jornal do cariri - setembro

Download Jornal do Cariri - Setembro

Post on 15-Mar-2016

246 views

Category:

Documents

26 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Edição do JC

TRANSCRIPT

  • Acesse e veja a programao completa: www.bnb.gov.br/cultura

    Dia 20, tera-feira.CURSO DE APRECIAO DE ARTE15h00 - Representaes do Corpo Brasileiro nas Artes Visuais - Carlos Eduardo de Oliveira - Fortaleza-CE. Dia 21, quarta-feira.V MOSTRA BANCO DO NORDESTE DA CANO BRASILEIRA INDEPENDENTE

    19h30 - Moreira Paz - CE.Dia 22, quinta-feira.V MOSTRA BANCO DO NORDESTE DA CANO BRASILEIRA INDEPENDENTE19h30 - Lucas Santtana - BA.Dia 23, sexta-feira.V MOSTRA BANCO DO NORDESTE DA CANO BRASILEIRA INDEPENDENTE

    19h30 - Batuque Eltrico - PI.Dia 24, sbado.PERCURSOS URBANOS15h00 - No me Chama No que Eu Vou.Mediador: Roberto Marques.CINECAFMediador: Elvis Pinheiro.17h30 - A Rosa Prpura do Cairo.

    V MOSTRA BANCO DO NORDESTE DA CANO BRASILEIRA INDEPENDENTE19h30 - Wado - AL. Dia 25, domingo.Fechado.ARTE RETIRANTELocal: Brejo Santo-CE.19h00 - Literatura - Eletroalvenaria -

    Daniel Batata e YthalloRodrigues - Juazeiro do Norte-CE.Dia 26, segunda-feira.Fechado.

    Destaques da programao de 20 a 26 de setembro de 2011.

    ALERTA

    CRATO

    O peridico do Cariri independente

    Heris do fogo e do asfalto: Bombeiros atuam no limite

    SANTO ANTNIOESPORTE

    POLTICA

    PRMIO

    GRANDES NOMES

    Recurso para O Romeiro ser aplicado em 2012

    n Em Juazeiro, o Corpo de Bombeiros tem um quadro fixo de cerca de 19 homens e um flutuante entre 18 e 20 homens. Quando deveria ter, pelo menos, 60 bombeiros fixos

    REGIO DO CARIRI l DE 20 A 26 DE SETEMBRO DE 2011 l ANO XIII l NMERO 2500 R$ 1,50

    Festa poder ser patrimnio histricocultural

    A carncia de efetivo o principal problema enfrentado pelo Corpo de Bombeiros do Cariri. Existem, aproximadamente, 1.600 bombeiros em todo o Cear, quando a lei prev 3.703 homens para a corporao. O 5 Grupamento composto por trs quartis na regio do Cariri, com sedes em Juazeiro e Crato, atua com apenas 61 homens, que se desdobram para atender a 36 municpios, na preveno, emergncia pr-hospitalar, salvamento e combate a incndio. 3

    ORLANDO BEZERRA

    Ministrio Pblico abre debate sobre Plano de Proteo Aeroporturia

    O Plano Bsico de Proteo Zona Aeroporturia de Juazeiro do Norte foi discutido em audincia no Ministrio Pblico Federal. O MPF convocou os principais rgos da aviao civil para cobrar o cumprimento das medidas exigidas pela Portaria 256, que dispe da segurana das operaes areas. 6

    Ceasa deve ser inaugurada em novembro

    Lideranas peemedebistas definem apoio a candidatos

    Sebrae lana Prefeito Empreendedor

    Membros do Partido do Movimento Democrtico Brasileiro (PMDB), das instncias nacional, estadual e regional, reuniram-se para lanar os principais nomes que vo presidir as campanhas municipais de 2012. Em Crato, o destaque foi para o empresrio Ronaldo Matos e em Juazeiro para atual deputado federal, Raimundo Macedo.

