jornal folha oeste março 2010

Download Jornal folha oeste março 2010

Post on 21-Jun-2015

622 views

Category:

News & Politics

1 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Jornal folha oeste maro 2010.Alcides Amazonas.

TRANSCRIPT

  • 1. 81DesenvolvimentoJornal Folha Oeste I Especial So Paulo I Jornal Folha Oeste I Especial So Paulo I Pr-sal, uma questo de soberania nacionalDestaques Segundo estudos da Petrobras, o pas possui mega reservas de petrleo na camada pr-sal; correntes da sociedade defendem a soberania da estatal sobre a exploraoA Petrobras e suas parceirasA explorao no na explorao de petrleo iden-pr-sal pode colocarCongresso discute tificaram, em meados de 2007,o pas entre os vrios pontos com indcios demaiores produtoresa distribuio dos reservas desta matria-prima distribudos pela camada dedo mundo royalties do pr-sal pr-sal, em profundidades deA distribuio dos royaltiesMercado de combustveis at 8.000 metros, que se esten- do pr-sal tem causado bastan- de numa faixa de 800 quilme- te polmica e discusso, sobre- O forte e combativo trabalho de tros da costa litornea do Esp-tudo por causa da emendafiscalizao imposto pela ANP/SP rito Santo a Santa Catarina.aprovada, no incio de maro, tem diminudo prticas abusivas J em novembro do ano pas-na Cmara dos Deputados.e tirado empresas da informali- sado, a estatal brasileira anun-Apresentada pelos deputados federais Ibsen Pinheiro (PMDB-dade no mercado ciou a descoberta de uma mega Pg. 2 reserva de petrleo no campo deSindicatos, organizadores,rasas. O Governo tambm con- RS) e Humberto Souto (PPS- Tupi, na Bacia de Santos, que ficaatores de vrios setores, nestesidera a possibilidade de se cri-MG), ela determina que esta dis- contexto, defendem a reviso e ar uma estatal, a qual seria ba- tribuio, com exceo da entre os Estados de So Paulo e at anulao da lei em vigor por tizada de Petrosal, que seria res- Unio, seja rateada 50% para Rio de Janeiro. Estima-se que, de Estados e Municpios do pas. acordo com clculos da empresa, um novo marco regulatrio queponsvel pela administrao Se for confirmado este cen- esta rea tenha potencial paratem como objetivo regular esta dos campos de pr-sal e pela rio (falta passar pela aprovao produzir em torno de 5 a 8 bilhesatividade e desta forma garan- contratao de empresas para do Senado), Rio de Janeiro e de barris/dia, o que tornar o pas tir que as reservas, os poos de explorao do gs e do petrleo. Esprito Santo, que possuem numa das maiores potnciasexplorao, a produo sejamPara Alcides Amazonas grandes reservas e tem reas mundiais neste setor. controladas pelo Estado de di- esta descoberta fruto de mui-exploradas pela Petrobras, se- Esta perspectiva, caso venhareito que o Brasil, livre de to trabalho e investimento pro-ro frontalmente prejudicados a se consolidar, dar um impul- qualquer disputa estrangeira.movidos pelo Governo Federal com a perda estimada em tor- so substancial em vrios seg-J o Governo Federal, sobre-e, portanto, os recursos oriun-no de R$ 7,5 bilhes em seusCombate adulterao mentos produtivos com a ampli-tudo pelo fato de a Petrobrasdos da explorao, produo ecofres. O governo carioca, por ao da mo-de-obra, produtos,no saber exatamente o poten-comercializao do petrleoexemplo, indignado com este Prtica fraudulenta e crimi- servios e logstica. As cidadescial de petrleo e gs existen-existente nas mega reservas nosfato, lanou a campanha Con- nosa tem lesado consumido- tes nas reservas de pr-sal, de- prximos anos devem ser des- tra a Covardia, em Defesa do e os municpios produtores e/ou res. ANP d dicas para iden- cidiu que os processos de con- tinados ao desenvolvimento doRio, que busca apoio da socie- distribuidores recebero quan-dade contra a emenda aprova-tificar a adulterao tias considerveis do Governo cesses sero feitas somente pas em reas como sade, edu- Pg. 3 da na Cmara dos Deputados. Federal, que podero investi- nas reas em terra e em guascao e habitao. Para Alcides Amazonas, a las na melhora da sade, edu- questo dos royalties por abran-Em Defesa do Consumidor cao, infra-estrutura, dentre Movimento estudantil reivindica 50%ger muitos interesses gera pol- outras. O emprego estar em dos recursos do pr-sal para a Educao mica, no entanto, compreende constante aquecimento, fatorque todo o pas deve se benefici- este que ser importante para a Na ltima semana de maro foilizado. Vamos mostrar a ampla capi-ar com os recursos que viro do robustez da economia nacional. dado incio em vrias capitais do laridade do movimento estudantil pr-sal. A questo dos royalties O tema pr-sal ao mesmo tem- pas Jornada de Lutas, encabe-pelo pas, que est disposto a lutar uma grande polmica, masada pela Unio Nacional dos Es-pelos recursos do fundo do pr-sal est sendo debatido no Congres- po que vislumbra um futuro com desenvolvimento, prosperidadetudantes (UNE), Unio Brasileirados Estudantes Secundaristaspara a Educao, declarou o presi-dente da UNE, Augusto Chagas. so. As cidades que so atingidas diretamente com a explorao QUALIDADE DOS COMBUSTVEIS MELHORA e riqueza para o pas, gera preo- cupao de seus vrios atores envolvidos. Um dos motivos: a(UBES) e Associao Nacional dosPs-Graduandos (ANPG).Vale destacar que este movimentovem sendo realizado desde o ano pas- do pr-sal, que sofrem com im- pactos ambiental e de infraes-SIGNIFICATIVAMENTE EM SO PAULO Cerco aos fraudadores A principal reivindicao des- sado, com a UNE a frente de atos e trutura, devem, sim, ser bene- Lei n 9.478, de 1997, que findoute movimento estudantil a des-eventos, pois segundo Augusto Chagas ficiadas talvez com um percen- com o monoplio estatal e abriu Fiscalizao chefiada por Alci-tinao de 50% dos recursos pro- fundamental que a populao enten- tual maior, mas certo que to- Coordenador e chefe de fis- ruas de So Paulo fiscalizando metro em So Paulo sem se verdes Amazonas vence a batalha espao para as empresas petro- venientes da explorao do pr- da o quo significa a riqueza do pr-sal das as cidades brasileiras preci- lferas multinacionais de explo- calizao da ANP/SP, Alcides postos que comercializam com-um posto interditado, umacontra a adulterao em todo osal para investimentos na Edu-e os benefcios positivos com a destina- sam ser beneficiadas com a dis- rarem e produzirem tanto o pe- cao. O Brasil todo j est mobi- o de seus recursos para a sociedade. tribuio dos royalties, afirmou. Amazonas, lidera a Fora Ta- bustveis adulterados. Ele afir- guerra que est sendo vencida Estado de So Paulo trleo quanto o gs brasileiro.refa que desde 2007 est nas ma que no se roda um quil-Leia mais nas pgs. 4 e 5Pg. 6

