jornal de patrocinio

Download Jornal de Patrocinio

Post on 10-Mar-2016

236 views

Category:

Documents

7 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

23/03/2013

TRANSCRIPT

  • 02 JORNAL DE PATROCNIO 23/03/2013GERALGERALGERALGERALGERAL

    FUNCECP lana caf produzido emsua Fazenda Experimental

    Do plantio aoconsumo o Caf Culturaltem o envolvimento deprofessores e alunos noprocesso

    O mais inspirador doscafs. Este o slogan do novoproduto da FUNCECP, umcaf gourmet para um pblicodiferenciado. O caf

    produzido na FazendaExperimental da FUNCECP(Fundao ComunitriaEducacional e Cultural dePatrocnio) atravs depesquisas realizadas pelosprprios universitrios esupervisionadas pelosprofessores.

    O Caf Cultural foilanado na sexta-feira, 15, emum evento que contou com aparticipao de Conselheirosda Fundao, representantesdo Legislativo, Executivo,alm de dirigentes,coordenadores e professoresdo UNICERP.

    Para o presidente daFUNCECP, Jos Batista, acolocao do Caf Cultural nomercado tem objetivos bemtraados. Mais importanteque a arrecadao financeira

    a experincia que nossosalunos tero, no s nocultivo, mas agregando valorde produo do gro.

    O superintendente daFUNCECP, Fabiano Caldeira,ressalta a participao doConselho Curador noprocesso de criao do caf etivemos o cuidado de criaruma marca forte, de qualidadee um caf com excelentebebida, que sirva, no scomo um produto de merca-do, mas como uma lembran-a de nosso municpio e suapotencialidade.

    O produto ter comer-cializao na Padaria Cafcom Po (Andr), Po deQueijo Cantinho de Minas(Donizete), Dona Empada(Igor Queiroz) e Po de QueijoDona Lilia (Neto).

    Marcos Miaki o vencedor do 22. Prmio Ernesto Illyde Qualidade do Caf Espresso

    Foi anunciado, em cerim-nia realizada no Leopolldo, emSo Paulo (SP), o vencedor do22 Prmio Ernesto Illy deQualidade do Caf paraEspresso Regional Cerra-do Mineiro: Marcos CzarMiaki, de Patrocnio. O segun-do lugar ficou com Clovis Car-valho Filho, de Campos Altos.

    O 22 Prmio Ernesto Illyde Qualidade do Caf paraEspresso recebeu mais de400 inscries de cafeicul-tores de todo o Pas. As regi-

    es que representam o Esta-do de Minas Gerais (CerradoMineiro, Chapada de Minas,Mata de Minas e Sul de Minas)registraram o maior nmero deinscritos. Produ-tores dosEstados do Esprito Santo, Riode Janeiro e So Paulo e dasregies Centro Oeste e Nortee Nordeste tambm estoparticipando da premiao.

    O primeiro colocado na-cional receber um prmio deR$ 50 mil, o 2 R$ 35 mil, o 3R$ 18 mil, o 4 R$ 9 mil, o 5

    R$ 5 mil, e do 6 ao 40 R$1.200. Na premiao regional,o primeiro lugar de cada

    Estado/regio ganhar R$ 2mil e o segundo R$ 1.200.

    Luiz Antnio Costa assume direocomercial da Jovem Pan no Alto Paranaiba FeniCaf pode movimentar

    R$ 28 milhes emnegcios

    Do G1 Tringulo MineiroCom a temtica sobre a importncia da irrigao e seus

    sistemas em lavouras de caf, a Associao dos Cafeicultoresde Araguari, no Tringulo Mineiro, realiza a 18 edio da FeiraNacional de Irrigao em Cafeicultura (FeniCaf). O eventocomeou nesta quarta-feira (20) e uma oportunidade para osprodutores rurais e expositores trocarem informaes sobre o setor,alm de apresentarem lanamentos de produtos e equipamentos.A expectativa da comisso organizadora de que mais de 20 milpessoas passem pelo local durante os trs dias de atividades emovimentem negcios superiores a R$ 28 milhes.