    Para estimular o desenvolvimento dos municpios, o Sebrae lanou o Prmio Prefeito Empreendedor, que ir reconhecer os melhores projetos nas reas de gesto pblica e estimular os pequenos negcios.

    Construo de calado divide opinies de lojistas

    Um mega calado no centro comercial do Crato vai promover mudanas no cotidiano dos lojistas e da populao. A obra vai estreitar ruas, ampliar as caladas e acabar com os estacionamentos. Os pedestres vo circular livremente e com segurana. Os comerciantes esto preocupados com as mudanas porque o projeto no privilegia o aspecto econmico. O Demutran ainda no sabe como fazer para criar novas reas de estacionamentos e os motoristas querem espaos para estacionar seus veculos. 5

    12

    4

    8 7

    Antnio Fernandes Coimbra

    12

    9

  • O Corpo de Bombeiros, ao menos at algum tempo, era uma corporao vista a parte pelo povo. No contava com as mesmas restries que, por exemplo, os policiais so-frem pela opinio pblica, como demonstram as pesquisas. As razes, de certo modo, so singelas: os soldados do fogo no se envolvem no combate ao crime e, com isso, ficam alheios a toda sorte de problemas da advindos, diferente-mente da situao a que policiais infelizmente esto sub-metidos.

    A crise do Corpo de Bombeiros, porm, nacional. O episdio do motim no Rio de Janeiro, por exemplo, uma prova disso. A corporao vive o dilema de uma vida mi-litarizada e a aparente falta de ligao de suas atividades com essa forma de organizao. H movimentos para des-militarizar o Corpo de Bombeiros, o que, ao menos em ter-mos histricos, vai de encontro tradio brasileira.

    O Cariri vive um dilema mais prosaico: a regio no possui ao menos dez por cento do efetivo total de bombei-ros militares do Estado do Cear. Sim, enquanto o Cear tem 1.600 bombeiros, o Cariri s possui 61 homens, menos de cinco por cento do total, considerando-se, ainda, o fato de que h um quadro flutuante de militares, que sema-

    nalmente transferido para fazer servio extraordinrio e atender os trinta e seis municpios caririenses.

    O Cear um Estado pobre e a contratao de novos servidores implica a constituio de um passivo que ultra-passa a gesto atual. Sero anos de servio ativo, alm do custeio de aposentadorias e penses, cuja responsabilidade recair sobre os cofres pblicos. compreensvel que o go-verno estadual tenha cautela em ampliar o quadro de pes-soal, tendo-se em conta a herana a ser arcada pelas futuras geraes. O discurso fcil da contratao pela contratao no pode vingar.

    O problema que diz respeito ao Cariri, contudo, mais simples: est na desproporo entre o tamanho do territrio, o nmero de municpios e a dimenso popula-cional e o efetivo de bombeiros militares aqui destacados. uma conta elementar e que parece no ter sido levada em considerao pelo Comando-geral do Corpo de Bombei-ros. Reconhea-se: no essa uma responsabilidade apenas do atual comandante da corporao. Trata-se de um erro histrico, que vem ocorrendo h mais de duas dcadas. Os habitantes da Regio Sul sabem muito bem disso. E, com o aumento da populao e o desenvolvimento econmico

    experimentado nos ltimos dez anos, o Cariri vive agora o estrangulamento de um modelo que h tempos j se reve-lava inservvel.

    Mais do que se falar em concurso pblico, hora de se cogitar no redimensionamento de pessoal e trazer mais militares para o Cariri. A Regio no pode continuar com mais essa prova de que a distncia do poder central causa de desprestgio.

    O plebiscito que deve ocorrer este ano no Par, a fim de se deliberar a criao de novos Estados, uma forma de se lembrar permanentemente que populaes insatisfei-tas com sua situao perifrica em face das prioridades do poder central tm como reagir a esse estado de coisas. O governador Cid Gomes, em diversas situaes concretas, tem demonstrado genuno interesse pelo Cariri e adotado medidas efetivas em prol da Regio, especialmente em seu segundo mandato. Mas, o exemplo de Cid Gomes tran-sitrio. O Cariri tem o histrico do abandono pelo poder central, que se revela em toda a rea de Segurana Pblica, o que inclui o Corpo de Bombeiros.

