Jornal Domingo em Casa 42 edio

Download Jornal Domingo em Casa 42 edio

Post on 22-Mar-2016

234 views

Category:

Documents

20 download

DESCRIPTION

Jornal Domingo em Casa 42 edio

TRANSCRIPT

  • "eU amo eSSa terra" heLP da PSiCanLiSeParque da Cascata: uma natureza parte em Sete Lagoas pg. 7

    Karen Junqueira estuda a psiqu para viver Luma, em "Mscaras" pg. 9

    DistRiBUio GRAtUitA tiRAGeM AUDitADA: 8.000 eXeMpLARes

    COM

    POSI

    O

    Gr

    FICA

    DE

    rAFA

    EL M

    ELG

    AO

    domingo em CaSa

    Ano 1 | eDio 42 | sete LAGoAs 5 A 12 De MAio De 2012

    214 miL em aoiBGe divulga censo demogr co que mostra crescimento de 15,8% da populao em dez anos; con ra o "raio X" da cidade. Pgs. 4 e 5

  • 2 oPinio Domingo em Casa 5 a 12 De maio De 2012

    duke

    Muito mais que nmerosSete Lagoas cresceu nos l-

    timos dez anos. Isso fato, que pode ser comprovado pelos indi-cadores econmicos e sociais do Censo 2010, divulgados na ltima semana pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatstica (IBGE). A cidade acompanha o ritmo de desenvolvimento registrado no Brasil. H muito o que se come-morar, como o elevado nmero (mais de 90%) dos moradores que so alfabetizados e tm aces-so gua apropriada ao consumo e a telefone. Cerca de 53% da po-pulao economicamente ativa trabalha com carteira assinada e aqueles que esto na informali-dade representam menos de 20% dos trabalhadores. Nascem mais pessoas do que morrem e isso apenas uma das explicaes para o crescimento da populao que saltou de 184 mil em 2000 para 214 mil em 2010.

    No entanto, tambm h indi-cadores preocupantes, como o baixo acesso internet nos lares (apenas 28% dos domiclios tm computador conectado web). As mulheres trabalham tanto quanto os homens, mas ainda recebem menos. Tambm h o problema de saneamento na rea rural (a maior parte das casas tm saneamento inadequado ou semi-adequado). Nesses locais, a concentrao de analfabetos maior.

    H ainda a questo da densi-dade demogrfica. Sete Lagoas tem nada mais e nada menos que

    398 habitantes por quilmetro quadrado na rea urbana. Os re-flexos disso ns vemos no dia a dia, com os problemas do trnsi-to, dos hospitais lotados. Enfim, uma cidade que num passado no muito distante era rural, pas-sa a ser quase que completamen-te urbana e, consequentemente, apresenta os principais proble-mas de uma grande cidade.

    Os dados divulgados pelo IBGE so fundamentais no ape-nas para medir o desenvolvimen-to socioeconmico do municpio, mas tambm so teis para nor-tear os passos da administrao pblica em todas as suas esferas.

    Tambm penso ser impor-tante que a populao saiba, em nmeros, o que se passa ao seu redor e saiba interpretar esses algarismos que, aparentemen-te, esto ali, soltos. Foi por isso que decidimos abordar em nossa matria de capa o maior nme-ro possvel indicadores sobre o nosso municpio, de forma bem explicada. Tivemos a ajuda de demgrafos do IBGE para chegar aos grficos, j que nem todos estavam disponveis na forma como foram apresentados.

    Nosso objetivo contribuir com informaes reais e de credi-bilidade para a formao de um esprito crtico no povo, caracte-rstica que ser de fundamental importncia para o futuro da ci-dade, principalmente na hora de escolher os governantes.

    Jos Vtor Camilojosecamilo@domingoemcasa.com.br

    Publicao da AC&S Mdia Ltda

    CnpJ - 05.373.616/0001-21rua Luiz do Carmo, 39

    Bairro Jardim Arizona - Sete Lagoas-MG - CEP 35700-374 - (31) 3775-0629Diretor geral - Jos Vtor Camiloeditora e Jornalista Responsvel - Sandra Carvalho - MG - 14.854Diretor comercial - rafael MelgaoCoordenador de marketing Jos Luiz de Almeida CostaDiagramao - Antonio Dias e Wanderson Fernando DiasDistribuio - AC&S MdiatiRAGeM AUDitADA - 8.000 eXeMpLAResimpresso - O Tempo Servios Grficos (Contagem-MG)Representante comercial sp, Rio e Braslia - Screanmedia (11) 3451-0012 e (11) 9141-2938

    Fale conosco: redacao@domingoemcasa.com.br e comercial@domingoemcasa.com.br

    os ARtiGos AssinADos no eXpRessAM neCessARiAMenteA opinio Deste JoRnAL.

    domingo em CaSa

    do LeitorpARABns!

    Parabns pela campanha Eu amo esta terra, pela sensibilizao da comunidade quanto aos valores de Sete Lagoas e a importncia de educao e valorizao pelo povo da terra, pelos visitantes que aqui chegam. Precisamos muito mostrar a beleza e a potencialidade da nossa cidade e regio, bem como a necessidade de valorizar, preservar e investir em nossos recursos e bens.

    Maria Lcia Frana DinizJardim Arizona

    nis!

    Tambm acho que Sete Lagoas precisa ser valorizada pelo prprio povo. No adianta fazer bonito para quem est de fora. preciso que o povo ame a terra e sinta orgulho dela. Parabns ao jornal DOMINGO EM CASA por essa iniciativa. Vou acompanhar ansiosamente as prximas matrias. Temos muita coisa para falar. Abraos a toda a equipe.

    Jos de VasconcelosCentro

    eLeies

    O quadro eleitoral da cidade ainda est longe de ser definido. Acho que muita gua vai rolar ainda. No senti firmeza nas palavras do prefeito ao dizer que estava desistindo da candidatura. O fato que, seja quem for o candidato da situao, ele tem que estar atento s necessidades do povo.

    ambrzio Clementino SoaresCana

    fonte : clima www.climatempo.com.br

  • 3Cidade e regio Domingo em Casa 5 a 12 De maio De 2012

    Vacinao em Sete Lagoas vai at o dia 25 de maio; meta imunizar pelo menos 30 mil pessoas no municpio

    Se voc tem mais de 60 anos, ou est grvida, ou tem filhos de 6 meses a 2 anos de idade, procure imediatamente uma unidade de sade para se vacinar contra o vrus da Influenza, a tradicional gripe. A campanha de imunizao teve incio nesse sbado (dia 5) em Sete Lagoas e vai at o dia 25 de maio. O objetivo da Secretaria Municipal de Sa-de proteger ao menos 30 mil pessoas no municpio contra a doena.

    A Gripe (Influenza) uma doena infecciosa aguda de natureza altamente contagio-sa, que acomete o trato res-piratrio e cuja ocorrncia se observa em maior intensidade no final do outono e durante

    o inverno. Estima-se que 600 milhes de pessoas no mundo apresentam episdios de gri-pe, por ano.

    A grande maioria das pes-soas est to acostumada com uma gripezinha, que quase no acredita que at hoje essa doena ainda mata. De acordo com informaes do Minist-rio da Sade, em 2006, mor-reram no Brasil cerca de 70 mil pessoas devido a compli-caes da gripe tradicional

    Uma das armas para se prevenir a doena a vacina, que est disponvel em em to-das as Unidades de Sade da cidade para grvidas, idosos maiores de 60 anos e crianas de at 2 anos. A campanha deste ano tem como slogan

    No deixe a gripe derrubar voc. Vacine-se!. A novida-de a vacinao da popula-o prisional, que receber a vacina aps o dia 25 de maio, quando termina a campanha.

    A iniciativa, que faz parte do calendrio do Programa Nacional de Imunizao do Ministrio da Sade, reali-zada anualmente, sempre no outono, para que os vacinados estejam protegidos no inver-no, perodo de maior circula-o do vrus. A vacina imuni-zar contra trs tipos do vrus da gripe, incluindo o H1N1 (causador da gripe suna).

    Ateno, pAis!O coordenador de imuni-

    zao da Secretaria Municipal

    de Sade, Guilherme Mene-zes, explica

    que as crianas que vo tomar a vacina pela primei-ra vez merecem ateno dos pais. Elas devem receber duas doses com 30 dias de interva-lo. As que j receberam duas doses em 2011 devem tomar apenas uma este ano.

    A vacina contra a gripe anual, ou seja, quem vacinou nos anos anteriores tambm deve ser vacinado esse ano novamente, explica. Gui-lherme lembra que a vacina no recomendvel para quem tem reao alrgica a ovo de galinha e ao antibi-tico neomicina ou para quem teve reaes adversas a do-ses anteriores.