    Escrito por Andr Luiz Costa - O verstil Luiz Antnio Costa(rede Hoje) assume oficialmente, na segunda-feira (25), o cargode diretor comercial da radio Jovem Pan Patos de Minas. Nafoto , No estdio da emisora, o scio Xaulin, a gerenteVanilda Branquinho, o novo diretor Luiz Antnio Costa e oscio Humberto Neiva . Desejamos sucesso. A RedeHoje continuar suas atividades normalmente em Patrocnio,inclusive na parceria com a Rdio Rainha da Paz,coberturaesportiva e transmisses do futebol mineiro.

  • 04 JORNAL DE PATROCNIO 23/03/2013SADESADESADESADESADE

    Dra. Cludia Aparecidade Oliveira Machado -

    Especialista emOdontopediatria e em

    Ortopedia Funcional dosMaxilares

    Ps-graduao em DorOrofacial e DTM.

    CRP. 04/2795Psicloga Psicoterapeuta

    Especialista em Clnica PsicanalticaHelena A. Garcia Nunes

    Onde est olado bom?

    Tantas vezes havia ouvidoque era um preguioso,burro,que acabou poracreditar nisso e agir comotal. Tantas vezes lhe disseramque ele era impossvel, quese tornou impossvel. E talvezv carregar este rtulo peloresto de sua vida.

    Se vamos comer algopensando que no est bom,provavelmente acharemos ogosto estranho.

    Muitas vezes as pessoasse empenham em consideraros outros por seus defeitos,chamam mais ateno. Nose pensa em ajud-los acorrigir esses defeitos, masnuma forma de mostr-lospara o resto da humanidade.

    O diagnstico do adultocostuma depender dacapacidade de tolerncia quetenha no momento, o quetorna arriscado deduzir aforma se agir de uma pessoapor um ato concreto. Estartriste num dia no o mesmoque ser depressivo, vagabun-dear um dia no o mesmoque ser vagabundo, tiraralgumas notas ruins no omesmo que ser intil.

    Quando os pais agemdessa forma com os filhosgeniosos, esto se expondoa um risco de avaliao eesquecendo que os filhospercebero a imagem que ospais tm deles.

    Se o pai tem uma imagem

    negativa do filho,est podecontribuindo para criar neleuma insegurana para a vidatoda.Tambm no deveestranhar se o filho trat-lomal ou no se lembrar delecom carinho. Em contrapar-tida, ter uma imagem positivado filho vai ajud-lo a terconfiana em si mesmo.

    conveniente, portanto,esforar-se para pensar emtodas as coisas positivas queos filhos tm e trabalhar comisso.

    Todo problema umaoportunidade de cresci-mento, uma oportunidadepara dar aos outros algo dens mesmos. Ver o lado bomdos filhos, dos compa-nheiros, dos amigos, podenos ajudar a conviver melhorcom eles e, o que maisimportante,pode ajud-los aestimular esse lado bom.

    Ver o lado bom nosignifica negar o problema,ou o desgosto, mas por queum mesmo golpe,sofrido porduas pessoas diferentes,produz resultados todesiguais? Muitas pessoasacreditam que seus proble-mas se devem a umainfncia infeliz, a umpassado a ser revisto, e esse

    sentimento os impede de vero presente e o futuro de outramaneira. Chegam a sentir-sesozinhos e inteis porque nocon-seguem ver o ladopositivo do que lhes acontece. fcil render-se,mas, quandonos rendemos,nosuperamos a dor.

    Quando temos uma famliaotimista, nos sentimosarrastados para o otimismo.

