jornal s£o camilo saude - 06/07/2012

Jornal S£o Camilo Saude - 06/07/2012
Jornal S£o Camilo Saude - 06/07/2012
Jornal S£o Camilo Saude - 06/07/2012
Jornal S£o Camilo Saude - 06/07/2012
Download Jornal S£o Camilo Saude - 06/07/2012

Post on 19-Mar-2016

218 views

Category:

Documents

3 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Jornal São Camilo Saude - 06/07/2012

TRANSCRIPT

  • Timteo (MG) - Vital Brazil assina convnio com Estado de Minas Gerais para construo de UTI Neonatal e Peditrica

    Hospital ser referncia macrorregional para casos de alta complexidade materna

    Ontem, 05, a diretora administrativa do Hospital e Maternidade Vital Bra-zil, Vanide Alves da Silva, retornou da Cidade Administrativa, em Belo Horizonte, aps realizar assinatura do convnio entre a So Camilo e o governo do Estado de Minas Gerais para a construo de uma Unidade de Tratamento Intensivo Neonatal e Peditrica. O convnio tambm pre-v uma reformulao completa no setor de Unidade de Alimentao e Nutrio do Hospital, para conformi-

    dades exigidas pela Organizao Nacional da Acreditao. A construo das novas Unidades esto avaliadas em R$ 1.255.449,93. Dentro de 30 dias, a diretoria do Hospital espera dar incio construo da Unidade que colocar o HMVB como referncia macrorregional para casos de alta complexidade infantil e materna, contemplando outros 8 municpios do entorno. A assinatura do convnio foi realizada junto ao Secretrio Estadual de Sade, Antnio Jorge. No total, sero 12 leitos para a Unidade, sendo 9 leitos de UTI Neonatal, destinada aos recm-nascidos (de 0 a 28 di-as) que apresentam complicaes peculiares ao nascimento e outros 3 leitos para Unidade de Tratamento Intensivo Pe-ditrico, para crianas de 29 dias at 14 anos. Nosso objetivo com essa parceria com o Estado ter um Hospital completo que oferea servios em sade na sua integralidade, buscando a promoo do cuidado ideal das crianas criticamente enfermas, afirma a diretora admi-nistrativa do HMVB, Vanide Alves. A Unidade dar suporte a muitas patologias de casos que

    antes tinham que ser transferidos para Belo Horizonte ou cidades mais distantes que possuem a complexidade exigi-da. Pacientes da regio podero acompanhar seus filhos de perto, isso promove o convvio social e evita o desloca-mento, complementa a diretora. O projeto foi elaborado pela diretoria do Vital Brazil, j que a maternidade do Hospital hoje uma referncia mi-crorregional. O setor passou por ampla reforma h dois anos e com a nova Unidade de Tratamento Intensivo ter uma retaguarda completa para casos graves. A diretoria do Hospital aguarda recebimento do recurso para dar incio s obras que devem ser concludas at o ms de fevereiro/13. Na sequncia, o Hospital far novo contrato com o Estado para equipar a Unidade, que ser administrada pelo HMVB, mediante recursos estaduais.

    Reforma UAN: Para atender algumas exigncias da Organi-zao Nacional da Acreditao, ONA, ser realizada uma reestruturao completa na Unidade de Alimentao e Nu-trio, UAN. O objetivo garantir o melhor servio de qua-lidade, j que o setor produz em mdia mais de 33 mil refeies mensais ser-vidas a paci-entes, acom-panhantes, funcionrios e mdicos.

    Diretora assina convnio

    na Cidade Administrativa

    Secretrio junto a gestores de cidades e instituies mineiras assinam convnios

    Foto

    s: Henriq

    ue C

    hendes/

    SES M

    G

  • Pgina 2

    Em maro desse ano, o Hospital Nossa Senhora do Carmo completou 70 anos de fundao. A ins-tituio referncia para os municpios cir-cunvizinhos e o nico Hospital da cidade. Ou-tras duas comemoraes deram sequncia a esse momento da instituio.

    Alm dos 70 anos do Hospital, a diretoria e colaboradores lembraram os 90 anos da chegada dos camilianos no Brasil. Na programao das comemoraes, houve uma nova apre-sentao musical do Projeto Social Tocando a Vida, com o tema: A Casa Musical. No Patronato de Resplendor, os alunos exibiram os talentos em diversos instrumentos, co-mo flauta-doce, violo e teclado, alm de exibies tea-trais, canto e dana. A apresentao abordou o objetivo

    principal do projeto, que prevenir o uso/abuso de lco-ol e outras drogas em crian-as e adolescentes, por meio do incentivo msica. O diretor administrativo, Ag-naldo Polito, destacou a im-portncia do projeto para a comunidade e agradeceu a apresentao dos alunos na

    solenidade de aniversrio do Hos-pital. O Tocando a Vida tem es-sncia social, tanto no resgate da cultura, como na preveno da insero de crianas e adolescen-tes no mundo da marginalidade. Ns apoiamos projetos como esses em busca de uma sociedade mais segura e saudvel, afirmou. Uma missa em ao de graas na Matriz SantAna de Resplendor tambm marcou as comemora-es dos 70 anos do Hospital. Com significativa participao da comunidade, a celebrao contou com importantes presenas de pessoas que fizeram e fa-zem parte da histria do Hospital. Autoridades locais tam-bm prestigiaram o evento. A cada ano, so realizados importantes investimentos que tm colocado o Hospital mais resolutivo e com servios de qualidade. Quem ganha a comunidade que confia e conta com o Hospital quando precisa, acrescentou Agnaldo. Foi realizada uma bela homenagem com apresentao de coral pelos colaboradores no momento de Ao de Graas da Missa, celebrada pelo proco Euler Sebastio Rodrigues. O diretor administrativo recebeu uma homenagem da Pre-feitura de Resplendor, pelo prefeito Fernando Viceconte. Foi entregue uma placa para representar a dedicao do diretor nesses quase 40 anos de Hospital.