    Contra a gripePodem se vacinar grvidas, idosos com idades acima de 60 anos e crianas com idades de 6 meses a 2 anos

    EUzA FIzA/ABr

    tomou posseServidor efetivo da Sade, Andr rog-rio Lupiano de Abreu assumiu o cargo de presidente da Fundao Municipal de Sade na ltima quinta-feira. Acei-tei o desafio. um cargo honorfico, sem remunerao, mas com muitas responsabilidades. Estou de braos abertos e vou vestir a camisa, como sempre fiz, afinal, tambm sou servidor efetivo da Sade, disse Abreu na data da posse.

    Rua emlio VasconcelosO prefeito Mrio Mrcio Maroca solici-tou Secretaria de Obras estudo de via-bilidade, junto Cemig, quanto a obras de subterranizao de cabos e fiao do sistema eltrico da rua Dr. Emlio de Vasconcelos Costa. Nos prximos dias, os lojistas sero convocados para uma reunio, a fim de que este projeto possa ser melhor detalhado. Tais inter-venes - a exemplo das relacionadas ao recolhimento de lixo e alteraes no trnsito - integram, como piloto, o Pro-jeto Corredores Comerciais.

    pista de skate recuperada J est em funcionamento a bomba de suco de gua da chuva que vinha se acumulando na pista vertical de skate da orla da Lagoa da Boa Vista. A bom-ba, cedida por dois empresrios da ci-dade, Thiago Menezes e Fbio Ferreira - tambm praticantes do esporte - dre-na e filtra a gua antes de despej-la na lagoa, deixando a pista sempre seca e apropriada prtica do esporte.

    troca de hidrmetrosDesde 2005, o Saae vem realizando um constante servio de substituio de hidrmetros. As causas mais co-muns para a troca dos aparelhos so tempo de funcionamento ou defeitos. A troca est sendo realizada com a visita ao imvel de um ou dois servido-res uniformizados, usando crach da autarquia e conduzindo motos devida-mente identificadas com a logomarca do Saae. Alm disso, para a segurana do consumidor, emitida uma ordem de servio em duas vias. Mais informa-es nos telefones 195 ou 2106-0505.

    Corte e poda de rvoresrvores que encostam na rede eltri-ca, que estouram passeios pblicos, que esto doentes e correm o risco de cair em cima de uma casa ou no meio da rua, ou que atrapalham a instalao de um padro podem ser cortadas. Porm, somente a Secre-taria Municipal do Meio Ambiente ou a Cemig esto autorizados ao servio. A solicitao pode ser feita na Secretaria Municipal do Meio Ambiente. preciso levar documen-tos como comprovante de posse do imvel, IPTU, croqui, documentos pessoais. H documentao espe-cfica para prdios e condomnios. Outras informaes detalhadas po-dem ser obtidas no 3771-9441.

    rPidaS

  • 4 CenSo demogrfiCo Domingo em Casa 5 a 12 De maio De 2012

    raio X de Sete LagoasPopulao aumentou 15,8%, nmero de mulhe res continua maior e os solteiros predominam

    Por sandra Carvalho

    Uma cidade onde h mais soltei-ros do que casados e com nmero de mulheres superior ao de homens. No entanto, elas ainda ganham me-nos que eles. Nesse mesmo munic-pio, a maior parte da populao al-fabetizada e tem entre 15 e 39 anos. So 71 mil domiclios, mas s h acesso internet em menos de 30% deles. Os brancos ganham quase o dobro do que os negros e 53% da populao economicamente ativa tm carteira assinada. Ainda nessa cidade, quase 30% dos habitantes portam algum tipo de deficincia ou necessidade especial. Esses so apenas alguns dos indicadores de Sete Lagoas divulgados na ltima semana pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatstica (IBGE), refe-rentes ao Censo 2010.

    Os dados mostram que nosso municpio um retrato fiel do pas, onde a populao urbana cresce, a renda aumenta e o nmero de mulheres no mercado de trabalho e chefiando lares cada vez maior. A pesquisa foi realizada no ano de 2010, mas os dados compilados e analisados s foram divulgados no ltimo dia 27 de abril. Os indicado-res servem para avaliar o nvel de desenvolvimento socioeconmico dos municpios e ajudam a nortear a elaborao de polticas pblicas.

    Um dos principais indicadores de Sete Lagoas o aumento popu-lacional em relao ao Censo 2000. No ano 2000, a cidade tinha 184.871 habitantes. O nmero saltou para 214.152 moradores em 2010. Um crescimento de 15,8%, que pode ser explicado pelo desenvolvimento

    econmico nos ltimos dez anos, fato que naturalmente atrai moradores, segundo demgrafos do IBGE. Os ho-mens representam 48,5% da popula-o e as mulheres, 51,5%. Idosos so 10% dos moradores.

    Em Sete Lagoas, assim como em todo o Brasil, os homens ain-da ganham mais que as mulheres. Aqui eles tm salrio mdio de r$ 1.559,42. Enquanto isso, a renda mdia mensal das mulheres r$ 991,45. Eles chefiam e so res-ponsveis financeiros por 61,40% dos lares sete-lagoanos e elas, por 38,60%. No entanto, o nmero de lares que tm mulheres como nicas responsveis financeiras maior que o de homens nessas mesmas condies. Os casais sem filhos re-presentam 17% dos domiclios e 11% das unidades domsticas tm apenas um morador.

    No ano 2000, a fatia da popu-lao com mais de 15 anos que no sabia ler e escrever era de 6,3%. Dez anos depois, a taxa de analfabetis-mo caiu para 4% da populao nes-sa faixa. A esmagadora maioria da-queles que no sabem ler e escrever formada por pessoas com idades entre 40 e 60 anos de idade.

    Outro indicador importante o saneamento bsico, ou seja, o aces-so da populao gua apropriada para consumo, a banheiro e rede de esgoto. H dez anos, 87,5% dos lares de Sete Lagoas tinham sanea-mento adequado. Em 2010, 92,7% dos lares estavam nessas condies. Mas no meio rural, onde a popula-o de 5.196 habitantes (o que equivale a menos de 3% da popula-o total da cidade) 41,8% dos lares tm saneamento inadequado. Comrcio e a indstria de transformao so os setores que mais empregam em Sete Lagoas, segundo o levantamento do IBGE

    Em todas as reas no existe a valorizao do

    profissional. Mas acho que os homens ganham mais por causa da siderurgia, onde h mais homens.

    Henriqueta Frana Neto, 20 anos

    Para falar a verdade, embora as mulheres muitas

    vezes no peguem peso como os homens, elas tra-balham o mesmo tanto.

    Denilson Martins, 33 anos

    Acho que preconceito mesmo, porque toda vida o homem ganhou mais,

    mesmo a mulher trabalhando o mesmo tanto que o homem. injusto!

    Maria Terezinha Alves, 60 anos

    Por que os homens ganham mais?

  • 5Cidade e regio Domingo em Casa 5 a 12 De maio De 2012

    raio X de Sete LagoasPopulao aumentou 15,8%, nmero de mulhe res continua maior e os solteiros predominam

    Curiosidades do Censo 2010

    A mulher sete-lagoana tem uma mdia de 1,7 filhos

    So 20 pessoas com 100 anos ou mais. Dessas, 15 so mulheres.

    A cidade tinha 7.698 bebs (crianas com at 2 anos)

    Apenas 33 pessoas declararam viver com companheiro do mesmo sexo

    138.200 eleitores

    2.808 pessoas nasceram vivas na cidade em 2010

    621 pessoas morreram na cidade nesse mesmo ano

    A maior causa de mortes foram doenas dos aparelhos digestivo e respiratrio

    71.077 domiclios foram recenseados

    Mdia de 3,38 moradores por domiclio

    92,7% dos domiclios tm saneamento adequado

    27.501 domiclios tm computador

    20.490 tm internet

    277 domiclios ainda no tm gua encanada

    61.246 domiclios tm acesso telefonia fixa ou mvel

    Comrcio e a indstria de transformao so os setores que mais empregam em Sete Lagoas, segundo o levantamento do IBGE

    Acho bom ter mais solteiros do que casados, principalmente se tiver

    mais mulheres sobrando do que homem.

    Mrcio Vinicius Pereira, 22 anos

    Acho ruim ter mais pes-soas solteiras, porque os

    casados acabam se interes-sando por mais mulheres solteiras, sem vergonha.

    Anzia Ferreira da Costa, 58 anos

    Acho que uma tendncia dessa gerao optar por ficar solteiro. Isso bom para o comrcio, pois os solteiros gastam mais.

    Pedro Henrique, 18 anos

    bom ter mais solteiros do que casados?

    FOTOS DOMINGO EM CASA

  • 6 Cidade e regio Domingo em Casa 5 a 12 De maio De 2012

    Metas de sade, educao e seguranaRecentemente, o senhor

    reuniu todo o secretaria-do para assinar o chamado Acordo de Resultados 2012. neste ano, a novidade a Carta de Misso. Fala pra gente, governador, sobre essa Carta de Misso e a im-portncia dela para o Acordo de Resultados.

