jornal litoral alentejano

Download Jornal Litoral Alentejano

Post on 01-Mar-2016

228 views

Category:

Documents

9 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Jornal Litoral Alentejano - Edicao 247

TRANSCRIPT

  • 1 de Dezembro

    2011 Ano XI n. 247

    Quinzenal Preo 0.50 Directora n Aliette Martins m Director-adjunto n Marcos Leonardo

    obras paradas...

    IP feito numAno II n. 47

    DirectoraAliette MartinsDirector-adjuntoMarcos LeonardoEditorJoaquim Bernardo

    1 de Dezembro/11

    10anosque mudarama Regio

    Esta

    Rev

    ista

    faz

    part

    e in

    tegr

    ante

    do

    Lito

    ral A

    lent

    ejan

    o n

    241

    de

    1 de

    Set

    embr

    o de

    201

    1, n

    o p

    ode

    ser v

    endi

    da se

    para

    dam

    ente

    01-09-0101-09-11Se no conseguiu o seu exemplar pea-o para

    as nossas delegaes269 822 570265 235 234

    Beatriz Martins 62 lugar no Campeonato do Mundo em Birmigham

    Ginstica- Campeonato do Mundo em Birmigham

    Vasco da Gama venceu na Amora e

    apanhou o Barreirense no primeiro lugar

    Futebol - Campeonato Distrital de Setbal da 1 divisoBeneficiando da derrota do Barreirense em casa por 1-0, frente ao Desportivo de Portugal, o Vasco da Gama de Sines que venceu na Amora por 2-1, apanhou a equipa do Barreiro no primeiro lugar do Campeonato Distrital de Setbal da 1 diviso. O Alcacerense regressou s vitrias, venceu no Zambujal por 3-1. O Grandolense recebeu o Paio Pires e empatou a um golo. Restantes resultados: Cova da Piedade,3 Sarilhense,0; C. Industria,1 BM Almada,0; Na 6 jornada, o Vasco da Gama de Sines recebeu o Alcacerense e venceu por 3-0. Uma partida muito bem disputada, onde a equipa da casa foi superior e justificou a vitria, embora o Alcacerense se tenha batido muito bem e dificultado o trabalho aos jogadores sineenses. Nesta jornada o Grandolense conseguiu a primeira vitria na competio, a equipa orientada por Antonio Gomes recebeu o Zambujalense e venceu por um expressivo 4-1. Uma partida com total domnio da equipa da casa. Restantes resultados: Sarilhense,0 Amora,1; Desp. Portugal,1 Cova da Piedade,0;

    Alfarim,0 Barreirense,4; Luso,1 Palmelense,1; BM Almada,1 Rosarense,1 e Paio Pires,3 C. Industria,1.Rosarense,4 Luso do Barreiro,1 e Palmelense,2 Alfarim,1. Classificao Geral: 1 Barreirense e Vasco da Gama,18; 3 Paio Pires,16; 4 Alcacerense,15; 5 Palmelense,14; 6 Amora e Cova da Piedade,13; 8 Desp. Portugal,12; 9 Rosarense

    e Sarilhense,9; 11 Grandolense e C. Industria,6; 13 Alfarim,4; 14 Luso e Zambujalense,2 e 16 BM Almada,1 ponto. Na 8 jornada, dia 4 de Dezembro, vo jogar: Alcacerense Amora; Sarilhense Barreirense; Alfarim Rosarense; Luso C. Industria; BM Almada Grandolense; Paio Pires Zambujalense; Desp. Portugal Palmelense e Vasco

    da Gama Cova da Piedade. Para o dia 11 de Dezembro, esto marcados os jogos da 9 jornada, onde vo jogar: Zambujalense Amora; Cova da Piedade Alcacerense; Barreirense Vasco da Gama; Palmelense Sarilhense; Grandolense Luso; Paio Pires BM Almada; Com. Industria Alfarim e Rosarense Desp. Portugal.

    A ginasta sineense Beatriz Martins, da Academia de Ginstica de Sines, integrou a seleco portuguesa feminina presente nos Campeonatos Mundiais de Trampolim e Tumbling realizados em Birmingham, Inglaterra, entre 17 e 20 de Novembro. Embora a classificao final - 62. lugar - no tenha sido a que esperava, pelo fato de reunir a elite mundial do trampolim individual, a presena neste campeonato foi um dos pontos altos da carreira da ginasta sineense de apenas 17 anos. Entre 24 e 27 de Novembro, Beatriz voltou a entrar em aco a nvel internacional, desta vez no Campeonato do Mundo por Grupos de Idades, onde teve a companhia de outras duas atletas da Academia de Ginstica de Sines (Sara Sousa e Tatiana Belchior).

    Beatriz Martins aqui direita na foto

    Fundao Odemira, um projecto agregador de valor para a Regio

    Reestruturao no Turismo

    de PortugalDepois de ter estado em Sines na

    conferncia Costa Alentejana, Turismo todo ano na passada

    sexta-feira dia 18, Lus Patro foi, no passado dia 21, exonerado do

    cargo de Presidente do Turismo de Portugal

    Plos de Turismo sero extintos?

    Carlos Beato acredita que sim!

    Nesta entrevista, Paulo Barros Trindade - Presidente da Fundao Odemira - sublinhou a necessidade de se agregar massa crtica nas regies.

