jornal digital 4612_seg_23022015

Download Jornal digital 4612_seg_23022015

Post on 13-Aug-2015

116 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  1. 1. Chuvadestri dezenas deruas einvadecasas www.grupocorreiodosul.com.br ANO XXIV EDIO N 4.613 SEGUNDA-FEIRA, 23 DE FEVEREIRO DE 2015 R$ 2,00 Grupo 30 23 Sol com muitas nuvens. Pancadas de chuva tarde e noite. Previso para hoje Extremo Sul Catarinense Emoomarcapartidas finaisdospraianosnaregio Decises Ermo Irms de 101 e 84 anos moram juntas Amizade 3Pgina Caderno de Esporte PolciaGeral Polcia Motorista para emptiode umacasaefoge Moradorestemem acidentesefalta de indenizao ImprudnciaSerra da Rocinha Raio atinge quarto de residncia com moradores em casa 13Pgina 15Pgina4 e 5Pginas 9Pgina Ararangu
  2. 2. Poltica Jarbas Vieira Correio do Sul Segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015 jarbas@grupocorreiodosul.com.br (48) 9966.5326 CHARGEPor:CAZO Com um secretrio regional numa ponta e o presidente da Amesc na outra, impossvel que a revitalizao dessa estrada no saia do papel. Ele disse: Prefeito de Sombrio, Znio Cardoso (PMDB), vendo com bons olhos as posses de Dema e Antnio para solucionar o problema da rodovia Sombrio/Jacinto. Nego Gomes volta a Cmara como coringa! A ps quase dois anos e dois meses a frente da Secretaria de Obras de Sombrio, o vereador Nego Gomes (PMDB) retorna hoje ao Poder Legislativo.Suaexoneraodocar- go e posse na Cmara ocorreram entre quinta e sexta-feira, numa operao que j vinha sendo estu- dadahalgumtempopeloprefeito ZnioCardoso(PMDB).Comasa- da de Nego a Secretaria de Obras ficar sob a responsabilidade de diretores. O suplente de vereador Carlinhos Gomes (PMDB) com rea de atuao no permetro Alm de autoridades re- gionais e estaduais, a posse do prefeito de Jacinto Machado, Antnio de Fveri (PT), como presidente da Amesc, foi bastan- te prestigiada por lideranas do Municpio. Alm de sua equipe de governo, destaque para a presena do vice-prefeito Adelor Emerich(PP),dovice-presidente da Cejama Aldo Brognoli (PSD), do presidente da Cooperja Vanir Zanatta, do presidente da asso- ciao hospitalar Ari Possamai Della,almclarodesuafamlia. Agradeo a presena da minha esposa, filha, sogro e sogra, mi- nha irm e todas as lideranas da nossa cidade, que vieram prestigiar esse importante ato. Lideranas locais prestigiam Antnio (48) 3522-3777 urbano, e com o funcionrio de carreiraJairDaboitatuandonoin- terior.Amudanaarquitetadapelo prefeito Znio tem duplo objetivo: primeiroaproveitaraexperinciae oscontatosdovereadoremFloria- npolis para captao de recursos e soluo de problemas, quando o mesmo no puder ir at a capital. Segundo, reforar a defesa de seu governo na Cmara, imaginando que a artilharia oposicionista s tendeaaumentarcomoaproximar da eleio de 2016. Da a expres- so coringa, utilizada pelo prprio vereadoremseudiscursodeposse. Nafoto,daesquerdaparaadireita esto: Derotides (outro diretor responsvel pela secretaria), Jair, Nego, Carlinhos, o prefeito Znio, Deputado estadual Rodrigo Minotto (PDT) reuniu o partido em Ararangu na ltima sexta-feira para iniciar um trabalho visando eleio de 2016. Destaque para a presena do empresrio Beto Coan, candidato a deputado federal em 2014. O objetivo forta- lecer o PDT em todo o Vale. Minotto tambm cumpriu agenda em Turvo e Sombrio, onde conversou com pedetistas de So Joo do Sul, Passo de Torres, Santa Rosa e Balnerio Gaivota. PDT se organizando Comeo Ser realizada hoje a pri- meira sesso da Cmara de Ve- readores de Santa Rosa do Sul sob a presidncia do vereador Agenor Carvalho (PP). A d- vida recai sobre a presena do prefeito Nelson Cardoso (PSD), como requer a Lei Orgnica. A princpio, hoje, o prefeito tem agenda na Capital do Estado. o presidente da Cmara, Daniel Bitencourt (PPS), e o vereador Cezar Luchina (PSD), que passar a condio de lder do Governo no Poder Legislativo. Sinto-me mais fortalecido para bem representar Jacinto Machado nestanovamissodeconduziros destinos de nossa regio, disse. www.vitaanalise.lablaudo.com.br
  3. 3. das alegres velhinhas. Cuidamos da sade na medida do possvel. Na parte da alimentao somos meio desleixadas. Como carne com bastante gordura e muito arroz e feijo, relata Rita, que tem um filho, nove netos, nove bisnetos e um tata- raneto. Teodora tem seis filhos, cinco netos e trs bisnetos. na rua Santa Tere- zinha, no centro de Ja- cinto Machado, que duas histrias de superao e felicidade se encontram. A parceria deu to certo que parece ser insuper- vel o amor que uma irm sente pela outra. Afora delas incrvel. So bem lcidas e uma cuida da outra. Elas se lembram subiu para 75 anos para ambos os sexos. Uma das regies com a maior concentrao de idosos no Brasil o sul do pas. Boa parte dos velhinhos com mais de 100 anos esto em Santa Catarina. E em Jacinto Machado que a histria de duas simpticas se- nhoras chama a ateno da comunidade. So 185 anos somados, a mais experiente tem quase 102 anos e estampa um sorriso que de dar inveja a muitas mocinhas por a. A identidade compro- va: Rita Marilia da Rocha tem 101 anos e est a poucos dias de se