    Antonio Anastasia: Mi-nas Gerais um Estado que tem como caracterstica ter um forte planejamento. Ali-s, desde o governo Acio Neves, ns temos dado ao planejamento uma grande importncia o que fez de Minas um Estado diferen-ciado no Brasil e nos per-mitiu grandes avanos. Um dos instrumentos desse planejamento o Acordo de resultados, pelo qual os secretrios e as secretarias

    de Estado se comprometem a fazer entregas populao de melhorias dos servios pblicos, de melhorias das polticas pblicas e, espe-cialmente, de aes concre-tas a favor do povo de Minas Gerais. A Carta de Misso uma novidade, pela qual ns estamos colocando tambm metas especficas, em rela-o a cada secretaria, que sero acompanhadas pes-soalmente pelo governador, de maneira ainda mais con-creta, ou seja, aes espec-ficas, simples, mas de alta repercusso no dia a dia das pessoas e que ns vamos, atravs de um gerenciamen-to intensivo, acompanhar de maneira muito efetiva.

    Vamos falar um pouco sobre essas aes, governa-

    dor? Qual a principal meta que o senhor destaca, por exemplo, na rea de educa-o?

    Antonio Anastasia: Na rea da educao ns temos vrias metas, mas eu colo-quei como principal na Car-ta de Misso desse ano che-garmos a 110 mil alunos nas escolas de tempo integral. Escola de tempo integral uma grande evoluo. O alu-no fica durante todo o pero-do e, claro, que ns vamos aumentar esse nmero para 110 mil, o que vai aprimorar ainda mais a qualidade do nosso ensino, que j to reconhecido e o primeiro do Brasil pelos dados do Mi-nistrio da Educao.

    A questo da segurana pblica outra que interes-

    sa muito tambm para os mi-neiros, governador. Qual foi a principal meta nessa rea?

    Antonio Anastasia: Na Carta de Misso de 2012 colocamos como meta prin-cipal na segurana pblica, que um objetivo funda-mental do nosso governo, a inaugurao no segundo semestre da nova unidade do complexo penitencirio feito em parceria pblico privado no municpio de ri-beiro das Neves. Sero cer-ca de 1.800 novas vagas em um sistema muito moderno, administrado por uma em-presa que vai permitir a me-lhoria ainda mais do nosso sistema penitencirio, que ao longo dos ltimos anos avanou bastante.

    existem metas tambm para a sade, governador?

    Antonio Anastasia: No h dvidas. A sade uma prioridade absoluta do go-verno. Ns estamos colocan-do como uma meta funda-mental na Carta de Misso a criao de 200 novas Unida-des Bsicas de Sade (UBS), que devem ser feitas prefe-rencialmente nas cidades mdias e menores de nosso Estado. E vamos continuar muito atentos tambm na questo da sade das ges-tantes e das mulheres.

    tomara que tudo d certo ento, governador. Bom tra-balho e muito obrigado pela participao do senhor mais uma vez.

    Muito obrigado. Vamos continuar cobrando e acom-panhando essas metas a fa-vor dos mineiros.

    Antonio AnastasiaGovernador de Minas Gerais

    Conversa com a PresidentaQuando entrar em vigor a lei

    que estende os limites de faturamen-to para os microempreendedores e para as micro e pequenas empresas? (Afonso r. Ferreira Jnior, 33 anos, servidor em Braslia (DF)

    presidenta Dilma Afonso, a lei complementar 139/2011, que modificou o Estatuto Nacional da Microempresa e da Empresa de Pe-queno Porte, j est em vigor desde o dia 1 de janeiro. A ampliao dos limites abre as portas do Simples e do MEI a novas empresas e permite que empresas e empreendedores j participantes possam crescer sem o risco de perder os benefcios. Para os microempreendedores individu-ais, o limite subiu de r$ 36 mil de faturamento anual para r$ 60 mil; para as microempresas, de r$ 240 mil para r$ 360 mil; e para as em-presas de pequeno porte, o limite foi ampliado de r$ 2,4 milhes para r$ 3,6 milhes. E para estimular as exportaes das microempresas e empresas de pequeno porte, o limi-

    te de faturamento pode at dobrar passando para r$ 4,8 milhes e r$ 7,2 milhes se o faturamento adi-cional vier de vendas para o exterior. Outra novidade: todas as empresas optantes pelo Simples podero parcelar seus dbitos em at cinco anos. Mesmo as empresas que ti-nham sido excludas do sistema tm agora a possibilidade de voltar a op-tar pelo Simples Nacional. Se voc empreendedor individual, pode obter mais informaes na pgina www.portaldoempreendedor.gov.br. Micro e pequenos empresrios encontram mais informaes na p-gina www.receita.fazenda.gov.br/SimplesNacional.

    os principais pases desenvol-vidos possuem extensas redes fer-rovirias, mas no Brasil as ferrovias no so alternativas para transporte de longa distncia. o que se v hoje um completo abandono. o que o governo pretende fazer? (Daniel Muniz de Alvarenga, 31 anos, gestor

    ambiental em Vespasiano (MG) presidenta Dilma Daniel, o

    meu governo tem absoluta convic-o da importncia das ferrovias. Por isso, temos, hoje, mais de 3 mil km de ferrovias em construo. Estamos em um perodo de retomada dos investi-mentos no setor porque queremos, finalmente, promover uma interliga-o ferroviria entre todas as regies do pas. Cito, por exemplo, os trechos em construo da Ferrovia Norte-Sul, entre Palmas (TO) e Estrela DOeste (SP); da Nova Transnordestina, entre Eliseu Martins (PI) e os portos de Su-ape (PE) e Pecm (CE); da Ferrovia de Integrao Oeste-Leste, entre Ilhus (BA) e Figueirpolis (TO); e o trecho da Ferronorte entre Alto Araguaia (MT) e rondonpolis/MT. Alm dos trechos em obras, foram concludos projetos para mais de 3,7 mil km e esto em fase de elaborao estudos e projetos de ferrovias que somam mais 3,5 mil km. Em 17 anos, Daniel, entre 1986 e 2002, foram constru-dos apenas 215 km de linhas frreas.

    Nos ltimos nove anos entregamos 753 km. Com a ampliao da malha que estamos promovendo, haver uma participao muito mais efetiva das ferrovias na matriz de transpor-tes do Brasil.

    verdade que o governo trans-fere bilhes de reais dos nossos im-postos para os hospitais particulares como o srio-Libans e o Albert eins-tein, entre outros? (Lindaura Santana da Silva, 54 anos, servidora em So Paulo (SP)

    presidenta Dilma Na realidade no isso que acontece, Lindaura. O que h uma parceria muito produ-tiva entre o SUS e vrios hospitais privados filantrpicos. Essas enti-dades, alm de prestar assistncia sade, transferem novas tecnolo-gias, novos conhecimentos, expe-rincia em gesto e prticas teis que so adaptadas rede pblica de sade. A contrapartida pelos ser-vios que fornecem a concesso de incentivos fiscais, como fazemos

    com as universidades privadas. Esse tipo de parceria existe com dezenas de hospitais. Alm dos que voc cita, h outros de reconhecida excelncia nas suas atividades, como o Hospital Moinho de Ventos, em Porto Alegre, e os Hospitais Samaritano, Oswaldo Cruz e do Corao, em So Paulo. Atualmente h 120 projetos em execuo, no mbito do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Insti-tucional do SUS (PrOADI-SUS). Nos ltimos trs anos, de 2009 a 2011, os projetos somaram r$ 835,6 milhes em isenes fiscais. Esta parceria vale a pena: so estes hospitais de excelncia que esto nos apoiando, por exemplo, no processo de melho-ria da gesto e do atendimento dos principais prontos-socorros pbli-cos do Brasil, no SOS Emergncia. Essa associao entre o poder p-blico e o setor privado filantrpico fundamental para qualificar cada vez mais os servios prestados pelo SUS, com benefcios para toda a po-pulao brasileira.

    Dilma Rousseff Presidenta

    Mande sua pegunta para Dilma rousseff pelo e-mail perguntapradilma@domingoemcasa.com.br

  • 7entretenimento Domingo em Casa 7 a 13 De agosTo De 2011Domingo em Casa 5 a 12 De maio De 2012vaLoriZao

    So 295 hectares de maravilhas da natureza bem no alto da serra de Santa Helena

    Por Jos Vtor Camilo

    claro que no so todas as pessoas que admiram um passeio em meio natureza, mas os sete--lagoanos que adoram caminhar respirando o ar fresco no podem deixar de visitar o famoso parque da Cascata, localizado no alto da serra Santa Helena. Durante uma das trilhas (de cimento), que de-morou pouco mais de 30 minutos, o acompanhamento de dezenas de borboletas, das mais variadas es-pcies e cores, trouxe ainda mais beleza para o passeio.