2. 27 MercadoMeio Ambiente Jornal Folha Oeste I Especial So Paulo I Jornal Folha Oeste I Especial So Paulo I Fiscalizao ajuda no fortalecimento Fiscalizao contribui para a do mercado de combustveisCombate ao combustvel adulterado traz grandesdiminuio dos ndices de poluio O forte e combativo trabalho de fiscalizao imposto pela ANP tem diminudobenefcios sociedade prticas abusivas e tirado empresas da informalidade no mercadoANP desdobra seus trabalhos com o objetivo de coibir a poluio atravs da adulterao O setor de combustveis no al nos preos praticados no mer-ta para dar um basta nas frau- pas, mesmo com sua expansocado) e o governo (com a sonega-des e adulteraes cometidasA frota de veculos no Esta-ros considerveis de pacientes motivada especialmente pela o fiscal nas esferas municipal, por distribuidoras e postos de do de So Paulo, segundo da- atendidos com doenas proveni- flexibilizao do mercado, con-dos do DETRAN/SP, chegou entes da poluio. estadual e federal).combustveis, que frequente-incrvel casa dos 18 milhes no Estes mesmos gases agridem tinua sofrendo com a prtica Este cenrio desfavorvel no mente lesam os consumidoresltimo ms de fevereiro. Estede forma feroz e progressiva a da adulterao. Prova disso setor, no entanto, tem sido re- e a sociedade de modo geral,nmero significa que houve umnatureza, pois tornam o ar im- que os cofres brasileiros, no vertido progressivamente com adestacou o coordenador e che-aumento considervel em tor- puro (quantas vezes o cu azul ano passado, deixaram de ar-ao firme e combativa da Agn- fe de fiscalizao da ANP/SP,no de 10% da frota no mesmoda cidade no esteve encoberto recadar em torno de R$ 1 bi-cia Nacional do Petrleo, Gs Alcides Amazonas.perodo do ano passado.por uma camada ocre), diminu- lho apenas com a sonegao Natural e Bicombustveis (ANP/ Vale destacar que o trabalho O trabalho de combate adul- Na linha desta expanso por em a camada de oznio respon- fiscal do etanol, segundo cl-SP), em conjunto com outros r- de fiscalizao tem colaboradoterao de combustveis realiza- rodas tambm podemos listarsvel pela incidncia dos raios culos do Sindicom.gos reguladores como a Prefei- para o fortalecimento do mer- do pela ANP/SP e chefiado poros caminhes que transportam ultravioletas nos olhos e na pele,A atuao destes fraudado- Alcides Amazonas de extremao progresso, os nibus e vansaumentam o efeito estufa que tura de So Paulo, o PROCON,cado, uma vez que muitos esta- competncia, pois tem ajudado a res, cujos tentculos se movi-a Secretaria Estadual da Fazen- belecimentos preocupados com (municipal, intermunicipal,provoca o aumento da tempera- eliminar esta prtica to danosa mentam em vrios setores da so- da, dentre outros, que esto indo as punies oriundas da fiscali-para todos ns.fretados...) que deslocam nos- tura e causam a chuva cida que ciedade, tem como vtimas prin- a campo fiscalizar e punir dis- zao tem migrado para a for- Este combate adulterao tem sos incansveis trabalhadores, mata plantas, animais e corro- cipais os consumidores (lesados tribuidoras e postos que comen- malidade, o que vem contribu- como reflexos da sua rigorosa fis- as motos de rpidas entregas,em monumentos e edifcios. pela adulterao e avarias me-tem prticas abusivas.indo para diminuir a sonegaocalizao, apreenso, interdio e enfim, que somados so respon-Tambm esto no rol dos cnicas), a iniciativa privadamultas aos infratores, uma srie desveis por dinamizar as ativi- agentes causadores da poluioEstamos na rua, com nos-fiscal e a prpria adulterao. benefcios convertidos para a soci-dades de todos os setores pro- a adulterao de combustveis, (atravs da concorrncia desle-