tornar a moradora mais velha do municpio. Ela faz parte de um seleto grupo cente- Geral 3Correio do Sul Segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015 Rafael Andrade Vende-seFarmcia em Sombrio tima localizao e timos convnios Maiores Informaes ligar: (48) 9969-8841 nrio de Santa Catarina e mantm muita disposio e vaidade. Cabelos mili- metricamente penteados e vestido suavemente passado. A casa de dona Rita parece de boneca e coloca muito cenrio de novela da Globo nos bolsos. A senhora tem uma alimentao capaz de deixar nutricionistas de nariz torcido: arroz, fei- jo, carne de boi gorduro- sa, pimentas e doces. Ela mora com a irm de 84 anos, Teodora Rocha Pe- reira, tambm bem lcida e disposta a viver muito mais. Rita e a inseparvel irm caminham sem mu- letas e sem dificuldades. Poucos remdios e muita sade esto no cardpio Dona Rita e dona Teodora desfrutam de boa sade, so ativas e se amparam na amizade de toda a vida > JACINTO MACHADO Na noite de sbado aconteceu em Jacinto Ma- chado a Assembleia Ge- ral Ordinria da Cooperja, quando os associados elege- ram os novos conselheiros fiscais e membros dos co- mits educativos e discuti- ram temas balano patri- monialedemonstrativode resultado do exerccio. Foi aprovada a capitalizao de mais de R$ 7 milhes conforme a movimentao que cada um realizou em 2014. Ainda durante a As- sembleia o presidente da Cooperja Vanir Zanatta Cooperja comemora 25 anos de trabalho do seu presidente entregou uma lembrana a aluna Mariana Tra- montin Scariot, da escola Abel Esteves de Aguiar, uma das selecionadas no 8 Prmio Nacional de Redao do Programa Cooperjovem. Por fim, Vanir Za- natta foi homenagea- do pelos seus 25 anos frente da presidncia da cooperativa. Associados, colaboradores, esposa e filhos do presidente, bem como sua me e irmos, foram pegos de surpresa e se emocionaram com a trajetria de vida de Vanir, e depoimentos de associados. Vanir recebeu uma placa comemorativa Uma delas est prestes a completar 102 anos. As duas vivem sozinhas e pretendem aproveitar muitos aniversrios ainda Irmsmoramjuntasesomam185anos > JACINTO MACHADO Muitos se per- guntam diaria- mente: qual o segredo da longevidade? Se todos soubessem a resposta, o pas teria muito mais idosos do que adultos em idade economicamente ativa (18-59 anos). Mas isto no est longe de ocorrer, conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatstica (IBGE), que apontam um crescimento significante de cerca de 3% a cada cinco anos da populao acima dos 60 anos. o resultado da maior ex- pectativa de vida, que Longevidade de toda a famlia e inte- ragem muito bem com todos, destaca a vizinha Aline Hahn Fernandes. Especialistas apon- tam que a longevida- de est cada vez mais crescendo no pas. um resultado do avano do setor farmacolgico, da medicina, da qualidade de vida e da conscincia das pessoas na busca constante de uma ali- mentao balanceada. Comparada com a tabela do IBGE de dez anos atrs, a expectativa de vida do brasileiro au- mentou mais de trs anos. Em 2003, era de 71,3 anos.
  4. 4. sem acostamentos. Nosso medo com o risco esse movimento todo to perto das casas, questionam os moradores. De acordo com o rela- trio de 2010, a projeo que no segmento compre- endido entre o permetro urbanodeTimbdoSuleo incio da Serra da Rocinha tm-se reas urbanizadas com pouca densidade ha- bitacional e presena de edificaes residenciais e comerciais ao longo do per- curso, (...). A rodovia ser em pista nica, com duas faixas de rolamento de 3,5mdelarguracadaecom acostamento de 2,0 m lar- gura. A faixa de domnio de30mdelargura(15,00m paracadalado).Jnaspro- jeesem3Dapresentadas em solenidade realizada em 2013, as reas urbani- zadas teriam duas faixas de rolamento com 4m de largura cada e caladas de 2m, sem acostamento. Cientes da impossibi- lidade de uma mudana FederaldoParan,atravs do Instituto Tecnolgico de Transporte e Infraestru- tura (ITTI) e apresentado em agosto de 2010 para quetivesseinciooprocesso burocrtico que resultaria na execuo da obra. Junto s comunidades mais afetadas, Rocinha e P da Serra, o Correio do Sulouviuhistriasdaspri- meiras promessas de pavi- mentao,confirmadaspor marcos encontrados tanto smargensdotrajetoatual daestradaquantoprximo aogasodutoBolvia/Brasil, onde, segundo os mora- dores, seria o verdadeiro trajeto da rodovia num projeto de 1979. Segundo os morado- res, datam do incio da dcada de 70 os primeiros movimentos visando a pa- vimentao da serra, prin- cipalmenteapsaenchente de1974,quemarcouTimb do Sul e regio como uma das maiores tragdias na- turais registradas. Nasci e me criei aqui e desde criana ouo falar dessa obra, que nunca passou da promessa,contaoagricul- tor Milton Luiz Vieira, de 64anos,moradordasmar- gens da estrada que deve receber a pavimentao. Assim como os vizi- nhos, Milton diz que s vai acreditar que o asfalto Casosemelhanteviveo ex-prefeitoeatualsuplente de vereador Valdir Savi Sobrinho, o Tio Kira, que afirma que perder parte de suas terras para dar lu- garpavimentao.Tudo o que sabemos de ouvir falar. No houve qualquer reunio na comunidade e o que di