brasileiro de Geografia e Es-tatstica (IBGE) coletados em 2010. Cada rea recebeu uma nota geral (confira no quadro abaixo) com base em ava-liaes de mais de 180 indica-dores, que tambm podem ser acessados no Atlas. Em comparao com os da-dos do Atlas de 2003, que foi baseado no censo de 2000, So Joo do Itaperi foi a ci-dade que mais cresceu o seu ndice geral de IDHM, com

    0,131 a mais. J Balnerio Barra do Sul teve o menor crescimento, com diferena de 0,077. No item educao, So Joo do Itaperi tambm foi o municpio que mais cresceu, com 0,234 pontos entre 2003 e 2013. Neste quesito, Balnerio Piarras tem o ndice mais alto, com 0,668 nesta edio do Atlas.So Joo do Itaperi a lder da regio quando o assunto o ndice de longevidade, com

    0,873. Porm, Balnerio Piar-ras foi a cidade que mais cres-ceu neste tpico entre 2003 e 2013, subindo 0,067 pontos. No ltimo ndice apresentado como principal pelo PNUD, o IDHM de Renda, Araquari teve a maior evoluo, au-mentando em 0,062 sua pon-tuao. Balnerio Piarras a lder neste quesito com 0,745 pontos, com uma renda per capita calculada em R$826,13.

    4 GERAL Sbado, 3 de agosto de 2013.

    Balnerio Piarras lidera ndice de Desenvolvimento Humano entre os municpios da regio

    O Brasil registrou um salto de 47,8% no ndice de Desenvolvimento Hu-mano Municipal (IDHM) do pas en-tre 1991 e 2010. O IDHM do Brasil saltou de 0,493, considerado muito baixo, para 0,727, considerado alto pela Organizao das Naes Unidas (ONU). O IDHM Longevidade, com m-dia 0,816, o que mais contribui para o nvel atual do IDHM do Brasil. Edu-cao, com mdia 0,637, ainda o IDHM que mais precisa evoluir. No IDHM Renda, o crescimento no perodo de 1991 a 2010 foi de 14,2%, o equivalente a cerca de R$ 346 de aumento na renda per capta mensal, com nmeros ajustados para valores de agosto de 2010.O municpio de So Caetano do Sul,

    na regio metropolitana de So Paulo, tem o melhor ndice de Desenvolvi-mento Humano Municipal (IDHM) do pas. Os dados do estudo indicam ainda que o municpio com a pior ava-liao Melgao, no Par.So Caetano tem 149.263 habitantes e alcanou o ndice de 0,862 em 2010. Ele est entre os 44 municpios do pas a registrar desenvolvimento humano considerado muito alto pelo PNUD, com ndice acima de 0,800. A cidade, que fica na regio do ABC e faz divisa com a capital paulista, teve tambm o melhor IDHM em 2003 e em 1998. O segundo melhor IDHM do pas o de guas de So Pedro (SP) e o ter-ceiro de Florianpolis, com 0,847.

    Balnerio Cambori vem na quarta colocao, empatada com Vitria (ES), com 0,45. Ao todo, 11 municpios do Estado aparecem como destaque na ranking entre das cidades com IDHM muito alto. Maior populao de Santa Catarina, Joinville a 21 no ranking nacional, com 0,809 de mdia.No ranking dos estados, Santa Cata-rina tambm foi destaque. O Estado

    o terceiro colocado geral, com IDHM de 0,774. frente, apenas So Pau-lo com 0,783 e Distrito Federal com 0,824. No top cinco esto ainda Rio de Janeiro 0,761 e Paran, com 0,749. O pior IDHM do pas do Alagoas, com mdia 0,631. O Estado catarinense obteve mdia de 0,773 em renda, 0,860 em Longevidade, a maior do pas, e 0,697 em Educao.

    Dados so no Atlas do IDHM brasileiro, divulgado nesta semana pelo Programa das Naes Unidas para o Desnevolvimento

    IDHM Educao IDHM RendaIDHM Longevidade Renda per capita IDHM Geral

    Araquari

    Ranking Nacional

    0,602 0,830 0,696 R$609,76 0,703 1811

    Balnerio Barra do Sul 0,611 0,844 0,713 R$676,33 0,716 1427

    Balnerio Piarras 0,668 0,869 0,745 R$826,13 0,756 440

    Barra Velha 0,639 0,857 0,735 R$773,05 0,738 823

    So Joo do Itaperi 0,645 0,873 0,714 R$680,25 0,738 823

    Brasil tem evoluo de IDHM muito baixo para alto em duas dcadas

    Mdia nacional:

    0,727

  • GERALSbado, 3 de agosto de 2013. 5

    Casa da Recordao inicia exposio na prxima quarta-feira, em Barra Velha

    Concebida atravs de uma parceria da fundao de Tu-rismo, Esporte e Cultura (Fumtec) com a empresa local, Erivlton Imveis, a Casa das Recordaes de Barra Velha ser inaugurada na prxima quarta-feira, dia 7. A residn-cia est situada na Avenida Santa Catarina, em frente Erivelto Imveis, e sediar at o dia 15 de agosto mostras temticas com objetos antigos guardados pelas famlias do municpio alm de diversas apresentaes culturais.Thiago Pinheiro, presidente da Fumtec, diz que a fundao vem realizando um inven-trio cultural, com um levan-tamento dos bens materiais e imateriais. Fomos casa das famlias mais antigas de Barra Velha e foi feito um registro do acervo que aquela famlia pos-sui. Nessa exposio estaro disponveis algumas das peas

    catalogadas durante esse le-vantamento. Pinheiro destaca que as peas sero emprestadas fundao para exposio, mas ressaltan-do que se houver interesse da famlia em doar as peas, a fundao voltar a entrar em contato. Falta pouco para ser concretizado o tombamento da Casa do Palmito. Quando estiver pronto, vamos comear a projetar o museu e a sim po-deremos pegar as peas.A cerimnia de abertura ac-ontece na quarta-feira, s 19h, com a apresentao do Terno de Reis Mensageiros da Paz. A partir de quinta-feira ser ab-erta a visitao para o pblico. Durante uma semana, a casa receber diversas apresen-taes culturais como a dana de So Gonalo, boi de mamo entre outras. No dia 13 de agosto, s 19h a casa receber a visita de Orimar Hess, um

    dos maiores acordeonistas do mundo apresentando o espe-tculo No fole da gaita. O horrio para visitao ser ds 8h s 12h e das 13h30 s 17h30. Interessados em agen-dar oficinas podem entrar em contato com a secretaria de turismo pelo telefone 3446-1231. As oficinas ocorrero mediante agendamento, sen-do no mnimo 10 pessoas por oficina.

    Cultura nos bairros em Itajuba

    Outro projeto da Fumtec, o Cultura nos Bairros estar neste final de semana no bair-ro Itajuba. O evento acontece aps a missa, que se inicia s 19h30. O grupo de terno de reis Mensageiros da Paz far uma apresentao a comuni-dade.

    Mais de um ano aps a realizao do concurso pblico da prefeitura de Barra Velha, feito em janeiro de 2012, os primeiros aprovados comearam a ser chamados pelo governo municipal. Na ltima semana, atravs das por-tarias publicadas em 17 de julho de 2013 no Dirio Oficial do Estado de Santa Catarina, foram nomeados 20 can-didatos de diversas reas. Segundo o prefeito Claudemir Matias, o objetivo que at o final do ano todos os con-cursados j estejam trabalhando.O chefe do Poder Executivo explica que gradativamente concursados de diferentes reas esto sendo chamados. Matias explica que medida que os concursados vo assumindo seus postos, os contratados que ocupavam aquele cargo esto sendo demitidos. Espero que para o ano que vem todos j estejam exercendo as suas fun-es, comenta. Segundo o edital publicado no site da prefeitura, a par-tir da publicao, os nomeados tm 30 dias para tomar posse, sendo possvel a prorrogao, a pedido, por mais trinta dias. Aps a posse, o exerccio das funes deve iniciar em at cinco dias.Os candidatos nomeados, devem se apresentar a se-cretaria de Administrao, dentro do prazo estabelecido pelo Edital, sob pena de perder o cargo. A orientao da secretria de que os aprovados que entregaram os seus exames mdicos no prazo determinado, devem aguardar e continuar atentos ao site do municpio, que em breve sero nomeados.Entre os cargos ocupados nesta primeira chamada, esto profisses como auxiliar administrativo, professor, top-grafo, engenheiro agrnomo, veterinrio, operador de raio-x, motorista, vigia, arquiteto, entre outros.

    Prefeitura de Barra Velha comea a efetivar aprova-dos no concurso de 2012

    A cerimnia de abertura acontece nesta quarta-feira, s 19h.

  • Mais de trs milhes de pe-regrinos de 175 Pases par-ticiparam da Jornada Mun-dial da Juventude 2013 (JMJ) realizada no Rio de Janeiro entre os dias 23 e 28 de julho. O maior encontro de jovens catlicos do mundo, tambm contou com representantes da regio. Um grupo de 19 peregrinos de So Joo do Itaperi, lidera-dos pelo padre Carlos Afonso Gonalves de Sousa, viajaram 18h para participar do evento. Eles saram do municpio na segunda-feira, dia 22, s 8h, e chegaram na capital cari-oca na tera-feira, dia 23, s 3h da manh. No bastasse a longa viagem, ainda tiveram que aguardar na fila por mais 9h para retirar o kit jornada, composto por mochila, garra-fa para gua, livros, camiseta, bon e a credencial.Foram poucos os pontos negativos desta viagem. Alm da demora na entrega dos kits, devido centralizao da dis-tribuio, tambm faltaram de banheiros. Alm disso, achei negativa a distribuio dos peregrinos, pois eu per-cebi que os brasileiros foram colocados mais distantes dos eventos e os estrangeiros mais prximos, comenta o padre.