    Aimors (MG) - So Jos e So Camilo implanta projeto ambiental para colheita de alimentos

    Semeando sementes iniciativa da Comisso de Gerenciamento de Resduos

    Por meio da Comisso de Gerenciamento de Resduos, foi implantado no Hos-pital So Jos e So Camilo, o Projeto Semeando Sementes, com o objeti-vo de aproveitar resduos orgnicos e incentivar a reduo do impacto ambi-ental. O Projeto simples e pode ser praticado em qualquer residncia ou instituio, de acordo com a integrante da Comisso, enfermeira Danielle Franco. Todo o resduo orgnico gerado pelo Hospital, ou seja, alimentos de origem animal e vegetal so depositados em forma de adubo na horta propcia ao projeto. L, eles se tornam um solo favorvel colheita de verduras e legu-mes. Esse projeto um ciclo infinito que reduz de forma considervel o tra-balho que seria gerado pelo descarte desses alimentos, afirma. Com a implantao desse projeto j foram colhidas vrias verduras e legu-mes que so livres de agrotxicos. A ideia totalmente moderna e segue o incentivo ao correto gerenciamento de resduos, afinal, o pas produz grande quantidade de lixo que nem sempre bem aproveitado. A reciclagem cor-reta minimiza esse cenrio e os danos ao meio ambiente, acrescenta.

    Plantao livre de agrotxicos

    Resplendor (MG) - Hospital Nossa Senhora do Carmo prossegue comemoraes dos 70 anos do Hospital e lembra 90 anos dos camilianos no Brasil

    Apresentao dos alunos do Tocando a Vida

    Diretor fala dos projetos do Hospital

    Missa em ao de graas na Matriz SantAna

  • Pgina 3

    Neste ano de 2012, foram registrados no Hospital Regional de Rondonpolis quatro casos da Sndrome de Guillain-Barr, doena autoimune, caracteriza-da pela inflamao e desmielinizao dos nervos perifricos, ocasionando em perda de movimentos. O seu diagnsti-co clnico e, apesar de no se enqua-drar em traumato-ortopedia, o Hospi-tal Regional j realizou o tratamento dos trs primeiros casos e inicia o quarto. At o ano passado, casos diagnostica-dos no HRR eram tratados por meio de terapia com corticoide ou era realiza-da a transferncia do paciente para

    Cuiab. No entanto, a diretoria camili-ana buscou toda a medicao necess-ria patologia para realizar o trata-mento mais eficiente no prprio Hospi-tal. Pela rede particular, o tratamento individual est orado em mais de 12 mil reais. Apesar de no ser uma referncia do HRR, buscamos com o apoio da Secre-taria de Estado tratar esses pacientes aqui mesmo, pois, facilita para os fa-miliares que no precisam se deslocar para acompanhamentos e ganhamos tempo para que o tratamento seja mais eficaz, afirma a diretora da Qualidade Assistencial, Larissa Vitt.

    A imunoglobulina humana intravenosa (IGIV) tem sido o tratamento de esco-lha na maioria dos pases, por reduzir as complicaes associadas fase agu-da e diminuio dos dficits neurolgi-cos residuais em longo prazo. A sndrome de Guillain-Barr (SGB) a maior causa de paralisia flcida gene-ralizada no mundo, com incidncia anual de 1 a 4 por 100.000 habitantes. Acomete mais pessoas com idade entre 20 e 40 anos, em que ataca primordial-mente a mielina da poro proximal dos nervos perifricos de forma aguda/subaguda.

    Mariana (MG) - Diretora Administrativa do Monsenhor Horta recebe Mrito Legislativo da Cmara de Vereadores

    Durante as comemoraes dos 301 anos da Cmara de Vereadores de Ma-riana, algumas pessoas e instituies foram reconhecidas pelos relevantes servios prestados em prol da comuni-dade. A diretora administrativa do Hospital Monsenhor Horta, Edla Rodri-gues, foi congratulada com uma ho-menagem e recebeu o Mrito Legis-lativo da Comarca. A homenagem considera o trabalho, o desprendimento, dinamismo, amizade e outras qualidades profissionais que favoreceram o desenvolvimento da cidade e contriburam para melhorias

    em sade. A diretora recebeu a con-gratulao de forma emocionada. uma honra receber um prmio que no s meu. de cada pessoa que colabora e parceira no dia a dia do Hospital. muito satisfatrio perce-ber que nossos trabalhos tm sido va-lorizados pela cidade, j que o objeti-vo do Hospital contribuir para uma Mariana cada vez melhor, afirmou. A autoria do projeto do vereador Edson Carneiro que percebeu a neces-sidade de reconhecer os trabalhos srios da administradora.

    Campos do Jordo (SP) - Hospital Leonor Mendes de Barros promove Festa Junina para pacientes

    Na ltima sexta-feira, 29, os pacientes da Tisiologia tiveram um dia especial com a realizao da Festa Junina do Hospital Leonor Mendes de Barros. Co-mo em todos os anos, a festa foi anima-da num ambiente decorado para as fes-tividades juninas. Toda a equipe do Hospital se empenhou na realizao do evento. Os pacientes desfrutaram de vrias co-midas tpicas caractersticas d