    Esperar uma tragdia ocorrer e no se ter efetivo para ajudar a populao sempre o pior caminho.

    EditorialBOMBEIROS: CARIRI SEM EFETIVO

    2Opinio

    REGIO DO CARIRI(CE), DE 20 A 26 DE SETEMBRO DE 2011

    Exped

    iente

    :

    Fundado em 5 de setembro de 1997O Jornal do Cariri uma publicao

    da Editora e Grfica Cearasat Comunicao Ltda

    CNPJ: 34.957.332/0001-80

    O peridico do Cariri independente

    Diretor-presidente: Luzenor de Oliveira Diretor de Contedo: Donizete Arruda Diretoria Jurdica: Vicente Aquino Editora Responsvel: Jaqueline Freitas

    Administrao e Redao: Rua Pio X, 448 - Bairro Salesianos - CEP: 63050-020 - Juazeiro do Norte Cear - Fone (88) 3511.2457Sucursal Fortaleza: Rua Coronel Alves Teixeira, 1905, sala 05, Telefone: 085.3462.2607 - Celular: 085.9161.7466Sucursal Braslia: Edifcio Empire Center, Setor Comercial Sul, Sala 307, Braslia-DF

    Os artigos assinados so de responsabilidade dos seus autores

    Conselho Editorial: Geraldo Menezes Barbosa | Francisco Huberto Esmeraldo Cabral | Napoleo Tavares Neves e Monsenhor Gonalo Farias Filho

    Fale conosco Redao w cidades@jornaldocariri.com.br w policia@jornaldocariri.com.br w politica@jornaldocariri.com.br w redacao@jornaldocariri.com.br w sucursalfortaleza@jornaldocariri.com.br Departamento Comercial w comercial@jornaldocariri.com.br | Diretoria w diretoria@jornaldocariri.com.br | Geral w jornaldocariri@jornaldocariri.com.br

    Envie sua carta para jornaldocariri@jornaldocariri.com.br e d sua opinio faa sua sugesto, uma crtica. Esse espao aberto para voc, caro leitor.

    SEXTILHA CARTAQUEM NO TENTA, NESTA VIDAE TEMENDO DIZ: - NO VOU...S POR MEDO DE ERRAR,POR NO TENTAR J ERROU...QUEM VENCEU, MESMO CAINDO,CAPACIDADE MOSTROU!

    Welington Costa

    Estive dias atrs em Crato! A cidade apresenta bastante efervescncia no seu comrcio. Supermercados modernos, lojas sortidas, quiosques com fast-food, higinicos e tudo mais. Agora, uma coisa deixa a gente encabulado: o trnsito. Quem quiser ir de carro fazer compras depois das nove horas, no vai encontrar vaga para estacionar. Nesta minha permanncia l, tive que deixar o carro no Pimenta, depois do Tnis Clube, e ir de txi at o centro. O que isto acarreta? A fuga de turistas e dos compradores citadinos para outros lugares, que lhe ofeream melhor comodidade.

    J. Ronald, escritor

    CURIOSIDADES DA HISTRIA DO CRATO

    Pequenos fatos, mas de gran-de importncia para a histria do Crato, destacaremos a seguir, neste importante espao jornalstico, com citaes a respeito de episdios que fizeram a histria do Cariri.

    Comearemos com o nome de Amlia Benebian Pedroso que, con-forme registro em livro pelo mdico e escritor Irineu Pinheiro, nascida no municpio do Crato, foi a 1 mdica cearense (Nordeste) e a 2 brasileira.

    Esta a primeira citao histri-ca e vamos segunda. O estado da Bahia, conforme os registros