jornal dos bairros - 19 fevereiro 2016

Download Jornal dos Bairros - 19 Fevereiro 2016

Post on 25-Jul-2016

233 views

Category:

Documents

13 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Jornal dos Bairros - 19 Fevereiro 2016

TRANSCRIPT

  • Itaja, 19 de fevereiro de 2016 | Ano XXI | N 778Feito para todas as classes

    EconomiaMovimentao de cargas por terminais privados corresponde a 60% | Pg. 4

    Neide UriarteAssociao Madre Teresa recebe arrecadao do Troco Solidrio | Pg. 6

    Prefeitura usa tecnologia de drone no combate dengue

    Pg. 3

    Geral

    Pg. 3

    Construo de retornos na BR-101 comeam nesta segunda-feira

    Geral

    Pg. 2

    Vizinhana detm suspeito de roubo at chegada da PM

    Opinio

    Itaja ganha maior unidade da rede Ronaldo Academy

    Investimento de R$ 2 milhes far com que o clube Almirante Barroso seja sede do empreendimento para 800 alunos | Pg. 5

    Cata Treco percorre ruas de Itaja em busca de eletrodomsticos e mveis fora de uso; medida visa combater a proliferao do mosquito da dengue | Pg. 3

    Victor Schneider

  • Ano XXI - edio 778 - 19 de fevereiro de 2016

    WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

    2 Opinio

    Diretor: Carlos Bittencourt | direcao@bteditora.com.brColaboradores: Neide Uriarte, Alexandre Balbino e Mariana LeoneEdio: Marjorie Basso | jornalismo@bteditora.com.br

    Diagramao: Solange Alves solange@bteditora.com.br

    Departamento Comercial: (47) 3344.8600

    Circulao: Itaja, Balnerio Cambori, Navegantes e regio.Fale conosco: Sugesto de temas, opinies ou dvidas: direcao@bteditora.com.br | jornalismo@jornaldosbairros.tv

    Jornal filiado Associao dos Jornais do Interior de Santa CatarinaRua Adolfo Melo, 38, Sala 901, Centro,Florianpolis, CEP 88.015-090Fone (48) 3029.7001 e-mail: adjorisc@adjorisc.com.br

    O Jornal do Bairros uma publicao da empresa Letras Editora Ltda. (ME), com sede na Rua Anita Garibaldi, 425Centro Itaja SC.Telefone: (47) 3344.8600 Site: www.jornaldosbairros.tv

    O Jornal dos Bairros no se responsabiliza pelos

    artigos assinados pelos seus colaboradores ou de

    matrias oriundas de assessorias de imprensa de

    rgos oficiais ou empresas particulares.

    Expediente

    Alexandre Balbinobalbinoitajai@gmail.com

    facebook.com/aschmitbalbino

    (47)3241.6338

    Editorial

    A incoerncia quase coerente

    Na ltima semana, pessoas que moram, trabalham ou transitavam pela rua Anita Garibaldi, no Centro de Itaja, presenciaram a lamentvel cena de um homem sendo detido aps roubar um celular. Ele foi detido por populares at a chegada da Polcia Militar.

    O mais absurdo que no momento em que o suspeito era levado para a viatura, outra mulher compareceu ao local e o reconheceu como sendo autor de um furto em sua casa. A segunda vtima acompanhou a PM at a delegacia para registro do fato.

    A Polcia Militar se manifestou informando que esse tipo de atitude no reco-mendada, bem como tambm no se orienta que a vtima reaja a esse tipo de situa-o. O ideal seria acionar a PM pelo 190 e informar as caractersticas do suspeito para que ele pudesse ser capturado.

    De certo modo, as pessoas que ajudaram a deter o suspeito agiram por impulso. Um encorajamento momentneo que poderia ter sido uma tragdia caso o rapaz estivesse armado, todos concordam. Mas uma atitude que muitos poderiam ter, apesar de no recomendada.

    A recomendao das autoridades policiais sempre para que as pessoas no an-dem desatentas, falando ao celular, ou com o aparelho na mo. Tambm no transi-tem por ruas vazias, especialmente noite, mas esse tipo de ao corriqueiramente ocorre durante o dia.

    Ora, somos ns os refns ento. Temos de nos sujeitar a no atender o telefone na rua para no correr o risco de ser assaltado. Temos de sair de casa sem usar adereos que chamem a ateno e nossos filhos no podem usar o bon que desejarem pois algum meliante pode passar por ele de bicicleta e simplesmente surrupiar. Isso sem falar nas vezes que os jovens so facilmente coagidos por outros quase da mesma idade.

    A PM informa que trabalha de forma efetiva e veemente para a preservao da segurana da populao de Itaja. No podemos incentivar que a populao haja dessa maneira, detendo suspeitos e se colocando em risco. Mas diante da indig-nao com esse tipo de situao, a ao, por mais incoerente que seja, chega a ser quase justificvel.

    possvel RECOMEAREu acredito que recomear sempre possvel. Se cometemos erros em algum

    momento de nossa vida, no poderemos viver o resto dela sendo escravos do nos-so passado, devemos sim olhar para frente e confiar que possvel um futuro me-lhor. Perdoarmo-nos e obter o perdo divino, no nos exime de termos de cumprir com as penas e reflexos que nossos erros podem trazer para nosso futuro. Por isso o importante pensarmos duas, trs, quatro vezes antes de tomarmos decises.