    O que pode diferenciar aspessoas alegres ou otimistasdas que esto mergulhadasna tristeza no o problemaem si (que pode ser igual oumaior),mas a forma deinterpretar e processar ascircunstncias da vida.Adeterminao vale tantoquanto a inteligncia. Hpessoas muito inteligentesque no esto dispostas a sairde seu isolamento, quequerem continuar sendo comoso sofrendo como sofrem.

    preciso pensar queno importa o que ocorra navida, que muitas vezes nodepende de ns, o maisimportante a capacidade dereao. O que queremos dizer que: quando uma criana ajudada, e no rotulada, podemudar.

    Av. Rui Barbosa, 173 - Ed. Altair Correa - sala 203 - (34) 3831-3342

    Aniversariantes

    Nas pessoas destes, parabenizamos todos osaniversariantes deste perodo.

    23-03- Dirce de Oliveira

    25-03- Sr. Alziro Edson Alves de vila; Sr. Jlio Csar deFaria; Sr. Dimas Florncio (Mensageiro dos Correios); Sr.Lzaro Luiz Fernandes; Sra. Juliana, esposa do Sr. CsarMarcelo Nunes Borges; Sarah Nunes, filha do casal, Elenice/Deusvaldo; Sr. Marcelo Henrique de Souza (Center Plstico)

    26-03- Flavia Cristina, filha do casal, Lourdes/MozartSilva; Dr. Jos Maurcio Figueiredo; (B. Hte);

    27-03- Wagner Antonio Bernardes; Sr. Danilo da RochaPereira; Pietra, filha do casal, Cladia/Carmelo Beloni;Luclia Josefina

    de Carvalho Souza; Sr. Aureslindo da Silva Junior;

    28-03- Sr. Hiran Accio dos Reis; (Ouvidor Municipal);Sr. Onofre da Luz Ferreira; Bruna Fernanda Nunes Brando;Sra. Lcia Resende, esposa do Sr. Flvio Queiroz (AutoPacas); Sra. Zlia Rosa, esposa do Sr. Rubns Figueiredo;

    29-03- Dr. Mrcio Luiz Nogueira (Eficaz); Sr. Vicente JosCunha Neto; Sra. Neiva Nunes Brando;

    Importncia daFuno MastigatriaA mastigao a fase

    inicial do processo digestrioe uma das funes mais im-portantes do sistema orofa-cial. A funo mastigatriapromove a estabilidade daocluso, o equilbrio musculare sseo.

    Para que haja desenvol-vimento harmonioso do com-plexo maxilo-mandibular, amastigao dever ser sem-pre bilateral alternada,ocorren-do simetria detrabalho mus-cular e simetriade posies articulares.Assim, a atrio fisiolgicaentre os dentes durante osmovimentos masti-gatriosfar com que haja umdesgaste natural dassuperfcies oclusais dos dentes e que a orientao da foragerada pelo trabalho muscular seja adequada e necessriapara um desenvolvimento equilibrado.

    Uma mastigao viciosa unilateral interrompe estamaturao do sistema mastigatrio e automaticamentepoder induzir desvios na velocidade e na direo docrescimento do sistema. Estas discrepncias nocrescimento quase sempre provocam malocluses severascomo mordidas cruzadas esquelticas, bem comodisfunes tmporo-mandibulares. Na maioria das vezes opaciente se queixa de sintomatologia dolorosa na regio eem todo o sistema orofacial. A ausncia de movimentos delateralidade durante a mastigao tambm reduz o potencialde crescimento mandibular e da articulao tmporomandibular, causando assim uma influncia negativafuncional.

    Deste modo, durante e aps o crescimento o tamanhoe a forma da mandbula so dependentes do vigor damastigao. Alm disto, quanto maior for a eficinciamastigatria mais eficiente a ao das enzimas digestivas,mais rpido o processo digestivo e menor gasto de energia.

    Diante da importncia da funo mastigatria faz-senecessrio toda ateno e empenho para que ela se realizecorretamente j na infncia, oferecendo desde cedo para acriana uma alimentao dura e fibrosa capaz de promovero exerccio mastigatrio para o desenvolvimento harmonioso.O acompanhamento profissional do Odontopediatra tambm imprescindvel