    O grupo de So Joo do Ita-peri optou por no fazer a inscrio total do evento, escolhendo o pacote que in-clua os kits jornada e viglia (lanches), transporte interno, seguro e credencial, sem op-o de hospedagem. Ficamos na Igreja Santo Antnio dos Pobres. Como eu tenho uma tia paroquiana, o padre nos acolheu e fomos muito bem recebidos, inclusive ficamos em seu apartamento. No salo ficaram hospedados franceses e espanhis, por isso, acredito que os brasileiros foram en-viados para os bairros mais distantes, comenta Sousa. A inscrio de cada partici-pante custou R$289. Para par-ticipar dessa viagem, os jovens realizaram aes durante trs meses para juntar a quantia necessria. Foi arrecadado R$16 mil. Com esse valor conseguimos pagar todas as inscries, a alimentao e lanches de todos os dias e ain-da sobrou dinheiro. Entre os pontos positivos da experincia, padre Carlos Afonso destaca a forma que os jovens foram acolhidos pela populao. Era lindo ver as pessoas abrindo as portas dos seus apartamentos ou ento os bares abrindo para que os

    jovens pudessem usar os banheiros. Alm disso, tambm considerou elogivel a limpeza das ruas, sinalizao e estrutura de som, teles, pal-co do evento e o trabalho de-senvolvido pelos voluntrios, O trabalho desses jovens foi to bem realizado que o Papa quis se encontrar com eles e isso no estava no cronogra-ma. Ao lembrar da jornada, padre Carlos citou alguns momen-tos marcantes. A noite em que muitos jovens voltavam no metr e em uma s voz, apesar do aperto e do cansao, canta-ram o hino da jornada. Outro grande momento para o padre foi a ltima missa do domin-

    go, em que houve c i n c o m i n u t o s de silncio a b s o l u t o entre uma g r a n d e multido e tambm a hora em que o papa Francisco esteve a pou-cos metros do grupo. Fica-mos por mais de quatro ho-ras esperando esse momento, mas valeu a pena, destaca.A experincia renovou o grupo que j est planejan-

    do novas viagens, Os jovens j esto programando participar da Jornada que ser realizada na Polnia, no ano que vem, para a alegria do padre.

    GERAL Sbado, 3 de agosto de 2013.6

    Peregrinos de So Joo do Itaperi participam de Jornada Mundial da Juventude

    Festa da Carne acontece no prximo final de semana em So Joo do Itaperi

    Grupo de jovens liderados pelo padre Carlos Afonso ficou encantado com evento no Rio de Janeiro

    Visando a divulgao dos frigorficos da cidade e acres-centar mais uma opo de entretenimento para a regio, a prefeitura de So Joo do Itaperi em parceria com o CTG Estncia da Liberdade, promove entre os dias 9 e 11 de agosto a primeira edio da Festa da Carne (Fecarne).

    O evento estar acontecendo no prprio CTG, onde ir ser realizado tambm o 1 Rodeio Crioulo Nacional.Na prxima sexta-feira, a par-tir das 21h, acontece a abertura oficial da festa, mas a programao j inicia durante a tarde com o encontro da ter-ceira idade. s 19h ocorre a

    escolha da rainha e princesas da Fecarne. Aps a abertura, o rodeio country encerra a noite, a partir das 22h. No sbado a programao do rodeio continua e a noite acontece o baile com os gru-pos Exploso e Ivonir Macha-do. O prato especial do dia ser costela fogo de cho.

    J no domingo, a programao conta com cavalgadas, procis-so motorizada, missa em ao de graas aos frigorficos alm de apresentaes cul-turais e musicais, alm das grandes finais dos rodeios crioulo e country. Neste dia ser oferecido um churrasco com boi no rolete. Os shows

    de encerramento ficam por conta da Banda San Marino e dos Garotos de Ouro, a partir das 18h. Para o prefeito Rovne Del-monego, um sonho que est sendo realizado, Estamos criando essa festa para acres-centar e marcar o calendrio festivo na regio.

  • 7GERALSbado, 3 de agosto de 2013.Seminrio de Educao ter palestras e exposies em Barra VelhaCom intuito de promover os trabalhos implantados pelas escolas, a secretaria de Edu-cao de Barra Velha realiza nos dias 8 e 9, o 1 Seminrio de Educao Integral Integra-da. O evento acontecer na Sociedade Recreativa de Barra Velha, onde estaro sendo expostas as atividades e ou-tras apresentaes culturais. Apreciando o seminrio, es-taro presentes um assessor do Ministrio da Educao (MEC) e uma professora de So Paulo.A partir das 13h30 de quinta feira, acontece a abertura com a presena das autoridades locais. O dia segue apresen-taes culturais e oficinas como Prticas de Educao Integral e reflexos nos proces-sos de ensino e de aprendi-

    zagem. noite, a vez dos convi-dados exporem suas ideias. Importncia da Educao Integral na Formao da Cri-ana/Adolescente ser o tema da professora Snia Tatiane Ramos, assistente da Secre-taria de Educao de Diadema (SP). Logo aps, Fabio Ribas, consultor do MEC aborda o assunto Escola em tempo in-tegral e a formao do sujeito integral.Abrindo o segundo dia de seminrio, os participantes faro um passeio por pontos tursticos da cidade com o acompanhamento do profes-sor e historiador Juliano Ber-nardes. O dia fechar com outras palestras e apresen-taes de danas realizadas pelas escolas.

    Valdir Nogueira, secretrio de Educao, afirma que o semi-nrio ser importante para discutir a poltica de educao integrada, Para nos auxiliar, convidamos o consultor do MEC, e uma professora de So Paulo que vo estar nos mostrando o melhor caminho para alcanar bons resultados. A expectativa da organizao que um bom pblico esteja presente durante os dois dias do evento. Integrantes da Associao dos Municpios do Vale do Itaja (Amvali) e autoridades da secretaria de Educao do Estado, bem como autoridades da rea da Educao de outros munic-pios da regio j confirmaram presena, finaliza o secretrio.

    Cidade digital: Araquari inicia instalao de torres de internet

    A primeira torre de transmis-so de internet j comeou a ser instalada em Araquari. O equipamento que possui 30 metros de altura e ser trans-missora para as demais, po-dendo atingir at 15 quilme-tros, ficar no local da torre da Infraero.De acordo com o secretrio de Planejamento, Oramento e Gesto de Araquari, Josu Vieira, o objetivo facilitar a transmisso da comunicao no setor pblico e integr-lo, alm de, oferecer essa mesma transmisso para os usurios

    interessados em utilizar inter-net em suas residncias. A ao uma parceria da Pre-feitura por meio da Secretaria de Planejamento com o Insti-tuto Juntos e no deve trazer custos para o setor pblico.As outras torres sero dis-tribudas pelos bairros, con-forme a necessidade do setor pblico e da populao, como comentou o prefeito Joo Pe-dro Woitexem, Nossa cidade est crescendo e se torna cada vez mais necessrio termos e oferecermos bons meios que facilitem a comunicao.

    Encerra na prxima tera-feira, dia 6, a Festa do Senhor Bom Jesus de Araquari, quan-do ir acontecer a procisso, a partir das 16h. Em 2012, a organizao contabilizou 60 mil pessoas que vieram caminhar em agradecimento ao padroeiro. A festa que iniciou no dia 28 de julho uma organizao da Parquia Santurio Se-nhor Bom Jesus de Araquari, em parceria com a Prefeitura Municipal e a Secretaria de Turismo.

    ltimos dias da festa do padroeiro de Araquari

  • H mais de 10 anos, o profes-sor de educao fsica Jairo Gabriel Hermgenes se dedi-ca ao esporte barravelhense. Entre tantas modalidades, sua preferida o handebol, onde comeou como jogador e hoje treina o time feminino de Barra Velha. Aps quatro anos com o mesmo grupo, 2013 tem sido o ano da con-sagrao. No ltimo sbado, as meninas do time infantil se tornaram campes estaduais dos Jogos Escolares de Santa Catarina (JESC de 12 14 anos de idade).Com uma bela campanha, e invictas, elas chegaram fase final realizada na cidade de So Miguel DOeste. A equipe que leva o nome da escola Conselheiro Astrogildo Odon Aguiar estava repre-sentando a regio leste/norte do estado. A equipe enfrentou cidades como Itaja, Palma Sola e Caador que lideravam suas respectivas regies. Os jogos aconteceram no esquema pontos corridos,

    ou seja, aquela que tivesse mais pontos no final seria a campe. Sendo assim, aps as vitrias sobre Palma Sola e Itaja, elas precisavam de a-penas um empate para subir no lugar mais alto do pdio. Resultado esse, que foi su-perado com a vitria por 17 x 09Em 2012, a equipe era ba-sicamente a mesma desse ano, mas acabou ficando pelo caminho quando perdeu a final da fase regional contra Jaragu do Sul. Para o tcni-co, as meninas teriam capaci-dade de conquistar o ttulo no ano passado, mas por peque-nos descuidos acabaram per-dendo a chance. Esse ano as meninas chegaram fase final com status de favoritas. Quando chegamos cidade, nosso time era s elogio. Treinadores das equipes que iramos enfrentar vinham me cumprimentar pelo excelente grupo que conseguimos mon-tar e diziam que esse ano o ttulo seria nosso, comenta o

    treinador.Durante 2013, o time de handebol barravelhense dis-putou 18 jogos oficiais e est at o momento invicto. Nos tornamos campes invictas em todas as competies oficiais, isto indito no es-tado, diz Jairo.Com o ttulo de campes es-taduais, a prxima etapa ser representar o estado nos Jogos Escolares da Juventude que ser realizado em Natal RN, entre os dias 9 e 14 de setembro. No dia 9 a de-legao barravelhense vai at Florianpolis onde embarca no avio para Natal.Somente neste ano, as meni-nas foram campes nos cinco campeonatos que dispu-taram: Etapa Micro Regional - JESC (Joinville), Copa Santa Catarina de Handebol (Tu-baro), Copa Leste/Norte de Handebol (Balnerio Cambo-ri), Etapa Regional - JESC (Rodeio/Ascurra) e a Etapa Estadual - JESC (So Miguel DOeste).