    A principal atrao do local , de longe, a cascata que d nome ao parque. Aps uma caminhada pequena, de aproximadamente 10 minutos, que pode ser feita por pessoas de qualquer idade, chega--se ao topo da queda dgua, que possui um mirante com uma vista maravilhosa. Tambm imposs-vel no citar a beleza do lago, na verdade, uma barragem artificial, que possui aproximadamente 450 m de dimetro. proibido nadar no local, mas basta somente a pai-sagem da mata no entorno do lago.

    Na cidade, h aqueles declara-damente apaixonados pelo local. Esse o caso da estudante de ci-ncia biolgicas Dardnia Soares Cristeli, de 20 anos. Maravilhada com as belezas do parque, ela deu incio a uma pesquisa para analisar os impactos ambientais causados pelo ecoturismo no local. Optei por fazer essa pesquisa por conta do meu amor pela minha cidade natal, buscando trazer benefcios sociais e econmicos para Sete Lagoas, conta a jovem. O estudo ainda no foi concludo.

    Para Dardnia, o parque da

    eu amo o parque da Cascata

    Cascata um ponto turstico muito importante para a cidade, no entan-to estudos cientficos sobre o local ainda so escassos. A Associao de Desenvolvimento Ambiental fez um trabalho que define a fauna do parque como composta por ani-mais caverncolas, ou seja, animais que possuem modificaes morfo-lgicas e fisiolgicas para sobrevi-verem em ambientes com elevada umidade, explica a futura biloga. Alguns exemplos de animais en-contrados nesse tipo de fauna so aranhas, morcegos, sapos, corujas e os insetos.

    A flora do parque tem como caracterstica a vegetao cerrado, que possui o predomnio de campo (gramneas) na parte mais alta do parque. Quanto menor a altitude, maiores as rvores com troncos tortuosos de porte mdio, consti-tuindo o tpico cerrado. Prximo a cursos dgua, a vegetao tipi-camente de matas pluviais e matas galerias, que contm elementos da Floresta Atlntica, constitudas por rvores de grande porte chegando a medir 20 metros de altura, ex-plica Dardnia sobre a mudana na vegetao no entorno da represa.

    A jovem frisa outras questes importantes sobre o parque. O parque da Cascata tem uma im-portncia econmica, ambiental, e principalmente, social na cidade. Gera renda aos funcionrios, auxi-lia na manuteno do clima regio-nal, e, por ser um ponto turstico acessvel, ajuda muito na educao ambiental dos seus visitantes. Vale lembrar que o local conta com res-taurante, bar, quadras de vlei de areia e dois quiosques grandes em sua estrutura, finaliza.

    O parque da cascata foi criado pelo Decreto Municipal N 593, em 27 de setembro de 1977, abrangen-do uma rea de aproximadamen-te 295 hectares no alto da Serra de Santa Helena. Em1986 se deu incio das obras de infraestrutura do Parque, sendo que sua inaugu-rao, com a abertura ao pblico, aconteceu no ano de 1988. Ele fica aberto para visitao de segunda a domingo de 8h s 17h. A entrada custa r$ 2.

    Passeio gratuito

    Se voc ficou interessado em vi-sitar o parque da Cascata, uma boa oportunidade dada pela Secretaria Municipal de Lazer e Turismo, que promove o projeto Conhecer Sete Lagoas, todo terceiro domingo do ms. A ideia consiste em levar os cidados para conhecerem os prin-cipais pontos tursticos de nossa ci-dade, entre eles o Parque da Cascata e a Gruta rei do Mato.

    O ponto de partida do projeto o Centro de Apoio ao Turista CAT, localizado na praa JK, em frente Lagoa Paulino, no centro. Saem dois nibus: um s 9h e outro s 10h, sendo que o primeiro termina o passeio no parque da Cascata e o segundo na gruta rei do Mato. Mais informaes sobre os passeios podem ser obtidas pelo telefone (31)3771-6773.

    FOTOS JOS VTOr MELGAO

    parque no s da Cascata, mas tambm das belas borboletas

    Dardnia Cristeli quer estudar impactos do turismo no local

    parque da Cascata ca no alto da serra de santa Helena

  • 8 teLeviSo Domingo em Casa 5 a 12 De maio De 2012Co

    ra

    es f

    erid

    os

    (sBT

    2

    0h3

    0) Vitor afirma a Hlio que precisa provar que Aline cmplice de Flvio e que far Flvio falar a verdade. Olavo conta a Amanda que Flvio est preso. Eduardo e Amanda ficam radiantes. Priscila revela a Glauco que est apaixonada por Eduardo. Vitor vai ao quarto de Aline com os policiais. Aline foge e chega casa de praia de Lucy. Priscila recebe bilhete de Eduardo, que combina encontro.

    Priscila escreve uma carta para Edu-ardo. Vera e Lucy encontram Helosa na fazenda. Priscila pede para um emprega-do da fazenda entregar a carta a Eduardo. Aline telefona para roberto, que a avisa que toda a polcia est atrs dela. Os po-liciais pegam Aline na casa de praia de Lucy. Aline desmaia na cadeia e levada para o ambulatrio.

    Heloisa comenta com Lucy que teme pelo casamento de Amanda e Eduardo, pois os dois s discutem. No ambulatrio, Flvio tenta sufocar Aline, que desmaia. Olavo e Vitor vem Aline desacordada. Ela diz que Flvio tentou mat-la. Aline julga-da e responder ao processo em liberdade. roberto diz a Aline que a oportunidade de ela fugir do Brasil.

    Amanda conta a todos que est grvida de um menino. No hospital, Aline se disfara de mdica e diz a funcionrio que quer ter acesso aos exames de Amanda. Ao tentar fu-gir para Europa, Aline presa. Helosa e Lucy contam a Vera que os exames de Amanda acusaram cncer. Aline seduz o advogado para conseguir a liberdade. regina fica em choque ao ver os exames de Amanda.

    At o fechamento desta edio, a emis-sora no havia divulgado o resumo deste captulo.

    No h exibio

    Segunda Tera Quarta Quinta Sexta Sbado

    Chei

    as d

    e Ch

    arm

    e

    (glo

    bo

    19h

    15)

    rosrio percebe que se enganou com o convite de Fabian e fica arrasada. Cida admite que domstica e Conrado termina o namo-ro. Chayene invade o show de Fabian. Cida vai desabafar com Penha e dorme na casa da amiga. Incio diz que no consegue controlar o cime e rompe com rosrio. Snia e Sar-mento aconselham Cida a procurar Conrado. Isadora visita Conrado na hpica.

    rosrio planeja entregar seu CD para Fabian no jantar de Chayene. Conra-do humilhado na hpica e recebe o apoio de Isadora. Sarmento diz que far de tudo para Cida reatar com Conrado. Conrado procura Cida e Isadora prope que eles marquem um encontro para conversar melhor. Alejandro leva Penha em casa e atacado por Sandro.

    Penha termina com Sandro. A equi-pe do buf chega casa de Chayene e ro-srio leva um susto ao ver Incio. rosrio vai entregar seu CD para Fabian quando Chayene surge e lhe toma o CD. Cida nota que Isadora no dormiu em casa e Snia despista. Chayene ouve a msica de ros-rio. rosrio recebe a notcia de que o pai ter que ser operado.

    rosrio comenta com Incio que se desentendeu com Chayene. Cida avisa os pa-tres que vai conversar com Conrado e sai ani-mada. Chayene diz a rosrio que vai gravar a msica que ela comps para Fabian e lhe faz uma proposta. Penha pede demisso e Lygia no se conforma. Snia conta para Sarmento que Isadora e Conrado esto namorando. Cida flagra Isadora e Conrado juntos.

    Cida v Conrado e Isadora se beijando e fica arrasada. Isadora admite que est na-morando Conrado e revela que seus pais j sa-bem. Conrado aceita o convite para trabalhar no escritrio de Sarmento. Cida confronta os patres e decide sair de casa. rosrio convida Cida e Penha para dormirem com ela na casa de Chayene e as trs se renem. rosrio, Cida e Penha resolvem se divertir.

    rosrio e as amigas passeiam pela casa de Chayene e brincam de imitar as patroas. Cida e Penha gravam msica com rosrio. Cida diz para rodinei que Brunessa armou para Conrado descobrir que ela era empregada. Kleiton sugere que as domsticas faam um clipe da msica de rosrio para botar na internet e elas se animam.