    F

  • Litoral Alentejano Quinta-feira, 1 de Dezembro de 2011 www.jornallitoralalentejano.com02

    PropriedadeLitoralPress, Lda

    DirectoraAliette Martins

    Director AdjuntoMarcos Leonardo

    RedacoAliette Martins

    (aliette@sapo.pt)

    Raul OliveiraCladio Catarino

    Angela Nobre(a.v.nobre@gmail.com)

    Rute Canhoto(rutecanhoto@iol.pt)

    Joaquim Bernardo(joaqbernardo@gmail.com)

    Helga Nobre(helga.nobre@gmail.com)

    Bruno Cardoso(brunojpcardoso@gmail.com)

    CronistasFrancisco do

    Custdio RodriguesSerafim MarquesVerssimo Dias

    SecretariaAna Cristina

    FotografiaAna Correia

    Lus GuerreiroJos Miguel

    Duarte Gonalves

    PublicidadeMarcos Leonardo

    Telem. 919 877 399

    PaginaoARTZERU, Lda.

    Telef. 265 232 387geral@artzeru.com

    DistribuioVelozEficcia269 862 292

    SedeColgio de S. JosRua do Parque, 10

    7540-172 Santiago do Cacm

    Tel./Fax: 269 822 570Telem. 919 877 399litoralalentejano@sapo.pt

    DelegaoRua do Romeu, 19-2.

    2900-595 SetbalTelf./Fax: 265 235 234

    Telem. 919 931 550litoralalentejano@portugalmail.pt

    Membro :

    Obras paradas...IP feito num 8A construo da A26, que vai substituir o IP8 ligando Sines a Beja, foi anunciada em 2009 pelo ento primeiro-ministro Jos Scrates, que apontou Janeiro 2011 como prazo para a concluso das obras.

    As dvidas e rumores em relao ao desenvolvimento das obras do IP8 e IP2 ganham amplitude. Por um lado temos o Governo que garante que o projecto intocvel no quadro da reavaliao das concesses rodovirias, e o consrcio Estradas da Plancie a afirmar que as obras esto em curso. Por outro lado os autarcas mostram preocupao perante esta possvel suspenso dos trabalhos, sentimento reforada pelas informaes provenientes dos empreiteiros e subempreiteiros. Para o simples observador, que passa pela obra todos os dias, difcil no deixar de se interrogar sobre o que se esta a passar. J no se vem tantas mquinas ou operrios, e os trabalhos concentram-se apenas em alguns pontos. A construo da A26, que vai substituir o IP8 ligando Sines a Beja, foi anunciada em 2009 pelo ento primeiro-ministro Jos Scrates, que apontou Janeiro 2011 como prazo para a concluso das obras. Completamente ultrapassado esse prazo de execuo, a actual situao de abrandamento dos trabalhos est a deixar preocupados os autarcas da regio que perante os rumores procuram explicaes. O consrcio Estradas da Plancie afirma que as obras do IP8 e IP2 no esto paradas contrariando informaes sobre a alegada suspenso dos trabalhos. O que se assiste prende-se apenas com questes internas de organizao de trabalho, informou o gabinete de comunicao da entidade ao Litoral Alentejano. Segundo o consrcio responsvel pela construo dos dois troos, as obras estaro concludas a 31 de Dezembro de 2012. Sendo que a data de entrada em servio do ltimo lano da A26 (IP8) esta previsto para 28 de Setembro, e a data de entrada em servio do ltimo lano do IP2 acontece a 31 de Dezembro do prximo ano. A obra promovida

    pelo consrcio Estradas da Plancie, no mbito da Concesso Rodoviria do Baixo Alentejo, envolve a sociedade formada pelas empresas portuguesas Edifer, Tecnovia e Conduril e pelas espanholas Iridium e Dragados. As empresas entretanto desmentiram a

    informao que se prende com a alegada paragem da empreitada, assegurando que as obras esto em curso. No entanto, trabalhadores e empreiteiros confirmam a suspenso da obra. Orada em 690 milhes de euros a empreitada envolve os concelhos de Grndola, Sines, Santiago do Cacm, Ferreira do Alentejo, Beja, vora, Portel, Vidigueira, Ourique, Castro Verde, Palmela, Cuba e Alccer do Sal, beneficiando directamente 280 mil pessoas. O empreendimento tem uma extenso total de 344km, dos quais 124 correspondem a lanos a construir.

    Autarcas apreensivos e preocupados

    consideram suspenso das obras negativa

    para a regio

    O Governo afirmou que a A26 entre Sines e Beja, actualmente em construo, dever ser intocvel. O anncio aconteceu aquando da apresentao do processo de profunda reavaliao da dimenso e dos custos com as concesses rodovirias adjudicadas pelo executivo de Jos Scrates que tm 3,5 mil milhes de euros em

    construo.

    De acordo com a mesma fonte, a primeira grande prioridade do governo a suspenso de troos que ainda no esto construdos ou em construo, sempre que for possvel e no se ponha em causa a viabilidade dos troos j construdos e em segundo plano sero alvo os troos que no tm portagem ou perfil de auto-estrada como o caso do IP8 entre Beja e Ficalho. Apesar destas garantias os autarcas da regio esto preocupados, e esperam que a situao de abrandamento dos trabalhos que agora se assiste seja ultrapassada o mais breve possvel. O presidente

    da Cmara Municipal de Santiago do Cacm, Vtor Proena considera como extraordinariamente negativa a suspenso dos trabalhos da futura auto-estrada que vai ligar Sines a Beja (A26) e as obras de requalificao, do IP2 no troo entre Beja e Castro Verde. Para j no falar do facto de o incio das obras j ter pecado por ser tardio em vrios anos, tendo em conta a sua importncia estratgica para o Alentejo. Vtor Proena sublinha que nem o governo, nem as Estradas de Portugal do qualquer explicao sobre esta paragem. E eu pergunto: Quanto que o Estado vai ter que eventualmente pagar por indemnizaes ao consrcio luso-espanhol que est a executar as obras? De acordo com as ltimas informaes, a que o autarca teve acesso, as obras esto suspensas desde os ltimos dias de Outubro e s devero ser retomadas no incio de 2012. Espero que as obras sejam realmente retom