    9MATRIA ESPECIALSbado, 3 de agosto de 2013.8

    Campe: Equipe de handebol feminino de Barra Velha conquista ttulo estadual e vaga para o brasileiro em Natal

    FALTA DE ESTRUTURA

    CAMPES ESTADUAIS DOS JOGOS ESCOLARES DE SANTA CATARINA A prprio punho, o tcnico Jairo escreveu

    uma carta de agradecimento s atletas e colaboradores aps o ttulo conquistado no ltimo final de semana. A pedido de Jairo, o Voz do Itapocu publica na ntegra o texto. Confira:Este meu agradecimento a todas as meninas que deram incio a esse processo educacional no esporte, no qual comeou com o time masculino, que at hoje in-centivam e ajudam o Handebol de Barra Velha. Porm, dentro desse contexto nin-gum do poder pblico olhou e acompanhou com carinho o esforo de cada jovem que passou por nossa equipe. Hoje agradeo cada uma de vocs: Ru-biane, Daniele Arrondo, Isadora, Jssica Montibeller, Jssica Gabriel, Jssica Be-ithel, Mayara Gomes, Francine, Amanda Flor, Edivania, Gislaine, Ana Maria Blaska, Daniele Oliveira, Kriscia, Beatriz Paula, Jacqueline Maronezi, Beatriz Ariane, Paula da Silva, Gabriela Cani, Elizabeth Kozoski, Ana Vitria, Fernanda Corbani, Leticia O-liveira, Kamila Freitas, Tuane, Denise, Ta-inara Karine, Carla, Jaciara, Keite, Gabriel-ly Karoline, Jaqueline dos Santos e muitas outras e outros jovens que iniciaram este caminho de solidariedade que est sendo percorrido.Sinceramente, o orgulho que sinto por to-dos e por todas, algo imensurvel, por que se existe algo to espetacular em minha vida so vocs, estrelas, que com seu brilho juvenil encantaram todo o es-tado de Santa Catarina, de leste a oeste, pela dedicao, disciplina, respeito, edu-cao e pelo carinho que vocs tm por mim.Graas ao bom Deus e a proteo de Nossa Senhora Aparecida, procurei dar e mostrar a vocs jovens, as quais sempre acreditei, a humildade e a caridade que so dons que devemos cultivar dentro de nossos coraes. E se quisermos ter bons cidados no fu-turo, devemos nos preocupar amar nos-sas crianas de hoje, e dar-lhes condies de realmente serem orientadas para uma poltica sria, honesta, que trabalhem e lutem para que tenhamos cidados crti-cos, com sentimento de comunidade, fa-zer o que mais a nossa sociedade precisa, que a valorizao humana.Hoje se concretiza o quanto ns somos

    amados, incentivados e valorizados por pessoas annimas que no querem aparecer e sim fortalecer o sentimento de respeito e solidariedade, sobretudo es-tampar para o povo de Barra Velha, que quando se inspirado por Deus, tudo possvel.Pois ele nos ensina: Amai uns aos outros como eu vos amei. Foi um trabalho de 10 anos que foi coroado com sucesso, o qual indica o caminho de um missionrio, onde prega o amor de Deus que o caminho a verdade e a vida para toda essa juven-tude sedenta de conceitos que os levam a bondade, a humildade. Assim como nossa amiga Laurita, fundadora da AAPEC, que nos deixou um legado de luta, perseve-rana e carinho.Um grande agradecimento a Associao Aorianos de Barra Velha que abriu as portas para nossos treinamentos sem co-brar nada pelo uso do ginsio. A Escola de Educao Bsica Conselheiro Astro-gildo Odon Aguiar com seus diretores, a Fumtec, ao professor voluntrio Claudio de Souza, ao James Provesi, a MC Praia Imveis, ao Professor Lanches, ao em-presrio Celso Zimmermann, Santana Bar e Bola, Imprensa local, ao professor Billy integrador de esportes da nossa regio, e por fim no menos importante, a muitos amigos que mandaram mensagens de in-centivo e carinho para nossa equipe, com palavras, gestos, aes, oraes, por mais simples que fossem, foi um alento para nossa alma.A todos os familiares que incondicional-mente acreditara, incentivaram suas fi-lhas, sobre tudo pela confiana deposi-tada em mim como professor.Portanto jovens, tudo o que procurarem fazer, no importa o tipo de trabalho, fa-am com amor, carinho, sem prejudicar a quem est a sua volta, pois atravs da bondade, humildade e dedicao poderemos ser e fazer um mundo muito melhor. Amem seus pais, no deixem de escut-los e saibam valorizar os ensina-mentos e as limitaes fsicas dos idosos.VALEU A PENA... Um beijo no corao de todas vocs que merecem muito mais, lu-taram at o fim hoje, o fruto plantado h 10 anos. Amo a todos e a todas que es-tiveram conosco nesta caminhada.

    Representando a escola Conselheiro Astrogildo Odon Aguiar, garotas de 12 a 14 anos conquistaram os Jogos Escolares de Santa Catarina. O grupo j soma cinco ttulos esse ano e 18 jogos de invencibilidade.

    Apesar de estarem levando o nome da cidade e da Fundao munici-pal de Turismo, Esporte e Cultura, as integrantes do time enfrentam muitas dificuldades para levar os treinos adiante. Um dos principais obstculos a falta de lugar apropriado para realizar os treinos. Desde maro, o ginsio municipal de esportes Alfredo Jos de Borba encontra-se fechado para reforma. A previso da prefeitura que at setembro as obras estejam conclu-das. Enquanto isso, as meninas por conta prpria, se deslocam at o bairro Quinta dos Aorianos onde, atravs de uma parceria, foi cedido

    o ginsio da Associao dos Ao-rianos para os treinos. Este por sua vez, com dimenses menores e marcaes especficas para o fut-sal, o que dificulta as prticas do handebol, mas que para as atletas apenas mais um desafio a ser ven-cido.As bolas e outros equipamentos us-ados nas atividades, em sua grande maioria so de doaes da feder-ao catarinense de handebol e de colegas do tcnico que admiram o trabalho executado. Alm disso, Jairo ainda corre atrs de novos patrocinadores para se juntar aos j estampados nos uniformes das jogadoras.

    DIFICULDADES E SUPERAO Mesmo com as dificuldades, todas as meninas entram em quadra com muita garra. Pra elas, os obstculos encontra-dos so apenas mais uma mo-tivao de vencer no esporte e na vida. difcil de lidar com esses problemas de estrutura, porque nos campeonatos to-talmente diferente, a quadra muito maior e assim nos cansa-mos muito rpido. Todas ns temos o sonho de seguir na carreira esportiva, mas pra isso precisamos de um apoio maior do poder pblico, diz Marcella Maria Arbigaus Reinert, 14 anos de idade, armadora do time.

    Com fora de vontade e de-terminao elas do o melhor de si, hoje so as melhores do estado. Em novembro do ano passado, em uma seletiva reali-zada pela federao catarinense de handebol, trs jogadoras de Barra Velha foram escolhidas para participar de um teste na seleo catarinense, que deve acontecer esse ano. Uma delas Amanda Guima-res, 14 anos de idade, ponteira do time. Pra ela, o esporte em Barra Velha pouco visto, mas no se incomoda com os con-tratempos. Seu sonho? Jogar num time profissional. Eu lido

    com a esperana que no futuro isso ir trazer um beneficio para nosso time.Jairo diz que as diferenas so facilmente notadas ao chegar aos campeonatos. Quando en-tramos em quadra nos depara-mos com equipes de uniformes novos e comisso tcnica acom-panhadas de massagistas para caso alguma das meninas neces-site. No nosso caso, tudo isso feito por mim. Mas nada disso nos atrapalha. Entramos com determinao pra vencer e hoje somos a melhor equipe do es-tado.