    Segunda Tera Quarta Quinta Sexta Sbado

    rebe

    lde

    (Rec

    ord

    20

    h30)

    roberta pergunta a Toms sobre Diego e Tatiana. Pedro quer saber de Alice se ela aceitou namorar Miguel. Carla suspeita que Binho esteja escrevendo as cartas. Binho nega e joga com a rebelde. Os rebeldes se preparam para o show, que um sucesso. Carla diz a Toms que Binho quem est escrevendo as cartas. Miguel se declara para Alice e eles se beijam.

    Miguel elogia Alice e ajuda a rebelde a escrever um livro. Toms fica irritado ao saber que Carla acha que o autor das cartas Binho. Miguel diz a Lucy que beijou Alice sem estar no jogo. Lucy sente cimes. To-ms diz a Binho que vai parar de escrever as cartas. Miguel se desculpa com Pedro. Binho diz a Carla que ele o autor das car-tas e diz estar apaixonado por ela.

    Pedro e Alice se desentendem enquan-to roberta ameaa no ensaiar. Toms expli-ca toda a verdade para Pilar. Carla continua acreditando que Binho o responsvel pelas cartas e rola um clima entre os dois. Miguel diz para a irm que realmente quer Alice. Binho enxerga Carla no lugar de Pilar. Binho diz a Pilar que quer terminar. Beth conta a Pedro que raul fugiu.

    Jonas no permite que Pedro e Joo saiam para procurarem seus irmos. roberta e Alice ficam surpresas ao saber que Binho o provvel autor das cartas. Diego descobre que Toms quem escreve as cartas para Car-la. Pilar se desespera aps o rompimento com Binho. Maria percebe que Pilar no foi a aula e acha estranho. Lucy tenta consolar Pedro. raul e Beatriz fogem para o Elite Way.

    Toms interrompe a conversa e diz a Carla que ele o autor das cartas. Beatriz e raul se escondem na cantina. Leonardo vai at o colgio pedir desculpas a Diego. Penlope, Joo e Mrcia vo atrs de raul e Beatriz pelo colgio. O casal foge de Vi-cente. Toms diz a roberta que Carla no acreditou nele. Carla faz suspense e no sabe se ficar com Binho.

    No h exibio

    Segunda Tera Quarta Quinta Sexta Sbado

    amor

    ete

    rno

    amor

    (glo

    bo

    18

    h15) rodrigo expulsa Virglio de sua casa.

    Melissa investiga sobre a doena de seu sobri-nho. Jacira no consegue convencer Tobias a ir para o rJ. regina fica eufrica quando Clara convida Michele para dormir em sua casa. Valria sonha com Josu. Julinho combina um encontro com Las. Miriam devolve o anel de noivado para Fernando. Melissa encontra Vir-glio na porta da manso de rodrigo.

    Melissa se apresenta a Virglio. regi-na recebe um ultimato do proprietrio de seu apartamento para sair de l. Melissa re-vela para Virglio que no gosta de rodrigo e pede para que ele conte o que sabe sobre Elisa. Miriam aceita ir para a fazenda com rodrigo, Clara, Michele e zilda. Fernando descobre que Miriam vai para a fazenda com rodrigo.

    Fernando se enfurece ao ver Miriam e rodrigo juntos. Junior tem um ataque de raiva e deixa Melissa intrigada. Com a ajuda de Lexor, rodrigo cura o pnei de Clara. Pedro encontra Priscila na praia. Valria se entristece ao saber que rodrigo no est em casa. Virg-lio conta para Laudelino que Melissa lhe deu dinheiro para procurar Elisa. Miriam e rodrigo se beijam.

    Clara atrapalha o clima entre rodrigo e Miriam. Bruno, Beto e Juliana fazem um teste com Tati para seu projeto. Carmem liga para Melissa e cobra o vestido de noiva de Valria. Divina pede para Valdirene cuidar de Junior. Klber questiona sua escolha profissional. Ja-cira d o dinheiro para z da Carmem comprar sua passagem para o rio de Janeiro. Michele v Valdirene e corre em sua direo.

    Michele desiste de sair com Valdire-ne por causa de sua me e Clara percebe a situao. rodrigo e Miriam se despedem e Fernando os observa. Deolinda sente cimes de dona Olga com Antnio. Valria apoia a deciso de Jacira em ir para o seu casamento no rJ. Gabriel fala de casamento com Beatriz. Virglio compra um carro e avisa a Melissa que comear sua busca por Elisa.

    Melissa esconde de Dimas que conver-sou com Virglio. Valria probe Josu de ir ao seu casamento. Julinho leva Las para passear de carro. Melissa e Dimas se preocupam quando rodrigo diz que far terapia. rodrigo pede para Klber ajud-lo a voltar a estudar. Junior toca no piano o preldio que Verbena costumava apresentar e deixa rodrigo e Kl-ber impressionados.

    Segunda Tera Quarta Quinta Sexta Sbado

    ms

    cara

    s

    (Rec

    ord

    22

    :15h

    )

    Sbado

    Geraldine, Cludia e Flvia se deparam com Mrio dormindo. Elas sorteiam para decidir quem deitar com ele e Flvia ganha. Martim incita Otvio a se matar. Dcio diz a Otvio que a sua nica chance de sobreviver dar a senha do banco a Martim. Dcio aplica uma in-jeo em Martim e o joga ao mar. Martim fica se debatendo.

    Dcio ordena que o piloto retorne com a lancha para a clnica. Otvio acusa Dcio de ter jogado Martim. Eduardo So-tero fica chateado por Edu no lembrar o dia de seu aniversrio. Otvio se apresenta na pousada como Martim. Dcio garante a Otvio que no se envolveu com Maria. Otvio muda o visual para se parecer com Martim. Eliza e Otvio se conhecem.

    Imaginando se tratar de Martim, Eliza fala para Otvio que ele deveria lhe entregar as instrues de uma maleta contendo dinheiro. Otvio tenta obter informaes sobre Maria. Eliza implora a Big Blond que a libere da misso de matar Martim. Otvio conclui que Boris tentou abrir a maleta com o dinheiro sem saber a senha. Manuela telefona para Martim.

    Dcio mostra a Otvio a sua mensagem de despedida na web. Otvio ameaa denun-ciar Dcio como assassino. Dcio aconselha Otvio a no atender o telefonema de Manue-la. O capanga de Big Blond segue Eliza e Ot-vio percebe. Eliza conta para Otvio que seu chefe quer casar com ela. Os dois se beijam. Eliza fala para Otvio digitar o nome Otvio Benaro em um site de buscas.

    Otvio fica sem saber se Eliza o reco-nheceu ou no. Novais repreende o persegui-dor por ter perdido Eliza de vista. Eliza pede a Otvio que pegue uma sute diferente no motel. Big Blond telefona a Otvio e fica des-confiado ao saber que esto em um motel. Big Blond garante a Otvio que conversaro sobre Maria. Eliza e Otvio se beijam. Eliza sugere a Otvio que eles fujam.

    No h exibio

    Segunda Tera Quarta Quinta Sexta Sbado

    mal

    ha

    o (g

    lobo

    1

    7h50

    )

    Moiss exige que Carcar e Sabi en-trem no apartamento de Cristal para pegar o gravador. Moiss garante ao jornalista que entregar a gravao com a entrevista de Juninho. Natlia alerta Gabriel que Cristal fez ameaas para que ele se case com ela. Os ca-pangas de Moiss entram no apartamento de Cristal e so surpreendidos por ziggy. Moiss observa Gabriel falar com Cristal.

    Os capangas de Moiss fogem do apartamento. Gabriel afirma a Cristal que no se casar com ela. Cristal ouve a en-trevista de Alexia e pergunta quem seu namorado. Gabriel sugere um concurso para escolher a vinheta de abertura do se-riado. Cristal exige que Moiss lhe arrume um empregono jornal em troca da grava-o da entrevista de Juninho.

    Beto consola Carmem que fica abala-da por conta da conversa com Nelson. Guido avisa a Natlia sobre a invaso do aparta-mento. Cristal se desespera ao saber que o apartamento foi invadido e decide guardar seu gravador na bolsa. Babi volta de sua via-gem. Moiss chega ao apartamento de Cristal para procurar pelo gravador e a bateria de seu celular acaba. Cristal volta para casa.

    Babi descobre que o motorista do carro que a derrubou Guido. Moiss des-cobre a falsa gravidez de Cristal. Babi chega em casa e estranha a presena de Moiss. O vilo se vangloria por ter descoberto o se-gredo de Cristal. Gabriel pega com Fabiano o contato de um advogado. Moiss aborda Cristal e ameaa contar a verdade sobre sua gravidez para Gabriel.

    Moiss consegue o gravador, mas no confronto com Cristal, deixa o aparelho cair e quebrar. Cristal o convence a no revelar para Gabriel sua falsa gravidez e os dois fazem um acordo. Moiss ouve a entrevista em que Alexia fala sobre o namorado e fica irritado. Natlia, Guido e Babi chegam para o almoo e Beto estranha as presenas. Moiss per-gunta para Alexia quem ela est namorando.

