jornal nossa voz - especial 54º conune - #1

Download Jornal Nossa Voz - Especial 54º Conune - #1

Post on 22-Jul-2016

215 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Boletim Informativo Especial da União Nacional dos Estudantes. Edição Especial para o 54º Congresso da UNE - Junho de 2015 - #1

TRANSCRIPT

  • 1Edio Especial 54 Congresso da UNE NOSSA VOZ |

    boletim informativo oficial da unio nacional dos estudantes

    NOSSA VOZ

    A UNE dESEjA bOAS-ViNdAS A tOdAS E tOdOS OS EStUdANtES dO brASil.

    edio especial para o 54 congresso da une junho de 2015 #1

    terra de honestinoGoias

  • 2 | NOSSA VOZ Edio Especial - 54 Congresso da UNE

    EM DEFESA DOS ESTUDANTES, DA DEMOCRACIA E DO BRASIL

    Bem-vindas e bem-vindos ao maior encontro da juven-tude organizada brasileira, ao principal frum do mo-vimento estudantil, onde

    nos reunimos, mais uma vez, perante a histria. a une caminha na vanguarda do pensamento poltico e da luta pela educao no brasil h 77 anos e nunca esteve to grande. este momento de re-flexo sobre os rumos do pas e de sua democracia , simultaneamente, o mo-mento de maior acesso de brasileiras e brasileiros universidade. so milhes de estudantes com um novo perfil, ocu-pando mais espaos, com disposio para fazer a diferena.

    dessa forma, necessrio tambm um processo cada vez maior de democratiza-o do movimento estudantil e esse tem sido um dos desafios da une. alcanamos cada vez mais, instituies de ensino pbli-co e particular, ampliamos nossos canais de comunicao, realizamos encontros mais representativos e organizamos me-lhor a nossa rede. prova disso foi o pro-cesso preparatrio para o 54 congresso, que envolveu a participao de 2 milhes de estudantes, em mais de 90% das uni-versidades de todos os estados brasileiros.

    o ltimo conselho nacional de en-tidades gerais (coneg) da une, que convocou o congresso, teve a participa-

    o de mais de 500 diretrios centrais de estudantes, executivas de cursos e unies estaduais estudantis. as reuni-es da diretoria plena da entidade, com mais de 80 membros, foram, pela pri-meira vez, transmitidas ao vivo pela in-ternet, por meio da tv une, estendendo o alcance dos debates para todo jovem ou internauta de qualquer parte do pas. a une ampliou a parceria com outros movimentos populares brasileiros, fir-mando ainda mais seus laos de soli-dariedade com a luta dos trabalhadores da cidade e do campo, dos negros, ind-genas, da comunidade lgbt.

    essa pluralidade ser fundamental para avanar, nos prximos anos, fren-te a um cenrio que inclui a ascenso do conservadorismo, um congresso

    nacional sem compromisso com as de-mandas populares e um realinhamento das foras sociais no pas. a une dar a sua contribuio a partir do protago-nismo das filhas e filhos dos pedreiros, empregadas domsticas, lavradores que agora ocupam seu lugar nas universida-des. em cada da ou ca de cada curso do pas, a luta se renova em ritmo ace-lerado, mostrando que nada mais ser como antes no brasil e no movimento estudantil. como diz o nosso bordo: a universidade vai ser democratizada!

    bom congresso a todas e todos!

    Vic BarrosPresidentaUnio Nacional dos Estudantes

    youtube.com/uneoficial

    facebook.com/uneoficial

    twitter.com/uneoficial

    flickr.com/_une

    DIRETORIA EXECUTIVA DA UNE GESTO 2013/2015 EXPEDIENTE

    o jornal nossa voZ uma publicao da unio nacional dos estudantes.

    Dir. Comunicao da UNE: thiago jos silvaJornalista responsvel: rafael minoro cr (drt/mg 11.287)Colaborao: artnius daniel, cristiane tada, renata bars, Yuri perez e thiago guimaresProjeto grfico: fields 360 - fields360.agency Endereo: rua vergueiro, n 2485, bairro vila mariana, so paulo/sp - cep 04101-200Telefone: +55 11 5539.2342Fale com a UNE: contato@une.org.brFale com a comunicao da UNE: redacao@une.org.brFale com a assessoria de imprensa da UNE: imprensa@une.org.brAssessoria de comunicao: contra regras comunicao ltda. cnpj: 12.795.929/0001-33

    Presidenta: virgnia barrosVice-presidente: mit chalfun1 Vice-presidente: Katerine oliveira2 Vice-presidente: ronald luis3 Vice-presidente: adriele manjaboscoSecretria-geral: iara cassano1 secretrio-geral: tony sechiTesoureiro-geral: bruno correaDir. Assistncia Estudantil: thiago Wender ferreiraDir. Comunicao: thiago jos silvaDir. Universidades Pblicas: mirelly cardoso2 Dir. Universidades Pblicas: iago camposDir. Relaes Internacionais: thauan fernandesDir. rea de Humanas: ivo bragaDir. Direitos Humanos: camila souzaDir. Cultura: patrcia de matos

    Dir. Movimentos Sociais: dborah costa3 Dir. Movimentos Sociais: las rondis nunes de abreuDir. Polticas Educacionais: juliana dos anjos de souza1 Dir. Polticas Educacionais: pedro paulo rocha de arajoDir. de Relaes Institucionais: patrique lima1 Dir. Relaes Institucionais: William rodrigues dantas2 Dir. Relaes Institucionais: andr amaral filho1 Dir. Universidades Particulares: matheus Weber2 Dir. Universidades Particulares: Rafael da Silva da Costa

    EDITORIAL

    @uneoficial

  • 3Edio Especial 54 Congresso da UNE NOSSA VOZ |

    EU SENTI A FORA DA UNE QUANDO RODEI O BRASIL Mit ChalfunO vice-presidente Mit Chalfun faz um balano da gesto que, para ele, ficar marcada pela jornada de lutas de junho de 2013

    ENTREVISTA

    Como foi ser vice-presidente da UNE?

    foi uma experincia muito boa. voc acaba vivenciando todas as emoes e sentidos que algum pode viver ao longo da vida. uma correria muito grande. a une exige de ns respostas muito rpidas.