    CARTA DE AGRADECIMENTO

    Barra Velha 22 X 07 Joinville

    Barra Velha 22 X 03 Dona Emma

    Barra Velha 14 X 02 Jaragu do Sul

    Barra Velha 27 X 05 Rio Negrinho

    Barra Velha 12 X 04 Jaragu do Sul

    Barra Velha 12 X 08 Palma Sola

    Barra Velha 14 X 08 Itaja

    Barra Velha 17 X 09 Caador

    TRAJETRIA NO JESCCidade Placar Cidade

  • H mais de 10 anos, o profes-sor de educao fsica Jairo Gabriel Hermgenes se dedi-ca ao esporte barravelhense. Entre tantas modalidades, sua preferida o handebol, onde comeou como jogador e hoje treina o time feminino de Barra Velha. Aps quatro anos com o mesmo grupo, 2013 tem sido o ano da con-sagrao. No ltimo sbado, as meninas do time infantil se tornaram campes estaduais dos Jogos Escolares de Santa Catarina (JESC de 12 14 anos de idade).Com uma bela campanha, e invictas, elas chegaram fase final realizada na cidade de So Miguel DOeste. A equipe que leva o nome da escola Conselheiro Astrogildo Odon Aguiar estava repre-sentando a regio leste/norte do estado. A equipe enfrentou cidades como Itaja, Palma Sola e Caador que lideravam suas respectivas regies. Os jogos aconteceram no esquema pontos corridos,

    ou seja, aquela que tivesse mais pontos no final seria a campe. Sendo assim, aps as vitrias sobre Palma Sola e Itaja, elas precisavam de a-penas um empate para subir no lugar mais alto do pdio. Resultado esse, que foi su-perado com a vitria por 17 x 09Em 2012, a equipe era ba-sicamente a mesma desse ano, mas acabou ficando pelo caminho quando perdeu a final da fase regional contra Jaragu do Sul. Para o tcni-co, as meninas teriam capaci-dade de conquistar o ttulo no ano passado, mas por peque-nos descuidos acabaram per-dendo a chance. Esse ano as meninas chegaram fase final com status de favoritas. Quando chegamos cidade, nosso time era s elogio. Treinadores das equipes que iramos enfrentar vinham me cumprimentar pelo excelente grupo que conseguimos mon-tar e diziam que esse ano o ttulo seria nosso, comenta o

    treinador.Durante 2013, o time de handebol barravelhense dis-putou 18 jogos oficiais e est at o momento invicto. Nos tornamos campes invictas em todas as competies oficiais, isto indito no es-tado, diz Jairo.Com o ttulo de campes es-taduais, a prxima etapa ser representar o estado nos Jogos Escolares da Juventude que ser realizado em Natal RN, entre os dias 9 e 14 de setembro. No dia 9 a de-legao barravelhense vai at Florianpolis onde embarca no avio para Natal.Somente neste ano, as meni-nas foram campes nos cinco campeonatos que dispu-taram: Etapa Micro Regional - JESC (Joinville), Copa Santa Catarina de Handebol (Tu-baro), Copa Leste/Norte de Handebol (Balnerio Cambo-ri), Etapa Regional - JESC (Rodeio/Ascurra) e a Etapa Estadual - JESC (So Miguel DOeste).

    9MATRIA ESPECIALSbado, 3 de agosto de 2013.8

    Campe: Equipe de handebol feminino de Barra Velha conquista ttulo estadual e vaga para o brasileiro em Natal

    FALTA DE ESTRUTURA

    CAMPES ESTADUAIS DOS JOGOS ESCOLARES DE SANTA CATARINA A prprio punho, o tcnico Jairo escreveu

    uma carta de agradecimento s atletas e colaboradores aps o ttulo conquistado no ltimo final de semana. A pedido de Jairo, o Voz do Itapocu publica na ntegra o texto. Confira:Este meu agradecimento a todas as meninas que deram incio a esse processo educacional no esporte, no qual comeou com o time masculino, que at hoje in-centivam e ajudam o Handebol de Barra Velha. Porm, dentro desse contexto nin-gum do poder pblico olhou e acompanhou com carinho o esforo de cada jovem que passou por nossa equipe. Hoje agradeo cada uma de vocs: Ru-biane, Daniele Arrondo, Isadora, Jssica Montibeller, Jssica Gabriel, Jssica Be-ithel, Mayara Gomes, Francine, Amanda Flor, Edivania, Gislaine, Ana Maria Blaska, Daniele Oliveira, Kriscia, Beatriz Paula, Jacqueline Maronezi, Beatriz Ariane, Paula da Silva, Gabriela Cani, Elizabeth Kozoski, Ana Vitria, Fernanda Corbani, Leticia O-liveira, Kamila Freitas, Tuane, Denise, Ta-inara Karine, Carla, Jaciara, Keite, Gabriel-ly Karoline, Jaqueline dos Santos e muitas outras e outros jovens que iniciaram este caminho de solidariedade que est sendo percorrido.Sinceramente, o orgulho que sinto por to-dos e por todas, algo imensurvel, por que se existe algo to espetacular em minha vida so vocs, estrelas, que com seu brilho juvenil encantaram todo o es-tado de Santa Catarina, de leste a oeste, pela dedicao, disciplina, respeito, edu-cao e pelo carinho que vocs tm por mim.Graas ao bom Deus e a proteo de Nossa Senhora Aparecida, procurei dar e mostrar a vocs jovens, as quais sempre acreditei, a humildade e a caridade que so dons que devemos cultivar dentro de nossos coraes. E se quisermos ter bons cidados no fu-turo, devemos nos preocupar amar nos-sas crianas de hoje, e dar-lhes condies de realmente serem orientadas para uma poltica sria, honesta, que trabalhem e lutem para que tenhamos cidados crti-cos, com sentimento de comunidade, fa-zer o que mais a nossa sociedade precisa, que a valorizao humana.Hoje se concretiza o quanto ns somos

    amados, incentivados e valorizados por pessoas annimas que no querem aparecer e sim fortalecer o sentimento de respeito e solidariedade, sobretudo es-tampar para o povo de Barra Velha, que quando se inspirado por Deus, tudo possvel.Pois ele nos ensina: Amai uns aos outros como eu vos amei. Foi um trabalho de 10 anos que foi coroado com sucesso, o qual indica o caminho de um missionrio, onde prega o amor de Deus que o caminho a verdade e a vida para toda essa juven-tude sedenta de conceitos que os levam a bondade, a humildade. Assim como nossa amiga Laurita, fundadora da AAPEC, que nos deixou um legado de luta, perseve-rana e carinho.Um grande agradecimento a Associao Aorianos de Barra Velha que abriu as portas para nossos treinamentos sem co-brar nada pelo uso do ginsio. A Escola de Educao Bsica Conselheiro Astro-gildo Odon Aguiar com seus diretores, a Fumtec, ao professor voluntrio Claudio de Souza, ao James Provesi, a MC Praia Imveis, ao Professor Lanches, ao em-presrio Celso Zimmermann, Santana Bar e Bola, Imprensa local, ao professor Billy integrador de esportes da nossa regio, e por fim no menos importante, a muitos amigos que mandaram mensagens de in-centivo e carinho para nossa equipe, com palavras, gestos, aes, oraes, por mais simples que fossem, foi um alento para nossa alma.A todos os familiares que incondicional-mente acreditara, incentivaram suas fi-lhas, sobre tudo pela confiana deposi-tada em mim como professor.Portanto jovens, tudo o que procurarem fazer, no importa o tipo de trabalho, fa-am com amor, carinho, sem prejudicar a quem est a sua volta, pois atravs da bondade, humildade e dedicao poderemos ser e fazer um mundo muito melhor. Amem seus pais, no deixem de escut-los e saibam valorizar os ensina-mentos e as limitaes fsicas dos idosos.VALEU A PENA... Um beijo no corao de todas vocs que merecem muito mais, lu-taram at o fim hoje, o fruto plantado h 10 anos. Amo a todos e a todas que es-tiveram conosco nesta caminhada.

    Representando a escola Conselheiro Astrogildo Odon Aguiar, garotas de 12 a 14 anos conquistaram os Jogos Escolares de Santa Catarina. O grupo j soma cinco ttulos esse ano e 18 jogos de invencibilidade.

    Apesar de estarem levando o nome da cidade e da Fundao munici-pal de Turismo, Esporte e Cultura, as integrantes do time enfrentam muitas dificuldades para levar os treinos adiante. Um dos principais obstculos a falta de lugar apropriado para realizar os treinos. Desde maro, o ginsio municipal de esportes Alfredo Jos de Borba encontra-se fechado para reforma. A previso da prefeitura que at setembro as obras estejam conclu-das. Enquanto isso, as meninas por conta prpria, se deslocam at o bairro Quinta dos Aorianos onde, atravs de uma parceria, foi cedido

    o ginsio da Associao dos Ao-rianos para os treinos. Este por sua vez, com dimenses menores e marcaes especficas para o fut-sal, o que dificulta as prticas do handebol, mas que para as atletas apenas mais um desafio a ser ven-cido.As bolas e outros equipamentos us-ados nas atividades, em sua grande maioria so de doaes da feder-ao catarinense de handebol e de colegas do tcnico que admiram o trabalho executado. Alm disso, Jairo ainda corre atrs de novos patrocinadores para se juntar aos j estampados nos uniformes das jogadoras.

    DIFICULDADES E SUPERAO Mesmo com as dificuldades, todas as meninas entram em quadra com muita garra. Pra elas, os obstculos encontra-dos so apenas mais uma mo-tivao de vencer no esporte e na vida. difcil de lidar com esses problemas de estrutura, porque nos campeonatos to-talmente diferente, a quadra muito maior e assim nos cansa-mos muito rpido. Todas ns temos o sonho de seguir na carreira esportiva, mas pra isso precisamos de um apoio maior do poder pblico, diz Marcella Maria Arbigaus Reinert, 14 anos de idade, armadora do time.

    Com fora de vontade e de-terminao elas do o melhor de si, hoje so as melhores do estado. Em novembro do ano passado, em uma seletiva reali-zada pela federao catarinense de handebol, trs jogadoras de Barra Velha foram escolhidas para participar de um teste na seleo catarinense, que deve acontecer esse ano. Uma delas Amanda Guima-res, 14 anos de idade, ponteira do time. Pra ela, o esporte em Barra Velha pouco visto, mas no se incomoda com os con-tratempos. Seu sonho? Jogar num time profissional. Eu lido

    com a esperana que no futuro isso ir trazer um beneficio para nosso time.Jairo diz que as diferenas so facilmente notadas ao chegar aos campeonatos. Quando en-tramos em quadra nos depara-mos com equipes de uniformes novos e comisso tcnica acom-panhadas de massagistas para caso alguma das meninas neces-site. No nosso caso, tudo isso feito por mim. Mas nada disso nos atrapalha. Entramos com determinao pra vencer e hoje somos a melhor equipe do es-tado.