    No h exibio

    Segunda

    Toms pede para ir embora e Dbora estranha o seu comportamento. Jorginho e Nina conversam sobre casamento. Carminha percebe as ms intenes de Max contra Tu-fo. Toms descobre que Cadinho o marido de Vernica. Muricy descobre que Adauto no sabe ler. Jorginho avisa que ele e Nina vo se casar e Lucinda estranha a reao da filha. Dbora flagra Nina e Jorginho juntos.

    Jorginho revela para Dbora que Nina o seu grande amor do passado. Cadinho fica constrangido com a conversa que tem com Toms. Max tenta envolver Lcio em uma armao contra Tufo. Nina pede demisso. Muricy e zez desconfiam de Nina. Suelen dispensa Iran. Tufo fica perturbado ao ver a cozinheira ir embora. Nina desiste de ficar com Jorginho.

    Nina termina com Jorginho. Nina co-menta com Lucinda que no pode ficar com Jorginho e esquecer de sua vingana. Olenka descobre a farsa de Silas. Suelen torce por Iran e Leandro. Carminha e Tufo se desespe-ram quando um policial chega com o carro do filho, que estava abandonado na rua. Jorginho tem uma crise de sonambulismo e lembra-se de seus pais biolgicos. Nina procura Dbora.

    Nina pede para Dbora ficar com Jorginho. Jorginho assaltado. Nina volta a trabalhar na casa de Tufo. Dbora sugere que Carminha procure Jorginho na casa de Lucinda. roni se desentende com Leandro por causa de Suelen. Lcio vai casa de Tufo. Carminha procura Lucinda. Lcio serve um suco para Max. Nilo conta para Carminha que rita foi namorada de Jorginho.

    Lucinda v Carminha sair da casa de Nilo.Lcio faz ameaas a Max. Tufo exige que Jorginho fique em sua casa. Carminha tenta descobrir se Dbora sabe algo sobre rita. Silas insinua que Tesslia est traindo Leleco. Carminha chama Nina para ajud-la a dar um susto em rita. Leleco preso aps armar confuso por cimes de Tesslia. Com a ajuda de Nina, Carminha tira satisfaes com Betnia/rita.

    Carminha discute com Betnia/rita e Nina tenta acalmar a situao. Tufo con-segue libertar Leleco. Lucinda descobre que Nilo vendeu informaes para Carminha. Janana apresenta Lcio para a famlia e Max fica desconfortvel. Jorginho pede perdo a Dbora. Vernica chega casa de Nomia e Cadinho se esconde. Toms v o pai beijar Alexia. Nilo descobre que Nina usou Betnia para enganar Carminha.

    aven

    ida

    Bras

    il(g

    lobo

    21

    h )

    Segunda Tera Quarta Quinta Sexta Sbado

    Os resumos dos captulos de todas as novelas so de responsabilidade de cada emissora Os captulos que vo ao ar esto sujeitos a eventuais reedies.

    resumo de novelasTera Quarta Quinta Sexta Sbado

  • 9entretenimento Domingo em Casa 7 a 13 De agosTo De 2011PerfiL Domingo em Casa 5 a 12 De maio De 2012

    A mineira Karen Junqueira se destaca na pele da estudante Luma de Mscaras, da Record

    Psicanlise auxilia a mineirinha Karen Junqueira a explorar tringulo amoroso entre irms em MscarasPor Mrcio Maio

    TV Press Karen Junqueira j esperava

    que a relao de amor a trs vivida por sua personagem, a estudante Luma de Mscaras, novela das 22h da record, chamasse a aten-o dos telespectadores. Afinal, na histria de Lauro Csar Muniz, a universitria de letras tem um caso com o astrofsico Eduardo, de Dado Dolabella, que tambm se envolve sexualmente com Tnia, interpreta-da por Daniela Galli, psiquiatra que irm de Luma.

    Mas Karen preferiu basear toda a construo da personagem em cima da relao de controle extremo que existe entre as duas irms, suposta-mente um resultado da perda prema-tura dos pais delas. Conversei com uma terapeuta especialista em casos familiares e procurei alguns filmes que exploram essas ligaes obses-sivas entre parentes e at amigos. E, normalmente, os mais novos querem se livrar dela, explica.

    Entre os filmes pesquisados por Karen para interpretar Luma, a atriz assistiu ao sueco Persona, de Ing-mar Bergman, e ao drama Almas Gmeas, de Peter Jackson, primeiro longa estrelado por Kate Winslet. Na trama, Luma sofre com a postura de Tnia, que faz de tudo para no per-der a companhia da irm. Como, por exemplo, paquerar os homens que se interessam pela caula para, assim,

    negcios de famlia A estreia de Karen na tev

    aconteceu em 2006, em Malhao, novela infanto-juvenil da Globo.

    O primeiro contrato da atriz com a record foi assinado para interpretar a mutante Fria de Caminhos do Corao, de Tiago Santiago.

    Alm da carreira de atriz, Karen trabalhou ao longo de oito anos como modelo.

    Ela se mudou para o rio de Janeiro aos 17 anos, j decidida a tentar a carreira de atriz.

    instantneas

    amigos do facebook"Curto o jornal DoMinGo eM CAsA porque ele o encarregado de levar informao e conhecimento para todos que vivem na minha linda e adorada Sete Lagoas"

    "Aos meus olhos muito vividos, alegro-me por ver um jornal no s do meio social, mas que nos oferta conhecimentos, verdades e muita inteligncia no aconchego de nossos lares"

    para participar da pgina amigos do Facebook, basta enviar sua foto com a resposta para a pergunta "por que eu curto o DoMinGo eM CAsA?" para o email curteai@domingoemcasa.com.br. esperamos voc!

    gustavo figueiredogustavo figueiredo famlia guimares

    divu

    lga

    o

    divu

    lga

    o

    LUIzA DANTAS/CArTA z NOTCIASCrDIcolocar em sua cabea a ideia de que homem no presta.

    O que se sabe que a Tnia j teve um casamento traumtico e, por isso, quer enjaular a irm. O interes-sante que esse comportamento ocorre justamente com uma persona-gem que psiquiatra. Uma situao muito contraditria, valoriza.

    Intensificar o contato com Da-niela para que, juntas, chegassem interao necessria para parecerem irms em cena at que foi fcil. Am-bas comearam a gravar Mscaras dentro do transatlntico Visions of the Sea, no qual a equipe passou 15 dias viajando. Todo mundo estava junto ali desde a hora de acordar at o momento de dormir. Deu para a gente se aproximar mais, conta.

    E, curiosamente, foi o cenrio das duas irms o primeiro a ser montado para as cenas dentro do recNov, com-plexo de estdios da record. Uma semana depois do navio, j tnhamos 15 cenas de apartamento para fazer, lembra a atriz, que nasceu em Ca-xambu, no Sul de Minas Gerais.

    Com uma temtica diretamente ligada ao sexo e paixo de duas irms pelo mesmo homem, Karen jura que no teme sequncias mais quentes. Principalmente porque, pelo menos at agora, no viu nada demais sendo pedido no estdio. Apesar de a novela ir ao ar tarde, no estou achando as cenas muito sensuais. O sexo mais sugerido do que mostrado, garante a atriz.

    Ela est com 29 anos e inter-preta uma jovem com quase dez a menos. Acho que seria mais complicado o inverso. Sei que apa-rento ser mais nova, ento j me preparo para viver isso mais vezes na tev, atesta.

    O convite para integrar o elenco de Mscaras veio h bastante tem-

    po. Quando recebeu, a novela ainda nem tinha uma sinopse definida, mas tanto o autor quanto o diretor Igncio Coqueiro j tinham sinalizado o inte-resse de voltar a trabalhar com Karen. que sua atuao como a doce Gigi Castellamare de Poder Paralelo agradou aos dois.

    Foi um trabalho muito bacana.

    Fico feliz que tenham se lembrado de mim para essa personagem por-que tenho admirao forte por eles e sei que estou nas mos de pesso-as que tm uma histria de peso na tev, gaba-se ela, que est em sua terceira novela na record e tambm participou da minissrie bblica Sanso e Dalila.

  • 10 entretenimento/horSCoPo Domingo em Casa 5 a 12 De maio De 2012

    A mulher foi ao mdico: Doutor, o meu marido est completamente louco! Vira e mexe ele comea a

    conversar com o abajur! E o que ele diz? Eu no sei! Como no sabe? A senhora no viu ele conversando com o abajur? Eu no vi, foi o abajur que me contou!

    horscopo

    Z tonho & tonho Z por dukeLoUCUra

    Cruzadas diretas

    Deve estar atento, pois vo surgir novas possibili-dades que merecem ateno e reflexo. Analise e pense nos seus desejos para o futuro, est numa boa hora para superar e ultrapassar situaes do passado. No setor sentimental est numa boa hora para transformar o que for necessrio atravs da co-municao, ter facilidade de expresso.

    gmeos21/5 a 20/6

    Deve tirar alguns momentos esta sema-na para meditar, rever os seus objetivos e fazer novos planos para o futuro. Com-bata alguma tendncia para o sedenta-rismo. No setor sentimental vai conse-guir atingir os seus objetivos.