    Qual a avaliao que faz da sua gesto?

    a gesto foi muito positiva. a une est passando por um processo de renova-o muito importante. ela est com-preendendo os desafios e os anseios da nova juventude, mostrando que ain-da forte e representa e defende todos os estudantes brasileiros.

    O que mais te marcou nesses dois anos?

    esse ltimo perodo foi especial, por-que essa gesto ficar marcada como a que viveu e lutou em junho de 2013. foi o momento em que a nossa gera-o foi mais para as ruas. como junho aconteceu no primeiro ms da gesto, acabou percorrendo todos esses dois anos. aquele ms pautou todo o pero-do e exigiu de ns muita luta.

    E quais foram as principais conquistas para a educao?

    com certeza, a aprovao do plano nacional de educao, com os 10% do

    pib para a educao e destinao de 50% do fundo social do pr-sal para o setor. essas conquistas institucionais, obtidas graas presso dos estudan-tes, da juventude e da une, foram mui-to marcantes para mim, para a une e para todas as geraes que lutaram em defesa da educao.

    E como voc avalia as outras lutas da UNE?

    a cultura teve seu grande momento na 9 bienal, que reuniu milhares de jo-vens em um encontro lindo no rio de janeiro, mobilizando toda a rede que gira em torno da une, trazendo ricas discusses sobre cultura, arte e edu-cao em nosso pas. agora, na reta final, tanto o enune (encontro de ne-gras e negros da une) como o eme (encontro de mulheres estudantes) fo-ram duas agendas muito positivas. es-ses dois encontros, que eram de van-guarda quando a une os criou [o eme comemorou o seu dcimo aniversrio], se mostraram muito atuais.

    Estes dois ltimos anos corresponderam s suas expectativas?

    as minhas expectativas foram todas superadas. ser vice-presidente da une foi muito melhor do que imaginava. no consegui fazer tudo o que queria, por-que dois anos pouco, mas saio com a certeza que fiz tudo o que podia pelos estudantes brasileiros. eu senti a fora da une quando rodei o brasil conhe-

    cendo a juventude de todo o pas, nas universidades e fora delas. a identifi-cao que eles tm com a une uma coisa muito bonita.

    O que voc espera do 54 Congresso da UNE?

    este ser o maior congresso da hist-ria da une e um dos congressos mais disputados, o que nos coloca muitos desafios. o primeiro o de construir unidade no movimento estudantil e na une. a conjuntura mostra que os inimigos de hoje no esto dentro da une, mas fora: o conservadorismo, o golpismo, a direita organizada, o ata-que democracia. esses so os nossos inimigos e a une tem um papel funda-mental na defesa da democracia para fazer o brasil continuar avanando.

    Qual ser a misso da prxima gesto da UNE?

    a une, acima de tudo, deve continuar lutando por mais direitos e evitar re-trocessos nas conquistas dos estu-dantes. outro ponto importante para a prxima gesto ser comemorar o incio dos 80 anos da une, que sero completados em agosto de 2017. uma entidade madura, histrica e combati-va, mas com muito flego, como o de um garoto de 18 anos, querendo sem-pre mais. e, desta forma, construir uma une que consiga se reinventar, enfrentar os novos desafios e lutas, para continuar sendo atual.

    durante a bienal, com o ministro miguel rosseto, no debate sobre reforma poltica. no ato em defesa da petrobras, no rio de janeiro, dia 13 de maro.

  • 4 | NOSSA VOZ Edio Especial - 54 Congresso da UNE

    CONGRESSOS DA UNE SO PGINAS DE CORAGEM, MARCADAS PELA LUTA EM DEFESA DA DEMOCRACIA E DO BRASIL

    (presidente), helenira resende, ro-nald rocha e honestino guimares.

    essa brava gesto resistiu at o final de 1973, quando foi, finalmente, destroada pela represso. honesti-no e umberto cmara foram seques-trados, torturados e mortos e, em poucos dias, os principais dirigentes foram perseguidos.

    preso e torturado ainda em 1972, ronald rocha lembrou numa entre-vista: nunca tomamos a deciso de cerrar as portas ou renunciar aos mandatos. essa resistncia facilitou a reorganizao da entidade anos de-pois, sem uma lacuna que liquidasse a memria coletiva. se mobilizaram e, em maro, marcharam pelas ruas para pressionar a prefeitura.

    no rio de janeiro, aps a conquista do passe livre municipal, a luta agora

    Principal encontro do movimento estudantil, Congressos narram perodos diferentes da histria poltica brasileira e mostram a bravura dos estudantes na luta por um pas mais justo.

    A une caminha com o bra-sil. e chega ao seu 54 congresso pronta para encarar, mais uma vez, os desafios de milhares de

    jovens que sonham em transformar o pas. o momento de defesa da de-mocracia e dos recursos da educao. para inspirar