    CARTA DE AGRADECIMENTO

    Barra Velha 22 X 07 Joinville

    Barra Velha 22 X 03 Dona Emma

    Barra Velha 14 X 02 Jaragu do Sul

    Barra Velha 27 X 05 Rio Negrinho

    Barra Velha 12 X 04 Jaragu do Sul

    Barra Velha 12 X 08 Palma Sola

    Barra Velha 14 X 08 Itaja

    Barra Velha 17 X 09 Caador

    TRAJETRIA NO JESCCidade Placar Cidade

  • 10 POLTICA Sbado, 3 de agosto de 2013.

    A Organizao Barra Limpa (Obal) divulgou nesta semana um dossi que aponta pos-sveis irregularidades em lici-taes feitas na atual adminis-trao da prefeitura de Barra Velha. De acordo com os do-cumentos reunidos e enviados a autoridades e imprensa do municpio, a Obal acredita ter problemas em nove certames realizados atravs de carta convite. O prefeito Claudemir Matias j teve acesso a docu-mentao, mas diz que ao lici-taes ocorreram dentro da legalidade.Segundo o presidente da Or-ganizao, Carlos Roberto Mendes Ribeiro, o dossi com 69 pginas digitalizadas, alm de um texto explicativo sobre cada licitao investi-gada, foi enviado para o pre-feito municipal, todos os vere-adores, alm da promotoria de justia e imprensa. No cabe a Obal julgar ou tomar outra providncia, alm desta tomada. Nosso controle acaba na divulgao, justifica no co-municado. A Obal contesta diversos pon-tos das nove licitaes, elen-

    cando cerca de cinco tpicos por licitao. Entre as ocor-rncias esto: no publicao de algumas licitaes no site no perodo correto, erros na cronologia de alguns proces-sos, falta de assinaturas em al-guns documentos, assinaturas semelhantes de representantes de empresas diferentes, desis-tncias de empresas em alguns certames, licitaes venci-das por diferena mnima de preo e empresas convidadas de cidades como Florianpo-lis e Rio do Sul, quando haveriam outras opes em cidades mais prximas a Barra Velha. O presidente da organi-zao completa o comuni-cado cobrando medidas das autoridades com relao documentao enviada. Es-peramos que os detentores da obrigao de fazer os con-troles e analises o faam de maneira tcnica, sem fazer do partidarismo poltico um fator de julgamento. Todas as aes analisadas deveriam ser, por fora de funo, objeto de fiscalizao dos vereadores, portanto, corresponsveis.

    Obal apresenta dossi com possveis irregularidades em licitaes da prefeitura de Barra VelhaOrganizao reuniu documentos questionando licitaes na categoria carta convite. Prefeito acredita que tudo ocorreu dentro da legalidade

    Prefeito nega irregularidadesProcurado pela reportagem do Voz do Itapocu, o prefeito Claudemir Matias nega que tenha acontecido privilgios a empresas ou irregularidades nas licitaes apontadas pela Obal.Dentro dos padres le-gais, no existe dolo, justifica. Segundo Matias, o Poder Executivo tem acompanhado s reunies da Organizao e permitido que a Obal faa sugestes. Estamos atentos s demandas da Obal e buscando sempre melhorar no processo

    licitatrio, comenta. Ele explica que na licitao de carta convite, qualquer em-presa pode participar a partir da publicao do edital. A pre-feitura pesquisa de trs a cinco empresas com conhecimento na rea e envia o convite, mas qualquer outra empresa pode participar. O que prevalece sempre o menor preo, argu-menta. Matias diz ainda que a prefeitura est a disposio para esclarecer dvidas dos rgos fiscalizadores.

    Prefeito Claudemir Matias

    Cartuchos de tinta apresentam preos muito acima do mercado

    Um dos casos apontados pela Obal que chama mais ateno a licitao de car-ta convite n5, vencida pela empresa Tinta Mais. Segun-do o dossi, alguns produ-tos foram adquiridos por um valor muito acima do preo de mercado, comprovados por pesquisas feitas pela prpria reportagem no site oficial da fornecedora HP. o caso do modelo preto CH561H 122, encontrado facilmente na internet na faixa de R$29,00 e adqui-rido por R$49,30 segundo documento apresentado pela Obal. No montante de 65 cartuchos, a diferena chega a R$1261,00 em ap-enas um item.

    O caso parecido com o cartucho preto CB335W 74, adquirido na licitao por R$58,99 e encontra-do na internet na faixa de R$43,90. Somados os 65 cartuchos deste modelo ad-quiridos, a diferena chega a R$980,85. A situao se repete outros suprimentos para impressora, porm no foi possvel identificar pela documentao recebi-da especificaes de alguns produtos, como por exem-plo, a capacidade em milili-tros de alguns cartuchos. Em outro caso, a Organi-zao questiona a licitao de arquibancadas e tendas, vencida pela empresa CM Ponciano / Esgoneto. Nos

    documentos apresentados pela Obal, duas empresas concorrentes so do mes-mo dono e contam com o mesmo procurador. O pro-curador de duas empresas assina a proposta de preos de uma e a entrega de en-velopes de outra, denuncia no dossi.

  • 11

    Principal via de acesso ao cen-tro de Barra Velha para quem vem da rodovia BR-101 ou de outros bairros da cidade, a Avenida Santa Catarina j se tornou uma preocupao para autoridades e moradores do municpio. Os acidentes fre-quentes ao longo da Avenida evidenciam o desrespeito as Leis de trnsito cometido pe-los motoristas da cidade, que circulam muito acima do li-mite de 40 km por hora. Em um intervalo de tempo de trs dias, dois acidentes foram registrados no mesmo local na ltima semana. Na noite de segunda-feira, um Gol, placa MHX 3047 (Guaramirim), capotou em frente ao super-mercado Linomar. Os jovens Eduardo Ferreira da Cruz, 19 anos, e Jackson Fernando de Amorim, 20, estavam no veculo, mas no se machuca-ram com gravidade. Eles con-taram aos policiais militares que foram fechados por outro veculo, por isso perderam o

    controle do carro. No mesmo trecho, no sbado a noite, um Palio bateu em um carro esta-cionado. Ningum se feriu. Para o sargento da polcia militar Teotnio de Amorim Neto, estes so apenas alguns exemplos de imprudncia no trnsito. A grande maioria dos casos por imprudncia e descuido dos motoristas. Geralmente so veculos que andam em alta velocidade ou ento que no respeitam a dis-tncia segura de trs metros entre um carro ou outro, ex-plica.Sargento Amorim conta que recentemente a polcia mili-tar fez um levantamento das ocorrncias de acidente de trnsito na cidade apontando os pontos mais crticos de Barra Velha. Os dados foram entregues a coordenadoria de Trnsito do municpio. Responsvel por este setor da prefeitura, Cesrio da Luz explica que os dados j esto sendo analisados em conjunto

    com o secretrio de Plane-jamento Urbano da cidade, Gustavo Cani. Estamos iden-tificando os principais pontos e as caractersticas dos aci-dentes, para ver de que forma melhor-los. A avenida Santa Catarina, alguns cruzamen-tos do bairro Los Angeles e as marginais so os principais focos de acidentes, comenta Cesrio.

    Outro dado que chamou a ateno de Cesrio, que a maioria dos acidentes a-contece durante a noite ou a madrugada, quando a cidade est menos movimentada. A coordenadoria pretende re-forar a sinalizao nestes trechos e estuda at a implan-tao de lombadas. Para moradores e comerci-antes da Avenida, os casos fre-

    quentes de acidentes so preo-cupantes, colocando em risco no s ocupantes de outros carros que trafegam na mo contrria, mas tambm dos pedestres nas caladas. No sbado um carro subiu em cima da calada antes de bater em outro estacionado. Se tem uma pessoa ali naquela hora, poderia ter ocorrido algo grave, diz um morador.

    SEGURANA PBLICASbado, 3 de agosto de 2013.Acidentes na Avenida Santa Catarina preocupam autoridades e moradores de Barra Velha

    Cerca de 60 funcionrios da empresa Natubras Pesca-dos passaram por momentos de terror no inicio desta se-mana. Seis homens armados invadiram a empresa no final da tarde de segunda-feira, no bairro Nossa Senhora das Graas, em Balnerio Piar-ras, renderam todos os traba-lhadores e fugiram levando o cofre e um veculo Ducato da empresa. Na fuga eles foram persegui-dos pela polcia e bateram

    o veculo na rodovia Vari-ante, entre Penha e Balnerio Piarras. Dois bandidos con-seguiram fugir pelo mato e outros trs entraram em uma Honda Civic, dirigido pelo sexto assaltante. Ningum foi preso. Segundo testemunhas, a ao dos assaltantes na Natubras durou cerca de 20 minutos. Eles estariam portavando dois fuzis, duas armas calibre 12 e pistolas, quando renderam um vigia e entraram na em-

    presa, usando mscaras. O grupo mandou todos os fun-cionrios deitarem no cho, enquanto encontravam o cofre da empresa. De l eles fugiram levando a Ducato e o cofre.Um vizinho percebeu a ao e acionou a polcia, que se mobilizou para interceptar os bandidos. Eles fugiram pela rua Geraldo Cardoso, onde trocaram tiros com policiais militares e civis que participa-vam da operao. J na rodo-via Variante, quando tentavam

    chegar a BR-101, os assal-tantes encontraram a estrada fechada por duas viaturas. Na tentativa de desviar, os bandidos bateram a Ducato roubada e desceram do vecu-lo em direo a um Civic, di-rigido por outro integrante da quadrilha, trocando tiros no-vamente com policiais. Dois conseguiram despistar a pol-cia pelo mato, enquanto ou-tros trs embarcaram no outro veculo e conseguiram fugir pela BR-101, na direo norte.