    Cncer21/6 a 217

    Passar por momentos de desgaste e cansao, tente controlar e direcionar bem a sua energia. Nos mo-mentos mais tensos mantenha a calma, assim tudo correr sem complicaes. No setor sentimental evite explodir quando as coisas no correrem como tinha planejado. Tem de aprender a viver com as al-teraes em cima da hora.

    ries21/3 a 20/4

    Ter uma semana muito agradvel, estar bem e ser capaz de transmitir essa energia positiva s pessoas com quem convive. Vai sentir-se feliz e com vontade de viver a vida. No setor sentimental viver um perodo muito prspero, vai ter vontade de sair e de fazer programas diferentes com o seu parceiro. Deve falar sobre mudanas.

    touro21/4 a 20/5

    Ter muitos momentos de clareza que vo permitir identificar e tirar partido das situaes mais vanta-josas. Vai conseguir chegar onde quer, mas para isso tem de ter fora de vontade. Tome iniciativas positivas. No setor sentimental o seu magnetismo pessoal estar em destaque e no deixar nin-gum indiferente.

    Leo22/7 a 22/8

    Ir querer ter equilbrio e a melhor forma de encon-tra-lo ser evitando alguns excessos. Seja prudente e no faa nada que fuja do normal e evite ser muito orgulhoso com as pessoas de quem gosta. No setor sentimental pode sentir uma atrao muito forte por algum que que conheceu h pouco tempo, mas tudo no passa de uma iluso.

    virgem23/8 a 23/9

    No ter uma semana muito facilitada, mas saber aproveitar o lado mais positivo da vida, j que a sua fora interior ser suficientemente forte para atenuar os momentos mais difceis. No setor sentimental vo surgir conflitos e discusses que podem mesmo por em causa o futuro de uma relao. Evite tomar decises de cabea quente.

    Libra23/9 a 23/10

    Estar com as emoes tensas e descontroladas ao longo de toda a semana. Ter de ter uma dose extra de pacincia perante as vrias situaes com que se vai deparar. O impulso e a precipitao podem atra-sar ainda mais os seus planos. N o setor sentimental a semana ser muito descontrada, o seu parceiro ser um bom apoio.

    escorpio23/10 a 21/11

    Ter dificuldades na concretizao dos objetivos pre-tendidos para esta semana. Vai deixar algo por fazer, por falta de disposio ou at mesmo por falta de tem-po. Tente dar a volta a algumas questes para alcanar as suas metas. No setor sentimental ter de contar com algumas discusses que podem mesmo levar ruptura de uma relao.

    Sagitrio22/11 a 21/12

    Ter tendncia a avaliar demasiado os outros e por vezes pode ser demasiado radical. No seja muito exigente e intolerante com as pessoas, este tipo de atitude da sua parte provocar conflitos desnecess-rios. No setor sentimental as suas expectativas em relao a algum que conheceu h pouco podem ser infundadas.

    Capricrnio22/12 a 20/1

    Estar deprimido ao longo desta semana e a compa-nhia e apoio dos amigos sero fundamentais para ultra-passar esta fase. Vai sentir-se triste sem saber o porqu. Pense no que tem de bom na sua vida. No setor senti-mental perodo pautado por alguns altos e baixos devi-do ao seu estado de humor. No culpe o seu parceiro.

    aqurio21/1 a 19/2

    Deve evitar que os xitos alcanados ao longo desta semana interfiram nas suas relaes pessoais. Partilhe a sua vida com as pessoas em quem confia. Vai conse-guir resolver uma situao que tinha ficado pendente. No setor sentimental viver situaes intensas e agra-dveis. Disponibilize mais tempo para o seu parceiro.

    Peixes20/2 a 20/3

    Fonte: www.portalangels.com

  • 11entretenimento Domingo em Casa 7 a 13 De agosTo De 2011agito CULtUraL Domingo em Casa 5 a 12 De maio De 2012

    Anjos da LeiClassificao 14 anos - Jenko e Schmidt estudaram juntos, mas jamais foram amigos. A situao muda quando se reencontram na academia de policiais, onde passam a ajudar um ao outro. J formados, se envolvem em uma confuso ao tentar realizar a priso de um traficante de drogas, que atuava no parque onde trabalhavam. remanejados para uma diviso comandada pelo capito Walters, onde jovens policiais trabalham infiltrados, eles recebem a misso de desvendar quem o fornecedor de uma nova e perigosa droga e ficam disfarados de volta escola.Cineplex 4 14h20 16h30 18h40 20h50 (LEG)

    os VingadoresClassificao 14 anos - Loki retorna Terra enviado pelos chitauri, uma raa aliengena que pretende dominar os humanos. Com a promessa de que ser o soberano do planeta, ele rouba o cubo mgico dentro de instalaes da S.H.I.E.L.D. e, com isso, adquire grandes poderes. Loki os usa para controlar o dr. Erik Selvig e o Gavio Arqueiro, que passam a trabalhar para ele. No intuito de cont-los, Nick Fury convoca um grupo de pessoas com grandes habilidades, mas que jamais haviam trabalhado juntas: o Homem de Ferro, Capito Amrica, Thor, Hulk e a Viva Negra. Cineplex 3D 13h30 16h 18h30 (DUB) 21h (LEG)Cineplex 1 13h20 16h10 18h40 -21h10 (LEG)

    Americanpie o ReencontroClassificao 14 anos - O grupo de amigos quecelebrou o final do liceu em 1999 regressa cidadezinha natal de East GreatFalls para uma reunio de antigos alunos. Entre eles, destacam-se Jim eMichelle, agora casados e com um filho de dois anos, Kevin Myers, que trabalhacomo arquiteto, e Chris "Oz" Ostreicher, que vive em Malibueapresenta um programa de esportes.Cineplex 2 14h10 - 18h50 21h10 (LEG)

    espelho,espelho MeuClassificao Livre Cineplex 2 16h30 (LEG)

    Cinema

    preosCineplex shopping sete Lagoasrua Otvio Campelo ribeiro, 2801,EldoradoPreos: Segunda a quinta r$ 8(inteira) r$ 4 (meia)tera maluca - r$ 5 (inteira) r$ 2,50 (meia)Sexta a Domingo/Feriado r$12 (inteira)r$ 6 (meia)Ingresso 3D Segunda a Quinta r$ 10 (inteira) r$ 5 (meia)Sexta a Doming/Feriado r$16 (inteira)r$ 8 (meia)

    destaque: festa de Santa helena

    Est chegando ao fim a tradicional festa de Santa Helena, que termina na prxima segunda-feira, dia 7. No sbado, acontece a tradicional romaria, com a bandeira de Santa Helena, que parte s 17h30 da praa Tiradentes rumo capela no alto da serra. Depois disso a programao s termina s 15h do domingo. Pela manh, de 6h at 6h30 acontecer a Alvorada Festiva com repique de sino e queima de fogos, s 6h30 o grupo Luz Divina realiza o tero. s 7h30 haver uma missa presidida por Dom Guilherme Porto. Depois, s 9h, a banda Unio dos Artistas far uma apresentao e s 10h, monsenhor Carlos roberto Moreira dos Santos vai presidir a missa solene de encerramento. Em seguida, haver a procisso no alto da Serra. Na segunda-feira, a Festa de Santa Helena se encerra com um tero, s 19h, e com uma missa, s 19h30, presidida pelo padre Gilson da Piedade Mendes, proco de So Geraldo.