    Pensando em recomeo tivemos a oportunidade de conhecer a Associao Re-comear, que trata da resso-cializao das pessoas que venceram a dependncia qumica em comunidades teraputicas da regio, mas que diante da situao vi-vida perderam vnculos fa-miliar, social e profissional. Que necessitam de apoio nesta nova fase de suas vi-das, para que voltem a ter uma vida produtiva, longe dos vcios e fatores de ris-co.

    A Recomear disponi-biliza aos auxiliados toda estrutura de apoio como residncia temporria, possibilitando dar a eles um recomeo de vida com digni-dade. O fundador da instituio, Gilberto Hardt, teve um histrico de perdas em determinada fase de sua vida, devido ao alcoolismo, precisando passar por vrios tratamentos, superando com sucesso a escravido dos vcios. Tendo a vida total-mente restaurada, concretizou o sonho de ajudar pessoas que um dia passaram pela mesma dificuldade em recomear.

    Graas ao apoio da APM Terminals, a Recomear consegue manter as despesas fixas, revertendo em beneficio aos residentes. Localizada na rua Santo Antonio, 120, Vila Operria, realiza este servio de grande alcance social na difcil luta contra as drogas.

    Mais informaes ligue (47) 9179-8499 e-mail gilbertorecomecar@hotmail.com.Se o assunto for dependncia qumica a Recomear pode vir a ser uma alter-

    nativa para encaminhamentos e orientaes. Convido voc a conhecer mais este projeto e quem sabe passar a ser um apoiador.

  • 3WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

    Ano XXI - edio 778 - 19 de fevereiro de 2016 Geral

    J comeou a circular pelas ruas de Itaja o caminho Cata Treco. Com o recolhimento de mveis e ele-trodomsticos em desuso, a medida visa auxiliar no combate ao aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya. A meta fazer com que ter-renos baldios e caladas no sejam mais depsitos de entulhos, virando criadouros do mosquito. Na prxima semana o ca-minho inicia as coletas pelo bairro Dom Bosco.

    Guarda-roupa, sof, geladeira, fogo, te-leviso e qualquer outro mvel ou eletro-domstico que o morador quiser descartar poder depositado no Cata Treco. im-portante ficar atento e, ao ver o caminho passando pela sua rua, levar o material de descarte at o Cata Treco.

    _ No pra deixar os mveis na calada porque no iremos recolher. O morador deve colocar dentro do caminho o que ir jogar fora _ alerta o secretrio de Obras, Tarczio Zanelato.

    Todo o material recolhido ser levado para a Secretaria de Obras onde ser feita

    uma triagem. Os materiais reaproveitveis sero doados para o projeto Joo de Barro e o restante, encaminhado para a recicla-gem ou para o aterro sanitrio.

    Confira o cronograma das prximas semanas: 22/02: So Judas 23/02: So Joo 24/02: Imaru e Barra do Rio 25/02: Bambuzal 26/02: Loteamento Nilo Bittencourt 29/02 e 01 e 02/03: So Vicente 03 e 04/03: Cidade Nova

    O Cata Treco um caminho ba iden-tificado pelo programa. Ele foi doado pela Receita Federal em 2015 e era utilizado pela Fundao Municipal de Esportes no transporte de equipamentos dos atletas durante as competies. Agora, alm de fazer o transporte do material esportivo tambm ser usado pela Secretaria de Obras neste novo programa.

    Uma ao que reuniu servidores munici-pais e militares da Marinha no fim de sema-na resultou na inspeo de nove bairros de Itaja. A primeira grande mobilizao do ano para combater o mosquito aedes aegypti teve o objetivo de conscientizar a populao e combater focos do mosquito transmissor da dengue, da chikungunya e o zika vrus. Um drone da Coordenadoria de Trnsito foi utilizado e flagrou um prdio com acmulo de gua parada.

    As imagens captadas pelo drone so de um prdio na rua Brusque, no Centro. De acordo com o coordenador do Programa de Combate dengue, Lcio Vieira, uma equipe vistoriou o imvel e percebeu que a gua parada ficava num espao entra a caixa dgua e a laje do edifcio. A rea foi limpa na tera-feira (16).

    Vieira explica que o mosquito da dengue voa a at um metro do cho apenas. No en-tanto, ela pode ser transportado pelo vento, dentro de sacolas plsticas, num elevador, etc. Por conta disso, o programa ampliou a rea de atuao passando de 57 mil imveis para 62 mil imveis a serem vistoriados. Esse

    novo volume compreende apartamentos e salas em andares superiores.

    Mais de 500 pessoas se uniram para com-bater o mosquito no sbado passado. Como forma de dinamizar a cobertura, foram utili-zados 10 veculos nos trabalhos, sendo seis da Secretaria de Sade e quatro da Marinha.

    _ Contabilizamos 1073 imveis vistoria-dos e recuperados, ou seja, foram elimina-dos criadouros do mosquito. Certamente iremos repetir esse esforo conjunto, porm precisamos do apoio da populao para que cuide da sua casa e tambm fiscalize seu vi-zinho _ explica o secretrio de Sade, Osval-do Gern

    Tecnologia em favor do combate

    Desde junho do ano passado a Secretaria de Segurana conta com o auxlio de um drone, equipamento comandado remota-mente por terra e que sobrevoa e capta ima-gens. Essas imagens so enviadas em tempo real para uma central. O drone usado es-pecialmente para avaliar e tentar diminuir os riscos de acidentes e filas.

    Na segunda-feira comeam as obras para a construo das alas de retorno da BR-101 no viaduto de acesso rodovia Jorge