    Buscas foram feitas no local do acidente, mas nenhum dos assaltantes foi encontrado.O caso vai ser investigado pela delegacia de polcia ci-vil. Segundo a polcia militar, tudo indica que os bandidos tinha informaes sobre uma transao alta de dinheiro na empresa ou pagamento de funcionrios. A quantia rou-bada no cofre no foi infor-mada.

    Bandidos rendem funcionrios e levam cofre de empresa de pescados em Balnerio Piarras

    Durou poucos dias a para-lisao parcial dos policiais civis de Santa Catarina nesta semana. A greve que iniciou na tarde de segunda-feira, foi encerrada na quarta-feira aps o desembargador Luiz Czar Medeiros, da Terceira Cmara de Direito Pblico, atender ao pedido da Procuradoria Geral do Estado. Segundo Medeiros, as reivindicaes da categoria so vlidas, porm, trata-se de um servio essencial para a so-ciedade, por isso no deveria ter suas atividades prejudica-das. A pena por dia de greve

    seria de R$50 mil. O Sindicato dos Trabalhadores da Polcia Civil (Sinpol), que seria o apenado caso a greve continuasse, acatou a deciso e na quarta-feira os policiais retomaram aos trabalhos nor-mais. Segundo o Sinpol, cerca de 30% do efetivo esteve em atividade durante a greve. A principal reclamao da categoria com relao a rea-justes salariais. Os policiais cobram do Governo do Estado uma readequao do plano de cargos e salrios, o cumpri-mento da data base e o paga-

    mento de premiaes. Outra reivindicao o aumento do efetivo em Santa Catarina, com a realizao para mais concursos pblicos. O Governo do Estado apre-sentou uma nova proposta categoria na segunda-feira, que no foi aceita pelo Sinpol. O Governo props um au-mento na remunerao mdia mnima da Polcia Civil de R$ 2.983,00 para R$4.520,00 (au-mento de 51,5%). J no teto, a remunerao passaria de R$8.200,00 para R$11.965,00 (aumento de 45,9%). Os au-

    mentos seriam concedidos gradualmente em agosto de 2014, agosto de 2015 e dezem-bro de 2015.Segundo Anderson Amorim, presidente do Sindicato, a proposta no foi aceita porque no equivale ao tempo que a categoria est sem aumento real de salrio. O Sinpol espe-rava uma reposio equiva-lente a 13 anos, mas para Amorim, a oferta do Estado no equivaleria nem a 5 anos. Durante a paralisao, os policiais civis realizaram a-penas servios considerados

    inadiveis, como registros de ocorrncias que envolviam crimes de homicdio, tenta-tiva de homicdio, suicdio, latrocnio, sequestro e crcere privado, estupro, desapare-cimento de pessoa, furto e recuperao de veculos fur-tados ou roubados. Alm dis-so, tambm foram mantidas operaes j marcadas ou de prises imediatas. O restante dos atendimentos foram pa-ralisados ou disponibilizados apenas pela internet.

    Greve da polcia civil em Santa Catarina interrompida pela Justia

  • 12 MEIO AMBIENTE Sbado, 3 de agosto de 2013.

    O Coordenador da Defesa Civil de Barra Velha, Elton Cesar Cunha, e a Diretora da Fundao Municipal do Meio Ambiente (FUDEMA), Maria Luisa Duarte de Oliveira receberam na ltima semana os certificados do curso Formao de Educadores Ambientais para Gesto da Bacia Hidrogrfica do Rio Itapocu. O curso formou 52 educadores ambientais. Promovido pelo Comit Itapocu, da Associao dos Municpios do Vale do Itapocu (AMVALI), contou com o apoio do Governo do Estado atravs da Secretaria de Es-tado do Desenvolvimento Econmico Sustentvel (SDS). Na oportuni-dade tambm foram entregues aos participantes as maquetes e bolsas ecolgicas produzidas, alm das canecas e camisetas do Comit.Aps a entrega dos certificados foi realizado a leitura e aprovao de uma carta aberta, escrita pelos participantes do curso. O documento apresenta medidas que podem ser tomadas para viabilizar a boa gesto da Bacia Hidrogrfica do Rio Itapocu. Ela ser enviada aos 13 municpios que integram a bacia.

    Coordenador da Defesa Civil e Diretora da Fundema de Barra Velha recebem certificado de formao de educadores ambien-tais

    Exposio de orqudeas rene cerca de 450 plantas em Balnerio PiarrasVai at amanh a exposio de orqudeas organizada pelo Circulo Orquidfilo Litoral Catarinense, no salo da igreja do centro de Balnerio Piar-ras. O evento iniciou na quin-ta-feira e conta com uma va-riedade de cerca de 450 itens de diferentes espcies da plan-ta. No primeiro dia, foram distribudos os 16 trofus das categorias definidas pela or-ganizao do evento. Alm de Associaes de vrias regies do Estado, tambm esto pre-sentes expositores de Curitiba.Segundo o presidente do Cir-culo, Jaime Spagnol, esta a 16 edio da exposio, que h anos ocorre no mesmo lo-cal. Participam do grupo cerca de 15 orquidfilos das cidades de Penha, Barra Velha, Nave-gantes e Balnerio Piarras. Hoje a exposio fica aberta das 9h s 20h e neste domingo abre das 9h s 18h, nos dois dias com entrada franca.Jaime explica que mais de 10 agremiaes esto par-ticipando da edio deste

    ano. Para definir as melhores plantas dentro das categorias, cada agremiao indica seus jurados e grupos de trs jul-gadores e um secretrio so formados para as avaliaes. Os prmios so simblicos, trofes e medalhas, mas que para estes aficionados pela planta, j so uma grande honra. A grande campe deste ano vem de Timb. Para o presidente da Fede-rao Catarinense de Orqui-dofilia, Marcelo Vieira Nasci-mento, a exposio deste ano vale pena conferir. Apesar das condies ruins do tempo nas ltimas semanas, a ex-posio est muito bacana, com uma grande variao, co-menta. Ele conta que em Santa Catarina existem 22 agremi-aes federadas e por ano cer-ca de 40 eventos relacionados a orqudea acontecem. Ns temos mais pblico que uma Festa do Pinho, por e-xemplo. S que os eventos so espalhados e com poucos dias, mas por ano, temos mais de

    400 mil pessoas visitando as exposies e competies, ex-plica Marcelo. Segundo Jaime, no ano passado mais de cinco mil pessoas passaram pelo evento de Balnerio Piarras. Quando perguntado pela re-portagem o que faz de uma pessoa um bom orquidfilo, Spagnol no esconde o se-gredo. A receita para cultivar a orqudea ter amor. Ns te-

    mos amor e por isso cuidamos delas. Geralmente a pessoa comea cultivando quando visita uma exposio como essa ou ento recebe uma planta de presente. A partir da comea a cuidar dela e vai aprendendo mais sobre as orqudeas, comenta.Na exposio de Balnerio Piarras, a venda de plantas fica a critrio do expositor. Na

    maioria das vezes, os comer-ciantes compram para repro-duzir s plantas. Muitas pes-soas tambm compram para dar de presente, diz Jaime. Ele explica que possvel realizar a reproduo artificial da planta, mas o processo pode durar anos, de acordo com a espcie. Dependendo do item desejado, a planta pode custar mais de R$1 mil.

  • Nascido em 12 de outubro de 1894 no municpio de Join-ville, Carlos Gomes de Oliveira, o homem pblico que acabou consagrado no norte catari-nense pela longevidade e reco-nhecido por muitos devido ao fato de ter chegado ao Senado da Repblica, tem vnculos com Barra Velha que muitos no imaginam. O intelectual, que chegou a si-gnificativos 102 anos de vida, teve uma trajetria cheia de emoes, compromissos, even-tos e solenidades que tomavam muito do seu tempo e de sua energia, a qual recarregava nas praias deste lindo balnerio. Durante muito tempo (25 anos) este homem pde ser visto pe-las ruas da cidade, conversando com um ou outro amigo, com-prando seu peixe ou camaro nas canoas, passeando pela praia ou descansando em sua casa, localizada no centro da ci-dade, prxima Matriz da Igreja Catlica. Era catlico, e sempre repetia um versinho antes de dormir, muitas vezes em voz alta: Com Deus me deito e com Deus me levanto, na divina paz do Esprito Santo. Casou na Igreja do Sagrado Corao de Jesus, em Joinville, com Sara Gomes de Oliveira, sua prima em 3 grau e filha de Procpio Gomes de Oliveira, de Araquari, e de Maria Balbina de Miranda Lemos, esta nascida em Itapocu, tambm na antiga Parati. Juntos viveram muitos anos, e tiveram trs filhos dois meninos e uma menina se separando apenas quando Sara faleceu. Era advogado, formado pela USP, mas tambm desempe-nhou atividades como jornalista, poltico, escritor e historiador. Em Barra Velha, chamava aten-o onde quer que passava por ser muito inteligente, se expres-sar muito bem por isso muitos moradores do local o procura-vam para ter conselhos, tirar dvidas quanto legislao, pedir auxlio quanto a investi-mentos, escrever algo, enfim, toda sorte de questionamentos eram feitos a este veranista que acabou adotando Barra Velha para morar. No jornalismo, colaborou no Jornal de Joinville e no Cor-reio de Joinville, aquele criado

    por Eduardo Schwartz, e este criado por sua iniciativa ao lado do mdico Dr. Plcido Gomes de Oliveira - irmo de Sara. Ambos jornais j extintos, mas que cir-cularam por vrios anos em sua terra natal. O gosto pela escrita e leitura no o abandonou nem mesmo de-pois de aposentado ou durante as frias, perodo que viveu em Barra Velha. Contam os antigos moradores daqui, que semanal-mente, dirigia-se at a agncia dos correios do municpio e en-caminhava cartas e mais cartas para amigos, filhos, conhecidos, enfim, ele sempre tinha algo a falar, a contar. Alm de escrever para jornais, no s de Joinville, mas tam-bm de Florianpolis, Carlos tambm escreveu livros e den-tre eles, um todo escrito durante o perodo que morou em Barra Velha. A produo se chamou: Integrao - Estudos Sociais e Histricos de Joinville, de Santa Catarina e do Brasil. O seu contato com o mundo das letras e da escrita o aproxima-ram da educao catarinense, e ele soube aproveitar estas oportunidades para deixar a marca de seu trabalho. Desem-penhou funes como: chefe escolar, inspetor do ensino mu-nicipal (1931), e secretrio de Educao e Justia do Estado (1932). Em muitas ocasies no tinha remunerao, traba-lhando apenas pela causa da educao municipal e estadual. Tambm lecionou sociologia na Faculdade de Direito e no Col-gio Sagrado Corao de Jesus.E foi por via da Educao, que Carlos Gomes recebeu uma bela homenagem, pois seu nome foi dado ao Colgio Agrcola de Araquari (atual Instituto Federal Catarinense), e tambm na Es-cola Municipal Senador Carlos Gomes de Oliveira, no Jardim Francine (Iriri), em Joinville.