    Mesmo antes de lanar seu novo e disco, a cantora sete-lagoana Paula Fernandes j faz sucesso com a msica Eu sem voc. A faixa foi composta por Paula em parceria com o cantor sertanejo zez Di Camargo. O hit j vem sendo tocado desde a ltima tera-feira nas rdios. O novo CD de Paula ainda no tem um nome definido, mas chega s lojas ainda neste ms. A cantora divulgou em seu site pessoal uma foto para a capa do encarte do novo lbum.

    encerramento do evento religioso

    nova msica de Paula fernandes

    BrENO DIAS/PrEFEITUrA

    DIVULGAO

    X8 PluralidadesA Galeria Myralda recebe, at o dia 27 de maio, a exposio X8 Pluralidades. Sero expostas obras de oito artistas: Adriana Drummond, Adriana Leite, Afonso Oliveira, Dngelo Oliveira, Fernanda Castanheira, raimundo Brito, Manoel rosrio, com participao especial de Brenda Marques Pena. A exposio busca representar a diversidade como parte inseparvel da identidade local. Os interessados em conferir a exposio podem visitar a Galeria Myralda de segunda a sexta, das 8h s 17h30. A galeria fica na avenida Getlio Vargas, 91, Centro.

    o Pequeno Prncipe nos palcos Sete Lagoas recebe nos dias 12 e 13 de maio, no auditrio do Centro Universitrio Unifemm, o espetculo O Pequeno Prncipe. No sbado (12) haver duas sesses: 17h30 e 20h. No domingo sero trs: s 10h, 17h e 19h. O espetculo uma produo da Cia Katapalmas. A pea inspirada na obra de Antoine de Saint-Exupry e conta a trajetria de um principezinho que, cansado das cobranas da sua companheira de planeta, a rosa, resolveu viajar pelo universo. Os ingressos podem ser adquiridos antecipadamente por r$ 10 nas lojas Limo de Gravata, Smon relgios e Joias, Amora Melo e Ice Gurt. No local, os ingressos custaro r$ 20 com meia-entrada apenas para estudantes. 200 edies do

    Sero Potico Neste sbado, dia 5, o Sero Potico chega a 200 edies. O evento aproveitar a oportunidade para comemorar o dia das Comunicaes e o dia do Artista Plstico, homenageando Nana Andrade e Demtrius Cotta. A noite recheada de muita arte e literatura comea s 20h no auditrio da Casa da Cultura, que est localizada na avenida Getlio Vargas, 91, no Centro. A entrada franca. Faro parte do espetculo diversos poemas, trovas, contos, cantos, msicas e causos. O Sero Potico realizado pelo Clube de Letras de Sete Lagoas e pela Secretaria de Cultura e Comunicao Social.

    mC diguinho esquenta a sexta-feira Para aqueles que curtem um batido, uma tima opo ser o show do MC Diguinho, que acontece na sexta-feira, 11 de maio. Direto do rio de Janeiro, o cantor vai fazer a festa no Clube Tarum, em Paraopeba, a partir das 22h. O grupo de pagode 100 Destino garantir o agito da festa antes do funk carioca tomar conta. Os ingressos antecipados podem ser adquiridos na Banca do Alemo, no Bar do Cilo e no Limo Gravata. Mais informaes pelo telefone (31) 9131-8260.

    DIVULGAO

  • 12 ESPORTES DOMINGO EM CASA 5 A 12 DE MAIO DE 2012

    Hoje, s 16h, o Independncia ser palco do primeiro duelo da de-ciso do Campeonato Mineiro entre os clubes centenrios Amrica e Atltico. Depois de 11 anos, o Coelho est de volta a final justamente contra o Galo, reeditando a deciso de 2001, quando ficou com o ttulo. Outra coincidncia que naquele ano, assim como agora, o time alvi-negro tambm jogava pela vantagem de dois empates ou derrota e vi-tria pelo mesmo saldo de gols. Eu me lembro como se fosse hoje, eu estava comeando a carreira como narrador esportivo na Rdio Terra AM de Montes Claros. Era a minha primeira transmisso no Mineiro. Fiquei deslumbrado com a beleza do Gigante da Pampulha. A torcida do Galo fazia um barulho incrvel. O Atltico abriu 3 a 0, a torcida j comemorava quando, de repente, Alessandro, aos 32 minutos do 2 tempo, silenciou o Mineiro. A festa foi do Amrica, campeo mineiro. O Coelho treina-do por Lula Pereira foi campeo com Fabiano no gol; Edson, Wellington Paulo, Thiago e Michael; Ricardo, Ruy, Rogrio e Carlos Alberto; Rodrigo e Fabrcio. Ainda fazia parte do elenco, o meia Tucho, o volante Claudinei e Alessandro, autor do gol do ttulo. O Atltico do Jos Maria Pena tinha Velloso; Cicinho, Paulo, Luis Carlos e Ronildo; Gilberto Silva, Alexandre e Lincoln; Kim, Guilherme e Marques.

    MOMENTOS DISTINTOSO Amrica vive uma das suas melhores fases, desde que acompanho o

    clube. Celebraes do centenrio, o retorno ao Independncia e a classi-ficao para a final do estadual, com duas vitrias sobre o Cruzeiro. Alm disso, o time de Givanildo Oliveira teve uma semana de tranquilidade e quase nenhum problema de contuso. Mesmo com muitos jogadores pen-durados com dois cartes amarelos, o treinador americano praticamente tem todo o elenco disposio. J o Atltico vive um momento conturba-do, principalmente com a eliminao precoce da Copa do Brasil nesta se-mana pelo Gois. E sem falar na quantidade de jogadores contundidos no departamento mdico e a forte cobrana da torcida e da diretoria alvine-gra. Apesar disso tudo, o Amrica ter que manter a humildade, pois ter pela frente um grande adversrio, dono da melhor campanha na fase de classificao e ainda invicto no Mineiro. Sem dvida, teremos um grande jogo no Independncia. Um clssico digno para o Gigante do Horto.

    PREOCUPAO NO CRUZEIROO torcedor cruzeirense est preocupado com a situao do Cruzeiro.

    O time foi eliminado do estadual e ainda acumula trs derrotas segui-das, uma delas para o Atltico Paranaense, pela Copa do Brasil. Alias, o tcnico Wagner Mancini est com os dias contados, principalmente se a equipe for eliminada da nica competio que lhe restou para salvar o segundo semestre. Quanto a reforos, Cruzeiro e Flamengo ainda no chegaram a um acordo para a troca entre o zagueiro Victorino e o meia Bottinelli. O diretor de futebol Alexandre Mattos esteve no Rio de Janeiro nessa quinta-feira, mas a situao segue indefinida. Entre os clubes, a negociao est praticamente fechada. Falta o acerto entre os jogadores.

    Deciso do Mineiro

    Enio LimaNarrador esportivo

    2 etapa do Mineiro de BicicrossO Parque Nutico da

    Boa Vista recebe, nos dias 12 e 13 de maio, a 2 etapa do Campeonato Mi-neiro de Bicicross. Os in-teressados em participar tm at o dia 9 de maio (quarta-feira) para se ins-crever em uma das duas categorias da prova: Ex-

    pert (R$ 25) e Junior/Elite man (R$50,00).

    O Parque Nutico fica no bairro Boa Vista. O espao foi inaugurado em 1990 e ocupa cerca de 18 mil metros qua-drados com quadras poliesportivas, pistas de skate e patinao,

    playgrounds, praa de eventos, restaurantes, dentre outros.

    O Campeonato de Bicicross tem o apoio da prefeitura de Sete La-goas. Mais informaes no site da Federao Mineira de Bicicross: http://www.fmbx.com.br.

    Democrata confirmado na segunda divisoA Federao Mineira de

    Futebol anunciou que esto abertas at o dia 14 de maio as inscries para o Campeonato Mineiro de Futebol da Segun-

    da Diviso de Profissionais. O Democrata de Sete Lagoas j confirmou sua participao e trabalha nos bastidores para conseguir patrocinadores e

    novos jogadores. A inteno montar uma equipe forte para conquistar o campeona-to e ter acesso ao Mdulo II da competio.

    Primeira Taa de Futebol Jos Belarmino Acontece em Sete Lagoas,

    entre os dias 7 de maio e 7 de junho, a 1 Taa de Futebol Jos Belarmino. A competio ser promovida pela prefeitu-ra da cidade e homenageia o treinador e grande incentiva-dor do futebol sete-lagoano Jos de Souza Lima, mais

    Franck Caldeira nas Olimpadas de LondresO setelagoano Franck Cal-

    deira de Almeida est entre os brasileiros que vo participar das provas de atletismo dos jogos olmpicos da Inglaterra. Franck um dos principais maratonistas brasileiros, sen-do que, em 2007, o atleta con-

    quistou a medalha de ouro na maratona masculina dos Jogos Pan-Americanos no Rio de Janeiro.

    Franck venceu ainda pro-vas como: Corrida So Silves-tre (2011), Volta Internacional da Pampulha (2003, 2006 e

    2007) e Maratona de So Paulo (2004). Alm do atleta sete-alagoano, foram convocados pela Confederao Brasileira de Atletismo (CBAt) os marato-nistas: Marilson Gomes, Paulo Roberto de Almeida Paula e Adriana Aparecida da Silva.

    conhecido como Jos Belarmi-no. Participam do torneio 16 times de futebol amador.

    Na primeira fase, sero quatro chaves com quatro equipes cada, classificando os dois primeiros para a se-gunda fase (quartas de final). Quatro times sero classifica-

    dos para a semifinal. Os ven-cedores disputaro a grande final no dia 7 de junho. O primeiro colocado vai ganhar medalhas, trofus e um jogo de uniforme em parceria com o Bazar Esportes, j o segun-do colocado receber meda-lhas e trofus.