    - Na prxima semana: o en-volvimento poltico de Carlos Gomes de Oliveira, sua ligao com Juscelino Kubitschek e sua aposentadoria nas terras barra-velhenses.

    Fontes: Lgia Maria Gomes de Castro, Flvio Edmundo Gomes de Oliveira e Gilza Maria Gomes de Oliveira.

    Esquinas da HistriaProfessora e historiadora Angelita Borba de Souza e-mail: angelitaborba@hotmail.com

    Carlos Gomes de Oliveira Um quarto de sculo bem vivido em Barra Velha Parte I

    13CULTURASbado, 3 de agosto de 2013.Festa do Piro ter shows de Paula Fernandes, Amado Batista e duplas sertanejas

    Na manh da ltima quinta-feira foi realizado o prego para decidir qual a empresa ficar responsvel pela organi-zao da 17 Festa Nacional do Piro, que tradicional-mente acontece junto do fe-riado de 7 de setembro em Barra Velha. A empresa Drial Eventos, de Curitiba, ofereceu o menor valor, R$259 mil, e na proposta j apresentou os shows nacionais da festa.A programao iniciar na quinta-feira, dia 5, com a apresentao de Amado Ba-tista. Na sexta-feira, a cantora Paula Fernandes ser a grande atrao. J no sbado,

    Bruninho e Davi fecham a noite. Para fechar o evento, no domingo, Klber Oliveira se apresenta no perodo da tarde e a noite show com Teodoro e Sampaio. Thiago Pinheiro, presidente da Fundao Municipal de Turismo, Esporte e Cultura destaca que a empresa ir in-cluir mais um show nacional no sbado, que ser confirma-do ainda essa semana. Para iniciar as vendas de cama-rotes e stands, responsveis pela Drial Eventos estaro em Barra Velha nessa segunda-feira estabelecendo pontos de vendas e os valores. Ingressos

    para os shows sero vendidos R$20,00 no primeiro lote. O show de domingo tarde, com Kleber Oliveira, ser gratuito. No palco alternativo, estaro se apresentando bandas lo-cais que entraram em contato com a Secretaria de Turismo e agendaram suas apresen-taes. Para dar visibilidade aos artistas, a fundao abriu inscries para que os inte-ressados em tocar na praa de alimentao pudessem estar se inscrevendo. O ato obteve sucesso, bandas de ritmos variados como rock, reggae, sertanejo e pop tero a chance de mostrar o seu trabalho.

    Eleita a rainha e as princesas da 17 Festa Nacio-nal do PiroCom a Sociedade Recreativa de Barra Velha cheia, a noite do ltimo sbado ganhou um brilho a mais. Na ocasio foi eleita a nova realeza da 17 Festa Nacional do Piro. A partir de agora, a rainha Andrielli Pergusi Ribeiro, 17 anos, e as princesas Mnica Helosa Fagundes, 19, e Cssia Maria Passos, 16, tero a mis-so de representar e divulgar no Estado a maior festa popu-lar de Barra Velha, passando a visitar diversos municpios, festas, rdios e programas de TV no intuito de convidar o pblico.Em um dos desfiles mais dis-putados dos ltimos anos, os jurados avaliaram quesitos como beleza, simpatia, dico e desenvoltura. Entre doze candidatas, a representante da Associao das Senhoras Solidrias, Andrielli, ficou com o posto de rainha e com o prmio de R$2 mil. Como primeira princesa, Mnica, representante da Associao

    Cultural e Comunitria de Itajuba, faturou R$1 mil. J a segunda princesa, Cssia Maria Passos, representante da Associao Comunitria de Desenvolvimento de Ita-juba, levou R$500,00. Alm do prmio em dinheiro, o trio recebeu tambm brindes do comrcio local.Andrielli diz ter ficado muito surpresa e emocionada com a vitria, Eu no estava espe-rando por isso. Vim morar em

    Barra Velha faz sete meses e estava at torcendo pra outras meninas que tambm eram lindas. Drica como conhe-cida pelos amigos, revela que ainda no caiu ficha pela con-quista, assim como tambm no sabe o que vai fazer com o valor recebido. O estmulo para participar do concurso, at ento indito, veio da tia, que destacou sua beleza e a in-centivou a se inscrever.

    Fotos: Internet

    Foto: Divulgao Prefeitura

  • VARIEDADES Sbado, 3 de agosto de 2013.

    O que preciso limpar, apri-morar, melhorar, nas aes e nas emoes? Conscientize-se de como tudo est conectado. E faa a sua parte.

    ries

    HORSCOPO

    TouroMuitas limpezas emocionais esto ocorrendo e preciso discernimento para realiz-las. Momento de curar anti-gas mgoas e ressentimen-tos.

    GmeosA ateno s questes emocionais e familiares o mais importante agora. Per-ceba que a realizao no pressupe status profissional, mas uma satisfao mais pro-funda.

    CncerUma comunicao mais pro-funda e plena essencial nos relacionamentos. Inteligncia emocional a capacidade de utilizar conhecimentos para melhorar as relaes.

    Recursos materiais no so mais importantes do que va-lores espirituais, leonino. Va-lorize o que realmente es-sencial. Compartilhe mais, o que tem e o que sente.

    Leo VirgemCuidado com as cobranas e crticas que inibem o fluxo amoroso. Mas tenha discerni-mento. As relaes esto passando por uma limpeza e cura. Os vus ilusrios esto caindo.

    LibraDeixe ir o que no tem mais valor. Este desapego necessrio evoluo emocional. Cuidado com sentimentos de culpa e com-portamentos de martrio emocional.

    Escorpio Perceba o amor, no apenas como um sentimen-to, mas uma energia espi-ritual, escorpiano. Se no houver sintonia de almas, dificilmente agora haver sintonia afetiva.

    De onde voc veio e para onde vai, um questionamento importante agora, sagitari-ano. Questes afetivas, fami-liares, mas tambm profissio-nais esto em evidncia.

    Sagitrio CapricrnioNo busque longe o que est perto de voc. Amor se re-flete no cotidiano. Pode es-tar sentindo uma ponte, ou um abismo entre realidade e sonhos. Aproxime-as mais.

    AqurioA colheita pode estar sendo farta, dependendo da gene-rosidade e do afeto que tem dedicado. Questes materiais em momento importante. So resultado do modo como tem lidado com as emoes.

    PeixesNo fuja dos sentimentos, mas no aja de forma ilusria. O momento atual enaltece os relacionamen-tos, no somente de na-tureza afetiva. Aproxime-se, compartilhe.

    Empado preguioso

    - 3 xcaras de leite- 1 xcara de leo- 2 e xcaras de farinha de trigo- 3 ovos- Sal- 1 colher cheia de fermento em p ou 1 envelope- 3 colheres de sopa de queijo parmeso ralado

    GASTRONOMIA

    Ingredientes Modo de Preparo

    Os macaces surgiram na dca-da de 40, desde ento eles pas-sam algumas temporadas longe, mas sempre voltam com fora total. Para quem curte conforto vai adorar essa novidade. Seja estampado, neutro, de seda ou tecido mais molinho, o que no falta opes para agradar aos diversos estilos. Nas ruas ele ganha forma com decotes nas costas, super sexy. Tambm tm o jeans, que su-per descolado e para todas as ocasies, basta saber escolher os acessrios certos. Os bordados e as sedas so uma tima opo para se jogar na festa, combine-os com acessri-os marcantes e sapatos de salto, ficam incrveis. E fique ligado nessa dica: use cintos, fita de gorgoro ou len-o para acinturar, fica com ar sofisticado, principalmente se o

    seu modelo for muito amplo. Mas cuidado com o seu tipo fsico, se voc tem tronco menor que as pernas, coloque o acessrio mais abaixo do bus-to. Isso deixa o visual com um equilbrio, para no passar a id-eia de pernas maiores. Para as mulheres que tem bunda ou quadril largo, lembre-se que isso pode causar a impresso de que eles so maiores. Se voc no muito alta, escolha sapa-tos que tenham a mesma cor do macaco, isso alongar a silhueta. Outros sapatos que so bem vindos so as rasteiras e sapa-tilhas, porm para um look di-urno e informal. Para trabalho opte por mais formalidade, es-colha saltos Anabela, so con-fortveis e arrumados.

    MODAMacaco tendncia

    LOTERIASMEGA SENAResultado Concurso 1516 (31/07)

    04 - 18 - 20 - 34 - 45 - 60Prximo sorteio: 03/08 (hoje) Prmio Estimado: R$2.500.000,00

    LOTERIA FEDERALResultado Concurso 04784 (31/07)1 prmio - n 41.419 - R$250.000,002 prmio - n 70.113 - R$17.100,003 prmio - n 70.237 - R$16.600,00 4 prmio - n 62.094 - R$16.100,005 prmio - n 76.274 - R$15.200,00

    Trata-se de aves de rapina, tmidas, solitrias, discretas e de voo silencioso, graas ao formato e textura de suas penas. Na cultura grega eram tidas como smbolo da sabedo-ria, j em outras culturas est ave era smbolo de ligao com o mundo espiritual. O termo coruja a designao comum das aves Strigiformes (aves de rapina noturna). Exis-

    tem 126 espcies diferentes de corujas, 18 das quais vivem no Brasil. um animal que no transmite doenas aos humanos. Julgava-se tambm que elas gostam de azeite por visitarem as igrejas durante a noite, onde existiam lamparinas de azeite acesas. Na realidade, elas procuravam os insetos atrados pela luz das lamparinas.

    Os seus filhotes podem ser vtimas de outros predadores, como o gavio.

    CURIOSIDADECorujas

    14

    Bata todos os ingredientes da massa no liquidificador sem-pre deixando a farinha para o final e reserve. Para o recheio misture todos os ingredientes.Despeje uma pequena parcela da massa em uma assadeira untada e depois acrescente o recheio, cubra com o restante da massa. Leve para assar em forno pr-aquecido, tempera-tura mdia/baixa por aproxi-madamente 40 minutos ou at dourar.

    - 1 lata de ervilha escorrida- 1 lata de milho escorrido- Sal- 1 peito de frango cozido e desfiado- cebola picadinha- 1 tomate picado sem pele- 3 colheres de sopa de tempero verde- 3 colheres de sopa de queijo parmeso ralado- 1 colherinha de organo

    Recheio

  • 15#SOCIALSbado, 3 de agosto de 2013.

    ANIVERSRIOSDA SEMANA

    O prefeito de Barra Velha, Claudemir Matias, recebeu em seu gabinete o diretor de esportes da Fundao Municipal de Turismo, Esporte e Cultura, Leandro Fortunato ( dir. do prefeito), para definir qual ser a nova cor da quadra do ginsio Alfredo Jos de Borba, que est em reformas. Depois de olhar o catlogo da empresa vencedora da lici-tao, o prefeito decidiu: ser azul com a rea de vlei na cor laranja.

    #Ginsio

    AGENDA

    CAIU NA REDE

    Na ltima semana a blogueira de moda Gio-vanna Ferrarezi, da revista Capricho, virou vi-ral na internet. Tudo porque ela reclamou pelo seu Facebook o tratamento que recebeu dos funcionrios na porta de uma balada em So Paulo. Segundo a moa, nem o fato de ser blogueira da Capricho ajudou a olhar como estava a festa, sem precisar pagar e nem en-trar na fila, Comentei que tinha um blog e que fazia trabalhos em parceria com a Capricho e perguntei se poderia dar uma olhada na festa antes de todo mundo pagar pra entrar, disse Giovanna a um site. Sua atitude fez com que ela fosse stirizada nas redes sociais, os internautas entende-ram a situao como uma tentativa de pular a fila por ser famosa (na revista capricho apenas), com isso transformaram em memes. Aproveitando a deixa, algumas marcas uti-lizaram a postagem da moa. Como foi o caso da Walmart, Netflix e Ponto Frio. E claro, a ri-val da capricho, a Atrevida no perdeu tempo, divulgando uma reportagem sobre o ocorrido.

    #Blogueira da Capricho #Parabns

    Bier Coast3/08- Msica ao vivo com Luciano Silva (MPB e pop rock)

    4/08- Na compra de um petisco ganha um chopp ou um refrige-rante (consulte o garom)

    Santana Bar E bola 4/08- Sertanejo com Felipe Marquetti e Carlos Solo (a partir das 21h)

    Barra Music Hall3/08- Mc Jonathan da Gangue (DJs Johny e Nando)

    Challenge Rock3/08- Msica ao vivo com The Sorden (rock nacional e inter-nacional)

    #Barra Velha

    #Balnerio Piarras

    BEM NA FOTO

    2 agostoVereadora Lia da Banca

    4 de agostoGostaria de desejar um feliz aniversrio

    ao meu pai Nandi, com carinho Fernanda Dutra. 30 de julho

    Danieli Almeida, seu namorado Diego lhe deseja feliz aniversrio.

    No dia 28 de julho Dr lcio Rogrio Kuhnen confraternizou seu aniversrio em sua casa em Itajuba na presena da famlia, amigos e lideranas da regio.

  • 16 ESPORTE Sbado, 3 de agosto de 2013.

    As ondas e o tempo colabora-ram e os surfistas de Balnerio Barra do Sul e regio fizeram bonito na quarta etapa do Cir-cuito de Surf Treino Keep The Ocean Blue, que aconteceu no ltimo sbado, dia 27. Ape-sar do frio, o sol apareceu e as baterias rolaram com ondas de cerca de um metro e meio de altura, colaborando para os 52 atletas inscritos mos-trarem um grande repertrio de manobras para os juzes e o pblico presente na praia do Papa. O destaque do evento foi o surfista local Andr Heiden, que pela primeira vez subiu no lugar mais alto do pdio na categoria Open. Heiden dei-xou pra trs Gabriel Castigl-iola, Derick Adriano, vence-

    dor das trs etapas anteriores e ainda lder do ranking, e Fernando Paulino. Este ltimo garantiu a quarta vitria con-secutiva na disputa da diviso Interna, mantendo a liderana do ranking nesta categoria, alm de ganhar o prmio de Best Wave (melhor onda).Na categoria Jnior, o pdio foi formado por Kaique O-liveira, Yago Ramos, Andr Heiden e Bruno Pastega. A quarta etapa tambm consa-grou a vitria de um novato na categoria estreante: Volney Ferreira ficou em primeiro lugar, seguido por Rodrigo Oszika, Douglas Lima e Rafael dos Anjos. Participando pela primeira vez Antnio Pohl venceu a categoria Longboard. O se-

    gundo lugar ficou com Mar-celo Huck, o terceiro com Marcos Medeiros e o quarto com Mariane Provenzano. O melhor Mirim do evento foi o surfista Yago Ramos.Segundo um dos organiza-dores do evento, Joo Pastega, as baterias agradaram quem acompanhou a competio. Como tinha altas ondas, o nvel tcnico e os mais atira-dos prevaleceram naquelas condies, com manobras na parte crtica e repertrio muito bem aplicado, fazendo com que os juzes soltassem as notas altas por vrias vezes, comenta. A prxima etapa do Circuito Surf Treino acontece no dia 24.

    Oito equipes j confirmaram presena no campeonato de futebol suo para veteranos da Fundao Municipal de Tu-rismo, Esporte e Cultura de Barra Velha. As inscries que iriam at a ltima tera-feira, foram prorrogadas para o dia 13 de agosto. Segundo o diretor de esportes da Fundao, Leandro Fortunado, a ampliao do prazo aconteceu porque foi prorrogada a data de inicio da competio. Segundo ele, no dia 13 acontecer o congresso tcnico e a bola rola a par-tir do dia 18.Na ltima tera-feira, Leandro e representantes das equi-pes j inscritas se reuniram para tratar de detalhes da com-petio. Neste primeiro encontro falamos sobre a inscrio de atletas e quem pode participar, para as equipes j cor-rerem atrs dos documentos certos. Tambm decidimos pas-sar a abertura do campeonato do dia 11 para o dia 18, em virtude do dia dos pais, justifica. Cada equipe poder inscrever 12 atletas, sendo dois golei-ros. A Fundao tambm limitou em dois o nmero de atletas que no votam em Barra Velha e podem ser inscritos para cada time. Com relao idade, ficou estabelecido que os jogadores de linha devem ter no mnimo 38 anos (nascidos at 1975) e para os goleiros o mnimo 35 anos (nascidos at 1978). No congresso tcnico vamos definir o regulamento, os cam-pos e horrios dos jogos, por isso o ltimo dia para a ins-crio das equipes, completa Leandro. Os interessados em participar devem procurar a direo de esportes no ginsio municipal Alfredo Jos de Borba ou pelo telefone: 3457 0642.

    Inscries para os veteranos do futebol suo de Barra Velha prorrogadas at o dia 13

    Foto: demexsurf.com

    Surfistas locais se destacam na quarta etapa do Circuito Surf Treino, em Balnerio Barra do Sul

    O campo do Lagoa vai ser o palco neste domingo da grande deciso do campeonato de futebol de Balnerio Piarras, que neste ano faz parte das comemoraes dos 50 anos de emancipao da cidade. Das doze equipes que comearam a competio no final de maio, apenas Mevepi e Conceio mantm vivas as chances de conquistar o ttulo. Ambos avanaram para a final vencendo as semifinais nos pnaltis. Lagoa e Hangover, vo disputar a 3 colocao. O primeiro jogo acontece s 8h45 e a grande final est marcada para 10h30. SemifinaisEmoo foi o que no faltou nas semifinais disputadas no ltimo final de semana. No primeiro jogo, Conceio e Lagoa empataram em 1 a 1 no tempo normal. Na disputa de p-naltis, Conceio levou a melhor por 5 a 4. Na segunda par-tida, nada de gols com bola rolando entre Mevepi e Hangover. Mais uma vez a definio do classificado foi parar na marca da cal. Melhor para o Mevepi, que venceu por 4 a 2.

    Final do campeonato de futebol de Balnerio Piarras acontece neste domingo